segunda-feira, junho 04, 2007

Lá cantava Lennon: "something you can't hide, is when you're crippled inside":(.

Produtora britânica procura desfigurados para concurso

Uma produtora está a suscitar polémica no Reino Unido ao propor um programa de televisão que assuma os gastos de cirurgia plástica a pessoas desfiguradas em troca de estas participarem no espaço, revelou hoje o The Sunday Times.
A produtora Rocochet, responsável por «Supernnany», entrou em contacto com o médico Peter Butler, que vai realizar no Reino Unido o primeiro transplante mundial de rosto completo, a fim de encontrar pacientes com deformações faciais.

O jornal teve acesso a um e-mail enviado no mês passado pela produtora à organização não governamental de Butler, chamada Face Trust.

A produtora procura pessoas com falta de auto-estima, até ao ponto de «terem medo de sair de casa».

Buler, chefe da equipa de cirurgiões do hospital Royal Free de Hampstead, já expressou «profunda preocupação» pela iniciativa.

03-06-2007 15:00:28

27 comentários:

thorazine disse...

Humm...não acho que seja "pior" que o "total makeover" que passa no people+artes! Nao percebo o alarido.

Apesar de na minha opinião em alguns casos ser fútil o motivo da cirurgia plástica acho que é muito importante as pessoas sentirem-se bem consigo próprias. E se concordei com reality show dos transplantes de rim porque não hei-de concordar com este? :)))

noiseformind disse...

Tal como a popupaça que se juntava para ver o Elephant Man, de David Lynch, é um programa que diz mais de quem o vê do que de quem nele participa, que não se importará de ser sujeito a mais um vexame.

Mas aguardemos com tranquilidade, pode ser como o programa dos transplantes, uma brincadeira.

Eu escolheria em vez de Lennon Morrisson U(se bem que o strange dele fosse mais sobre a solidão):

People are strange when you're a stranger
Faces look ugly when you're alone
Women seem wicked when you're unwanted
Streets are uneven when you're down

A Menina da Lua disse...

Noise:)

"Tal como a popupaça que se juntava para ver o Elephant Man, de David Lynch"

Mas que graça e que coincidência:) não é que tambem me lembrei exactamente do mesmo!:))

O tema que serve de base á motivação do programa é aberrante sem dúvida, mas não vejo grande mal ao mundo desde que as pessoas escolhidas sintam duma maneira voluntária que é uma oportunidade de melhorarem a sua auto estima ao conseguirem valorizar a sua fisionomia disforme...

Enfim! extravagâncis para conseguirem mais audiências...

thorazine disse...

Bem, acho que estre programa é mesmo para casos críticos e não para quem quer por silicone ou tirar a pele que sobra..lol

É preciso relembrar que há problemas estéticos que têm um forte impacto, ou não? Acho que, por exemplo, um caso de desfiguração deve trazer grandes problemas na formação do eu. :|

E que eu saiba, por exemplo no caso do transplante de face, a doação de pele nem existe em portugal. Um programa destes, tal como o dos rins, só ia chamar a atenção das pessoas porque as punha em contacto com a questão.

Obviamente que não defendo o programa da TVI que ajuda mi+udas de 18 anos a por silicone nas mamas (!, o que não que dizer que ache que as mamas não façam parte do eu :)). ;)))

CêTê disse...

Bem aparecido, Thora!;]

******

Pior do que isso, na minha opinião, claro- em que há uma "simbiose" entre o paciente e o produtor- é convidar e ridicularizar pessoas com perturbações óbvias por pura diversão sem que a vítima tire daí dividendos a não ser a exposição ao ridículo (que em alguns casos nem sei terão tomado consciência dela). Colocando-me na posição dos familiares daquelas pessoas acho que o humorista em questão deveria ter respondido por tal.


Bons sonhos

andorinha disse...

Acho tudo isto profundamente asqueroso.
Este tipo de programas causa-me uma enorme repulsa e até irritação pelos idiotas que participam nas maiores barbaridades a troco de uns Euros.
Estes ainda por cima dizem que andam à procura de "pessoas com falta de auto-estima, até ao ponto de "terem medo de sair de casa"!!!!!!!!!!:(((((((((((((((

Era a bele e o mestre, o dos rins que afinal não foi, agora este, sinceramente....

Thora,
Falas no " Total Makeover", vi isso uma vez e fiquei HORRORIZADA!
É de um ridículo atroz, as pessoas para ficarem supostamente mais bonitas, são humilhadas, acham graça ainda por cima, guincham histericamente, pulam como macacos...
No único programa que eu vi, a mulher tinha uma aparência perfeitamente normal.

Cuidarmos de nós, é uma coisa, todos temos a nossa vaidade, agora isto ultrapassa a minha capacidade de compreensão:)

Corrige-me se estiver enganada: não disseste aqui há uns tempos que nem sequer achavas muita graça ao facto de as mulheres se maquilharem?
Que preferias "ao natural?
Então em que ficamos?:)

Não se infira daqui que sou contra a cirurgia estética, nada disso.
Em caso de deformações provocadas por acidente essa questão não se coloca; se as pessoas querem modificar um pormenor ou outro do rosto ou do corpo que não lhes agrada até posso compreender, agora aberrações desta natureza, sinceramente não compreendo.

andorinha disse...

Noise,
Gostei desses versos.
A forma como percepcionamos as coisas e os outros tem muito a ver com o nosso estado de espírito.

Thora,
A TVI tem um programa que ajuda miúdas de 18 anos a por silicone nas mamas??????????????????????
Ando mesmo desfasada da realidade:)))) Loooool

Fora-de-Lei disse...

andorinha 11:53 PM

Não sejas assim. Porque não mandas a esse programa aquela tua amiga que é tão feia - tão feia - que até parece a parte de trás de um desastre...?!

thorazine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
thorazine disse...

andorinha,
Há vários estilos de programas do género. Sei que há um "total makeover" que só ajuda pessoal que realmente têm problemas estéticos graves!

Obviamente que acho fútil quem faz uma redução ou aumento mamário só pela estética! Mas não o acho quando mulheres que realmente não têm mamas e sofrem com isso ou pessoas que têm problemas nas costas por excesso de peso mamário o fazem!

Concordo que devido À exagerada importância que se dá À imagem hoje em dia há pessoas que se aproveitam disso para "venderem" fazendo puro markting: criando a necessidade! ;(

Acho que se pode diferênciar bem os dois tipos. A cirurgia estética é neutra. :))

Em relação aos reality shows concordo com estes dos orgãos (rins, pele..) pois chamam à atenção. A doação de orgãos ainda é preocupante e muita gente morre só porque o sistema ainda não está organizado..

Mas na verdade acho que este programa é tal com o outro, fachada! :)

Fora-de-Lei disse...

andorinha 11:59 PM

Silicone nas mamas das miúdas de 18 anos e não só...

Um amigo meu - com idade para ser pai de qualquer miúda de 18 anos - foi convidado para esse programa e saiu de lá com um vergalhão que até assusta. É de tal modo cabeçudo que, mesmo visto ao longe, parece uma cabeça de pescada.

Conclusão: nem tudo o que passa na TVI é necessariamente mau...!

Crítico disse...

É a corrida desenfreada ao dinheiro, cuja (i)legitimidade baseia-se exclusivamente na ausência geral de valores, de cultura e de inteligência das maiorias das massas de qualquer sociedade.

A comunicação social oferece o que procuram. Claro que poderiam ter um papel educativo, e contribuir para a mudança de mentalidades. Mas preferem o dinheiro fácil e garantido. Por exemplo, se o povo gosta de bola, há que se encher a televisão, as rádios e os jornais de bola. Assim venderão mais. E perpetuar-se-á a ignorância.

Resta-nos rir perante este (cruel) cenário. Já agora, vamos rir com inteligência. Recomendo o seguinte video para umas boas gargalhadas descontraídas:

http://www.funnyinside.com/mlpic481.shtml


Saudações dum Crítico.

andorinha disse...

FDL(12.08)
"Não sejas assim."
Assim, como?:)))
Não tenho nenhuma amiga assim tão feia e se tivesse, de certeza que valorizava nela outras coisas para além da beleza.
E isto não é palavreado oco, é mesmo o que eu penso.

Quanto ao que passa na TVi estamos conversados:))))

Thora,
Sempre estamos de acordo em alguma coisa, afinal:)
Mas não concordo nada com estes reality shows para doações de orgãos.
Sei que é um problema grave que afecta muitas pessoas que se encontram em enormes listas de espera, mas haverá outras formas, certamente, de se tentar resolver o problema ou pelo menos atenuá-lo.

E como dizes, este programa provavelmente também é apenas fantochada.

Até amanhã, malta.

lobices disse...

...lá vão ter de ir ao programa 9 milhões de portugueses com falta de estima (é o que dizem por aí...)

Fora-de-Lei disse...

andorinha 1:05 AM

E eu para aqui ingenuamente a pensar que querias lá mandar a Ministra da Educação...

Mãe&Advogada disse...

A curiosidade humana pelo bizarro e pela aberração, vende ! o Cinema é um bom exemplo disso ! e ainda não há muito tempo, voltei a constatá-lo ao ver "300".

Por outro lado, há sempre alguém que não se importa de se expôr, para ganhar dinheiro ou outro tipo de vantagem, com isso !

A exposição - num programa de televisão - da perfeita nudez, da perfeita ignorância, ou da intimidade mais ou menos perfeita, não me parece mto diferente, da exposição de um defeito do rosto !

( e nos últimos tempos, em televisão, nós já vimos as pessoas mostrar quase tudo, fazer quase tudo, e sujeitar-se a quase tudo, pela fama, pelo dinheiro, por uma oportunidade de trabalho, ou um simples momento de glória(?)

e se assim é, por que não (?) por uma intervenção cirúrgica, que de outro modo nunca poderiam fazer ? )

Todos os dias, alguém expõe a miséria humana em que vive, para no final, receber uma cadeira de rodas, ou um computador, para um filho com deficiência !

é este o preço a pagar e que tantas pessoas aceitam pagar diariamente, em tantas manhãs e tardes etc. de programação tão animada, tão vista e tão... patrocinada !

Diremos que tudo isto é um negócio de publicidade/audiências, para uns... mas não, sem deixar de ser uma oportunidade única, para outros !

E a verdade, é que há sempre quem não s'importe ! quiçá até, pessoas bem DIGNAS, que muito embora necessitadas destas esmolas - muitas vezes, quais presentes envenenados - olharão para quem assim os explora, pensando:

"You can wear a mask and paint your face
You can call yourself the human race
You can wear a collar and a tie
One thing you cant hide
Is when youre crippled inside"

***

Finalmente, deixo o link para uma Nota Crítica a " De humani corporis circus " de Gunther von Hagens;

porque existem muitas outras formas, de levar o Homem a melhorar o seu jeito :) de se relacionar com um corpo humano imperfeito - o seu, e o dos outros ! acho que vale a pena ler !

http://scientiaestudia.org.br/revista/PDF/01_01_09_RAR.pdf

( asdtg.adv@gmail.com )

yorgen disse...

O que penso é que o mal não está nas pessoas que, como diz a notícia, se detestam, quererem corrigir essas deficiências. O mal está em fazer-se disso um programa de entertenimento e, pior que tudo, haver muita gente que quer ver.
Para quem padece das deformações, se calhar, só tem esta oportunidade de as corrigir pois as intervenções são bastante caras e, que eu saiba, nenhum estado considera a fealdade como uma doença comparticipada...

andorinha disse...

Bom dia.

FDL(10.01)

Não percebi que te estavas a referir a essa minha amiga:))))
A essa mandava-a para outro lado....

PAH, nã sei! disse...

Chefinho?

quase sem tempo para estas "navegações" mas, só para lhe dizer que a PSP já mandou a carta de amor completa. Pois no dia do último jantar murcónico só tinha deixado um bilhete :(

Lá vão voar 30 aérios!! Caramba!!! isto é de uma lata!!
Provavelmente o sr. agente não sabia da importância de tal encontro :)
Pior!! Já nem tenho o "carrito"... foi para abater...pois um camião espanholês deu-me uma pancadita de amor e pimba, capotei e ele fugiu :(
Não incomodo mais chefito!!

Beijocas para o MARALHAL todo!!

Snowgaze disse...

Ironicamente, se procuram pessoas com medo de sair de casa, como é que vao fazer para as tirar de lá (da casa, claro)?
De resto... consigo pensar em programas bem piores.

thorazine disse...

Pimenta no rabinho dos outros é refresco! :)

Queria ver se alguém recusava um transplante de face se fosse completamente desfigurado (e soubesse a tortura que isso é!) só porque se tinha de "expor" na TV. Obviamente que é a exploração do mórbido, e como foi dito é comparado às exposições circenses de outros tempos.

Mas, e se esta for a única hipótese? Relembro que entre 20 a 30% das pessoas que estão nas listas de espera para receber orgãos vitais como rins, coração ou pulmões morrem antes de receber o orgão. Imaginem o que se deverá passar para um transplante que não põe em risco a vida física (mas duvido que não ponha a psicológica!).

Falamos sentadinhos na poltrona, a discutir o que deve ou não passar numa tv!

Sirk disse...

Andorititita, sabias que a tua/nossa amiga CêTê faz 80 anos na próxima quinta-feira?

Sirk disse...

Não pensem que arranjei um pretexto para me vingar desta minha querida "amiga da onça", a CêTê, que teve a lata de vir aqui atentar contra a minha carga genética. Logo eu!, eu que sou uma tipa com dois "Xizes" do tamanho do Evereste.

:D

(tinhas que as pagar, ai tinhas, tinhas!,e tiveste sorte, CêTê, de eu omitir que tens 80 e muitos...ihihih)

andorinha disse...

Sirkititititita,
Não sabia, não, embora tivesse um palpite...
Que saudades dos meus oitenta aninhos:))))))

Nuno disse...

Voltámos aos novos circos onde as bizarrias eram motivo de diversão da populaça.

xando disse...

"Seria tão bom se as criancinhas fossem como antigamente, quando nem tinham uso da razão mas já sabiam rezar o Pai-Nosso e a Ave-Maria."– Dom José Sobrinho, arcebispo de Olinda e de Recife (Brasil) , a propósito do recente caso duma menina de 9 anos que engravidou ao ser violada pelo padrasto; a criança abortou, e o referido clérigo disparou excomunhões a todos os envolvidos no aborto – mas livrou desse “mal” o violador pedófilo.
Dom José Sobrinho enfatiza ainda que o genocídio comandado por Hitler foi mínimo comparado com os abortos realizados anualmente por todo o mundo...
Madre Tereza de Calcutá, ao receber o prémio Nobel da Paz, também declarou que a maior ameaça à paz mundial são os abortos (sic)!...
À simples menção dos programas – laicos – de planeamento familiar e educação sexual, fundamentalistas religiosos deste calibre (que, infelizmente, ainda existem às dezenas de milhões) contorcem-se de indignação e de raiva. Eis o que o popular Pat Robertson (tele-envangelista fundador da Coligação Cristã e eterno candidato republicano à presidência dos EUA) afirmou sobre uma respeitável ONG empenhada em acabar com as gravidezes indesejadas, sobretudo entre adolescentes, assim como na erradicação das doenças sexualmente transmissíveis, disfunções e perversões sexuais: (eles) "ensinam as crianças a fornicar; ensinam as pessoas a cometer adultério, todo o tipo de bestialismo, homossexualismo, lesbianismo – tudo o que a bíblia condena."

xando disse...

O capitalismo tornou-nos tão estúpidos que não reconhecemos o direito à existência a tudo o que falhamos em ordenhar lucros (materiais) a curto prazo.
A maioria das ONG ambientalistas esforça-se por apresentar cálculos matemáticos (mais ou menos mirabolantes) com os quais pretendem quantificar os valores pecuniários de todos os “serviços que a natureza nos presta gratuitamente” (sic). É uma idéia interessante para convencer uma sociedade egoísta, de um individualismo ganancioso, espiritualmente desenraizada, irresponsavelmente rapace. Mas, no fundo, trata-se de um axioma estúpido à medida deste endeusado sistema econômico, com o seu pragmatismo utilitário que tem como cavalo de batalha o industrialismo capitalista. Como se fosse possível ao homem civilizado, com toda a sua tecnologia e símbolos de poder, quantificar a complexa dinâmica dos ecossistemas (que são bem mais do que a mera soma das partes), dissecando-os para os traduzir em dinheiro. Mais ridícula é a idéia de que poderemos substituir parcialmente a natureza, “melhorando-a” às conveniências de uma civilização insustentável.


verdeverdugo.blogspot.com