sexta-feira, novembro 30, 2007

O horror, a tragédia, a cabala, ARREPIANTE!!!!!!

Dei uma entrevista à Bola sobre o Benfica-Porto. E demonstrando tanto fervor clubístico que até afirmava "só não cantar o hino para não dar ao plantel razão para rescisão por justa causa:)" (a minha desafinação é lendária...). E o texto no jornal assim reza. Mas num dos títulos, algum dragão que me deseja a morte na primeira esquina pôs que eu não canto o hino... do dragão! Face à avalancha de protestos benfiquistas, solto um grito lancinante - leiam o texto antes de me crucificarem. Como diria o Pessa - e esta, hein??????:)))))).

19 comentários:

Fora-de-Lei disse...

Eu prometo que, primeiro, vou ler a entrevista. Mas já aqui tenho comigo a cruz, os pregos e o martelo. Just in case... ;-)

andorinha disse...

FDL,

És mesmo desconfiado, pá!:)
Estás a pôr em causa o benfiquismo do Júlio?
Homem de pouca fé...tsc...tsc...

Fernanda disse...

ECCE HOMO!

«Sirvam-te de castigo as tuas perversidades, e de punição as tuas infidelidades.»


Jeremias in Bíblia Sagrada

Fora-de-Lei disse...

"O castigo e a punição são a antecâmara da fidelidade."

John Fodewell in "Go there go... and the shed will shake"

andorinha disse...

Agora é mesmo só um desabafo.
Estou a ler o Público e fiquei completamente revoltada.
Vamos ter um novo caso "Esmeralda".
Uma menina agora com 6 anos e criada com um casal desde os 25 dias de vida, vai agora, por ordem do tribunal ser entregue à mãe biológica, uma "ex-toxicodependente".
Antes de lhe ser entregue vai passar um mês numa instituição da segurança social.

Isto é vergonhoso! Nem um animal se trata assim...
Mas que raio de juízes temos nós?
E o que é uma mãe biológica ao fim de 6 anos?????
Essa tipa não devia ter direito sequer a aproximar-se da criança.

Cada vez tenho mais vergonha do país em que vivo.

Fora-de-Lei disse...

andorinha 7:14 PM

Andorinha, acho que este género de assunto merece algum cuidado na sua apreciação. É que os juízes não serão propriamente uma cambada de malandros, não é ?!

Para além disso, quem defende a adopção de crianças por casais de maricas tem que estar naturalmente aberta para a possibilidade de um(a) toxicodependente um dia se tornar "Ex-" e passar, assim, a ser um(a) "cidadã(o) de pleno direito". O que não acontece com os gays, pois estes nunca se tornam "Ex-"... ;-)

andorinha disse...

FDL (7.23)
Cambada de malandros, não direi, mas, se calhar, cambada de incompetentes e sem o mínimo tipo de sensibilidade.

Não venhas com a estória dos gays, não tem nada a ver.
Esta criança cresceu durante quase 6 anos com uns pais que a criaram e amaram ( e que continuam a amá-la); o amor não se extingue por decreto.
Esses são os pais.
A mim não me interessa se a mãe é toxicodependente, ex-toxicodepente, futura toxicodependente; Ela é mãe porquê? Porque a pariu?
Ora bolas!!!!

Ninguém pensa no interesse da criança nem no trauma que é criado aos pais afectivos por lhes retirarem um ser que acarinharam como seu quase desde o nascimento.

A tipa passa a ser uma cidadã de pleno direito?
Pois que passe, nada contra, se quiser ser mãe, faça outro filho.

Revoltam-me muito estas situações, mesmo. Não consigo sequer imaginar o sofrimento e os traumas das crianças, sobretudo, mas também daqueles que as criaram e lhes deram todo o amor do mundo.
Tenho dito:)

lobices disse...

(não resisto)
...
...Cristo quando veio à Terra disse aos Alentejanos:
"Não façam nada até Eu voltar"
...
...(desculpem lá, não resisti...)

Lifepassenger disse...

Gostei do seu livro, parabéns. Quanto ao proximo jogo Benfica- F.C.P. Espero que o meu Porto GANHE, para se redimir do acidente em Liverpol, mas acima de de tudo que não hajam problemas com os adeptos.

Quanto ao hino, canta sempre melhor aquele que mais ganha! LOL

thorazine disse...

Adnorinha,
"Cambada de malandros, não direi, mas, se calhar, cambada de incompetentes e sem o mínimo tipo de sensibilidade."

Oh mulher!! Vês as coisas mesmo assim? Só os professores é que são bons naquilo que fazem? :P

Este tipo de casos são bastante difíceis de resolver, quanto mais ter uma opinião sem conhecer os verdadeiros factos! E não vás pelo lado da toxicodependência, porque há bem mais pessoas não-toxicodependentes (também pelo seu número na população:) que não têm condições para ter nem educar crianças - e fazem-no!

Não são duas ou três frases bonitas que resolvem isto..

thorazine disse...

não-toxicodependentes..ou toxicoindependentes? :)))))))))))

andorinha disse...

Thora,

Primeiro, não sou "Adnorinha":)))))

Segundo, vejo as coisas assim, sim.
Não, não são só os professores que são bons, há-os bons e maus como em todas as profissões.

Nestes casos é tão só uma questão de bom senso, nem é preciso ser-se perito em coisa nenhuma.
Mas pronto, no Jornal da Noite na SIC foi referido que até a própria Ordem dos Médicos está totalmente contra a posição tomada pelos tribumais.
Chegaram a falar de sequestro.
E eu concordo: vão roubar as duas crianças aos pais e isso é de uma crueldade atroz.

E não é por ela ser ex-toxicodependente, não vás por aí.
Foram 6 anos sem querer saber da filha.
Dá-se um peso excessivo ao facto de serem pais biológicos.
Para mim pais são as pessoas que os criam, como já disse, é quem cuida, dá afecto e carinho e agora vê o estado entrar-lhes pela casa dentro e roubar-lhes os filhos.

É das coisas que mais me chocam, como já disse. Nenhum de nós tem filhos, mas acho que é fácil imaginar o que sentiríamos se nos viessem roubar as nossas crianças.

Verdade, FDL?
O que sentirias/farias se te entrassem pela casa dentro para levarem o teu puto?

Eu sei que a situação é diferente, só estou a tentar que pensemos em termos de sentimentos.

E agora vou ver o Júlio:)

Guimaraes disse...

Oh Andorinha e Thorazine! Então não sabem que os juizes são, por estatuto, irresponsáveis e inimputáveis e que toda a gente afirma estarmos num "estado de direito", ninguém lhe chamando "de justiça"?
De que estavam à espera?

andorinha disse...

Guimaraes,

Ainda és mais radical do que eu, mas eu alinho mais ou menos pelo mesmo diapasão, nunca esquecendo que todas as generalizações são abusivas.
Haverá, com certeza, muito bons juízes, nem ponho isso em questão.
Estes não são de certeza.

E por muito que se esteja à espera de decisões tão insensatas como estas, no fundo há sempre uma esperança de que o bom senso e a opinião dos peritos prevaleçam.
Pelos vistos cada vez há menos razões para se ter esperança.
Lamento...

Migmaia disse...

Bom dia!

Não tive oportunidade de ler a referida entrevista, mas confesso ainda não ter apreendido o hino do meu FCP. Sócio há 34 anos, e desde então assíduo frequentador das Antas, nunca consegui decorar a letra. Chego a sentir por vezes vergonha, quando tenho no Dragão que, recorrer ao playback ou fazar mmmm..mmmm…, para poder acompanhar a Maria Amélia Canossa. A solução, é chegar mesmo em cima da hora do jogo, uma vez que o hino já foi cantado.
Quanto ao clássico, promete!!! E prognósticos…bitória!!!

Em relação à questão dos Juízes, relembro que se limitam a aplicar as leis. Quem as cria, são aqueles que elegemos (ou abstemos de eleger). E é esse mesmo legislador que, na elaboração das normas, deverá ter em conta várias áreas de conhecimento (técnicas e sociais).
A responsabilidade por situações, como a relatada pela Andorinha, a da Esmeralda, as reformas rejeitadas a Pessoas Inválidas para o exercício das sua funções, não me parece que possam ser exclusivas de uma classe, mas da sociedade para a qual cada um de nós contribui.

Emoções fortes com fair play!!!

Fernanda disse...

Então, professor? Ainda não apareceu... Adorei a noite com o Cyrano e o Júlio Machado Vaz...Sempre dentro das expectativas do seu público. Foi pena o filme roubar-lhe tanto tempo!
A propósito...Não viu um desnível na plateia? Estava lá alguém a 20 cm do chão...Desculpe a brincadeira. Peguei só numa expressão sua, muito bonita.
Então é bisneto do Bernardino Machado...gostei de saber porque vou ao museu muitas vezes assistir a palestras sobre o «avô Presidente».Obrigada pelo prazer que nos proporcionou.

Su disse...

com este titulo....pensei....chegou à ilha ...eheheheh

jocas maradas............azuis as minhas:)))))))))

CêTê disse...

Boa noite!;)

Parte I

1º . Professor, nenhum Dragão odeia (muito menos de morte) qualquer benfiquista- já basta o serem como castigo;

2º Então anda a publicitar outros livros que não o seu? Sabe que descobri a existência de um outro murcónico da minha área pelos livros que encomenda? LOOOOOL- quanto aos livros por si publicitados abrem o "apetite" sim... Muito embora a tentação na vida real seja apagar as velas e festejar a... "inocência"?


Parte II

Andorinha, alguém esqueceu o Velho Salomão e a lenda das prostitutas e de uma criança (sobrevivente).


abraços

Klatuu o embuçado disse...

Se houver azar nas suas deambulações pela Invicta... evite o lado branco e careca da noite e pire-se para o lado mais escuro e cabeludo! :)=

P. S. Fora de merdas... e que tal proibir-se o futebol durante um ano? Lavar-se, lavar-se, lavar-se e depois reabrir a coisa? :)