quarta-feira, junho 15, 2005

Onde já vi eu isto?

O Arcebispo de Granada alugou 22 camionetas para levar gente à manifestação...

97 comentários:

Anónimo disse...

mas que post mais interessante.
vou pensar e debruçar-me seriamente sobre o assunto.diga-me uma coisa.eu no seu lugar teria dito o que penso até ao fim e não teria deixado apenas um comentário que é para nós (os comentadores)dizermos o que achamos sobre isso.

O Arcebispo de Granada alugou 22 camionetas para levar gente à manifestação...

E?????

lobices disse...

...to anónimo at 10.30 AM:
...e...nada; tu é que não leste o que está noutros posts atrás sobre a manif a que o JMV se refere
...
...é evidente, caro amigo Profe que outra coisa não seria de esperar, né?
...e não me admirava nada que daqui também não fossem algumas para ajudar...
...LOL

lobices disse...

...perdão:
...o meu habitual desejo de BOM DIA à tutti...

Anónimo disse...

tu já me começas a irritar a sério.sempre a defender o seu ídolo.mas que coisa.será que o homem não se pode defender sozinho.lá apareces tu sempre nessa foto de pensador.qual vigilante.

Anónimo disse...

claro que tinha lido.mas não se pode mudar de assunto?

Tão só, um pai disse...

Se forem autocarros de cá, até sou capaz de me "manifestar".

Bernardo disse...

Eu também alinho. o pior é que vivo em Londres!!! um bocadito longe!!!!

Mª do Rosário das Almas disse...

Eu já estou a ir na carreira para a Moita carregada só com alminhas puras

lobices disse...

...to anónimo at 10.50 AM:
...cito:
tu já me começas a irritar a sério.sempre a defender o seu ídolo.mas que coisa.será que o homem não se pode defender sozinho.lá apareces tu sempre nessa foto de pensador.qual vigilante.
...não te irrites por tão pouco; olha essa tensão arterial!...
...be calm... make love not war
...quanto à minha foto de pensador é apenas um retrato daquilo que sou, exactamente um pensador!...
...tenho muito pouco para fazer: resta-me pensar!...
...pensar faz bem aos neurónios e faz-nos ver os lados bons e os lados maus que a vida nos dá
...assim, se conseguir manter um sorriso perante as adversidades da vida, eu serei um pouco mais feliz (mesmo que cá por dentro a dor expluda...entendes ou é preciso um explicador?...)
...

PortoCroft disse...

Caro Prof. m8,

Admiro-me da sua estranheza. Isso vem em todos os manuais de manipulação propagandística.;)

Então já esqueceu as célebres manifestações de apoio (expontâneo, diziam) a Salazar? Até era típico... O pessoal aproveitava para conhecer a capital e ver o mar (acho que este era o pretexto mais vulgarmente usado, porque a grande maioria da população, no interior, só sabia que mar era uma quantidade de água enorme, onde se pescava aquilo que, muito raramente comiam, por constrangimentos do orçamento familiar), garrafão de 5 litros, broa e chouriça nas cestas, cantando e rindo.;)

Aquilo é que era dinamização cultural. ;)

th disse...

Se eu pudesse e tivesse companhia ia era , qual cavalo de Troia, infiltrar-me para fazer desacato, mas a 18 tenho a apresentação do livro de Carlos Gil, por Guilherme de Melo, no Palácio Galveias, que tb não deve ir, e a 19 devo seguir para aí, para ao pé de vcs...

Tão só, um pai disse...

JMV, venha lá o contacto da organização (incluindo o e-mail).

Deverá partir um autocarro do Porto, com saída da Praça General Humberto Delgado, às 7:30, que se vem encontrar com outro, em Lisboa, por volta das 11:30.

O de Lisboa sairá do Marquês de Pombal.


Façamos já uma lista de potenciais manifestantes:

1. TsuP
2. Bernardo (depende do avião)
3. Mªa do Rosário da Moita
4. Lobices (sujeito a disponibilidade e confirmação)
5. ...

PortoCroft disse...

Corrijo:

espontâneo e não expontâneo :( Esta língua não me dá sossego.;)

Mª do Rosário das Almas disse...

.... pai Tsup

Eu que gostaria, gostaria, mas declino a arregimentação porque estou na Moita até ao próximo domingo a preparar mais alminhas para outra celebração.

Fico lá a orar por vós

Maze disse...

É giro ver os comentários, sobre um tema que mais que batido... desde pessoas que se acham donas de verdade (seja lá isso o que for) até aos que se podessem limitavam a liberdade dos outros. e no fim? nada....

para maze disse...

maze

os "donos da verdade" não teriam falado com mais prosperidade (ou propriedade) que você sobre o tal tema "batido";

e os que pudessem (e não podessem) não limitariam (e não limitavam) nada e isto apenas porque ninguém pode nada contra ninguém (aqui e em lado algum).

Ficamos portanto a aguardar as suas considerações sobre este tema para que se acrescente algo de válido a este "nada".

Tão só, um pai disse...

Ora, aqui está a última lista de inscrições

1. TsuP
2. Bernardo (depende do avião)
(3. Mªa do Rosário da Moita - apenas se deslocará em espírito; por isso, fica um lugar vago no autocarro)
4. Lobices (sujeito a disponibilidade e confirmação)
5. ...

Já agora, podemos designar a caravana portuguesa como a "Caravana do Amor". É muuiiiiiitooooo origninal, não acham?

Tão só, um pai disse...

Pcroft,

Que tal vires comer umas tapas conosco? Vais à net, leiloas um bilhete por dois réis e já está. Também podes ir lá ter, directamente, de avião. Só que a viagem conosco é mais engraçada.

PortoCroft disse...

TSUP,

Sou mais de chamussas mas, conta comigo. Mais para dar tapas...;)

PortoCroft disse...

TSUP,

Eu queria era que os murcons se juntassem a mim em Edinburgh, dia 2 de Julho.

Mª do Rosário in brief disse...

Tsup
Por mim, acho adequado o nome da caravana. E, como diz este ditado chinês,
"Se dois homens vêm andando por uma estrada, cada um carregando um pão, e, ao se encontrarem, trocam os pães, cada homem vai embora com um;
Porém, se dois homens vêm andando por uma estrada cada um carregando uma ideia, e, ao se encontrarem, eles trocam as ideias, cada homem vai embora com duas."
Parece-me que já apanhei as suas ideias na tal troca. Ainda me falta dar-lhe as minhas, que se resumem a isto - as caravanas e as manifestações são fracas para elucidar e demover pressupostos e os homens, entre os animais, são os únicos que têm a capacidade de enunciar e desenvolver novos problemas no seu mecanismo antigo de resolução de problemas.
Para mim, estes têm sido novos problemas (as chamussas, as caravanas, a legislação ...), os quais deverei enunciar e resolver como conseguir (com kompensan talvez).

Anónimo disse...

e???
como eu dizia - nada.
tenho a tensão arterial baixa.senhor lobices, às vezes fico surpreendido outras vezes vocemecê irrita-me.
e fico admirado com os posts que para aqui se postam.adeus.passe bem.

Mário disse...

Desculpem lá, mas a manisfestação não me parece que tenha nada a ver com a inquisição. Nem acho que seja de estranhar a história das camionetas, desde que seja feito às claras e o que se pague sejam as camionetas e não as pessoas que lá vão dentro. A Igreja tem o direito de ter a sua opinião e de a manifestar em público, desde que o faça respeitando as regras democráticas. Já o que aconteceu com a o apelo à objecção de consciência por parte do cardeal Trujillo me pareceu isso sim grave, pois tratou-se de uma tentativa por meios ilegítimos de tentar interferir na esfera do estado. Não se trata obviamente de uma questão de objecção de consciência. Agora o direito a protestar meus caros, todos têm, são as regras da democracia.

lobices disse...

...to anónimo at 1.16 PM:
...cito:
senhor lobices, às vezes fico surpreendido outras vezes vocemecê irrita-me.
...
...em primeiro lugar adoro os comentários anónimos; refugiam-se na capa que os tapa do conhecimento dos outros para sobre eles lançarem o que lhes aprouver
...em segundo lugar, ainda bem que às vezes fica surpreendido
...em terceiro lugar, ainda bem (também) que às vezes o irrito (melhor dito: se sinta irritado comigo)
...em quarto lugar, não sei a razão de o surpreender
...em quinto lugar, não sei a razão pela qual o irrito
...mas
...fora tudo isso, a lucidez de espírito é a melhor solução e a aceitação de sermos o que somos e de aceitarmos que os outros sejam o que são, é a melhor forma de estarmos na vida... por isso, meu caro anónimo, surpreenda-se à vontade, irrite-se à vontade, faça o que entender, viva e seja o que deseja ser, diga o que entender dever dizer; não se coíba de preencher os momentos da sua vida com as surpresas e as irritações
...que seria de todos nós de só nos surpreendêssemos?... Andaríamos todos de boca aberta; não seria uma grande chatice?
...por isso, a irritação, apesar de fazer mal à pele, faz bem ao ego
...seja feliz e grite o que lhe vai na alma
...seja feliz e sorria ao mundo
...seja feliz e aprecie a vida com as coisas boas e as coisas más que ela tem
...mais não somos que meras e desajeitadas partículas ínfimas num Universo infinito; para quê tanta celeuma sobre um problema que não é problema?... Ele só é problema se o designarmos como tal. Mas, como a problemática sobre o problema não existe (porque o problema deixa de ser problema para ser apenas dilema), não se deixe levar pelo sistema de ter de decidir sobre se a sua maneira de ser é confusa ou serena.
...

(como eu adoro o bold)

yulunga disse...

Esse padre deve ser um bacano. Ouvi dizer que iam mais 2 camionetas; uma com mantimentos outra com plumas e sapatos de plataforma

eu visto a camisola disse...

Deixa-me cá, só por hoje, meter-me com o lobices é que ele há quem lhe deprecie no estilo não goste do bold e arremede a foto mas há gente para tudo e eu gosto da prosa (mais resumida também era clara) do bold (mais claro também se via) e da foto (menos foto também aparecia) mas há cada tagarela cada invejoso cada embirrento vão por mim o lobices tem muitos a admirá-lo e eu estou com eles e se veste a camisola eu também visto e se não tem outra coisa que fazer eu também não mas alguém aqui tem outra coisa para fazer quando cá vem?

Maze disse...

Para mim é assim: porque é que o estado tem de se meter na minha vontade (nem sei se é vontade) sexual, ou opção? ou outra coisa qualquer? porque é que eu tenho de saber o que é bom para os outros? porque é que eu tenho de impor opções a outros? o que tenho lido é muito disto. E para ajudar à festa, não encontro fundamentos ideologicos, psi (qualquer coisa) socias e afins para o estado legislar sobre o meu prazer sexual (que passa por ser totalmente não homo).É que isto de amar uma (uma mais) mulher (no meu caso) dá muito trabalho.E porque não se discute a dificuldade de chegar ao outro? e porque de um modo velado se defende que as amizades coloridas é o que está "in" que facilmente evoluem para amizades floridas?
E vamos acabar com referencias? è tudo relativo?

para maze disse...

maze

Considero que o seu ponto de vista foi bem defendido. Permanece a dificuldade de chegar ao outro, que é tremenda em qualquer tipo de relação, seja "grande" ou de "nada". E, adiantará alguma coisa a sua discussão?

yulunga disse...

Eu aprecio a vossa crença nos milagres da geração espontânea.

para maze disse...

Ou melhor, "E, adiantará alguma coisa a discussão dessa dificuldade?"

yulunga disse...

Tenho estado a brincar no que tenho dito até agora, aliás sempre desejei escrever isto numa arvore:

Paulo + José = Amor

Maria + Patricia = Amor

Anónimo disse...

Eu só gostava de perceber por que é que o Senhor Lobices, cuja experiência de vida e grande saber ninguém lhe nega, se sente na obrigação de responder a todas as críticas que lhe fazem. Estranho tal atitude de uma pessoa que, nos seus longos (e por vezes repetitivos) comentários, tanto advoga o "vive e deixa viver", tantas vezes afirma gostar disto mas aceitar também aquilo, uma no cravo outra na ferradura, bem com Deus e o com Diabo, etc. etc., e depois não aceita e refuta toda e qualquer crítica que lhe façam, respondendo por vezes, até, de forma contraditória! Estranho que uma pessoa como ele, que apregoa a harmonia, o amor e a tolerância, faça deste espaço uma tribuna de onde grita (os bolds) a sua verdade que considera indiscutível e única. Tenho dito e fico à espera da resposta.

yulunga disse...

Anonimo essas duvidas que tens são pequenas mariquices...Não ligues a isso

maze disse...

Porque se calhar não adianta nada, para minorar essa dificuldade é que tenho por aqui andando só a ler os comentarios... mas ainda desisti completamente de encontrar algumas pistas, soluções, outros caminhos, que permitam que eu possa chegar ao outro(a) e a razão tenha razão. Mas afinal os que se vão por aqui encontrando, não é essa a ideia que os move? não temos nós uma esperança secreta que o Prof. nos solte outras dicas para ver a "coisa"? ou alguma experiencia de algum de nós?

P.S. Continue Maze, pq não gosto de estar como anonimo, e autenticação no blogg não gosta do meu nome...

maze disse...

"mas ainda não desisti completamente" como é evidente...

yulunga disse...

Maze, essa de alguma experiência pessoal neste campo parece-me uma ideia bem arrojada.
Será que alguém estará pelos ajustes?
Começo por estender a passadeira vermelha para quem ousar pisar.
Será que finalmente se vai poder falar seriamente? ;-)

Anónimo disse...

Comece por contar a sua. Dê o exemplo.

lobices disse...

...to anónimo at 2.48 PM:
...
...como vês, não quero deixar de corresponder à tua expectativa; aqui estou eu a replicar
...vou tentar (tentar) explicar:
...
...eu não me sinto na obrigação de responder a todas as críticas que me fazem pela simples razão que ninguém me critica; apenas sinto a vontade de, por vezes, replicar ou seja, não deixar que determinado ponto ou assunto fique no ar
...é um "direito" que me assiste, somente isso
...por outro lado, nenhuma das minhas réplicas se destina a dizer que sou dono da razão, porque na verdade não sou (sou apenas e unicamente dono da minha razão, porque cada um de nós tem a sua própria verdade e aquilo que para mim é assim para o outro pode ser assado; agora, se deixo que o outro diga que é assado, entendo que também devo dizer que penso que não é assado mas assim...)
...apregôo a paz, a luz e a harmonia e NUNCA em nenhum dos meus comentários ou em nenhuma das minhas réplicas eu vociferei contra qualquer uma dessas virtudes...
...levo em mim a barca que abarca o sorriso, apenas; com siso, penso; mas aceito que os outros assim não pensem e, por isso, lhes dou a "direito" de dizerem de mim o que lhes aprouver; isso, não significa que me "deva" calar e levar uma bofetada; faço por não dar outra em troca mas, no mínimo, tento fazer ver que essa bofetada que me deram não seria assim tão merecida...
...quanto aos bolds os mesmos são apenas uma forma que é permitida usar aqui; ali em cima, no topo desta caixinha onde escrevo diz que posso usar algumas tags de html tais como o b, o i e o a; faço, pois e apenas, uso delas, das tags (senão, para que estaria essa instrução no topo da caixinha de comentários?)
:)
...

yulunga disse...

Anonimo ao contrário do que possa parecer neste momento não estou a brincar.
Experiência homossexual? Até hoje não tive nenhuma. Já fui assediada como tantas outras mulheres o que sinceramente me causou alguma repulsa e agressividade.

Anónimo disse...

Ainda está em tempo querida.

Anónimo disse...

Resposta à senhor lobices

"...Eu só gostava de perceber por que é que o Senhor Lobices, cuja experiência de vida e grande saber ninguém lhe nega, se sente na obrigação de responder a todas as críticas que lhe fazem. "

...em primeiro lugar não me sinto na obrigação de responder a todas as críticas que me fazem...ah, como eu sou feliz com as críticas que me fazem...a vida é bela...sorria...grite o que lhe vai na alma...seja feliz...

"...Estranho tal atitude de uma pessoa que, nos seus longos (e por vezes repetitivos) comentários, tanto advoga o "vive e deixa viver", tantas vezes afirma gostar disto mas aceitar também aquilo, uma no cravo outra na ferradura, bem com Deus e o com Diabo, etc. etc., e depois não aceita e refuta toda e qualquer crítica que lhe façam, respondendo por vezes, até, de forma contraditória!"

...em segundo lugar aceito e não refuto qualquer crítica. Aceito o que sou e aceito o que os outros são. Eu vivo e deixo viver. Eu sou feliz e grito ao mundo: sejam felizes, amem-se, amem-se todos...porque no amar está o caminho...somos apenas aquilo que queremos ser...aquilo que desejamos ser...aquilo por que lutamos ser...meras e infímas partículas neste universo infinito...
por isso agora vou dar o meu passeio da tarde...




"...Estranho que uma pessoa como ele, que apregoa a harmonia, o amor e a tolerância, faça deste espaço uma tribuna de onde grita (os bolds) a sua verdade que considera indiscutível e única. Tenho dito e fico à espera da resposta."

...em terceiro lugar, esqueci-me de desejar mais uma vez uma boa tarde à tutti...(como eu adoro o bold)


também eu senhor lobices

Anónimo disse...

Resposta à lobices

Caro amigo Profe...outra resposta não seria de esperar né?

yulunga disse...

Não seja por isso.
After you.

PortoCroft disse...

After Five?

yulunga disse...

Hoje não faço companhia para o tea e para os scones

PortoCroft disse...

Tea for two / and two for tea / me and you / and you and me.;)))

Miúda bera,

É preciso ter azar.;)))

Capado ou encapado como queiram disse...

lobices leia lá bem o que escreve. não se repita tanto. e depois essa história do amor incondicional.ver para crer, né? o senhor ama e gosta de viver consigo como num acto de amor para consigo mesmo.vá em frente lobices.ame com todas as forças da sua alma.ame apenas.mas não se repita tanto.e essa história das reticências, dos bolds, já teve graça, mas agora já começa a cansar.não leve a mal, lobices, mas veja lá se consegue variar um pouco.

lobices disse...

...to anónimo das 3.51 PM
...to anónimo das 3.52 PM
...
...lamento imenso mas não percebi nada do que escreveste nem do sentido que lhe queres dar ou sequer do sentido que as tuas palavras têm
...porque se irritam tanto com aquilo que os outros fazem ou são?
...faço-te alguma afronta?
...canso-te?
...então porque te cansas a ler-me?
...ignora-me, é mais fácil, não?
...
...depois, parece-me que surges novamente sobe o "nome" capado ou encapado como queiram às 4.12 PM:
...a forma como está escrito o teu comentário demonstra uma tentativa de esconder quem és e porque o fazes; a forma e o conteúdo
...
...por outro lado, não gosto de variar; sou um pouco fiel aos meus princípios e acho que a coerência é uma boa causa de caminhar ou para caminhar na vida; é isso que tento fazer: exactamente ser o que sou e manter o mesmo rumo...
...se te canso, lamento...
...olha, evita-me
...desvia-te
...existem tantos caminhos, porque raio de razão escolhes o meu?
...tudo de bom para ti
:)

PortoCroft disse...

Lobices,

Estou contigo. Usa a liberdade a que tens direito e ignora aqueles que, dizendo-se defensores da liberdade, são os primeiros a querer limitá-la.

yulunga disse...

Anonimo, já agora para rematar e falando sério novamente, também o assédio por parte de determinado tipo de homens me dá alguma repulsa também. Tanta que a sensação que dá é a necessidade de tomar banho a seguir

yulunga disse...

Está mal os homossexuais podem tudo, o Lobices não pode nada. Ganda coerência, sim senhor

Anónimo disse...

Tenho a mesma sensação querida. Quando os homens me olham tomo logo um duche.

Maite disse...

Oh Lobices, hoje "calhou na rifa" do anónimo. Mas olhe as coisas pela positiva, já viu o tempo que ele "perdeu" consigo? Os sentimentos que lhe desperta sejam de surpresa ou irritação não são sentimentos frívolos, pelo contrário;)

lobices disse...

...to Maite at 5.17 PM:
...pois foi; hoje foi a minha vez de calhar na rifa de alguém que, escondido soba a capa do anonimato, se "atreve" a dizer o que lhe dá na real gana, não permitindo que outros, dando a cara, também possam dizer o que lhes der nas suas reais ganas (como é o meu caso)... LOL
...mas
...acabas por dizer que: "os sentimentos que eu lhe desperto quer sejam de surpresa ou irritação não são sentimentos frívolos, pelo contrário!..."
...óh Maite, isso dá que pensar! Se o(a) anónimo for do género masculino temos de ver a "coisa" sob um determinado prisma; se a(o) anónima for do género feminino temos também de ver a "coisa" sob outro determinado prisma!...
...e esta hemm???
(um boldezito pra chatear
...:)

Anónimo disse...

alguém vai ter de ir tomar um duche

Bernardo disse...

ó tsup eu perdi o avião, meu!

Maite disse...

Pois é Lobices
Estou totalmente de acordo...o prisma depende sempre do género. Será que ele é homem? Porque para lhe dizer a verdade começo a pensar que será mulher...hum!
e agora um boldezito para chatear- temos que descobrir Lobices;), passemos à fase de inquérito :)))

lobices disse...

...para anónimo das 2.48 PM:
...só mais um ponto.
...citando o texto:
Eu só gostava de perceber por que é que o Senhor Lobices, cuja experiência de vida e grande saber ninguém lhe nega, se sente na obrigação de responder a todas as críticas que lhe fazem. Estranho tal atitude de uma pessoa que, nos seus longos (e por vezes repetitivos) comentários, tanto advoga o "vive e deixa viver", tantas vezes afirma gostar disto mas aceitar também aquilo, uma no cravo outra na ferradura, bem com Deus e o com Diabo, etc. etc., e depois não aceita e refuta toda e qualquer crítica que lhe façam, respondendo por vezes, até, de forma contraditória! Estranho que uma pessoa como ele, que apregoa a harmonia, o amor e a tolerância, faça deste espaço uma tribuna de onde grita (os bolds) a sua verdade que considera indiscutível e única. Tenho dito e fico à espera da resposta.
...
...quase que apostava o meu pescoço em como este texto foi escrito por uma mulher!...
...leiam bem
...não?
???

Stefan Zweig disse...

Reconheces a minha Deusa Lobices. O amor tem destas coisas.

lobices disse...

...pois é Maite:
...passemos então à fase de inquérito; melhor: à fase de investigação dos pressupostos, ou seja, das provas à nossa disposição
...analisemos
(espero as vossas opiniões)

lobices disse...

to: Stefan Zweig:
...WHAT??????????????

lobices disse...

"Deusa Lobices" ou quererias dizer: "Deusa, Lobices"?

Stefan Zweig disse...

A falta que uma virgula faz... Coitada da minha Deusa.

Maite disse...

Stefan, prontus, não precisas de dizer mais nada, já descobrimos :) aliás eu até já tinha descoberto ;)

Stefan Zweig disse...

;)

Maite disse...

eh pah detesto quando estas investigações são tão breves. Stefan, fez mal...devia-nos ter deixado prosseguir com o inquérito :(

lobices disse...

...mas...já terminou o inquérito? Então não há recurso?
...assim, não vale
...vou tentar que este processo seja considerado inconstitucional!
...

lobices disse...

...um àparte:
...tenho estado a espreitar e vou vendo o funeral de Álvaro Cunhal
...tremenda manifestação de camaradagem
...paz à sua Alma
...desculpem o àparte aqui colocado

Maite disse...

Lobices, que fazemos agora? Já que há uma arguida e um cúmplice, precisamos de uma pena. Qual acha que será a melhor? ;) Por mim acho que a arguida devia ser encarcerada de imediato, forçada a trabalhos pesados como por ex. carregar com os seus bolds durante toda a vida e ao cúmplice...vejamos.... (eu a pensar), ao cúmplice compete providenciar o bem estar da arguida durante o encarceramento e sem reclamações. Que isto aqui não tem esse livro superfluo :)
Bem Lobices esta é a minha pena, não sei se estará de acordo ou quererá acrescentar alguma cláusula;)

Anónimo disse...

Aos investigadores do mistério:

Se estão a pensar que o tão famigerado anónimo é uma ex-frequentadora deste espaço, que embirrava com os bolds (e outras coisas) do Senhor Lobices, enganam-se redondamente. Sou uma "she" mas não sou ela. E o outro anónimo, antes de mim, é isso mesmo: outro. Porque não sou só eu que embirro com certas coisas.
E dou por terminada a minha participação porque tenho mais que fazer. Fiquem bem, todos.

lobices disse...

...eu logo disse que era uma mulher!...
...só podia ser!...
...mas
...porque fala ela de uma ex-frequentadora num sei quê num sei que mais?... hummm
...continuem com as investigações
...lavre-se a acta
...e em bold

Deusa disse...

Bolas que este duche hoje está demorado

Anónimo disse...

Petição ao Exmº. Sr. Prof. Dr. JMV:
"os abaixo assinados solicitam a sua melhor compreensão para tudo o que aqui se está a desenrolar; ávidos de sensações e de outras coisas que tais, não se coibem de vociferarem impropérios que se tornam levianos em tal questão de mera lana caprina"
assinaturas irreconheciveis

Maite disse...

Bem não se perdeu tudo...afinal descobrimos que era uma she, de qualquer forma, she não pode ausentar-se assim sem mais nem menos, que é isso? Afinal você é arguida neste processo e tem que cumprir a pena.

ex-frequentadora irritada com os bolds do lobices disse...

Pois estes anónimos e anónimas começam a confundir minha cabecinha louca. Então não é que agora começam a pensar que eu sou o outro? Bom, lá terei de ir para a manif

yulunga disse...

Gozem, gozem com o duche...

Deusa disse...

Diga lá se não se divertiu hoje mais do que ontem, Lobices por vezes irritante por vezes irritado?

Mulher, she, só podia ser, afinal the one and only ARGUIDA disse...

Eu, Mulher, She, só podia ser, afinal the one and only ARGUIDA, desde já me confesso perante vós povo pacífico e assumo acarretar com os bolds do lobices para o resto da minha vida.

Assinatura irreconhecível

Geofrey disse...

Qualquer manifestação recorre a esses expedientes. Até as manifestações ditas porreiraças das bandeirinhas e dos apitinhos contra a discriminação disto e daquilo... Todas as manifestações são irrelevantes, e não significam coisa alguma, excepto a vontade de berrar e aparecer dos seus intervenientes

eu visto a camisola disse...

eu que não tenho mais nada que fazer senão vir aqui dou os parabéns à solução encontrada para o diferendo entre os oponentes deste aprazível conflito

Anónimo disse...

eu que também não tenho mais nada que fazer AGORA senão vir aqui também estou de acordo com a solução encontrada para o diferendo.

Viva aos diferentes
Viva o diferendo
Viva os bolds

Anónimo disse...

E o duche demora, e demora, e demora

lobices disse...

...to Deusa at 6.47 PM:
...cito:
Diga lá se não se divertiu hoje mais do que ontem, Lobices por vezes irritante por vezes irritado?
...
...acredita que sim; que me diverti imenso mas não mais do que ontem; todos os dias me divirto.
...por outro lado, é bom saber que umas vezes sou irritante e outras vezes irritado
...agora, é apenas uma questão de bom português: qual a diferença entre:
...o Lobices irritante (que irrito)
e
...o Lobices irritado (que se irrita)
...a bem dizer, a diferença está num "se" e num "a" ou num "o"
...simples
...como vês, afinal nem sou irritante nem sou irritado; quem pensa isso, está enganado; eu apenas deliro com as argumentações que usam e as que eu uso para contra-argumentar...
...depois
...como sei que há quem fique danado com os meus bolds então aí é um prazer redobrado
...a vida é bela e há que saber usar o lado lúdico que ela nos dá
...o cinzentismo já foi
...eu ainda o vivi e foi uma enorme alegria quando me libertei dele
...hoje olho à minha volta e vejo que, afinal, não perdi tempo; todo o tempo que eu já vivi foi usado ao segundo; foi vivido intensamente e, se voltasse atrás, voltaria a repetir os mesmos erros dos quais não me arrependo; é que, se não os tivesse cometido, hoje não estaria aqui e agora tal como estou...
...é só
...agora não me apetece "boldar" a escrita
:)

yulunga disse...

Até amanhã, ou não, maralhal.
Hoje tentei falar sério; falei das minhas experiências homossexuais, heterossexuais até da minha higiene pessoal...
Divirtam-se e sejam tolerantes.

Maite disse...

Oh Lobices, você não faça isso "agora não me apetece "boldar" a escrita" agora, não pode. Então e a arguida? Ela até já aceitou solenemente a pena imposta! Na na não deixo Lobices...senão levanto-lhe eu um processo por bloquear a justiça ;)

andorinha disse...

Olá!
Voltámos aos mistérios e aos detectives? :(
O Júlio deve estar a rir-se à brava com a figurinha que estamos aqui a fazer.

Isto era só para verem a andorinha.:)

Rataplan disse...

Um bem haja para o Lobices e os seus bolds!Isto hoje foi muito mais animado, foi pena a investigação ter sido tão eficiente.

lobices disse...

...ok Maite
...amanhã, tudo o que eu postar aqui vai ser a BOLD
...tá prometido
...a arguida cumprirá a pena

O HOMEM QUE GOSTA DO BOLD disse...

ACHO MUITO BEM! VIVA O BOLD E ABAIXO AS LOBICES !!!!!!!!!!!!

refugiado disse...

Na biografia de Freud, que estou a ver na tv, descobri o que me parece reter-nos aqui:

O olhar de refugiados.

Como se uma nova inquisição se preparasse para nos perseguir.

Anónimo disse...

ihihihihihihihihihihihihihihihih
(bem, lá vou eu entrar de turno)
ihihihihihihihihihihihihihihihih
(ouçam lá: vossas excelências ainda são mais doudos do que esta minha pessoa)

katraponga disse...

:)

Excelente e divertida sucessão de comentários.

Só queria acrescentar que apesar de situações destas como a do Arcebispo de Granada, Espanha é país tolerante e se temos por um lado isto, temos por outro a resposta que certamente verão no Sábado em Madrid.


www.katraponga.weblog.com.pt

Anónimo disse...

E...
afinal sempre foi um post interessante
e que nos divertiu a todos e proporcionou um dia digamos assim mais leve!
Boa noite a tutti

adesenhar disse...

eu não vou de autocarro...

prefiro ir de joelhos, é mais seguro...

:)) pés e joelhos bem assentes no chão.

:))

atenção disse...

de joelhos? mais seguro?
vá de retro...
"o azar persegue o azelha", atenção!

Nuno disse...

Olhe lobices, ainda li duas ou três respostas suas, mas depois pensei: para quê? O homem precisa é de uma pívia bem batida. Natural, dado o adiantado da hora

a empregada da limpeza disse...

arre
hoje também cheguei tarde, mas já aspirei tudo e deitei fora o lixo
Até amanhã