domingo, fevereiro 01, 2015

A má consciência.

Recebido como um Avô estimado no Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca:). Na plateia predominavam médicos jovens, o que sempre me provoca um prazer especial. Mas não só, infelizmente...:(. Cada vez mais sinto que lhes falo de uma prática médica longe do seu alcance, devido a todo o género de constrangimentos. À porta, manifestação em protesto contra insuficiências ao nível dos Cuidados Primários...
Falei-lhes de Osler e Heisenberg. Talvez o segundo seja mais adequado, o primeiro franziria o sobrolho perante a realidade actual. Em contrapartida, não percebendo nada de Física, acho o mundo que nos rodeia um hino à incerteza.
Que Deus os proteja. E aos doentes...

14 comentários:

andorinha disse...

Não é risonho o panorama a nível dos cuidados de saúde, todos sabemos:(
Entendo a frustração dos doentes e também, com toda a certeza, de muitos médicos.


Mas não entendi o título do post. A má consciência de quem?

Dos jovens médicos que não podem ter a prática clínica que gostariam devido a todos os constrangimentos existentes, ou sua por lhes falar de como deveria ser essa prática clínica, sabendo que eles dificilmente a poderão por em prática?

Anfitrite disse...

Deve ter sido por não se sentir bem, que voltou a desabafar na sua velha casa.

Dantes havia muito menos médicos que faziam muito mais com o que tinham. A classe de élite insiste no número clausus, para continuar com a usura. Só que o feitiço também se virou contra o feiticeiro. Apesar de terem de saber muito de números, de química, haverá sempre alguém que lhes saiba dar a volta.

"Nós, os pobres, somos como o algarismo zero, que por si só nada vale e faz valer a cifra que a ele se junta - tanto mais quanto mais zeros lhe forem acrescentados."
Mateo Alemán

Bartolomeu disse...

Eu penso que a má consciência é de todos nós, que assistimos inpávidamente à degradação do pouco que foi conseguido no campo da saúde, no decorrer dos anos que precederam a democracia. Não se entende que estejamos anos-luz distantes daquilo que sabemos ser o minimamente desejável no campo da prestação de cuidados de saúde à semelhança aliás do que é corrente nos países europeus, especialmente os do centro e do norte da Europa.

Julio Machado Vaz disse...

Andorinha,

A minha...

andorinha disse...



Oh! A sua...
Mais razões terão os médicos para a ter porque nem sempre poderão seguir a sua consciência.
E isso é complicado.




Anfitrite disse...

Não lhes dão carreira mas dão-lhes dinheiro. A eles e aos amigos que criaram firmas parasitas para o efeito.
http://www.cmjornal.xl.pt/exclusivos/detalhe/guerra_de_medicos_afeta_urgencias.html

Anfitrite disse...

Porque parece que foi ontem e está tudo na mesma, digo pior, volto a pôr este artigo de opinião:

http://www.dn.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=4067234&seccao=Viriato%20Soromenho%20Marques&tag=Opini%E3o%20-%20Em%20Foco

Também não poderia deixar de pôr o de hoje, que é para ver se pensamos mais um bocadinho, porque estamos todos anestesiados, como disse o PMlopes, ontem:
http://www.dn.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=4376050&seccao=Viriato%20Soromenho%20Marques&tag=Opini%E3o%20-%20Em%20Foco

bea disse...

Há quem tenha nascido já anestesiado.

Mas não acredito que todos tenhamos a má consciência sobre a degradação dos serviços de saúde.Ou talvez sim, a má consciência colectiva é uma coisa muito ténue e diluída, nem se nota.

A Europa ganhou miopia e julga que vê bem; mas o seu longe é tão perto do nariz de cada um que confunde. por mais lentes que o Viriato mostre, não resultará se persiste em que não precisa.

Have a nice day

andorinha disse...



Have a nice (rainy) day 2 :)))))

andorinha disse...


Será isto viável? Desejável? Proveitoso para médicos e doentes?
Aqui ficam as minhas interrogações...

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/ha-medicos-que-sao-felizes-a-fazer-so-urgencias-1684559

andorinha disse...


Parece-me uma personalidade fascinante este ministro das finanças grego

http://www.publico.pt/mundo/noticia/nao-quer-guerra-nao-faz-bluff-e-gosta-de-rir-de-si-proprio-1684463


E pronto, já vos deixo leitura para a tarde...:)))


Inté....

Ti Co disse...

Bom dia professor!

Talvez por ser um puto, acho que isto vai melhorar!

Ou então será apenas porque estando em baixo, só se pode subir!
;)

Filomena Pitta Soares disse...

É como diz: o mundo que nos rodeia é um hino à incerteza... e o desafio muito difícil está em sair dela. Desta vez para alem das pessoas e dos próprios países, penso que o problema é mais profundo e estrutural.. Há sintomas que apontam para um sentido de não humanidade insuportáveis...
Que fazer!? Sei lá! Para começar há talvez que pensar tudo de novo ou quase tudo! Mas, e até lá!?...
A propósito, ontem vi o filme "Sono de Outono" que ganhou o último festival de Cannes, vale muito a pena ver, aqui fica:
https://www.youtube.com/watch?v=P1nQbYtTPQg

bea disse...

Parece-me muito bom ser recebido como um avô estimado. Bom, mas merecido. Ou tê-lo-iam recebido de outra forma. Seguramente.