sexta-feira, setembro 02, 2005

A masculinidade... A segurança básica...

"De qualquer modo, a verdade é que vira o meu pai chorar, o que me pareceu que alterava uma ordem natural não escrita. Regressei à cama cheio de pressentimentos e convencido de que se tinha quebrado alguma coisa fundamental a cuja reconstrução teria de dedicar o resto da vida."

Juan José Millás, A Ordem Alfabética.

93 comentários:

bigmouth disse...

"A tradição já não é o que era!"
(Acho que em vez da cervejola, vou optar por um JB!...)


E ainda bem...

Fugido disse...

Júlio, mas que loucura, um pai a chorar? Isso é o desabar de uma segurança que se julga a toda a prova, eterna, que está lá, sempre para nós.

Fora-de-Lei disse...

Embora seja falso que um homem não chora, é um facto que há algo de mais ou menos grave quando um homem chora. Nem que seja apenas com a sua própria "saúde mental"...

fã do murcon disse...

Masculinidade e femilinidade são conceitos, ao que julgo e que muitas vezes se multiplicam em preconceitos. Conceitos que são uma espécie de "tamanho único", impossível de adaptar na interessante variedade humana. Os "gender studies" poderão ajudar muito, nesta matéria.

Não quero usar citações, porque reconheço que as qualidades ditas masculinas e femininas estão hoje -pelo menos no Ocidente -mais entrecruzadas. A coragem, a firmeza,a autonomia, o comando, o vigor, a destreza mental e física são hoje (depois de muita baba e ranho, de séculos) também qualidades femininas. Resta-nos esperar que a doçura, a disponibilidade, a ternura.a atençao ao outro, a contensão, a ternura, a aceitação de uma equiparação política e social das mulheres,- que só é lei, mas não prática comum - compareçam em novas masculinidades.

Olhar disse...

Se calhar, Professor, será por já termos sentido isso, que evitamos chorar frente a nossos filhos até um dia nos ser, inevitável?

yulunga disse...

Depois dum post em que apanhamos até vir a mulher da farra rica, vem um em que eles choram.
Parece-me bem e justo.

Bom fim-de-semana maralhal.
Boas blogadas.

fã do murcon disse...

Errata:
"ternura" 2 vezes foi um acto falhado.

Manolo Heredia disse...

O chefe não dorme, medita! não está a ler o jornal, está a informar-se! ... etc.
Acho muito bem que um pai não chore, pois provoca insegurança no filhinho! Se quiser chorar vá para a casa de banho, que é o que ele faz quando não quer que o filhinho veja outras coisas que não são para a sua idade.

Anónimo disse...

Para os homens, pais ou não, poderem chorar à vontade. Seria um bem para a humanidade ver o sr. Bush a fazê-lo na CNN. Era preciso que desde pequenos, não se desse, aos meninos, uma estúpida educação macha. Acabassem as fábricas de armamento, a caça por divertimento e outras "masculinidades". Só precisa de se sentir seguro quem se sente indefeso. E é este o nosso "Wonderful world".Sonhar, ao menos, não é proibido.

Fugido disse...

... Manolo, deixa-te de ironias, não tem nada a ver com isso de um macho ser assim ou assado.
Tem a ver como cada um quer sofrer a sua dor, e da necessidade que sente em se isolar nesses momentos extremos de desgraça e chorar, chorar, chorar.
Ah, também há a estética, a malta defende-se, um gajo fica feio. Pergunta à mulherada se já viram num gajo que chora beleza ou sex appeal. Tá bem, tá.
Digo-te mais, muitas acham um sinal de fraqueza intolerável. São cruéis.
Mas às vezes um gajo não aguenta. Para isso estão lá os óculos escuros a disfarçar.

Fugido disse...

Anónimo, o Bush a chorar na TV? Safa, deves gostar de crocodilos ...

Caminhante disse...

Mais que ser um homem que chora... É o Pai...
...são os nossos alicerces que de repente são abalados, e temos que ir em busca a segurança, sem saber por onde começar...

Manolo Heredia disse...

Fugido,
fora de brincadeiras! assim como o comandante de um barco em dificuldades não deve nunca dar indícios de fraqueza, para não lançar o pânico em quem depende dos seus conhecimentos e da sua temperança.
É tolerável um pai chorar diante de um filho se fôr evidente para o filho qual o motivo da tristeza e o filho tenha a percepção de que esse motivo não põe em causa a sua segurança. Por exemplo se o pai chora no velório da avó.

noiseformind disse...

Que dizer da segurança dos homens face a um... MACHISTA GAY? ; ))))))))

Fugido disse...

Manolo, concordo contigo.

escrevinhador disse...

É curioso verificar-se que isso dos homens não chorarem é bem epocal. A gente vê os Romances e as Novelas da Idade Média, do Século XVI, XVII e XVIII, e aquilo estava cheio de homens que desatavam a chorar por tudo e por nada. E isso era valorizado.

Fugido disse...

Noise, man, isto da andropausa pesa e já me deixaste a chorar de tristeza, pá. Lá vou eu pôr uns óculos escuros, não se faz.

Visitante ocasional disse...

Leio alguns comentários, e pasmo:
até de um inofensivo- embora excelente- blogue já se vai aproveitando o anti-americanismo irracionalmente primário! Ainda por cima, num momento de catástrofe para o povo americano. Haja decência!

Fugido disse...

Escrevinhas,
Também depende das modernices. No outro dia na discoteca, levei uma pisadela que até me vieram as lágrimas aos olhos.

Fugido disse...

Ocasional,
Tás à vontade, vai lá dar umas beijocas ao mimado do Bush, vai lá. Quando acabares avisa, para eu lhe dar uns chutos, a ver se o gajo espevita e não passa a vida a jogar golfe.

Visitante ocasional disse...

Fugido, mano, never mind the bullocks. Eu sei que há quem pense que enquanto houver fome no mundo, os políticos não devem ter direito a férias. Por favor, pá, salva o mundo. É de salvadores como tu, e não de imbecis como o Bush que o mundo precisa, não é? Então, vai lá salvar o mundo, homem! Ou isso é só paleio de engate?

Fugido disse...

Manolo, sempre fui dado às coisas da cozinha, sempre com muita cebola.
Estás a adivinhar, com a cebola espanhola que agora por aí anda, um gajo chora a valer.
Passada a desconfiança inicial, os miúdos habituaram-se, até porque fiz questão de os deixar experimentar.
Também lhes "expliquei" que os gajos e as gajas nos filmes usavam aquilo para fingir. Acho que ainda hoje acreditam. Um pai tem sempre mais credibilidade do que pensa.

Manolo Heredia disse...

visitante,
ninguém aqui está contra o povo americano, é só contra uma super minoria de americanos que controlam o petróleo do mundo (principal factor de desenvolvimento dos povos) e o fazem usando um exército profissinal apoiado por todo o género de alta tecnologia (guerra das estrelas). Ainda por cima fazem-no em nome da democracia o dos direitos do homem.
Agora até Portugal dá petróleo aos EU! que descaramento!

noiseformind disse...

Ordem natural não escrita? E a Nova Ordem? Éme, estás a falar do paradigma da tua geração, não do paradigma actual luso... e ainda bem; )))))))) se bem que o ainda mal é que é um paradigma de remedeio, meia-coisa a caminho de outra coisa qualquer, com o tal paradigma antigo sempre a espreitar nos foras-de-lei deste mundo looooool looooooool looooooool looooooool loooooool loooooooooooool looooool looooooooooool loooooooooool looooool looooooool looooooool

Fugido,
Olha que os machistas gays são a pior ameaça, convidam À união grupal contra ameaça, e o predador fica admirado diante de tal desplante de aparente fraterno macho;)))))))))))

Fugido disse...

Ocasional, não é bullocks, é bollocks.

Aqui para nós, o Bush não é um governatne, é um desgovernante, é um preguiçoso que se borrifou e ignorou todos os alertas e os avisos sobre o 11 de Setembro, enquanto jogava golfe.

Qualqure gajeco como eu que vê o odisseia e o discovery sabe que new orleans é uma cidade permanentemente ameaçada por qualquer cheia. Já aconteceu no passado, também com graves consequências.

Sabendo-se do furacão e não fazer tudo para diminuir o impacto é crime.

Depois da desgraça é que o tipo veio à televisão armar em estadista.

Imagina se fosse um meteorito daqueles bem grandes. Acredita que o gajo pisgava-se logo para a estação espacial.
Tem paciência, ninguém é anti-americano.

O Bush é que já mostrou ser um incompetente e um cobarde.

Isso de ainda não ter acabado com a Al-Qaeda para não "molestar" os amiguinhos árabes ainda me está atravssado.

Manolo Heredia disse...

fugido,
viva! finalmente um cozinheiro, é cá dos meus!
Vou dar-lhe uma dica para a cebola: usar uns óculos de todo-o-terreno. Não falha. Compra-se nas casas de acessórios para motas.
Até ando a organizar um clube de cozinheiros amadores, daqueles em que as mulheres e as crianças só entram para comer, estão proibidas de entrar na cozinha!

andorinha disse...

Confesso que nunca percebi muito bem essa história de "um homem não chora". Não chora porquê??? Não tem sentimentos nem emoções?

Se mais filhos virem os pais chorar, deixarão de considerar que foi alterada uma "ordem natural não escrita".

Já vi alguns homens chorarem (poucos, confesso) e isso em nada os diminuíu aos meus olhos.
As pessoas (independentemente de serem homens ou mulheres)riem e choram e está tudo dito.:)

Noise,
Essa do machista gay está o máximo!:))))))))))))

Fugido disse...

Manolo, alinho já.
Ainda ontem saíu prá mesa do meio encostada à parede uma açorda de bacalhau, com ovinhos escalfados e tudo. Os putos rezingaram mas eu e a mariazinha acabámos a noite nas nossas borregarias. O alho e os coentros devem ser afrodisíacos. Não há nada como conquistar uma mulher pela barriga.

noiseformind disse...

"Não há nada como conquistar uma mulher pela barriga."
Mormente engravidando-a... claro

Fugido disse...

Andorinha,

Está tudo dito uma ova. Muitas mulheres isolam-se para chorar, e não é por causa dos filhos, é porque se sentem mais á vontade para chorar sem olhares curiosos.

Gajo que é gajo tem os mesmo direitos, tá?

Quanto ao resto já expusémos lá para trás nas nossas razões. Vai lá ler e diz com o que discordas.

Isso de chegar aqui como se nada tivesse sido dito não vale.

Não se pode estar sempre a repetir a mesma coisa, não é?

Mas tu vê-me lá, olha que hoje estou muito sensível.

Manolo Heredia disse...

fugido,
o teu mal é veres o odisseia e o discovery tempo de mais. Senão já tinhas percebido que o Bush precisa da Al-Qaeda como do pão para a boca. Ele "fechou os olhos" ao 11/9 porque precisava de um bom motivo para pôr aqueles calões da US-Army todos a trabalhar!
Só um ceguinho não vê que era impossível organizar um ataque tão sofisticado, que leva anos a preparar, sem que as sofisticadas agencias de segurança dessem por isso!
Já viste algum filme do Super Homem em que não haja um inimigo terrível para vencer? Tem que ser um inimigo à altura, senão ninguém acredita!

Fugido disse...

Noise,

Sem manganações, olha que a cozimnha é um espaço de convívio erótico importante. O pessoal começa a roçar-se, coisa e tal, e pimba, tá o "caldo entornado".

Manolo Heredia disse...

Noise,
boa piada! mas não funciona! serve é para sermos ainda + subjugados!

Manolo Heredia disse...

fugido,
andas a ver muitos filmes H.core, na cozinha não dá jeito nenhum, a pedra mármore é muito fria!

Fugido disse...

Manolo,

Eu sei, o gajo é um autêntico maquiavel, amais os lobbys que o financiam.

E depois do lobby do petróleo e das armas, há os lobbys da reconstrução, das farmacêuticas e do catering, para dar de comer aos gajos que andam a dar e a levar tiros.

Salvem-se os do cattering, são cá dos meus, se não andarem a espalhar por esse mundo fora essa trampa do fast food que os putos nos estão sempre a cravar.

Mas não precisavam de fazer guerras para venderem o cattering. Iam ali à Somália e abriam self-service pr' áquele pessoal, pagos pelos contribuintes americanos, já que nós, de uma maneira ou outra, pagamos a eles.

Fugido disse...

Manolo,

Não te esqueças da mesa da cozinha que costuma ter a altura certa, e da passadeira do chão. Ou porque julgas tu que temos lá a passadeira?
O pessoal até faz ski em cima dela nesses "momentos de perdição"
E quando se está quente, não há frio que nos chegue.

andorinha disse...

Fugido(9.48)
Neste momento só estão aqui homens a falar e uma mulher não se deve meter em conversas de gajos, não é?:)

Fugido disse...

Andorinha,

Bem pelo contrário, é nestas alturas que uma mulher se torna mais preciosa.

Como naqueles tempos da peste negra, em que uma mulher valia ouro porque ou haviam poucas ou quase nenhumas.

Por causa disso inventaram os cintos de castidade, primeiro com fechaduras bem intrincadas e, depois, com armadilhas dotadas de corta salsichas, que na altura se vendiam ao metro.

Imagino quantos gajos não devem ter chorado por essa altura. Uns de dor e outros de riso. Enfim, truculências da idade média.

Manolo Heredia disse...

Há tempos fartei-me de chorar quando soube que um amigo meu de infância se tinha suicidado. Saí da sala e a minha mulher nem deu por nada, só soube no dia a seguir.
O choro, nestas circunstâncias, deve ser uma espécie de descarga nervosa para aliviar um estado físico de grande tensão provocado pela emoção.

Manolo Heredia disse...

fugido,
já vi que cozinha é contigo, em todas as acepções! vivendo e aprendendo!

Fugido disse...

Manolo,

Um gajo não é de ferro. Nessas alturas aconteceu-me o mesmo. Tenho o quarto para me isolar e a mulher para explicar aos filhos porque eu chorava. Eles não vêm mas ouvem.

Outras vezes não tenho para onde fugir, a não ser para dentro de mim mesmo e virar-me para qualquer lado onde não me interroguem com o olhar, o que acho insuportável nesses momentos.

Mas não temos que andar aqui a mostrar à andorinha que o pessoal é feito de carne e osso. Ela já topou, ou não fosse uma ave sem arribação.

Há que alegrar o baile.

Anónimo disse...

Manolo
não tem nada haver com poder. Está a perder todo um admiravel mundo novo. Não há nada mais sexy que um homem cozinhar só nós...

Pamina disse...

Boa noite,

Andorinha(9.37), concordo contigo:
"Se mais filhos virem os pais chorar, deixarão de considerar que foi alterada uma "ordem natural não escrita"". (As aspas ficam um bocado esquisitas na citação da citação).

O Noise(9.26) diz que a máxima "um homem não chora" é o paradigma da nossa geração e já não o das gerações mais jovens, apesar de ainda existirem alguns dinossauros. Esperemos que sim:)

Gostei muito do comentário de Fã do Murcon (está quase no início, às 7.25). Subscrevo, especialmente o último período.

Fugido disse...

Há outra coisa.

Os filhos quando me vêm a chorar assustam-se e vêm chorar comigo e pedir-me que não fique triste.
Não tenho o direito de os fazer sofrer ou de os assustar.
Tenham paciência. Não é mania de macho, é ser pai.

Anónimo disse...

quer dizer-"só para nós"

alfinete de peito disse...

A masculinidade é muitas vezes vista de mangas arregaçadas, quando na realidade pode também ser um pacote de embrulho frágil. Como o cristal. E será este masculino ou feminino?

Cumprimentos, Mercador e Grizo

Visitante ocasional disse...

Claro, o Bush foi o responsável pelo 11 de Setembro. Não é evidente? Também foram os Americanos os responsáveis pelos Socialismos reais, não foram? Eles precisavam de inimigos a sério, como nos filmes do super-Homem, e inventaram, com dois ou três parafusos, os Estalines e cia. Não é evidente? Eu com anti-americanos ainda posso. Com a imbecilidade é que já não. Boa noite a todos.

Fugido disse...

Ocasional,

Esta é fácil:

Qual é coisa qual é ela que andou a treinar e a armar a Al-Qaeda para andar á trolha com os russos, diz lá.

Mas olha, se vier aí um furacão é melhor não fugires para as Lajes, que os gajos começam aos tiros uns com os outros e já sabes, isto de um gajo estar no local errado na hora errada dá mau resultado.

Dorme bem que eu também.

Fugido disse...

Obrigado a todos por este bocado.

Daqui me vou com uns óculos de todo-o-terreno por comprar (obrigado, Manolo, pela sugestão; voltaremos a encontrar-nos com o nick que, por essa altura, me der na gana).

Anónimo disse...

Noise

Exactamente de que Nova Ordem estás a falar.

Manolo Heredia disse...

visitante,
então a CIA é ceguinha, não viu que o Papão Soviético a partir dos anos 80 não era + que um espanta-pardais comparado com o poder americano.
Foi a guerra fria que fez desenvolver os EU e ficou provado que a economia de mercado é superior à socialista no ponto de vista do desnvolvimento económico. Faltou-lhes o Papão, criaram outro, provavelmente tão espantalho como o primeiro.
Isto não tem nada a ver com o povo americano, vejam só o que lhe está a acontecer em N. Orleães! Tem a ver com a maior máquina de guerra do mundo que anda a desbundar sem qualquer oposição. Ainda bem que eu estou do lado do mais forte, mas não sou ceguinho!

E se em vez de chorar, disse...

Se vir o pai andar à porrada?!... E se for à porrada com a mãe ?!...
Nestes casos não será mais simples ver umas lágrimas ao papá ?

Fora-de-Lei disse...

Visitante ocasional 10:32 PM

"Claro, o Bush foi o responsável pelo 11 de Setembro. Não é evidente ? Também foram os Americanos os responsáveis pelos..."

Porra... você é pior que um clister de açorda. Começou por dizer que os outros vinham para aqui - a despropósito - falar mal dos EUA / Bush e agora ninguém o cala com essa verborreia pró-americana.

Faça-se à vida e vá até New Orleans ajudar os seus amigos camones a salvar os que estão a morrer por lá que nem tordos. Mas como 99,99 % deles são pretos, você - tal como o Bush & Cia - não devem estar muito preocupados...

RAM disse...

Felizmente nao cresci na obnibulacao dos preconceitos de masculinidade, principalmente daqueles que sao castradores da (minha) vivencia plena dos afectos como homem e como ser humano.

RAM disse...

Sera que algum dia o mesmo se ira escrever sobre as maes???????

alfinete de ama disse...

Îsto hoje, tem aqui uns rapazes que desataram a ser geniais. Fez-lhes bem dizer que choravam.
FRAGILIDADE, vulnerabilidade, dizes bem Alfinete, como o cristal que parece duro, qualidades que se quiser um homem exprime e que apetece acariciar.
COZINHADOS, coisas que muitos homens fazem muito bem e que desfaz o velho cliché: pai igual a segurança/mãe igual a nutrição.
O Fugido é um must. Um rapaz dos nossos tempos, gosto do que dizes.
Até o Manolo está clarividentíssimo a dar uma ensinança cabal ao tolo que não percebeu que o bush foi nomeado como símbolo de poder absoluto.
Só tu noise,carismático,ático,ático...me desiludiste hoje. MACHISTA GAV também há muito e sabes bem como muitos homossexuais são misógenos!
Vá lá, meu amor, não troques as voltas ao maralhal........

Manolo Heredia disse...

Alfinete de ama (vulgo broche),
misógenos não é português.
misógino = misein + gyne (do grego) significa hostilidade manifesta em relação às mulheres (vulgo bicha), para quem não souber! eu não sabia, mas tenho um dicionário!

e. disse...

(…) E bruscamente Nessim deixou escapar um simples soluço – um ruído não maior do que o produzido pelo rebento de bambu arrancado da haste – e, como se fosse a abertura de uma grande sinfonia, este soluço ecoou na penumbra do pátio e passou de boca em boca, de coração em coração. E – como velas que se acendem umas às outras – os soluços foram-se desencadeando nas gargantas, numa execução orquestral do tema precioso da tristeza, e um prolongado e trémulo gemido elevou-se para o céu agonizante, num gemido cujo som se confundia com o crepitar da chuva que caía sobre o lago Mareotis. A morte de Narouz começava a nascer. (…)
Mountolive, L.Durrell

Kase Wo Atsumete disse...

E quem é que coloca a ordem natural das coisas???

Anónimo disse...

Obrigada Manolo,
eu por acaso não conheço nenhum homosexual mauzinho pras mulheres, alias pensava que depois dos diamantes eram os seus melhores amigos

Manolo Heredia disse...

anonymous, 12:03,
eu sei! foi raivinha de dentes!

Ines disse...

Nunca esquecerei o 1º e unico dia em que vi o meu Pai chorar.
Ate então não sabia o que era a morte, pensava que só morriam as Avós e Tias Avós; as dos outros, nunca as minhas.
Mentira. O irmão do meu Pai, casado coma a irmã da minha Mae, nossos vizinhos de casa, Pais das minhas Primas que teem os mesmo 4 sobrenomes que eu e os meus irmãos, morreu, da noite para o dia. Assim sem dizer adeus. Eu, a mais velha dos Primos, tinha 12 anos e quando vi o meu Pai chorar percebi que era grave, que nada seria como antes. É verdade, nunca mais foi.
Passaram 17 anos.

alfinete de ama disse...

Manolo,
Tens razão, na gralha, na troca de e por i.Quanto a alfginete de ama, lamento informar-te que foste algo grosseiro, pois significa o alfinete que se punha nas fraldas (de pano) dos bébés, antes da invenção das fraldas descartáveis.
Quanto aos homens copm preferência sexual por seres do mesmo género, por quem tenho toda a consideração e admiração até porque alguns são pessoas, profissional e humanamente extraordinárias, não temos que os santificar ou canonizar por o serem. E é preciso ter a coragem de dizer que também há pessoas homo que são foleiras e que frequentemente, no ensino, na cena artística e em diversíssimos sítios, privilegiam os rapazes em relação às raparigas. Ex: uma rapariga mais dotada é preterida em relação a um rapaz abaixo da média. Toda a gente conhece casos de ditas "afinidades electivas", que vão aí parar.
Anjos, meu amigo, só no céu.
Pelo facto de as escolhas homo serem alvo de uma sacana perseguição que envergonha a humanidade, não vamos agora dizer que tudo é azul.

PortoCroft disse...

"Rios amargos, sem baixa-mar. Como os olhos - quem lhes roubou desertos? Só a ternura, infatigável, constrói diques e enxota memórias transbordantes."
Autor Identificado ;))))

Caro Prof. m8,;)

Esse é mais um dos mitos sobre a masculinidade.

Um homem também chora, claro. Também é verdade que, a maior parte das vezes, de raiva ou possuído por um sentimento de impotência em mudar o rumo dos acontecimentos. Mas, chora também de ternura e compaixão.

Anteontem chorei, ao entregar o meu filho aos "algozes". Não alterou nada. Mas lá que aliviou, aliviou. ;))))))))

Rui disse...

Homero canta Aquiles, Ulisses e outros a chorarem abundantemente. Luís de Sttau Monteiro escreveu o livro "Um homem não chora".
Eu choro. Em alguns filmes, em alguns momentos de mágoa intensa. Não sei porque choro. Todavia suspeito que, de cada vez, atrás, está o sentir-me insuficientemente amado... mesmo quando isso não parece ser verdade. Estranho, não é?

e. disse...

Portocroft
Só mesmo,
'a ternura, infatigável',
para as 'memórias transbordantes'.
E ela anda, por aí.

PortoCroft disse...

e.,

Aquele poema, de autor identificado, mas que não identifiquei, não sou eu. É de alguém que todos conhecemos e estimamos. Dei a pregorrativa de assumir a paternidade da pérola. ;))))

e. disse...

Portocroft
Entendi,
assuma pois.
;)))

lobices disse...

...um homem também chora
...já chorei algumas vezes (se calhar, muitas vezes...)
...mas, na verdade, ver o Pai a chorar é algo que não imaginamos excepto quando caímos na real ao vê-lo chorar...
...convivi 40 anos com o meu Pai: só o vi chorar uma única vez: foi no dia 10 de Novembro de 1971 quando soube que minha mãe tinha um cancro no peito
...

Su disse...

manolo
alfinete-de-ama é o mm q alfinete-de-dama, q é um alfinete fechado, para não picar e magoar e q era usado quase unicamente nas fraldas dos bébés.
misógeno existe, é um erro ortografico:)))
misógino se para ti significa só hostilidade manifesta em relação às mulheres ..opsss...seria o q estás a ter ........... mas é mais q isso, é aversão; desprezo;repulsa pelo contacto sexual com mulheres.
eu sabia!! e o meu dicionário é melhor q o teu :))))!
opss não sejas misólogo (ops vai ver ao dicc :))
....às vezes fica chateada ....é só falar , falar e não dizem nada.... fico chateada ..rsrs :)

alfinete de peito disse...

Caro Manolo, para ajudar a esclarecer o termo, a defenição que utilizas é muito utilizada como opção ao nosso nick - alfinete de peito :)

Alfinete de dama, era exactamente isso a que nos referíamos ;) A masculinidade não é um conceito exclusivo dos homens, mas sim algo que pode ser identificado como um conjunto de características que podem estar presentes independentemente do género.

A masculinidade como sentimento de segurança é também curiosa. A masculinidade presente em que figura parental? E não poderá o conceito oposto apresentar idêntica emoção?

Cumprimentos, Mercador e Grizo
Cumprimentos,

noiseformind disse...

"Um homem também chora quando assim tem de ser"
Pedro Abrunhosa em Tudo o que eu te dou


Pequeno verso mas psicologicamente muito rico. Um homem chora utilmente, chora quando o sofrimento é insuportável. Uma mulher nesta concepção é o choro fácil, o choro istriónico, o choro compulsivo. Remete para o choro do homem ser mais valorizado pq é mais realista e portanto é o choro no limite. Uma visão que não partilho mas que não deixo de olhar com um certo pragmatismo ; )))))))))

Como dizia aquele poeta:
"
Quando o homem chora a mulher desmaia de dor,
Não momento em que haja menos sorôr,
"

noiseformind disse...

E já agora, que tb tem a ver com lágrimas... pq é que TODAS as fotografias de vítimas e desalojados do furacão Katrina na CNN são negras? Fica a pergunta... sem pré-conceitos ; )

e. disse...

“(...) E Baltazar, imóvel, uma das mãos sobre a testa de Narouz, a outra dominando-lhe com firmeza as contracções do pulso, ia murmurando em árabe: ‘Descansa, meu querido. Está tranquilo, meu amor.’ A tristeza que sentia conferia-lhe um domínio completo de si próprio, uma calma infinita. A verdade é tão amarga que o conhecimento dela confere uma espécie de prazer sensual. (...)”
Mountolive, L.Durrell

e. disse...

"Katrina Blues"


"Dizem que a água cobriu New Orleans. Já não posso ver daqui a Nouvelle Orleans do Garden District, Niuorlins do French Quarter, da Bourbon Street, do French Market. Já não posso ver ma baby. A luz da noite não vem dos bares mas das lanternas de resgate. A cidade inteira transformada num imenso Voodoo Museum. Os gritos não vêm do Mardigras. A alegria acabou. Meu copo vazio encheu-se de água suja. (...)"

in prosacaotica blog

Fora-de-Lei disse...

noiseformind 11:48 AM

"... porque é que TODAS as fotografias de vítimas e desalojados do furacão Katrina na CNN são negras ? Fica a pergunta..."

Porque 2/3 da população de New Orleans é negra, dos quais 30 % vivem abaixo do limiar da pobreza.

Nas minhas "deambulações" pelo mundo, tive ocasião de conhecer o regime sul-africano do apartheid, na sua plenitude. Essa minha experiência de vida permite-me perceber muito bem o que se está a passar no Louisiana.

PortoCroft disse...

e,

O seu a seu dono.;)

"Rios amargos, sem baixa-mar. Como os olhos - quem lhes roubou desertos? Só a ternura, infatigável, constrói diques e enxota memórias transbordantes."
Júlio Machado Vaz - in Domingos, Sábados e Outros Dias

Básica disse...

Pessoalmente acho um acto de coragem um homem chorar em especial num caso assim: pai em frente ao filho macho da geração dos anos 50. Como gostaria de ter um dia visto o meu pai a chorar, embora eu seja fêmea! Acredito que nada existe por acaso como tal, se fosse contra-natura um homem chorar, os seus sacos lacrimais não produziriam lágrimas, ora se elas estão lá, se existem...enfim, mas que sei eu?! Bom fim-de-semana a todos.

Fora-de-Lei disse...

noiseformind 11:41 AM

"Um homem chora utilmente, chora quando o sofrimento é insuportável. Uma mulher nesta concepção é o choro fácil, o choro istriónico, o choro compulsivo."

Essa merece um paradigma dos antigos: ;-))

- a mulher mija sem ter que usar a mão;
- a mulher fode sem ter que ter tesão;
- a mulher chora sem para isso ter razão.

O almoço está na mesa ! - grita lá de dentro a minha mulher.

Fora-de-Lei disse...

Acreditem ou não, mas agora apeteceu-me chorar só pelo facto de eu estar aqui a teclar relaxadamente e ela estar na cozinha a trabalhar. Serão remorosos ?

E agora vou almoçar antes que seja corrido daqui à pedrada sob o epíteto de "machista" e coisas ainda piores... ;-))

imagem disse...

"um homem não chora"... Se não tiver vontade...
As mulheres fizeram dos homens uns contentores de lágrimas, que os leva a estoirar o motor... São danadas!!!!
A educação de contenção sentimental de séculos... "Homem não chora, nem que veja as tripas na mão"- ditado secular.
O feminismo reprimido das mães, que se deram o unico direito possivel, chorar...
Isto tende a mudar, o feminismo é tão grave quanto o machismo.
Chorem homens se assim aliviarem o espírito!!!! Não amolguem uma máquina que vos mantem vivos. Soltem-se!
Bom fim de semana a todos os homens chorões.
Aos outros... ihihihih, apertem a bomba e libertem as mulheres desse ar sempre reprimido e contido quando ela rebentar :p

falcão disse...

FORA DE LEI SE NÃO TE AGACHAS AINDA LEVAS UMA BICADA DA PÊGA LÉSBICA QUE SÓ CANTA DE GALO.
PÊGA=AVE DA FAMILIA DOS CORVIDEOS.
LooooooooooooooooooooooooooL!

dreamer disse...

Depois de uns dias de "baixa" li o post de hoje e apeteceu-me chorar também...
Meu Pai...vi-o chorar quando me viu após ter tido um AVC...as lágrimas rolaram-lhe pela face...foi muito triste..os dois...a chorarmos...e eu repetia...Pai
Foi dos momentos mais difíceis da minha vida...
Nunca mais o vi chorar...perdi-o...mas está e estará sempre comigo...

Fora-de-Lei disse...

Aparte tudo aquilo que poderá ser apelidado de lamechice ou de feminismo de algibeira, há - até ao momento - muitas opiniões que corroboram exactamente aquilo que eu disse lá atrás: "... é um facto que há algo de mais ou menos grave quando um homem chora".

Anónimo disse...

fora-da-lei dá a sua palavra de machista gay!

LooooooooooooooooooooooooooL
LoooooooooooooooooooooooooooooooL
LoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooL

Fora-de-Lei disse...

Anonymous 3:42 PM

A extensão desses LOLs, anónimos ou não, tê uma "marca d'água" muito conhecida... ;-))

Anónimo disse...

A pêga gay e o machão, só conseguem pensar em poleiros e galaduras.

alfinetadas disse...

ALFINETE DE AMA ou ALFINETE DE DAMA
são sinónimos e correspondem ao vulgar "alfinete de bébé" (hoje em desuso) ou "alfinete de segurança".
Consultem um bom dic. ou enciclp. ou ou as vóvós,

HarryHaller disse...

Nunca percebi muito bem, essa do cérebro e coração humanos terem sexo.

Lobo das Estepes

margarida disse...

e quando um filho de 16 anos já não chora? Como será quando for pai!

margarida disse...

senhor murcon: como fazer?

Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.