quarta-feira, julho 04, 2012

Boa noite.

Foi um dia longo, vou acabar o último Zafón - que me parece melhor do que o penúltimo... - e dormir. Não seria justo fazê-lo sem vos dizer uma coisa - o que aconteceu hoje no Murcon deixou-me estarrecido. E compensou largamente o silêncio de pessoas cujas sms - pelo menos... - dava por garantidas e de um clube que é a paixão mais antiga e constante da minha vida. Obrigado gente e fiquem bem.


59 comentários:

Anfitrite disse...

Foi um dia longo. E pode ficar memorável, porque não se esqueça que 4/7 é o dia da Independância dos Safados dos EUA.
Depois dos Ingleses têm sido os que mais mal têm feito ao Mundo!

Boa Noite e bons sonhos!

http://www.youtube.com/watch?v=PyAZaMtvrDY

Manuel disse...

Depois deste exercício ético e moral de solidariedade para com o Prof. da parte de tanta gente que por aqui nunca tinha visto (dos «residentes» só esperava isto), aqui vos deixo para se relaxarem:

Doutor instantaneo - Mixordia de Temáticas: Ricardo Araújo Pereira
http://youtu.be/N4zBQuN_bEs

«Não És Homem Para Mim»: Luísa Sobral
http://youtu.be/lJLOWwSW00A

«Com que voz»: Natália Juskiewicz
http://youtu.be/L6TSphEXO3A


P. S. Caidê, tinha-lhe deixado uma 2.ª mensagem em «O teste», acho que não viu.

andorinha disse...

Não tem nada que 'obrigadar', Julio.

Fique bem:)

Manuel,

Vou ver, ouvir...e dormir.
Até eu estou a precisar de relaxar!:)

Bons sonhos

João Pedro Barbosa disse...

É caso para dizer: "O Murcom é uma paichom!"

JFR disse...

Boa noite Prof. Júlio:

Só agora li os seus post's. Raramente via o Trio d'Ataque. Esse e os outros programas em que se "comenta" futebol, apesar de gostar muito desse desporto e do meu Benfica. Desde que o Prof. iniciou a sua participação que fiquei à espera da sua saída. O Senhor é um homem sério que não vende a opinião a troco de simpatias, sejam clubísticas ou outras quaisquer. E isso, no mundo do futebol, das "clubites" e da comunicação social é sinal de "personna non grata". Daí que o felicite pelo empurrão que levou. É sinal da dignidade que há em si.
Nós, os que o queremos, menos que com distintas opiniões, agradecemos.
Obrigado
José Rocha

JFR disse...

Rectifico:
substituir "menos" por "mesmo"

Carlos Marques disse...

Dr.,

Saudações benfiquistas.

A culpa foi do Miguel Guedes. O Dr. Oliveira e Costa até subiu o nível, dada a sua presença no Trio, mas o Miguel Guedes continuou e abusou da sua inteligência e generosidade.

A má moeda expulda a boa moeda.

O discurso hiper-adjectivado e faccioso até ao limite da decência do Miguel Guedes fez com que o Dr. parecesse uma sonata de Chopin ao pé de um macaco hidráulico.

O Miguel Guedes sempre ao ataque, sendo que os três comentadores do FC Porto nos três canais repetem os argumentos, que provavelmente lhes são soprados por alguém, e o Dr. muitas vezes calado.

Cheguei a vê-lo calado e o Dr. Rui Oliveira e Costa a defender o Benfica de ataques do Miguel Guedes.

Claro que o Dr. acabava por sair sempre por cima, mas, para mim, tornou-se quase insuportável assistir à jactância do Miguel Guedes sem que ninguém o chamasse imediatamente à pedra.

No entanto, o Dr Júlio Machado Vaz esteve sempre muitíssimos furos acima do Dr. Seara, que eu considero o "benfiquista do Sistema" e que anda há anos a servir-se do Benfica.

Uma boa notícia seria a TVI dispensar o Dr. Seara e convidá-lo a si, porque o senhor é um verdadeiro benfiquista e não acredito que fosse capaz de ir jantar com o Pinto da Costa um dia depois de o Pedro Proença nos ter prejudicado mais uma vez.

Vê-se à légua que o senhor é um homem bom e sofre com o Glorioso. Fique bem.

andorinha disse...

É gratificante para mim e por maioria de razão mais deve ser para si, Julio,:) ver que em momentos de "crise" ou de jubilo os amigos se juntam à sua volta.
Não ignorando ninguém, quero aqui referir-me em particular ao Aquiles e ao JFR.
Raramente comentam, mas estão sempre cá. São da casa:)

Isso é uma das mais valias deste cantinho:)

E agora vou mesmo...

Caidê disse...

João Pedro
Deixa lá os gostos de cada um com cada um. Olha que dupla que tu foste buscar :-)))) Criatividade é contigo, menino!
Olha, é bom regressar ao canto dos amigos: fizeste-me rir com vontade e, aparentemente, sozinha.

Rain(bow)
'Brigada pela tua "onda" comigo. Também estou saudosa da tua presença.

Manuel
Eu li, sim. Não tive resposta pronta, pois perdi-me pela reflexão comparativa.

Comento agora.

“Aparente” simplicidade pode ter semântica dupla: sou mesmo simples, mas a minha veia questionadora às vezes faz-me desembocar em “estruturas complexas”… e ir até ao rapar do tacho.

“Contenção serena” : aprendizado de autoapaziaguamento? Pois de que outra forma sobreviver depois de TANTO MAR? :-)))

Só se for…
With a song in my heart ?

Vamos experimentar:
http://www.youtube.com/watch?v=uJeXZJ_zsnI

Professor
Também vou buscar à leitura de cabeceira e à almofada o apaziaguamento para o dia. Faz bem: reconforta!

Anfitrite disse...

Caidê,
A si mando-a para um cavalo que a carregue.
Chega aqui e nem cumprimenta os amigos. Só espero é que a pobre da cadela esteja bem, já que o meu Misty, está a dar as últimas.

Anfitrite disse...

Caidê,
A si mando-a para um cavalo que a carregue.
Chega aqui e nem cumprimenta os amigos. Só espero é que a pobre da cadela esteja bem, já que o meu Misty, está a dar as últimas.

Anfitrite disse...

PRofessor,

Alegre-se! Estes também foram dispensados. Desculpe a comparação, mas a estes acho que foi muito bem feito, por também se ter vendido à Tvi. Mas estes têm a Isabel Jonet do lado deles e vão recorrer ao Banco Alimentar Contra a Fome, além de que ela costuma metar baixa quando está desmpregada, mas vai para as praias e festas nocturnas,e segundo a lei uma pessoa com baixa não pode sair de casa. Mesmo sendo de psiquiatria, só tem uns periodos para ir à compras distrair, mas tem de informar a SS.

http://clix.expresso.pt/correio-da-manha-dispensa-moura-guedes-e-moniz=f737413

Anfitrite disse...

Cê-T~E,

diga lá que não est+a brilhante? E assim se poupa dinheiro.

http://jumento.blogspot.pt/2012/07/relvas-bolonhesa.html

TAMBÉM JÁ LHE DISSE QUE NÃO TENHO LIGAÇÕES A NADA , e detesto este espantalho, que se diz oposição, que nem sabe o que diz, e ontem só pedia mais um ano, como se fosse possível resolver algum problema com mais un ano, se cada vez isto está pior!

bea disse...

Também não gostei muito do penúltimo livro de Zafon, mas só encontrei o ultimo em espanhol :) vou esperar que encontre a versão portuguesa. E dormir fazia falta, né professor?

A gente está deixando de existir para o mundo; estão-nos passando à reserva :) Mas não acredito que aos amigos falte a solidariedade.E a reserva numas coisas não é a de todas. Basta um sinal, não são precisas conversas longas. Às vezes um estar em silêncio diz. ALA afirma ser assim com os irmãos.

Temos que nos ir despojando do supérfluo. E o que somos para quem gosta de nós, permanece. Importa e conta.

Anphy

tem que ficar para logo que estou numa operação de resgate e salvamento :)

Fiquem bem

João Pedro Barbosa disse...

Bea,

Estes dias! Após muita análise e testes in vivo! Descobri a 4ª idade!
Se ainda está na 3ª idade! Aproveite-a bem! Porque a 4ª, só nos dá sabedoria:

http://eondoic.blogspot.pt/2012/07/photographer-addiction.html

Bom Dia! Não vá passar por insubordinado e depois a professora, põem-me de castigo.

andorinha disse...

Bea,

"E o que somos para quem gosta de nós, permanece. Importa e conta."

Faço minhas estas palavras:)

"Às vezes um estar em silêncio diz"

Às vezes, mas só às vezes. Outras, não basta...

Pedro,

Com o aumento da esperança de vida qualquer dia temos a 5ª idade!:)))))

Há aqui várias professoras e de certeza que nenhuma te põe de castigo.
Why should they?:))))))

Fiquem bem...

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

Prontos! Estou de castigo! Açoites!? Quantos quizer!

Em relação á 5ª idade! Aí os murcões tratam de nós ou o vento leva-nos na melhor direcção.

Fiquem Bem.

João Pedro Barbosa disse...

Impio,

Já estamos em Julho! E o 31 é a segunda 3ª que vem antes do penúltimo sábado do mês. Toca a rodopiar na cadeira:

http://youtu.be/iVwnOp81FDI

andorinha disse...

Pedro,

Açoites? Não querias mais nada!:)) Looool
Umas festinhas no cabelo ainda vá:)

Fica bem, murcãozinho:)

Anfy,

Penso que batemos mesmo no fundo!
É vergonhoso tudo o que se está a passar. Fornada de doutores, engenheiros e outros feitos à pressão:((((((
Enquanto houver gente desta, com este tipo de comportamentos, o país não tem cura:(

João Pedro Barbosa disse...

O Murcon precisa de vitaminas!

Como não arranjei melhor! Ficam umas flores de jasmim:

http://eondoic.blogspot.pt/2012/07/jasmim.html

Andorinha,

Descansa! Para a semana vem mais um escândalo e já ninguém se lembra do dia de hoje.

Não se pode ter tudo?! Né?! Pelo menos do pé para a mão.

Falamos de barriga cheia!

Impio Blasfemo disse...

Pedro
Já ando a dar lustro aos sapatos para a ida a Guimarães

Passando a outro assunto, já que afastamentos se está a falar, há muitas injustiças neste País. Os que deviam ficar são afastados e os que deviam sair permanecem no lugra. Vá-se lá saber porquê?
"O Senhor burlou-nos e espoliou-nos. Teve a admirável coragem de sacar aos indefesos dos trabalhadores, com a esfarrapada desculpa de não ter outra hipótese. E há tantas! Dou-lhe um exemplo: o Metro do Porto. Temum prejuízo de 3.500 milhões de euros, é todo à superfície e tem uma oferta 400 vezes!!! superior à procura. Tudo alinhavado à medida de uns tantos autarcas, embandeirados por Valentim Loureiro. Outro
exemplo: as parcerias publico-privadas, grande sugadouro das finanças públicas. Outro exemplo: Dizem os estudos que, se V.Exa cortasse na mesma percentagem, os rendimentos das 10 maiores fortunas de Portugal,
ficaríamos aliviadinhos de todo, desta canga deficitária. Até porque foram elas, as grandes beneficiárias desta orgia grega que nos tramou.
Estaria horas, a desfiar exemplos e Você não gastou um minuto em pensar em deslocar-se a Bruxelas, para dilatar no tempo, as gravosas medidas que anunciou, para Salvar Portugal! Diz Boaventura de Sousa Santos que o Senhor Primeiro-Ministro é um homem sem experiência, sem ideias e sem substrato académico para tais
andanças. Concordo! Como não sabe, pretende ser um bom aluno dos mandantes da Europa, esperando deles, compreensão e consideração. Genuina ingenuidade! Com tudo isto, passou de bom aluno, para lacaio
da senhora Merkel e do senhor Sarkhozy, quando precisávamos, não de um bom aluno, mas de um Mestre, de um Líder, com uma Ideia e um Projecto para Portugal. O Senhor, ao desistir da Economia, desistiu de Portugal! Foi o coveiro da nossa independência. Hoje, é, apenas, o Gauleiter de Berlim.
Demita-se, senhor primeiro-ministro, antes que seja o Povo a demiti-lo.

Nicolau Santos, na sua habitual coluna do semanário “Expresso”,"

Abraço
Ímpio

bea disse...

Ai que eu hoje estou mesmo muito cheia de ...coisas. Mas antes de ir,

Ímpio (4:02)

pensava que eram pensamentos teus. Também concordo em geral com Boaventura Sousa Santos. E julgo que mais gente:). Subscrevo como diz a andorinha.

Pedro

nunca tinha visto flores de jasmim, muito obrigada; As flores brancas são muito bonitas, não são? o meu jasmim não floresceu, nem a lavanda e raro o alecrim. é tudo verde. As flores morrem no esforço do esboço. Deve ser da terra. Ou de não saber tratá-las :))

"Estes dias! Após muita análise e testes in vivo! Descobri a 4ª idade!"
Pois; foi isso mesmo. Esperava que o dissesses. Mas a 4ª idade descoberta a frio e sem cachecol não é agradável.
Estou na 4ª, mas não sei porque olham para mim como se na 3ª. Sei. Essa história da sabedoria é uma treta do caraças para quem é sábio. Imagina para quem não é.

Não se corre atrás do tempo. ou ele nos devora sem compaixão. Temos que aprender a estar nele. Como o papalagui. Sem angústias difíceis.

Anfitrite disse...

Deixem-me só dizer mais uma graça, desgraçada das minhas.

Vocês por acaso já notaram que todos os fetivais que se organizam por essas praias, onde já nem o fartar vilanagem tem piada, são da Organização do ilustríssimo genro do nosso graveto?! O que me pasma é o festival do Meco. Então uma família tão asceta e crente em Deus, mete-se nestas coisas? Estragar a praia onde, nos bons velhos tempos, eu me expus como deus me botou no mundo? O rapaz e a mulher têm tido sorte desde que lhe arranjaram um emprego numa rádio para sobreviver. Agora não só organiza também, já há bastante tempo, o da Zambujeira do Mar, como já comprou todos os terrenos, por aquele Alentejo e costa Vicentina fora. Eu se mandasse não deixava sair mais dinheiro. Só entravam os artistas do espaço schengen, aonde se encontram ainda alguns baratinhos. Mas quem é que ía fazer mal ao genro do pr(letras bem pequenas), quando a sua filha tem de innvestir o dinheiro que ganhou no BPN, sem qq esforço?

Por causa desta conversa ficou-me atravessado o Ímpio dizer que foi dos primeiros a conhecer a Carrapateira. Pois fique sabendo que eu conheci primeiro. Na altura tinha uma saudosa citroën dyane(o dinheiro não dava para jeeps), que tinha as calças arregaçadas, e então eu metia-me por tudo que era vereda. E só me lembro da minha amiga Lena dizer: E como é que a gente vai voltar para trás? E eu respondia: se vai para a frente também vem para trás, nem que seja de marcha atrás. O que eu conheci!
Desde os matos que íam dar a Porto Covo, mas não na aldeia, com os coelhos a saltarem à nossa frente, e ter de passar ribeirinhos. Agora só se vê geleiras com coca-cola. Ou por outra, agora não vejo nada.
fiquem bem e cuidado com o sol, pq os UV estão no máximo.

AQUILES disse...

Hoje olhei para as primeiras páginas dos jornais. Coisa que não costumo fazer. E tenho de perguntar o seguinte: Alguém leva este país a sério? Eu já não. Não olho para Portugal, nem para os portugueses, como um país. E vocês nem sabem como esta minha atitude me magoa. Mas já não tenho força animica para acreditar em ninguém, nem em nada.

João Pedro Barbosa disse...

Aquiles,

Como é costume! Lei-o com muita consideração e concordância, o que escreve. Sem daí lançar foguetes. Resta-nos acredita em nós mesmos. Pode ser que alguém acredite em nós.

Vivendo num lugar assim! Deixo-lhe a simpatia por essa terra sem qualquer inveja. Muitos Açores ainda há para descobrir! Mesmo dentro das 9 ilhas.

P.S: Tenho um especial apreço pelo municipio das Lages da Flores. Um dia fará sentido sentir sobreviver nos lugares onde fomos felizes.
São Miguel em comparação é mais uma embaixada do continente. Saudosa do grande Império. Como aqui!

João Pedro Barbosa disse...

Impio,

Guimarães terá sempre boas razões para ser visitada. Neste momento e nos próximos tempos. A minha situação está periclitante.

Foi um prazer! Sentir a tua escrita.

andorinha disse...

Boa noite:)

Impio,

Também subscrevo o texto de Nicolau Santos.

Aquiles,

Como te entendo, amigo! Sinto o mesmo!
Como diz o Pedro, só nos resta acreditar em nós mesmos.
Ou restaria, porque eu em nós também não acredito muito, face a toda a apatia e desmotivação que vejo à minha volta.

Impio,

Guimarães está mais bela do que nunca!
E há imensa coisa boa a acontecer.
Não vais daqui a dizer mal do norte, disso tenho a certeza:)


O Tribunal Constitucional declarou inconstitucional o corte nos subsídios de férias e natal.
Ouvi e fiquei contente, claro.
Depois ouvi melhor:) e afinal é porque viola o princípio da igualdade entre os cidadãos. PC já disse que, em princípio, será cortado o subsídio também a quem trabalha no setor privado. Pronto, está logo contornada a inconstitucionalidade.
E nós deixamos:(((((((((((((((((

Impio Blasfemo disse...

FMI
O resto está aqui: http://fmi.com.sapo.pt/
Cachucho não é coisa que me traga a mim
Mais novidade do que lagostim
Nariz que reconhece o cheiro do pilim
Distingue bem o Mortimor do Meirim
A produtividade, ora aí está, quer dizer
Há tanto nesta terra que ainda está por fazer
Entrar por aí a dentro, analisar, e então
Do meu 'attaché-case' sai a solução!
FMI Não há graça que não faça o FMI
FMI O bombástico de plástico para si
FMI Não há força que retorça o FMI
Discreto e ordenado mas nem por isso fraco
Eis a imagem 'on the rocks' do cancro do tabaco
Enfio uma gravata em cada fato-macaco
E meto o pessoal todo no mesmo saco
A produtividade, ora aí está, quer dizer
Não ando aqui a brincar, não há tempo a perder
Batendo o pé na casa, espanador na mão
É só desinfectar em superprodução!
FMI Não há truque que não lucre ao FMI
FMI O heróico paranóico hara-kiri
FMI Panegírico, pro-lírico daqui
Palavras, palavras, palavras e não só
Palavras para si e palavras para dó
A contas com o nada que swingar o sol-e-dó
Depois a criadagem lava o pé e limpa o pó
A produtividade, ora nem mais, célulazinhas cinzentas
Sempre atentas
E levas pela tromba se não te pões a pau
Num encontrão imediato do 3º grau!
FMI Não há lenha que detenha o FMI
FMI Não há ronha que envergonhe o FMI
FMI ...

Tribunal FMItuticional diz que cortes estão mal mas o que já estão são para ficar pois então. Assim vai a FMItiça do FMItutiocional, FMIdal, ou seja piramidal

Abração para todos
FMI-Ímpio

bea disse...

Ímpio

não é tudo raiva, também há inspiração.Pareceram-me bem atiradas :)) com trajetórias em linha reta.

Ora bolas, peço desculpa a Nicolau Santos

AQUILES disse...

Depois desta douta decisão do TC sobre os subsídios continuo a perguntar: Alguém leva Portugal a sério?

Andorinha

Nós somos uns cidadãos masoquistas, pois sofremos a desilusão de um grande amor pelo país. Lembra-me o que o Unamuno disse para o Pascoaes sobre o Eça, em que tudo no Eça, a ironia, o sarcasmo e amargura mais não eram do que um grande amor a Portugal.

João Barbosa

Devo-lhe dizer que sou um Lisboeta aqui radicado. Mas um dia, se pudermos, conversaremos melhor sobre S. Miguel. Gostaria de debater a sua afirmação.

João Pedro Barbosa disse...

AQUILES!!!

Não estou disponivel para debates.

Penso! Reflito e Faço:

http://eondoic.blogspot.pt/2012/07/independent-photographic-survivance.html

Provavelmente antes de conhecer os Açores. Eu já aí teria feito muitos amigos.

Passe Bem!

João Pedro Barbosa disse...

Há paises onde a desconfiança. É quem mais impera! Neste ram-ram! O melhor é mesmo perder tempo com quem mereçe!

Jul 5, 2012 12:00 AM – Jul 5, 2012 11:00 PM


United States
51
Portugal
22
Russia
2

O Moscardo

João Pedro Barbosa disse...

Aquiles!

Disse o que disse! Para o poupar!

...

AQUILES disse...

João Barbosa

Que coisa de mal disse eu, meu Deus? E para mim debate era uma conversa amena. E poupar-me de quê?
Por isto é que eu comento aqui muito raramente, como a Andorinha muito bem sabe.
Muito boa noite ao senhor. E vou-me silenciar.

João Pedro Barbosa disse...

Aquiles:)

Eu nunca fui de debates! Como lhe lhe disse! Leio-o com muita consideração. Mas já estou como a CT! Ela porque tem onde desabafar as suas inquietudes. Eu porque não quero caducar o meu trabalho em conversas que não levam a lado nenhum. E se desabafo faço em lugar próprio. A minha passagem pelo Murcon é apenas uma sombra de algo muito mais profundo e continuo. Não vim aqui para me tratar. Estou de consciência limpa!

Habituei-me a parar e arrepiar caminho. Por mais silvas que o caminho me prenda-se.

Ou fome que me fizesse crescer como pessoa.

Concluindo!

A pessoa errada, no sitio errado à hora errada.

Da minha parte também gostaria de ficar em silêncio. Pelo menos por respeito a quem não tem outra alternativa.

Mas alguém tem que dar a cara!

João Pedro Barbosa disse...

Porque o meu umbigo! Já à muitos anos que perdeu qualquer utilidade! Desde que me conheço:

Jun 29, 2012 1:00 AM – Jul 6, 2012 12:00 AM

United States
304
Portugal
149
Russia
11
Pakistan
10
United Kingdom
4
Australia
3
Spain
2
Hungary
2

Boa Noite e Durmam Bem!

andorinha disse...

Aquiles,

Não sei se somos masoquistas. Eu sofro a desilusão por um país que não é o que eu gostava que fosse. E que poderia ser se tivessemos sabido aproveitar o muito de bom que o 25 de abril nos trouxe. E se não tivessemos desbaratado recursos e se, e se, e se...
Aqui chegados, sinto apenas tristeza, desilusão e muita revolta.

Abraço:)

Caidê disse...

Anfy

Estava a precisar do ralhete. Ah, pois era! Conversa é como cerejas, mas eu entrei devagarzinho e não quis fazer barulho. Ainda só ia numa ou outra cerejinha...É que a 4ª idade me anda a tirar os reflexos rápidos...

Mas ora, que me está a dever um cafezinho ali pela Mexicana ou pelo Parque das Nações, disso já não fala!... Balelas!...Mais valia dizer logo que estava com saudades, que eu explicava que sou meia encabulada quando se trata de atualizar a escrita.

Mas fique sabendo que estava a contar ir até si mais de segredinho, por mail e tal. É que se passou quase um ano e eu queria mesmo saber de si mais "tête-à-regard", se possível.

E da Petra lhe digo que com os seus 70 anitos não vai indo mal. Mudou-se para minha casa definitivamente. Agora do Misty não sabia que se ia ressentindo dos anos já vividos. Nunca pensou escrever a sua história? Continue a mimá-lo - eles merecem sempre!

Ana
Fechaste o computador para ires ler? :-)))

Ímpio
Essa tua veia crítica já merecia um Doutoramento (Honoris Causa, no mínimo!). Este ano vou apresentar-me à Lusófona para o meu Doutoramento via equivalências do CV profissional. Depois progrido uns dois escalões na carreira e com o tempo reservo uma passagem anual até Guimarães. Que bem se esteve por lá! Mas era no tempo do 13º - que saudades!...

Anfitrite disse...

No Blogue "O Jumento"

Isto vai de mal a pior

Tivemos um senhor que recebia o ordenado na Universidade Nova e passava o tempo a dar aulas na Universidade Católica. Depois tivemos um licenciado promovido a professor catedr´tico a tempo zero que ficou famoso graças à teoria económica dos pentelhos. Agora temos um licenciado honoris causa. Um dia destes quando um português nascer recebe uma colecção de canudos universitários e quando for crescido escolhe os que não quer.


Eu ainda sou do tempo em que ....


José Sócrates não podia ir a lado nenhum sem que lá estivesse uma manifestação organizada para o vaiar, sindicalistas como o Mário Nogueira usavam a agenda do primeiro-ministro para o perseguir. Sócrates nunca deixou de entrar pela porta onde era esperado mesmo sabendo que se sujeitava à vaia, nem sequer desvalorizou os manifestantes dizendo que estavam organizados.

Também sou do tempo em que cada medida do governo dava lugar a uma manifestação popular, realizaram-se centenas para protestar contra o encerramento de centros de saúde arcaicos, maternidades assassinas ou escolas primárias mais parecidas com solitárias do que com outra coisa. Nesse tempo os amigos de Passos Coelho não só organizavam as manifestações espontâneas como se disfarçavam de populares.

Também sou do tempo em que Menezes recebia e ia cumprimentar os sindicalistas que perseguiam Sócrates e que agora são acusados por um primeiro-ministro pouco dado a valores democráticos de estarem a organizar manifestações organizadas, como se organizar uma manifestação fosse algo de condenável.

O corte inconstitucional dos subsídios

Em Portugal os funcionários públicos e os pensionistas foram roubados em dois subsídios porque um primeiro-ministro inventou um desvio para tapar o buraco da Madeira, o ministro das Finanças foi pouco honesto ao atribuir o desvio ao governo anterior e o Presidente da República se demitiu da sua obrigação de cumprir e fazer cumprir a Constituição.

Um crime destes não pode ficar impune, o governo deve ser demitido e o Presidente da República deve resignar, se Passos Coelho quer ajudar o negócio dos sifões de retrete na Madeira que o faça com o seu dinheiro e se Cavaco Silva quer ignorar a Constituição então que vá para a Quinta da Coelho jogar à sueca com os seus amigos do BPN.>


O CS se tivesse vergonha e não pensasse só no dinheiro, desaparecia, porque por muito menos pediu o parecer do TC, mas agora quis dar + uma mãozinha ao desgoverno.
A besta do Pm, ao menos pensava um bocadinho antes de se pronunciar. Sabendo que isto vai de mal a pior com as medidas de austeridade, ainda quer aplicar mais. Porque é que ainda não acabou com os benefícios das Fundações, de que tanto falou, porque não acaba com regalias dos grandes senhores, enfim tanta coisa, não vale a pena falar mais de imbecis.

Anfitrite disse...

http://www.youtube.com/watch_popup?v=2HiUMlOz4UQ&vq=large

Espeero que gostem, especialmente o exigente Pedro, se é que não conhce já.

Bom fim de semana

PeLiFe disse...

Caro Professor Júlio Machado Vaz,

Sou portista e tenho muita pena que saia do Trio.
Ficamos todos a perder.
Sou ouvinte assíduo do Amor é e gostava muito de o ouvir no Trio.

Escrevi sobre o assunto no meu blogue.

Cumprimentos e que volte depressa ao mundo do futebol. Vozes como a sua são raras neste mundo e muito necessitadas.

Obrigado.
PeLiFe
BASEL84.BLOGSPOT.PT

rainbow disse...

Bom dia:)

Hoje acordei assim:

Força Enfermeiros!!

bea disse...

Bom Dia, Gente!
eu...desculpem, mas devo qualquer coisinha à Anphy. é que ontem foi um dia muito busy

Anphy
Já nem sei que lhe queria dizer... por acaso tinha pensado o mesmo, que o família do sr PR se tem dado bem, está adubado e prolifera com certames para jovens e menos; é uma rainha santa em versão masculina, só que não dá nada a ninguém, mas traz um pleno no regaço que não será bem rosas, mas isto de flores, é como a presunção e água benta. Diz quem lá foi que o festival do sudoeste não presta e que raros são os interessados na música. Parece que há muito mais pormenores envolvidos.
Ai. Tanto que eu gostava de ter tido uma diane, com mudanças de mão! Hoje já não me faz falta e decerto me dava conta do esqueleto. Assim tamém nã na quero”.
Então…metia-se por tudo o que era vereda de calças arregaçadas; não convém muito, a gente pica-se, “enche as pernas de brotoeja”. E andou por Porto Covo? Na época em que ali passei houve uns lunáticos que queriam entrar -me tenda dentro, afirmando convictos que não era uma tenda, mas um jardim. Convencidíssimos. E eu logo a pensar, estará aqui alguma flor, no meio desta tralha toda… a duvidar de nós, se calhar alguém trouxe umas flores silvestres. Mas olhava e um monte de coisas lá atrás, nada de corolas, nem uma folhinha verde. E depois nós uma trabalheira para desconvencer um deles. Eu mostrava os sacos cama, a panela de pressão, e ele, “é um jardim, quero ir cheirar as flores” e eu muito honesta, agarrada ao varão da tenda, o corpo a barrar-lhe a entrada, porque ele um pé já lá dentro e eu pra mim, que é lá isso de um pé cá dentro? Mas o pé um olhar inocente, num certo ar de cachorro que não sabe o que faz, a unha do dedo grande, não tenho culpa. E eu a olhar-lhe os olhos esquisitos e a pensar, bom, faltava-me uma bebedeira que não tenho obrigação de aturar, e o garoto, tão garoto ainda. Então tive pena, e engrenei no género jovem mãe paciente “não, não; olha, vês, isto é um saco cama, a apontar o teto, e isto é uma tenda, não podes, vai antes para ali (que era a tenda dele) que lá dentro há de certeza o jardim que procuras, vá vai lá… e a minha amiga a tirar-lhe o pé cheia de cautelas como se vidro fininho. E ele, que até parecia não nos ver, obedeceu. E palavra que não entendi nunca – pelo menos naqueles anos mais próximos – o entusiasmo dos guardas connosco. É verdade que nos impediram roubos nas tendas, nos diziam bom dia na praia, nos encontravam nas compras. É que os encontrávamos em todo o lugar. E mais uns pormenores estúpidos devidos à minha pessoa que não conto por me serem pouco abonatórios e não estou para ganhar má fama à custa de um blogue que nem sequer é meu. Na mesma altura em que descobri que não era uma bebedeira, entendi que éramos suspeitas. O aborrecido que deve ter sido a nossa vigilância, cheia de conversas palermas, cantigas mais ou menos iguais, e tanta diversão inocente. Bom….também tivemos lições de sexo grátis. Dentro do saco cama. Fora. Em cima das árvores. Ganhou a frondosa. E aí os senhores guardas já deviam saber que éramos palermas e foram aconselhar-nos a mudar a tenda de lugar:) mas é que eu não via motivo e disse isso. E eles não nos responderam, mas no dia seguinte a nossa vizinhança sumida de todo.
E pensei que as férias deles tinham acabado. E pronto. Fim.
Ok, não tive a diane. Mas sempre temos alguma coisa. E isso é que importa. A qualidade do que existe está em existir e em nós. Foram anos espetaculares para todos. Que não trocávamos. E ter contribuído para essa lembrança coletiva é em mim alguma coisa.
Parvalhão do tempo! Bem gostaria de rever. Mas não é desta. Que somos lagartixas. De sol. Sem energia eólica.
Paciência.

E melhorinhas para si. a misty. E todos os gatos do mundo e demais animais domésticos. E também para os selvagens desde que não nos mordam. E ainda mais para os selvagens em cativeiro; que nos desculpem e fujam se puderem para uma selva próxima deles e longe de nós.
E pronto, chega de parvoíce.

bea disse...

Anphy

apesar de ser para o jovem Pedro: é muito humano e bonito o que em condições adversas consegue o homem. E se lhes fôssemos falar em adversidade, eram capazes de estranhamente nos olhar, aquelas são as condições de vida deles. Mais ou menos habituais:).

E até perdermos tudo, umas vezes é de perder e outras de não, sem que saibamos a fundo quais são quais, que até a nossa história não se lê do presente.

Bom Dia para si e obrigada pelo documentário da BBC.

João Pedro Barbosa disse...

Bea,

As pessoas, não se medem aos palmos nem pela idade!

Anfy,

Estou certo que a exigência, não está no ADN! A vida assim me fez. Infelizmente!

João Pedro Barbosa disse...

Inpio,

Se até lá a situação se recompor. Não é que vá passar lustre nas sapatilhas. Mas prometo mudar de meias.

;-)

João Pedro Barbosa disse...

Bea e mais interassados,

Quando deixarem de usar fraldas, procurem o melhor preço para adquirirem um colete salva-vidas.

João Pedro Barbosa

Para quem já se habituou a andar sem fraldas, Aqui fica:)

http://www.decathlon.pt/PT/colete-lj500-secufit-150n-117002523/

João Pedro Barbosa disse...

Em caso de duvidas! Ligue o 112!

rainbow disse...

Anfi,

Lindo esse documentário da BBC.
Não sei se foi você ou o Ímpio a conhecer primeiro a Carrapateira.
Mas eu não conto?:)
Dunas na Carrapateira, Odeceixe nos velhos tempos em que não se gravavam lá novelas. Um céu com tantas estrelas como no mar alto. Porto Côvo e a ilha do Pessegueiro.

Os enfermeiros marcaram uma concentração para hoje em frente ao Ministério da Saúde. Acho bem que lutem pela dignidade do seu trabalho.

Fiquem bem.

http://www.youtube.com/watch?v=0xomgXqhKQs

:)

João Pedro Barbosa disse...

Rainbow,

Os médicos têm uma profissão muito ingrata. Têm que ser muito pragmáticos. Do outro lado temos as equipes de enfermagem que estão muito mais próximos da realidade do utente. E é uma força que não se pode subestimar. Ainda estes dias comentava cá em casa: que se os enfermeiros fizessem uma luta sem tréguas. Todos ficavam a ganhar.

Muitas vezes pensam que falo na brincadeira. Mas sempre o faço com esforço. Se despertar um sorriso. That´s the target. Mesmo em assuntos sérios:

Quim Barreiros - Picada de Enfermeiro

http://youtu.be/4yw6r3b0clA

P.S: Quando falo da realidade do utente. Não estou a falar da situação médica. Mas da realidade social.

bea disse...

Anphy

Tenho de dizer isto: apesar de ter visto à tarde. Apesar de tarde. Apesar de todos os pesares. Obrigada. O Vitinho é um garotinho tão amoroso que apetece tirar-lhe o chapéu e despentear. Terá deixado de existir a hora das crianças dormirem? Eu gostava daqueles minutos. Decerto não menos que qualquer criança. Era um aviso com cabimento e cuidado.

Manuel

Obrigada pela que deixou às 12:08. Só agora o tempo deu para ficar um pouco. Já ri com o Ricardo que não perde uma, sou grata à atenção do seu humor ; tem horas em que há de ser difícil escolher um tema do molho. Mas se ele é oportuno, o Manuel não o é menos :)

Luísa Sobral é um amor de garota, muito convincente, graciosa e, pasme-se, também com talento.

Acerca de Natália Juskiewicz …os violinos melhoram a música. E ela escolheu o fado. Parece-me lindamente.

Caidê

Bem regressada :)
E fez-lhe bem ouvir? é de esperança. A mim me parece aquelas conversas à mesa de um casamento na expetatativa da ementa; enquanto não chega e a ideia pode ainda ser melhor que ela:). Não creio que fosse o que estava no coração destes senhores :) até pelo ritmo que lhe imprimem.
Mas é capaz de tirar o sono a um santo.

bea disse...

João Pedro/exigente Pedro

Tu estás a entrar comigo ou quê? por aquaso ando a tirar medidas a alguém com palmos ou idade? Isso o que é?! (já estou de mão na anca que não tenho, e é sempre uma dificuldade, não sei bem onde fica, será aqui, ou mais abaixo… e na indecisão, mais ou menos, os nós dos dedos sobre um ossito de lado; diga-se que a exatidão não é neste caso muito importante.
Não interessa! para todos os efeitos, estou de mão na anca; tenho de a tirar mas é só porque vou lavar a loiça)
Olha, prefiro as fraldas, assim como assim qualquer dia já devo estar incontinente, vou-me habituando. Não me imagino rodeada de mar por todos os lados. Como é que há pessoas que passam férias naquelas caranguejolas, faz-me espécie. Tá bem, um barco de cruzeiro tem tudo. TUDO? Tem nada tudo. Falta-lhe terra. Só se a levarmos num saquinho plástico para pormos lá os pés de vez em quando. É melhor areia da praia, sempre suja menos.

uma aula não sei de quê, onde faço só o que me apetece :))

Sou da tua opinião. Um braço de ferro dos enfermeiros TODOS acabava com as estupidezes asquerosas de receberem menos que as mulheres a dias.

Rain

Tenho uma foto nessa cascata da falésia :), bigada pelo Rui.

E agora vou ali. Sayonara

bea disse...

A todos que cheguem ou partam

Esqueci-me: BFS!!!

andorinha disse...

Caidê,

"...e com o tempo reservo uma passagem anual até Guimarães. Que bem se esteve por lá! Mas era no tempo do 13º - que saudades!..."

Anual, só????
Bianual pelo menos:)
Não me fales no 13º mês que fico possessa!
Mas olha, podemos começar a aproveitar os descontos para a 4ª idade:)))

A primeira vez que passei por uma agência de viagens e vi anunciado: Turismo senior ( + 55 anos) ia-me dando uma coisinha má.:)

Bea,

"Não me imagino rodeada de mar por todos os lados. Como é que há pessoas que passam férias naquelas caranguejolas..."

Ainda um destes dias comentava isso com o Pedro. Ele adoraria viver assim, eu não conseguiria. Passar uns dias ok, agora ficar desterrada numa ilha...
Mas tem tudo a ver com os nossos gostos, com a forma como encaramos a vida, o que para nós é prioritário, sei lá...

Pedro,

Partilho a tua opinião no que diz respeito aos enfermeiros.
Mas como diz a Bea, teriam de ser TODOS e há sempre quem estrague a luta:(

Bom fds!

andorinha disse...

O raio que nos parta.
Na minha opinião um excelente artigo de Pedro Santos Guerreiro. Vale a pena ler!

http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=566583

andorinha disse...

Os povos serão cultos na medida em que entre eles crescer o número dos que se negam a aceitar qualquer benefício dos que podem; dos que se mantêm sempre vigilantes em defesa dos oprimidos não porque tenham este ou aquele credo político, mas por isso mesmo, porque são oprimidos e neles se quebram as leis da Humanidade e da razão; dos que se levantam, sinceros e corajosos, ante as ordens injustas, não também porque saem de um dos campos em luta, mas por serem injustas; dos que acima de tudo defendem o direito de pensar e de ser digno.

Agostinho da Silva in 'Diário de Alcestes'

AQUILES disse...

Andorinha

Essa última do Agostinho acerta bem no alvo e serve a todos.
BFS a todos.

bea disse...

Voto no Agostinho da Silva que a andorinha trouxe. Porque a dignidade.
Agora vou ler o artigo, andorinha. Bons vôos para todos

João Pedro disse...

Professor... Se houver alguma peste. Por ai! Boa noite?