domingo, julho 08, 2012

Peregrinação a solo.

Meus pais, escondendo a custo a desilusão - "os rapazes e os petizes?". E eu, armado em vítima - "não puderam, vim eu". O sorriso, disfarçado de folhas dançando à brisa - "mas tu estás cá sempre, menino". É verdade, amiúde tenho a sensação de que sombra minha se passeia pelo mundo, mas o espírito já repousa aqui com eles.


P.S. A pedido de numerosas famílias aderi ao facebook. Mas desde já aviso que todo o processo me pareceu uma selva densa, densa, não prometo funcionamento decente! É triste - sessenta e dois anos de vida e ainda não tenho equivalência a tecnologia básica:(. 

38 comentários:

A Menina da Lua disse...

Já lá fui espreitar! e já adicionei!:))

João Pedro Barbosa disse...

Professor,

O FB é apenas mais uma ferramenta do comunismo capitalista. Em que todos pensam da mesma forma e e vendem a sua imagem. Além de que as selvas são o abrigo de muita beleza.

Recomendo o google+

P.S: O minha conta do FB já está em estado de auto gestão!

É sempre altura de retroceder. Sem que isso seja um recuo mas um avanço de marcha atráz.

João Pedro Barbosa disse...

Contra facto! Não há argumentos! Acabadinho de "sair" do google+:

http://humanae.tumblr.com/

João Pedro Barbosa disse...

Caidê,

Precisava de algo para me entreter a tarde. Fiquei com a musica na cabeça!

Thanks!

;-)

isabel disse...

:)*

rainbow disse...

"...Foi então que Firmina Daza teve a revelação dos motivos inconscientes que a impediram de o amar. Disse: "É como se em vez de ser uma pessoa fosse uma sombra."
Assim era: a sombra de alguém a quem ninguém conheceu nunca..."
Gabriel Garcia Marquez - O Amor nos Tempos de Cólera


Também já fui espreitar. A minha página no FB também está praticamente em auto-gestão já há algum tempo. Perdi o interesse, ainda mais com a censura aos vídeos. Para censura, basta a da outra senhora.
Aqui no Murcon há uma cumplicidade menos mediática e mais genuína.

andorinha disse...

Cheguei aqui agora e ainda não fui espreitar. Irei, claro.
Tal como a do Pedro e a da Rainbow, a minha página também está em piloto automático:)

"Aqui no Murcon há uma cumplicidade menos mediática e mais genuína."

Sem dúvida, Rainbow. A Cêtê vai-nos matar, mas contra factos não há argumentos:)))

Julio,

Não 'roube' tempo a este cantinho para ir para o outro...:)

Julio Machado Vaz disse...

Andorinha,

Esse comentário ofende-me, peço-lhe que se retire de imediato, não aturo provocações de vimaranenses adolescentes:).

Caidê disse...

João Pedro
You still have ... :-)
https://www.youtube.com/watch?v=4O_YMLDvvnw&feature=related

rainbow disse...

Andorinha

Este cantinho é de facto especial, faz-me falta. O FB não.
I need you all:)

Fora-de-Lei disse...

Neste vídeo, um polícia israelita agarra com força uma criança palestiniana e pergunta-lhe "porque estás a fazer tanto chulé?", enquanto a criança grita. Outro agente aproxima-se do menino e dá-lhe um pontapé. Depois disso, o puto pira-se dali para fora.

Na verdade, nem todos os "compatriotas" de Leonard Cohen o merecem. Se calhar, só mesmo muito poucos é que se podem dar a esse luxo...

João Pedro Barbosa disse...

FDL,

Em Espanha o abuso sexual de menores atinge numeros que envergonham qualquer um. Em Portugal é 20% superior.

João Pedro Barbosa disse...

FDL,

Tanto o meu comentário como o teu. Envergonham qualquer um.

João Pedro Barbosa disse...

Caidê,

Não sei se é boa ou má noticia mas aqui fica:

'Himalayan Viagra' taking its toll on Nepal:

http://edition.cnn.com/2012/07/02/world/asia/himalaya-viagra-caterpillar-fungus/index.html

Bons Sonhos...

João Pedro Barbosa disse...

Onde ainda se vai encontrando alguma coisa é no Blogger. Que eu tenha conhecimento.

Fica aqui um novo "spot". Não vale a pena abrir. Ainda não publiquei nada.

Phanta-sea:

http://phanta-sea.blogspot.pt/

Caidê disse...

João Pedro
Só tu! "Enfant terrible!"

Há que permitir a reprodução dos recursos, se não lá se ia a base da economia.

Eu creio que por lá não há rinocerontes! :-))) Com o corno do rinoceronte fazem-se bons afrodisíacos: mas atenção, "há quem diga!".

"Keeping it around for future generations will be the challenge."

Eu concluiria que sim!

E ainda os portugueses querem extrair ouro em 2014!

Quem sabe se no Gerês há o dito fungo!...Acho que ficava a dívida externa arrumadinha.

Pelo sim, pelo não vou tirar Etnobiologia na Lusófona. :-)))


Agora, a sério.

Partilho algo convosco que partilharam comigo na rede.

Reflexões de GGM:

http://www.youtube.com/watch?v=dZO6NGXq6nU&feature=share


E também já fui ao FB do nosso professor. Fiquei pelo GOSTO. Era assim? Também sou uma iniciada!

E gosto muito deste cantinho - por vocês a quem estimo -, mas tb tenho mimos e surpresas boas no FB.

Caidê disse...

Para todos e para o soninho embalado. Espero que gostem.

http://www.youtube.com/watch?v=jCVOhPLCsV8&feature=related

andorinha disse...

Julio,

Lamento desiludi-lo:), mas não sou vimaranense nem adolescente...

Porque estou a ouvir, porque gosto, partilho consigo:

Simon and Garfunkel - The Boxer

http://www.youtube.com/watch?v=wzUEL7vw60U

Boa noite para todos.

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

A noite ainda é uma criança:

Sinal Fechado - Chico Buarque & Maria de Bethania (vivo):

http://youtu.be/G8-6pZxJ4yc

....

bea disse...

Olá

então, tá tudo a dormir? oh! assim não vale.

E o professor, para se entreter, foi criar uma conta no FB. Parece boa ideia. É mais um meio para estar em aldeia global. Não acredito nessa da tecnologia básica. Peço desculpa por duvidar.

Não é o meu meio. Mas quem sabe, um dia espreito.

Que horas são? Bolas, é madrugada para mim. Podia ir lá fora acordar a noite. O clique da chave e a agonia da porta num agudo de ferrugem, desculpem desculpem, foi sem querer. E as coisas no sobressalto de "o que é isto", a endireitarem-se com modos, lembradas de serem elas e haver uma norma que as faz flores ou árvores, areia ou arame. Parecem meninas bem comportadas, um meio sorriso de coisa pronto a despegar, mal passemos. Poucos o sabem, mas é dentro da noite que os objetos repousam de si mesmos, resvalam para o informe, relaxam. E dormem. É por isso que tanta sombra e vulto na escuridão. E eu, que escuro, ai, pisei qualquer coisa que não estava aqui há bocado. E um pauzito em pijama, assarapantado, sem tempo para se retomar na árvore do quintal, uma queixa pequenina a subir-me do artelho, ui, pisaste-me a ponta dos dedos. E eu inquieta de mim, deve ser impressão, não é nada. Vou para dentro.

E fiquem bem

João Pedro Barbosa disse...

Tiradas as duvidas de que o Murcon é um site para adultos:

Rhinos Under Threat - short size (not recommended for young children):

http://youtu.be/ixnstss0u_M

Fonte: GoodPlanet.info

Baumdia!

João Pedro Barbosa disse...

Madredeus - O Mar

http://youtu.be/YSe35k04UWc

João Pedro Barbosa disse...

http://phanta-sea.blogspot.pt/

...

Andreia disse...

Deu para arrepiar e as lágrimas passarem pelos olhos de tão lindo.
Quanto à certificação de competências, não falta onde obter...

andorinha disse...

Bom dia:)

Ainda está tudo a dormir?:)))

Pedro,

Ontem a noite ainda era uma criança, mas chamou-me:)

Comecei a ver o documentário sobre os rinos mas só vi uns minutos. Não é só para crianças que não é recomendável.
Aquelas imagens impressionam-me...

Será que sabemos alguém de cor???

http://www.youtube.com/watch?v=-KgyPC4qEfI

Fiquem bem.

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

"Será que sabemos alguém de cor???"

Uma pergunta muito exotérica!

Ao Longe o Mar - Madredeus

http://youtu.be/1ubhZ_5p-CM

!!!

bea disse...

Bom dia. Na minha cabeça ainda é noite. Vou só dormir mais um bocadinho.`Té loguinho.

Pedro
até podes saber de cor. Mas saber de cor não é saber tudo (e que até pode não interessar). É como na tabuada. Podes não saber fazer multiplicações, mas sabes a tabuada toda :)

E não levem a mal que tenho mesmo de

Cê_Tê ;) disse...

Anfi, a propósito dos comentários que me dirigiu... para a próxima vez coloque por favor um smile quando me provocar ;P (ainda não sei ouvir-lhe o tom na sua escrita ;/) E olhe que na brincadeira pode dizer-me quase tudo... (Pazes)

Professor ;)))))))

Andorinha, RUA! ;D

andorinha disse...

Pedro,

Não tens o exclusivo das perguntas exotericas, visses?:)))))

A pergunta tem apenas a ver com o título da canção - Sei te de cor.

Até que ponto conseguimos/queremos saber o outro de cor?

Madredeus, gostei. Bigada:)


Bea,

"Na minha cabeça ainda é noite. Vou só dormir mais um bocadinho."

Tu tás bem? Quem costuma dizer essas coisas sou eu...:)))))))

Inté...

andorinha disse...

esotericas, sorry!

Têzinha,

Se eu não estivesse num blogue decente, respondia-te "à maneira".
Assim, contenho-me...


:))))))))) doidona

Fora-de-Lei disse...

Paulo Morais - sem papas na língua.

rainbow disse...

Boa tarde:)

Andorinha,

"Ainda está tudo a dormir?:)))"

Mois, estava a trabalhar, pois é, férias só mais para o final do mês.
E ninguém consegue saber ninguém de cor. Nem é aconselhável:)
Obrigada por S&G.

Vou agradecer os links:

Ao FDL,
Um vídeo com um contéudo revoltante, sem dúvida. Pela conotação política, mas sobretudo pela agressão, ainda por cima a uma criança.

Pedro,

Os Madredeus, lindo demais, sobretudo aquele bailado. O outro já conhecia, mas nunca é demais ouvir.

Caidê:)

Tens a certeza que o propósito do vídeo de Gustavo Montesano era dar-nos um soninho embalado?:)
A Anfi tem que ver isto.Quem toca assim não é gago.
E obrigada pelas reflexões de Gabriel G. Marquez.

Abraços per tutti

rainbow disse...

Voltei só para dizer ao FDL, que estive a ouvir a entrevista com Paulo Morais, e é como ele diz: na Suécia metade destas pessoas já estariam presas.
Ou isto dá uma volta ou então somos todos coniventes com esta situação.

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha,

Tens que me fazer um desenho.

:).

João Pedro Barbosa disse...

Rain e FDL,

A solução que gostava de ser aplicada: era a reformulação do sistema escolar. Acabar com as diferentes actividades, disciplinas e cursos que obrigam sempre a um esforço de adaptação. Por um grande programa que teria inicio já no pré-escolar e ao longo dos vários graus de ensino tornava-se mais ramificado. Este programa baseava-se numa só disciplina: "Corrrupção".

Além da utilidade que lhe é inerente. Ia-se criar uma cultura de um povo (a chamada: mudança de mentalidades) e já no próximo ano os alunos já estariam muito mais motivados para ir para a escola. O fim de semana seria um aborrecimento.

Manuel disse...

Não querem seguir o exemplo?

Carta aberta ao reitor da Universidade Lusófona.
Exmo. Reitor.
Foi com grande satisfação que soube que a Universidade Lusófona conferiu uma licenciatura em Ciência Política ao Dr. Miguel Relvas em apenas 14 meses, reconhecendo dessa forma a sua elevada estatura intelectual. Sempre sonhei com o alargamento das Novas Oportunidades ao Ensino Superior e fiquei muito feliz por terem dado o devido valor à cadeira de Direito que o senhor ministro fez há 27 anos com nota 10. Depois, naturalmente, o processo foi «encurtado por equivalências reconhecidas» (palavras do Dr. Relvas), após análise do seu magnífico currículo profissional.
É dentro desse mesmo espírito que venho agora solicitar igual tratamento para a minha pessoa. Embora seja licenciado pela Universidade Nova com uns simpáticos 17 valores, a verdade é que o curso levou--me quatro anos a concluir e o Jornalismo anda pela hora da morte. Nesse sentido, e após análise da oferta disponível no site da universidade, venho por este meio requerer a atribuição do grau de licenciado em: Animação Digital (tenho visto muitos desenhos animados com os meus filhos); Ciência das Religiões (às vezes vou à missa); Ciências Aeronáuticas (já viajei muito de avião); Ciências da Nutrição (como imensa fruta); Direito (fui duas vezes processado); Economia (sustento uma família numerosa); Fotografia (tiro sempre muitas nas férias) e Turismo (visitei 15 países). Já agora, se a Universidade Lusófona vier a ministrar Medicina, não se esqueça de mim. A minha mulher é médica, e tendo em conta que eu durmo com ela há mais de dez anos, estou certo de que em seis meses posso perfeitamente ser doutor.
Respeitosamente,
João Miguel Tavares

E tomem lá esta musiquinha para se recrearem:

«You Must Believe In Spring»: Bill Evans
http://youtu.be/FTlKzkdtW9I

andorinha disse...

FDL(4.25)

Grande Paulo Morais!
São pessoas como ele que ainda me vão dando algum alento...

Pedro,

Não tenho jeito nenhum para desenhar:)
E tu não precisas...

Quanto à corrupção, esta não precisa de ser ensinada. Apanha-se depressa o jeito:(((

Manuel,

Obrigada por teres aqui publicado essa carta aberta. Vou redigir uma nos mesmos moldes a ver se consigo algum proveito. Afinal somos todos iguais ou não?:)))

bea disse...

É muito bonita a rumba de Gustavo montesano. E acaba bem, coisa a que a vida pouco nos habitua.

Pedro

(9:00)Dá-me dor de alma ver o pobre rino. Como olhar as crianças esqueléticas e cheias de moscas, ou as árvores devoradas pelo fogo. É tudo inocência a arder, cada uma consumida pela febre que não causou. E sinto a culpa de ser humana e só saber. Penso que não fui eloquente o suficiente, que não entrei verdadeiramente onde podia, que não aproveitei a chance de mudar quem ainda era influenciável.
Os homens de hoje foram educados pela minha geração. Isso, tenho certeza.

11:12 Mesmo em tons cinza, mar é mar. E essa é uma foto linda.
Teresa Salgueiro casa completa com os Madredeus. Não são os mesmos fora um do outro. Ficámos mais pobres, ainda que entendamos a separação. Ainda que a nova voz seja cristalina e a vida continue, é período que, involuntário, se guarda. Até ao fim.

Houve uma altura em que tive mais ou menos essa ideia de associar canto e dança. Por acaso, incluía dois excertos de Madredeus…

Fora

Há dias houve na TV um programa qualquer sobre os ex políticos (suponho que os ainda tb); hoje vi e ouvi o que disse Paulo Morais. E, infelizmente, nas duas vezes, confirma-se a opinião dos portugueses sobre os nossos representantes na AR. Não de todos, claro. Duma maioria muito grande. Estamos entregues aos bichos. Devia haver um tornado que os levasse e mais às parcerias público privadas que nos esbulham e esbulharam do que é nosso sob o nome de que somos gastadores. Anos e anos de delapidação…e estão incólumes nas suas pequenas e grandes fortunas a bom recato. Não sei se é país aquele lugar onde justiça é a brincar. Nem por qual razão obedecemos se tem todo o ar de não o ser.

PS: um pedido de desculpas aos verdadeiros bichos.

Andorinha (3:03)

Um dia ou outro no ano todos dizemos o que tu dizes mais vezes :)