quinta-feira, junho 09, 2005

A estrada...

... espera por mim, vou em busca de sinais dos meus queridos cátaros. Mas levo a "besta", maralhal:)

77 comentários:

Tão só, um pai disse...

... ah, então ... "vamos" lá ver esses cátaros ... será que a água do "tanque de rega" já estará quentinha do sol? Já agora, cuidado, porque a "besta" dá-se mal com as humidades nocturnas. Que o S. Cristóvão vigie a estrada.

Orca Ruga Bin disse...

cátaros? Montsegur? Languedoc?

Orca Ruga Bin disse...

...não sabia que tinhamos um Otto Rahn português...
e pode-se perguntar qual o seu particular interesse nos cátaros?

frosado disse...

Onde estão os cátaros? Quero conhecê-los!

f disse...

É o interesse pelos cátaros coisa de murcões do Poêrto? eheh
Se vir por lá o meu pai mande-lhe um abraço ;-P

lobices disse...

...em busca de pureza e moralidade?
...amigo Prof!...isso ainda existe?
...mas aproveita para descansar e não seja a "besta" a única a trabalhar!...

lobices disse...

...peço perdão:
esqueci-me do desejar o meu já habitual BOM DIA à tutti
...:)

Maria disse...

até à eternidade!...:)

m, simplesmente disse...

Ó Murcon, não me respondes!!!!

és feio, bruxo e mau

já chega!

Marcos disse...

Nossa, Prof Murcon, como ela é brava!!!
Uau!
Que gostoso. Homem gosta das que batem, hei!, meu...
Divirtam-se prof e galera que eu estou de plantão no hospital.

Um abração

Marcos

Bárbara Vale-Frias disse...

Marcos, será que és o RV do BC? ;)

Anónimo disse...

Candidato do PS à Câmara de Lisboa

“Papá, papá…mamã bóbó”

www.riapa.pt.to

cátaro disse...

Cátaro? Como pensei que fosse um tipo de ácaro fui pesquisar, mas, afinal, é uma seita medieval muito curiosa:

"A religião cátara propunha, como aspectos básicos, a reencarnação do espírito, a concepção da terra como materialização do Mal, por encher a alma de desejos e prende-la às coisas efémeras do mundo, e do céu como a do Bem, numa concepção dualista do mundo. Mas o principal ponto de discordância, e talvez o mais original, tenha sido o de que os cátaros não admitiam qualquer tipo de mediação entre o homem e Deus. Eles insistiam em que todos podiam e tinham o direito de vivenciarem directamente a dimensão do transcendente, através de estados alterados de consciência."

Esta proposta parece, afinal, bem actual, por admitir os estados alterados da consciência, onde surgem todas as revelações, as imaginárias principalmente.

Vá então em busca dos sinais, JMV, e traga-nos novas deles.

yulunga disse...

Eu hoje estou mais dada a Epicure.
E este blog também é um dos tantos prazeres da vida.
Dr., Carpamos Dulcia e disfrute prazeres.

yulunga disse...

E claro, boa viagem

lobices disse...

...na verdade, um bom tema para se discutir (aqui) neste fim de semana prolongado: "Estados Alterados da Consciência"
...que tal, Prof?
:)

Anónimo disse...

...que é isso de consciência?
...alguma seita, Prof?
:)

Pamina disse...

Boa tarde a todos,

Não me quero estar a pôr aqui com lições, mas penso que esta informação talvez seja útil: quem nunca ouviu falar dos cátaros, provavelmente já terá ouvido falar dos Albigenses e da crusada ordenada contra eles por Inocêncio III. Quando eu andava no liceu, era assim que se lhes chamava.

Não resisto a transcrever o que sobre eles se dizia, no velho Compêndio de História do Mattoso, depois de algumas frases sobre a origem da doutrina:
"...Daqui uma série de opiniões anti-sociais e criminosas.- Pretendendo, acima de tudo, libertar a alma do corpo, sustentavam a legitimidade do suicídio, consideravam o matrimónio como um crime, faziam guerra à mulher, etc...." (o etc. está no livro).
Claro que, naquela época, isto era aceite pelos alunos como facto e não se discutia.

JMV,

Boa viagem e podia aproveitar a deixa para colocar um post sobre o amor cortês.

@zul disse...

E foram dizimados pela Igreja Católica!

Why wonder why???

CáMuolas disse...

Será a visão cómica do mundo, uma forma de nos abstrairmos da crueza do mundo real? Poderá o acto de rir, ser realmente o melhor remédio?

http://axistomuitoestranho.blogspot.com

Marcos disse...

Sou de S.Paulo e vivo aqui em Portugal.
òtimo fim de semana galera

l f disse...

Os Cátaros viveram no sul de França foram Perseguidos e exterminados por cruzadas durante cerca de 150 anos. Foram apanhados no fogo cruzado entre Inocêncio III e os templários, ie Inocêncio depois da sexta-feira 13 (sim, a que deu origem à suprestição) em que montou um ataque geral, em segredo, aos tempelários, dizimando a maior parte logo nessa noite, persegiu os restantes. Os Cátaros (que cujos perfis anteriores aqui no blog estavam correctos) acreditavam em fazer o bem ao próximo e assim receberam e deram cobertura aos templários em fuga. Inocêncio com o apoio do Rei Francês continuou a saga contra os templários e cortou a direito. Dizimaram uma cidade sitiada em os 80% de cristãos se recusaram a entregar os Cátaros que lá habitavam e prosseguiram o genocídio até ao fim, apesar das fugas para os pirinéus e norte de Espanha.

É apenas o que me lembro pois procurei após o Código daVinci.

Acho que depois do espetáculo CIRCEnse de ontem são necessários malabaristas ou trapesistas pois parece que domadores de feras e palhaços foram embora.

Anónimo disse...

ihihihihihihihihihihihihihihihihih
(lá vou eu entrar de serviço)
ihihihihihihihihihihihihihihihihih

Anónimo disse...

If, como polivalente, tu substituis todos. Não há crise.

(Chinezzinha) disse...

:: Estados alterados da consciência ::

Visões - imaginação


Os estados alterados de consciência, não envolvem apenas o transe, e sim a capacidade de viajar na realidade incomum com o objetivo de encontrar-se com espíritos animais, plantas, mentores, obter insights, para curas, etc.

Os estados alterados de consciência incluem vários graus; Stanley Kryppner chega a classificar 20 estados diferentes de consciência . Eliade fala do êxtase, Castañeda fala do nagual. Nirvana, samadhi, alfa, transe, satori, consciência cósmica, supra-consciência, etc. também são nomes para a mesma manifestação.

São através desses estados que conseguimos nos conectar com nossos mitos, símbolos, nossa verdade interior.


Conseguimos expandir a nossa percepção para os mistérios que estão guardados em nós mesmos.

Aprendemos a sentir, ver e ouvir a energia.

Nos religamos com o Sagrado e com a fonte criativa de tudo o que nos acontece.

Através da consciência ordinária, não conseguimos alcançar níveis profundos do nosso ser.

Existem diversas técnicas ou rituais para se chegar a estados mais profundos de consciência, dentre elas : tambores, danças, jejuns, plantas de poder, respirações, posturas corporais, etc.

Através dos estados alterados nos alcançamos uma experiencia divina, acessamos uma fonte de Sabedoria Superior, curamos nosso corpo, nos conhemos melhor através das visões, expandimos a nossa consciência.



No mundo inteiro administram-se placebos, que acarretam em diminuição da dor, nauseas, ansiedades, etc.

O corpo não tem segredos, nunca mente, os pensamentos passados, ou presentes não passam sem deixar sua marca corporal. As imagens comunicam-se com tecidos e orgãos, e até células para promoverem mudanças.

Os xamãs compreendem, o nexo entre o corpo, alma e mente, num sentido espiritual. O trabalho ritual do xamã tem efeito terapêutico direto, visualizar imagens vívidas e induzir estados alterados de consciência, que conduzem a auto-cura.


Na medida em que adquirimos conhecimento deste sistema de defesa, podemos treinar nosso sistema imunológico para funcionar com eficácia. Os cientistas já comprovaram que o sistema nervoso central, não sabe diferenciar uma vivência real de uma vivência imaginária.

Nosso sistema imunológico é violentamente agredido por muitos tipos de comportamentos e pensamentos. De acordo com pesquisas, imagens específicas, sentimentos positivos, sugestões, aprender como reagir com fatores estressantes de modo relaxado, tem o poder de aumentar a capacidade do sistema imunológico, no sentido de combater a doença.

Os caminhos do xamanismo, são acima de tudo, espirituais. A prática xamânica compreende a capacidade de entrar e sair de estados alterados. No xamanismo considera-se a doença como originária do mundo espiritual. A maior atenção não é dada para os sintomas, ou a doença em sí, mas a perda de poder pessoal que permitiu a invasão da doença.


Sentimentos, pensamentos e imagens podem, na realidade, causar liberação de substâncias químicas. Um equilíbrio químico é essencial à manutenção da saúde.

As imagens e visões, são usadas como instrumentos para reestruturar o significado de uma situação, de modo que ela deixe de criar sofrimento.



As imagens transmitem mensagens compreendidas pelo sistema imunológico. Elas ligam os pensamentos conscientes aos glóbulos brancos.

Saude é estar em harmonia com a visão do mundo. É uma percepção intiutiva do Universo e de Todas as Suas Relações. No xamanismo aprendemos a nos comunicar com animais, plantas, estrelas e minerais, conhecemos a morte e a vida e não vemos diferença entre elas. Expandimos para além do estado ordinário de consciência para experimentar as vibrações do Universo.
Estados Alterados de Consciência - 2ª Parte
Michael Harner chama o estado alterado de consciência (EAC), como Estado Xamânico de Consciência (EXC).






Ele compara o EXC e o Estado Comum de Consciência (ECC), ao que Castñeda chamava de " Realida Incomum e Realidade Comum ".



Harner exemplifica a diferença entre esses estados, por meio de animais, dragões, grifos e outros animais que consideraríamos míticos quando estamos em ECC, mas que são "reais" quando estamos em EXC.



Prosegue Harner:



"A idéia de que há animais míticos é valida e útil na interpretação na vida ECC, mas supérflua e irrelevante em experiências EXC. Pode-se dizer que "fantasia" é uma palavra aplicada por uma pessoa em ECC ao que está sendo experimentado em EXC.

Em contrapartida, uma pessoa em EXC pode perceber as experiências em ECC como ilusórias, em termos de EXC. Ambas estarão certas, conforme o etado de consciência de cada uma.



O xamã tem uma vantagem: é capaz de mover-se entre estados de consciência à vontade. Pode entrar no ECC de alguém que não seja xamã e concordar, honestamente, com ele, sobre a natureza da realidade vista a partir daquela perspectiva. Então o xamã pode voltar ao EXC e obter uma informação direta do testemunho de outras pessoas, que relataram suas experiências quando naquele estado.



Pode-se argumentar que nós, seres humanos, passamos a maior parte de nossa vida, quando acordados em ECC, porque a seleção natural entende que assim deva ser, considerando que essa é a realidade real, e os outros estados de consciência, que não o sono, são aberrações que interferem na nossa sobrevivência.




Em outras palavras, tal argumento pode ser aceito, nós pecebemos a realidade da forma como costumamos percebê-la porque esse é sempre o melhor modo, em termos de sobrevivência. Todavia, avanços da neuroquímica mostram que o cérebro humano leva consigo suas próprias drogas para alterar a consciência, incluíndo alucinógenos tais como a dimetiltripdamina.





Em termos de seleção natural, parece pouco provável que esses alteradores da consciência viessem estar presentes, a menois que a sua capacidade de alterar o estado de consciência trouxesse alguma vantagem para a sobrevivência. Ao que parece, a própria natureza resolveu que um estado alterado de consciência é, as vêzes, superior ao estado comum.



No Ocidente estamos apenas começando a apreciar o importante impacto que o estado da mente pode ter sobre aquilo que foi antes, com excessiva frequência, tomado como questões de propriedade puramente "física".



Quando, numa emergência, um xamã aborígene australiano ou um lama tibetano empenha-se numa "viagem rápida" - um transe da técnica em EXC para percorrer longas distâncias a grande velocidade - isso é, claramente, uma técnica de sobrevivência que, por definição, não é possível em ECC.



Da mesma maneira, estamos aprendendo que muito dos nossos atletas mais bem sucedidos entram em estado alterado de consciência quando estão tendo os seus melhores desempenhos.






Levando tudo isso em conta, parece impróprio argumentar que apenas determinado estado de consciência é superior em todas as circunstâncias. De há muito o xamã sabe que essa suposição não sómente é falsa, mas também é perigosa para a saúde e o bem estar.



Usando milênios de conhecimentos acumulados, bem como suas experiências diretas, o xamã sabe quando a mudança de um estado de consciência é aconselhável ou mesmo necessária.

M.Harner acrescenta que em Estado Xamânico de Consciência, o xamã não só passa por experiências que são impossíveis em ECC, mas também as realiza. Mesmo que fosse provado que todas as experiências xamânicas em EXC estão apenas na mente do xamã, isso não faria esse domínio menos real para ele.



Na verdade, tal conclusão significaria que as experiências e as realizações xamânicas não são impossíveis, seja qual for o seu sentido.


LÉO ARTÉSE

(Chinezzinha) disse...

O meu post anterior sobre Estados Alterados de Consciência(do site:xamanismo.com.br)a propósito do comentário de Quim Nogueira:)
Xamanismo é um assunto que me interessa bastante.

Beijos a todos e boa tarde;)

CrazyJo disse...

E então? Ainda não choram de saudades minhas e de uma boa gargalhada patrocinada por moi-même?

Não?... NÃO???...

Se é assim, já cá não volto hoje!

(Tomaaaaaaa!!! Porrada p'ra cima!...)

llloooolllll

J. (The Crazy-One)

Xamã disse...

Xamaram-me?

Xamã disse...

Crazy, você mi tirô do môrcêgu. Mi intêrrompêu

pita disse...

Não percebi! Se fossem ácaros, tinha percebido! Foi pena!

marco disse...

marcos
Sou de Elvas e vivo ali em Badajoz.
Óptimo fim de semana pá.

que susto disse...

If
pá, por favor....

- deu origem à 'suprestição' (?)
- Os Cátaros (que cujos perfis anteriores... 'que cujos' (?)
- uma cidade sitiada 'em os 80%' (?) de cristãos se recusaram (?)
- procurei 'após o' (?) Código daVinci?

Isto é português? Que susto!

Também me parece que são necessários malabaristas ou trape(s)istas para dar a volta a isto.

espiritual disse...

chinezzinha
Acho que era a isso tudo, exactamente, que se referiam os cátaros.

mentecalma disse...

Vamos com calma, tá?

Julio Machado Vaz disse...

Maralhal,
Estou a caminho das terrinhas espanholas onde se refugiaram da Inquisiçao. Daí partiu de regresso ao Languedoc o último Perfeito a ser queimado "por vontade do Senhor", o qual, como sabemos, tem as costas largas:).

chOURIÇO disse...

Boa viagem, então. É o que se me apraz dizer.

E já é muito, numa véspera de feriado.

:)

Xamã disse...

Xamã xama: Alô Houston, aqui xamã, bota aí o apárêlhinho p'á vigiá sô Julinho, tá? Si não á cháma queima eli.

Xamã disse...

Xamã tá xamado com xamá: chinêzinhá, foi ossê qui xámô Xamã? Ossê vai viajá com ácarô! Si prêpari na mentxi tá?

andorinha disse...

Júlio,
Por agora então só...boa viagem.:)

Xamã disse...

Xamã xama: mãiê ... ógentxi ... má ossê é mêmo ándorinha? Prázê côchicê-la né?

Xamã disse...

Xamã xama: si cuidem, ô gentxi ...

"O xamã tem uma vantagem: é capaz de mover-se entre estados de consciência à vontade. Pode entrar no ECC de alguém que não seja xamã e concordar, honestamente, com ele, sobre a natureza da realidade vista a partir daquela perspectiva. Então o xamã pode voltar ao EXC e obter uma informação direta do testemunho de outras pessoas, que relataram suas experiências quando naquele estado."

Anónimo disse...

JMV e então a nossa Circe e o seu desgosto, não merece comentário nenhum?

Xamã disse...

Xamã xama: dêxa isso prá lá, ô ossê vai iscrêvê télénôvéla?

Tão só, um pai disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Tão só, um pai disse...

TSUP diz: Xamã também gosta da Circe? Já somos dois.

Circe! Rapariga, tens aqui dois pretendentes.

... qual deles o pior.

Xamã disse...

Xamã xama: amô di Xamã é univêrsál; amô di TsuP é lixo mêmo.

Tão só, um pai disse...

Obrigadinho, rapaz, obrigadinho. Está bem, cedo-te o lugar.

Xamã disse...

Xamã xama: o amô di gentxi não é bom mêmo. Xamã tá zangado. Inté.

(Chinezzinha) disse...

Boa viagem Professor.
Bom fim de semana:)

ööö disse...

Acho que ele é um gajo importante


ö ö ö --> ( "O" )

mas vamos pedir-lhe para
nos trazer um sombrero --> õ õ õ

Maite disse...

Boa tarde Maralhal e Professor

Desejos de um bom fim de semana para todos :)

empregada da limpeza disse...

Ena
Hoje vim mais cedo porque vou passar estes dias à terra e vou aproveitar agora que não está cá ninguém para deitar o lixo e a papelada fora e aspirar isto muito bem para ficar tudo num brinquinho no fim de semana.
Apre
Vamos lá a ver se não voltam cá daqui a bocado para escaqueirar tudo outra vez.
Vejam lá bem o que fazem porque eu não volto cá até 2ªfeira.
Boas

Jorge Ferro Rosa disse...

A estrada dos linkes, daquilo que nos liga e torna a aproximar, num dia, talvez no outro e depois afasta... isto e tanto mais. É para dizer que gosto bastante do seu trabalho, quer no Blog, como nos livros e ainda a emissão que se faz passar na Antena 1, consigo. Parabéns. Um abraço
Jorge Ferro Rosa

l f disse...

que susto

Desculpa não ter verificador de ortografia, tempo para ler o que escrevo ou tão somente velocidade de dedos para escrever ao ritmo que penso. Sobretudo no trabalho, quando já passa da hora de saída(17h) e pessoas à minha espera!

Mas foi cá um SUSTO quando reparei que fui o único a ser censorado por isso.

Mas na boa,
"improvement is a door allways open" (quotation by: f, l; in murcon; 2005)

henrique doria disse...

Espera-se com ansiedade o relato da sua viagem pela Occitânia. Um abraço.

que susto, prontuário disse...

If

Foi c agrado q vi q sabes escrever português de PT. Aqui estou tão somente sem vontade de ser 'censorado' por ti.

"improvement is a door allways open"

Anónimo disse...

"Allways" é uma marca de pensos higiénicos. Always, portanto.

O "censorado" já foi devida e ironicamente assinalado

O Prontuário

Raquel V. disse...

Chinezzinha,
só comento hoje o que aqui deixaste porque guardei o comment para ler com calma.

Há dois anos, um amigo enviou-me um texto que está num site sobre "xamanismo".
Não resisto a deixar aqui partes desse texto, que por razões pessoais na altura me disse muito (e ainda diz).

O Convite
"Não me importa o que você faz para sobreviver. Quero saber qual a sua dor e se você tem coragem de encontrar o que o seu coração anseia. Não me importa saber a sua idade. Quero saber se você se arriscaria parecer com um louco por amor, pelos seus sonhos, pela aventura de estar vivo. Não me importa saber quais planetas estão quadrando sua lua. Quero saber se você tocou o âmago de sua tristeza, se as traições da vida lhe ensinaram, ou se omitiu por medo de sofrer. Quero saber se você consegue sentar-se com as dores, minhas ou suas, sem se mexer para escondê-las, diluí-las ou fixá-las. Quero saber se você pode conviver com alegria, se pode dançar com selvageria e deixar o êxtase preenchê-lo até o limite sem lembrar de suas limitações de ser humano.

Não me importa se a estória que você me conta é verdadeira. Quero saber se você é capaz de desapontar o outro para ser verdadeiro para si mesmo, se pode suportar a acusação da traição e não trair sua própria alma. Quero saber se você pode ser fiel e consequentemente fidedigno. Quero saber se você pode enxergar a beleza mesmo que não seja bonitos todos os dias, e se pode perceber na sua vida a presença de Deus. Quero saber se você pode viver com as falhas, suas e minhas, e ainda estar de pé na beira do lago e gritar para o prateado da lua cheia... "Sim"! Não me importa saber onde você mora ou quanto dinheiro tem. Quero saber se você pode levantar depois de uma noite de pesar e desespero, exausto, e fazer o que tem de fazer para as crianças.

Não me importa saber quem você é, ou como veio parar aqui. Quero saber se você estará ao meu lado no centro do fogo sem recuar. Não me importa saber onde, o que, ou com quem você estudou. Quero saber o que sustenta o seu interior quando todo o resto desaba. Quero saber se você pode estar só consigo mesmo e se verdadeiramente gosta da companhia que carrega em seus momentos vazios. (...)

No site http://www.xamanismo.com/xamanismo.asp




.
Um bom início de fim de semana prolongado, sem demasiados sentimentos anónimos, sem excessos de censura e ainda assim com muita curiosidade pelo que o mundo oferece de belo, imperfeito, estranho e até por vezes apenas "vulgar".

Naïf-circe disse...

`To
Chinezzinha,
Obrigada pela partilha de perspectivas SÉRIAS e edificantes,
onde a nata dos palhaços só vê CIRCO e ri como a hiena.
Por mim, nunca me arrependo do que
digo ou faço, porque sou AUTÊNTICA - ao sê-lo com o meu semelhante, estou a respeitar também (e acima de tudo) os meus
sentimentos REAIS.



Quanto ao Murcon, a única "resposta" com que conto, é a
correcção de um pormenor técnico - e propositado, tipo rasteira, 'tão a topar? - onde está Camel, leia-se Chesterfield;)

Ah, mas É só esse, o por menor...

Anónimo disse...

"Quem ganha uma 'Comenda'passa a ganhar também um chequezinho vitalício ao fim do mês" - Quitéria Barbuda in "Os Chulos da Nação", Revista "Espírito", nº5, 2005

www.riapa.pt.to

Leitor Sincero do Murcon disse...

A CIRCE acusa os leitores de estarem feitos com o autor deste blog e chamou-lhe hiena, mas não conta a história toda.

POR FAVOR diga lá o que se passa, porque ficámos todos sem saber se foi você que se esqueceu de tomar a medicação ou se foi ele que a tratou como um canalha.

Quero decidir por mim quem merece respeito e se quero continuar a ser leitor do Murcon.

Anónimo disse...

É pá Circe, este tipo tem razão. Conta lá a história toda pra gente saber o que é que o gajo te fez.

Rede Globo disse...

Cenas dos próximos capítulos da Novela - Circe e Júlio – Um amor clínico.

Será que Circe irá continuar enviando suas mensagens para o seu doutor preferido?

Em este momento, Circe está sobre a ponte da Arrábida. Está muito trânsito. Ela empunha seu celular com ligação à interneti e lança um coment desesperado:

“Si você não mi responde, eu mi atiro daqui abaixo e você vai-me achar toda esborrachadinha.
Então é que não mi reconhece mesmo não!”

Será que doutor Júlio irá responder a esta mensagem?
Amor, Suspense e Mistério nesta sua novela.

(Intervalo para comerciais.)

Anónimo disse...

(depois ainda dizem que eu é que sou o maluco que entra de serviço; o que eu vejo é estes são malucos a tempo inteiro)
ihihihihihihihihihihihihihihih
ihihihihihihihihihihihihihih
ihihihihihihihihihihihihih
ihihihihihihihihihihihih
(mas, por falar em serviço, aqui vou entrar do turno)
ihihihihihihihihihihih

Anónimo disse...

Em homenagem ao maior dos Poetas portugueses, no seu e no nosso dia, a primeira estrofe de uma das suas melhores criações:

«CANÇÃO X
Vinde cá, meu tão certo secretário
Dos queixumes que sempre ando fazendo,
Papel, com quem a pena desafogo!
As sem-razões digamos que, vivendo,
Me faz o inexorável e contrário
Destino, surdo a lágrimas e a rogo.
Deitemos água pouca em muito fogo;
Acenda-se com gritos um tormento,
Que a todas as memórias seja estranho.
Digamos mal tamanho
A Deus, ao Mundo, à gente e, enfim, ao vento
A quem já muitas vezes o contei,
Tanto debalde como o conto agora;
Mas, já que pera errores fui nacido,
Vir este a ser um deles não duvido.
Que pois já de acertar estou tão fora,
Não me culpem também se nisto errei.
Sequer este refúgio só terei:
Falar e errar, sem culpa, livremente.
Triste quem de tão pouco está contente!»

Luis de Camões, Obras Completas (Edição Hernâni Cidade), Sá da Costa

Anónimo disse...

P.S: Boa viagem, Professor!

another Anonymous disse...

...e bom regresso, Professor!

Julinha disse...

O que estou a ver é que isto aqui é um bando de doidos,a começar pelo JMV e portocroft.
Médicos de plantão a postarem num blog em serviço?De computador na urgência?
Que médicos nós temos em Portugal...Que profissionalismo.Clap clap

Circe estou contigo.

Julinha disse...

Xamã

Não diga disparates.

Julinha disse...

Anônimo disse...
(depois ainda dizem que eu é que sou o maluco que entra de serviço; o que eu vejo é estes são malucos a tempo inteiro)
ihihihihihihihihihihihihihihih
ihihihihihihihihihihihihihih
ihihihihihihihihihihihihih
ihihihihihihihihihihihih
(mas, por falar em serviço, aqui vou entrar do turno)
ihihihihihihihihihihih

Vai trabalhar malandro.Trata os doentes em vez de estares na net,para mereceres a pipa de dinheiro que ganhas.

Maria disse...

Professor,
A estrada...
...espera por si.
...aqui a je...
...espera por si.
Dá licença que me sente?
Ufa, estava a ficar um pouco cansada!:))))))

Humor Negro disse...

Não esquecer a palha para alimentar a besta...

Humor Negro disse...

Esta caixa de comentários parece um catwalk de egos à espera de alguma aprovação murcona. Chiça...

Anónimo disse...

ihihihihihihihihihihihihihihihihih
(já saí do turno de serviço)
ihihihihihihihihihihihihihihihihih
tu aí ó Julinha:
queres vir trabalhar comigo?
isto aqui é só rir do princípio ao fim e, na verdade, nem sabes a pipa de massa que eu ganho apenas a rir-me de todos vós
ihihihihihihihihihihihihihihihihih

Anónimo disse...

ihihihihihihihihihihihihihihihihih
(ó Julinha, amanhã tou de folga)
(queres vir dar uma volta?)
(para quê?
(ora essa, para nos rirmos)
ihihihihihihihihihihihihihihihihih

Ana Sofia disse...

Dei já 50 voltas para lhe deixar estas palavras, estou certa que já não são as mesmas que escrevi da primeira vez...Obrigado por partilhar connosco os seus pensamentos...partilhar é coisa rara...por isso valiosa!Obrigado por existir, por nos deixar lê-lo e ouvi-lo...os seus desafios são necessários!

adesenhar disse...

tinham a vantagem de não aceitarem intermediários...

até que um dia A S.ta Igreja (Vaticano) se intrometeu no negócio ...

:-))