sexta-feira, dezembro 13, 2013

Boa noite, gente.

Ao Miguel, no seu 4º Aniversário, e contra o nuclear, naturalmente

Eugênio de Andrade
Vais crescendo, meu filho, com a difícil luz do mundo. Não foi um paraíso, que não é medida humana, o que para ti sonhei. Só quis que a terra fosse limpa, nela pudesses respirar desperto e aprender que todo homem, todo, tem direito a sê-lo inteiramente até ao fim. Terra de sol maduro, redonda terra de cavalos e maçãs, terra generosa, agora atormentada no próprio coração; terra onde teu pai e tua mãe amaram para que fosses o pulsar da vida, tornada inferno vivo onde nos vão encurralando o medo, a ambição, a estupidez, se não for demência apenas a razão; terra inocente, terra atraiçoada, em que nem sequer é já possível pousar num rio os olhos de alegria, e partilhar o pão, ou a palavra; terra onde o ódio a tanta e tão vil besta fardada é tudo o que nos resta; abutres e chacais que do saber fizeram comércio tão contrário à natureza que só crimes e crimes e crimes pariam. Que faremos nós, filho, para que a vida seja mais que a cegueira e cobardia?

41 comentários:

João Pedro Barbosa disse...

Virar as costas a um amigo... Quando se sabe? Que veio por bom caminho! (Bom dia)

Impio Blasfemo disse...

Prof JMV
Sobre o post abaixo, ser professor é, sobretudo, no meu modesto entender, saber comunicar com os alunos que ensinamos. Se essa comunicação não existir, pois facilmente se passa do diálogo para o monólogo e rapidamente nos encontramos na triste posição de erectos, em cima de um palco, despejando doutas sentenças para uma plateia bocejante. Ora o prof JMV tem o dom da comunicação e tal é mais de meio caminho andado para ter sido e continuar a ser, se o quiser, um excelente professor.
Quanto a este mundo que nos rodeia, cheio de cinismos, hipocrisias, mesquinhez e outras coisas bem negativas e quanto à sua interrogação que se sente vir bem lado fundo da sua alma, só há uma coisa a fazer, caro Prof. JMV que é simples:- lutar, denunciar, desmascarar, até que a voz nos doa e a mão se canse de escrever; mas nunca desistir, sobretudo quando se tem o dom da palavra, o dom da comunicação e o dom da escrita.
E um abraço para si
IMPIO

João Pedro Barbosa disse...

george michael older album

http://www.youtube.com/watch?v=jp7JDdiUwuQ

Julio Machado Vaz disse...

Ímpio,

Grato pelas palavras. Mas sobretudo pelo alento... Abraço, Júlio.

andorinha disse...

"Que faremos nós, filho, para que a vida seja mais que a cegueira e cobardia?"

O Impio já lhe respondeu. Assino por baixo:)


Impio,

Ganda Blasfemo. Gostei:)

Abraço aos três.

Cê_Tê ;) disse...

Porque tem a ver com as duas últimas postagens...

Sobre os filhos...
"este é o meu filho"- declaração mais vulgar no caso dos filhos biológicos; "é como se fosse meu filho"- quando é alguém se se criou como se de um filho se tratasse; "gostava que fosse meu filho"- tenho-o ouvido e pensado dos que ajudamos a formar - como se os "discípulos" ou seus mais pobres equivalentes- fossem uma espécie de "filhos cognitivos".
(Desejado é serem sobreponíveis)
Por isso, quando por vezes encontro pessoas que interagindo com jovens e por razões diversas não puderam ter filhos acho que de alguma forma os têm/ tiveram- os mecanismos biológicos afetivos de recompensa que se sentem com a iteração destes "filhos" acho-os muito semelhantes.

Sobre o poema ... nem sei o que diga. Por isso nada digo. Bom dia


(Será porque estou num PC que não o meu- mais protegido- que me aparece mooontes de publicidade aderente a esta caixa de comentários e o acesso nem sempre é possível ao blogue??? ou também está acontecer com mais alguém???)

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha. Estás! Viva? (...)

João Pedro Barbosa disse...

Cê_Tê :)...

"Quem é vivo sempre aparece? A verdade! Chega ao fim de três horas. Mais que isso fica a fazer juramento"

andorinha disse...

Cêtê,

:)

No meu não acontece nada dessas coisas esquisitas que referes...


JP,

Eu estou.E tu?:)

vou...

andorinha disse...

Já me esquecia...

Levei para o meu canto, Júlio.
Porque sim...:)

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha? Eu os os "chats"! Foi sempre uma relação perigosa.

João Pedro Barbosa disse...

"Como um poema. Desventrasse! A inocência?"

http://www.publico.es/internacional/489077/eeuu-pide-un-puerto-a-espana-para-descargar-residuos-del-arsenal-quimico-sirio

João Pedro Barbosa disse...

Segundo. O meu PC! Estão a guardar os verdes para a vitela?

João Pedro Barbosa disse...

Júlio Machado Vaz. Como se diz por estas bandas! A qualquer sítio que se vá há sempre um Comunista? Para graça de todos quem vai à frente alumia duas vezes e o que não se vê conta as pegadas do regresso e se sobrar pegadas? Pára! E volta a contar.

João Pedro Barbosa disse...

José Mário Branco - Eu vim de Longe

http://www.youtube.com/watch?v=LSKgs10oOQE

João Pedro Barbosa disse...

Impio. Deu para perceber! Ou estavas mal acompanhado?

João Pedro Barbosa disse...

"Aos miguéis"

Sade The Best Of Sade

http://www.youtube.com/watch?v=LSKgs10oOQE

João Pedro Barbosa disse...

Eugénio de Andrade

http://pt.wikipedia.org/wiki/Eug%C3%A9nio_de_Andrade

João Pedro Barbosa disse...

Murcon à beira Mar

http://www.youtube.com/watch?v=2Q7yeFNYlWg

João Pedro Barbosa disse...

Bea. Já! Chove?

João Pedro Barbosa disse...

Agora. Perdi-me! Nas horas?

Ju disse...

Sensibilizou-me muito: porque tenho uma netinha e outra(o) a caminho e porque fui professora (e quem o foi será sempre...).
Obrigada
Ju

João Pedro Barbosa disse...

Estão os outros? Na estrada do embalo! E o velhinhos a agradecer o anoitecer. Juventude? A meia idade! Não espera.

andorinha disse...


O último abraço que me dás- ALA

http://m.visao.sapo.pt/pesquisa/todos/artigo/761252

Fiquem bem:)

João Pedro Barbosa disse...

Não me vou... Perder? Em reflexões! Bom dia.

João Pedro Barbosa disse...

Antes que o Murcon... Morra na praia. Deixo uma saída! Se não perceberem? É bom sinal: http://www.youtube.com/watch?v=-FLq7Ikrxgs#t=35

João Pedro Barbosa disse...

"Pancada de Molier"

- Pedro Magalhães ‏@PCMagalhaes 50 s
Alguém devia criar um movimento para reunir o PSD, o CDS, o ruiriorrismo e o ferreiraleitismo. -

João Pedro Barbosa disse...

"Se a sorte. É para quem precisa! Deixem-lhe um lugar vazio?"

http://www.youtube.com/watch?v=DLROUDrMquU

João Pedro Barbosa disse...

Bom. Dia! Gente?

João Pedro Barbosa disse...

Half A Person • The Smiths

http://www.youtube.com/watch?v=7NKPHFopiJQ

João Pedro Barbosa disse...

Cegueira ou cobardia? Dar tempo ao tempo! Ajuda.

andorinha disse...

Bom diaaaa:)

Para onde emigrou a minha gente???:)


www.youtube.com/watch?v=LyQ0ISLJh_U

Bom sábado. Fiquem bem...perdidamente:)

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha? A memória é curta! E não há volta a dar.

João Pedro Barbosa disse...

"Com vinheta "Facebook" / Vinheta "Cerelac" se paga"

http://www.youtube.com/user/Clubebebenestle?v=2PDmqFLvH60

João Pedro Barbosa disse...

Bea. Perde-te! A senha?

João Pedro Barbosa disse...

Vai. Na! Onda?

João Pedro Barbosa disse...

Maria Clara

http://www.youtube.com/watch?v=irgessbviN8#t=44

João Pedro Barbosa disse...

Segundo o "iOnline": - Sem-abrigo? Assim despachou! Com duas de treta. -

"A rua é um trampolim! Depois é só um saltinho (...)"

P.S. Devagar. Se vai! Longe demais?

rainbow disse...



"Beija-me António"

"O meu neto António, com um ano e um quarto, dá beijinhos a toda a gente menos a mim. Comigo dá longos passeios e reflecte. Trata-me como um contemporâneo.
(...) Mas beijinho? Nem um. Engatou e beijou todas as mulheres que viu. Não lhe escapou uma, fosse qual fosse a idade, novidade ou parentesco. Nunca vi um mulherengo tão pequeno.
(...) Beija flores, o nosso gato Agostinho, e até ursinhos do Benfica, oferecidos pelo meu irmão Paulo. No fundo, qualquer ser humano, animal ou vegetal que lhe ofereça a bochecha, é beijado.
(...)Ele tem-me nas palminhas das mãos. À espera do beijinho (...)Está a desafiar-me. Está a ganhar-me. Eu rendo-me a ti, António.
Mesmo sabendo de que nada serve. Ó pá, beija-me, que eu já não aguento mais."

Miguel Esteves Cardoso
em "Como é linda a puta da vida"

E mais um miminho:

http://www.youtube.com/watch?v=ie5TOozEHRw

Abraços a todos

João Pedro Barbosa disse...

Li. O poema! Num abrir e pescar de olhos? Com quatro aniversários. Completos! O neto preferiria um desenho?

andorinha disse...

Rainbow,


Olá:))))))))))))

Lindo o bailinho. Obrigada.
"Fáxabor" de aparecer mais vezes, tá?
Sinto-te a falta, miga...

Beijinho