sábado, outubro 08, 2005

Em dia de meditação conjunta:)

Amigo


Mal nos conhecemos
Inaugurámos a palavra "amigo".

"Amigo" é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece,
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!

"Amigo" (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
"Amigo" é o contrário de inimigo!

"Amigo" é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado,
É a verdade partilhada, praticada.

"Amigo" é a solidão derrotada!

"Amigo" é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
"Amigo" vai ser, é já uma grande festa!


Alexandre O'Neill, Poesias Completas.

102 comentários:

de© disse...

é já 1 gr festa mal começa
e pq não começar sp assim?

lobices disse...

..."Amigo" é ser alguém importante na nossa vida
..."Amigo" é ser quem nos abraça quando sentimos falta de um abraço
..."Amigo" é sê-lo sem se saber o porquê, apenas porque o é, assim, tão simplesmente...

Fora-de-Lei disse...

Em dia de meditação, cheguei à conclusão que amigo é todo aquele que amanhã tiver a ousadia de votar fora do "centrão"... ;-))

papu disse...

Este poema fez-me lembrar o meu 7º ano, com os meus 13 anos, a simplicidade, a poesia ainda em embrião na minha vida, a magia das palavras, e o poder da amizade, claro! Da amizade, da partilha, da dádiva que é, no fundo, aquilo de que é feita a vida.

andorinha disse...

Boa tarde a todos.

Que belo poema em dia de outras meditações.:)
"Amigo" é a verdade partilhada, praticada.
"Amigo" é a solidão derrotada!


Será necessário dizer algo mais?:)

papu disse...

Ah, mas só agora reparei que amanhã é um dia muito importante para o país... que hoje é dia de meditação... (daqui de longe às vezes estes timings falham um bocado!) Só me resta desejar nem sei o quê... que as pessoas acordem, talvez, que se faça luz, que aconteça um milagre! Mal vão as coisas quando apelamos para forças divinas perante a previsibilidade sem remédio do destino de um país... (e eu nem acredito em milagres... ou melhor, só acredito em milagres feitos pelos homens e pelas mulheres).

Perfect Woman disse...

Boa tarde... Nunca me atrevi a comentar o que regularmente publica, mas sou e estou atenta a tudo que aqui escreve, talvez pouca importância também terá o que aqui eu possa dizer, mas importante é de certeza para mim pelo menos, dizer-lhe hoje que adorei a poesia... precisamente hoje, porque ainda esta semana me senti impotente ao saber de mais uma história de "dor física" de uma "miga" aqui da blogosfera, este é sem duvida um poema lindo para lhe enviar. Obrigada...

Anónimo disse...

papu - "...amanhã é um dia muito importante para o país..."
não sabia... amanhã é que se vão resolver todos os problemas do pais...
estou-me a lembrar de um gajo que todos os anos reprovava... e todos oa anos aparecia de novo cheio de energia... faz-me lembrar os politicos portugueses...

PortoCroft disse...

Caro Prof. m8,

O meu dia não é de reflexão eleitoral. Mas, reflectir, tenho por hábito fazê-lo, vez por outra. Nem sempre, porque é uma canseira. Além de que, por aqui, os chaparros e as azinheiras estão escassas. E, sem eles, como sabe, nem dá jeito nenhum. ;)

Em qualquer parte, amigos, aqueles que entram na nossa casa, sem necessidade de pedirem licença e com os quais, em sintonías por vezes assíncronas - nem é pelo facto dos gajos serem lagartos que deixamos de ser amigos ;) -, partilhamos angústias, temores, saudades e horrores e também, evidente, as alegrias e, até a última loirinha gelada no frigorífico, sem nunca sentirmos a necessidade de nos questionarmos, esses caro Prof. são uma espécie em extinção. Muito mais rara que os chaparros e azinheiras por estas paragens. ;)

Depois, há os conhecidos. E há os companheiros, que são todos aqueles que, vivendo ou não em mundos paralelos ao nosso, admiramos por este ou aquele motivo e de cujo grupo, potencialmente, poderá sair mais um ou outro, que gostaríamos de ter como amigo.

Sendo a amizade uma relação biunívoca, será de estranhar que, nos dias de hoje, em que somos bombardeados com solicitações de toda a espécie e nem todas honestas ;), tenhamos tão pouca disponibilidade para cativarmos amizades?

meditador disse...

Em dia de meditação conjunta, traz outro amigo também.

Amigo
Maior que o pensamento
Por essa estrada amigo vem
Não percas tempo que o vento
É meu amigo também

Em terras
Em todas as fronteiras
Seja benvindo quem vier por bem
Se alguém houver que não queira
Trá-lo contigo também

Aqueles
Aqueles que ficaram
Em toda a parte todo o mundo tem
Em sonhos me visitaram
Traz outro amigo também


Zeca Afonso

Helena disse...

Caro amigo,
descobri hoje o seu blog. por coincidência ou não, deparei-me com o poema ideal para entrar em contacto consigo. há já muitos anos que o doutor é amigo da família. desde o sexo dos anjos na rádio do carro ao sábado ou domingo de manhã quando a minha família procurava uma esplanada solarenga para os jornais. os risos em família, os comentários, as acesas discussões, a animação dentro do carro, colocaram-no desde cedo (teria eu na altura 15 anos) no banco de trás apertado entre mim e as minhas irmãs. hoje quando o vejo na televisão, quando o ouço na rádio ou quando o leio, sorrio e digo, este é um amigo meu.

Maite disse...

Ao ler o princípio do poema
"Mal nos conhecemos
Inaugurámos a palavra "amigo"."
assaltou-me de imediato uma recordação daqui (imaginem que daqui já se têm recordações). Quando um dia escrevi que todos os meios são legítimos para se fazerem amigos houve alguém que me respondeu assim ”os amigos não se fazem, encontram-se”. E é a mais “cristalina” verdade.
Desculpe Portocroft ter-lhe roubado este último termo entre aspas;)

PortoCroft disse...

Maite,;)
Desta vez está perdoada, porque referiu a fonte e a negrito.;)

RAM disse...

Caro Anfitrião,

Poderia discorrer um pouco ao sabor da pena, mas para quê?
Nada mais há a acrescentar...
... somente viver de acordo com a mensagem de uma palavra não resignada, que encerra em si a esperança de um amor que encarece aqueles que o sabem receber...
... solidariedade para com o próximo, não apenas nas palavras mas nos actos diários.

E daqui para o dia de reflexão é um passo: sirva este dia de relexão não para os cidadãos e cidadãs deste País, mas para os políticos que a governam (local e centralmente): fracos "reis" que tornam fraca a forte gente...

RAM disse...

Caro PortoCroft,

Só os lagartos??????
Desiludiu-me! Desiludiu-me! ts, ts, ts, ts, ts

Paula disse...

Professor,

A poesia em geral, e a que mais frequentemente apresenta aqui no blog, passa-me um pouco ao lado. Esta esta foi ao meu encontro. :-)

PortoCroft disse...

Caro RAM,
Não tenho aversão ao azul. Mas, caramba, não é já tempo de arranjarem um McIntosh? ;)

Fora-de-Lei disse...

PortoCroft 2:30 PM

"Além de que, por aqui, os chaparros e as azinheiras estão escassas."

Mas esta Abertura do Filipe Vidro ajuda um bocadinho à reflexão, não ajuda ?! ;-))

andorinha disse...

Vou reflectir mais um bocadinho.:)
Afinal o que é um amigo?
Muitos daqueles a quem tratamos por amigos ( como já aqui foi dito) são apenas conhecidos.
Há amigos para umas coisas e amigos para outras. Tenho amigos com quem vou ao café, ao cinema, outros com quem vou ao futebol, outros com quem vou de férias, etc.
Mas para mim, um amigo, na verdadeira acepção da palavra, é alguém a quem conto, ou posso contar, tudo, a quem posso dizer que estou apaixonada, a quem posso dizer que fiz uma barbaridade...
E só posso dizer isso a duas ou três pessoas.
Essas pessoas são os meus verdadeiros amigos e esses são raros.

"...os amigos não se fazem, encontram-se".
Não concordo.
A amizade é uma construção permanente. Com muita sorte, até podemos "tropeçar" neles, mas se ficarmos só pelo tropeção, a amizade não irá longe.
Voltemos ao poema de hoje:
"Amigo" é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim..."

Sem dúvida!:)

E agora vou ter com os meus amigos de café.:)))
Até mais logo.

PortoCroft disse...

Fora-de-Lei,
O Filipe Vidro, proporciona-nos o ambiente adequado para reflexões em pirex. ;)

Como por exemplo:
- Autárquicas elegem 43 489 portugueses.
- O subsídio aos membros das mesas de voto (60 mil) cifra-se em 70,5 euros, cada um.
- As eleições autárquicas custam 7 milhões de euros (baratissímas, se comparadas com legislativas e presidencias).

Estas verbas eram capaz de dar um jeitão, se aplicadas no Serviço Nacional de Saúde. ;)

Fora-de-Lei disse...

andorinha 3:23 PM

"E só posso dizer isso a duas ou três pessoas. Essas pessoas são os meus verdadeiros amigos e esses são raros."

Imagina agora que essas mesmas pessoas (os teus três amigos) trabalham contigo numa empresa onde o chamado "clima organizacional" é, por natureza, bastante competitivo...

Será que - mesmo assim - continuavam a ser os teus três amigos ? Ou será que viria ao de cima traços de personalidade dos teus amigos que não conheces cá fora, ou seja, que não identificas quando os contactas num mundo destituído de certos factores de conflitualidade...?

Maite disse...

Portocroft 2.55PM
Eu sempre refiro a fonte, embora nem sempre a negrito ;)
No entanto é de referir que não sou muito dada a copy/paste.

Andorinha 3.23PM
"Não concordo.
A amizade é uma construção permanente."
Este argumento não invalida o outro: ”os amigos não se fazem, encontram-se”.
Diria que se completam. Com certeza que nenhuma amizade sobrevive sem ser alimentada.
Mas também é verdade que não é pelo facto de se fazer o possível e o impossível para que alguém seja nosso amigo, que virá a sê-lo. É nesse sentido que vem a tal frase, penso eu de que ;)

PortoCroft disse...

Maite,
Eu sei que sim.;)

E tem toda a razão. Os amigos não se fazem, encontram-se. E, como bem diz, isso não é em nada contraditório com o alimentar uma amizade.;)

Fora-de-Lei disse...

PortoCroft 3:30 PM

"Estas verbas eram capaz de dar um jeitão, se aplicadas no Serviço Nacional de Saúde."

É um facto insofismável. Mas todo o desperdício fosse esse...

andorinha disse...

Fora de lei (3.33)

Nesse contexto de conflitualidade e competitividade laboral que apontas, nem chegaria provavelmente a existir amizade, até porque eu sou uma pessoa bastante competitiva, também.
Por isso mesmo, dificilmente faço amizades no local de trabalho.
Tenho relações cordiais com grande parte dos colegas, mas continuam a ser colegas e não amigos.
Os amigos que refiro, encontrei-os em diversas esquinas da vida.
Esclareci as tuas dúvidas?:)))

E agora tenho mesmo que vos deixar.:)

Maite disse...

Fora-de-lei
Como li algures num blog (num que define que "todo o altruismo é egoista") antes de tudo, o ser humano põe em primeiro lugar a sua própria sobrevivência.
Esperamos é que a amizade nunca tenha de ser posta frente a frente com o instinto de sobrevivência, senão imagine qual ficará a perder... isto já é um pensamento meu ;)

PortoCroft disse...

Fora-de-lei,
Mas, no caso das autárquicas, esse é apenas o custo que cabe ao STAPE. Cada concelho tem as suas próprias despesas. Agora imagina.

Nada contra eleições. São necessárias. Mas, pagar a um cidadão para cumprir um dever civíco? De todas as vezes que estive em mesas de voto, e não foram poucas, nem um tostão recebi. Nem sequer me passaria pela cabeça cobrar. Só nisso vão 4 milhões de euros.

Mas, tens razão. O grande desperdício é termos um Parlamento, com um excessivo numero de eleitos, pago a peso de ouro, pouco e mal frequentado, a quem, como se não bastasse, garantimos benesses e reformas princípescas. ;)

Lusco_Fusco disse...

É lindo o poema do post "Amigo".

Amigo
A, de fonte de Amor
M, de colo Meigo
I, de presente Imagem
G, cúmplice Gargalhada
O no bem e mal, Oiro-fio

É um sentimento também em extinção, o individualismo em que vivemos, não quer espaço ocupado com diferenças. Estamos a tornar-nos egocêntricos e egoístas. Tal como a nossa liberdade é o espaço que ocupamos sem pisar o de terceiro, viver é dar e receber. Viver alargando o umbigo é morrer afogado nele em época de tempestade.
Já escrevi num post anterior a frase que li não sei onde "Amizade é o unico sentimento que se multiplica dividindo" comungo inteiramente desta descrição.
Abraço
MJ

PortoCroft disse...

Maite,
Olhe que há amigos por quem daríamos a vida. Aumente o som e pense lá de novo. ;)

dreamer disse...

Friendship is a beautiful word...especially in the practice.

This poem "touched" me very deeply.
Throughout these months... as I travel through life ...this place has been as a blanket of spiritual comfort that has been covering and comforting me. A true friend :)



Carole King


When you're down and troubled
And you need some loving care
And nothing, nothing is going right
Close your eyes and think of me
And soon I will be there
To brighten up even your darkest night

You just call out my name
And you know wherever I am
I'll come running to see you again
Winter, spring, summer or fall
All you have to do is call
And I'll be there
You've got a friend

If the sky above you
Grows dark and full of clouds
And that old north wind begins to blow
Keep your head together
And call my name out loud
Soon you'll hear me knocking at your door

You just call out my name
And you know wherever I am
I'll come running to see you
Winter, spring, summer or fall
All you have to do is call
And I'll be there

Ain't it good to know that you've got a friend
When people can be so cold
They'll hurt you, and desert you
And take your soul if you let them
Oh, but don't you let them

You just call out my name
And you know wherever I am
I'll come running to see you again
Winter, spring, summer or fall
All you have to do is call
And I'll be there
You've got a friend

Maite disse...

"Like a bridge over troubled water"
Obrigada
Fiquei sensibilizada:)

Será que "daríamos"????
Seria necessária uma grande dose de disponibilidade, altruismo não egoista, sacrifício (o que é um tabu na nossa sociedade) e amor (como diz a Lusco_fusco).
Mas acredito que haja, embora sejam apenas excepções e rarissimas.

Mas é claro que do que está a falar é de algo muito radical, nenhum amigo pede a outro tal.

Muito bonita Dreamer

PortoCroft disse...

Maite,
Se se referia à letra que a Dreamer deixou, o título é "You've got a friend". ;)

E onde está a dúvida? Se, por vezes, até por desconhecidos arriscamos a vida...

Fora-de-Lei disse...

Portcroft,

Ruanda, 0 - Angola, 1
Nigéria, 3 - Zimbabwe, 1

(Os angolanos estão a 10 minutos do Mundial. Logo à noite seremos nós...)

Fora-de-Lei disse...

andorinha 3:58 PM

"... até porque eu sou uma pessoa bastante competitiva, também."

Não fosses tu uma mulher do Norte... ;-))

dreamer disse...

Maite
Thanks :)

When life is turbulent and personal crises threaten to overwhelm, this special "place" soothes me, inspires me and never fails to uplift my spirits. It even makes me laugh...:)
I believe... not only me....but all of us :))

Porty

Esqueci-me de escrever o título da canção ;))
Ainda bem que estás aí atento ;)
Quem sabe, poderemos ouvi-la ?! ;))))
Thanks in advance :)

Fora-de-Lei disse...

Maite 3:59 PM

"Esperamos é que a amizade nunca tenha de ser posta frente a frente com o instinto de sobrevivência, senão imagine qual ficará a perder..."

Numa lógica de Pareto, em 80 % dos casos ficará a amizade a perder.

PortoCroft disse...

Fora-de-Lei,
Porreiro. Fico contente pelos angolanos. Fico contente pelo Mantorras. E, fico contente pelo Benfica porque, se o joelho dele não ceder, há bastantes hipóteses de termos mais 20 milhões a entrarem pelo passe dele. ;)

Quando toca ao glorioso, sou um altruístca, como vês... ;))))))

Fora-de-Lei disse...

PortoCroft 4:47 PM

Altrui$mo a quanto obriga$... ;-))

PortoCroft disse...

Dreamer,
Não coloco já, para não ficar desenquadrada da música que arranca o player.

Mas, vou lá colocar um mimo para ti. Das peças musicais que mais mexem comigo. Irmana-te. ;)))))))

dreamer disse...

Porty

A música que arranca o player ....

ADORO...

(leave it...)

Um mimo?? Que bom...:)
Where?
Antes ou depois do welcome?;))

Irmanada...
Há muito tempo, amigo :)

PortoCroft disse...

Dreamer,
Já lá está. É logo a primeira. À falta de chaparros e azinheiras, uso-a muitas vezes para...

...tantas coisas!... ;)))))))))))

dreamer disse...

Porty

Beautiful :)
Mexe comigo também...
Obrigada :)


Por vezes, também aqui me sinto como um peixinho no aquário (como o nosso querido anfitrião referia no outro dia)...um peixinho feliz...que de vez em quando "salta" cá para fora :)

Quando leio o poema, leio:

O Murcon é a solidão derrotada!
O Murcon é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
O Murcon é já uma grande festa!

:)))

dulce disse...

"Para um amigo tenho sempre um relógio
esquecido em qualquer fundo de algibeira.
Mas esse relógio não marca o tempo inútil.
São restos de tabaco e de ternura rápida.
É um arco-íris de sombra, quente e trémulo.
É um copo de vinho com o meu sangue e o sol".

António Ramos Rosa

A música escolhida também é linda.
Bjs.

andorinha disse...

Fora de lei (4.43)

Regressei e já tenho que repor a verdade.:)))
Não sou uma mulher do Norte; sou alfacinha de gema. Vivi em Lisboa até aos quinze anos.
Nada tendo contra as gentes do Norte, não renego as minhas origens.:)

Manolo Heredia disse...

Amigos, só os de infância!
Pois são feitos de um cimento especial, que não teve na sua composição a manha, o calculismo, etc., que nós invariavelmente incorporamos nos nossos comportamentos depois de adquirirmos experiência da vida.

Cada vez menos há desse cimento, feito de inocência e ingenuidade, de candura . As crianças de agora, com as novelas (por exemplo), entram muito cedo em contacto com os jogos perversos do mundo dos adultos (o ciúme, o engano, a perfídia, os jogos de dominação). Esses jogos que alguns de nós só conhecemos de uma forma tão explícita, tão didáctica, aos 18 anos, quando começámos a frequentar certos filmes, ou a ler Shakespeare!

Temos assistido a novelas da Globo que são autênticas peças de Shakespeare! (não me crucifiquem por esta opinião, assumo-a plenamente)

Pamina disse...

Boa noite JMV e Maralhal,

Ao ler o poema, senti o mesmo que a Papu(1.43). Ele tem algo de deliciosamente infantil. As crianças, na sua "inocência", costumam dizer a verdade, sem constrangimentos. Eu vejo um dedinho, algo acusador, de uma criança que nos lembra o que a amizade deveria ser e muitas vezes não é ("amigo" é o erro corrigido,/Não o erro perseguido, explorado,).
Penso que o nosso Mahatma nos propõe, assim, uma reflexão sobre algumas atitudes menos "amistosas" e intolerantes. Pela minha parte, "notice taken". Procurarei sempre fazer melhor. É uma honra pertencer à família Murcon que, na minha opinião e apesar de alguns detractores, está muito bem e recomenda-se.
Beijinhos para todos vocês.

Anónimo disse...

Caro Manolo,

as crianças nunca foram anjos. Aliás desde a história de Caim e Abel. Não sei que maravilhosos compinchas você teve, mas asseguro-lhe que a inveja, a delação, a crueldade, o apoucamento do "urso" ou do "foleiro", sempre existiram. E olhe que eu já conto umas décadas.

Anónimo disse...

E o que foi que ele disse,
eo que foi que ele disse?

É que hoje fiz um amigo
e riqueza maior, no mundo, não há!

Sérgio Godinho
"Um brilhozinho nos olhos"

Anónimo disse...

Portocroft,

O "concerto" não vale! Não para este post.

:(

Partes-me o coração.

PortoCroft disse...

Partes-me o coração

Anónimo,
E estás com sorte. Imagina que eu era o Sto.António? ;)))))))))))))

-Stardust- disse...

Stardust,

os (verdadeiros) amigos são a família que escolhemos ter, aos quais pedimos sacrifícios, pelos quais damos a camisa, com quem rimos, discutimos... com quem vivemos. Mesmo quando estão mais longe. :)

Manolo Heredia disse...

anónimo 7:37,
Eu sei! Mas se existirem são crianças!
As crianças que crescem desde muito tenra idade no meio da intriga da mentira etc., essas são obrigadas a desenvolver defesas que antecipam a idade mental de adultas.

Anónimo disse...

Elizabeth
Vou utilizar um termo que é do Prof. Esta musica é "uma delicia".
Elizabeth

Anónimo disse...

Elizabeth
Esqueci-me.Obrigado Portocrof.

Lusco_Fusco disse...

Manolo
Desculpe a minha intervenção mas isso parece choque de gerações :)

Os meninos são efectivamente cruéis, manhosos e tudo isso que falou, mas já eram.
Lembro de amigos meus, sei que o são, quando se zangavam comigo chamavam nomes á minha mãe. A razão?... Eu nasci quando a minha mãe tinha 40 anos. Chamavam-me o nome dela e "velha". Doía que se fartava. Hoje lembram e sentem vergonha. :o)
Tenho bons amigos. Fi-los também ao longo da vida pelas afinidades, e até pelas diferenças e aceitação delas, pelo respeito. Ser amigo também é perdoar.
Quanto aos vícios que os meios de comunicação incutem, não se pegam, podiam até servir para educar no sentido dos valores que perfilham.... Falta é tempo aos pais, a vida é uma luta constante.
.
Engraçado a minha mãe dizia-me "Ser amiga não é ser "Maria vai com as outras". Tens de saber separar a amizade de comportamentos. Nunca abandones uma amiga porque a vida lhe deu comportamentos que os teus valores não aceitam. Ajuda-a se puderes, o que ela faz ou deixa de fazer só se pega se quiseres".
O problema não está nos meninos mas no pouco tempo que podemos dedicar-lhes.
Os exemplos maus também servem para educar bem.

Su disse...

Caro Doutor, eu sou dada a copy/paste quando alguém escreve/ descreve/conhece/estuda uma situação melhor que "je", daí transcrever um texto sobre amizade/amigo de Inês Pedrosa retirado do livro A Instrução Dos Amantes (ops tudo escritinho, não vá a PJ vir cá a casa só por isto):

"(...)Entrariam por uma casa em chamas para nos salvarem. Mentem por nós à nossa própria mãe. Sabem de nós mais do que somos capazes de lhes dizer. Jurariam que à hora do crime (...) Eles exigem-nos coisas de nada. As nossas lágrimas. O nosso lenço de assoar. A pele dos nossos inimigos. As batatas fritas do nosso bife. A nossa melhor roupa, por uma noite. Exigem-nos tudo o que nos dão. É preciso regá-los regularmente: é nos ombros deles que cai toda a água dos nossos olhos. Eles espevitam-nos o sentido de humor quando menos nos apetece. E depois ficam connosco quando as luzes se apagam e toda a gente se foi embora. Só aos amigos é dado o espectáculo da nossa miséria.(...)»

Espero que ache....(espere vou ver o termo...ops já vi)delícia !

e aproveito como a amiga Helena para lhe informar que também eu (lá vai copy/paste )"deparei-me com o poema ideal para entrar em contacto consigo" e também sempre que o vejo na TV, digo a toda a gente: olhem ali o meu amigo J :)))

espero sinceramente q os animos não se alterem, eu fiz isto na boa, rindo para mim mesma....sejam amigos vá lá........jocas maradas

Su disse...

okkkk exagereiiii mas tb não tenho culpa q estejam todos vendo o jogo e eu aqui com gripe e chateda a apesar de nem querer pensar o quanto vai ser (in)coerente o dia de amanha
jocas maradas , seus viciados em jogo!!!!!!!!!!!!!!ops
...tenho a loucura exactamente na cabeça.........disse quem??? não digo!! processem-me::))))))))))

amok_she disse...

Ora vamos lá a ver...a amizade, se já é!, ñ colide - ñ pode colidir! - com o ambiente de extrema competitividade - tantas vezes a raiar a lei da selva! - do espaço laboral. Digo-o eu por experiência própria q só consigo manter estes laços com raríssimos elementos, mas...isso ñ se deve ao espírito competitivo e sim à lei da selva, logo...o q invalida a amizade ( o alimento da amizade) é a falta de honestidade e isso tem a ver com o ser e não com o estar... o q obsta à inviabilização do fomentar as amizades nos tempos q correm tem q ver com todos os "cancros" do nosso viver hoje: a falta de principios éticos, a quase completa ausência de respeito pelo outro, a incapavidade para se viver o nós acima do eu...

amok_she disse...

Su disse...

«Caro Doutor, eu sou dada a copy/paste quando alguém escreve/ descreve/conhece/estuda uma situação melhor que "je", daí transcrever um texto sobre amizade/amigo de Inês Pedrosa retirado do livro A Instrução Dos Amantes (ops tudo escritinho, não vá a PJ vir cá a casa só por isto):(...)»


...bem, a PJ ñ sei!...a Inês Pedrosa tb. ñ!, mas...eu sim!!!...quero dizer: eu venho dizer-te q, já ag, tb. podias ter referido donde cop&pastaste já q fui eu q tive a trabalhêra de dar ao dedo (vulgo teclar!) do livro para o meu blog e deste pr'aqui, uns dois posts abaixo! ...ok, pr'aqui já cop&pastei!...ñ é por nada, né!? mas já q andamos em marés de rigores absolutos...sejamos tal!:->

PortoCroft disse...

Elizabeth,
De nada. bjs. ;)

Ser competitivo é uma coisa. Ser-se rasteiro outra completamente diferente. Digo eu de que... ;)

E a propósito de competição: Viva Angola e Viva Portugal. Só espero que Angola não caia no nosso Grupo ou do Brasil. E que vai ser bonito ver três países lusofonos nas finais vai. ;)

Só não entendo - e já, repetidamente reclamei - é porque motivo o "website" da FIFA e o do Germany2006 não é publicado no nosso idioma também. Um, repetidamente, campeão do mundo; um Vice-Campeão Europeu e agora Angola... Eles que tenham mas é maneiras. ;)

amok_she disse...

Entretanto a mesma Inês Pedrosa tb. diz no Fazes-me Falta :

“A amizade, história de perdões incessantes. Com o passar do tempo perdemos a paciência para a história, já não nos importa perdoar e ser perdoados. Essa aeróbica interior cansa(...)"

...e eu continuei:

...e eu cansei!...cansei de te ouvir os dramas; cansei de te apoiar as paranóias; cansei de sofrer os teus ataques; cansei de te justificar as injustiças e as sacanices; cansei de te dar o que a outros roubava; cansei de me dar no que a mim mesma me faltava; cansei de tentar entender as tuas armadilhas; cansei de sofrer a espera do ser humano que só eu imaginei em ti..,cansei, cansei, cansei!...a minha amizade acabou!...agora é tempo de cuidar de mim e de quem sempre me amou, mesmo sem entender esta amizade contra-natura...o teu tempo expirou!

...porque as amizades não se encontram - sem ser no sentido poético do termo - mas, antes, se fazem no sentido de fazer=construir...e há quem prefira a destruição à construção...

Su disse...

amok_she.....
liberta-te desse amoks q não estou para aí virada..ok.....
além disso só tu é qq tens dedinhos para teclar passagens de livros....
oh pá....
honestidade? ahahahah deixa-me rir, tens mesmo amokssss....
mas se és assim tão sarninha mete lá o bloqueio no teu blog e nos textos q teclas para ninguem fazer copy/past...´
realmente foi caso de PJ vires até aqui pq faltou dizer q duvidas q toda a gente te copia simplesmente pq estas frenetica por teclares os tais textos q tb não são teus...
porra eu faço o mesmo...como tanta gente, como tu, bate na tecla e copia dos livrinhos, desde q se saiba ler e taclar , já está.....
processa-meeeeee mas deixa-te de fitas e cenas à espanhola neste blog....isto é já paranoia acharem q este blog só serve para tal.....
"amiga" tens pastilhas à mão? acredita o efeito é imediato e assim não teclas sem nexo ....
daaaahhhhhhhhhhhhhh
porraaaaaa ..o rigor absoluto está no teu amok------------sheeeeeeeeee

fogooo até acho q me passou a gripe...

Su disse...

e já agora Woddy Allen disse " aquele que ama a sabedoria é virtuoso, mas aquele que tem relações com uma ave é espantoso"

....opsss ve lá se por acasop teclaste tb esta m.... e eu estou feita... não vou ter a PJ, vou ter o SIS aqui em casa

amok_she disse...

oh pá...ñ precisavas amofinar-te tanto!:-> ...só faltou dizeres q é mentira, coisa q ñ entendi mt bem se disseste, ou não:->...e aí eu dizia q eramos almas gémeas, tal a "cumplicidade" no trecho escolhido! ...tanta irritação pra quê, rica?!? ...olha, eu nem vou tomar as pastilhas, tou vendo q precisas mais delas...já viste como sou...amiga!?:->

amok_she disse...

...como dizia pr'ai alguém(?): quem adormece com putos acorda mijado!:->

Su disse...

então bejinhos para ti amiguinha

Su disse...

eu não faço a minima ideia de tua idade, mas a minha é muita....
jocas maradas e ponto final nesta tanga

amok_she disse...

...já agora, a rica sabe o q isto :-> quer dizer???...POIS...:->

amok_she disse...

...então, se é assim tanta...nem sequer tens aquela desculpa...:->

Su disse...

caso tenhas muita idade, estas desculpada....
pois achar q só tu é q lês e teclas o q gostas para o pc ou para um livrinho qq.....dahhhhhhh
qto a sinais eu não gosto sabes, prefiro as palavrinhas mesmo, na tecla como dizes....
e agora "miguita" ponto final nesta treta de senilidade ..ok

Abdullah-i-Ubayy disse...

Para que fui contar ao Woody o que fiz à galinha poedeira, em miúdo?

2º jantar sem Murcon disse...

Realiza-se neste preciso momento algures na cidade de Lisbôa o 2º Jantar Sem Murcon. Além de um delicioso Syrah de 2001 e um inestimável Borba de 1999 ( já para não falar de uma inesperada e doce intromissão de um Moet e Chandon e de um Nestea de Ananaz/Manga (para o puto Noise) o jantar tem decorrido com a elevação e esprititualidade esperada neste tipo de eventos pragmáticos.

Algumas notas que gostaríamos de acrescentar a esta meditação:

Os homens haviam de ser extintos, só estorvam! (não é de votação unânime)

O Brasil é o melhor sítio para passar a passagem de ano!

Os terapeutas de casal só pensam em levar os euros ao pessoal (seja com o método de Brown ou com qualquer outra abordagem)

Mantenham-se SOLTEIROS (prelecção da Mestra Isabel)

é perfeitamente possível fazer uma salada grega com o mais português dos requeijões e um panni al'aglio com o mais alentejano dos queijos.

Nunca dizer aos convivas que andam a combater o colesterol que se usou natas na feitura das ditas.

; )))))))))))))

Mais meditações para breve ; )))

andorinha disse...

su (12.14)

Então se te passou a gripe...já não é mau.:))))))))))
Há certos comentários que são óptimos porque me fazem rir e rir (como todos sabemos) é altamente benéfico para a saúde.:)

jocas maradas.

Su disse...

ehehehehhhhhhh:))))))))))))
traidor:))))))))))
jocas maradas

Su disse...

pois foi linda andorinha....fiquei muito melhor da gripe...
eu q estava na boa fazendo cena aqui enquanto o pessoal tava no jogo e opssss
olha mas estou melhor, o virus até se espantou :)))))
jocas, sabes depois de ler tudo isto até já me ri sozinha :))))
jocas maradas

Débora disse...

Olá a todos!

Será que com este desafio sobre a amizade, o Prof. não nos quer pregar uma "rasteira", levando-nos para o tema do amor?
É que afinal, paixão à parte, estes sentimentos não diferem muito um do outro, ou estarei enganada?
A maior diferença que encontro é que a amizade, sendo descomprometida, não exige as justificações a que por vezes o amor obriga, por existir "compromisso".
Independentemente deste conceito, concordo com o Ram, a amizade não se fica nas palavras, vive-se!

Parabéns a Portugal e aos países da nossa que hoje tiveram sucesso futebolístico - o futebol também nos une, afinal!

Noisy,

Esse 2º jantar do Murcon, sem Murcon, presumo que se trata de um romântico jantar a dois - certo?

Saudações,
Débora

Débora disse...

Errata

Onde e lê:
.."países da nossa que"..., deve ler-se:
...países da nossa língua que...

Débora

Anónimo disse...

Bom Domigo,

Lola disse...

Este blog continua a ser referência para os meus tempos livres que ,infelizmente ,tenho cada vez menos
O O'Neil no reino da dinamarca ,continua a ser leitura de cabeceira

Deixo outro em nome da Amizade

L'Amitié
Ça fleurit comme une herbe sauvage
N'importe oú en prison, à l'école.
Tu lás prends comme on prend la rougeole
Tu l'as prends comme on prend un virage
C'est plus fort que les liens de famille
Et c'est moins compliqué que l'amour
Et cést là quand t'es rond comme une bille
Et c'est là quand tu cries au secours
C'est le seul carburant q'on connaisse
Qui augmente à mesure qu'on L'emploie
le vieillard y retrouve sa jeunesse
Et les jeunes en ont fait une loi

C'est la banque de toutes les tendresses
C'est une arme pou tous les combats
Ça réchauffe et ça donne du courage
Et ça n'a qu'un slogan "on partage"


Au clair de l'amitié
Le ciel est plus beau
Viens boire á l'amitié
Mon ami Pierrot

L'amitié cést un autre langage
Un regard et tu as tout compris
Et c'est comme SOS dépannage
Tu peux téléphoner jour et nuit
L'amitié c'est le faux témoignage
Qui te sauve dans un tribunal
C'est le gars qui te tourne les pages
Quand tu es seul dans un lit d'hôpital

Au clair de l'amitié...

É um poema e música do Herbert Pagani

Beijos
Lola

Manolo Heredia disse...

Yulunga,
Então essas férias forçadas?
Já sei! Os PCs daí não têm rede!
Manda-nos, por alguém, um cheirinho a alecrim!

RAM disse...

Neste preciso dia, há 38 anos, morria Che Guevara...

mtc disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Fora-de-Lei disse...

RAM 2:14 PM

Caro amigo, Che Guevara não morreu... Che Guevara foi assassinado !

Y aqui se quedo la clara
la entrañable transparencia
de tu querida presencia
comandante CHE GUEVARA

A.na disse...

Os amigos...
é vida quando nos tocam,
asa de tantas penas quando os perdemos.
Eu tenho UM amigo,
daqueles mesmo,
amigo irmão,
mano amigo,
daqueles a quem dizemos
TAMO no fim de cada frase.
O meu está longe...
ás vezes mais
outras vezes menos,
ás vezes não o vejo,
vai embora,
sem adeus,sem abraço,
sem a palavra que se diz no fim de cada frase...
e aquilo que magoava
deixou de me magoar faz tanto tempo.
Deixou de... porque consquistei o meu lugar ao sol
porque dentro do meu mano
o lugar é meu e unico,
porque só ele sabe
a minha verdade,
porque só eu sei a sua dor...
Meu mano está longe,
quase nem nos vemos falar,
mas nunca de nos ouvir passar.
Unico...
porque a luta foi tão forte,
e fomos ficando...
porque os anos
e as coisas das vidas
nos deixaram a mão dada,
porque foste o unico
que aparece
se me afogo nas
lagrimas das minhas fraquezas,
quando o quarto cheira a febre e se pega,
quando a revolta volta
e me ofereces os brincos saidos da caixa de farinha Amparo
e ris...
ris da tua graça,
da minha desgarça e
porque corriges o dito
e dizes que não...
que vieram apenas no shampoo,
aquele qualquer,
um que compraste
quando saiste naquelas tuas saidas desaparecidas
e voltas com um saco cheio de uvas
deixando no chão para a
gente que passa.
E a risota vem,
e revejo em ti
com as saudades da tua ausencia
que tanto me marca,
aquela palavra no fim da nossa frase...
Fazes-me falta mano,
por toda a tua dor contida,
por não saber como te tocar mais ainda,
por saber que te consomes no silencio que ouço em mais alto volume...
MeuManoAmigoIrmão,
estou aqui
como tu estás ai,
sempre...com a certeza que
não vais morrer sozinho,
com a certeza
da minha palavra
no fim de cada toque...
Tamo mano meu.

Fora-de-Lei disse...

andorinha 7:12 PM

"Não sou uma mulher do Norte; sou alfacinha de gema. Vivi em Lisboa até aos quinze anos.
Nada tendo contra as gentes do Norte, mas não renego as minhas origens."


É assim mesmo ! Lá vai Lisboa toda airosa, de chinelinho no pé, lá vai Lisboa catita, para mostrar como é... ;-))

milhafre disse...

Produto das estrebarias do 4°. de Cavalaria.

katraponga disse...

"Amigo é a solidão derrotada!"


:)


É mesmo isso.

amok_she disse...

...já vi alcoviteirices*** de aldeia bem mais criativas q esta, mas...enfim!, a inteligência nem sempre é "dada" aos mais capazes e aos q mais oportunidades têm para a uzar...inteligentemente!:-> ...por outro lado, a mim dá-me mais gozo - faz-me rir com mais vontade - desmontar estas "cumplicidades" parolas, entre outras parolices do género... :-> :-> :->

«andorinha disse...

su (12.14)

Então se te passou a gripe...já não é mau.:))))))))))
Há certos comentários que são óptimos porque me fazem rir e rir (como todos sabemos) é altamente benéfico para a saúde.:)

jocas maradas.

12:51 AM

Su disse...

pois foi linda andorinha....fiquei muito melhor da gripe...
eu q estava na boa fazendo cena aqui enquanto o pessoal tava no jogo e opssss
olha mas estou melhor, o virus até se espantou :)))))
jocas, sabes depois de ler tudo isto até já me ri sozinha :))))
jocas maradas

12:55 AM»


*** In Língua Portuguesa On-Line da Priberam:

alcoviteirice

s. f., ofício de alcoviteiro;
lenocínio;
aliciação torpe;
sedução.

alcovitar

por alcovetar < alcoveto

v. tr., servir de intermediário em relações amorosas;
inculcar;
mexericar;
v. int., servir de alcoviteiro;
intrigar.

alcoviteiro


de alcoveto

s. m., homem que alcovita;
alcaiote;
corretor de prostitutas;
aliciador;
intrigante.

alcoviteira


de alcoveta

s. f., mulher que alcovita;
proxeneta;
alcaiota.


amok_she disse...

...é claro q, no meio dum palheiro, por vezes tb se encontra uma agulha, mas... neste "palheiral" se bem q se encontre uma agulhita, ou outra...no geral é mesmo só palha!...:->

Su disse...

Cara alcaiota, ´
ou será que prefere a que a trate por cara proxeneta apesar de não podermos falar aqui, propriamente de rendimentos, mas sim de uma ulilizadora, intermediária e benemerita da Lingua Portuguesa On Line.

Saber esse que lhe foi "dado" de uma forma divina....bonito essa Luz que a ilumina....

(uma achega sedutora, atenção veja no D.L.P. On Line: usa e não uZa)

Em relação a isto ser um Palheiro, olhe amiga nem sabia, estava convencida que era o Murcon; caso procure uma agulha ou agulhinha, acredito que seja deveras complicado (mas peça ajuda ao prof, sei lá... mas agulhinhaaaa!?)

Em relação à palha, realmente há sempre aqui muita...sabe é q aperecem resmas de asnos, aqueles bichos mal cheirosos, nada sabedores, sabe quais são?? ai não me diga que ainda são da sua família.

Esteja sempre atenta a essas alergias....palha...opsss nem deveria cá vir, deve ser um horror para si....o que deve sofrer!!!! mas o Saber é tudo, é grande, é divino....partilhe-o sempre...

joquinhas maradas e anti alergicas

RAM disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
RAM disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
RAM disse...

Caro Fora-da-lei (2:41),

Limitei-me a lembrar o acontecimento - a MORTE - não as causas de... ou as condições em que o mesmo aconteceu, que o tornam um acontecimento político per si.
Porque não o fiz?
Porque achei que o facto político, per si, nada tinha a ver com o post.

Porquê a referencia à pessoa: porque Che Guevara fez a sua primeira grande viagem (de 10.000 quilômetros) com Alberto Granado, O MELHOR AMIGO.

"O Homem é o homem e as suas circunstâncias", escreveu Ortega y Gasset.

Eu Diria que "O Amigo é o homem e as suas circunstâncias".


PS - Caro Porty boa música de abertura...
Inspiradora...

andorinha disse...

Boa tarde.

"...o que obsta à inviabilização do fomentar as amizades nos tempos que correm tem que ver com todos os "cancros" do nosso viver hoje:
a falta de princípios éticos, a quase completa ausência de respeito pelo outro, a incapacidade para se viver o nós acima do eu..."

"...há quem prefira a destruição à construção"

Quem fez estas afirmações? Eu?

Não, foi Amok_she às 11.10pm e 11.53 pm

Isto é o retrato dela própria e ela não percebe???!!!!

su
Com este belíssimo poema, esta ode à amizade não percamos tempo com quezílias e com gente que não o merece.
Já tentei conversar com ela várias vezes duma forma "normal" e racional e não
dá. Com pessoas assim, o melhor é deixá-las a falar sozinhas.
Protagonismo à nossa custa, não.
Lá fora não "passamos cartão" a este tipo de gente, pois não? Então por que o fazemos aqui?
Burrice nossa.:)

jocas maradas.:)

Meio-Burro disse...

Ó Su, essa do asno era comigo? :(

Fora-de-Lei disse...

RAM 6:40 PM

"Porquê a referência à pessoa: porque Che Guevara fez a sua primeira grande viagem (de 10.000 quilômetros) com Alberto Granado, O MELHOR AMIGO."

E onde é que o facto de ele ter feito a sua primeira grande viagem com o seu melhor amigo impede que, em abono da verdade histórica, se diga que ele foi assassinado ?

E, para além disso, era preciso ser bruxo para adivinhar que o assunto subjacente à efeméride em questão era essa tal viagem de 10.000 Km...

Manolo Heredia disse...

su & amok,
Os amigos(as) são pr´ás ocasiões!

amok_she disse...

Dada a tua postura de madona impoluta [:->] ainda te dou mais este bonús de atenção: o q inviabiliza a "nossa" possível conversa é q, ao invés de ti, eu ñ consigo encontrar aqui uma única ideia própriamente tua!...tu podes - pq tens mt por onde, pelos vistos!:-> - citar-me, já eu...'tadinha de mim...bem posso dar a volta ao palheiro uma infinidade de vezes e...nicles!, nada!... td bem esprimidinho ñ dá mais q concordanços reverenciais e bajulações, fora isso...é o vazio absoluto, ora sendo eu alérgica...ñ só à palha, mas tb. a posturas "curvilíneas":->... naturalmente q a comunicação é ...nula!

amok_she disse...

Porque se, em alternatica, eu te considerasse e se tb por outro lado tivesse a veleidade de levar isto a sério... perguntar-te-ia: donde me conheces tu?, de q posturas tens tu a prova?, q atitudes tomei eu?...aqui! [pq doutro lado ñ me conheces e aí seria a coisa ainda mais ridícula!]...para me atribuires ausência de princípios éticos!?!;ausência de respeito para com o outro!?!

Já quanto à prevalência do meu eu sobre o nós ñ tenho pruridos em o assumir...esse nós q aqui se vive ñ me interessa de todo, se para tal preciso de anular o meu eu...e como foi sempre isso q aqui vi...naturalmente q nem precisas vir com essa tonteira de perguntar pq aqui venho...parece q só tu e mais os teus acólitos ainda o ñ entenderam...melhor dizendo; acho q só tu, pq eles já o entenderam...:->

Por fim, q essa tua/vossa postura continue comigo é coisa q ñ me afecta de todo!...q o mesmo seja levado a cabo contra outros já acho do mais idiota...em especial qd esses outros se dão por vencidos!...pq esse ñ é um problema deste espaço...é bem mais vasto e repete-se sempre q os grupos se formam na base de "corporativismos" bacocos, parolos e tantas vezes oportunistas...no entanto, daí ñ vem mal ao mundo!...se todos acabamos por nos divertir...à conta uns dos outros, né!?!:-> :-> :->

Mas...ñ canses esses teus neurónios(zinhos) numa resposta...é q eu disse se!...se te considerasse ...como ñ é o caso, deixei as perguntas por mera "retórica", nada mais...:->:->:->

PortoCroft disse...

Caro Prof. m8,

Final comment:

It's good to see you standing by your friends.

sebastiao disse...

ola doutor ca estou como prometido numa altura dificil... depois daquele sabado... mas nada que um bife e um tinto do alentejo nao componham um abraço daquele amigo

Richard K disse...

Hi, your blog is fantastic! Well done!

I have a aaa travel site/blog. It pretty much covers aaa travel related stuff.

Come and check it out if you get time :-)