quarta-feira, janeiro 30, 2008

Aviso à navegação.

Li em dois jornais que estaria hoje à noite presente numa iniciativa da imPORTO-me, para falar do namoro no tempo da outra senhora. Trata-se de um engano. Quando o Carlos Magno me convidou para tal iniciativa, aceitei, por se realizar amanhã. Com a mudança de data, a disponibilidade esfumou-se e do facto informei o Carlos. Imagino que o primeiro programa tenha sido transposto, ipsis verbis, de Quinta para Quarta, e daí o erro. Claro que o Manuel Pina, o César Príncipe e o próprio organizador colmatarão sem qualquer dificuldade a minha ausência, mas não gostaria que ela fosse relacionada com qualquer capricho meu de última hora.

18 comentários:

Su disse...

jocas maradas..sem caprichos:))))

Olhar disse...

Está clarificado, não foi capricho, mesmo sem a sua presença, parece valer a pena por lá aportar...:).


Hmm..., mas e a continuação da saga? Afinal o que é que provocou no fulano tal amnésia da noite para o dia?

"Explorou-lhe o rosto em busca da resposta certa, mas sem eco. Excepto aquele verde inacreditável, que parecia envergonhado por brilhar paredes- meias com castanho plebeu e o penetrava sem caridade ou perdão anunciado. Jesus!, como era bela a sua inquisidora."

Já não lhe apetece continuar assim? é?:)))))

Armanda disse...

Finalmente arranjei desplante suficiente para mostrar a minha existencia neste espaço onde me deleito em passeios há já algum tempo. Confesso que por imposta cortezia, a de pedir (comunicar,visto ja estar feito) permissão para linkar o seu blog no meu...
Sim???

cabecinhapensadora disse...

caprichos são birras de meninos mimados. Aqui não e pensam coisas dessas

Fora-de-Lei disse...

Caprichosamente ou não, tenho a impressão que namorar no tempo da outra senhora dava mais "rebarba" que hoje em dia...

andorinha disse...

Boa noite.

Não me parece que seja caprichoso a esse ponto:))))

FDL (10.25)
Não sei bem o que é "rebarba", mas devia dar. Dava mais luta, hoje é tudo muito "fácil", é isso?
Houve coisas que se perderam, outras que se ganharam, como em tudo na vida.
De qualquer forma, prefiro viver nos dias de hoje.

Julio Machado Vaz disse...

Armanda,
Faça o favor:)))).

thorazine disse...

Professor,
relativamente à última coisa que disse na reportagem: o "grau de horror masculino" ao possível envolvimento com outro homem não terá origem numa forte componente bioquímica? Aliás, qual será o papel das hormonas nessa "sensação de horror"?

Os "Mythbusters" já "provaram" (não foi bem cientificamente:) que certos comportamentos fazem aumentar/diminuir os níveis de testosterona no sangue: eg. estar com mulheres aumenta (:D) e vestir-se de mulher (com tudo a que se tem direito) dimunui.
Não querendo rotular nem relacionar comportamentos com orientação sexual, será que uma diminuição da testosterona iria dimunuir esse "horror" e tornar a pessoa menos indisponível para essa imagem (nem se seja só mental) de um relacionamento homossexual?

Ou é uma pergunta um bocado ignorante? É que eu se que se for verdade está-se a dar razão aos machos latinos que dizem que fazer tarefas de mulher pode trazer "consequências".. :P

É que ao ver lembrei-me da situação contrária, mudança bioquímica do corpo -> reflexo no comportamento, pois um dos passos da religião Hindu para seguir o princípio ahimsa (não-violência) é não comer carne vermelha...e acho que isto ja foi comprovanto em lab.

Não tem a ver com o tema da reportagem mas surgiu.. :)

thorazine disse...

Tinha de partilhar: http://www.youtube.com/watch?v=8ncOAJpr3n0

:))

Elisabete disse...

Pois é, Professor, foi uma desilusão. Não encontrar, simultaneamente, as duas personalidades que mais nos puxaram para o Passos Manuel...
Apesar de tudo, acabámos por gostar. Valeu a pena. Mas que não se volte a repetir!... Senão... "tau, tau.."

Palucha disse...

Acabei de acabar o fim do seu livro "olhos nos olhos" que diga-se de passagem não conseguia desgrudar dele.
Adoravelmente imprevisivel a Madame que nos leva também à nostalgia do frances e seus cantores classicos (falando nisso já conhece Garou e Patrick Bruel? são fantasticos) mas mais fantastica é a doce implacabilidade da Madame.
Adorei, obrigada por momentos tão bons.
Palucha

Xelim's Skull disse...

A Hipótese do Murcon Telepata

Mas... Em que consiste?! Então imagine o Dr. Murcon a dormir! São 3:45 da manhã, sono profundo. Agora, entretanto às 3:45 numa outra cama – de uma outra casa -, a mulher de um casal swinger onde ela não quer o swing, e ele quer! Então ela está com um meio-pesadelo e diz "Nãooooo... Não quero! Nãoooooo!" E o marido a sorrir, "Se fazes agora, depois queres mais!"

Entretanto, o Dr Murcon subitamente senta-se na sua cama e diz «O que me preocupa são aqueles casais swingers em que ele quer, e ela não quer!» E depois volta a adormecer, e quando acorda não se lembra de nada. No entanto, quando o assunto é abordado vem a memória disfarçada num conhecimento novo. E diz, «O que me preocupa são aqueles casais swingers em que ele quer, e ela não quer!»

É esta a hipótese do Murcon Telepata. São os espíritos inquietos, estes e muitos outros, que se exteriorizam e se libertam na mente do Dr. Murcon.

PILAR disse...

A título informativo: a "Evasões " de Fevereiro traz uma mini entrevista simpática!

andorinha disse...

Boa noite.


Ainda há homens com H em Portugal.

A entrevista do Dr. Marinho Pinto a Judite de Sousa confirmou isso mesmo.
Estamos na presença de alguém de uma lucidez e coragem espantosas, de alguém que os tem no sítio.

Realço uma frase: " A liberdade de calar ou elogiar também existe em ditadura..."

Para bom entendedor...

vacamalhada disse...

E alguém esperaria caprichos, ainda por cima de última hora (que são os piores, porque nem sequer se dignam em aparecer com a devida antecedência...) do nosso querido Doutor?

P.S. Eu não pedi permissão, e assim, como quem nem quer a coisa, já "linkei" o blog do doutor no meu... As minhas desculpas pela ousadia, mas foi um impulso com boas intenções.

AQUILES disse...

No post anterior o que é isso de afectivamente puros? Presumo que não sejam charutos.

thorazine disse...

Tou a ver que era mesmo estúpida! :))))

Para descontrair: http://br.youtube.com/watch?v=9CQuKUtXWfQ

:|

Bel disse...

Você é o máximo Doutor.
Um bom carnaval.
Depois conte como foi.
Simplesmente Bel