quinta-feira, julho 26, 2007

Sei que não sou isento, mas o maroto continua fino como um alho, perdão!, coral:).

"Perdeu-se o hábito das contas à moda do Porto"





Helena Teixeira da Silva



O desafio era convencer Sobrinho Simões, 59 anos, a despender tempo com um pingue-pongue pouco académico. Mas o investigador do IPATIMUP - dos maiores do mundo em cancro - aceitou-o com a generosidade habitual. E com rigor científico seis dias depois, como prometeu, eis as respostas , com direito a bónus: uma pergunta para Rui Rio.



Se tem um conflito com o correio electrónico, por que optou por responder por mail?

Não gosto de entrevistas telefónicas - não se vê a cara do outro e não se tem tempo suficiente para pensar - e tive medo que não percebesse a minha letra, se lhe mandasse um fax.



É obcecado pela voragem do tempo. Não consegue retirar prazer das coisas inúteis?

Gosto mais de pessoas do que de coisas. E das coisas, gosto sobretudo das que duram livros, casas, pratos de louça, bicicletas, discos. (Não gosto de roupa nova, prefiro cinema ao teatro...)



A sua paixão pelo cinema inclui o nacional?

Sou um apreciador de alguns Oliveiras (mais dos primeiros) e da maioria dos filmes de João César Monteiro e de Fonseca e Costa.



Numa família de médicos, é possível conversar sobre banalidades à hora da refeição?

Desde o tempo dos meus bisavós que as refeições são momentos de conversa, cacarejo e ternura.



Leva trabalho para casa?

Sempre, demasiado, despertando enorme irritação doméstica.



No Porto, as pessoas da sua geração evocam sempre uma tribo à qual pertencem. Às vezes, parece que o denominador comum é só o estrato social. É mais do que isto?

É. É sentido de pertença, cumplicidade, falta de mobilidade social, alguma homogeneidade profissional, ética republicana, primado da acção sobre o discurso, ironia e humor q.b., boas contas. É mau ter-se perdido o hábito das contas à moda do Porto.



Consegue fazer um diagnóstico breve da cidade?

Um diagnóstico morfológico do Porto, de que gosto muito, com certeza cidade marítima, granítica, cinzenta, enevoada, sólida, segura. Como na Medicina, o problema está mais no prognóstico do que no diagnóstico, mas esse depende de todos nós.



Tem em comum com o arquitecto Souto Moura o Prémio Pessoa. Também partilha o gosto pelos Aliados?

A Avenida dos Aliados merecia ser mais bem aproveitada. Não tem sido, mais por culpa dos comerciantes e das gentes do Porto do que dos suspeitos-do-costume.



De quanto tempo precisa para se sentir em férias?

Costumo sentir-me desligado do trabalho durante a terceira semana - cheguei até a ter uma teoria que apontava para um clique no décimo oitavo dia de férias.



Já lhe aconteceu, em Moledo, cruzar-se com Durão Barroso, onde ambos possuem casa. Falam do país ou cingem-se ao cumprimento?

Não me lembro de ter conversado alguma vez com o doutor Durão Barroso em Moledo.



Não exercendo prática clínica, acontece-lhe receber telefonemas de doentes que esperam de si uma solução?

Mais cartas e mails - protejo-me das abordagens telefónicas. Mesmo sem ser capaz de resolver os problemas, sinto-me na obrigação de ajudar. Não há pior para quem está doente do que a solidão e o desamparo.



Quando está doente, sente-se mais confortável com médicos homens ou mulheres?

Procuro escolher os meus médicos pela competência, não pelo sexo. Começaram por ser antigos professores, depois colegas de curso e agora já são muitas vezes antigos alunos. É mais difícil lidar com a diferença de idade do que com a diferença de sexo.



Vê o dr. House. É mais parecido com ele na eficiência dos diagnósticos ou no mau feitio?

Nem uma coisa nem outra, mas não tenho a certeza quanto ao mau feitio. Aprecio nele a inteligência operacional que o leva a fazer as perguntas certas. Saber perguntar é muito mais difícil do que saber responder, por mais que a cultura portuguesa nos empurre no sentido contrário.



Já disse que em Portugal ninguém tem capacidade para fazer perguntas. Que questão lançaria a Rui Rio?

Não me recordo de ter dito isso de forma tão abrutalhada mas, se calhar, disse. As perguntas-chave a Rui Rio andariam à volta do seguinte O que fazer para aproximar o Porto de Barcelona?

17 comentários:

lobices disse...

...o que fazer para aproximar o Porto de Barcelona?...e será que o RR conseguirá responder a isso????

thorazine disse...

"Mais cartas e mails - protejo-me das abordagens telefónicas."

Pela segunda vez diz que gosta de fugir à telefonia! phonéfobia? :))

"O que fazer para aproximar o Porto de Barcelona?"

Talvez investir mais na educação. Só assim se muda mentalidades! E com este lastro tudo o resto..

andorinha disse...

Boa noite.

"Como na Medicina, o problema está mais no prognóstico do que no diagnóstico, mas esse depende de todos nós"

Grande verdade!

Achei piada ao tempo que o Dr. Sobrinho Simões demora a sentir-se em férias:)

Quanto à aproximação com Barcelona, só se for como diz o Thora, mas isso demora gerações....:)

Migmaia disse...

Boa noite,

Um exemplo de como a simplicidade enobrece. Até como manda para canto o Rio. Porto e Barcelona, considerando as respectivas escalas, assemelham-se quanto ao papel e importâncias nos seus Países. E se Barcelona ganha no aspecto económico, à imagem de Espanha face a Portugal, o Porto ganha no futebol e no outro rio … o DOURO!

noiseformind disse...

O que fazer para aproximar o Porto de Barcelona? Mas não é óbvio? Basta uma ponte aérea entre as duas cidades e um campo de refugiados em Barça, junto ao aeroporto. Depois de passarem num teste de não cuspir para o chão e não bufarem comportamentos dos outros habitantes do campo de refugiados para conseguir melhorias na sua situação os pretendentes a obter a citania passariam para um local onde aprenderiam, através de um processo de longas leituras, a dizer mais do que meras banalidades sobre futebol ou o estado do tempo. Penso que há futuro para esta ideia, com um pouco de boa fé de ambas as partes... é uma ideia a discutir... penso eu de que...

andorinha disse...

Bom dia.

O comentário do Noise, feito com o seu habitual sarcasmo e ironia vem na sequência daquilo que o Thora e eu dissemos ontem duma forma mais séria.
Portanto nada de novo, miúdo:)))) Looool

É evidente que concordo, mas é trabalho para gerações e é preciso muita, muita fé:)

PS: Onde se lê Porto, leia-se qualquer outra cidade portuguesa.
Nada contra a Inbicta...

Até mais logo, malta.

Fora-de-Lei disse...

O que fazer para aproximar o Porto de Barcelona?"

Fazer de Portugal uma espécie de Jugoslávia. Tão simples como isso. Não existem razões religiosas ? Arranjam-se. Não exitem razões étnicas ? Arranjam-se. E por aí fora...

moon disse...

OLÉ!

Bis para a pergunta!
De férias pelos vizinhos... O namoro começou em Bilbao, a paixao continuou com Gaudi e o amor está no ar em Barcelona... Vamos no 10º dia e já me sinto de férias.ç
Hasta la vista hermanitos!

lobices disse...

...calma aí que Barcelona está sem luz há 4 dias!!!!!!!!!

A Menina da Lua disse...

Olá Professor!

Olá Maralhal!

Aqui estou de regresso depois duma ausência de férias para uma viagem ao Mar Egeu...
Quanto às ilhas gregas são lindíssimasssss... principalmente Santorini onde a paisagem do mar e das pequenas ilhas à volta visto lá de cima, nos remete rapidamente para uma certa magia que só pode ser efeito dos deuses do olimpo:).

Espero que estejam bem em boa disposição e clima de férias, sejam elas onde forem...

E façam o favor de serem felizes... proveitem bem porque a vida são mesmo dois dias...:)

Beijinhos

Xelim's Skull disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Twiggy disse...

O Dr. Sobrinho Simoes foi meu Professor...é uma pessoa profundamente interessante, prática, fascinante pela sua experiência e inteligência, com o seu Porto de tal forma impregnado no seu ser, que optou por nunca deixar Portugal apesar da investigação de excelência que lidera. Uma pessoes extraordinária, sem ser porém intocável (apesar de como ele diz, evitar os contactos informais).

Professor Julio, comecei a seguir os Podcasts do "Amor é" há algumas semanas e já não consigo passar sem eles...os meus parabéns. E como de médico, de louco (e de psiquiatra) todos temos um pouco, não consegui deixar de me lembrar de si quando descobri este blog
"http://diario_da_margarida.blogs.sapo.pt"
e dei por mim a analisar as ilusões que esta amante portuguesa, que passa para o "papel" sem o medo de vir publicamente a ser "rotulada" com os rotulos todos da nossa vasta caderneta... acho que vai achar interessante.
Parabéns pelo Blog e pelo Programa.

Xelim's Skull disse...

...estava eu a dizer que este post é uma boa aproximação ao conceito de entrevista fiada

-------------------------

EWA SONNET

Sabe quem é Ewa Sonnet? Se viver na Polónia então sabe!

Ewa Sonnet é uma modelo polaca e agora também cantora.

Biografia na Wikipedia

O site oficial da sua música é

www.ewasonnet.pl

onde se devia puder fazer o download do seu video de lançamento musical "...i RNB" (por razões que eu desconheço o video não está disponível neste momento)

fiz o download num mirror aqui (,click com o botão direito do rato e escolha "Guardar destino como...", ou use um gestor de downloads)

ewasonnet_irnb.avi

36.6 MB formato AVI (boa qualidade)

Canta bem a rapariga (22 anos)

O interessante é que Ewa Sonnet também é modelo, tem umas mamas muito boas, e faz videos eróticos.

Fotografias eróticas

Um video erótico pode ser descarregado aqui,

http://rapidshare.com/files/25548308/Ewa_Sonnet___Bea_Flora_-_Gymnastics.rar

(Ficheiro MPG de 57.1 MB em arquivo RAR - necessita WinRAR)

Neste video ela e uma outra fazem exercício físico em topless.

--------------------------

Pornografia, Vírgula

Como se pode ver, em boa verdade e em termos práticos, o conceito de pornografia mistura-se com o conceito do erótico. Em sites XXX você tanto pode ver links para pornografia grosseira, como pode ver links para filmes eróticos cândidos.

Esta é a realidade da "pornografia" actual, é um conceito alargado que já não corresponde à sua definição primitiva.

Xelim's Skull disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
thorazine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Xelim's Skull disse...

No rapidshare.com é necessário fazer click no botão "free" e depois entrar o código, que pode não ser fácil de se perceber... Depois de se fazer o primeiro download tem de se esperar o tempo indicado para se fazer o seguinte.

Mais EWA SONNET com Aneta Buena (que é muito boa), Bea Flora e ainda Ines Cudna...

Busty Poland - All Girls on the Pool (1 Photoset & 10 Videoclips)

2 Parts - Total Size = 117 MB

Part 1:
http://rapidshare.com/files/39082505/Busty.pl.-all_girls_on_the_pool.part1.rar

Part 2:
http://rapidshare.com/files/39086337/Busty.pl.-all_girls_on_the_pool.part2.rar

necessário usar o WinRAR (download em www.download.com)

nanci disse...

Boa tarde, professor
Precisava contactá-lo urgentemente para lhe pedir auxílio na realização de um projecto de saúde sobre a sexualidade dos jovens. Estou a fazer uma pós-graduação e precisava mesmo da sua ajuda.
Obrigado.