domingo, janeiro 06, 2008

A céu aberto.

A noite, já de meia-idade e frescota. Retesou os músculos, pronto a desembestar rumo à esquina mais próxima. Duas ou três sombras masculinas, rondando penduradas em priscas ténues, arrefeceram-lhe o ímpeto; seriam figurantes – ou seguranças… - daquele filme de série B? Ela dirigiu-lhes um aceno familiar, o que em definitivo lhe paralisou pernas e vontade. Seguiu-a até à carrinha estacionada em frente, tão escura como os pensamentos dele. A porta das traseiras abrindo-se à aproximação dos dois. De repente os mânfios ao ar livre pareciam quase amigáveis, imaginou psicopata com os pés sobre a secretária, outros dois à ilharga, a porta a fechar-se-lhe nas costas e o silêncio acusador da rapariga fazendo sobressair a voz rouca de um Soprano paroquial - “então é este o menino da mamã que deu problemas?!”. Ai…
(Todos temos um preço.)
- Cem euros e não se fala mais nisto?
(Nisto o quê e porquê?)
O sacudir quase imperceptível e humilhante dos ombros dela não enganava – a oferta só lhe aguçara o riso…

19 comentários:

andorinha disse...

Boa noite.

Isto está cada vez melhor!:)

"(Nisto o quê e porquê?)":))) Loool

Fora-de-Lei disse...

Tu queres ver que se trata de uma caçadora despeitada ?!

CêTê disse...

Associação livre:

Há muitos anos, fiz um pequeno trabalho sobre Deficiência Mental. Para tal dirigi-me a uma Instituição que acompanhava e apoiava crianças com problemas. Entrei no pátio, encostei o portão e lá fui eu pelo sombrio corredor. Ia a meio do caminho quando aparecem de repente a correr de forma estranha na minha direcção duas crianças com duas vassouras aos berros. Parei, sem ponta de sangue, e sem querer dar parte de fraca recuei devagar até que me alcançarem e...












... me darem dois babados beijos.

Como alguém disse num destes dias os nossos fantasmas tornam por vezes a realidade aterradora!;)

Boa semana

andorinha disse...

Cêtê,

Fiquei sem palavras...

:)

Até amanhã, malta.

AQUILES disse...

Ela é um Anjo. Ou então, na melhor das hipóteses, é a cobradora que lhe fará a vida num inferno.
Mas sempre, sempre, uma "mater"

cabecinhapensadora disse...

"Todos temos um preço". Verdade. O valor de troca é que pode diferir.
Não sai da série B?!

A Menina da Lua disse...

"Ai…(Todos temos um preço.)"

Sim pode ser verdade! mas isso
não quer dizer que seja apenas em dinheiro e tambem que depois, mais tarde, o preço não se venha a traduzir em custos bem mais altos para nós...
A decisâo! essa é sempre nossa...

A Menina da Lua disse...

CÊTÊ

"Como alguém disse num destes dias os nossos fantasmas tornam por vezes a realidade aterradora!;)"

Sim essa é sem dúvida verdade; nós vemos o mundo com filtros que são nossos, decorrentes da nossa própria "boa ou má" experiência mas tambem da nossa postura de estar na vida e funcionamos e actuamos perante os outros, de acordo com isso...
Ver o mundo e os outros como agressores e com hostilidade, levar-nos-á fatalmente e permanentemente a ver e a procurar neles motivos e razões por muito subtis ou inexistentes que sejam para tambem os agredirmos...

Recentemente numa sessão de declamação de poesia, o José Fanha ao ler-nos um poema dizia que todos o iríamos ouvir de forma diferente de acordo com as leituras que anteriormente fizémos ou não, lhe daríamos maior ou menor profundidade e extensão de compreensão...Era um exercício de leitura curioso mas muito significativo...:)

Roberto Ivens disse...

Ou muito me engano, ou sairá deste enredo um novo Soprano. Mesmo que não paroquial...

LC disse...

Sou frequentadora deste blog, como leitora, já há muito tempo e muito me tenho deliciado com os vossos comentários. Hoje decidi perder a vergonha e entrar também na conversa (sou virgem em blogs!). Vamos lá ver se não faço asneira...

Pedia só um esclarecimento a quem quiser ter a pachorra de mo dar: estive, talvez umas duas semanas, sem visitar o Murcon e noto que os posts do Prof. se alteraram substancialmente. Que se passa? Algum romance em construção interactiva?

A. Roma disse...

100 euros são vinte contos dos antigos!

Cleopatra disse...

OH HOMEM desembuche! Com a devida vénia.

Olhar disse...

Hmm...,
Pelo desenrolar..., acho que continuo ainda na minha...
Embora a amnésia etílica o impeça de recordar, ela, de alguma forma..., ajudou-o..., e, logo logo com o desvendar do mistério ele vai acabar tão embaraçado, com o filme série B que sua desconfiança no "ser humano" criou..., que, se calhar...,:) ainda vão acabar ambos por se desfazerem em gargalhadas...
Ou então..., nada disto:))))
A ver iremos...:)

fiiury disse...

não vai ser fácil acabar estas investigações privadas:)

AQUILES disse...

IC
Se o suspense durar muito mais acaba por dar romance, ou então laboratório, que é constante, de anomalias humanas que derrubamos por aqui :):):):):)

E o prof a assitir de poltrona :):):):):):)

Xelim's Skull disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CêTê disse...

aml e andorinha;]

Aquiles, por acaso, questiono-me se o vir aqui quase diariamente não será suficiente para diagóstico de patologia grave. LOOOOL

Mas que posso fazer? Enquanto se pesquisa & trabalha é bom frequentar um sítio assim: calmo, enriquecedor, estimulante, com posts de qualidade, múscica razoável e com alguma interactividade. ;)
O proprietário da tasca é que é o que a gente sabe... (para não entrar em contradição com o nome do café)... um "Ganda Murcon"! ;)

boa nôte para todos!

Hoje o carteiro ficou à conversa!;P

yes! my love! disse...

"OH HOMEM desembuche! Com a devida vénia."


Cleo,

não o acelere ;) que eu gosto mais assim ~~

LC disse...

Aquiles,
Obrigada pela, digamos... espécie de esclarecimento.
Laboratório de anomalias humanas? Daquelas que são derrubadas constantemente? Óptimo, sinto-me em casa :))

Já agora, parece mas não é "ic". É "élecê".