segunda-feira, setembro 25, 2006

Perguntar não ofende.

Não prometo marés vivas, já fugiu o meu Agosto - terás praia encharcada, ventre seco e dunas rijas. Trago o peito carcomido, o vento mudado em brisa - ofereço vela enfunada, casco podre e mão ladina. Queres-me até aparecer o príncipe encantado?

25 comentários:

andorinha disse...

Boa noite.

Enquanto não encontrares o homem certo, diverte-te com o errado, por que não?:)

Mas como o que diz não corresponde à verdade, pois se está a sub-avaliar como sempre, a felizarda que o encontrar vai descobrir em si o príncipe encantado e portanto a busca termina.
Não deixa de ser uma boa estratégia - fazer crer que já não se tem muito para oferecer, para depois a surpresa ser maior.
Os psis sabem-na toda.Looooooooool

thorazine disse...

http://www.youtube.com/watch?v=vr3x_RRJdd4

Um video 'humano'. Quantas pessoas que passam por mim na rua que só precisavam de um único abraço para dar cor à sua vida. Aqui está mais um desvantagem das barreiras sociais..

(E agora penso, só vale a pena escrever isto se realmente sentir vontade [e mudar de atitude], contrariados estamos a dar o abraço a nós proprios..). :S

Ameninadalua disse...

Professor!

A pergunta não ofende...mas o que lhe pode ofender são as IMENSAS respostas que se arriscava a receber se a fizesse mesmo a sério:) :)vela lá! veja la!...:)

A pergunta é quase tentadora sim:) por sincera, por despojada, porem pouco viável... será que alguem aceita aguentar semelhante espera?

Como exercício de sedução acho-a muito bem conseguida sim...

Gostei!:)

APC disse...

Epa, que se não confunda a personagem com o autor. Que o autor - vi eu (on TV, a few days ago) cum estes olhitos ka terra há-se kmer - tava cheio de Agosto... Um Agosto de 3 meses, cada qual com 90 dias.
Já não se pode escrever umas coisas... Bah!...
:-)

PS - Esta alfacita vai rumar à capital irmã e regressa num tal ÁPiCe, que nem dá para respirar três vezes; e como "aí" não tem net (a minha net é regionalista), fica um até já, ao meu regresso (ironia tecnológica: o longe é perto, o perto é longe...)!

Noesis disse...

O Prof arrisca-se a levar com uma chuva de "sins"...depois não sabe o que fazer à vida....!!? :)

Lusco_Fusco disse...

Boa noite!
Achei muito bonito o post anterior. Ao lê-lo fiquei a acreditar que o amor existe :)

Hoje, noto neste post o medo de entrega e o fazer crer que se sabe temporário... :(
Professor, de certeza a Maria prefere essas marés calmas e tudo o que sabe tem para oferecer, não seja modesto ;-)
E não a ponha como má da fita "Queres-me até aparecer o principe encantado?", deixe-se embalar na areia molhada a cada onda e não pense no amanhã ou vive menos.
Um abraço
MJ

Orange disse...

bem... os príncipes encantados têm brisas, velas enfunadas e mãos ladinas... Mas casco e peito sábios são coisas de reis com encanto!
:)

andorinha disse...

Malta, eu não sei se este post é dirigido à Maria, pelo menos não está especificado, ao contrário do habitual.
Poderia ser apenas o mote para uma reflexão do maralhal.

Então ainda ontem, domingo, estiveram os dois "pombinhos"tão envolvidos nas malhas que o amor tece e hoje já aparecia esta interrogação?
Para mim não faz sentido, tanta insegurança de um dia para o outro:)
Falta de confiança nas mulheres? Ai, ai....:)

Continuo a dizer, não há espera nenhuma a aguentar, o príncipe já foi encontrado (isto misturando personagem e autor, como já disse a apc).
:)))))))))

Aspásia disse...

Oh Prof....

Mas que mania essa de se colocar sempre num segundo ou n-ésimo plano... Você vale (muito) por si mesmo, homem, ou pensa que é algum verbo de encher (salvo seja!!!) para alguém até que chegue o verbo amar?
A sua auto-estima anda em baixo... então, ó senhor!!!
Peça mas é à Gertrudes que lhe faça uma canja de galinha com moelas das rijas que é remédio santo para supostos carunchos do corpo e da alma...
Eu já consultei os astros e adivinho por que está nessa subdepressão: entrámos no signo de Libra...

Anime-se... olhe, escreva um livro em que o Benfica ganhava o campeonato durante 10 anos seguidos!!!

Bjs. ;)))

moon disse...

Hello!

Tanta sinceridade até 'choca'!
Mas perguntar não ofende. O certo é que se houver amor este quadro não faz sentido absolutamente nenhum. Que importa se a Primavera e o Agosto já passaram se é com aquela a pessoa que queremos estar?
Ficar com alguém à espera de outro implica não fazer feliz ninguém, muito menos sê-lo...
Por outro lado fazer a pergunta neste termos é muito pouco romântico. Mas cada caso é um caso...

Fora-de-Lei disse...

Se fosse possível ouvir o som ambiente, desconfio que este tipo de plateia me faria lembrar os concertos dos Beatles... ;-))

so_she_says disse...

Saldos no amor. Últimos dias! É aproveitar porque há sempre boas pechinchas :)

andorinha disse...

Bom dia.

Fora de lei (10.30)
Loooooooooooooooooooooooool
Até tem piada, embora eu não tenha gostado mesmo nada da "ofensa".

Mas não tens mesmo sensibilidade nenhuma, homem!:)
Se nós pecamos por excesso, tu pecas por defeito.
Tenho dito.:)

Até mais logo, gente:)

andorinha disse...

So_she_says,

Nos saldos não, só há peças com defeito de fabrico:)

lobices disse...

...atrevo-me a citar aqui a totalidade do seu post, Amigo Profe, com a intenção de o dissecar, muito honestamente, de uma forma naif...
...tentemos:
...
Não prometo marés vivas, já fugiu o meu Agosto - terás praia encharcada, ventre seco e dunas rijas. Trago o peito carcomido, o vento mudado em brisa - ofereço vela enfunada, casco podre e mão ladina. Queres-me até aparecer o príncipe encantado?
...
...não prometo fogosidade porque a minha idade já não é a que foi
...terás ainda ondas para molhar a praia apesar dum corpo diferente
...o meu peito já cansado faz do que outrora fora vento numa suave brisa; no entanto, ainda tenho a vela para essa brisa num casco já vivido mas com mão ainda ladina
...por isso e apesar de tudo te pergunto se mesmo assim me queres ainda até ao momento em que apareça o teu principe encantado?
...
...permita-me discordar, Profe Amigo
...esse barco ainda navega e não pergunte se ainda o quer até à chegada dum qualquer principe encantado...
...já não existem principes, quanto mais encantados
...existimos nós
...a navegar nas águas vivas com a brisa que nos empurra
...existimos nós
...a vogar no sonho, no desejo que temos de ainda sermos o que fomos
...existimos nós
...apenas com o que temos
...é isso, que oferecemos
...um amar qb
...um estar lá
...um ser
...vivente, dando-se
...
...perdoe-me a audácia :))
...um abraço

fiury disse...

as minhas condolências à familia da "maria" que acaba de ser enterrada:(
é sempre bom assistir ao despertar do amor.
mas cuidado meninas:este homem não é de se entreter:)))) trocar-vos-á rápidamente pela princesa encantada que tão atabalhoadamente procura: aquela que o amará incondicionalmente, mesmo perante tão clara, sinsera, honesta, objectiva e consciente auto-descrição:))))

Pamina disse...

Boa tarde.

O post e os comentários anteriores suscitam algumas perguntas:).
O que será isto? Uma sofisticada técnica de engate, constituindo, porventura, o rascunho dum anúncio a publicar na secção de Contactos dum jornal?:)) Sentimento sincero, marcado por um complexo de inferioridade, como também foi sugerido?
Ou não será simplesmente uma maneira galante de fazer um cumprimento a uma mulher e de lhe dizer o quanto ela é importante, com um tiquinho de manha "sherazadiana", indeed, pois claro que há a esperança de cativar a amada e de que ela vá ficando...para sempre.
Levando a oferta à letra, penso que só à custa de um grande sofrimento alguém poderá aguentar uma relação se estiver absolutamente convencido de que o outro, mais cedo ou mais tarde, inevitavelmente o vai deixar e sinta que este não está "satisfeito" e fica consigo apenas enquanto não "encontrar coisa melhor". A não ser que da sua parte também suceda o mesmo. Mas neste caso, não sei se se pode falar de relação. Seria mais uma convergência temporária e pontual de interesses.

Nota: gostei da "mão ladina". Já se tinha percebido no post anterior que era (ladina). Da perninha é o que lá fala, não comecem já com outras ideias...:)))

noiseformind disse...

Boss,
Velharia, J'accuse ; ))))))))))))))

Mas é bom um tipo saber onde está para se agarrar à coisa com mais raiva, com mais força. Perseguir o passado não é bom, prometer um futuro esforçado será melhor ; ) e mais são psicologicamente. Antes isso que dizer que o esvaziar de vontade e fogo é calmia passageira que se recuperará em Dezembro ; )

yulunga disse...

Bom dia maralhal.

Dr. Murcon
Pois quero! :-)
E agora dispa lá a fantasia de sapo que o Carnaval já lá vai há bué.

thorazine disse...

O Sr. Hawking da dar-lhe no RAP: http://www.humornaciencia.com.br/fisica/rap2.htm :)))))))))))))

PAH, nã sei! disse...

Caro Dr..... rendida... faça o favor de continuar!!! :) :) :) :)

CêTê disse...

A praia é linda!, assim, cheia de barcos naúfragos com histórias de adivinhar.

;]

Não pesco nada disto disse...

Prof., há coisas que não se perguntam. Ataque e pronto!

Katerinna disse...

Nos contos de fada... os principes não têm idade...

Su disse...

opss eu não respondo....mas deduz..não é:))))))))))eheheh
jocas maradas