sexta-feira, setembro 01, 2006

Raios e coriscos!, há mais de 25 anos que ensino o contrário:).

Personalidade não interfere com o coração


As pessoas impacientes e irascíveis podem ter problemas de relacionamento com os outros, mas não correm mais risco de sofrer ataques cardíacos, revela um estudo inédito internacional, em que participou um investigador português.

Nesta investigação, os cientistas analisaram mais de seis mil pessoas entre os 14 e os 102 anos, estudaram a relação entre a personalidade e as doenças coronárias e concluíram que os calmos não estão mais a salvo de ter um ataque cardíaco do que os que se irritam facilmente.

Esta conclusão pode parecer surpreendente, na medida em que algumas pessoas sofrem ataques cardíacos quando fazem um esforço físico suplementar ou atravessam uma situação de tensão.

Porém, tal deve-se a problemas coronários já existentes e não ao facto de a pessoa ter uma natureza tranquila ou agitada, revela o estudo publicado na edição deste mês da revista norte-americana "Public Library of Science Genetics".

Assim, a investigação deve deixar mais aliviados os indivíduos com personalidade de "tipo A", caracterizada pela impaciência, competitividade e facilidade para o aborrecimento.

Após uma análise exaustiva da saúde e do comportamento de 6.148 pessoas, os investigadores concluíram que as pessoas às quais incham as veias e ferve o sangue quando estão presas nas filas de trânsito, quando a sua equipa de futebol perde ou quando são contrariadas não correm mais risco do que os calmos de ter uma paragem cardíaca.

"Uma pessoa que se chateia mais frequentemente não tem maior probabilidade de sofrer um ataque de coração", resume o investigador português Gonçalo Abecasis, professor da Universidade de Michigan, que participou na elaboração do estudo.

Os cientistas descobriram que os genes que exercem influência sobre o comportamento são diferentes dos que afectam as funções cardiovasculares, pelo que não existe um vínculo biológico entre ambos.

Esta conclusão contradiz alguns estudos anteriores, sobretudo um realizado nos anos 50, que define o tipo de personalidade A e lança a hipótese de que essa classe de pessoas tem mais probabilidades de sofrer um ataque de coração. Esses investigadores tentaram provar a sua tese através da análise de 166 homens de tipo A (os agressivos) e B (os tranquilos), mas as suas conclusões foram criticadas porque os A fumavam mais do que os B, e o tabaco é uma causa directa de problemas vasculares.

Estudos posteriores chegaram a resultados contraditórios, tendo o número de participantes sido sempre pequeno.

Neste estudo agora publicado, uma equipa de 20 cientistas escolheu quatro povos da ilha mediterrânica da Sardenha para analisar a influência dos genes na vida do ser humano.

53 comentários:

noiseformind disse...

São más notícias para os habitantes da Madeira ; (

CêTê disse...

Estou em crer que determinados "acidentes" e "doenças" se poderiam evitar com bondade, desprendimento e até alguma ignorância.

a disse...

de qualquer maneira, a ansiedade e o nervosismo aumentam o ritmo cardíaco e cansam.

não stressar, para mim, é fundamental, até porque não vale a pena, não resolve nada.

Busy disse...

A ciência é, por natureza, efémera :) agora são outros 25 anos a ensinar um "novo contrário" :)

Cleopatra disse...

Há dias fiquei descansada por não ter próstata, agora fico descansada por me irritar facilmente.
Tenho de vir aqui mais vezes!

Ah! Também não fumo!
Portanto ...vai de me irritar com regularidade regular!!Ou com regular regularidade!

andorinha disse...

Boa noite,

São boas notícias para mim.:)
Sendo eu uma "indivídua" com uma personalidade de "tipo A", fico mais aliviada...
Posso continuar a impacientar-me, a ser competitiva e a aborrecer-me sem que daí advenham grandes problemas.:)

andorinha disse...

Noise,
Más notícias para os habitantes da Madeira, mas boas para ti também, miúdo.:)

a,
Não stressar nunca, seria óptimo, mas nem sempre se consegue isso, não é ?
Eu, pelo menos, não consigo...e conheço pouca gente que consiga.

Fora-de-Lei disse...

andorinha 10:24 PM

Vaso ruim não quebra... ;-)

a disse...

andorinha... nunca, nunca se sabe. mas a verdade é que tinha muito mau génio e decidi mudar isso. e tenho-me surpreendido, em alturas supostamente stressantes (agora por exemplo, estou a acabar o curso), encontro-me com uma calma quase incómoda.

thorazine disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
thorazine disse...

É difícil, só por si, acreditar que a verdade absoluta nunca irá existir! :)

a,
"de qualquer maneira, a ansiedade e o nervosismo aumentam o ritmo cardíaco e cansam."
O aumento do ritmo cardíaco limpa as artérias, já dizia o Sr. da Vinci! :)))

Su disse...

opsss pq??? eu sou tão A A A :))))
é optimo:))))))))
o ajj é B disfarçado:))

jocas maradas

andorinha disse...

Fora de lei (10.51)

Obrigada pelo elogio.:)))))))

a,
E com a idade que tens, já te conseguiste modificar no sentido de te tornares uma pessoa mais calma?!
Dou-te os parabéns por isso(sem qualquer ironia).
Eu vou tentando...:)

Su disse...

o ritmo cardiaco dispara num ataque de panico e nem por isso dá.se um k.o......caso contrario.... era uma vez....
outros tão "sossegadamente sossegados caem como moscas" e ops...foram-se.....

( eu surpreendo.me com o q digo ehehehehe)


jocas maradas de marar com stress sempre

será que meu A é de Alfa???? :)))só o prof poderá dizê-lo....

ricire disse...

Isso confirma a frase de não sei quem, que diz que "o coração tem razões que a razão desconhece"! Às vezes tem ataques, vá lá a gente entender porquê!

Cleopatra disse...

O ritmo cardíaco também dispara num bom orgasmo ou perante a visão da nossa paixão... Pode ser que aí se morra de Amor! ;)

Cleopatra disse...

Apeteceu-me pronto!

PAH, nã sei! disse...

Só boas notícias!!

Principalmente no último dia de férias... que "exalta" qualquer coração mais "calminho"!!

thorazine disse...

A taquicardia de algumas substância menos lícitas também faz o seu propósito higiénico! :)))))

marakoka disse...

bom dia.....hoje chego tipo B....paz amor e morangos...
jocas maradas

lobices disse...

...está na hora da minha caminhada matinal e da toma da minha bica, mas antes queria dizer o seguinte: não sou médico, nem técnico, nem investigador; sou apenas um experimentador da vida
...comecei a fumar aos 15 e aos 43 quando tive um AVC, fumava 2 por dia e bebia 8 a 9 cafés... deixei de fumar já lá vão 18 anos
...por razões profissionais e depois de saúde e depois ainda por razões familiares, desde 1995 que vivo debaixo de um stress crónico tendo apenas algumas válvulas de escape em certos momentos e à custa de xanaxs e quejandos
...está tudo bem fisicamente, segundo dizem as análises que vou fazendo mas "sinto" na "alma" o cansaço do cansaço de tanto cansaço sem ser um cansaço físico
...e, o que é que a vida me tem demonstrado? Tudo está no controle da respiração. É ela que controla o ritmo cardíaco e este, por sua vez, "empurra" o sangue numa viagem que pode ou não limpar as artérias
...quanto mais bater o coração mais razões temos para estarmos satisfeitos; é sinal que ele ainda tem força; o pior (e aí devem-se preocupar( é quando ele bater abaixo das 55 pulsações
...daí que, sendo eu (tendo sido) um individuo do tipo A, sinto que a "excitação" (seja ela qual for) apenas faz bem, activa a circulação e actua em todas as células
...daí que e esse estudo parece provar haja quem tenha um ataque cardíaco e vá desta para melhor enquanto dorme!...
abreijos e bom fim de semana
e...irritem-se, pôrra!...
:)))

lobices disse...

...ahh, e façam muito sexo (é o melhor que há para o coração)
:)))

andorinha disse...

Bom dia.

Hoje madruguei.:)))

Lobices,
Acho o teu segundo conselho muito melhor que o primeiro.:)

vareira disse...

Depois do que li...vou stressar bastante...
Lobices,
Fantástico conselho...mas a continuar assim bem morro de enfarte!!!!

look around disse...

Parece que posso estar descansada.Sou calma.Muito calma.
Não sou pessoa para me irritar.É preciso muito,para ficar stressada.Ás vezes stresso com o meu pc.Anda a dar cabo dos meus nervos.Preciso de um novo!!!!!!!
Jokas a todos

quarkup disse...

muito bom blog

spectorX disse...

Caro professor julio machado vaz li com atenção o texto, ainda bem que os cientistas descobriram isso, só espero, que daqui a uns meses não descubram o contrário.
Tirou-me um peso de cima dos ombros ufff,porque eu sou tudo isso.Irascível,vou depressa aos "arames" como se costuma dizer,não gosto de ser contrariado, enfim, sou um trapezista desta vida.
Agora para tudo ficar em bem..só falta que os cientistas descubram, que o tabaco não faz mal há saúde!
Um abraço

thorazine disse...

Perito luso demonstra como estudos podem ser manipulados

Um especialista português em Bioestatística vai hoje procurar demonstrar a médicos de vários países que os resultados dos estudos científicos podem ser manipulados e explicar de que forma é que os profissionais de saúde podem evitar ser enganados.
António Gouveia, médico e professor de Bioestatísitca na Faculdade de Ciências Médicas, da Universidade Nova de Lisboa, participa sábado numa conferência dirigida a mais de 50 médicos internos de 20 países.

Para o especialista, a sua intervenção tem um carácter «didáctico» e pretende «chamar a atenção dos médicos de que utilizando métodos estatísticos que exploram a variabilidade dos dados e fenómenos de amostragem é possível fazer surgir resultados errados».

«Com estatística pode-se mostrar tudo. Isto é rigorosamente verdade», disse em declarações à Agência Lusa, acrescentando que «aos clínicos que não têm os necessários conhecimentos de estatística, é fácil apresentar o que parece evidência quando na realidade é gerado».

Por isso, António Gouveia pretende explicar aos médicos como essas técnicas funcionam e o que é que têm que observar para concluir se os resultados são válidos e não se deixarem enganar.

Contudo, a este tipo de manipulação que conduz a resultados errados não se pode chamar fraude, porque os resultados não são inventados.

O que acontece é que o processo é conduzido de forma a concluir aquilo que se pretende.

É por isso, como refere o especialista, que as fraudes são mais facilmente detectadas do que este tipo de manipulação que utiliza técnicas muito subtis e pouco evidentes.

«Se num estudo em que 15 ensaios clínicos não mostram resultado nenhum e apenas um mostra, posso pegar apenas nesse e apresentar as conclusões, ocultando que fiz os outros», exemplificou.

Durante a conferência, António Gouveia vai precisamente demonstrar como um medicamento totalmente ineficaz pode passar a ser considerado o melhor para o tratamento de uma patologia, com resultados comprovados cientificamente através de ensaios clínicos.

O especialista explicou ainda que se pegar numa substância e a comparar com uma outra de pouca eficácia ou com um placebo, obtém bons resultados, mas a verdade é que não a comparou com medicamentos altamente eficazes, porque desse modo não obteria os resultados pretendidos.

Segundo o médico, estes casos são tão correntes, que apenas as melhores revistas científicas seguem determinadas normas para evitar a publicação deste tipo de estudos.

O problema é que a grande maioria das publicações médicas e científicas não o fazem, lamentou.

Por detrás desta manipulação de resultados está sempre o dinheiro, afirmou.

Por um lado, há os laboratórios farmacêuticos com interesse em vender os seus medicamentos, por outro há os investigadores, que apresentando resultados têm mais probabilidade de receber financiamento, explicou.

A conferência de hoje é dirigida aos médicos que desde quinta- feira estão a participar na IX Escola Europeia de Medicina Interna, a primeira a realizar-se em Portugal.

Diário Digital / Lusa

02-09-2006 9:35:00

CêTê disse...

thora,
não é à toa que muitos medicamentos são por vezes retirados do mercado por justa causa.
Há ou havia muitos experimentados entre reclusos e países muito pobres. E nem todos os que os aplicam sabem do que se trata (e não o sabem não por constituirem os "testes às escuras" com validade). Permite que te sugira o filme "O Fiel Jardineiro". Provavelmente até já o viste.
Bom fim de tarde.

thorazine disse...

Nunca vi...mas o meu avô falou maravilhas. Já o tenho aqui há uns meses...em lista de espera. Obrigado na mesma pelo incentivo, talvez o veja hoje..! ;)

Para mim é tão fácil com não aceitar tudo como verdade absoluta, seja dito no telejornal seja num "esudo ciêntífico". Já Voltaire falava na ciência como a "nova religião" e hoje observa-se que é uma espécie de heresia renunciar ao "cientificamente provado". Os media são um óptimo meio de manipulação das pessoas "menos cultas", assim como os "estudos ciêntíficos" são um óptimo meio de manipular os "mais cultos" (se é que tais definições existem).

Como nas substâncias lícitas isso é usado para "provar" a sua inocuidade, como nas ilícitas é usado no inverso. E na América já foram denunciadas algumas fraudes deste género, que ficaram bem incobertas já que quem defende o benefício das drogas é o "advogado do diabo" e temos que proteger as nossas criancinhas! ;((

andorinha disse...

Thora (6.59)

Boa! Está explicada a razão pela qual sempre vi esses estudos com bastante cepticismo. Claro, manipulam-se os dados conforme as conveniências ou o resultado que se pretende "impingir".

E segue a sugestão da Cêtê, o Fiel jardineiro é imperdível:)

"...hoje observa-se que é uma espécie de heresia renunciar ao "cientificamente provado".
É, mas o que é cientificamente verdade hoje, pode não o ser amanhã, portanto, não convém, realmente, fazer da ciência a nova religião.
Para bom entendedor.....

thorazine disse...

Em relação ao tabaco, sempre me questionei. Porque é que o tabaco de "antigamente" não era tão nocivo que o actual? O avô da minha avô (o meu trisavô) inalou fumo dos 8 aos 96 anos diáriamente em quantidades astronómicas e morreu de velhinho.

Será que realmente é necessário TODAS aquelas substâncias para os cigarros serem cigarros? Ou os pózinhos magicos são o que dão dinheiro à tabaqueira e às novs clínicas anti-tabagismo. Será que se em vez de subir o preço do tabaco se fizessem investigações na procura de substâncias menos nocivas ao corpo não seria realmente preocupar-se com o cidadão comum?

Mas há sempre a solução: Vaporizar! :)

http://www.vaporizadores.com/salud/vaporizador-volcano.html
http://www.maps.org/mmj/vaporizer.html

Mas sempre com um pé atrás nos estudos destes..o pessoal anda sempre todo "high"! ROFTLOL :)))))))))))

thorazine disse...

:)))

Há inúmeras coisas por explicar (pelo menos a mim, que me considero absolutamente ignorante). Porque é que nas garrafas que vem ali da zona demarcada não diz: " ATENÇÃO, PODE PROVOCAR CIRROSE" - ou mesmo no BEN-U-RON : "MILHARES DE PESSOAS MORREM ANUALMENTE DEVIDO AO CONSUMO DE PARACETAMOL". Talvez seja porque seja mais "difícil" ficar viciado, não convém muito avisos desses senão o pessoal não bebe, nem toma dessas modernices, o dinheiro não entra e quem se lixa quem é? Eu não sei. :))

Sousa disse...

Ó patrãozinho,
atão você saí na NovaGente e não avisa o pessoal? Pois pois. Apanha-nos longe de si e vai reportagem em cima de reportagem.
Olhe sabe o que mais? A menina do quiosque que a vendeu a patroa disse que o senhor está para as curvas e até (imagine) disse que tinha uma rica perna!As mulheres....
Bem se precisar que lhe leve daqui umas caras e uns samos diga alguma coisa. Não sei como arranja tempo para ainda vir aqui com o programa de radio para preparar.
Olhe fiquei satisfeito é de confessar que faz batota a torto e a direito.
E a cadeira... hummm há melhor. ahahahahah

Um abraço

Su disse...

opss eu ia dizer/escrever qq coisa, mas li o comentario do sousa...e perdi.me... nas pernas....na foto que não vi....hummmmm
voltarei
jocas maradas

Rita disse...

ai ai os genes não são tudo lol;) vou ver se deito a mão a esse estudo para ler a versão não resumida. um abraço.

fiury disse...

olá sousa

ainda bem que aparece com essa denúncia:)))))o homem anda muito "fashion". não li nada nem vi nada ( não calhou:))) mas a avaliar pelo que nos conta o assédio ainda aumentou.coitadinho:)))
olhe, o melhor será convencê-lo a descansar a pele,(pela saúde da mesma),e depois sabe como é: lembra-se de repente,(e muito bem) e não recebe os jornalistas. mete-se no atelier do barro com as suas criações platónicas.os artistas, os artistas...))))))
ele que saia, ele que saia!
obrigue-o a andar, que só lhe faz bem às pernas!

beijinhos sousa e muita paciência:)))

yulunga disse...

Bom dia maralhal.
Eu sou do tipo B umas vezes e do tipo A outras. Nunca sei bem que letra me vai sair quando me salta a tampa. Mas tenho pena de não ser sempre uma tipo A pura. Acho um piadão as pessoas que batem portas e atiram loiça contra as paredes.

yulunga disse...

Dr. Murcon
E raios e coriscos porquê?
Felizmente que a medicina não é uma ciência exacta, como ouvi dizer há meia dúzia de dias atrás num programa salvo erro no Odisseia, ou corria o sério risco de estagnar.
Raios e coriscos para essa afirmação, isso sim.
E quantas coisas lhe ensinaram a si que depois se veio a saber que funcionavam de forma contrária?
Se encaixámos bem a conversão do escudo para o euro o resto são favas contadas.
Agora só tem que ensinar o contrário :-)

Aspásia disse...

Hola - quando sair nesta, avise, Prof...;))

Ainda bem que divulga isso - eu entro em stress amiúde, principalmente por querer fazer muita coisa ao mesmo tempo... ou dito de outro modo, não me chega o tempo para tudo o que quero fazer...:((

Lobices

Concordo 100% com a questão da respiração. Entro muitas vezes em hipoventilação por ansiedade... onde isso aconteceu e tive uma tontura que valha-me Deus... não conseguia atravessar a rua com medo de cair... e entro quase em pânico, com medo que me aconteça algo, pensando no meu Pai, pois perdemos minha irmã com 25 anos... e ele agora tem 92 e tem-me só a mim...
Claro que se eu tomar um Unilan=Xanax, passa-me, mas tento resisitir...

Beijinhos e boas caminhadas :))

Aspásia disse...

"ontem isso aconteceu"

Aspásia disse...

Sousa

Com que então a fazer propaganda ao pernil do Patrão!!!
Vou já a correr ver se ainda encontro a Nova Gente...;))) Estou em pulgas para ver se ele rapa os pêlos ou tira com cera!!! ;)))))))))))))))

Kikas disse...

Boa Tarde e antes de mais parabéns pelo blog.

É a primeira vez que visito o blog e fi-lo porque mo recomendaram algumas amigas.

Fiquei extremamente bem impressionado, dado que aborda temas bastante interessantes e importantes, não pondo à margem o bom sentido de humor.

Também fico mais descansado, dado que me considero por vezes uma pessoa do "tipo A", porque não vou sofrer ataques cardíacos por isso :)

thorazine disse...

Aspásia,
Acho que normalmente é a hiperventilação que "torna física" muita da ansiedade. O truque que li algures era alternar a respiração com um saco (tipo aqueles de papel do pão) para contrariar essa hiperventilação.

Não sou a favor de comprimidos para "normalização", apesar de cá em casa também fazerem uso. Acho mais salutar a filosofia dionísica : aceitar a tenebridade que é ser-se humano! :))))))))))

CêTê disse...

Thora,
ó pá! Tu és reformado da Caixa Geral de Depósitos ou do Ministério da Educação ou da Saúde? ;P Tu para a idade que dizes ter... LOL
(sem ofensa, "miúdo")

Aspásia disse...

Thora

Thanks pela dica. Sucedeu-me também porque não tinha dormido bem, mas já recuperei. Mas essa do saco é para soprar lá para dentro?

Também gostei da tenebridade do ser-se humano... por esse andar, ainda vais ser um novo Nietszche!!! ;))

Aspásia disse...

E eu não tinha lido a CêTê, por acaso... estava "reduzida"... desculpa lá, CêTê, já te voltei a expandir... e concordo contigo em relação ao Thora... mas calemo-nos, senão ele vai ficar inchado que nem um pirum!!! ;)))

thorazine disse...

É...vocês põem-se com essas coisas e nem um monge budista consegue controlar o ego! :)))))))))

Mas neps. Lamento informar mas nem o "Zaratrusta" ainda consegui ler. Tentei há uns anitos e nada. Está aqrrumadinho..é questão ir tentar..
Mas foi apartir do sr. Nietzsche que cheguei ao Filosodo dionísio! Acho que é um bom truque para os ansiosos e hipocondríacos (talvez num primeira fase, pois talvez numa mais avançada seja muito complexo para voltar atrás): aceitar como é tenebroso ser~se humano e que nem tudo é linear nem prefeito. :)

Mas em relação ao truque do saco (bem pior se fosse o homem do saco, que ja levava três meninos e contigo faz 4 [upss]), bem..o truque do saco é alternar inspirações dentro do saco com inspirações fora do saco mantendo assim mais ou menos equilibrada a entrada de O2 para o organismo evitando as tonturas, suores e todos os sintomas da hiperventilação. Como é mais difícil abrandar a respiração bruscamente, este metodo alivia alguns sintomas. Eu penso que li isto num livro sobre "Medos (ou fobias, n sei) e ansiedade" que agora está emprestado e por isso n posso ir confirmar. Alguém expert com certeza (ou concerteza) irá se pronunciar! :)))))

APC disse...

É bom que esteja certo, ou vai ter que casar com toda a gente que "enganou".
;-)

Aspásia disse...

Thora

Pois... é com certeza com certeza, fui ao Houaïss (eu escrevo com trema, pois se o nome é de origem franco-árabe e lido em francês, se não se puser o trema ler-se-ia Huéss... para meis certeza consultar o índice omomástico do Prontuário de Árabe...;))...

Afinal é com certeza, como se calhar, por ex.. não há motivo para se fazer contracções (a não ser casos urgentes, como trabalho de parto, etc...;)))

E olha que é Zaratustra ou Zaratrustra, mas como tu puseste, não.
Neste caso é melhor consultar o prontuário de Persa...

Então vou andar com o saquito, só espero não ser presa na rua por aspiração de cola-tudo...

Bjs:)

Aspásia disse...

"mais"...

thorazine disse...

A minha ignorancia não tinha atingido ainda o "Houaïss". Obrigado.

E sim, tens razão é "Zaratustra"! :)))

Santos disse...

Caro professor,

Desculpe o incómodo.

Poderia gentilmente informar-me se o teste de Karl Fagerström, quantifica o grau de vício?

Atentamente,

Ivone Santos