segunda-feira, dezembro 26, 2005

Lembrete.

Não confundir viagem e quilómetros. Fazer os indispensáveis para encontrar ramo adequado, provavelmente à sombra de uma qualquer igrejinha românica. E só então levantar voo, com doçura empurrado pela pedra ascética. Fundo, mais fundo, navegar por osso e raiz, surpreender a alma nua em cada prece reservada a Deus. Vesti-la do silêncio que emoldura o desejo e não o pudor. E sobretudo não a ofender com postais a tanto a meia-dúzia, fotos de telemóvel da última geração ou bugigangas de lojas de artesanato plastificado. Para que não fuja. Transformando-me num simples turista em busca de troféus culturais para exibir aos amigos, mortos de inveja por ter eu visitado cinco cidades, dez vilas e cinquenta aldeias em apenas uma semana...

68 comentários:

fonix renascida disse...

Opsssssssss... era isto k o PSI andava a fazer!!!!!! E nós para li a divagar sobre a Maria!!!!!! FraNCAMENTE!

fonix renascida disse...

para li = prali

amok_she disse...

«Vesti-la do silêncio que emoldura o desejo e não o pudor.

...e não o pudor!...menos ainda se fôr de faz de conta...!

O Vizinho disse...

Nem podia ser de outra forma.

És Deus! Ao sétimo dia punhetas, com um dedo no cú, frente ao televisor, assistindo o último filme que te passaram os amigos do bas fond.

As histórias que os vizinhos de S.João da Foz sabem...

(continua)

Fonix Renascida disse...

O frio congela a inteligência, não há pachorra!
Sempre achei k pior k porteiras só vizinhos sem nada para fazer!

A Vizinha disse...

Não é verdade. Desse tal de bas fond só vêm aqueles travestis histéricos, que ficam até de madrugada a rir que nem putas com o cio.

Fonix Renascida disse...

e as companheiras... as vizinhas!

amok_she disse...

...um dias destes acordo de mau humor e ainda começo a achar interessante impedir os putos (e respectivas parceiras!) de brincarem fora do cercado...:->

O Vizinho disse...

Ó vizinha, mas os filmes são porno. Passam sempre ao Domingo, à mesma hora. São as chamadas "quecas" em memória da Maria.

Fonix Renascida disse...

amork_she, BEM DITO!

jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
fonix renascida disse...

Voces embirram com este pardaalito mas eu gosto bué dele...

A Vizinha disse...

O vizinho sabe que lá na RTPN acham o tipo um vaidoso? não quer que lhe apanhem determinados perfis.

ó vizinho, o que é isso de perfis?

jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
O Vizinho disse...

ó vizinha, não sei. Mas, vou investigar isso e depois lhe digo, está bem? Se for alguma coisa que se pegue eu aviso a vizinhança. Até 'manhã vizinha.

A Vizinha disse...

Até amanhã vizinho. Para mim está tudo bem. Desde que não me faça cara de cú no elevador.

Anónimo disse...

Boa viagem, doutor. Seja feliz e tenha saúde, é o que eu desejo para si.

...já agora...aquela coisita de não dobrar as folhas dos livros...e tal... Ok, esqueça... afinal estamos no Natal...
:)
Isabel

jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Fonix Renascida disse...

Boas noites fique bem

Lusco_Fusco disse...

Mahatma
Que imagem belíssima...
A última parte....hummmm insegurança...

Visite tudo a que tem direito
de mão dada com a confiança
amiga dos corações inseguros,
levando debaixo do braço a esperança
da agilidade do amor
que tudo alcança
desinteressado
e sem cobrança.

amok_she disse...

xiiiii, Pardal...a coisa hj 'tá...preta!?!:->

jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
footprints disse...

Posts com 99 comentários?! Ena pá!
Realmente nada como ser figura pública ;)
Professor, este não é um comentário invejoso. Bem pelo contrário. Voçe merece tudo. Pelo seu trabalho, pelos programas na TV e pelas amostras que vi aqui... tambem escreve bem!
Bem haja e... força, morcão!

Perdão: Murcon! :)

Conserto disse...

Fotografias de telemóvel, artesanato plastificado e outras merdas que tais, é o que está a dar nesta quadra patética. Esperemos que a quaresma chegue depressa para pôr um ponto de ordem nesta palermice.
Ou então que subam os impostos.

Iama disse...

Temos de deixar passar a alcoolemia da data.

jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
meninadeletras disse...

Dr. Murcon,

Só li o seu post e não os prováveis chistes adstritos.
Duas coisas me deixam perplexa:
"a oçura" - que sendo propria desta época, também lha tenho surpreendido, quando âs vezes, aqui passo.
Para além da hiperglicemia, acha que a "doçura", sem o escarolar de bases, mais amargas, leva a algum sítio?

"amigos mortos de inveja" - Horrível coisa. A inveja. E morrem disso, os amigos? Quer dizer que esses bruxos de vão de escada, têm razão...O mau-olhado mata mesmo.

Votos de Bom Ano.
Assina: a menina de letras, que desde que aqui veio, no verão, lançou a moda das "meninas": da lua, marota, etc

Lusco_Fusco disse...

Este Pardalôxo
não é tolo não
Pensa nas medidas,
altura e profissão

Ele quer pardaloca
com penas sem dós
No meio do verde
A cantar mis e sois

Pardaloca cigarra
de farras é farta
esquece os pesares
e espingarda que mata

Não é um pardal
ele é um refém
de um qualquer chumbo
vindo de ninguém.

Cuida-te pardal onde quer há caçadora ;-)

jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Gosto muito dos teus comentários meu pardaleco. Vê-se que tens veia poética.
Lucília

andorinha disse...

Todas as viagens devem ser feitas com alma; de outro modo só se fazem quilómetros.
Mas não seremos todos, por vezes, turistas acidentais?

amok_she disse...

Pardal...só podia ser...dos Mão Morta, claro...;-)

jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
CêTê disse...

Vivo no topo de uma árvore, numa casa de madeira, bem perto do mar. De tão alto vejo o horizonte convexo e todas as constelações que vêm nos livros de Astronomia. Tenho direito ao embalo do mar e o assobio do vento. E quando em silêncio tenho o privilégio de viajar por onde as correntes me permitem, sem maçadas nem encargos. Gosto de desafiar o tempo e o espaço e sentir a vertigem cá dentro a cada descoberta. Ficam de memória bilhetes escritos sem correcção e se muita intensa há-de nascer uma pintura feita num só dia como se de um retrato se tratasse.
Mas às vezes, confesso, apetecia-me viajar a sério, mas teria de ser como sempre o faço: sem maçadas, sem gastos, sem companhia, afastada de todas as rotas, num lapso de tempo para acordá-los docemente com um beijo ao nascer do dia.
Durmam bem! ;*

andorinha disse...

E as viagens que fazemos ao fundo de nós?
Essas nem sempre serão aprazíveis, mas não cresceremos nós com elas?

Sical disse...

"Viagens à Volta do Mundo" de Ferreira de Castro

Sical disse...

Das viagens ao fundo de nós, nenhum relata. Nem Dante

jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Sical disse...

Viagens ao interior de nós não são o mesmo do que ao fundo de nós. São duas latitudes diferentes.

amok_she disse...

...pois!, q é isso de 'carácter não figurativo'?:->

amok_she disse...

[as tamóias q'este gajo arranja!;-)))]

jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
amok_she disse...

eh pá, sical, isso depende de cada um...há os q têm um interior tão superficial q nem fundo têm...eheheh

Sical disse...

Pois há .......

amok_she disse...

ah!, amores platónicos é comigo...:->

jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
jose_pardal_diabrete_jr disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
amok_she disse...

...eu diria mais: um perfeito exercício de imaginação!, quais prazeres...:->

amok_she disse...

...pronto, lá está a esta treta a meter as respostas à frente dos bois...ag descalça tu essa bota!!!;-)))

amok_she disse...

...mas, tens razão...(xiuuuuuu!);-)

Anónimo disse...

Mas isto é o chat da amonka e da caganita de pardal?

Anónimo disse...

As velhas desmioladas só tem caganitas na cabeça.
ehehehehehehehehe

Anónimo disse...

a velha e o pardal calaram-se?
eheheheheheheheh

Anónimo disse...

O PARDAL?
LOLL

Anónimo disse...

KERES VER KE O PARDAL FOI DORMIR COM A VELHA??????
LOLLLLLLLLLLLLLL

Anónimo disse...

Se calhar foi.
LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

Anónimo disse...

TADINHO DO PARDAL VAI FICAR SEM PENAS
LOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

isola disse...

Por vezes 'acontece arte',
outras não.
Congratulemo-nos, porque ela 'aconteceu' no post do autor!

noiseformind disse...

Acho que a visitação de lugares implica deixar de fora o telemóvel e a máquina fotográfica. Lembro-me da curiosidade das pessoa À minha volta sobre a minha visita a Mogok e eu, desgraçado, tinha 3 fotografias de pássaros e NENHUMA foto de lugar nenhum, nenhuma foto minha que fosse ; ))))))))) e estive lá 6 meses. Chegar ao lugar e ser sequioso das coisas que o habitam. Saber que não fazemos parte de um sítio torna-nos vampiros lestes a viajar rumo aos pontos que queremos ter como certos. Mas atenção: não é a primeira nem segunda vez que o destino da viagem muda em lá chegado. Lembro-me de ter ido a Madagáscar apenas para descobrir bons lapidadores e ter passado dias agarrado ás batidas de sucos de fruta-pão altamente alcoólicos que lá as crianças bebem por desporto. ;))))))))))))

As palavras d@ Cetê foram muito doces por isso as plagio ; )))))))))))))
Mas às vezes, confesso, apetecia-me viajar a sério, mas teria de ser como sempre o faço: sem maçadas, sem gastos, sem companhia, afastada de todas as rotas, num lapso de tempo para acordá-los docemente com um beijo ao nascer do dia.

Conserto disse...

Ai kim graçado

lobices disse...

...em primeiro lugar, o meu BOM DIA MARALHAL que há muito tempo já aqui não era deixado; não porque desmerecido mas sim porque a preguiça e outros afazeres me impedem de aqui vir sempre que me apeteceria vir...
...em segundo lugar, desejar que todo o MARALHAL tenha tido um Santo Natal, no mínimo com saúde, paz ed harmonia entre os seus mais chegados e queridos...
...em terceiro lugar, dizer que não consigo, com as minhas parcas palavras, contrapôr ou aditar algo sobre o post de hoje do Amigo Profe
...em quarto lugar, agradecer (vaidade minha) que o Profe tenha activado a opção da Moderação dos Comentários... já há muito que tinha sugerido uma série de hipóteses ao que ele, amável mas "ingenuamente" respondeu não ter "coragem" para "censurar"... não se trata de censurar, Amigo Júlio, trata-se de termos a nossa casa "arrumada"... e, na verdade, esta sua casa a que todos nós temos tido acesso porque de portas abertas como o seu coração, é passível de deixar entrar o vento que traz a poeira e o lixo que ronda a vizinhança... por isso, fechar a porta de quando em vez, não é errado, é permitir que o pó não se acumule; daí que, eu tenha ficado satisfeito com esta sua opção; pode assim, quando muito bem lhe aprouver, moderar a forma e o teor dos comentários sem os censurar, os seja, só permite e só franqueia a entrada a quem muito bem entender...
...
...por outro lado, ao longo do seu tempo de ruminações, outras vozes menos avisadas quiseram impôr um status de anarquia "chatiana" que veio provocar uma proliferação de anonimatos e de anónimos comentários e comentaristas apenas com a vontade de "chatear" e não de comentar o post; razão, também, pela qual me fui "afastando" um pouco da minha inicial profícua participação, mea culpa, mea mázima culpa eu sei mas, como tive oportunidade de dizer algumas vezes, não suporto o anonimato quando ele serve a ignomínia e a simples forma de maldizer, de atirar a pedra e esconder a mão (também levei por tabela por ter falado nisso)...
...existem espaços para "chat", espaços para este tipo de conversa que nada acrescenta nem diminui à intelectualidade e inteligência dos seus autores; por isso, assumo que me "dano" com os anónimos que apenas utilizam, seja que espaço for, para vomitar o nada...
...estamos numa época de paz, eu sei, e este meu comentário é um pouco "duro" mas sentido, sem enganos nem mãos escondidas; digo o que sinto, quando sinto e quando me permitem dizer; já referi (e isso mereceu aqui alguma discussão) que não sou contra os comentários anónimos que trazem algo de interesse à lide ou ao tema; sou contra os anónimos que a coberto dessa situação atiram as atoardas que bem lhes apetece e fogem sem deixar uma réstea de dignidade no assumir dos seus actos
...por último, quero deixar um abraço a TODOS e fazer votos que o 2006 traga bons ventos e que, como o ano chinês é o ano do Cão, ele 2006, pelo menos traga a Fidelidade que esse animal representa, a fidelidade como sinónimo de amor e amizade, como sinónimo de pacificação e de carácter... prevejo que vá ser um bom ano para o meu fiel Black...
...
...como não podia deixar de ser, em bold, claro (neste caso, escuro)...

andorinha disse...

Lobices,

Sábias palavras as tuas, como sempre.:)
Subscrevo-as por inteiro.
Abraço.:)

libertada disse...

Júlio,
Com alguma frequência leio o teu blog. Ultimamente desiludia-me com alguns comentários.
Óptimo este "puxão" de orelhas.
É altura de dseparar o trigo do joio.
Fica bem, um beijo.

UmEco disse...

Foi um prazer encontrar este espaço e um prazer também uma vez mais escutar a sabedoria de lobices. Um abraço forte a todos.