segunda-feira, dezembro 16, 2013

Boa noite, gente.

O vento em fúria dilacera todas as velas. Depois, tem de escolher - cosê-las de novo ou amainar, melancólico, rumo à aposentação.

15 comentários:

Cê_Tê ;) disse...

(Esqueci-me do telemóvel aqui na mesa...., se não é o telemóvel é a carteira, ou o guarda-chuva... já cá devem cantar uns 5!!!A não ser que o pedro os ande a vender na baixa ou a Andorinha os leve para enfeitar as ruas do Berço! ;)


Com o desconto que toda a metáfora justifica...;)
Quando o vento é de fúria mais vale recolher velas e corpos. ;(
Esperar bonanças, marés e correntes... ;) O céu estrelado...

Agoooora "APOSENTAÇÃO"??? é insultuoso mesmo sem estilo nenhum! ;)





João Pedro Barbosa disse...

Andorinha? Realmente no café da estação de serviço! Encontramos sempre gente amiga.

andorinha disse...

Ainda bem que vim aqui espreitar antes da deita.)

Gostei.
Cosê-las de novo ou rumar à aposentação, as duas hipóteses são igualmente válidas. Depende do que se valoriza.


Boa noite para os dois, Julinho e Têzinha.:)

andorinha disse...


Para os três. Desculpa, Pedrinho, ainda não te tinha visto...:)

João Pedro Barbosa disse...

Eu? Vejo-me! Todos os dias.

The Police - De Do Do Do, De Da Da Da

http://www.youtube.com/watch?v=7v2GDbEmjGE

João Pedro Barbosa disse...

Vai-se jubilar? O blogue! Finalmente.

Impio Blasfemo disse...

Vamos lá a ver. Quando o vento sopra para rasgar velas mandam as boas regras da navegação à vela rizar velas, ou seja diminuir a superfície vélica. Quando nem isso chega, tiram-se as velas e liga-se o motor e espera-se que a borrasca passe. Há também a possibilidade de por o pano à capa, o que evita que o vento faça força sobre as velas.
Alegoricamente falando, passar à reforma é como baixar o pano, ligar o motor e fazer rumo à doca.
Acho cedo para si Prof JMV.

Saravá
IMPIO

João Pedro Barbosa disse...

Impio? Consultoria! Era uma oportunidade?

João Pedro Barbosa disse...

Como se o senhor? Não soubesse! Que a eternidade fica na memória dos que por cá ainda se vão lembrando. O jogo estava bom. E na ausência de regras! Que mais posso pedir que jogar por mim mesmo?

andorinha disse...


Impio,

Já aprendi alguma coisa em relação à navegação à vela:)

Eu não percebo a vossa "alergia" à reforma:) looool
Eu não sou alérgica...


Inté...

João Pedro Barbosa disse...

Lindo? Lindo! Lindo.

João Pedro Barbosa disse...

E tudo? Mudou! Para ficar igual.

rainbow disse...




"O Barco!
Meu coração não aguenta
Tanta tormenta, alegria
Meu coração não contenta
O dia, o marco, meu coração
O porto, não!...

Navegar é preciso
Viver não é preciso

O Barco!
Noite no teu, tão bonito
Sorriso solto perdido
Horizonte, madrugada
O riso, o arco da madrugada
O porto, nada!...

Navegar é preciso
Viver não é preciso

O Barco!
O automóvel brilhante
O trilho solto, o barulho
Do meu dente em tua veia
O sangue, o charco, barulho lento
O porto, silêncio!...

Navegar é preciso
Viver não é preciso"

Caetano Veloso




João Pedro Barbosa disse...

tOCA A TRABALHAR. cOM ALICATE DE PONTAS! qUE GRANDES CERTEZAS?

João Pedro Barbosa disse...

"Um pouco por todo o mundo"

P.S: O músico Brian May revelou que está sendo acompanhado por médicos desde o Natal depois de terem sido descobertas anomalias nos tecidos ósseos.