segunda-feira, setembro 19, 2005

Macca.

A música de McCartney - obrigado Porty:) - agrada-me. Sobre o fundo de cordas é saltitante, dir-se-ia o When I'm sixty-four..., com sixty-four years no pêlo:)))))). E a produção é cuidada, de uma solenidade..., ascética.

Acabo de ver um exemplo da sociedade em que vivemos. Um destes programas espanhóis de mexericos, que fazem os nossos parecer magazines culturais, decidiu questionar uma senhora sobre a sua vida sentimental. Ela recusou. Esperaram por um evento em que participava por contrato, falaram com a organização e esta ordenou-lhe que respondesse!
Edificante...

149 comentários:

Fora-de-Lei disse...

"Ela recusou. Esperaram por um evento em que participava por contrato, falaram com a organização e esta ordenou-lhe que respondesse ! Edificante..."

Na nossa Constituição está consagrado o direito à privacidade. Dando de barato que na vizinha Espanha acontece o mesmo, a senhora só responde se quiser, pois não há contrato ou lei alguma que se possa sobrepor à lei máxima de uma nação.

Mas o pior, é que ela - muito provavelmente - está mortinha por responder... nem que seja numa de se armar em vítima do sistema.

yulunga disse...

Dr.Murcon e ela acabou por falar?

Manolo Heredia disse...

fora-de-lei,
Ou então está mortinha por receber o cachet! E diz uma peta qualquer sobre a sua vida sexual, que é o que eu faria se me visse na contigência de fazer um contrato desses para poder comer no dia seguinte!

andorinha disse...

Boa tarde a todos.

Edificante não é, mas também já não me espanta esse tipo de atitude.
Se esses programas vivem disso, é natural que tentem conseguir aquilo que pretendem e que dará audiências. Para o conseguirem qualquer estratagema é válido.
Mas isto não é o "pão nosso de cada dia?"
Infelizmente, já não há razões para grande espanto.

gonçalo disse...

Prof. JMV,

É certo que muitos decidem expor a sua vida íntima para ganhar dinheiro e protagonismo. Mas, este post faz-me pensar que vivemos, mais do que nunca, na era do consumo do outro. A imagem, o voyeurismo, o boato, a curiosidade sobre a privacidade do outro é algo que está no lugar da comunicação entre as pessoas. Triste.

yulunga disse...

Estou com o fora da lei
"pois não há contrato ou lei alguma que se possa sobrepor à lei máxima de uma nação."
Assinem-se que contratos se assinarem estes nunca de podem sobrepôr à lei.
Agora se a senhora falou a troco de dinheiro...
Uma verdadeira Mata Hari, pois então.

yulunga disse...

Gonçalo
É de facto triste, mas a maioria das pessoas, e tenham elas o estatuto social ou o grau académico que tiverem, gostam de pôr o olho no buraco da fechadura do vizinho.
A era do consumismo tem avançado de tal forma galopante que os sentimentos e a vida alheia são agora um produto a consumir rápido e com um curto prazo de validade.

Fora-de-Lei disse...

Manolo Heredia 6:22 PM

"Ou então está mortinha por..."

Ora bem... sem tirar, nem pôr ! Mas, ainda pior que isso, hoje em dia há malta que - só para aparecer na TV - é capaz de se sujeitar a tudo e mais alguma coisa mesmo que o "cachet" seja zero.

-Stardust- disse...

Professoooooor!

Tocou na ferida! Uma das coisas que me irrita "solenemente" aqui nos nustros hermanitos são os programas del corazón!

Senhores... eles matam, eles esfolam... chegam mesmo a aleijar-se! E isto diariamente, com programas de 4 horas ao fim de semana onde toda a roupa suja se lava e se volta a sujar!

Mas, vejamos, se continuam até hoje é porque os que lá vão gostam do tau tau que levam... pobrezinhos! Ou do ruído metálico com que o tau tau lhes cai depois... no bolso! ;p

Triste mesmo é não ir a nenhum desses programas e ver a vidinha esventrada em praça pública! Olé! Imagina-se, professor? Brrrrrrr...

-Stardust- disse...

Como se não bastassem os filmes dobrados... ;(

yulunga disse...

fora da lei
O "cachet" zero se calhar é por amor à comunicação.
Oh pra nós aqui. Todos os dias picamos o ponto, deixamos um bocadinho da nossa alma, e notinha que é bom nem vê-la.
Mas o jantar compensou, deixe lá Dr. ;-)

-Stardust- disse...

Yulunga,

loooooool... (lindo!)
Mas nós é por amor à arte!

Rataplan disse...

Prof.

Edificante foi ver o nosso trinador a cuspir para o chão durante o jogo de ontem!

Boa tarde a todos!

Fora-de-Lei disse...

yulunga 6:43 PM

"Oh pra nós aqui. Todos os dias picamos o ponto, deixamos um bocadinho da nossa alma..."

Mas apesar disso, é um facto que este "programna televisivo" já andou com maiores audiências. Os últimos resultados confirmam-no. O seu "realizador" tem que se pôr à tabela, senão... ;-))

yulunga disse...

Isto faz-me lembrar o dia após ter sido passado na televisão o filme "O Império dos Sentidos".
Eu estava num café e uma senhora comentava com a outra:
"Você viu ontem a vergonha de filme que deu? Devia ser proibido. Uma pouca vergonha, uma coisa nojenta. Até me deu vómitos. E o que ela fez no final? Um absurdo... olhe uma estupidez de filme."

Sentiu-se incomodada, deu-lhe vómitos, sabe-se lá mais o quê, mas aguentou firme e viu até ao fim.

"Claro que vi todo só para ver até onde ía a pouca vergonha"

gonçalo disse...

Yulunga,

Penso que o voyeurismo representa uma tentativa de encontrar uma identificação com a vida alheia, como modo de afastar a própria culpabilidade e ganhar alguma auto-estima. Daí o sucesso do Big Brother.

No plano sexual, também se fala no voyuerismo como patologia, como
resultado da incapacidade de alguém se relacionar ou de mostrar afectos. Talvez o Prof. JMV, possa falar sobre isto.

yulunga disse...

Gonçalo
Também eu me assumo voyeur, mas de coisas de bonitas como por exemplo ver um casal de velhotes aos beijos.
Não consigo desviar o olhar. :-)
Humilhação ou exploração de alguém ou de sentimentos, não obrigada.

Fora-de-Lei disse...

Rataplan 6:47 PM

"Edificante foi ver o nosso trinador a cuspir para o chão durante o jogo de ontem!"

Aqui, como na Holanda, quem não cospe... engole !

PS 1: espero que abordem esta 'máxima' sem qualquer malícia... ;-))

PS 2: quem anda a "cuspir" demais é o outro holandês. Ainda não viu que em Roma se deve cuspir à romana...!

yulunga disse...

Rtaplan
Ora aí está uma das coisas que me irrita no futebol.
Muito cospe aquela gente, ou então os camera man estão comprados por algum inimigo meu.

plim disse...

Meus bons amigos,

Mas estes programas é só por lá?
Por cá não tem disto e pior?

Esperem pela pancada...
consultem a tv qualquercoisa :))))

nem queiram saber o que por aí vem.
plim

gonçalo disse...

Fora-de-Lei (6.43pm)

É verdade!!! Se o número de comentários do fim-de-semana se torna numa tendência, então o Murcon corre o risco de ficar "ligado à máquina"...((((((

Longe vá o agoiro!!!:)..

andorinha disse...

Em cima só "bati" nos meios de comunicação, mas é evidente que a culpa é dos dois lados.
Mas como já foi referido pelo manolo e pelo fora-da-lei, há gentinha hoje em dia que se vende a troco duns tostões ou até abdica de qualquer cachet só para "aparecer".
Aparecendo ficam com a sensação de que até são gente.....que se lhes há-de fazer?

Fora-de-Lei disse...

yulunga 6:54 PM

"... como por exemplo, ver um casal de velhotes aos beijos."

Isso não é voyeurismo. A isso chama-se 'antevisão do futuro'... ;-))

Rataplan disse...

Malta,

Volto mais tarde! Tenho um bolo no forno!

yulunga disse...

fora da lei
Que desagradável tu estás hoje. Obrigadissima por me lembrares.
Mas quando chegar a minha altura irei pra trás das moitas.

Isso meu amigo é amor e carinho do mais puro que há.

e. disse...

yulunga

'Oh pra nós aqui.'... a jogar às escondidas, à apanhada e aos 5 cantinhos.
Mas a tal de Senhora porque não terá feito o mesmo? Todos os programas da TV e dos blog podem tornar-se humorísticos.
Parece-me que você entende isso maravilhosamente.

Julio Machado Vaz disse...

Honra lhe seja: respondeu ao lado a tudo:). Mas a pressão aqui é inacreditável! Câmaras à porta de famosos para ver que carros entraram durante a noite! Fiquei parvo... E depois um sorriso: "ao contrário do que afirmaram existe romance". Isto não devia dar direito a tribunal?

Fora-de-Lei disse...

andorinha 6:59 PM

"Aparecendo ficam com a sensação de que até são gente... que se lhes há-de fazer ?"

Tudo isto é resultado de uma complexa (mas bem urdida) estratégia de desvalorização do Trabalho. A 'andorinha' pergunte lá aos seus alunos quantos querem ser engenheiros, médicos, advogados, economistas, etc, etc e quantos querem ser modelos, artistas de cinema, jogadores da bola, etc, etc ?

Tá bem, tá... trabalhar é bom para o preto. Se me puder cair do céu, por que carga d'água hei-de eu dobrar a mola ?! Até porque os gajos / as gajas que aparecem nas revistas da moda também não vergam o aço... Não é assim que nos querem fazer pensar, iludindo-nos ?!

andorinha disse...

gonçalo (6.50)

Não penso que o voyeurista seja alguém incapaz de se relacionar ou de mostra afecto. É alguém que gosta de observar os outros em práticas sexuais; tem essa compulsão e isso é para ele fonte de prazer.

manolita disse...

Más … ¿Qué tan desesperado hay que estar para no hablar verdad en la TV?

Tenía tiempo que no iba a la TV y a un blog tan íntimo y tan grandioso en el calor humano, las demostraciones de afecto y la espontaneidad.

Muchas gracias a todos por permitirnos estar con ustedes en ese momento de pura verdad.

yulunga disse...

e.
Entendo à minha maneira.
Entendo que só lá está quem quer.
Esse tipo de programas EU TAMBÉM CONSUMO, sem problema algum de o admitir. Desde que me divirta.
Agora se a finalidade do programa fôr expôr e explorar as fraquezas da cada um, isso não vejo e condeno.

andorinha disse...

fora-da-lei (7.09)
Claro que é assim que nos querem levar a pensar. É a desvalorização total do trabalho e do mérito e a hipervalorização da fama, do efémero e do descartável.
E o pior é que às vezes, as pessoas nem se apercebem disso.

-Stardust- disse...

Está a ver, professor? Se eu tivesse aqui canais portugueses... via a TVI com facilidade!

E, pelo que percebo, dá direito a tribunais, com queixas mútuas... e montanhas a parirem ratos!

Fora-de-Lei disse...

yulunga 7:05 PM

"Isso meu amigo é amor e carinho do mais puro que há."

Eu sei. A quem o dizes...!

Fora-de-Lei disse...

Julio Machado Vaz 7:07 PM

"Mas a pressão aqui é inacreditável! Câmaras à porta de famosos para ver que carros entraram durante a noite! Fiquei parvo..."

Professor, mas já viu os anos que - também nesta matéria - os nuestros hermanos levam de avanço em relação a nós ? Desde que me lembro de ser eu, que conheço a revista "Hola". Aqui em Portugal, só há uns aninhos para cá é que os nossos 'aprendizes de feiticeiro' se fizeram ao prelo em força.

-Stardust- disse...

Fora da lei,

mas a experiencia nao os devia fazer mais sabios? Hum... ocorreu-me a triste resposta enquanto escrevo... esta sabedoria so vê cifras... ;(

andorinha disse...

Júlio,
Desculpe lá, mas não tenho pena nenhuma dos famosos.
Eles têm o que querem e o que cultivam.
Quando precisam de publicidade andam atrás dos media, mostram as mansões em que vivem, contam tudo sobre a sua vida intíma etc., etc, e depois queixam-se de quê?
De que não querem ser incomodados e de que também têm direito a privacidade?
Ora bolas, mas se foram eles que a violaram?!!!

-Stardust- disse...

Andorinha,

Concordo até certo ponto, mas há excepções. Veja-se Greta Garbo, que me parece nunca ter dado uma entrevista. Ou pessoas que usam o estatuto de figura pública para bens maiores e que podem ser vítimas de mau pseudojornalismo cor de rosa!

Fora-de-Lei disse...

-Stardust- 7:33 PM

"Veja-se Greta Garbo..."

Se a Greta Garbo tivesse sido garbosa quanto à sua greta, nada disso teria acontecido... ;-))

E assim me vou.

-Stardust- disse...

Fora da lei,

que horror! E eu não avaliei a senhora... apenas a fiz uma das excepções ao que debatíamos, sem olhar ao que fez da sua vida... ou do resto! ;)

yulunga disse...

Até amanhã maralhal.
Boas blogadas.

Rataplan disse...

Cuidado Professor! Se a moda pega, qualquer dia tem a TV à porta de casa!
LOOOOOOOOOOL

-Stardust- disse...

Professor,

veja antes o Buenafuente, que pelo menos dá para rir! ;)

Até amanhã, pessoas!

andorinha disse...

stardust,

As excepções apenas confirmam a regra.:)

Su disse...

o q fazem por uns euros e por aparecerem na janelinha dourada (tv) ... já é usual ...famosos, pedintes, experts, gentinha, enfim...é negócio, simplesmente!

Débora disse...

Olá a todos!

Pois é, concordo com o Gonçalo - o Prof. é que pode ter a explicação "técnica" para estas "edificantes" situações.

Prof.

"Mas a pressão aqui é inacreditável! Câmaras à porta de famosos para ver que carros entraram durante a noite! Fiquei parvo... E depois um sorriso: "ao contrário do que afirmaram existe romance". Isto não devia dar direito a tribunal?"

A devassa está instituída! E deve dar direito a tribunal, aí como aqui. É preciso é que as pessoas em causa accionem os meios. O pior é que algumas delas nem se questionam e a outras até lhes dá jeito, por motivos vários.
O botão do telecomando é a única salvação que, felizmente, ainda temos a liberdade de utilizar ...

Saudações a todos,
Débora

Ameninadalua disse...

A privacidade parece-me ser um conceito muito esbatido no tempo; históricamente falando, a privacidade era um luxo dos mais privilegiados mas mesmo esses exerciam-no com muitas limitações.
Ao contrário a promiscuidade era regra geral da vivência dos humanos. Com a conquista dos direitos humanos levou-nos igualmente ao reconhecimento do direito à liberdade a que se associa o da privacidade.
No entanto este é realizado de formas muito diferenciadas de acordo com as várias culturas. Por vezes aquilo que nos parece um abalo forte à privacidade não o é em determinadas povos.
Actualmente, com a exposição das chamadas figuras públicas nos media, tornou-se vulgar ver as suas vidas privadas completamente violadas, veja-se o caso particular dos Big Brothers dos famosos e ainda o caso dos paparazi que levou a princesa Diana a encontrar a morte.Isto é de "um pau de dois bicos" se o direito à privacidade é visto em lei como um direito fundamental de liberdade, por outro lado o interesse e o marketing que muitas vezes se faz à volta das figuras púplicas para valorizar a sua imagem,leva-as a situações de difícil gestão da sua vida privada. Pelo lado dos consumidores de imagens públicas tornou-se igualmente banal exigir essa devassa tanto mais que pagam para a conseguir, comprando as chamadas revistas cor de rosa etc.
É uma situação onde podemos encontrar perversidade em ambas as partes para os que se expõem e para quem exige essa exposição.

Lusco_Fusco disse...

Li as respostas ao post. Há já 2 anos que não vejo TV (por opção). Detesto ser manipulada, ainda que inconscientemente. Ouço falar dos programas, a colegas de serviço, e sinceramente, acho que fiz uma boa escolha. A dignidade não tem preço, não há necessidade que a suplante, opinião minha.
Quanto a cuspir no chão sinceramente é das coisas que me abana, e, por azar do destino, vim cair numa terra (Portugal) onde até as mulheres (digo até porque antes só tinha visto homens fazê-lo) o fazem de lábios bem pintados de vermelho vivo, grotesco. Mas adiante...
Li um livro há uns três anos que considero excelente,"Elogio do Imbecil" de Pino Aprile. Na contra capa quem o apresenta diz, citando também o autor (a citação vai em maiúsculas) entre outras coisas "... a inteligência foi o grande salto distintivo do ser humano, a característica que nos permitiu dominar o mundo e ser a espécie eleita, mas já não é mais necessária, tornou-se obsoleta como os pêlos que nos cobriam o corpo, a cauda ou andar a quatro patas. Se tem alguma dúvida a esse respeito, pense em Leonardo da Vinci, Einstein, ou Cervantes e compare-os aos seus chefes, aos políticos que nos governam ou aos famosos que cobram milhões para nos contarem a sua vida nos programas de televisão. A conclusão é irrefutável ("OS INTELIGENTES CONSTRUIRAM O MUNDO. MAS QUEM DISFRUTA DELE E TRIUNFA SÂO OS IMBECIS")".
Citando o autor "há qualquer coisa de sério na Lei de Murphy que (A população aumenta mas o nível de inteligência permanece constante). Nesta tendência descendente continuamos a poder reconhecer a primeira lei, sob a forma do seu corolário seguinte:
1ª lei - Antes estúpidos que mortos.(...)
2ª Lei - O homem moderno vive para estupidificar(...)
3ª Lei- A inteligência opera em benefício da estupidez e alimenta a sua expansão(...)
..."
Estas são as leis relativas ao fim da inteligência que o autor prevê e tenta provar estar a acontecer. Um bom livro.


Boa noite.

AJFRM disse...

Daí a Prisa querer a TVI !!
vai ser um fartote!!

Fly_Away disse...

"O que é que o mundo real tem de tão bom que toda a gente quer andar nele?"

(Ally Macbeal, esta noite)

Beijos e Abraços

Rataplan disse...

Bem a propósito, o novo programa da TVI "ABSexo", não podia ser menos edificante! Que falta de charme e de... mais qualquer coisita!

PortoCroft disse...

Caro Prof. m8,

Há que diferenciar entre o raciocínio legalista e o ético. Na lei, é permitido tudo o que não for proibido. Na ética, não raro se recusa a fazer o que nos é permitido. O motor da lei é a proibição. A alma da ética é o escrúpulo.

Dá-me ideia que a grande maioria das pessoas, hoje em dia, não aprendeu de berço que, não se faz aos outros o que não gostariam que se lhes fizesse. E isso, se calhar, será uma das coisas que ajudará a explicar, no futuro, o declínio da nossa civilização, tal como a conhecemos.

Fugido disse...

Quando a lei não protege a vulnerabilidade das pessoas a abusos por parte de terceiros, surgem respostas, pela sobrevivência moral, ética e física, à margem da lei.

yulunga disse...

Bom dia maralhal.

ameninadalua
"ainda o caso dos paparazi que levou a princesa Diana a encontrar a morte."

Se me permites, não concordo nada.
Quem levou à morte a princesa Diana foram sim, os adeptos de Sua Majestade e a sua avidez por noticias dela. Altos consumidores de noticias são importantes como o facto dos mesmos sapatos já terem sidos repetidos num chá de beneficência.
Foram esses consumidores que lhe fizeram a cama. Os paparazi coitados só se justificam se tiverem quem consuma o que eles fazem.

PortoCroft disse...

Sobre o fundo de cordas é saltitante

Caro Prof. m8,

O homem está apaixonado. O fundo de cordas, é uma homenagem à esposa, quando se dirige, aos saltinhos, para a cama. ;)

Ó Prof., eu sei. Esta é uma boca um bocado foleira, mas pronto. ;)

Fora-de-Lei disse...

PortoCroft 8:16 AM

"O motor da lei é a proibição."

É como diz o outro: "a lei é feita para favorecer os amigos, para tramar os inimigos e para aplicar aos indiferentes".

Manolo Heredia disse...

yulunga,
De acordo, as prostitutas só existem porque existem clientes. Que por azar até são esses mesmos consumidores anónimos...
Mas isto é tudo derivado de A Lei da Natureza.
Os "consumidores anónimos que são voyeurs" não existem como entidade imputável e como tal não têm consciência nem vontade própria. Simplesmente existem.
Nascem por um qualquer processo determinista que rege as leis da Natureza e depois têm apetite, e nasce o mercado para responder a esse apetite!

Só temos é que carregar no botão "off" da televisão e optar por um bom livro. Agora estou a ler "A liberdade evolui" (penso que é assim), de Daniel Dennett.

yulunga disse...

Rataplan
1:52
Pois olha acho que a conversa foi tão banal, como o facto de uma pessoa se poder engasgar com água após ter constatado que tinhamos ali um belo pénis :-)
E...
... se quiser encher balões, esqueça, o pénis não serve para isso. Ou seja se quiser aumentar o volume dos testiculos do seu companheiro, não será soprando que lá vai.

Fora-de-Lei disse...

yulunga 9:11 AM

"Se me permites, não concordo nada.
Quem levou a princesa Diana à morte foram..."

Eu diria antes: "quando a cabeça não tem juízo, o corpo é que paga."

Fora-de-Lei disse...

yulunga 9:46 AM

"... se quiser encher balões, esqueça, o pénis não serve para isso."

As inglesas não pensam assim. They blow, blow and blow... ;-))

PortoCroft disse...

Fora-da-lei,

Nem mais. ;)

Anónimo disse...

O Macca nunca poderá dizer: Pernas, pernas é a primeira coisa que se põe pró lado.

PortoCroft disse...

anónimo - (9:52AM),

E com aquele pedaço de mulher, ele rala-se bem. Aquilo é tudo tão bom que o homem até dispensa partes. ;)))))

yulunga disse...

fora da lei
Essa expressão de encher balões, eu não sei.
Foram palavras duma sexóloga.

PortoCroft disse...

Fora-da-lei,

Algumas até fazem disso "a day time job" ;))))))))))

Fora-de-Lei disse...

yulunga 9:56 AM

"Essa expressão de encher balões, eu não sei."

É que as inglesas, na Antiguidade, eram especialistas a tocar "ocarina de dois papos". Daí até à expressão blow job foi um fósforo, linguisticamente falando.

Fora-de-Lei disse...

PortoCroft 10:00 AM

"Algumas até fazem disso "a day time job"..."

Com extra time e tudo, tal como num jogo de futebol... ;-))

yulunga disse...

fora da lei
pois já vi que cheguei a estopa ao fósforo e tu, meu incendiário, não perdes oportunidade.
Mas falava-se do programa que estreou ontem na TVI.
Um programa onde a senhora até tem algum "à vontade", mas com uma postura um pouco: já está. Siga pra Bingo.
Uma audiência gira que revira os olhos e deita a lingua de vez em quando.
O que me irritou foi o programa ser uma cópia de um outro espanhol: Los Coños ou algo parecido.
Será que não temos ideias originais?
Temos uma sim, que passa na RTP a horas impróprias.

PortoCroft disse...

Fora-da-lei,

Essa não sabia. Só sabia que era "metered". ;))))))))))))

Fora-de-Lei disse...

PortoCroft 10:14 AM

"Essa não sabia. Só sabia que era "metered"..."

Like a parking meter ???

A parking meter is a device used to collect money in exchange for the right to park a vehicle in a particular place for a limited amount of time.

Concerning now the blow job: is that interesting task metered in time or in miles ? ;-))

yulunga disse...

Pronto!
Juntou-se a fome com a vontade de comer...
Porque não partilham uma Stella?

PortoCroft disse...

Fora-da-lei,

I wouldn't know. Inches? ;)))))))))))))))))

Ameninadalua disse...

Bom dia!

Yulunga
"Quem levou a princesa Diana à morte foram..."
Eu refiro-me às causas imediatas, claro que podem existir outras mas essas duvido que algum dia as saibamos.

yulunga disse...

ameninedalua
Essa causa está na mesma caixinha dos segredos que a morte de Sá Carneiro.

yulunga disse...

e de tantas outras, claro.
Mas ocorreu-me esta assim rápidamente à memóroa

Ameninedalua disse...

Bom dia

Porty

Reparo que após pequena ausência, ja regressaste às lides bloguistas...sejas bem vindo, tu e a tua novíssima música do Paul Mccarney.

Fora-de-Lei disse...

PortoCroft 10:32 AM

"I wouldn't know. Inches ?"

Não pode ser... em inches só funciona até às primeiras 5 "ocarinas". Depois, até às 50, já terá que ser em feet. From that point on, ít must be in miles !!! ;-))

http://www.sizes.com/units/mile.htm

PortoCroft disse...

Ameninedalua,
Ausente? Nada disso. Andei sempre por aqui mas, ocupado a resolver problemas no server. ;)

PortoCroft disse...

Fora-da-lei,;))))))))
Bom, és capaz de ter razão mas, em casos extremos, são capazes de fazer orçamentações grátis. ;))))))

Patrícia Carreiros disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
-Stardust- disse...

Andorinha (8:01 pm),

e até que ponto conhecemos estas "excepções" para saber que são pouco frequentes e portanto, excepcionais? ;)

É um cliché, mas, como sempre... há de tudo!

Anónimo disse...

Bom dia,

Pedimos a sua preciosa ajuda para divulgar através do seu blog "Abrupto" o Lançamento da 1ª Agência do Banco de Tempo no Porto, destinando-se prioritariamente às pessoas que vivem e/ou trabalham nas freguesias da Foz do Douro.

O Lançamento oficial do Banco de Tempo - Agência da Foz realizar-se-á no dia 22 de Setembro, pelas 18h30, no Castelo da Foz, evento para o qual he endereçamos, desde já, o nosso convite, caso lhe seja possível estar presente.

O Banco de Tempo é uma rede de infra-estruturas de apoio social baseada na gestão do tempo para troca de serviços. Esta rede apoia-se no Banco Central, coordenado pelo Graal, e nas Agências, inseridas em cada comunidade, resultado da parceria de instituições locais com o Graal.

No Banco de Tempo:

Não há troca directa de serviços: o tempo prestado por um membro é-lhe retribuído por qualquer outro membro.

Troca-se tempo por tempo: a unidade de valor e de troca é a hora.

Todas as horas têm o mesmo valor: não há serviços mais valiosos do que outros, nem escalas de valor de serviços. O serviço prestado não tem de ser igual ao recebido.

Os serviços prestados correspondem a actividades não profissionais que se realizem com gosto: a troca assenta na boa vontade, na lógica das relações de "boa vizinhança". São serviços de ajuda, não incluindo aqueles que exigem um certificado ou habilitações especiais.

Ficamos gratos pela atenção e colaboração dispensada.

Os nossos cumprimentos,



Concha Tello
(Membro do Banco de Tempo - Agência da Foz)

noiseformind disse...

Oh, mas isso é Pão Nosso de Cada Dia. Então a aldeia global é só para alguns? Nã nã nã. Para todos!!!!!!!!!!! Dou o exemplo de Sócrates e daquela senhora que se deu ao trabalho de "parecer" sua namorada em recente "foto-reportagem". Tendo perfeita consciência que a sua orientação sexual seria um problema Sócrates aparece ao fim de uns meses de ser primeiro ministro com uma "namorada". Atenção, nenhuma das fotos dos prestimosos "foto-jornalistas" mostra seja que contacto for entre Sócrates e a dita "querida", o que é dramático pois até ao muito mais comedido Professor "Martelo" conseguiram arrancar muito mais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Meu caro Éme e avulsos maralhos ,estes "apanhados" são feito com base em jogos de poder de secretaria. Não há problema nenhum para o jornalistas rosa-choque em crivar de fotos "comprometedoras" seja quem for DESDE que essa pessoa não possa colocar em causa o acesso a outras pessoas e a outras reportagens. Dou o exemplo dos verdadeiros SAFARIS de políticos do Porto ao Club 96 e ao Club Guarani. Os tão argutos jornalistas não se deram ao trabalho de desmascarar uma tão típica "ida ás putas", caraças, que é que ganhavam com isso? O medo e o rancor de todos os outros? No meu caso pessoal recuso qualquer interacção com os "especimens". Gosto mesmo muito da minha vida pessoal, aprecio sinceramente o meu espaço ; ))))))))))))))) pessoas que abrem as portas de sua casa À bisbilhotice comercial estão-se a candidatar a terem toda a sua vida transaccionada, basta ver Pinto da Costa que se divorciou para assumir o relacionamento com uma amante de longa data e nuuma tentativa de caucionar socialmente o gesto abriu a sua casa e vida pessoal aos Rosas-choque e desde aí as "piranhas" não o largam seja no relacionamento com esta ex-acompanhante de luxo, seja nos problemas de saúde.
A questão é que este sistema de "portas abertas" deu origem a uma classe que VIVE para aparecer e portanto não tem problemas em mostrar seja o que for em troca de mais um convite, mais um jantarzinho, mais um encontro com a fama e com o "glamour" de plástico.

Quanto à colocação de camaras para vigiar os famosos acho que o 10º homem mais sexy de Portugal tem de se preocupar mais é com esperas de ouvintes e telespectadoras dos seus programas À porta de casa ; ))))))))))))))))))))))) e isso será assim tão mau??????????? loooooooool looooooooooool looooooooooooooooool loooooooooooooool looooooooooooooooool

PortoCroft disse...

Yulunga,

A morte da Diana, foi provocada, teoricamente, por interesses de Estado.

1. - Ela brilhava mais, só, que toda a família real junta.
2. - Era uma mulher moderna que, apesar das suas, eventuais, descompensações psicológicas, sabia o que queria.
3. - A sua aproximação, à comunidade muçulmana do país, pelo menos por duas vezes com homens dessa etnia, era sentida como uma ameaça. Ela deixaria de ser apenas "The People's Princess" para ser também a maior bandeira duma das mais fortes comunidades do país.
4. - O ter exposto (e muitas coisas foram abafadas após a sua morte) os devaneios sexuais do Princípe Herdeiro, em nada a beneficiaram.
5. - O Princípe Carlos, com ela viva, nunca poderia sequer pensar em casar de novo. Era ela que fazia a cabeça dos filhos e estes, apoiados pela mãe, nunca iriam aceitar que o pai se casasse com mais ninguém.
6. - Os jornais, mais ou menos assumidamente republicanos, quando lhe foi retirado o título de SAR, passaram a chamá-la de "People's Princess". Isso foi uma bofetada na monarquia. E, essas coisas, o MI5 e MI6, não perdoam.

Fora-de-Lei disse...

Anonymous 11:17 AM

"Pedimos a sua preciosa ajuda para divulgar através do seu blog 'Abrupto' o Lançamento da 1ª Agência do Banco de Tempo no Porto..."

'Abrupto' ? Conchinha, estás enganada... isto aqui não é o blog do Pacheco Pereira. Devias ter tido mais cuidado na revisão do texto. Conchinha, Conchinha... ;-))

PS: o 'Banco de Tempo' é uma iniciativa interessante... sei do que falo, por experiência própria.

Fora-de-Lei disse...

Aqui vai uma ajudinha à Concha: http://www.graal.org.pt/index_ficheiros/BdT_home.htm

yulunga disse...

Ah... E antes que me esqueça.
Dr. Murcon
O meu comentário sobre o AB Sexo foi no desenrolar do comentário da Rataplan e não tem nada na manga pois sei à partida que jamais comentará o programa duma colega, pelo menos aqui.

Fugido disse...

Vendo bem, se me obrigassem a contar a vida sentimental ... muito gostaria eu de relatar os mais escabrosos sonhos eróticos que por vezes me assaltam.
... lá se me vôa o espírito.

Fugido disse...

Yulunga, por curiosidade, onde te passeias tu na equitação? És muto fotogénica.

yulunga disse...

fugido
Na Quinta da Marinha, tá a ver?
Os bichos são do melhor, inteiros e purissimos.

yulunga disse...

Portocroft
11:24
Obrigada pela vasta explicação.
Mas eu só estava a defender um grupo que num flash passou de bestial a besta.

lobices disse...

...fora do contexto (ou talvez não)
...
...ontem, dia 19, na TVI, 24 horas, novo programa: "ABSexo"
...concorrência a JMVaz????
...
...Drª. Marta Crawford apresenta um programa sobre sexo, sem tabus nem papas na língua
...primeiro programa: Tema: Sexo Oral... o que é e como o fazer
...vários exemplos, vários vídeos, vários desenhos, vários apetrechos, vários telefonemas em directo... algumas entrevistas
...entrevistas de rua: "O que é um felattio ou um cunninlingus"... Ninguém sabe, excepto uma jovem entrevistada e uma mulher simples do "povo", cinquentona, que diz claramente que o cunilingos é o homem a lamber a c... da mulher
...muitos preservativos com diversos sabores
...perguntas se se engulir o sémen faz mal
...perguntas se fazer sexo anal e sexo vaginal intercalado faz mal
...perguntas de uma incredulidade tremenda
...olhares estupefactos dos membros jovens (muito jovens) da assistência
...uma doutora sexóloga muito jovem sem pruridos na fala, explicando tim tim por tim tim como se faz um bro.... e um min...
...conselhos sobre higiéne apenas para o sexo oral de o "couple" tiver já uma certa confiança; uso de preventivos como os latexs no caso de "aventuras" ocasionais
...my God!... o que eu "não" aprendi com o programa!...
...uma pergunta: "a minha namorada está farta da monotonia; queremos a introdução de uma terceira pessoa; só não sabemos ainda de será masculina ou feminina"... Aqui, foi o único ponto que eu achei que a Drª. Marta se "portou" com capacidade de informação...
...de que me servem 55 anos de experiência sexual se uma pessoa de cerca de 30 anos (penso eu) ainda que doutorada em sexologia (existe doutoramento em sexologia?...) me vem ensinar o que eu já sei há tantos e tantos anos?...
...será que a assistência terá aprendido alguma coisa?
...terá sido pedagógico?
...ou apenas mais um enlatado para encher o programa já decrépito de uma TVI em ruínas?... (ainda que comprada já pelos espanhóis)...
...ao lado, na RTP 1 o problema dos Militares, das Chefias, do Governo, das Manifestações, da Liberdade, da Proibição e um Professor Catedrático no seu melhor!...
...Profe JMV... acautele-se que os seus dificeis amores estão em perigo, até porque a sua transmissão sem bolinha vermelha passa às 2 da matina e este da TVI com bolinha vermelha passa á meia noite...
...ahh, já me esquecia: na SIC a estupidificante merda das anedotas sem piada do levanta-te e ri onde todos batem palmas quando sai uma carvalhada sonora ou um fosca-se mais eloquente...
...pobre País este!...
...verdade, verdadinha é o mail que por aí circula que diz que o problema de Portugal é um problema unicamente do foro Agrícola: "Excesso de Nabos e falta de Tomates!..."
...deixa-me benzer ou apenas me devo pasmar perante tanta falta de bom senso?...

básica disse...

Lobices:

Para ti a minha vénia.

yulunga disse...

Lobices
Esqueceste-te dos brinquedos, de que a Dra. falou, mas vi que é pouca dada para brincadeiras.
Esqueceu-se dum brinquedo magnifico, que para além de nos dar um prazer do caneco, nos permite também dizer: eu sou uma verdadeira mulher de tomates!
Falo obviamente das magnificas, maravilhosas e mágicas bolinhas chinesas ;-)

fora-de-lei disse...

lobices 1:45 PM

"... fora do contexto (ou talvez não)"

Claro que não !

yulunga disse...

Lobices
Como é lógico o programa da Dra. não faz concorrência ao programa do nosso (sim nosso) Dr. Murcon.
São ambos sobre sexualidade/sexo mas abordados em vertentes diferentes. O da Dra. será uma vertente muito mais fisica e que também é muito importante.
Talvez por ter sido o primeiro programa, onde o nervosismo frente às camaras tenha sido um inimigo, pareceu-me tudo muito a despachar, tudo falado muito secamente.
Talvez se componha.
Acho que um e outro programa se possam complementar.

fora-de-lei disse...

lobices 1:45 PM

"... de que me servem 55 anos de experiência sexual se uma pessoa de cerca de 30 anos (penso eu) ainda que doutorada em sexologia..."

Estreante na televisão, Marta Crawford, licencidada em Psicologia - Área de Clínica, é especializada em Sexologia. Técnica superior na Direcção de Serviços de Informação e Orientação Profisisonal, trabalha como docente no Instituto Piaget e faz parte da linha "SOS dificuldades sexuais" desde 1999. Ns últimos dez anos, a sua actividade, além da consulta privada, passou por hospitais e maternidades de Lisboa. Publicou artigos em revistas e jornais sobre o tema em que se especializou.

fora-de-lei disse...

yulunga 1:58 PM

"Falo obviamente das magnificas, maravilhosas e mágicas bolinhas chinesas."

Quem convive com bichos INTEIROS, ainda por cima puros-sangues, precisa de bolinhas para quê ?

Ai, ai... estas tias da Quinta da Marinha andam mesmo mal "aconselhadas"... ;-))

yulunga disse...

fora da lei
Tem com certeza um bom curriculum, sei lá, mas repara não é só debitar matéria.
Se se entra num programas destes como uma aposta educativa não se pode dar certo tipo de respostas.

P: "O meu namorado quer que engula o esperma, mas eu não gosto"

R: "Ok minha querida isso deve ser falado a dois, mas se não gosta diga-lhe isso e pronto"

Eu se julgo que a resposta não é essa. Ela não quer e pronto!
E ele? Ele quer e pronto!
Deveria ter sido um resposta mais tranquila e equilibrada.

"E se estão numa de encher balões, esqueçam. O pénis não é para se assoprar".

Ok!
Mas porquê?
É incomodo para todos os homens?
Pode provocar alguma lesão?

Se o programa é para informar, então que o façam e tomando como ponto de partida todo o tipo de duvidas e principalmente as mais básicas.

Rataplan disse...

Lobices,

Completamente de acordo!

Parecia uma acção de formação, daquelas em que o formador, inseguro, despeja informação!

Que bom que estás de volta!

yulunga disse...

fora da lei
E sei lá eu essas coisas.
Li num pacote de pudim.
E se mandasse 5 códigos de barras recebia umas bolinhas dessas.

Didas disse...

Asi es! Que en la tierra de Torquemada no se brinca!

Didas disse...

Asi es! Que en la tierra de Torquemada no se brinca!

yulunga disse...

fora da lei
E olha as bolinhas têm-me dado um jeitaço para dar com elas na cabeça dos bichos sempre que eles insitem em não avançar.
Tudo pode ser como os clips: com mil e uma utilidades. Valha-nos a imaginação.

fora-de-lei disse...

yulunga 2:23 PM

"E se estão numa de encher balões, esqueçam. O pénis não é para se assoprar. Ok! Mas porquê? É incómodo para todos os homens?
Pode provocar alguma lesão?"

É tudo uma questão de sensibilidade para a temática, em si.

Por exemplo, eu - no lugar da Dra. Marta Crawford - teria antes dito: "cuidado, minhas meninas... não chupem com muita força porque há a sempre a hipótese do lençol se enfiar pelo cú acima dos vossos namorados."

Isto sim, isto seria realmente didáctico... ;-))

yulunga disse...

LOL

yulunga disse...

Dr. Murcon
Já sabe, a partir de agora às terças-feiras tire folga.
Coloque apenas o titulo do post: Tema Livre. e pronto ele serão lençóis, almofadas, pelicula aderente, folha de aluminio, preservativos dois em um; Use, corte e volte a usar. Quem sabe até esfregão de palha de aço.
Ah valentes!

yulunga disse...

Oh fora da lei
E tu não brinques com isso.
Duvidas sobre sexo é assunto sério.
Ninguém nasce ensinado e muitas das vezes a vontade de poder dar mais prazer ao companheiro/a pode fazer com que as pessoas cometam alguns erros, julgo eu.
Perguntas mesmo aparentemente pateticas não são sinal de burrice, mas sinal de quem quer saber.

fora-de-lei disse...

yulunga 2:38 PM

"... ele serão lençóis, almofadas, película aderente, folha de alumínio, preservativos dois em um..."

Esqueceste-te do Pudim Mandarim... ;-))

yulunga disse...

fora da lei
é verdade.

Noisie meu samurai luso
Esta é para ti.
A DRA., disse também que NÓS NÃO SOMOS OBRIGADAS, NÃO SOMOS a colocar-vos a amigdalas no estômago, ouviste?
Por isso essa do afundar era antes, em que vocês nos empurravam a cabeça e diziam: Ou fazes ou vou procurar fora quem faça.
Nós agora temos vontade própria, ok? Para além de sabermos que após essa ameaça, um bom sopro deixa tudo em pratos limpos.

yulunga disse...

Manolo
Totalmente de acordo, mas quando em três canais à mesma hora dá o mesmo tipo de programas para além da escolha ser impossivel, a falta de respeito pelo publico é enorme.
Isso devia ser muito bem regulamentado. A concorrência não pode jusitificar uma atitude destas.

lobices disse...

...to Yulunga:
...dizes muito bem: faltaram lá muitos "brinquedos" :))
...e olha que te gabo o gosto pelas "bolinhas chinesas"... conheço-as, sei o que são e as "maravilhas" que fazem (e mais, se forem manipuladas pelo companheiro...ainda melhor...)
:)))

fora-de-lei disse...

lobices 3:23 PM

"...e olha que te gabo o gosto pelas 'bolinhas chinesas'... conheço-as, sei o que são e as "maravilhas" que fazem..."

O conceito de knowledge sharing devia ser mandatório neste blog... ;-))

yulunga disse...

Lobices
Pois.. Não sei, ainda me falta um código de barras.
Sei é que as conversas são como as cerejas.
:-)

fora-de-lei disse...

yulunga 3:55 PM

"Pois... as conversas são como as cerejas."

Olha que o "carapuço" do knowledge sharing também te serve a ti... ;-))

Vá, conta lá... as 'bolinhas chinesas' são para ser usadas tipo escovilhão a sair pelo gargalo, ou como é que é ? É como é que é, não ?!

yulunga disse...

fora da lei, fora da lei
Olha que tenho andado de olho em ti, e li um comentário por aí algures num blog, sobre um livro e a foram como ele te dava a sensação de negritude (?).
Que boa capacidade de análise e de argumentação tu tens.
Mostra-nos aqui também do que és capaz.

P.S. Gostei muito mais da dos auriculares.
;-)

fora-de-lei disse...

yulunga 5:03 PM

Recentemente, foi lançado pela APFDA o livro «A doença de Alzheimer e outras demências em Portugal». No momento, é este o meu livro de mesa de cabeceira. Mas, felizmente, o meu interesse intro-espectivo não vai para a primeira parte do título... ;-))

lobices disse...

Yulunga: Lady Godiva of Coventry?

andorinha disse...

Boa tarde a todos.

Stardust (11.08)
Claro que há de tudo e não avalio toda a gente pela mesma bitola. Mas a maior parte dessas "figurinhas" quer é aparecer, por isso mesmo é que lhes chamo figurinhas.

Lobices(1.45)
Nem benzer nem pasmar; isso é apenas o reflexo da mentalidade reinante no nosso país. A mim já nada me espanta.
Não vi o programa, só estou a falar pelo que tenho estado a ler.

A propósito - vocês não estão fartos deste país?
Às vezes só me apetece emigrar...

Umas simples perguntas.... disse...

Que fazer quando a vida nos é insuportável? Quando nós somos insuportáveis para nós mesmos e para os outros? Quando a vida vai passando e não se consegue mudar isso? Se tentou e se tenta mudar e nada parece dar resultado? Quando muitos dos objectivos já estão irremediavelmente perdidos e outros tornam-se cada vez mais distantes? Quando não se consegue alcançar os outros e os outros também não nos querem alcançar?

yulunga disse...

Lobices
Yap.

fora da lei
;-)

Até amanhã maralhal.
Boas blogadas.

Juca disse...

Noise,
A questão da homossexualiade de José Socrates pode ser perfeitamente comparada à questão da pedofilia de Paulo Pedroso, mas repara, ninguém tá interessado, assunto demasiaod sensível, repara que até por estas bandas o assunto é ignorado homem ; )))
É mais fácil falar do zapping e das inches

Quanto a mim acho que não devemos viver neste meio-engano de achar que Sócrates tem uma namorada invisível desde há 4 anos. Engraçado. Pela forma como os retratam (nunca saem, nunca vão a lado nenhum) ela quando muito seria só para o sexo, e aí estava uma notícia engraçada para os "rosa-choque"

Jikinhos

lobices disse...

...to: "umas simples perguntas" at 06:25 PM:
...
..."que fazer quando a vida nos é insuportável?"
...Aceitar o que ela é e o que ela nos dá e saber que há sempre alguém em pior situação do que eu
..."quando somos insuportáveis para nós mesmos e para os outros?"
...Sorrir e aceitar o abraço do outro mesmo que ele não chegue
..."a vida vai passando e não se consegue mudar isso?"
...Não tentar mudar nada excepto mudarmo-nos a nós mesmos; principalmente QUERER mudar
..."já se tentou tudo e nada dá resultado?"
...Não desistir nunca; continuar a tentar; amanhã é sempre um dia diferente do de hoje porque o de hoje amanhã já será o ontem
..."objectivos perdidos e outros cada vez mais distantes?"
...Não existem objectivos perdidos; apenas existem objectivos pois eles não se perdem nunca, ou se alcançam ou não mas nunca se perdem porque nunca foram nossos; e quanto aos outros cada vez mais distantes, não perdem a vontade de os alcançar; muitas vezes é apenas uma questão de dar apenas mais um passo em frente em vez de ficar parado
..."quando não se consegue alcançar os outrso?"
...Olhar para nós e ver que, no mínimo, nós estamos aqui, logo eu alcanço-me a mim mesmo; já é uma grande vitória
..."e os outros também não nos querem alcançar?"
...Se eles não nos querem alcançar, já pensáste que esse é um problema deles?...
...
...Viver não é fácil
...Viver é ser e estar
...Viver é amar o outro mesmo que nada exista como retorno
...Viver é olhar em frente mesmo que se sinta que o chão nos foge debaixo dos pés; nessa altura, damos asas á imaginação e voamos!... Tão simples quanto isso: SORRIR...

fora-de-lei disse...

Juca 6:37 PM

Até és capaz de ter razão. Quem sabe...

Só que, por acaso, esqueceste-te de mencionar o outro Paulinho... igualmente mediático. Paulinho esse que, tal como o Pedroso e igualmente por acaso, também é PP. Só que é PP de toda a maneira e feitio e o(s) outro(s) não...

Terá sido por isso mesmo que te esqueceste de o mencionar ? Quem sabe... ;-))

andorinha disse...

Noise,
O homem não pode ter arranjado uma namorada agora que é Primeiro Ministro? Não dizem que o poder atrai? Então....
E as fotos não são mais "explícitas" porque eles são muito recatados.:)))

Juca,
"A questão da homossexualidade de José Sócrates...ninguém tá interessado..."
E por que havíamos nós de estar interessados?
Quero lá saber se o homem tem uma namorada ou um namorado...
Queria era que ele não fizesse tantas asneiras e governasse melhor, se possível.
E porque é que essa questão há de ser comparada à questão da pedofilia(?) de Paulo Pedroso?
São questões diferentes.
Tenho dito.:)

Lusco_Fusco disse...

Não vi o programa, mas lendo o "lobices" fiquei inteirada do assunto. Obrigada. Concordo com a crítica que faz ao programa tiro-lhe o meu "chapéu". Diria mais, a banalização choca. Comparo os sôfregos pelo sexo e/ou de sexo, a alcoólicos e os que usam o sexo como complemento de algo maior, aos sóbrios.Os primeiros de tanto beberem já nem sentem sabor, bebem água com pós (que também os embriaga) e acham o melhor vinho do mundo; Os segundos, bebem com deleite, perdem-se no sabor, no aroma e naquele torpor. Levitam.
A diferença está em que uns lambem paralelo outros voam... ;-)
Já dizia Fernando Pessoa:

" O amor é que é essencial.
O sexo é só um acidente.
Pode ser igual ou diferente.
O homem não é um animal:
É uma carne inteligente,
Embora ás vezes doente."

Boa tarde a todos ;-)

andorinha disse...

Lobices (6.50)

A tua resposta a "umas simples perguntas"(6.25) fez-me pensar e levantou-me algumas questões que vou tentar sintetizar.

Alguém que escreve o que ele/ela escreve ou o faz por gozo ou brincadeira e aí, estando a gozar connosco não merece sequer resposta, ou se está verdadeiramente naquele estado de desespero e angústia deveria procurar ajuda especializada e não vir aqui a um blog. Ao fazê-lo está à espera do quê?
Que aqui lhe apontem a solução para os seus males?
Isso será um tremendo logro e
equívoco que poderá, em última análise, trazer graves problemas.

Ao responderes da forma que fizeste, na melhor das intenções,sem dúvida, isso em nada vai ajudar a pessoa se ela estiver efectivamente naquele estado depressivo.

Nunca referi isto, mas já o tenho pensado várias vezes na sequência de outros "desabafos" do mesmo teor que de quando em vez aqui aparecem.
Nós, murconianos, temos que ter cuidado com a forma como lidamos com isso, porque se for mesmo verdade, não se pode tratar com a ligeireza com que o fazemos aqui.
Quem aqui "desabafa" dessa forma tem que perceber que aqui não é o local indicado para procurar ajuda porque não a sabemos dar ( e não é um punhado de frases mais ou menos bonitas e filosóficas que vai alterar alguma coisa) ou então poderemos dizer alguma coisa que faça com que seja pior a emenda que o soneto.
Vir-se aqui em busca de apoio psicológico é para além de complicado, descabido e penso que nós não devemos "incentivar" isso, até porque pode ser perigoso para a pessoa envolvida.

Lúcia disse...

Boa tarde a todos.
JUCA
"Juca said...
Noise,
A questão da homossexualiade de José Socrates pode ser perfeitamente comparada à questão da pedofilia de Paulo Pedroso..."

Em relação a isto só quero dar uma achega: pedofilia é crime e dos mais hediondos que há. Homossexualidade não. POr isso não considero que a abordagem dos dois assuntos possa ser semelhante, seja lá em que circunstância for.

Lusco_Fusco disse...

Lúcia
"pedofilia é crime e dos mais hediondos que há. Homossexualidade não."
Estou plenamente de acordo. A nossa lei é benévola para este crime, na minha opinião, bem como, a idade a que se reporta.

andorinha disse...

Lúcia e lusco_fusco,

Pois é, por mais esclarecimentos que haja, as pessoas continuam a confundir as coisas.

gonçalo disse...

Maralhal,

A alegada homossexualidade do Sócrates fez-me pensar numa questão que considero importante: a ambivalência com que estas questões têm sido encaradas.

Concordo com a Andorinha quando diz que saber se o Sócrates é ou não homossexual é irrelevante para apreciar o seu desempenho como primeiro-ministro. Mas, tenho observado que muita gente, provavelmente os que votaram no PS, não quer aceitar que Sócrates possa ser homossexual, como se fosse algo que, sendo conhecido, jamais os levaria a votar nele. Devo dizer que não faço parte dessa maioria dos 45% que mudou o governo do país em Fevereiro, mas se tivesse decidido votar no PS, não seria o facto do Sócrates ser gay que me faria mudar de ideias. Quando falo em ambivalência, refiro-me à diferença com que a suposta homossexualidade do Portas é encarada. Aqui todos a reconhecem, inclusivamente usam-na com maldade para diminuírem a personagem. Os media reflectem e acentuam esta disparidade. Na minha opinião, ambos são gays, embora nunca o tenham assumido publicamente. Vale o que vale, nem mais nem menos do que qualquer outra opinião. Aceito que Portas nunca fez nada para esconder a sua orientação sexual, por vezes demasiado explícita para que haja lugar a dúvidas. Ao contrário, Sócrates parece fazer tudo para a esconder, usando expedientes como o dessa “revista cor-de-rosa.” Mas, não penso que isto, só por si, seja suficiente para explicar esta desigualdade de tratamento. A razão pode ser simples: uma coisa é ser presidente do PP, um partido da “franja” do sistema partidário, ainda que já tenha estado no governo, outra bem diferente é termos, provavelmente pela primeira vez na história da república, um chefe de governo gay.

Juca disse...

Faz todo o sentido na medida em que é escondido. Não tenho problema nenhum em ter um primeiro ministro gay, aqui na Holanda votei várias vezes num partido cujo principal dirigente era gay, só não pactuo com encobrimentos vários.
Como vocês estão todos demasiado gagás para ler as coisas até ao fim referia-me à forma como são perseguidos os escândalos sexuais em geral e como são omitidos os potenciais escÂndalos de certas pessoas, nos termos que o Noise referiu no seu comentário, portanto era a ele que me dirigia dado que só nele vi uma análise próxima da forma que ia abordar esta questão.
Mas pronto, a idade das pessoas que me atacaram já não ajuda, os neurónios já confundem faixas hertezianas. Por favor mantenham as conversinhas entre vocês e não se metam com pessoas cujo sentido dos textos a vossa doença degenerativa não permite já interpretar, fazem-me isso? Muito obrigado.

Gonçalo, excelente percepção, tb gostei deste seu comentário;)

Jorge disse...

Mas pode querer Juca, pode ter a certeza absoluta do que está a dizer.
Nunca mais param de definhar para morrerem de vez!

Jorge Gonçalves

Julio Machado Vaz disse...

Porty,
Que boca horrível:))))).

Vejo que a televisão portuguesa vos traz divertidíssimos! Eu até já recebi mails de jornais a pedir opinião e dúvidas técnicas sobre as dúvidas postas à Dra. Marta Crawford, que foi minha aluna na Lusófona:).

Fora-de-Lei disse...

gonçalo 9:13 PM

"Na minha opinião, ambos são gays..."

Eh pá, eu acho que esse tipo de "suspeições" não se podem basear em opiniões pessoais. Já não vou ao extremo do outro que diz "sei lá, nunca servi de colchão a ninguém", mas daí até se formar a imagem de uma pessoa - figura pública ou não - por via de uma mera observação pessoal, talvez seja um pouco precipitado...

Pessoalmente, não me interessa se o 'Só-cá-atrás' é gay ou não é, mas neste aspecto estou em contra-ponto contigo. Custa-me ver que, quando os gays-alvo cheiram um bocadinho a esquerda, as pessoas politicamente situadas à direita não perdem oportunidade de os "acusar", com a particularidade de se esquecerem sempre de mencionar também os alegados gays da sua simpatia ideológica. É a tal ambivalência que referes, e muito bem, mas desta vez vista do outro lado do leque político-partidário.

Para clarificar ainda mais as coisas, posso-te dizer que também não foi com o meu voto que o PS conseguiu a actual maioria parlamentar... Em consequência desta minha afirmação, é natural que ainda aches mais estranha esta minha defesa do PS, mas compreenderás melhor se te disser que, por exemplo, quando o SCP defronta o FCP, a minha opção vai quase invariavelmente para o SCP. É uma analogia um pouco caricata, mas penso que te ajuda a compreender como eu me posiciono mentalmente para tomar uma opção de grupo...

Fora-de-Lei disse...

Juca 10:15 PM

"... aqui na Holanda votei várias vezes num partido cujo principal dirigente era gay..."

Até aqui em Portugal, muitos homofóbicos convictos votariam num gajo que pegasse de empurrão, desde que ele lhes garantisse que - a breve trecho - deixaria de haver lugar em Portugal para pretos, judeus, ciganos, comunistas, maricas, etc, etc.

Só que aí na Holanda, os nativos são azuis-claros e tu és azul-escuro. Nunca te esqueças desse pequeno grande pormenor...

andorinha disse...

De vez em quando lá aparecem uns jucas e jocas...
Que se há-de fazer a idiotas anónimos?
E não se pode exterminá-los??????

gonçalo disse...

Fora-de-Lei,

Admito que a homossexualidade ou a heterossexualidade não se "detectam" por mera observação pessoal. O critério que usei para dar a minha opinão é provavelmente o mesmo que o país usou para consensualmente considerar o Portas gay, sem que este alguma vez o tenha assumido (eu diria que já nem precisa...)

O que pretendo sublinhar é apenas a naturalidade (direita incluída) com que se aceitou a homossexualidade do Portas que constrasta com a resistência do país em admitir que a orientação sexual do Sócrates possa fugir à norma:).

Seja como for, lembro-te o triste golpe rasteiro do Louçã que, no seu tom envangélico, disse ao Portas "Quem é você, que nunca gerou vida, para falar do Aborto."

Compreendo bem o teu anti-portismo:).((((((

Fora-de-Lei disse...

andorinha 10:58 PM

Os 'jucas' e os 'jocas' são novos, não pensam... ;-))

Bem, eles é que se dizem jovens e acusam os outros de velhos. Mas fica-me a sensação que eles é que já estão a ficar um bocado jarretas... e com ideias já muito envelhecidas.

Fora-de-Lei disse...

gonçalo 11:02 PM

É verdade, sim senhor. Às vezes o Louçã, no intervalo dumas 'ganzas', dá-lhe para o disparate... ;-))

Mas - em minha opinião - o Louçã até nem é mau rapaz.

Lusco_Fusco disse...

Concordo com vocês Andorinha e Gonçalo. Estamos a desviar-nos do post, o Dr. que me perdoe...


As tendências sexuais de cada um, só ao próprio dizem respeito.
Olhando a história veremos que tanto os romanos como os gregos praticavam a homossexualidade. Até á Alta Idade Média a igreja consentia-a. Monstruoso só começou a ser depois do sec. XVIII...
Não foi por aí que os líderes e imperadores foram maus ou bons.
Neste país de folclore, há uma agravante, não interessa que os governantes governem. Este folclore mantem a cabecita do povo ocupada.
Os governantes são marionetas do poder financeiro. É aí que a crítica devia assentar. Questionar o porquê dos três poderes que nos dão a liberdade, de cidadãos e de direito propriamente dita, se estarem a fundir( legislativo, executivo e judicial). Olhemos Voltaire, Montesquieu, René de Descartes, entre outros... E vamos com racionalismo questionar tudo o que é mal feito no poder e não as tendências sexuais de A ou de B,isto é do foro do sensacionalismo revisteiro que cresceu com esta leva de imbecilidades.

juca disse...

Obrigada pelas boas-vindas calorosas ao blog que me deu andorinha. Fui ver a sua foto ao jantar do Murcon. Acertei mesmo na mouche! A idade acompanha a incapacidade que tem de lidar com a controvérsia por estas bandas...

Caríssimo fora-de-lei, a forma como os holandeses nos tratam cá fora não tem nada a ver com a forma (Criminosa) como tratámos os que para aí emigram. Ordenados pagos na hora, casa incluída no contrato. Não se esqueça que ser azul-escuro num sítio ás vezes é melhor do que ser branco noutro ; ) ou não concorda? E tem você toda a razão, sou um puto de 46 anos, da vida só sei que por cá quero andar muitos aninhos ;)

Fora-de-Lei disse...

juca 11:12 PM

"... a forma como os holandeses nos tratam cá fora não tem nada a ver com a forma (criminosa) como tratamos os que para aí emigram."

Não podia estar mais de acordo consigo...!

andorinha disse...

fora-de-lei (11.02)

Também fico com essa sensação.:)))

andorinha disse...

juca,
Fica a falar sozinho, se quiseres. Aliás os loucos fazem isso muitas vezes.

HarryHaller disse...

Eu li os vossos comentários, e fico estupefacto, pela forma como os meus caros murcons se desdunham em discutir questões, que não deviam ser discutidas. Há tanta coisa com que podemos ocupar de forma inteligente os nossos neurónios, e vocês, aplicam-nos a falar daquilo que é do foro pessoalíssimo de cada cidadão, é que mesmo que vocês sejam contra os preconceitos que alguns dos comentaristas do murcon padecem, estão a entrar pela via paranoica, de que uma ser humano, antes de ser competente ou não para desempenhar um cargo politico ou uma profissão, há que ter determinada conduta sexual. Não eu não vou por aí, e recuso-me a debater seja com quem for questões dessas. Aliás,como seguramente todos os "murcons" sabem, há já largos anos que a Organização Mundial de Saúde, concluiu que a homosexualidade não é nenhuma anormalidade, o Professor pode confirmar isto, pois, a primeira vez que ouvi essa conclusão, foi por intermédio do professor, num dos seus programas televisivos.
Quanto á questão de fulano A ou B, ser pedófilo, sugiro que as pessoas antes de fazerem afirmações desse teor, deviam estudar alguns fundamentos de Direito, nomeadamente de Direito Constitucional,nomeadamente, o capítulo dos direitos e garantias fundamentais do ser humano, e de Direito Processual Penal, e incluo, nesta sugestão, a maioria dos jornalistas que vêm para os meios audio visuais e outros meios de comunicação, dar noticias de teor criminal.É que até que um cidadão acusado ou suspeito de um crime seja condenado por sentença transitada em julgado(para os que não sabem, sentença transitada em julgado, é a que já não admite recurso para um tribunal superior, isto, é já não pode ser reapreciada por outros juízes) é considerado inocente, repito, INOCENTE. E este principio fundamental do Direito, do nosso direito e de todos os Direitos dos Estados Democráticos, não foi algo dado de forma gratuita,isto é,visa preservar aquilo que um ser humano tem de mais precioso, a par da sua vida, a liberdade.

E mais que isto, sabia Jesus Cristo, (que não se pronunciou quanto a questões de natureza sexual) e não consta que tivesse biblioteca ou que fosse perito em comportamentos sexuais alheios

Bom dia ao prof. Julio Machado de Vaz e a todos os restantes murcons.

Lobo das Estepes

andorinha disse...

Olá Lobo das Estepes.:)

Estou plenamente de acordo com o que dizes.
Um bom dia para ti .

Alison disse...

Muito bom, aproveito e já deixo o convite para visitar nosso site também.
==
www.eliteacompanhantes.com.br
====
www.sptrans.blogspot.com
==

Responsavel disse...

Seu Blog é muito bom, gostei da postagem... Muito boa mesmo!

Aproveite para dar uma passadinha em meu site também.

Site: WWW.ASGLAMUROSAS.COM

Você irá encontrar notícias em tempo real, vídeos erôticos, jogos e erôticos, Kama Sutra, Sex Shop e outras coisas interessantes.

Nosso site tem conteúdo de Aracaju, Rio de Janeiro, São Paulo, Santos, Brasília, Belém, Salvador, Maceió, Belo Horizonte, Recife, Natal, Curitiba e Outras Regiões.

Temos espaço para que você possa enviar as atualizações de seu blog, você poderá ser uma espécie de colunista de nosso site.

Parabéns Pelo Blog

Atenciosamente
AsGlamurosas.com

WWW.asglamurosas.COM
MSN: asglamurosas.com@hotmail.com