domingo, janeiro 13, 2008

De quarentena.

Maria,

A amarga liberdade de escrever não te escrevendo.
E assim bordar a tristeza nas palavras,
sem receio que calem o teu sorriso.

33 comentários:

Manolo Heredia disse...

Mentiras no divã...

Maria Manuela (M&M) disse...

Ai....

Tivesse eu encontrado um Dr. em vez de um fdp de um Eng.º e outro galo cantaria....

Bjos

Sirk disse...

Será um novo vírus?
;)))

Esta Maria deixa-o completamente de rastos.

Já agora, como é que se cala um sorriso?... :S


Boa noite a todos.

nonsense disse...

Que bonito mais uma vez...tb já andei aí pelo meio das palavras que não escorregam...acho que não sabiam o caminho. Ou então tinham-se afastado de mim, de mim para o que lhe (Manel) queria escrever ou era costume escrever.

depois:

a Pausa- duas vezes pensar a razão daquela vontade de lhe dar a ler palavras que não escorregavam.

E dei-lhas, assim, sem sentido nenhum...

andorinha disse...

Boa noite.

Gostei, mas...:)

A tristeza e o sorriso não fazem ambos parte da vida?
Então porquê tentar esconder a tristeza daqueles que amamos?
Deixo a questão...

CêTê disse...

As cartas que não se enviam são, às vezes, para quem as escreve...

Tenho a certeza que terá sido uma bela carta que a Maria não recebeu (essa que monologou). De uma maneira ou de outra roubou-lhe um sorriso. É que há os sorrisos que se contagiam e aqueles que nos oferecem colo.


(manuela, achei-lhe muita piada;P pela espontaneidade lol)

Boa semana!;P

Sunshine disse...

Quem é que não tem uma Maria ou Manel na sua vida.
Às vezes, não faz sentido mostrarmos a nossa tristez a quem amamos...entristecer quem já não nos ama não vale a pena.

anfitrite disse...

É fácil calar um sorriso com um beijo na boca.
Já que passámos do mundo virtual para o mundo da ficção, embora eu não goste de folhetins, porque não gosto de estar sujeita a contingências, apenas faço uma pergunta: porque é que a personagem principal( sim, personagem é um substantivo feminino) em vez de ser uma puta não é um prostituto?
É também a mulher apanhada na cama por um marido ciumento. Hão-de passar gerações até que, mesmo as mentes dita abertas, deixem de estar sujeitas a estigmas e estereótipos.
E já agora, ainda sobre o comentários de ontem, pergunto como é possível alguém falar em bajuladores e manteigueiros do sul, quando eu até fico agoniada com tanto unto que por aí escorre.
Também informo que não faz o meu género ter jogo de cintura. Gosto muito de gingar e de dançar mas é por puro prazer, não é para me adaptar às circunstâncias. Eu só faço o que quero(sou uma felizarda!) e digo sempre o que penso, seja a quem for, desde que me mereça essa perda de tempo.

Menina da lua,
lembra-se que em tempos também se despediu e acabou por atender ao pedido dos confrades?!

Continuem também "mon amour" e "my love", embora eu também não perceba muito de inglês, será que "brunch" quer dizer broche? Com tanto riso deve ter ficado toda engasgada.

m&m,
pense de outra maneira, não são os doutores que nos salvam, talvez os licenciados em engenharia tenham feito muito mais por nós, no contexto em que nos encontramos.

O "trora" que parece dos mais novos do grupo, é dos que tem os comentários mais interessantes e atinados. Só é pena que o Luiz Pacheco já nos tenha deixado, porque, esse sim, era um grande escritor, mesmo em português "vernáculo".

Dentro da sua heterogeneidade o grupo até é interessante, só não percebo porque é que num rebanho tem de haver sempre uma ovelha tresmalhada. Eu tolero tudo menos a estupidez de quem se julga inteligente.
Eu também gosto muito de alguns
textos do professor e desde "O Sexo dos Anjos" que sou sua fiel ouvinte e leitora. Só que acho que ele é melhor comunicador do que moderador, por isso eu fartei-me aqui de dar opiniões sem ninguém mas ter pedido.
Boa Semana a todos!

anfitrite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laura disse...

Professor, as suas melhoras!
E um Zytromax electrónico.
É tiro e queda para gripes assanhadas e prevenção de furúnculos...

conceição disse...

http://www.webboom.pt/ficha.asp?ID=66144

aproveite para ler este livro nada politicamente corrrecto -- a bio deste autor é impressionante. há tb em ingles e françes.

até sempre.

cabecinhapensadora disse...

Maria
Em ti, todas as mulheres. Tu,a Única por quem, como Bethânia, 'bordo toalhas de fim de semana'. E o teu sorriso doce de patamar a debruar as minhas palavras, a costurar remates na tristeza, dobrando-a muitas vezes; e ela arrumadinha num canto, pronta a ser inteira e completa. Porque a memória, fiel ao secreto dos teus dedos, é rio que corre.
E boa semana a todos. Com Maria

o_cao_que_morde disse...

A votação dos Melhor Bloges de 2007 termina amanha dia 15
Vota nos teus Bloges preferidos, está tudo aqui.

AQUILES disse...

Liberdade amarga? Bordar nas palavras? Escrever não escrevendo, malmequer, bemmequer!!!
Não será paixonite a dar forte?

andorinha disse...

Boa tarde.

É com pena que registo que a idiotice continua. Pensei que tivesse terminado no post abaixo.
Enganei-me:(

E fala esta gente de respeito pelo anfitrião, respeito pelas opiniões divergentes, bla, bla, bla...

E agora já nem posso ser uma tipa sorridente e bem disposta, até isso incomoda!
Vou passar a por os smileys ao contrário e a usar "nlol":))))))

Só mais uma coisita: assim como a pobre menina que vive na lua tentou mas não conseguiu ser minha amiga, eu também tentei - com quantas forças tenho - ser amiga da Srª Dª Drª Anfitrite, mas não consigo. É pena porque "perco" uma amizade que seria extremamente valiosa para mim dado o alto calibre cultural da dita senhora.
Mas é assim a vida...há que seguir em frente sem lamúrias...
Haverá outra qualquer Anfitrite ao virar da esquina.

Tem piada que também tentei ser amiga da Cêtê, do FDL, do Thora, para mencionar só estes, e até consegui, vá-se lá saber porquê.:(((((((((((((((

Isto é aleatório, umas vezes consegue-se e outras não:(((((
nnnnnnnlol

Tenho dito:)

Cêtê,
"As cartas que não se enviam são, às vezes, para quem as escreve..."

Se são, cachopa:)

Até mais logo, malta.

vacamalhada disse...

Mau Maria!!! ;)

RAM disse...

Resposta:


Exerces a liberdade de bordar no mais íntimo das palavras a tristeza que te invade.
Mas eu leio-te nos passos...
Leio-te nos silêncios...
Não receies o futuro de meu sorriso.
Deixa-me acolher-te no meu regaço e prometo revelar-te a doçura encerrada em cada condensação da tristeza.

Maria

RAM disse...

Em alternativa:

Entendo a tristeza que te invade ao veres as tuas palavras transformadas em móbil para uma multiplicação de ataques e contra-ataques ao/no teu amado espaço de liberdade.
Não é o meu sorriso que calas. É o teu que procuras proteger.
Resta-me a esperança de que seja breve a quarentena!

Maria

blogico disse...

pois... por vezes parece-me que a Maria somos nós... ou o blog, melhor dizendo.

boa tarde a todos

CêTê disse...

Bom dia a TODOS!
Ram: muito bem visto.


Meninas! JUÍZO. Vamos a guardar o peixe e arrumar as canastras que o sr. Julinho (;P) ainda chama a ASAE e vai tudo para Análise- às guelra, aos globos oculares e às cloacas.;P

(Não deixa de ter piada, que os homens se tenham ausentado;))) - sem ofensa para os que por aqui ficaram. Realmente o mundo virtual é um espanto!)

jnhs

andorinha disse...

Entendo perfeitamente os comentários do Ram e do Blogico.
Mas os conflitos surgem aqui como surgem lá fora, também não penso que isso seja dramático.

Pode-se discutir de forma acesa mas sem grosserias, e sobretudo sem ciumeiras que não fazem qualquer sentido.

O blog sobrevive com a mesma vitalidade de sempre, porque para muitos de nós, aquilo que nos une é muito mais do que aquilo que nos separa.
E porque, com mais ou menos amuos, a tertúlia já é indestrutível.


Cêtê,
Não te metas onde não és chamada, kékéisso?:)))))))

Quanto aos homens querem ver no que é que isto dá, antes que apanhem por tabela.
São uns medricas...:)))))))

yulunga disse...

Bom dia maralhal.
Acho que foi John Lennon que disse algo do género:
"Não sei com que armas será a 3ª Guerra Mundial, mas garanto que a 4ª será com setas e pedras."
Será mesmo possível que se regrida à medida que se avança?
Vou cuscar a porrada :-)

yulunga disse...

P.S.
Ram, saudadinhas ;-)

Xelim's Skull disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Su disse...

gostei de ler.................
dá que pensar esse trocadilho e ainda por cima no gerundio:))))
(ops brinco..prof)

sem bajular....sem me esticar na tecla....sem afirmar que faço tudo o que quero..pois não faço.....pois..tenho a bala..mas ainda me falta a arma....

ops de quarentena...isso é lá doença:)eeheheh

jocas maradas..sempre ....com sorrisos

andorinha ..não te enerves.... faz mal à alma.....

e a tal de artrite...é coisa séria:)))))))))ahahahaha
ok delirei....................

CêTê disse...

Lembrei-me do Carteiro do Pablo Neruda a que assisti ontem deliciada ... e por isso cá voltei.
Quando o carteiro se diz doente por apaixonado e Pablo diz que ele tem de se tratar... o carteiro de forma revoltosa afirma que não quer ser tratado. Se disso se tratar... que não se cure o nosso anfitrião. ;P

"boa nôte"

andorinha disse...

Su,

:))))
Eu sei que faz...
jocas maradas

Cêtê,
"Se disso se tratar... que não se cure o nosso anfitrião. ;P"

Digo o mesmo...:)

JFR disse...

Andorinha(11:43PM):

O amor é, também, a capacidade de não entregar a tristeza a um sorriso que amamos.

Cêtê (6:14PM):

As provocações funcionam sempre. Obrigou-me a vir aqui comentar:)))

andorinha disse...

JFR,

Sim, também, claro.
Reconheço que por vezes sou condicionada nos meus comentários pelos meus pré-conceitos.
Foi o caso...

Foi pertinente a tua observação:)

Até amanhã, malta.

lobices disse...

...abraços e beijinhos pa todos/as, os chamados abreijos

Xelim's Skull disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
andorinha disse...

Ó Xelim, pá, ia comentar a tua selecção e tiraste-a daí?
Tsc...tsc...tsc...:)

Vês como não há crise no Murcon?
A vida é feita de conversas e silêncios...é só isso.

Cleopatra disse...

Temos poesia pura!
Olhe professor eu acho que... está apaixonadérrimo!
Ou queria estar? Não. Acho que está!