domingo, outubro 09, 2005

Como previsto.

Ninguém leu aqui uma linha sobre as autárquicas portuenses. Não desejava ser acusado de sequer beliscar a candidatura do Dr.Francisco Assis. Realcei a consideração que me desperta como homem e político nas páginas do JN, aquando de tristes factos ocorridos em Felgueiras. Votei nele. E não apenas por considerar desejável bater a actual maioria, a sua campanha foi digna e em merecido crescendo. Se não posso repetir as palavras de esperança de há quatro anos, pois o Dr.Rui Rio defraudou as minhas expectativas como Presidente da Câmara, considero a sua lista bem melhor do que a anterior, o que beneficiará a cidade. Devo acrescentar que tal afirmação não nasce da ausência do Dr.Paulo Morais, que também nas páginas do JN sugeriu o que ninguém sugerira antes ou sugeriu depois: estar eu ao serviço do PS. Não, penso que vai entrar gente mais capaz e ponto final, saúdo presenças e não ausências. Não só não faço fretes ao PS, como lhe aponto o dedo quando acho adequado. E hoje aqui, como há meses em privado, digo o mesmo: a candidata natural para estas eleições seria Elisa Ferreira, embora pense que Rui Moreira também poderia ganhar. A fraca oposição protagonizada pelo PS-Porto durante quatro anos, somada a um evidente enquistamento na hora das escolhas apadrinhado pelo próprio Secretário-Geral, conduziu a esta derrota. Infelizmente, e como outras vezes, não creio que lhes sirva de lição...

P.S. Um enorme abraço ao povo de Amarante :)))))))))).

128 comentários:

Helena Silva disse...

Respondendo ao de ontem:
Olá amigo...!
Por onde tens andado?
Costumava ouvir-te numa rádio (que até nem aprecio) e era uma boa maneira de começar o dia. Divertida, sem dúvida.
Miss you (e nem entendo bem porquê).

amok_she disse...

Por outro lado, em teoria pelo menos q ñ sendo das terras é sempre arriscado estas afirmações q se baseiam numa ética q se desejaria universal...os pesâmes p/ Felgueiras, p/ Oeiras, p/ Gondomar, p/ Braga...pois...

-Stardust- disse...

Adoro o Porto... mas não é aí que pertenço. Nestas autárquicas nem pertenço a nenhum sítio. Estoy empadronada en el ayuntamiento de Salamanca!
Mas estou a seguir a informação pela RTP internacional... e nem sei que dizer. Que surrealismo!
E quanto à história de rodapé do Dr. Mário Soares... oh well!

E professor, a ter de fazer fretes... que seja nesta nossa "assembleia", que nós aprendemos lições! :)))

-Stardust- disse...

E aponte-nos o dedo quando ache necessário, por supuesto!

escrevinhador disse...

A Assis, de facto, ninguém negará seriedade e empenho. Ao contrário do se confrade de Lisboa, por exemplo. É triste ver um homem da Filosofia agir como Carrilho. Quanto às escolhas do PS, se eu fosse maldoso, diria que o apoio a Carrilho e João Soares foi uma forma da ala-Sócrates silenciar a oposição interna. E, se fosse ainda mais maldoso, diria que o apoio a Mário Soares vai na mesma direcção. Mas, como eu não sou um tipo maldoso, não digo nada disso. :)

-Stardust- disse...

Então não deve mesmo servir de lição ao PS... porque prevejo para Mário Soares a mesma "estalada" derrotista que deram a Carrilho e a João Soares. E com razão!
O problema é que não vejo nenhum caminho... brrr!

PortoCroft disse...

Caro Prof. m8,

Em primeiro lugar, também não sendo um tipo maldoso, subscrevo as congeminações (não) ditas pelo escrevinhador. ;)

Mas, olhando de relance para os resultados patentes no público, a esta hora, há duas ou três coisas que me ressaltaram:

1. - É notório que, cada vez mais, nas eleições autárquicas, as máquinas partidárias dificilmente podem maquilhar um mau candidato.

2. - No caso do Porto, que apesar das muitas controvérsias durante o seu mandato, o Dr. Rui Rio viu serem-lhe reconhecidos alguns méritos. E, a vitória dele, é também uma derrota das eminências pardas da cidade.

3. - Felgueiras? Ah!... Pois... Prendam a Juíza. ;)

PortoCroft disse...

Caro Prof. m8,

E, esqueci-me dum outro pequeno pormenor:

§ - Quem foi que lhe disse há uns tempos atrás, que o homem nem para a Bárbara tinha canetas, quem foi? Quem foi?;))))))))))))))))))

Julio Machado Vaz disse...

FOI O PORTY!!!!!!!!!!

escrevinhador disse...

E, prof., para quando o regresso à Antena 1? É que isto, para quem não tem cabo, não está famoso. Na 2, Difíceis Amores, já nem vale a pena esperar. Os tipos anunciar, anunciam. Mas, depois...
P.S: Portocroft: é isso ;)

RAM disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
RAM disse...

Plano:

Etapa 1: Terminada! Objectivo: Conseguido!

Etapa 2: Cavaco!

Etapa 3: Primeira queda de um Governo de maioria absoluta

PS - De realçar as alianças contra-natura que o PC efectuou em várias câmara num passado recente; se Rio, conforme se prevê, não conseguir a maioria absoluta no Porto, irá o PC servir, NOVAMENTE, de muleta ao PSD/PP, assumindo aquela que Rio considerou a pior vereação: a do ambiente?
E em Lisboa, fará Ruben de Carvalho o mesmo relativamente a Carmona?
Nunca percebi o ódio visceral do PC ao PS que o leva a actos de verdadeira prostituição política.

PS2 - O paradigma da falta de ética política? FELGUEIRAS! O desplante desta mulher é deveras irritante...

RAM disse...

Caro Anfitrião,

Infelizmente o PS-Porto continua na mão de alguns padrinhos...
Elisa Ferreira? Jamais aceitaria! É uma senhora, e uma senhora não lida bem com os caciques e o lodo em que o PS-Porto continua mergulhado, não obstante os esforços de Assis para o recuperar e revitalizar junto da sociedade civil.

Fora-de-Lei disse...

Na cidade do Porto, Francisco Assis tentou nas últimas intervenções trazer ao de cima a "guerra" entre Rui Rio e pinto da costa / fcp pensando que, com isso, iria ganhar muitos pontos. Enganou-se... lixou-se !

Na capital, o PS rejeitou liminarmente uma coligação de esquerda com a CDU ou com a CDU e o BE. De papo-cheio com a maioria absoluta obtida para o parlamento, desvalorizou a direita incumbente e pensou que a Barbie chegaria para ganhar a CML. Enganou-se... lixou-se !

escrevinhador disse...

Caro RAM, não haverá aí nos seus comentários certa euforia injustificada? Não me diga que é daqueles que acredita que o Doutor Cavaco vai dissolver a Assembleia? E olhe que o governo PSD/PP tinha maioria absoluta, por isso, se acontecesse, a queda deste governo não seria a primeira. De resto, não seja célere em extrapolações. Veja o meu humilíssimo exemplo: votei no Dr. Rio. Mas, havendo legislativas, votaria no Engenheiro Sócrates. Pelo menos de governar a pensar nas Autárquicas não o acusarão. Saudações

-Stardust- disse...

loooooool...
O discurso de Fátima Felgueiras... ai ora eu! Presunção e água benta...
E agora... quase parece Evita Perón a discursar lá do alto.. "Meu povo..."

:p

-Stardust- disse...

Portocroft,

MUITO BEEEEM!!!!!!
Tem de começar a fazer "sondagens para fora"!

:))))))

Luis disse...

Felgueiras? Está bem. Mas, e o Sr. Valentim Loureiro? É tudo igual! Isto aqui está cheio de laranjas fanáticos. Esperem pela ameixa do Dr. Cavaco. E, em 2009, que a Direita diga alguma coisa...

António Pedro Ribeiro disse...

Escrevinhador: não só o Doutor Cavaco não vai dissolver a Assembleia, como não se espera que o faço. Diz-lho um homem de Direita que, se ele se candidater, vota nele convictamente. De resto, basta ler o que dele tem vindo a lume nos últimos tempos: a estabilidade é um valor que Cavaco preza acima de todos. E, tratando-se de um governo com maioria absoluta, mais ainda. Até porque Cavaco é fervoroso partidário delas. Cavaco Silva é um político consciente. Por isso, não contem com ele para joguinhos partidários.

gonçalo disse...

Caros,

A vitória do Rui Rio é um excelente exemplo de racionalidade de grande parte dos portuenses que não seguiram o voto do Pinto da Costa. Separar o futebol da política é algo que merece ser elogiado.

Seja como for, tenho boa impressão do Assis, embora pense que não conseguiu evitar um certo aproveitamento da guerra entre o Rio e o Pinto da Costa.

Como lisboeta, estou muito satisfeito com a vitória do Carmona, sobretudo por ser alguém com um perfil oposto ao do político de carreira. Não votei nele, porque voto no concelho da Amadora, mas se votasse em Lisboa não teria dúvidas em fazê-lo.

Estou de acordo com o Escrevinhador no maquiavelismo das escolhas do Sócrates, incluindo Mário Soares. Durão Barroso fez o mesmo ao Santana Lopes.

PS: Também penso que o Carrilho é misógino.. e já agora misantropo...))))))))))))))))))

gonçalo disse...

A declaração do Mário Soares para votarem no filho em Sintra, em flagrante violação da lei, é típico de alguém que se julga dono da democracia e acima da lei. Triste presságio para as presidenciais, onde penso que sofrerá a sua maior derrota.

-Stardust- disse...

Gonçalo,
Pois... Ou disso, ou de alguém que já está esquecido das leis básicas do processo eleitoral!!! :p

gonçalo disse...

Separar a política do futebol é algo que Miguel Sousa Tavares não conseguiu fazer agora na TVI quando disse, com visível indignação, que em Lisboa estão os maiores apoiantes do Dr. Rio.((((((

Lusco_Fusco disse...

Vieira do Minho terá um padre na Câmara. E esta hein?!... :)
Não gosto muito de padres, mas este é meu amigo de infância, acho-o honesto, integro e sem maldades, mas... como pessoalmente já tive oportunidade de lhe dizer, está mal acompanhado :(
A ver vamos...
Se votasse no Porto votaria Rui Rio. Política e futebol deviam ser como água e azeite.:)
Saudações

Pamina disse...

Boa noite,

Nas Caldas o P.da Câmara PSD continua de pedra e cal, apesar dos mamarrachos (provavelmente, será mais correcto dizer devido aos ditos cujos e, claro, que não estou a insinuar nada disso, mas lá que eles continuam a erguer-se para os céus, continuam). Algumas mudanças no centro-oeste: Peniche e Marinha Grande para a CDU e Leiria (parece) para o PS. Também concordo com o Escrevinhador (8.44).
Durmam bem. Até amanhã.

Meio-Burro disse...

Fátima Felgueiras disse:
“todos tirem as devidas ilações” do resultado eleitoral e “saibam respeitar a decisão do povo soberano”.

Nem mais. O soberano sou eu. ;)

PortoCroft disse...

meio-burro
Felgueiras, a Cacilhas do norte? ;)))))))))))))))))

IsaMar disse...

Arrumamos o Carrilho na gaveta por uns tempos, aqui em Lisboa, e ainda bem. Já não vamos ter os taxis para os velhinhos....

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

A corrupção ao Poder. A corrupção foi de facto a vencedora destas autárquicas. Valha-nos Amarante para o orgulho do povão.

Melquíades disse...

Em Braga, continua Mesquita de pedra e cal.
Salazar esteve no poder durante cerca de cinquenta anos, Mesquita está a cerca de 32 mais este mandato.
Salazar foi ditador, não serão estes "dinossauros" da democracia tb eles pequenos ditadores? Vale a pena pensar nisso.

andorinha disse...

Cada vez mais me desiludo com a política e sobretudo com a politiquice portuguesa. Estas eleições autárquicas comprovaram isso.Quando pessoas que deveriam estar na prisão, vão presidir a Câmaras, está tudo dito.
Isaltinos, Felgueiras, Valentins,esses é que a sabem toda.
A corrupção e o compadrio é que são premiados.
Como é que pessoas sérias e competentes poderão ser cativadas para a política? Alguma coisa será necessário mudar.

Concordo com a análise feita pelo escrevinhador (8.44); não deve andar longe da verdade.

Quanto à declaração de Mário Soares é de bradar aos céus!

Mais uma vez digo - é este o país que temos.:(

Fora-de-Lei disse...

Tita 11:14 PM

"Valha-nos Amarante para o orgulho do povão.

Tivesse a Comunicação Social feito o alarde que fez em torno da Fatinha, do Major e do Isaltino e o resultado em Amarante seria exactamente o mesmo.

O azar do Avelino foi não haver muitas TVs, Rádios e Jornais em cima dele...

Luis Silva disse...

não perca o circo "Geração Chupeta".um abraço

RAM disse...

Caro Escrevinhador (9:54),

Alguns esclarecimentos:

1 - Euforia? Onde leu/viu a euforia? Nas palavras não foi certamente e nas entrelinhas seria um caso inequívoco de percepção alucinatória. Não, meu caro. Ironia! IRONIA!

2 - No que concerne à "primeira queda de um governo de maioria absoluta", referia-me, obviamente, a executivos apoiados numa/por uma maioria absoluta parlamentar de único partido; neste caso, seria, efectivamente, a primeira! Não inclui aqui maiorias resultantes de acordos parlamentares mais ou menos periclitantes;

3 - "Levar o Dr. Cavaco ao colo"? Eu?! Entendeu-me mal, meu caro! Não levo ao colo nem o Prof. Cavaco (o seu a seu dono) nem ninguém. E se inferiu das minhas palavras que o Prof. Cavaco, caso se candidate e seja eleito dissolverá a AR enganou-se; o onús da queda do Governo - que creio irá contecer caso se reunam uma série de variáveis políticas - não vai ser imputado ao futuro Presidente da República mas sim ao próprio partido que suporta o governo.

Terei razão? Não sei. A ver vamos. Uma coisa lhe garanto: não sou atrólogo nem faço futurologia.
Conheço q.b. os aparelhos e os seus "modus operandi"...

Fora-de-Lei disse...

gonçalo 10:40 PM

"Separar a política do futebol é algo que Miguel Sousa Tavares não conseguiu fazer agora na TVI quando disse, com visível indignação, que em Lisboa estão os maiores apoiantes do Dr. Rio."

Deixa-me, também a mim, misturar um bocadinho de política com futebol. Nessa linha de ínvios apoios, eu diria que, muito provavelmente, os maiores apoiantes do treinador Peseiro estão no Benfica... ;-))

António Pedro Ribeiro disse...

Andorinha: alguma moderação. A mim, também me impressiona o populismo desses senhores. Mas há uma coisa chamada "presunção de inocência". Ninguém pode dizer que esses senhores deviam estar na cadeia. É aos tribunais que cabe ajuizar. E, pergunto, se eles forem inocentes?

RAM disse...

Caro PortoCroft,

Jugo ser mais apropriado:
"Felgueiras, a CACIQUE do norte"

escrevinhador disse...

Caro RAM: certo. Mas fiquei sem perceber aquela do "levar Cavaco ao colo". Porque eu não disse nada disso.

Fora-de-Lei disse...

António Pedro Ribeiro 11:49 PM

Então a Fatinha não devia estar na cadeia, em prisão preventiva ???

gonçalo disse...

Fora-de-Lei,

Também tenho saudades do Toni e do Professor Manuel Jesualdo Ferreira:;((((((((

gonçalo disse...

A propósito da Fátima Felgueiras e do seu slogan "Sempre Presente" podemos finalmente perceber porque é que nunca chegou a fugir para o Brasil...((( Foi apena uma ausência, como bem notou a Juíza de Felgueiras

andorinha disse...

antónio pedro ribeiro (11.49)

Eu sei que existe a "presunção de inocência" e que é aos tribunais que cabe ajuizar.
Mas moderação, neste caso, não tenho; sinto sim revolta e indignação e foi isso que me fez falar.

PortoCroft disse...

Fora-de-Lei,
Nessa linha de ínvios apoios (já o disse a um amigo...) o Benfica já contratou uma série de pessoal para que, infiltrados na assistência afecta aos Dragões, sejam evitadas as amostragens de lenços brancos. ;)

Caro RAM,
Ou isso. ;) Qualquer semelhança com os "Coroné dos Serrado", não é fantasiosa. ;)

António Pedro Ribeiro disse...

Fora da lei: a mim, sempre me impressionou que as pessoas tivessem palpites sobre casos judiciais. Porque nós não conhecemos - nem temos de conhecer os processos judiciais, e os tribunais são órgãos de soberania sem quais não existiria verdadeira Democracia. Por isso, pode ser defeito meu, mas estes palpites e opiniões de café sobre processos judiciais é uma coisa que me incomoda.
P.S: não, não sou juíz. Mas confio neles.

RAM disse...

Caro António Pedro Ribeiro,

A questão que coloca é pertinente.

Contudo o que está aqui em causa é uma questão de ÉTICA POLÍTICA.
ÉTICA POLÍTICA, nada mais.
Cadilhe foi acusado pelo Independente de fuga ao fisco; o que fez: DEMITIU-SE!
Vitorino foi acusado de fuga ao fisco; o que fez: DEMITIU-SE!
Fátima Felgueiras, Valentim Loureiro, Isaltino Morais, Isabel Damasceno, Avelino Ferreira Torres não só foram acusados por um diário qualquer, mas foram constituidos ARGUIDOS e que fazem: RECANDIDATAM-SE.
O poder embriaga, não?!

Pelos 2 exemplos acima e pelos exemplos abaixo vê-se bem a diferença.

Todavia, isto não invalida uma coisa para a qual alertou de forma não implicita: a justiça portuguesa é DEMASIADA e VERGONHOSAMENTE LENTA. Não é lícito que um cidadão, qualquer que ele seja, permaneça em regime de suspeição ad eternum.

andorinha disse...

gonçalo (11.56)

Vês como a juíza de Felgueiras tinha razão?:)))

Até amanhã, gente.:)

Fora-de-Lei disse...

António Pedro Ribeiro 11:59 PM

Eu concordo totalmente. Eu apenas quis dizer que, de acordo com uma decisão judicial, a Fatinha devia estar, de facto, em prisão preventiva. E isto não mexe em nada com a tal "presunção de inocência".

RAM disse...

Caro Escrevinhador (11:51),

Bem sei que não proferiu a expressão que eu escrevi entre parêntesis ("levar o Dr. Cavaco ao colo").
Inferi das suas palavras que partia do pressuposto que eu era daqueles que dava a candidatura e a vitória do Prof. Cavaco como um dado adquirido: daí o "levar ao colo".
Se o entendi mal apresento-lhe desde já as minhas desculpas, o que, todavia, nada retira ao conteúdo do meu comentário.
Bem haja...

António Pedro Ribeiro disse...

RAM: é isso. Mas, então, distinga-se bem "ética política" de "culpa formada". Saudações a todos e hasta mañana!

RAM disse...

Caro António Pedro Ribeiro,

De acordo. Mas eu faço-o!

Fora-de-Lei disse...

Só-cá-atrás perdeu em toda a linha no que respeita às suas apostas pessoais: Carrilho, Assis e Joãozinho.

Grande derrotado: PS (o Marocas tem que ter cuidado e o Alegre até pode ter aqui uma janela de oportunidade)

Vencedores: PSD / CDU / BE

Em vias de extinção: CDS

Emergente: um novo partido da direita (santana, portas e as excrescências nacionais do BG já devem estar a tratar do assunto)

RAM disse...

A arrogância do Prof. Manuel Maria Carrilho é tanta que nem na derrota tem a dignidade de se comportar como um homem.
É verdadeiramente rastejante.
Primeiro impõe a sua candidatura ao Partido e depois vem agradecer, no seu malfadado discurso de mau-perdedor, o "convite"????? que lhe foi endereçado pelo Secretário-Geral para se candidatar à CMLx.
É preciso não ter vergonha na cara.
Se calhar está à espera que o Eng. Sócrates assuma responsabilidade pela derrota do PS em Lx, quando é por todos conhecida a divergência estratégica entre MMC e a Concelhia de Miguel Coelho.
Não há pachorra...

gonçalo disse...

Caros RAM e António Pedro Ribeiro,

Pemitam-me que acrescente o seguinte:

Em todos esses casos, apesar de tudo, há que distinguir entre os que são processados por crimes alegadamente praticados como Presidente da Câmara e os que são investigados por crimes que nada têm a ver com o excercício da função. Admito que esta restrição possa padecer de cinismo, mas tem de ser feita.

Fora-de-Lei disse...

gonçalo 12:15 AM

Apita o comboio... ;-))

gonçalo disse...

Caro RAM,

Aposto que, nos próximos dias, o Prof. Carrilho vai, como se costuma dizer, "lavar toda a roupa suja que encontrar".). Ninguém será poupado, desde o Miguel Coelho até ao Sócrates. Atrevo-me a advinhar que dirá que o aparelho do partido não lhe permitiu conceber a sua própria estratégia para Lisboa.(((

RAM disse...

Caro Fora-da-Lei,

Convenhamos: Lisboa e Porto eram casos perdido ad inicium. Lisboa pelas razões acima apontadas e pela incapacidade de geral um grandfe concenso de esquerda; não se esqueça dos contextos em que foram eleitos o Drs. Jorge Sampaio e João Soares e, já agora, do contexto em que o Dr. João Soares perdeu as eleições em Lisboa; o tempo do PREC e as suas idiossíncrasias retóricas são paradigmas do passado, não comprrendidas nem aceites pela classe média actual.
Quanto ao PS acho que o nosso Anfitrião mais ou menos explicitou a razão da derrota.

RAM disse...

Caro Fora-da-Lei,

Convenhamos: Lisboa e Porto eram casos perdido ad inicium. Lisboa pelas razões acima apontadas e pela incapacidade de geral um grandfe concenso de esquerda; não se esqueça dos contextos em que foram eleitos o Drs. Jorge Sampaio e João Soares e, já agora, do contexto em que o Dr. João Soares perdeu as eleições em Lisboa; o tempo do PREC e as suas idiossíncrasias retóricas são paradigmas do passado, não comprrendidas nem aceites pela classe média actual.
Quanto ao PS acho que o nosso Anfitrião mais ou menos explicitou a razão da derrota.

gonçalo disse...

Fora-de-Lei 12.11AM

Achas mesmo que foram apostas pessoais???

Fora-de-Lei disse...

RAM 12:20 AM

"O tempo do PREC e as suas idiossíncrasias retóricas são paradigmas do passado, não compreendidas nem aceites pela classe média actual."

O que parte significativa da classe média não aceita é que haja um partido que se diz de esquerda a forçar a nota no sentido daquilo que a própria direita não tem sido capaz de fazer.

RAM disse...

Errata (arre que hoje estou disléxico):

ad inicium = ad initium
concenso = consenso

Fora-de-Lei disse...

gonçalo 12:21 AM

"Achas mesmo que foram apostas pessoais ???

Dado que eu não tenho aparelhos de escuta nas sedes concelhias do PS ;-)) o facto de ver Sócrates empenhadamente ao lado do Carrilho, Assis e Joãozinho obriga-me a concluir dessa maneira.

Ou Sócrates agora vai dizer que não os conhece de lado nenhum ou que foi um frete presidir aos principais comícios destes três rapazinhos ?

Ardiloso é ele, mas não tanto...

RAM disse...

Caro Fora-da-Lei,

Isso é uma outra questão, que daria pano para mangas.
Referia-me ao discurso retrógrado utilizado em Lisboa aquando das últimas autárquicas, com as vetustas acusações de "fascistas" e outros quejandos.

RAM disse...

Caro Fora-da-Lei,

Volto a reiterar o que disse à bocado: o caso Assis não é comparável aos casos Carilho e Soares.
Seja na postura ou nos princípios.
Convenhamos: Lisboa, Porto e Sintra são os maiores centros urbanos do País. O que esperava????

gonçalo disse...

Fora-de-Lei,

O que quis dizer foi que o Sócrates provavelmente nunca acreditou em Carrilho ou em João Soares. Tratou-se de gerir a oposição interna do PS, sabendo que se perdessem iriam perder peso político. Nada mais Fora-de-Lei!!!

Fora-de-Lei disse...

RAM 12:34 AM

"Referia-me ao discurso retrógrado utilizado em Lisboa aquando das últimas autárquicas, com as vetustas acusações de "fascistas" e outros quejandos."

Ok... tem razão. Realmente isso foi de uma palermice de todo o tamanho porque destituída de qualquer sentido.

Fora-de-Lei disse...

RAM 12:36 AM

Assis foi um pobre de espírito quando tentou capitalizar em seu favor o factor FCP e a necessidade de afirmação da cidade do Porto, tentando fazer passar a ideia que Rio era um submisso ao poder de Lisboa. Coisas que, pelos vistos, até para as gentes do Porto fazem cada vez menos sentido...

Fora-de-Lei disse...

gonçalo 12:37 AM

Sócrates não tem praticamente nenhuma oposição dentro do PS. Para além disso, as próprias guerrilhas internas do PS travam-se, cada vez mais, muito "longe" do PS.

gonçalo disse...

Fora-de-lei,

Falei em oposição interna, no sentido em que são pessoas que se podiam tornar incómodas para o Sócrates.

Fora-de-Lei disse...

gonçalo 12:51 AM

Maiores incómodos para Sócrates advirão do facto de ele ir gradualmente descobrindo que nem todos os participantes nos famigerados e usuais Estados Gerais fazem disso uma entrevista de emprego... ;-))

Débora disse...

Prof.

Admiro mais uma vez a sua coragem de expor publicamente as suas convicções. Notável, considerando o seu estatuto de respeitada figura pública.

Estou a ferver: definitivamente, um povo que elege arguidos (independentemente do tipo de processo), é um povo que NÃO TEM AUTO-ESTIMA – Caramba!
Os ditos arguidos não tiveram a decência nem a ética de se afastarem, quando a suspeição pairou sobre eles, como qualquer cidadão honesto faria, penso.
E, apesar desta postura obscena, são eleitos? Que povo é este, afinal? A maioria têm o que merece, efectivamente.
Só nos falta, como disse em tempos, votar em presidiários ou cadastrados, para a Presidência da República! E, se calhar, não estamos livres disso … Haja o mínimo de decência! Seremos bem representados por cadastrados e afins?
Depois, confundem autárquicas com legislativas – querem “vingar-se” do Governo e a melhor estratégia é votar na direita, que é a única alternativa ao PS, claro!!!
Já há muito percebi o insucesso generalizado deste povo, na Matemática – é a não utilização da capacidade de raciocínio – não a usam na escola, nem na vida prática.
A seguir, obviamente, Cavaco vai ganhar as presidenciais, pela mesma razão – porque o povo continua a querer vingar-se do Governo PS.
E assim, o voto, que deveria ser uma importante arma da nossa intervenção, é democraticamente desperdiçado! Enfim …
Peço desculpa pelos desabafos, mas tenho alguma dificuldade em conter-me, quando as oportunidades para possíveis mudanças, são deitadas para o lixo.
Devo acrescentar, que não sou partidária de qualquer Partido – talvez por isso, o ímpeto de me expressar desta forma desabrida.

Saudações,
Débora

Débora disse...

Prof.

Admiro mais uma vez a sua coragem de expor publicamente as suas convicções. Notável, considerando o seu estatuto de respeitada figura pública.

Estou a ferver: definitivamente, um povo que elege arguidos (independentemente do tipo de processo), é um povo que NÃO TEM AUTO-ESTIMA – Caramba!
Os ditos arguidos não tiveram a decência nem a ética de se afastarem, quando a suspeição pairou sobre eles, como qualquer cidadão honesto faria, penso.
E, apesar desta postura obscena, são eleitos? Que povo é este, afinal? A maioria têm o que merece, efectivamente.
Só nos falta, como disse em tempos, votar em presidiários ou cadastrados, para a Presidência da República! E, se calhar, não estamos livres disso … Haja o mínimo de decência! Seremos bem representados por cadastrados e afins?
Depois, confundem autárquicas com legislativas – querem “vingar-se” do Governo e a melhor estratégia é votar na direita, que é a única alternativa ao PS, claro!!!
Já há muito percebi o insucesso generalizado deste povo, na Matemática – é a não utilização da capacidade de raciocínio – não a usam na escola, nem na vida prática.
A seguir, obviamente, Cavaco vai ganhar as presidenciais, pela mesma razão – porque o povo continua a querer vingar-se do Governo PS.
E assim, o voto, que deveria ser uma importante arma da nossa intervenção, é democraticamente desperdiçado! Enfim …
Peço desculpa pelos desabafos, mas tenho alguma dificuldade em conter-me, quando as oportunidades para possíveis mudanças, são deitadas para o lixo.
Devo acrescentar, que não sou partidária de qualquer Partido – talvez por isso, o ímpeto de me expressar desta forma desabrida.

Saudações,
Débora

Ameninadalua disse...

A eleição de arguidos em processos que, aliás à semelhança da justiça portuguesa nunca mais acabam, causa alguma perplexidade e até indignação... mas dá que pensar ao mesmo tempo.
Será que as pessoas que os elegem carecem de inteligência e de vontade própria? será que gostam de ver as suas terras ser alvo de públicas chacotas? concerteza que não.
Parece-me que esta situação só é possível num país em que o cidadão é tão pouco mas tão pouco respeitado que mesmo preso, arguido o que for, que lhes tenham feito alguma coisa por pouco que seja, se sentem agradecidos e com sentimentos de lealdade para com eles.
Que pouco exigentes que nós somos!...

Ameninadalua disse...

Porty
Muito agradável começar o dia com este nocturno de Chopin...

PortoCroft disse...

Ameninadalua,
É uma pequena homenagem a dois portugueses que merecem as nossas homenagens: Vianna da Motta e Maria João Pires.

São destes que vale a pena elevarmos, não os politiqueiros incompetentes que temos.

de© disse...

de acordo
elevemos ainda mais esses 2 gigantes

de© disse...

(...)

...

gonçalo 10:25 PM

a tal intervenção palaciana parece-me típica de alguém que se julga dono da mercearia e acima da lota.

todavia ... de tão fundo experimentou a falta de democracia

mas de tão alto a estourou...

chapa disse...

Subscrevo o tal abraço ao povo de Amarante.

Anónimo disse...

è dificile derrotar o Sub Mundo da laranja mecânica...ele enquista-se mesmo dentro dos outros corpos que lhe não pertencem e Assis sem o querer é um "enquistado"

Semiramis disse...

Subscrevo inteiramente as palavras de Débora.

É triste que toda a televisão depois (ou antes) de transmitir os discursos de vitória de Lisboa e Porto, passe para os de Felgueiras e Gondomar. Então e as outras capitais de distrito?

Já agora, os meus parabéns aos eleitores de Amarante, Torre de Moncorvo e Freixo de Espada à Cinta.

fora-de-lei disse...

Fatinha,

Permite-me que te chame assim. Porque, enquanto te chamar "Fatinha", não te estou a chamar outros nomes que talvez fossem mais apropriados e que, se formos sinceros, tu bem fizeste por merecer. Antes de mais nada, deixa-me dar-te as boas-vindas neste teu regresso à pátria que durante tanto tempo trocaste pelas branduras tropicais do Rio de Janeiro. Sentimos a tua falta. Nós, os que verdadeiramente sabem apreciar o teu talento (e somos muitos). Não me refiro à matilha pavloviana que aguardou ansiosamente o teu regresso a Felgueiras e que acorreu em massa às urnas para te devolver ao poleiro que é teu por direito e pelo próprio nome que ostentas. Nós somos diferentes. Somos os que sabem reconhecer o génio e a grandiosidade de um gesto como fugir à polícia para fora do país e depois, ainda as tuas pegadas não tinham sido varridas do aeroporto, dizer em conferência de imprensa que te puseste na proverbial alheta para impedir que te fizessem uma
injustiça, pondo-te em prisão preventiva por perigo de fuga e em conjunto com criminosos comuns. E tinhas razão. O que tens tu de criminosa comum? Comum é a gentalha de cuja ingenuidade e ignorância sempre soubeste aproveitar-te para benefício próprio e dos que te são próximos. Um criminoso comum dá o golpe e foge para uma barraca abandonada na Cova da Moura. Não poderá nunca dar golpes consecutivos durante anos, exercendo um cargo público e dando-se ao luxo de fugir para Copacabana. De comum isso não tem nada. E o que nos rimos quando apareceste na televisão com a pele amorenada pelo Sol, de cabelo aprumado e aparelho nos dentes (como se a fuga fosse um regresso à descontracção e preocupações estéticas típicas da adolescência) ao lado daquele palerma brasileiro que muitos acreditaram ser o teu advogado. O teu advogado aquilo ? Como se aquela criatura algum dia conseguisse atar os próprios sapatos sózinho sem acabar enforcado num atacador, quanto mais convencer alguém a contratá-lo para fins de representação jurídica. Mas ele lá ia aparecendo a teu lado nas conferências de imprensa que davas nos intervalos da praia, dizendo as alarvidades por ti concebidas para diversão dos teus concidadãos. Fazias aquele ar ultrajado de donzela apalpada e berravas que não ias descansar enquanto não se fizesse justiça, apelavas aos teus felgueirenses de estimação para não desesperarem porque tu voltarias por eles (sempre por eles, pobres simplórios) e que cabia à justiça (a justiça à qual tu fugiste) assegurar-se de que estavam reunidas as condições para que o regresso acontecesse. A teu lado, o "advogado" ia vociferando disparates jurídicos sobre habeas corpus e quejandos. Tu lembras-te do habeas corpus? Que saudades. E agora, eis-te finalmente regressada. Soubeste fazê-lo na altura certa, aproveitando o movimento de recandidatura ("Movimento Sempre Presente" pois sim... que graça) que te permitiria gozar de uma saborosa imunidade enquanto durasse a campanha eleitoral. Permitindo-te até não dizer logo se assumias ou não a candidatura à frente da qual puseste os teus melhores macaquinhos amestrados para parecer que não tens qualquer ânsia de poder, guardando esse momento para mais tarde, para quando o "povo" começasse a exigir-te que avançasses e que pudesses fazer-lhe a vontade, qual Dom Sebastião finalmente regressado e trocando a armadura por um casaco de peles. O mais brilhante nisto tudo foi teres sido tu a pedir a tua própria detenção à chegada a Portugal. Tamanho espírito de abnegação nunca antes foi visto. E o golpe de génio de pedir a revisão da prisão preventiva que te foi aplicada porque, afinal, já não podes interferir no processo e até não há perigo de fuga porque voltaste de livre e espontânea vontade. Repara bem nisto: não há perigo de fuga porque regressaste de livre e espontânea vontade do Brasil para onde fugiste há mais de dois anos. Se isto não é genial, não sei o que será. E realmente não há perigo de fuga. Porque sabes bem que não precisarás de fugir outra vez. Conheces bem a justiça que temos. O único incómodo era passar uns meses dentro até ser julgada. Depois do julgamento, poderás ir à tua vidinha declarada inocente com provas ou culpada sem elas. E, afinal, de que te acusam? De te teres favorecido a ti própria, à tua família e aos amigos e conhecidos com dinheiro que não era teu? E daí? Não é essa uma das compensações informais de uma vida dedicada à administração autárquica? Pois, se não se puder desviar uns cobres para o próprio bolso, uns carros de grande cilindrada, umas vivendas com piscina e uns biscates jeitosos para a família e para os que nos são queridos, é suposto dar-se alguém por satisfeito com o reles salário de presidente da câmara? Isso não cabe na cabeça de ninguém. Que sejas muito bem-vinda a casa, Fátima. Sei que ainda vais dar muito que falar.

Um abraço sentido de um admirador dedicado

PortoCroft disse...

fora-de-lei,
Valeu pela prosa que, a "senhora" nem merece tanto. ;)

Perdi os 3 disse...

Pensamento feminista do dia:

Os homens são como os pavimentos;

Se os montarmos bem...podemos pisá-los durante 30 anos !!!

Anónimo disse...

30 anos ... o mesmo não se poderá dizer dos soalhos políticos ...

jacobino disse...

Jacob para seu filho:
- Filho, eu quero que você se case com uma moça que eu escolhi.
O filho:
- Mas pai, eu quero escolher a minha mulher.
Jacob:
- Meu filho, ela é filha do Bill Gates.
O filho:
- Bem neste caso eu aceito.
Então Jacob vai encontrar o Bill Gates. Jacob para o Bill Gates:
- Bill, eu tenho o marido para sua filha.
Bill Gates:
- Mas a minha filha é muito jovem para casar.
Jacob:
- Mas esse jovem é vice-presidente do Banco Mundial.
Bill Gates:
- Neste caso tudo bem.
Finalmente Jacob vai ao Presidente do Banco Mundial.
Jacob:
- Sr presidente eu tenho um jovem que é recomendado para ser vice-presidente do Banco Mundial.
Presidente:
-Mas eu já tenho muitos vice-presidentes, inclusive mais do que o necessário.
Jacob:
- Mas Sr, este jovem é genro do Bill Gates.
Presidente:
- Neste caso ele está contratado.

noiseformind disse...

Eu queria mandar o meu abraço ao pessoal do Porto por não ter permitido aos pais da deciplicação dos custos da casa da música, do Edifício Transparente e da construção em volta do Parque da Cidade terem voltado ao poder na Câmara.

: )))))))))))))

Além disso queria dizer que temos os autarcas que queremos, como povo e como País. E estes pequenos carnavais que por aí vão acontecendo só servem para o germinar de que a Democracia é apenas uma série de auto-cracias justificadas pelo voto e mais tarde ou mais cedo o povo vai optar, alegremente, por um novo ditador que prometa acabar com esta "bandalheira toda". Os partidos vão-se afundando nas suas diatribes e acesso aos poderes públicos e semi-públicos. E as nossas empresas sem entroncarem no poder político definham (ou não tivessemos um péssimo factor de penetração em I&D no estrangeiro).

Eu não tenho nada a ver com isso, estava em Lisboa na altura do crime ; ))))))))))))))))))))))
E muito bem acompanhado!!!!!!!!!!!!!
loooooooooool looooooool looooool

noiseformind disse...

Por isso façam o favor de levar o Senhor AJJ um pouco mais a sério. Ou comecem a ter mais ateñção ao que O Pulido Valente escreve. Ou há alguém que ainda acredite que Cavaco Silva vai ser apenas "SÓ" mais um Presidente da República!!!!!!!!!!! Toda a cúpula do PSD neste momento foram os apredizes dos seus governos, se ele lhes pedir o poder entragam-nos sem piscar duas vezes. E isso será mau????????? Certamente. Mas o problema nessa altura é que para as pessoas será o pensamento de que "será melhor do que" que contará ; ))))))))))

fora-de-lei disse...

Noisy, tu andas mesmo sebastianista... ;-))

sulista não elitista disse...

Fátima Felgueiras, Valentim Loureiro, Avelino Ferreira Torres e Isaltino Morais têm todos uma coisa em comum: nasceram no norte!

Salazar dizia: “o Porto trabalha, Coimbra estuda e Lisboa diverte-se”. Na mesma linha “filosófica”, os aprendizes de feiticeiro do post-25 de Abril costumam referir, com “sentida” elevação moral, a capacidade empreendedora das gentes do norte.

A sul, apreciamos cada vez mais esta capacidade empreendedora... um verdadeiro benchmark para a nação.

Gerûndio disse...

"A sul, apreciamos cada vez mais esta capacidade empreendedora"
A Sul de quê?

alentejano disse...

Atão compadre, a sul do norte, tá entendendo?

Manolo Heredia disse...

Ainda ninguém percebeu o "troço" da Fátima, Isaltino, etc? Eu explico:
A facção populista do PPD/PSD (Santana Lopes), a facção populista do CDS (Paulo Portas) e a facção populista do PS (Sócrates) são apoiados pela Administração Bush. Por isso estão no Poder. Estão no Poder mesmo aqueles que não foram apoiados pela respectiva direcção partidaria(Fátima, Isaltino, ...).
E com o Presidente da República vai acontecer o mesmo!
A questão dos sacos azuis, Juizes amigos etc. é só uma confirmação esta teoria. São os métodos utilizados e cientificamente dominados pelo Grande-Chefe!
Lembram-se como ele chegou à presidência dos EUs?

Jorge disse...

"Separar a política do futebol é algo que Miguel Sousa Tavares não conseguiu fazer agora na TVI quando disse, com visível indignação, que em Lisboa estão os maiores apoiantes do Dr. Rio." Concordo plenamente com a afirmação de Sousa Tavares. E não se trata de futbol. A imagem que o país tem do Rui Rio é uma imagem falsa. Sou do Porto, fui a Lisboa, falei com colegas lisboetas, que acreditavam piamente que os arrumadores de carros acabaram no Porto. Enorme mentira! Disseram que com Rui Rio as obras na cidade estavam finalmente a acabar. Mas desde quando o Metro, a Casa da Música, a requalificação da baixa, as obras na VCI são da responsabilidade do Rio? Dizem que estava a tratar do problema da droga nomeadamente no baiiro do aldoar! Será dividir o bairro em dois com uma estrada uma forma de acabar com o problema? O Rio julga que ao olhar pro lado não se vê que o problema da droga só se deslocou pra outro lado. Resumindo criou-se uma imagem do homem em Lx que aliado ao facto de ser um homem que faz frente ao Pinto da Costa, sim é verdade quer queiram quer não, fazem ter ferverosos adeptos na capital. Abraço

Manolo Heredia disse...

jorge,
mas se a política não está separada do futebol como é que alguém a pode separar!
Eu sou de Lisboa e também tenho a ideia que, no Porto, só se fará algo de melhor, contra o Bimbo da Costa! ele é a ponta do icebergue!

News from G-Spot disse...

What women would do if they had a penis for a day:

10. Get ahead faster in corporate America.
9. Get a blow job.
8. Find out what is so fascinating about beating the meat.
7. Pee standing up while talking to other men at a urinal.
6. Determine WHY you can't hit the bowl consistently.
5. Find out what it's like to be on the other end of a surging orgasm.
4. Touch yourself in public without thought as to how improper it may seem.
3. Jump up and down naked with an erection to see if it feels as funny as it looks.
2. Understand the scientific reason for the light refraction which occurs between a man's eyes and the ruler situated next to his member which causes two inches to be added to the final measurement.
1. Repeat number 9......

Su disse...

"O caso Felgeiras é um desastre para a imagem da Justiça (...) Com dois passaportes no bolso e dinheiro para os advogados, vale a pena fugir porque tudo se compõe no regresso"
Fernando Madrinha in Expresso

... é mesmo...miséria de País!!!

jocas maradas

amok_she disse...

...caro fora-de-lei, vou usar essa tua 'cart'aberta à fátinha' e postá-la no meu blog - ah carago!, como me dá prazer esta expressão "meu blog!":->, acho q é a única coisa q é minha, mt minha e só minha!:-> - adiante, ia eu a dizer: vou usar/postar a tal cartinha...espero ñ ser processada e/ou apelidada de todos os nomes feios q se usam por aqui...p/ apelidar os "outsider's" :->...se achares por bem reinvindicar direitos de autor fica, desde já, a saber q estou de tanga e o único bem próprio é mesmo o blog q ñ sei se será penhorável:->...assim sendo só te posso pagar com uma enorme e bem sonora gargalhada proporcionada pela dita cuja...uoooopsss, acho q isto ñ serve de moeda de pagamento e vai na volta ainda me aumenta a factura!?!...enfim, coloco-me nas tuas mãos...(salvo seja!

Anónimo disse...

Hei... Quem me explica como se remove um comentário desta coisa?
É que "afixar" é facil, agora remover...
Não pesco nada disto!
Gracias

jorge disse...

Manolo Heredia está a ver o que diz? É precisamente contra isso que escrevi e contra isso que me bato. O Rui Rio não é um bom presidente por ser contra o Pinto da Costa. O Rui Rio só será bom autarca se tiver obra feita na cidade. E isso não tem. E se o problema da capital em relação ao Porto é o Pinto da Costa então acordem pois ele não manda, nem nunca mandou na cidade. Nem com Fernado Gomes lá. O problema da cidade vai desde a cultura, (onde por exemplo as companhias de teatro como a seiva trupe podem fechar), aos trasportes públicos, a obras na cidade, á revitalização da baixa, ao combate á droga, solucionar o porblema dos desalojados que dormem nos túneis da cidade... Isto são problemas para o qual Rui Rio nada fez. Isto são verdadeiros problemas. Não o Pinto da Costa.

Manolo Heredia disse...

amok,
Estás é a fazer publicidade da Fatinha.
O que eles(as) querem é que se fale deles. Bem ou mal. Pouco importa! É assim o populismo...
Quanto mais se fala deles, mais crescem, mais se multiplicam. É uma Lei da Sociedade Humana.

Manolo Heredia disse...

jorge,
para o "homem da rua" que me considero, essas subtilezas pouco importam. Há é um Pinto da C. que é a ponta do icebergue de um grupo de interesses poderoso, quem manda realmente no que se faz no Porto. Manda, porque domina os circuitos de influência no desporto, na indústria, nos bordeis, etc., com ramificações nas actividades releventes quando há que tomar decisões. As palavras-chave dessa influência são "chantagem" e "suborno". Duas armas poderosas quando estão na mão de quem as sabe usar!
O caso dos arbitros e suas meninas é só o + conhecido. Agora imagina que em vez de árbitros estão Administradores de Empresas de Construção, ou Gerentes Bancários, e em vez de meninas estão "piquenos", ou passadores de droga... dá pano para mangas...

Meio-Burro disse...

A frase do ano...

"No caso do Dr. Mário Soares penso que o PS levou longe de mais o aumento da idade da reforma" Manuel Alegre

Eu nem diria melhor. ;)

Manolo Heredia disse...

Boa piada, cabeça-de-burro!

jorge disse...

Manolo Heredia assim não há discussão possível. Com todo o devido respeito o que diz é ridículo. E se vamos continuar com futbol e presidentes de futbol, que eu saiba para já só foi preso o Vale e Azevedo.

amok_she disse...

Manolito, caro, as fatinhas e comparsas ñ precisam pra nada de publicidades destas...eles "amandam" com mais peso...:->

LAM disse...

Jorge + Manolo:
Caganda trapalhada.
Por partes: enquanto presidente de 1 clube de futebol, Pinto da Costa é aquilo que todos os adeptos de todos os clubes gostariam de ter como presidente. Todos, de maneira mais ou menos desajeitada, o tentam imitar. São as "boquitas" atiradas para o ar do Dias da Cunha, são as "bocarras" destemperadas do Filipe Vieira ou as inanarráveis (porque incompreensíveis)e disléxicas declarações do outro Vieira do Benfica. Nesse ambito e a defender o seu clube, contra tudo, todos e quem se meta à frente, Pinto da Costa é O PRESIDENTE.
Isto será o ponto 1.
Outra coisa (e vamos já onde elas entroncam...)é o Rui Rio presidente da Câmara do Porto.
Dou razão ao Jorge: Nada do que publicita como vitórias da gestão da autarquia se verificam. Nunhum, repito nenhum, dos items que apontou como prioritário resolver na câmara do Porto se podem verificar. Antes, lamentavelmente, se agudizaram. (A questão da sua reeleição agora é outro assunto).
Onde é que as personagens se encontram?
Na má, ou deturpada, avaliação que ambas se fizeram.
1º Pinto da Costa não se apercebeu que os adeptos do FC Porto, na maioria, não estão na cidade do Porto mas sim em cidades limítrofes ao Porto: Vila Nova de Gaia, Gondomar, Maia, Matosinhos. Um pouco mais longe como Stº Tirso, Famalicão, Trofa etc.
O Portuense do Porto (pleonasmo obrigatório) não é necessariamente adepto do FC Porto, maioritariamente antes pelo contrário. (a este propósito alguém disse aqui há algum tempo atrás que, se fechassem as "portas" da cidade, se o estádio do Bessa (Boavista) tivesse de encher, enchia na mesma).
Rui Rio avaliou pelo contrário: ou seja o facto do povo do Porto (cidade) não ser adepto do FC Porto não faz dele menos portuense. Pelo contrário: são estes os invictos, nobres e sempre leais. Que não se subjugam a gurus ou hits de momento. E vai daí, Rio durante este tempo todo que leva de mandato, não foi mais que um pau mandado do secretário-geral ou presidente lá do partido dele ou de quem berrava momentaneamente mais alto. Foi assim com Durão Barroso a 1º ministro, foi assim com Santana Lopes a 1º ministro.
Durante este tempo todo Rui Rio a todos esses disse que sim. Nunca foi capaz de levantar a voz pela cidade por coisíssima nenhuma.
Ontem (dia de eleições)parece que encheu os pulmões.
A cidade está a contabilizar...

natural de St. Ildefonso -PORTO disse...

Sou de St Ildefonso - Porto. O meu pai era de Cedofeita. A minha mãe de Paranhos. Tenho dois filhos nascidos no Porto.
Concordo com o que diz o Noise. A Porto 2001, o lobby do granito que descaraterizou a cidade na Porto 2001,-veja-se a interessante remodelação da Cordoaria, que torcionou completamente, numa paródica modernice, um dos nossos poucos jardins de estética romântica - o "monumento" Casa da Música -uma feira de vaidades de filhinhos família,que entre outras coisas disfuncionais, queriam deitar a pata à vida musical de toda a cidade, chamando afilhados e amiguistas e ostracizando gente competente. Aliás a Porto 2001, a nível musical, foi feita contra as instituições que alimentavam até aí, os melómanos. E a sancionar tudo isso, a vergar a espinha ao Kholas e ao tiranete vinícola, que queria mandar na arquitectura do "monumento", nos dinheiros e na programação, -e desastrosamente, mandou - lá estava o Dr. Carrilho, em Lisboa e aqui o Eurocabe, a dizer um largo sim.

Acho que o nosso PSD é um partido de direita. E as direitas em países católicos, pobres e de baixo índice de cidadania, são completamente inaturáveis e quase repelentes. Mas, tenham paciência, o PS, sobretudo o do Porto, O QUE É?
E quanto ao futebol, que alegra tanto as massas, e faz parte com os empreitas do binómio activo da corrupção au tárquica, estou como dizia o outro "ajoelhou, tem que rezar".

Gabriela disse...

E assim arranjou uma maneira de os manter a todos entretidos...
P.S. Um enorme abraço aos incautos:)))))))))))).

mtc disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
natural de St. Estêvão - LISBOA disse...

natural de St. Ildefonso - PORTO said às 3:19 AM

Sou de St Ildefonso - Porto. O meu pai era de Cedofeita. A minha mãe de Paranhos. Tenho dois filhos nascidos no Porto.

Um é natural de Massarelos e o outro de Nevogilde... :)


Dizem que a cidade é grande, eu sei lá...
Mas se é grande não parece.
De Benfica a S. Vicente, de Benfica a S. Vicente,
Toda a gente se conhece.

Manolo Heredia disse...

Jorge,
Em política o que parece é!
Não me parece que o Vale e Azevedo seja melhor nem pior que o Pinto da C. Pelo menos teve o mérito de se insurgir contra as negociatas da Oliver Desportos!
Se calhar foi por essa e por outras do género que foi "dentro".

lobices disse...

...nada como a política, o sexo e o desporto para agitar as "massas" (em todos os sentidos)
...como, para mim, a única agitação que me excita é fazer amor, eu não me revejo neste post porque abomino a política, ou seja, abomino os políticos...
...viva o Amor
...façam amor
...delirem
...experimentem o máximo que os vossos sentidos e a vossa alma vos podem dar
...amem até à última gota de prazer

yulunga disse...

Bom dia maralhal.
Cá dei o meu pulinho a estas bandas e resumo neste comentário os posts que li.

Cuidados paliativos.
Se a dor espiritual que a percepção da morte causa ninguém a pode combater então que pelo menos se minimize a dor fisica.
Todos os hospitais e clinicas deveriam ser obrigados a ter a especialidade de cuidados paliativos.
Perde-se tanto tempo a regulamentar coisas tão estupidas e ridiculas; convinha que a dignidade e qualidade de vida do ser humano fosse avaliada como tal também.

Amizade
É estar lá.
É termos a capacidade de mesmo quando estamos mal e entre uma lágrima e outra termos espaço para dar um sorriso a um amigo que necessite.

Eleições/Politica
Pois aí está uma coisa tramada.
Os verdadeiros politicos não aparecem; ficam-se pelos bastidores.
Os mediáticos não são bons politicos.
Para além de não terem brio profissional, falta-lhes muito brio pessoal que é compensado monetariamente. Que importa que o seu nome desça, se a conta bancária sobe?
A maioria das regalias politicas não devia existir e aí sim encontrariamos os verdadeiros politicos: quem iria estar por gosto, por vontade, por "amor à camisola", pelo respeito e empenho que a nossa pátria nos merece.

P.S.
Mando daqui o tal raminho de alecrim ao Manolo Herédia, se bem que após a minha ultima cena de ciumes quem deveria receber flores seria eu ;-)

Um xi coração grande a todos os que me mimaram... isso "É estar lá" ;-)

Para o Dr. Murcon já esgotei quase todas as formas da assédio ;-)
Espero que até à próxima visita me ocorra mais alguma.

Até depois maralhal.
Boas blogadas.

Gerûndio disse...

O Rui Rio é o rei do marasmo (exceptuando na organização de corridas de automóveis, o Assis é o rei dos cinzentões (faz política como quem carimba selos). O resto não conta.
O Porto vai ter de esperar

RAM disse...

Pouco a pouco os acontecimentos vão dando-me razão; noticia do JN de hoje: Orlando Gaspar quer recuperar a Concelhia do PS-Porto e Narciso a Distrital.
:((((((((((((
Já não há vergonha!
Já não há pachorra!

Gerûndio disse...

Na verdade há uma data de autarcas que foram eleitos contra toda e qualquer razoabilidade, e, amplamente publicitados como qualquer concurso-escândalo da tv. Mas qual o prémio para os heróicos autarcas responsáveis pela construção de estádios vazios p/todo o país, e responsáveis pelo endividamento das autarquias em nome do "desporto"?

yulunga disse...

Ainda cá estou.
Por esta altura ouvimos: Ganhámos mais "x" câmaras, recuperámos as já antigas câmaras deste e daquele sitio, roubámos mais "y" câmaras que durante anos e anos estiveram nas mãos do inimigo.
Limitam-se a um discurso de balanço de braços-de-ferro.
O discurso politico em tempo de eleições é um discurso que demonstra o quão egoista é cada partido e de que forma as vitórias estão centradas num poder que detêm, mas que não colocam ao serviço de quem lá os colocou.

E pronto. Tenho dito!

Débora disse...

Yulunga,

Bem vinda!
Já tinha saudades dessa irreverência sincera!
Aparece sempre que possas. E espero que o teu asunto tenha um final feliz.
Beijinhos

Porty,

A selecção musical está cada vez melhor - parabéns!

Saudações,
Débora

yulunga disse...

Em relação aos maus politicos, aos corruptos, aos sacaninhas acabam sempre por serem chorados e perdoados, mais que não seja por um bando de carpideiras que na hora da morte comenta:
Tinha lá as suas coisas... e quem não as tem, não é? Cometeu lá os seus erros... Mas no fundo até era boa pessoa... Ao fim e ao cabo era um pobre diabo.
Enfim... Acho que sofreu mais ele com o que fez.
;-)

Fonte: retirado de uma conversa da treta qualquer.

yulunga disse...

Débora
Até tenho andado com comichão nos dedos tal é a vontadinha.
Aparecerei sim.

E desta é que é.

Até depois maralhal.
Boas blogadas.

andorinha disse...

Yulunga,

Digo o mesmo que a Débora - aparece sempre que possas, rapariga.
Fazes falta neste cantinho.:)
Beijinhos.

Anónimo disse...

Elizabeth
Olá Yulunga, é bom voltar a ler o que escreve. Fiquei contente de ter aparecido . Gosto de ler o que escreve.
Boa sorte
Um abraço
Elizabeth

Anónimo disse...

Elizabeth ,tal como diz a Andorinha ,e muito bem faz falta.
Elizabeth

DÁ OS TEUS PARABÉNS AO JULINHO disse...

DÁ OS TEUS PARABÉNS AO JULINHO!!!!!!!!!!!!!!!

ATÉ À PRÓXIMA 6ª FEIRA ENVIA PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM UMA FOTO TUA OU DE OUTRÉM (COM LEGENDA) QUE QUEIRAS DEDICAR AO PROFESSOR JÚLIO MACHADO VAZ PELAS SUAS 56 PRIMAVERAS (A CELEBRAR NO PRÓXIMO DOMINGO, DIA EM QUE O EDIFÍCIO TRANSPARENTE SERÁ, EM SUA HOMENAGEM, DEMOLIDO)

: )))))))))))))))

DO NÚCLEO MAIS PÉTREO AO MAIS INSTÁVEL ESPERAMOS QUE ESTA PEQUENA OBLACÇÃO INSPIRE NO NOSSO DIVINO MURCON MOTIVAÇÃO PARA CONTINUAR JUNTO DE NÓS ; )))))))))))))))))))))

jorge disse...

Manolo Heredia,
Fique lá com a sua, pronto. O maior mal da cidade do Porto é o Pinto da Costa! É ele o responsável pelo estado da cidade! É ele o mal de todos os nossos problemas! Continue a pensar assim se quiser, mas então desafio-o: venha viver para o Porto durante um ano, ou menos, 6 meses devem bastar, e veja por si mesmo a acção da camara na cidade. Veja o quão adormecida a cidade anda. Ainda para mais com uma cada vez mais crescente Gaia ao atravessar do Rio (Douro portanto). Ou então não, continue a pensar bem do Rui Rio, como a capital pensa, pode ser assim que ele queira um lugar importante aí por baixo e nós cá por cima nos livremos dele.

Scorpio_Angel disse...

Sim, ainda bem por Amarante!

Manolo Heredia disse...

Yulunga,
Soubesse eu aonde você mora, e já lá estaria à sua porta com um ramo de rosas brancas, do meu quintal.
É espantoso mas ainda florescem!
Seja bem-vinda ao bate-papo!

nope disse...

Hi,

I'm sorry for being intrusive in to your blog. But I am Melissa and I am a mother of two that is just trying to get out of an incredible financial debt. See my hubby is away in Iraq trying to protect this great country that we live in, and I am at home with our two kids telling bill collectors please be patiant. When my husband returns from war we will beable to catch up on our payments. We have already had are 2001 Ford repossessed from the bank, and are now down to a 83 buick that is rusted from front to back and the heater don't work, and tire tax is due in November.

I'm not asking for your pitty because we got our ownselfs into this mess but we would love you and thank you in our prayers if you would just keep this link on your blog for others to view.

God Bless You.

Melissa K. W.
To see my family view this page. My Family


Learn How To Create Your Own Custom Income Generating System.

Welcome to AdWordEqualizer / Ad Word Equalizer Finds The Most Profitable Search Terms And Products For You!

Get Paid to Take Online Surveys!

Tangas disse...

viva o sporting! (é o meu comentário sobre as eleições)
mas fico agradavelmente surpreendida de ver que ainda à gente como o professor júlio, capaz de se interessar (acreditar?) o suficiente pela política para elaborar um post destes.
eu cá sou daquelas pessoas que pensa que felgueiras é uma vergonha para o dr. jorge sampaio, muito mais do que para a senhora dona fátima