quarta-feira, julho 18, 2012

Boa noite.

As mãos

Que tristeza tão inútil essas mãos
que nem sequer são flores
que se dêem:
abertas são apenas abandono,
fechadas são pálpebras imensas
carregadas de sono.

Eugénio de Andrade.

55 comentários:

andorinha disse...

Começar e acabar o dia com Eugénio...
É bom!:)

Boa noite para si também:)

João Pedro Barbosa disse...

http://water-inside.blogspot.pt/2012/06/blog-post_01.html

andorinha disse...

Essas mãos, Pedro...mãos que tanto sentem e sabem...

João Pedro Barbosa disse...

BOA NOITE...

Caidê disse...

Andorinha

O professor teve mais um gesto bonito :)))!

E com Eugénio de Andrade as palavras tecem céus!

Como mãos que tricotam afagos.

Por mim, faço já a avaliação: vinte valores por arredondamento às milésimas. E vai para Quadro de Honra e de Mérito. :)))

João Pedro
Já despachei a carta. Afinal foi "trigo limpo farinha Amparo"! E agora "ou sim ou sopas", claro está!

Amanhã é que vai ser pior. O Crato telefonou-me e perguntou-me se eu tinha alguma coisa já agendada para 5ª feira. Não se pode dizer que não ao patrão. Até tinha, mas não me desmanchei. À tarde lá vou à AR beber um copo. Ah! E parece que também vai haver audição pública.

Vamos lá ver se a coisa corre bem.

Estou desertinha por ir até à praia, a da Vitória, se possível! Mas com este liberalismo "neo" nunca se sabe a meteorologia.

Ímpio
Estava em atraso: bom post!

Abanem-se, liguem a ventoinha, mas durmam como anjos.

rainbow disse...

Bom dia:)

Lindo o poema.


Hoje deixo-vos um vídeo duma canção que está no youtube,alguns já conhecem. Para começarem o dia com esta voz que não sei de quem é:)

http://www.youtube.com/watch?v=OR2roD_kKLg&feature=g-all-u

Vou trabalhar.
Abraços

Bartolomeu disse...

A que género de mãos estaria o poeta a referir-se?

bea disse...

Tão bonito! o Eugénio que é nosso.

E Bom Dia

Impio Blasfemo disse...

Já que de Noite e mãos se fala:

“O actor, hoje não pode ser só o hábil senhor que se movimenta e inflexiona. Tem que ser, por dedução, a inteligência e a cultura de quem espera e a angústia colectiva de quem procura. A experiência só por si não chega. O actor tem que estar atento aos movimentos sociais da sua época mesmo quando pelas circunstâncias anormais da vida tem de transigir.
Mas não deverá nunca transigir servindo-se da benevolência idiota dos mecenas, porque esses - como dizia Afonso Lopes Vieira - entram na poesia como os camelos no jardim. Ninguém proíbe ninguém de ser inteligente!"(Vasco de Lima Couto -http://www.portaldofado.net/content/view/127/67/)
“"Eu sou um poeta. Maldito, mas poeta. Sou, também, actor. Incómodo, mas actor. Como actor, empresto. Como poeta, dou. Entre estas duas posições, vivo. Não represento nenhuma escola, porque não preciso de falar ao tempo do meu povo. Sou o tempo do meu povo! Se algum mérito possuo, é o de não ser intelectual partido, para intelectuais de partido. Canto como sei e sei como sinto. Não dou respostas convenientes, porque - felizmente, sou inconveniente. Entre o homem chateado e a criança maravilhada, rasgo o tempo que possuo. O mais que queiram ver, em mim, é estrume de animal que mastiga a comida que não merece e que o povo paga."
Noite
“Sou da noite um filho noite
Trago ruas nos meus dedos
Guardarem os segredos
Nas altas pontes do amor
E canto porque é preciso
Raiar a dor que me impele
E gravar na minha pele
As fontes da minha dor…..”

Abraços
Ímpio

João Pedro Barbosa disse...

Bom Dia! Alergia:)

http://water-inside.blogspot.pt/2012/07/blog-post_19.html

João Pedro Barbosa disse...

"Sem mil / não se faz um milhão":

http://water-inside.blogspot.pt/2012/07/the-last-as-first.html

Cê_Tê ;) disse...

A poesia é como uma pedra, podemos poli-la, talhá-la, ignorá-la ou arremessá-la...

João Pedro Barbosa disse...

Uma noticia interessante.

En 2011, un Chinois a émis autant de CO2 qu'un Européen:

http://www.goodplanet.info/Contenu/Depeche/En-2011-un-Chinois-a-emis-autant-de-CO2-qu-un-Europeen?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+Goodplanetinfo+%28Les+D%C3%A9p%C3%AAches+GoodPlanet.info+%29

Caidê disse...

Ímpio
O teu post vai seguramente para Quadro de Mérito!

Rain(bow)
Trazes na voz tanta luz!
*

andorinha disse...

Impio,

A Caidê tirou-me as palavras do teclado:)
Excelente! Parecem-me poucas estas palavras, mas não te sei dizer mais nada...


Rainbow,

Gostei dessa voz dessa desconhecida:)))))

Bom trabalho.
(Está quase...:)

Um bom dia para todos.

João Pedro Barbosa disse...

Ímpio,

http://lecoolbook.com/

Impio Blasfemo disse...

Andorinha, Caidé

Julgo que o VLC arremessava a pedra e o EA polia a pedra da peosia. Cada um no seu género.

Abraço

Ímpio

João Pedro Barbosa disse...

Stone skipping:

http://en.wikipedia.org/wiki/Stone_skipping

bea disse...

Bora ao trabalho que a poesia está a descansar na penumbra :)

e fiquem bem

Carlos Alves disse...

um dia escrevi,

a vontade de sonhar alegrias
a mão solta vagueando palavras infinitas
formas soltas de poesias e outras

a raiar infinitos momentos indecifráveis
formas estranhas que amar também é isso
pedacinhos recortes coisinhas

uma pista leva à outra e à outra
quebrando silêncios e evitando tristezas
gingando destrezas entre dúvidas

reluzes e traduzes o ser que habita em mim
focus de euforia e luminosidade
outras nem por isso, pergunto, foi-se o feitiço?

quis que quiseres e precisares
amaciando caminhos e tempestades
se não estás feliz que pena tenho eu de ti!

João Pedro Barbosa disse...

Que folha é esta que um dia se esqueceu de crescer.
Caiu na penumbra da ilusão.
Despertou.
E voltou a crescer:

http://water-inside.blogspot.pt/2012/07/blog-post_7808.html

João Pedro Barbosa disse...

Carlos Alves,

Cuidado! A ver se a pedra, não te cai na cabeça.

Carlos Alves disse...

João Pedro,

sabemos lá, se uma pedra não é ela própria capaz de pensar e seguir outro caminho que não a minha cabeça...

Impio Blasfemo disse...

Caidé

O meu post tem apenas o mérito da lembrança. O mérito está no seu autor (VLC) e em quem me suscitou a lembrança (Prof JMV e o seu post e obviamente EA).
Mas já agora, já que de Afonso Lopes Vieira o mesmo falava sobre “os camelos a entrar pelo jardim adentro” deixo esta parte de um poema, que é bem comprido, de Afonso Lopes Vieira
http://www.portugal-linha.pt/Afonso-Lopes-Vieira-poemas/menu-id-60.html
ILHAS DE BRUMA
Chora no ritmo do meu sangue, o Mar.

Ó meu amor, repara
nos meus olhos, na sua mágoa clara!
Ainda é de além
o meu olhar de amor
e o meu beijo também.
Se sou triste, é de outrora a minha pena,
de longe a minha dor
e a minha ansiedade.
Vês como te amo, vês?
Meu sangue é português,
minha pele é morena,
minha graça a Saudade,
meus olhos longos de escutar sem fim
o além, em mim...

Chora no ritmo do meu sangue, o Mar

Abraço
Ímpio

andorinha disse...

Grande entrevista de Isabel Moreira , deputada independente do PS a Mário Crespo no Jornal das 9 da SIC Notícias.

Segui o rasto de Carlos Alves, fui dar ao blogue Secretusclone e deparo-me lá com a entrevista. Vale a pena ouvir com atenção.

Acontece que não consegui por o link aqui:), só consegui por no meu mural do FB.

Era bom que alguém mais sabedor do que eu conseguisse por aqui o link.
Tem muito mais visibilidade, logo mais gente poderá ter conhecimento dela.
É IMPERDÍVEL!

andorinha disse...

Gente:) às vezes não sei onde tenho a cabeça:))))))))))))))))))

Não é preciso ir ao FB, basta ir ao blogue Secretusclone de Carlos Alves. No post de hoje lá está...

Mas aqui ficava bem, também!:)

andorinha disse...

Belo poema, Impio, li-o na totalidade.
Obrigada por deixares aqui esse pedacinho:)

Abraço

bea disse...

Boa noite

Rain
cantas bem em brasileiro :)gostei de ouver.

É impressão minha ou estão mais cansados que eu?
lastimo as árvores minhas irmãs devoradas por abismos de chamas sem fuga; lastimo-as por dentro da seiva calcinada, da clorofila desfeita, do seu partir-se inteiro como quem soçobra num desgosto. foi-me doloroso espetáculo a chacina raivosa do fogo a engolir sem critério seres parados, estupefactos da morte. E se uma mão ali houve, pois que não mais haja e arda em inferno maior.

bea disse...

e depois do requiem vou ler o que a andorinha disse, mas é sem vontade que terei sangue índio e gosto desveladamente de árvores. Não precisava tanta cinza em cima do nosso cansaço triste. Bolas!

A vida é muito injusta. ou os homens muito injustos. ou ponham aqui uma asneira qualquer que tou farta de tanta injustiça e o caraças.

Caidê disse...

Ímpio
Eu sei que citavas. Mas eu não conhecia e foste tu que me puseste esse caminho de leitura pela frente. Abracei-o e gostei. Mérito teu. Como disse a Andorinha, lá pelo FB, gosto ( também) de me “sentar à mesa “ a conversar com homens bons conversadores. O mérito não vem do género, mas da categoria do guião.

rainbow disse...

Boa noite:)

Esta terra endoidou: espanholou, inglesou, germanou... ainda bem.
Só é pena termos a taxa mais elevada de desemprego do país...

Ímpio,

Decididamente deixa-nos sempre KO com os seus comentários:)
Com algum atraso, obrigada pelo texto de P. Pereira, o qual faz justiça a um homem que sempre lutou contra a corrente, com dignidade.
Gostei muito do poema, também o li todo.
E continue a blasfemar:)

Caidê,

Tanta luz... isso são os teus ouvidos caleidoscópios:)
(Será que isto existe?)
Agora a sério, li a notícia que os professores foram escoltados para fora da AR. Inacreditável.

Andorinha,

Falta o quase...uma semana:(
Mas depois será o "dolce fare niente":))
Também já vi a entrevista a Isabel Moreira. Mas não faço ideia como se poderá colocar aqui.

Bea,

Também canto sem "sutaqui":)
E sim, dói ver as chamas engolirem tudo.É triste e revoltante, sobretudo se, como tu dizes, houver ali uma mão.

Anfi,

Um abraço e uma musiquinha:

http://www.youtube.com/watch?v=Hfo6glc7o5c

Bons sonhos para todos

Caidê disse...

Ímpio
Imperdoável se não estivesse solidária também por Afonso Lopes Vieira.

.............

Fui à AR debaixo de um intenso sol. Ardiam-me os passos pelo percurso. A secura é, realmente, um flagelo. A partir de hoje é “I” o meu nome próprio e “Caidê” fica apelido. Sou “I”. Mas um “I” fónico, não gráfico. Porque um “I” fónico também se pode escrever com “E” se for em português. E “E” é uma conjunção. Mas não é uma qualquer. É coordenativa – não supõe nenhuma oração dominante (ao contrário das subordinativas). E é “copulativa” também :))).

Bom!.. Não vou explicar o que isso é a alunos como vós que já fizeram o básico há uma infinidade de letivos a esta parte.

Mas dizia que “I” me assenta. “I” de independente.

O cafezinho foi uma deceção (que sem “p” se escreve assim). Como pode um Ministro vindo da Matemática ser agora tão adverso à quantificação. Até dia 13 todos os horários ZERO foram informatizados. À pergunta “Quantos” nem uma resposta.

Juro que tive de me despedir quatro minutos antes do termo da audição. E não sei se a minha ausência os perturbou. É que no minuto seguinte a galeria infetou. Para mim houve quatro ingredientes desnecessários: DESESPERO, DESEMPREGO, ERRO e APROVEITAMENTO.

Agora acho que tenho que ter um meeting com o Sr. Nogueira. Para lhe dizer que há protestos que manifestamente são mais produtivos quando são silenciosos (da maioria já eles são).
São silêncios de desagrado que dão força a certas palavras certeiras.
Se o Ministro só falou, há quem da parte dos professores seja bem competente para, falando, falar com qualidade, i.e.,para se dar a leituras analistas, objetivas e críticas. Afinal, todos nós, professores,recebemos formação sociológica em Educação.
Teria acabado a sessão com um silêncio negro, com faixas negras, mas não teria precisado de ser escoltada por povo como eu, com a única diferença de estar a envergar farda de momento.

Prontes, desculpem se passei as 25 linhas :)))

João Pedro Barbosa disse...

Rainbow,

Fiquei com a musica na cabeça!

Carlos Alves,

Acho que a pedra me atingiu!

Caidê disse...

http://www.youtube.com/watch?v=JxPj3GAYYZ0&feature=related

***

andorinha disse...

Bea(10.42)

Faço minhas as tuas palavras, as da Rainbow e de todas as pessoas decentes decentes deste país.

"E se uma mão ali houve, pois que não mais haja e arda em inferno maior."

Nem mais! Devia ficar logo lá!


Caidê,

Triste, triste com tudo. Há colegas que estão a viver um desespero.

Impio Blasfemo disse...

"I" (fónico) Caidé

Com que então aqui, quero dizer na AR a ouvir esta discussão.

http://www.publico.pt/Educa%C3%A7%C3%A3o/nuno-crato-quer-professores-contratados-nos-quadros-1555574


No Superior Politècnico existe uma lei que, salvo erro, para docentes que estão há mais de 12 anos com contratos provisórios(equiparados a Professores Adjuntos e Coordenadores), podem requerer a passagem ao quadro definitivo. Não tenho a certeza que esta lei permita que um equiparado a Assitente possa fazer o mesmo, pois no quadro só podem estar professores com o grau de Adjunto e Coordenador ou Coordenador Principal (recentemente criado).Têm é de fazer uma prova pública onde são avaliados por um colectivo de 5 profs todos eles com o grau mínimo de Prof. Coordenador. Uma boa estucha, te digo eu, para o candidato e para o Júri.

Abraço
ímpio

PS - Vou partida de fds prolongado para os Algarves.

andorinha disse...

Caidê,

Nem acredito...estava agora a pensar nessa canção e ia ouvi-la.
Antecipaste-te:)

Fiquem bem.

João Pedro Barbosa disse...

Eric Clapton - Wonderful Tonight HD

http://youtu.be/kL8V73dutT0

andorinha disse...

Bom fds, Impio. Tu mereces:)

Abraço

Farta, estou farta desta merda toda! Ainda há pouco ouvia o Pacheco Pereira e o António Costa que estão tão fartos quanto eu...
É que isto está a ultrapassar todos os limites, f...-..

Até amanhã

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha!

Tu também mereces!

...

João Pedro Barbosa disse...

U2 - All I Want Is You / Where The Streets Have No Name:

http://youtu.be/F3e2f4bzumY

;-)

João Pedro Barbosa disse...

Eu é que ainda não CONHEÇO o Ímpio.

Os Algarves. Ilhas, Guimarães, Porto e Lisboa! Deviam ficar no mesmo quarteirão.

João Pedro Barbosa disse...

Se soubessem o tenho que engolir e estar sempre acima da situação. Já teriam morrido.

Queen - The Show Must Go On (tradução)

http://youtu.be/M2_HsSJeaho

João Pedro Barbosa disse...

http://water-inside.blogspot.pt/

João Pedro Barbosa disse...

Agora tenho que contar até 1000. Que o dia vem aí.

Um Bom Dia Para Todos

João Pedro Barbosa disse...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_do_amigo

rainbow disse...

Bom dia

Muito triste com a notícia do incêndio em Tavira. Um terço do concelho já foi atingido.

Aqui fica um excerto da notícia da Renascença:

"O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, chegou na última madrugada a Tavira. Ao apelo do autarca local para que seja decretada zona de calamidade pública, o ministro respondeu que não pode, para já, responder.
Miguel Macedo lembra que há legislação própria e requisitos que têm de ser cumpridos."

????

É melhor ir trabalhar. Se conseguir.
Até logo pessoal.

bea disse...

Bom Dia a todos:)

Ímpio

Bom fim de semana. na semana passada andei perto. foi um parentesis.

aviso aos marinheiros sobre a maré que me pertence:
estou com alergia a ministros, secretários de estado e todos os que de algum modo estejam ligados a esta onda gigante de miséria humana envolta nas pregas do manto da crise mundial. E até tive esperança no Nuno Crato porque à partida espero em toda a gente que não conheço. Espero por uma diferença sem quadrante. que seja diferença. E anoitece-me a espera.

E gostaria de saber o que vai fazer o senhor ministro NC. Primeiro vai excluí-los e dar-lhes horários incompletos. E vai depois buscá-los? Irá? Com turmas de 30 alunos, agrupamentos a todo o vapor, diminuição de carga horária nos grupos de recrutamento ( com exceções breves), autonomias das escolas a cortarem nos horários letivos porque mais uma vez os lobies estão na cabeça das direções e dos amigos para quem se arranja sempre horário, e tira-se de uns grupos para dar a outros, e pode haver horários zero para quem não se grama, para quem critica, para quem cumpre mas comete a infração de apontar, de ser justo com os alunos e fazer baixar médias, de não incorrer em ser viscoso e ser em qualquer sistema, que é o mesmo que não ser coisa nenhuma e pensar apenas por acaso porque até as coisas têm uma forma que se não desmancha senão quando destruídas. Mas este parece ser o protótipo desejável. E admito, posso estar enganada. E ser só um desabafo.

E os diretores são avaliados pela capacidade de poupança, a que chamam gestão - com docentes e outras...e a fazerem quantas coisas mais porque autónomos - e a maioria dos próprios não sabe nem lhe interessa que o termo não signifique poder.

Não é a simplicidade do conhecimento. É a perversidade do mau caráter. A venda ao desbarato da integridade. O despertar do animal mais abjeto que dorme no fundo do homem . E isto preocupa.

Que política é esta que carrega em cima dos professores mais velhos ou de média carreira, que os atulha de turmas e cargos ao abrigo do famigerado 79, que mascara 24 horas de serviço de 22, que reduz horários e extingue outros...

é morte em serviço. Mas é também, e sobretudo, a morte do serviço. da escola pública. da sanidade mental dos seus profissionais.

E eu quero que Mário Nogueira vá dar uma curva


PS: senhor professor, desculpinhas

João Pedro Barbosa disse...

Ímpio,

Isso é que é sorte! Ter fim de semana e tudo!

...

João Pedro Barbosa disse...

Discípulos da mães?! Não somos todos?!

:)

João Pedro Barbosa disse...

Discipulos da Mãe Natureza. Que merecia hoje e em todos os dias muitas rezas:

Aretha Franklin - I say a little prayer ( Official song ) HQ version , Photos / Photoshoots:

http://youtu.be/KtBbyglq37E

João Pedro Barbosa disse...

Bola 8 no buraco! Não jogo mais.

andorinha disse...

Pedro(5.22 e por aí fora...) :)

Obrigada:)
Penso que também mereço, mas há muitos que merecem e não o tem:(

"Os Algarves. Ilhas, Guimarães, Porto e Lisboa! Deviam ficar no mesmo quarteirão."

:))) Lol Deviam! Mas de vez em quando até ficam, diz lá!:)

Rainbow,

Fico "doente" com isto tudo. Não sei que diga...sinto-me a viver num país de doidos. Não sei viver assim. Vivo tudo muito intensamente e isto desgasta-me bastante. Não me sei "poupar".


Bea,

Excelente post, amiga. Subscrevo na íntegra. E realço estes excertos:

"Não é a simplicidade do conhecimento. É a perversidade do mau caráter. A venda ao desbarato da integridade. O despertar do animal mais abjeto que dorme no fundo do homem . E isto preocupa."


"é morte em serviço. Mas é também, e sobretudo, a morte do serviço. da escola pública. da sanidade mental dos seus profissionais".

É, eu acho que batemos no fundo!
E perdi a esperança...:(

bea disse...

Não não andorinha. eu anoiteço a esperança mas não arrisco perdê-la. Até ao último minuto, tenho esperança não sei em quê. Tenho de ter. Mesmo quando a tensão acumula e a cabeça um aperto de elástico, espero. Espero longamente. E em verdade.

se perdemos a esperança abandonamos a condição humana. E apesar de todos os tropeços, tenho de esperar nos dias e nas noites, nas horas e seus incontáveis minutos, no tempo. porque a manhã se segue à noite e isso me alenta, queres o quê? e tenho de gostar das coisas pequenas que sempre me foram gratas; e uma urgência de paz que nos restitua, que nos sub-alugaram a uma crise.

E BFS :)

andorinha disse...

Bea,

"...e tenho de gostar das coisas pequenas que sempre me foram gratas"

Disso eu gosto. São essas coisas pequenas que me vão dando alento. Se não fosse isso, já estaria "morta"...

Bom fds, também. Enjoy it:)))