quarta-feira, novembro 07, 2007

O Amor é...

Porque alguns de vocês gostam de aparecer - e eu de os receber:) - já posso confirmar o lançamento de O Amor é... no Porto: Terça, 13, às 19, na Biblioteca de Serralves. Em Lisboa será a 26 na Bertrand do Centro Comercial junto à Expo (Atlântico?), mas ainda não tenho a certeza da hora.

P.S. Agora já tenho - 18.30.

32 comentários:

4ever disse...

Não meta (mais) água, professor...o centro comercial é o Vasco da Gama, o Atlântico é o pavilhão em frente... :)!

Julio Machado Vaz disse...

4ever,
que vergonha, sou uma besta:)))))))))).

Bastet disse...

Bertrand do Vasco da Gama numa segunda feira... esperemos que seja à noite ou as fãs sintrenses ficam por casa.

Sunshine disse...

E eu não posso ir... é uma das muitas limitações da insularidade...

alice disse...

Ah! então é esta a tal cena do "ménage a trois" cujo anúncio passa na rádio?
... desculpe, não resisti, Prof!

Jessie disse...

Apesar da Europa ser uma pequena aldeia, tambem nao vou poder estar presente.

Mas na viagem a Patria pelo Natal, vou comprar o livro de certeza!

Beijinhos,
MarienKafer

alice disse...

obrigado pelo convite

e já agora, Professor, é livro, CD ou DVD ?- é que a parte que eu ouvi do anúncio foi mesmo´só aquela... e fiquei sem perceber nada!
um abraço
ap

4ever disse...

Não se crucifique, doutor! Os poucos nomes que associo à Invicta de cor dão Serralves, Dragão e VCI...

Olhar disse...

Seja bem vindo. Tratamo-lo bem por aqui Professor..., e disso, espero nem duvide!;)Na Fnac Lisboa o livro está na secção ciências humanas prateleira de Psicologia e em dois topos partilhando espaço na boa companhia das excelentes crónicas do Ant. Lobo Antunes:))))

andorinha disse...

Boa tarde.

Haja boas notícias para compensar as "desgraças" clubísticas...

Em princípio, lá estarei:)

Laura disse...

Então o roadshow fica-se mais uma vez por Lisboa e Porto?!
É uma iniquidade!
Protesto para a acta, veementemente.

(Professor, será que é por ter horror à virtude, que odeia o "meio"? Mesmo o inocento "meio" do centro geográfico?!)

Vou notificar o SOS racismo...

Julio Machado Vaz disse...

Alice,
É livro e CD com um programa longo com o António e cinco curtos com a Ana. Um despautério:)))). Mas atenção: os textos não são sobre programas e sim completamente livres, incluindo vários do Murcon.

Julio Machado Vaz disse...

Alice,
É livro e CD com um programa longo com o António e cinco curtos com a Ana. Um despautério:)))). Mas atenção: os textos não são sobre programas e sim completamente livres, incluindo vários do Murcon.

thorazine disse...

E é coisa para ficar por quanto (€) essa "brincadeira", alguém sabe? :)

Xelim's Skull disse...

Também tem um capítulo com o nome "O coito anal é..."?!

E uma vez a Marta Crawford a explicar como se faz o sexo anal, «primeiro mete-se um dedo no ânus, depois dois...». Não é que a tenha achado boba. Achei-a deprimente (, e não a desejei).

E uma outra vez em Lisboa, numa conferência qualquer sobre sexualidade, aparece um professor a explicar que quando as gajas dizem “não” querem dizer “NÃO!!!!!!”, que um “não” não é um “nim” (algo que não é bem “não” mas também não é um “sim”; tem o “n” do “não” e o “im” do “sim”). E eu achei-o um bobo! Provavelmente estava-se a dirigir à classe dos lorpinhas (gente do povo; e, já agora, universitários mentecaptos também), usando linguagem própria para lorpas. (Sim, sim, já há anos nos EUA também se davam as mesmas explicações. Portanto também não foi ideia original.)

noiseformind disse...

Lá estarei :) mesmo discordando da premissa do programa ou das inúmeras armadilhas que a co-apresentadora atira para a frente do Boss levando-o a dizer coisas inenarravelmente românticas e contra-produtivas em termos de uma boa informação das gentes do feudo ;)

O meu lema de participação será portanto:

"per Bossium e por Serralvium, Ana Mesquita Esganitur"

E a Cufra ali ao lado, com as suas mui cultas francesinhas... aproveitarei para lhes fazer uma re-apreciação da qualidade, tipo ASAE mas comendo a filha do chefe Álvaro caso n estejam à altura dos pergaminhos em vez de encerrar o tasco!!!!!

AQUILES disse...

Boa prestação na Praça da Alegria.

AQUILES disse...

E só poderei estar no Lançamento na Bertrand, aqui em Ponta Delgada, julgo que em data a designar, ...:):):)

thorazine disse...

"O avô fala muito"! :))

Nuno Guimas disse...

Boa sorte para o novo livro.
Prometo comprá-lo quando chegar às prateleiras aveirenses, embora o meu tempo para leituras fora da minha especialidade esteja neste momento a tender para zero.
Mas os bons livros são como aquelas garrafas de vinho que se guardam durante anos, para saborear calmamente numa ocasião especial :)

Nuno Guimas disse...

Boa sorte para o novo livro.
Prometo comprá-lo quando chegar às prateleiras aveirenses, embora o meu tempo para leituras fora da minha especialidade esteja neste momento a tender para zero.
Mas os bons livros são como aquelas garrafas de vinho que se guardam durante anos, para saborear calmamente numa ocasião especial :)

Nuno Guimas disse...

Boa sorte para o novo livro.
Prometo comprá-lo quando chegar às prateleiras aveirenses, embora o meu tempo para leituras fora da minha especialidade esteja neste momento a tender para zero.
Mas os bons livros são como aquelas garrafas de vinho que se guardam durante anos, para saborear calmamente numa ocasião especial :)

andorinha disse...

Bom dia.

Noise,

"Per Bossium e per Serralvium, Ana Mesquita Esganitur"

Onde estão os teus sentimentos cristãos que tanto apregoas?:))))))

Aquiles,
Também...quem te manda ir viver para tão longe?:))))

Nuno guimas,
Só tu vais comprar três livros?
Nada mau em termos de vendas...
(Estou a brincar, claro):)
Concordo quando dizes que "os bons livros podem-se sempre guardar para saborear calmamente numa ocasião especial".

Até mais logo, malta.

Lua dos Açores disse...

Aquiles, depois de 26 anos de Santa Maria e de regresso às origens (que quem me conhece sabe não serem bem estas mas as de lá quando estou cá...) ando a concluir que o GPS é uma grande treta, foi caro e nunca me leva onde quero e acabo por perder muito do que quando estava lá dizia ser imperdível (também muito perco por preguiça, inércia...ta-se tão bem em casa...)

Júlio, (sou mais uma das suas inúmeras apaixonadas de sempre...lol, somos muitas "mais que as Mães" quem o manda ser assim...como direi...Aiiii?...) Vou tentar atinar com a porta de Serralves e se assim acontecer...lá estarei se a concorrência deixar um lugarinho na sala onde eu caiba...confesso que ando a comer muito e a engoradar...carências...explicaria quem sabe ;-)

Desejo-lhe êxito, todo o que merece. Pena ter os seus livros que tenho em casa na Ilha

Beijo, recatado lol

yulunga disse...

Bom-doso
E não vens também a Lisboa?

Thorazine (10:46)
;-)

yulunga disse...

O Dragão Comilão
(Rosana Rios)
O livro conta a história de Nhoc-Nhoc, um dragão comedor de palavras, que morava na Caverna das Coisas Estranhas. Nhoc-Nhoc passava o dia todo comendo grama. Comeu tanto, que enjoou e resolveu procurar outras coisas para comer, mas acabava enjoando de tudo. Até que um dia começou a degustar palavras. Ao serem comidas, elas desapareciam da cabeça das pessoas. Certo dia, devorou três palavras preciosas: “Era uma vez”. Por causa disso, todos os contadores de histórias se calaram, pois ninguém mais sabia como começar uma história. Mas quando voltava para casa, farto e satisfeito, Nhoc-Nhoc caiu de barriga no chão e as três palavras lhe saíram da boca. Assim, foram devolvidas aos contadores de histórias, que puderam continuar reencantando o mundo.

Chinezzinha disse...

Bem! Segunda é dia de trabalho. :(
Professor, não sabia marcar a apresentação do livro e CD para o fim-de-semana? :))

Bjinhos

Mia disse...

Bom dia Professor,

Antes de mais gostava de dizer que vou estar presente em Serralves na próxima terça-feira, sem falta!
Bem, mas o meu propósito é outro... Sou estudante de jornalismo da UP (universidade do Porto) e foi-me proposto fazer uma entrevista a alguém que represente valor noticioso. Ora, como desde muito pequenina que ouço a minha mãe a falar de si e os seus programas a "invadirem" a minha casa, lembrei-me de si para o meu trabalho. Agora com 20 anos eu própria passei a interessar-me pela sua maneira de pensar e ver o mundo. É nesse sentido que gostava de o entrevistar, apostando em temas que depois discutiremos. Fica aqui o meu e-mail (doreymariana@gmail.com).
Aguardo resposta! Obrigada
Fique bem :)

Fragmentos Culturais disse...

Gostaria de estar presente... embora o meu local de trabalho seja bem perto de Serralves [quantas vezes, a visito em final de tarde, depois de um exaustivo dia, para 'espraiar' o olhar no 'verde' dos jardins e ler um pouco]!
!
Mas não sei se me será possível, logo amanhã!!

É que já tenho saudades daquelas suas 'Conversas' na Reitoria da UP!

De qualquer modo, uma exelente tarde, rodeado dos amigos, conhecidos e admiradores/as!

Voltarei aqui para saber novidades se não me for possível...

Francisco del Mundo disse...

Professor, estou aqui tão pertinho em Famalicão (e tenho casa em Serralves) mas a essa hora é-me impossivel. Fica a promessa de ler o livro e dar aqui a minha opinião...
Abraço

Lua dos Açores disse...

Afinal...mais um imperdível perdido. Desta vez por razões profissionais, saí tarde. Estamos a testar equipamentos novos: a segurança aérea sempre...

Deve de ter sido um êxito e só perder quem lá não foi (eu, pelo menos)

Beijos

BEwARe disse...

Ora ai esta um livro que vou comprar com certeza e deixar uma opinião.
E os meus parabens pelo programa Serralves Fora d'Horas que passou dia 16 de Novembro na Sic Mulher e cujo tema era homosexualidade. De facto é uma pessoa a frente na nossa sociedade. Nao direi no tempo, porque ja vao sendo horas de mudar mentalidades.
Como é obvio o tema interessava-me porque sou homosexual mas sobretudo porque me identifico com os problemas que foram abordados. Sou militar e torna-se por vezes chato ter de lidar, ou não, com algumas situações.
Mas vamos acompanhado a mudança.
Parabens.