sábado, outubro 29, 2005

O elogio da ignorância.

Aproveitei a "ponte" e trouxe a família a Évora, o seu branco tem o condão de me repousar a alma. Mas não de estimular os neurónios:(. No caminho a luz do óleo acendeu-se. Telefonei para a BMW em pânico. Tranquilo, Prof! Mandaram-me verificar o nível do mesmo e adicionar um litro de xpto30não sei quê. O nível estava abaixo do mínimo. Decidi não correr riscos e afinfei-lhe com dois litros. Telefonema orgulhoso para a BMW. Silêncio horrorizado, era de mais. Chegar a Évora e verificar de novo. Se acima do máximo..., fazer uma sangria à besta. Enfiei a vareta e empurrei com desespero várias vezes. Acima do máximo... 45 minutos à procura de quem me aspirasse o óleo em vez de levantar o carro para o deixar esvair-se. Aterrei no Service-Marché. Preenchi fichas; esperei; agradeci a disponibilidade ao Sábado. O homem chamou-me, perdido de riso - o óleo estava no intervalo normal. Expliquei com paciência que era impossível, tinha verificado a maré cheia há meia-hora. Ele perguntou como, e eu disse. Ao que respondeu com lógica aristotélica - se me encarniçava com a vareta o nível do óleo subia porque não tinha para onde fugir! Mandou-me em paz e com a algibeira indemne. E perante humilhação tamanha, refugiei-me no Fialho e cumpri religiosamente a dieta: presunto, bacalhau assado, cordeiro da mesma forma e bolo de chocolate com gelado de baunilha. Depois vim contar-vos, não quero idealizações murcónicas:) - sou uma besta!

P.S. 17 of December it will be! Merry Christmas, maralhal.

105 comentários:

gonçalo disse...

Prof JMV,

Ao falar no Fialho, deixou-me invejoso e nostálgico, há muitos anos que lá não vou.

Sem querer "passar-lhe a mão pelo pêlo", digo-lhe que o que lhe aconteceu com o carro podia ter-se passado comigo, talvez até mais ridículo ainda, tendo em conta o (des)conhecimento que eu tenho sobre o funcionamento de um automóvel.

E já que estamos em maré de "strip" então cá vai: há muitos anos acendeu-se uma luz no tablier do meu carro, que mais tarde vim a saber que assinalava falta de óleo. Por desconhecer o seu significado e por confiar na boa fortuna ainda fiz uns valentes km sempre com a companhia da luz vermelha. Semanas volvidas, a caminho de Sintra, o motor "gripou" e o carro deixou de andar. Intrigado, dirigi-me à oficina da Renault mais próxima. O diagnóstico foi cruel: o motor estava gripado, com particular destaque para a junta da cabeça (o quê???) que, segundo o mecânico, estava queimada((. Perguntei o preço da reparação: 500 contos! Perguntei o valor comercial do carro: 500 contos, confirmado na tabela. Disse-lhe: vendido!!!

Esta história tem 12 anos e o mais incrível é que ainda não sei onde é que fica a junta da cabeça, muito menos para o que serve. Mas, ainda não desisti((...um dia - talvez quando menos esperar-, far-se-á luz na minha cabeça...suspeito que com a ajuda de alguém((((((.

moon disse...

Hello!

Ui... E eu que acabei de lanchar...
Não apetece nada pensar em comida.
"Bolo de chocolate com gelado de baunilha"...
Sim senhor, sua besta... Com que então pré-diabético?!:)
Ou serão carências "efectivas"??? loollll

moon disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
noiseformind disse...

A velhinha 318d é que era!!!!!!!!!!!! ; )))))))))
Essas modernices não prestam Ju! ; ))))))))))))

tangas disse...

hora da partilha. vamos lá a isto:
é o senhor júlio machado vaz com a vareta do óleo e eu em cima do cavalo, bem agarradinha, aos berros para trás: 'Como é que se trava isto? Como é que se trava isto?', sendo que, sem tocar nas rédeas, consegui não cair uma única vez no galope desenfreado da pileca que me atribuiram, desde o picadeiro da Guia, até à Quinta da Marinha, passando pela estrada do Guincho e da Guia até ao picadeiro de novo.
não é espantosa a capacidade e autonomia de navegação dos quadrúpedes? eu cá não saio a eles...

moon disse...

Ps: Excelente escolha essa de Évora! Aqui chove a cântaros.
E já me fez usar uma palavra que por norma não uso "besta" eu diria mais é humano... Mas, enfim....
Estou a ver que vão ter jantar no dia 17 (e de Natal!). Não é por nada mas, por favor, nada de Noise de barba branquinha a distribuir "prendinhas" aos presentes. Já estou a imaginar o Noise:
-"Ho, ho, ho, Merry Christmas a todos tive um dia "fodidamente longo", mas cá estou..."
Lá se vai a imagem que eu tenho do Pai Natal......!!!!
Loooollllll

moon disse...

Gonçalo:

Devia era ser a "junta da colaça"....
Estou uma "gralha", deve ser da chuva e da galhofada toda atarde com a mana e o mano.

Brigada de Trânsito disse...

“NOVO” CÓDIGO DA ESTRADA - DECRETO-LEI 44/2005

A revisão do Código da Estrada, ferramenta fundamental para concretização do Plano Nacional de Prevenção Rodoviária, tem como objectivo reduzir a sinistralidade rodoviária e incide nos comportamentos de risco mais adoptados pelos condutores, no transporte de crianças em segurança, na maior protecção jurídica dos peões e no agravamento das sanções aplicáveis às infracções que mais contribuem para a sinistralidade – nomeadamente a velocidade, o álcool e o desrespeito pelos peões.

Pretende, ainda, introduzir normas processuais especiais, visando maior celeridade na aplicação efectiva das sanções, de forma a reduzir significativamente o tempo que decorre entre a prática da infracção e a aplicação da sanção, garantindo-se o seu efeito dissuasor.

PRINCIPAIS ALTERAÇÕES

1. Os condutores de velocípedes, de veículos de tracção animal e de animais que circulem numa rotunda, deixam de ser obrigados a ceder a passagem aos veículos a motor que nela pretendam entrar.

2. Para efeitos de mudança de direcção deixa de existir o conceito de placa de forma triangular.

3. A sanção pelo excesso de velocidade é agravada e distinta quando ocorra dentro ou fora da localidade:

Automóveis ligeiros, motociclos Automóveis pesados
Dentro das localidades Dentro das localidades
Até 20 km/h
60 a 300 euros
Até 10 km/h
60 a 300 euros

20 a 40 km/h
120 a 600 euros
10 a 20 km/h
120 a 600 euros

40 a 60 km/h
300 a 1500 euros
20 a 40 km/h
300 a 1500 euros

Mais de 60 km/h
500 a 2500 euros
Mais de 40 km/h
500 a 2500 euros

Fora das localidades Fora das localidades
Até 30 km/h
60 a 300 euros
Até 20 km/h
60 a 300 euros

30 a 60 km/h
120 a 600 euros
20 a 40 km/h
120 a 600 euros

60 a 80 km/h
300 a 1500 euros
40 a 60 km/h
300 a 1500 euros

Mais de 80 km/h
500 a 2500 euros
Mais de 60 km/h
500 a 2500 euros

A velocidade mínima nas auto-estradas passa de 40 para 50 km/h.

4. A ultrapassagem de veículo pelo lado direito passa a ser sancionada com coima de 250 a 1250 euros.

5. A paragem e o estacionamento nas passagens assinaladas para a passagem de peões (passadeiras) passa a ser considerado contra-ordenação grave.

6. O desrespeito da obrigação de parar imposta pelos agentes fiscalizadores ou reguladores do trânsito, pelo sinal de STOP ou pela luz vermelha de regulação do trânsito passa a ser considerada contra-ordenação muito grave.

7. O desrespeito pela linha longitudinal contínua passa a ser considerada contra-ordenação muito grave.

8. A condução sob influencia do álcool, considerada em relatório médico, passa a ser classificada como contra-ordenação muito grave.

Taxa de álcool
Coima

0,5 a 0,8 g/l
250 a 1250 euros

0,8 a 1,2 g/l
500 a 2500 euros

Tati disse...

Assim se vê quem é de rija têmpera e gula competente. Está em forma, caro Professor. Assim continue do primeiro ao último dos pecados capitais. ;) Os outros, de tão neutros, nem dá adrenalina cometê-los.

Anónimo disse...

Professor, eu cá ando a pé mas não me considero uma besta...

Anónimo disse...

Quando for grande também quero ter um BMW só para dizer aos outros que também tenho um BMW.

Agora vão aparecer por aqui os palhaços a dizer que eu tenho é inveja...

andorinha disse...

Júlio,

Não me leve a mal:) mas o que eu me ri ao maginar todas essas peripécias em que se viu envolvido!
E fiquei mais contente por saber que não sou a única azelha nessas matérias.:)))

Aproveite bem a estadia em Évora e venha daí com a alma revigorada.:)
Agora não me fale em bolo de chocolate com gelado de baunilha.
É demasiado sádico.:(

Poesia Portuguesa disse...

AHAHAHAHAHAHAHAH

E, digam agora que as Mulheres...

AHAHAHAHAHAHAHAH

(desculpem, mas é uma gargalhada saudável!! eheh)

Manolo Heredia disse...

Professor,
Não tem desculpa! É como o doente que toma a caixa toda das aspirinas para lhe passar + depressa a dor de cabeça.
Já sei que me vai dizer que não é médico...

Sou snob disse...

PAIXÃO SEM LIMITES

O BMW X5 com xDrive é um Sports Activity Vehicle genuíno - potente, dinâmico e flexível. E quando o BMW X5 lhe é apresentado, pode esquecer de imediato uma coisa: compromissos. A sua elevada motorização, a sua inovadora tracção às quatro rodas e o seu conceito variável de habitáculo mostram que para o BMW X5 não existem meias medidas.

BMW X5 com xDrive
Dinâmica vigorosa, conforto inteligente, estética perfeita.

Manolo Heredia disse...

Nós, os benfiquistas daqui, estamos a torcer pelo Setúbal!
Já que os rapazes não recebem o ordenado, pelo menos que ganhem ao Porto (e que depois percam com o Benfica, claro! lol)

Manolo Heredia disse...

Então não há ninguém que comente a ESSÊNCIA do "post"?
Porque que é que a dificuldade de lidar com máquinas está associada ao género feminino? ou às artes & letras?
Vocês que são PSIs é que deviam dizer!

o mecânico disse...

The Complete Idiot's Guide to Car Care and Repair Illustrated — by Dan Ramsey

You’re no idiot, of course. You usually remember to keep your car’s gas tank filled—and you know you should check the oil regularly. But when it comes to doing basic repairs and maintenance checks, you feel like your brain's running on empty...

Don't feel like a dipstick! Whether your car is a classic or your new baby, The Complete Idiot’s Guide to Car Care and Repair Illustrated shows you—with photographs and foolproof instructions—how to repair and care for your auto. In this Complete Idiot’s Guide you get:
An illustrated glossary with easy-to-understand definitions of frequently used automotive terms.

Simple checks you can do at the gas pump or in your driveway.

Step-by-step instructions on how to perform common auto repairs—no special skills or tools needed!

Expert advice on when—and how—to perform basic preventive maintenance jobs.
Table of Contents:

Part 1: Your Car Illustrated
How Cars Run | Knowing Your Car | Getting Parts and Tools | Finding Resources.

Part 2: Illustrated Maintenance
Maintenance at the Gas Pump | Maintenance in Your Garage or Driveway | Changing Oil and Filter | Twice-a-Year Maintenance | Every-Year Maintenance | Every-Two-Years Maintenance.

Part 3: Illustrated Repairs
Easy Mechanical Repairs | Easy Electrical Repairs | Easy Body Repairs | Easy Interior Repairs.

Anónimo disse...

VitóRRRia !!!

Benfiiiiiica !!!

O que vejo-CT disse...

"Gostava que viesses comigo. Viagens... queria fazê-las contigo, a teu lado. Não precisarias dizer palavra... Comeríamos, num qualquer sítio, uma qualquer coisa, para justificar o ritual da ida.
Tudo maça! Tudo! Até as coisas que queria tanto partilhar contigo me aborrecem.
Mostro ao mundo os meus tesouros que outros cobiçam, num derradeiro esforço para que vejas no olhar de cobiça deles o que perdes, mas... mesmo assim não vens...Fazes-me falta (como fazes!!!)

CêTê= CT disse...

Ok, ok!
Transferência!




O tanas!
Um abraço e até outro dia.

Manolo Heredia disse...

o_que_vejo,
O fruto proibido, só esse é apetecido!
As coisas doces, quando repetidamente comidas (quando não há escassez), enjoam...
All you need is love...

Louçã disse...

IMPOSTO GRANDES FORTUNAS: AR discute projecto do Bloco

Em resposta ao Orçamento de Estado, o Bloco agendou para hoje, dia 19 de Outubro, a discussão do seu projecto de lei que estabelece um imposto sobre as grandes fortunas.

Portugal é o país da União Europeia com maior desigualdade de rendimentos. Segundo os dados do Eurostat, os 10% mais ricos detêm cerca de 28130 milhões de euros enquanto que os 50% mais pobres detêm 23280 milhões do total do rendimento nacional. A França, a Espanha e outros países europeus instituíram este tipo de imposto há muitos anos: em Espanha, o ano passado este imposto teve mais de 200 milhões de contos de receitas.

O imposto, além da receita, permite alcançar um segundo objectivo, que é controlar e verificar as declarações de IRS dos mais ricos. A actual perda fiscal por via da fraude atinge 4 a 7% do PIB – entre 5400 e 9450 milhões de euros – e assim a introdução deste imposto sobre as grandes fortunas constitui um contributo fundamental para a verificação das declarações que incidem sobre a evolução do património.

Os titulares de automóveis de alta cilindrada de conhecidas marcas alemãs serão objecto da aplicação da nova lei. A mesma também será aplicada aos proprietários de quintas com piscina e outros luxos.

Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês Burguês

Manolo Heredia disse...

Não entendo esta fixação do Fisco nas piscinas! Tanques com água!
Os armários e máquinas que equipam uma cozinha moderna são, no seu conjunto, mais caros que uma piscina média pré-fabricada!
Eu falo assim e não tenho nenhuma piscina. O que faria se tivesse !!! loool

Su disse...

gostei de saber que afinal nada entende de automoveis,(como eu q nada sei) (opsss e mm avariado um bmw é spre um bm onde tb andei)....q fez figura de parvo, (como eu faria), q entrou em panico:))) que almoçou no fialho (onde eu jantei), q ama comer e mais q tem de adorar doces mesmo q diga q não e coisa e tal...ai bolo de chocolote..ai chocolates..... e que afinal às vezes é uma grande besta, como eu, como ele, como nós
.....gostei prof, é assim mesmo, não é só bytes de informação e formação, é a vida ...
só por isso gosto de si, assim sem mais
jocas maradas cheias de chocolate (caso não aceite, não faz mal sobra para mim hummmm )

Su disse...

gonçalo
a cabeça do motor, não sei onde fica, mas sei q sem ela o carro é carcaça....e eu já queimei duas, opss, mas nos tais carros q tinha nem a luz acendia a avisar, (são os chamados topos de gama):)))))logo lá foi a cabeça do motor...o pior é q a minha foi atrás...
jocas maradas

Su disse...

manolo
até entendo a fixação pelo fisco nas piscinas....eles só metem agua:)))))
jocas maradas cheias de piscina e coisas boas e q venha o fisco

yulunga disse...

Boa noite maralhal.

Dr. Murcon com que então é uma besta?
Pois então já somos dois.
A minha vantagem é que não sou uma besta figura pública.
Somos mas é bestiais e não bestas. Como é bom sermos ignorantes nalgumas coisas, metermos umas argoladas valentes e seguidamente termos a capacidade de nos rirmos de nós.
Não se amofine com isso.
Olhe eu sou perita em cometer gaffes ;-)

yulunga disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
yulunga disse...

17 de Dezembro!
PRESENTE!!!
Se alguém me acompanhar numa directa - Não tenho dinheiro nem pachorra para hoteis ;-)

fora-de-lei disse...

yulunga 11:29 PM

"Não tenho pachorra para hotéis."

Assim já não vou... ;-))

fora-de-lei disse...

Manolo Heredia 8:51 PM

Porque no mundo das artes & letras até os homens têm uma marcada tendência para serem "sensíveis"... ;-))

andorinha disse...

Su,
Loooooooooooool
Cada vez estás mais marada.:)
jocas

Yulunga,

Se o problema é esse, tens aqui uma compincha.:)

yulunga disse...

fora da lei
Ai vais, vais.
O meu amigo não se esqueça que tem uma divida para saldar

Manolo Heredia disse...

fora-de-lei,
essa história de o "espírito feminino" ser mais sensível é um mito. Os homens são sensíveis como as mulheres, têm é prioridades diferentes no encaminhamento dessa sensibilidade. Houve uma diferenciação das prioridades condicionada geneticamente, em função do papel que cada um desempenhava na sobrevivência da família. Há muito pouco tempo (à escala da evolução da espécie humana) que o homem vive em sociedades aonde que essa diferenciação não é necessária. Esse facto ainda não se reflectiu totalmente no genoma. Hoje os homens são muito mais femininos que outrora e as mulheres mais masculinas, porque desempenham papeis cada vez mais próximos (relativamente a esse tipo de diferenciação).

yulunga disse...

Andorinha
E eu não sei? Minha maluca!

yulunga disse...

Manolo
Achas mesmo que pelo facto de as mulheres ocuparem agora lugares que sempre foram do pelouro masculino as torna mais masculinas?

yulunga disse...

Por isso é que eu não aceito trabalhos que exijam esforço fisico absolutamente nenhum

yulunga disse...

esforço fisico absolutamente nenhum?
Esta frase saiu-me muito mal :(

Manolo Heredia disse...

Yul,
acho! fazem cada manobra arriscada ao volante, que mais parecem os jovens machos pelejando por suas damas, na Idade Média.

Obrigado pelo "banho de Beatles"!

yulunga disse...

Manolo
Mas não sei se sabes que os estudos até dizem o contrário.
As meulheres têm uma melhor condução e menos acidentes

Manolo Heredia disse...

Yul,
És daquelas que quando ouvem um homem falar na diferenciação de sexos pensam logo que se está a aproximar um perigoso maxista!
Como te enganas! Na minha opinião as mulheres que conduzem todos os dias fazem-no em média melhor que os homens. Sobretudo nos grupos etários mais jovens.
Se fossem as mulheres a exercer maioritáriamente os lugares de Poder tudo correria melhor. Estas duas ideias têm a sua razão na mesma origem, que por sua vez tem a ver com essa diferenciação.

yulunga disse...

Manolo
Eu não penso nada.
Eu até defendo que nõs somos o sexo fraco.

Manolo Heredia disse...

Yul,
E teu cãozinho também está farto de rir!!!
Aonde deixou ele o avião?

yulunga disse...

Manolo
O meu não, o do meu dono.
Despenhou-se!
Por isso me farto de rir.

yulunga disse...

Olha Manolo, convido-te pessoalmente para o próximo jantar sem Murcon.

fora da lei, convido-te também.

Manolo Heredia disse...

Sabes o que estou a fazer agora?
Estou a dobrar meias e cuecas!!! lool !!!
Quase à 1 da manhã, e a blogar ao mesmo tempo e a ouvir os Beatles, não consigo aplicar os encinamentos do Taylor. Já estou há 1 hora para dobrar uma duzia de peças!!! A minha mulher há-de dizer, com um ar complacente, "se fosse eu já estava pronto há que tempos"... Homens...

yulunga disse...

Manolo
Esses gestos femininos só te ficam bem :-)
Vá lá não sejas cruel contigo mesmo.
Dividir três tarefas complexas ao mesmo tempo... 1 hora não está mal.

Manolo Heredia disse...

yul,
Obrigado pelo convite.
Como talvez saibas por escritos meus anteriores, não concordo com esses encontros. Penso que eles vão acabar por destruir o principal interesse deste "forum".
Sinto que, para mim, quebrava-se um dos encantos principais.
Não resisti à tentação de ver as fotos do 1º encontro mas depois apaguei tudo e não voltei a editar. De verdade!

Manolo Heredia disse...

Yul,
Há 1 hora que estamos neste diálogo, enquantos os outros se divertem algures!
Ou então estão super divertidos a cuscar a n/ conversa!!!
Até amanhã! Bons sonhos!

yulunga disse...

Manolo
Fico com pena, mas respeito a tua decisão apesar de não partilhar a tua opinião.
Bom descanso para ti também, sem pesadelos com cuecas assassinas ou algo do genero

Manolo Heredia disse...

Yul,
A propósito. Estou com os cabelos em pé! Já não tenho idade para estes impactos:
Encontrei umas cuecas da minha filha mais nova (16 anos), tipo fio dental, vermelhas, e a dizer "insert coin". Não há pachorra!!!

yulunga disse...

Manolo
Não te assustes.
Habitualmente essas cuecas na embalagem que vem de fábrica diz: Just for fun.

matahary disse...

Se saiu de casa com o carro já sem óleo, não o perdendo pelo caminho, tenho para mim, como uma acção irresponsável. O ser “besta” não se aplica a não saber nada sobre carros e/ou óleos. O ser “besta” aplica-se ao facto de não ter verificado, ou mandar verificar, se o carro estava em condições de fazer uma viagem...

Lusco_Fusco disse...

Boa noite! Mahatma Machado Vaz, não desespere, não é mecanico.

Eu comecei por carros velhos que ensinaram muito. Pneus e mudá-los é que não. Um dia numa aldeola da minha zona, já com a minha "xafarica" actual, ao tempo novinha em folha, furou um pneu. Agosto quente( eu que nunca visto saia ou vestido de vestidinho branco ihihihihih). Numa das minhas "voltas dos tristes" ouço um "fffffffffffff" esquisito. Parei.Um pneu furado.Não sabia onde ficava o macaco, o pneu suplente, nada! Lá me aventurei na busca e encontrei.Olhei o macaco e o melhor modo de colocá-lo, antes tinha desaparafusado um pouco as porcas, o macaco ficava um tanto na berma já a apanhar terra, mas continuei a dar á manivela... Qual não é o meu espanto o macaco salta do carro e ele despenca. Por sorte não tinha tirado o pneu ou ia sentir-lhe o peso. Olhei o macaco de todos os lados e peças do macaco em metal estavam partidas. Pensei "Parti o macaco?!". O calor era um horror naquele dia, o vestido tava já um tanto mal tratado, a casa mais proxima a dois km. Tinha de ser.Caminhei até á casa. Chamei e apareceu uma senhora a quem contei o sucedido. Mandou-m esperar que o marido dormia a sesta. Ele olhou-m e riu-se. Perguntou "Onde está o carro?". Expliquei-lhe e ele perguntou se tinha macaco.Contei-lhe o que se tinha passado e ele olhou-me desconfiado sem acreditar no macaco partido, mas á cautela levou o dele para ver se servia. Foi o meu salvador, mas quando viu o macaco não percebeu como o consegui partir já que era de aço, mas que estava partido, era um facto! Ele pensou alto "Deve tê-lo posto ao contrário"
De volta á cidade onde moro, recorri ao stand da marca para obter um macaco novo.O chefe da oficina riu-se a bandeiras despregadas com o mutilado que lhe apresentei e disse que o carro era novo mas que não havia garantia para macacos.Mas que, atendendo á minha façanha inédita, me achava com direito a um novinho,e disse "como mulher que parte macacos leva um novo". Ainda hoje para ele a história não esqueceu, ri-se sempre que me vê e eu idem " ".
Isso do oleo não é defeito é feitio. Ria com eles, faça como eu. :)
Bom fim de semana.

Saudações a todos.
BOM FIM DE SEMANA
MJ

amok_she disse...

...bem, pior q uma mulher fraquinha, sensível (quer dizer=com medo de partir uma unha!:->), 'tadinha...pior q isso é uma gaja q se mete a querer fazer td sózinha e depois ñ consegue!...o melhor mesmo é nem tentar!...ñ tentem e chamem logo o macho mais próximo!...assumam a fraqueza - nessas alturas! - q assim poupam-se ao esforço...e à unha partida...e por aí fora!...assim como assim eles, os machões, nunca irão deixar de se rir e ao menos q se riam...depois de terem tido o trabalho a q nos poupámos!:->

yulunga disse...

amok she
e ao menos q se riam...depois de terem tido o trabalho a q nos poupámos!

Ora ai está o busilis.
Não sou nada dada a modernices.
Eles que façam!!!

E no proximo coloquio la estaremos ou nao?
Conto contigo

charlie disse...

Oh Professor. Você não é uma besta! Não acredita? Pergunte ao Fialho....

Sical disse...

Prof. Ninguém é sábio a tudo, embora sejamos ignorantes em tudo. E todos temos um pequenino defeito de nos centrarmos no que nos interessa e atrai, não prestando atenção às coisas óbvias que nos acompanham no dia a dia. Às vezes essas coisas atrasam-se no passo e nós, então, prestamo-lhes atenção sem saber o que fazer. No amor também é assim.

Sical disse...

Prof. Ninguém é sábio a tudo, embora sejamos ignorantes em tudo. E todos temos um pequenino defeito de nos centrarmos no que nos interessa e atrai, não prestando atenção às coisas óbvias que nos acompanham no dia a dia. Às vezes essas coisas atrasam-se no passo e nós, então, prestamo-lhes atenção sem saber o que fazer. No amor também é assim.

Débora disse...

Prof.,

Eu pensei durante algum tempo, que a aselhice no que se refere a máquinas era apanágio das mulheres. Mas à medida que os meus irmãos rapazes foram crescendo, concluí que essa falta de jeito, é comum a todos nós – não somos vocacionados para máquinas.
Pessoalmente detesto máquinas de todo o tipo. Não lhes consigo encontrar qualquer tipo de beleza. Considero-as apenas úteis. Ponto final.
Não tem mal nenhum confessarmos as nossas “ignorâncias”. Afinal, não podemos ser bons em tudo, não é?)))
Depois vingou-se nas comezainas! Fez bem. Temos que nos auto-presentear nalgumas situações. Mas essa do bolo de chocolate com gelado, concordo com a andorinha, é cruel!!! Também quero!

Gonçalo,

Tal como tenho vindo a pensar e a dizer a amigos meus do FCP (sou do Benfica, já sabe), nós – OS GRANDES, neste momento devemos é estar preocupados com o Sporting de Braga e não uns com os outros, não lhe parece? Daí é que vem o perigo …

Manolo,

Folgo em saber da sua partilha nas tarefas domésticas – aqui em casa ainda se “encostam” muito a mim, indecentemente! Quase tudo passa por mim – eles chamam-lhe apoio, “anjo da guarda”, etc., mas, na prática, sou é uma escrava))) Enfim, acho que estão mal habituados e isso dificulta inevitavelmente o seu processo de autonomização. O “cota” já não tem remédio, mas o rapaz ainda está tempo de se tornar “independente”, ele diz que é isso que quer, claro, mas entre a faculdade, o desporto, os amigos, etc., vai-lhe faltando tempo … estão sempre a arranjar forma de me cativar, que lata)))

Yulunga,

O rapaz a tentar dobrar as meias, e tu a perturbá-lo - não se faz!

Saudações,
Débora

yulunga disse...

Débora
Faz pois.

Sical disse...

o que toda é perita em máquinas é no botão "on" e "off". E às vezes....
Mas já repararam que quando compram uma aparelhagem qualquer, enquanto desdobram os panfletos elucidativos a ver se percebem alguma coisa sobre ligar aquilo e a funcionar, logo o miúdo mais novo entretanto já ligou aquilo tudo porque entende muito melhor a linguagem dos sinais da globalização do que nós a dos folhetos elucidativos?

Sical disse...

o que toda é perita em máquinas é no botão "on" e "off". E às vezes....
Mas já repararam que quando compram uma aparelhagem qualquer, enquanto desdobram os panfletos elucidativos a ver se percebem alguma coisa sobre ligar aquilo e a funcionar, logo o miúdo mais novo entretanto já ligou aquilo tudo porque entende muito melhor a linguagem dos sinais da globalização do que nós a dos folhetos elucidativos?

Anónimo disse...

Quando pedimos instruções pq não as seguimos exactamente como as dizem? Ou se o médico vos receitar um aspirina, por precaução tomamos logo duas caixas delas?

amok_she disse...

1)...dada a forma como algUns ainda repetem comentários gémeos...ñ sei,ñ! se a azelhice é mesmo e só...feminina!?!:->

2)...eu imagino o coitado do Prof. se ñ fossem estes 90% de comentários a dizer-lhe para ñ se achar azelha pq blá, blá, blá...azelhas, afinal, somos todos! [eu ñ q ñ me meto em feminismos de puxar pelo músculo...aí deixo-os ser o mais machões possível...para o meu conforto!:-)]

3)...mas é mais q evidente, cara yul...mais q evidente q desta vez a chantagem machista ñ me impedirá de "coloquiar", nem q chovam canivetes...ou sapos!:->

eborense disse...

Évora (latitude 38.6o, longitude 7o54´, altitude 30 m) está situada no Alentejo (sul de Portugal), a uma distancia de cerca de 130 km de Lisboa. A parte entre muralhas conserva bastantes traços dos seus tempos mais antigos, incluindo monumentos de várias épocas. O centro histórico de Évora faz parte da lista da UNESCO das cidades património mundial. Foi habitada no tempo dos romanos, tendo sido chamada Liberalitas Julia, e deste período restam inúmeros vestígios dos quais se destaca o templo romano conhecido por ''Templo de Diana''. Durante as invasões barbaras, Évora esteve sobre domínio visigodo. Em 715 D.C. a cidade foi conquistada pelos mouros.
Évora foi tomada aos mouros por Geraldo ''Sem pavor'' em 1166 (foral concedido por D. Afonso Henriques no ano seguinte) e tornou-se durante a Idade Média uma das mais prosperas cidades do reino, principalmente durante a dinastia de Avis (1385-1580). Em 1551 foi fundada pelos Jesuítas a universidade, e por cá passaram grandes mestres do saber da época como por exemplo Clenardo e Molina. Em 1759 foi encerrada por ordem do Marques do Pombal, aquando da expulsão do Jesuítas (universidade voltou a ser reaberta apenas em 1973). O século 18 marco o inicio do declínio da cidade de Évora.
A testemunhar a dinâmica histórica e cultural das várias épocas, ficaram os muitos e belos monumentos realizados por diferentes artistas, que hoje podem ser admirados em todo o seu esplendor.
Hoje o bonito centro histórico ocupa uma área de 105 há e possui cerca de 4000 edifícios.

Orange disse...

Um BMW!!!???
U M B M W!!!???
:|

Alexandre disse...

Horas mortas... Curvada aos pés do Monte
A planície é um brasido e, torturadas,
As árvores sangrentas, revoltadas,
Gritam a Deus a benção duma fonte!

E quando, manhã alta, o sol posponte
A oiro a giesta, a arder, pelas estradas,
Esfíngicas, recortam desgrenhadas
Os trágicos perfis no horizonte!

Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!

Árvores! Não choreis! Olhai e vede:
--- Também ando a gritar, morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!

Florbela Espanca

(Chinezzinha) disse...

JMV
Fartei-me de rir ao ler e imaginar as tuas peripécias para chegar a Évora. rssssssss
Deu cá uma fominha, ao ler o que tinhas comido... rs

Beijinhos

Ana

(Chinezzinha) disse...

Ah Tinha esquecido.
O som do Murcon, como dizem os brasileiros: está nota 10.;)

Beijinhos e bom domingo
Ana

Lótus disse...

Perdoe-me mas tive q rir :D .. só de imaginar todas essas peripécias :p hihih.. até pq nos programas q tive oportunidade de ver, sempre me transmitiu uma imagem de homem divertido e q sabe divertir-se com estes e outros pequenos nadas

O facto é q para muitos é deveras difícil rir de si próprio.. na minha mera opinião, independentemente da idade, do conhecimento, e de tantos outros factores q julgamos sempre importantes.. para mim, a maturidade mede-se por aí .. quando atingimos essa capacidade especial de transcender.. ir para lá de nós próprios e rirmo-nos de coisas q fazemos ou q deixámos de fazer .. q correram mal ou nem por isso .. enfim .. ter a capacidade de olhar para essas coisas com um sorriso demonstra sempre uma serenidade q admiro

Poucas pessoas terão essa capacidade .. infelizmente :(


Mas agora falar desse tipo de “dieta” é q não se faz :/ ... anda aqui uma moça a iogurtes light para depois ler uma descrição destas ;O “presunto, bacalhau assado, cordeiro da mesma forma e bolo de chocolate com gelado de baunilha” ...

.. eu até já dispensava o bolo com gelado .. não q não goste de doces, adoro! … mas face a tal descrição .. acho q me perdia algures pelo meio :P .. é q já nem sequer chegava à sobremesa :)))) .. cheguei a referir q os iogurtes light são dos naturais ?! .. bem me pareceu q não!!! :((( arrrrg! Bath!!! .. e mais não digo .. isto por vezes ser mulher é uma chatice ;)


jokas** ... e para a próxima q passar pelo Fialho coma uma garfada por mim ;)).. pode até provar um pouco de tudo q eu não me importo, sim?! ;)))

Anónimo disse...

TÍTULO: dois de uma vez só

oi, sou ana paula, tenho 20 aninhose estou contando uma aventura que eu tive faz um tempo.
eu tinha 1 namorado muito liberau q deixava eu ter outros caras, afinal eu tbm deixava ele ter outras garotas. um "amigo" meu gostava de mim e meu namorado deixava. um dia eu e meu "amigo" estavamos nos atracandando no banheiro abandonado da faculdade e meu namorado viu, pensei q ele ia brigar, mas ele so fez entrar na brincadeira.
chupava o pau de um enquanto o outro me chupava, eu ficava cada vez mais aberta louca de tesão, toda molhada. depois os dois estavam me fudendo um atras e o outro na frente nao aguentei e comecei a geme forte quase a servente nos pega trepandando, so nao nos pegaram pois nós nos escondemos. depois daquele dia nunca mais paramos e ate hoje fazemos isso.

yulunga disse...

Até amanhã maralhal.
Boas blogadas.

Mary wants a little Lamb disse...

Não se pode perceber de tudo! Ou não se consegue.

Anónimo disse...

Elizabeth
Bom dia a todos e ao Prof Julio Machado Vaz. Pelos discursos aqui feitos não é o unico que teve problemas com o dito" cujo". Eu tambem já tive e o mais grave fiquei no meio dos tuneis da gardunha quando se vai para a Guarda. Dentro do tunel não á rede. A temperatura do oleo subio ao máximo,tinha acabado de queimar a junta da cabeça do motor.Bem a seguir montei um circo , nem é bom contar detalhes.Como vê isto é muito comum a toda a gente . Não se preocupe. Haja saude e coza o forno.
Um beijinho
Elizabeth

jj disse...

"Oh Lord, won't you buy me a Mercedes Benz ?
My friends all drive Porsches, I must make amends.
Worked hard all my lifetime, no help from my friends,
So Lord, won't you buy me a Mercedes Benz ?"

Lusco_Fusco disse...

Boa tarde!
O macaco partido foi só aquele dia. è uma das histórias que rio e choro sempre que conto. Depois fiz questão de mudar um pneu e sai-me muito bem. Sou mulher mas não sou mutilada. Não sou feminista sou feminina, mas não deixo créditos por mãos alheias. O feminino também tem orgulho ;-) Hoje mudo um pneu se não estiver muito apertado por máquinas ao ponto de ser preciso musculo, aí recorrerei ao sexo "forte" (em musculo) Ainda não precisei. Uso os pés e o peso :o).
Vivi desde os 8 anos sem homens em casa. Tadinhos dos vizinhos se sempre que era precisei mudar um interruptor ou martelar um prego recorresse a eles....lol
Quando casei arranjei um que era um "ferramentinapto" ihihihih
Como vêem mulher não é ser menor. O Mahatma que me desculpe mas se tivesse tido carros velhos saberia essa da luz do oleo, falta de água,e outras bateria gasta, falta de travões... etc. Li ontem alguem que falava que a falta de óleo dá cabeça gasta e ri aqui sozinha porque queima é a "junta da colaça", cabeça gasta sinceramente é-me estranho.
Um dia era eu estudante vinha de noite da capital do minho com uns amigos de regresso á santa terrinha, quando rebentor uma cinta. Os três olharam-me, era já noite na recta de Gualtar, eu já tinha ouvido que meias de senhora resolviam alguns problemas... Lá fui eu ao café tirar os collans Estas peripécias ajudam a saber resolver alguns problemitas.
Tudo de Bom.
Um bom Domingos para todos

Anónimo disse...

"As mulheres apaixonam-se pelo Che Guevara e depois exigem-lhe que corte a barba e tome um banho. E ele transforma-se no bonzinho que elas abandonaram pelo Che Guevara."-Quitéria Barbuda in "Farsas da História", Revista "Espírito", nº 21, 2005.

www.riapa.pt.to

Anónimo disse...

CêTê
o que aconteceu ao prof, não te faz lembrar alguém que necessitou dum "estranho" para lhe mudar o óleo...ao BMzito, claro.
Foi uma humilhação. Até tu que estavas nas antípodas soubeste do sucedido, Bolas!!!!
Mas não ficou por aí, depois de contar o sucedido ao técnico de serviço da baviera, ele com um olhar reprovador diz: "ó minha sra. o seu colega deve-se ter entusiasmado...excedeu-se nos níveis." LOOOOOOOOOL
Bons velhos tempos, agora já nem de óleo preciso para as bestas. :(

Anónimo disse...

Regressavamos numa linda madrugada de uma "fightada"(sei lá de onde apareceu este...título!) na Póvoa.
O "Quico" era um amigo com dificuldade de soluções
mecânicas de urgência.Nem precisava!
O carro começou a tremer e sentimos dificuldade no seu controlo.Paramos,e no lado direito da frente,vimos um pneu furado!Pronto...
"Deixa...eu ajudo"...Solícito!Tirou o casaco, enquanto eu abria a mala do carro e de um canto retirava uma chave de rodas e uma chave de fendas. Comecei a luta para retirar o tampão da roda !!(inglóriamente como de costume)!
Pedi..
"Quico,vai tirando o macaco"... Ouvi "restolho" e mexer nas diversas inutilidades que sempre aquele carro tinha lá atrás!
"está aí perto da roda suplente"...disse!
Claro que nem me lembrei de lhe dizer que tudo estaria debaixo de uma tampa que fazia de fundo e para melhor acondicionamento. A minha luta com o tampão continuou. Segundos depois,ouvi uma voz lá atrás...
"Macaco...macaco"! repetia...
"Macaco toma a banana"!!
Eu esgrimia com o tampão teimoso!
"Macaco...olha a banana"!
...Saíu!Barulho do tampão que não resistiu á última estocada, e levantei-me para ver o que se passava lá atrás...
O Quico,com as calças descidas,continuava... "Vá..toma a banana"!!
Bem..as coisas resolveram-se ,com riso e admiração,quando retirei o pneu e o "tal" macaco, depois de ter levantado uma tampa!

Desculpe,prof.JMV...não resisti!
Foi bom recordar um grande amigo já falecido e ensinar uma "velha" técnica mecânica de encontrar "macacos" escondidos!

Anónimo disse...

Olá a todos
(suponho que maralhal pague elevadíssimos direitos de autor e mesmo que assim não seja as palavras também fazem sentido (+ ou -) consoante (e já agora vogais lol) quem as diz.

E ainda assim eu também (quase) só distingo os carros pela cor...
E ainda assim também eu já tive aflições escusadas (eufemismo para ignorâncias muitas) à conta da questão oleica...
Subi o Marão até Vila Real já noite dentro (era Dezembro) com o coração aos pulos por causa do maldito ícone que a meu ver, remetia para o óleo. Mas não podia ser falta de óleo!... por precaução tinha pedido na garagem para verem o óleo...Ainda assim, parei logo na estação depois de Penafiel. Conferido por diligente funcionário: "não é falta de óleo, vá sossegada". E eu fui porque tinha de seguir...Esperavam-me às 21.30h. Mas nada sossegada, o ícone volta e meia aparecia!
Desci o Marão, no dia seguinte, com pulos intermitentes porque o raio do ícone intermitentemente me aparecia sem que eu estabelecesse a mínima relação causa-efeito.
No dia seguinte continuei a andar porque a cena do ícone desapareceu e eu.. pura e simplesmente me esqueci...
No dia a dia não acontecia nada...
Porém... sempre que me distanciava mais do Porto lá aparecia o ícone, intermitente, sem nexo, a sobressaltar-me o coração e a arreliar-me a mente (como é que me esqueci desta treta mais uma vez? massacrava-me eu a cada viagem) como uma praga rogada por alguém que me queria atormentar nas viagens que me levavam a locais onde ia "botar faladura"...
Parava nas bombas, em garagens de ocasião.. nada...o carro tem óleo minha senhora... Conferi com empenhados funcionários o livrinho que acompanha o carro... Nada...E se vir bem, este ícone não é o do óleo "tout court". Depois de um susto maior acabei por ir onde devia ter ido logo na altura de "rever" o óleo...à Mercedes. Risada geral.... sim, risada porque entretanto um exército de anjos da guarda não permitiu que nada de definitivamente grave acontecesse à viatura... e a mim!
"Não, claro que não é falta de óleo. É EXCESSO"... Por isso, só quando o carro andava mais e aquecia mais a intermitência sinalética aparecia...pois o calor também dilata (ainda mais) o mero óleo de uma mera viatura conduzida por uma mera condutora meramente ignorante...

saudações nada oleosas

Mariadosol

-Stardust- disse...

Caro Prof,

não resisto... looooooooooool!
Mas soube aproveitar bem a vergonha, com o refúgio no Fialho!

A minha ponte... vai ser de casa para o laboratório... terça-feira incluída! Isto de as células não se guiarem pelo calendário gregoriano... :(

Quanto ao jantar de Natal... começo o PhD joint meeting em Tomar no domingo, 18 e segunda lá estarei em "julgamento"... mas parece-me bem! :) Relax antes da sessão de tortura!!

noiseformind disse...

E de repente vem a OCDE dizer-nos que somos dos países do mundo com mais licenciados desempregados e emigrados. Eh pá. Tão o objectivo não era aumentar o nro de licenciados? Pois é, mas parece que com um sistema de trabalho "semi-arcaico", como referiu Pulido Valente, não adianta lançar licenciados para o dito sistema, que só quer mão de obra barata e que baseia os modelos de produção na maximazação do lucro direito da entidade empregadora e não na cadeia de valor. Grande balde de água fria nos senhores da "qualificação". Afinal gente qualificada não falta por aí, o que falta é um mercado de trabalho em que ela faça a diferença...

Escrevi isto sem falar nos comentários restantes, as minhas desculpas aos colegas de "bancada" ; ))))

Mas se há coisa que me parte o coração a meio é ver licenciados (com pós-graduação em França) em Psicologia, como tenho visto, nas caixas registadoras do Continente ; ((((((((((((((((((

azevedo's disse...

Vivó Continente!

Anónimo disse...

são estas "coisas e bestices" que nos fazem rir de nós proprios, quanto á gula...cuidado com a linha, depois não se queixe hihihihih.sofialisboa

mentecalma disse...

Uma "ponte" calma para o Professor. E pode comer à vontade que ainda que o colesterol suba um pouco, não mata assim de repente.
:)**

fora-de-lei disse...

noiseformind 3:06 AM

"... não adianta lançar licenciados para o dito sistema, que só quer mão de obra barata e que baseia os modelos de produção na maximização do lucro direito da entidade empregadora e não na cadeia de valor."

Noisy, esta madrugada estavas mesmo inspirado. E quanto ao resto... que viva o Belmiro, um dos nossos Guinness Awards do emprego precário !

Ameninadalua disse...

Professor

Isto há dias!....o que vale que acabou tudo em bem e no Fialho:)))
Mas já agora e se me permite a sugestão, na próxima vez que for a Évora, em vez do Fialho experimente o "Luar de Janeiro" e verá que vai ficar positivamente surpreendido; mais rigoroso nas entradas, o cordeiro está no forno de lenha à nossa frente, a carta de vinhos é única, bom! e quanto aos doces! nem se fala... :)))

Claro que para os jantares do Murcon, participo com todo o gosto.

Cristina disse...

Caro Professor,

se se intitula de besta, lamentavelmente, também o sou... mas ao quadrado!! Atrever-me-ia a dizer que o "sucedido", acontece a uma em cada duas pessoas.

Confesso que tenho muito a aprender, pois sou uma ignorante em matéria de mecânica automóvel. Mas agora pergunto: não será preferível admirar a estética exterior de um carro, do que propriamente a potência do motor, ou a cilindrada ou outra coisa qualquer?? Talvez não...

Parabéns por este espaço! Muito bom.. muito para aprender!

Morena disse...

Oh loira já que estamos a falar de sexo diga-me uma coisa: Você costuma ter relações sexuais durante o dia?

Loira disse...

Sim, sim querida, costumo. Pelo menos duas vezes por semana.

Morena disse...

E já agora diga-me outra coisa: Durante a relação sexual, fala com o seu marido, diz-lhe coisas?

Loira disse...

Não. Nem pensar! O Bernardo detesta que eu ligue para o trabalho dele.

rebeca disse...

Francamente Prof.!!!
Não entender nada de carros? Tudo bem, até compreendo...
Agora, ver uma luz a acender e esperar que o carro expluda??!!...Por favor Prof., nem eu faço isso!
Hehehe!!!!

Scorpio_Angel disse...

LOL :) E pronto... não podemos ter talento para tudo! ;)

OLIVINA disse...

Se o conta desta forma, é porque já lhe passou e não cairá mal dizer-lhe que fiquei deliciada com a história e com o que ela tem em comum com as minhas malogradas tentativas de fazer essa medição com algum grau de fiabilidade!
Por isso, e muito generosamente: ainda bem que não sou só eu! ;)
Continuação de boa dieta!

Além Tejo disse...

O que vejo-CT said... 10:04 PM

"Gostava que viesses comigo. Viagens... queria fazê-las contigo, a teu lado. Não precisarias dizer palavra... Comeríamos, num qualquer sítio, uma qualquer coisa, para justificar o ritual da ida.
Tudo maça! Tudo! Até as coisas que queria tanto partilhar contigo me aborrecem.
Mostro ao mundo os meus tesouros que outros cobiçam, num derradeiro esforço para que vejas no olhar de cobiça deles o que perdes, mas... mesmo assim não vens...Fazes-me falta (como fazes!!!)

Não posso deixar de comentar:
- Vale a pena lê-lo Prof.JMV principalmente quando muito estimulado..., mas também na sua caixa aparecem "jóias" como esta supra.

Que o branco e o ocre da planura Alentejana lhe dêem o descanso precisado aos neurónios.:)e que faça, sem incidentes(nem acidentes!) uma Boa viagem até ao seu granito serrano.

lena disse...

17 de dezembro o quê, júlio?

ando por fora, desatenta :)

fica a data marcada


na próxima semana vou ao festival da batata doce e do percebe, em aljezur
ehhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!! :DD


beijos castos, cotinha lindo ;p***

Ameninadalua disse...

Laura
Seja bem aparecida!:))))

Sandra Feliciano disse...

LOL

estou para aqui que nem posso com a barrigada de riso!

e ainda me queixo eu de me acontecerem coisas do tipo saltar-me a tampa do depósito de óleo em andamento!!!

uff! já me sinto muiiiito melhor!

este blog foi muito terápico hoje! ;-)

Moi disse...

Não percebo por que raio ninguém comentou a forma genial como a descrição está feita! Não interessa nada a peripécia (que acontece a todos nós, condutores "bué experientes" - lol); o que é tremendamente hilariante é a maneira com o professor a relata.
É por isso que gosto de si!!

lena disse...

loooooooooooooooooooooooooooool

Anónimo disse...

Great post!

I did a search for atlanta gas prices and found this site. I have put together an ebook I have titled, "Huge Gas Pump Savings."

Dave
http://www.huge-gas-pump-savings.com/

Anónimo disse...

Hey, you have a great blog here! I'm definitely going to bookmark you!

I have a chevrolet site/blog. It pretty much covers ##KEYWORD## related stuff.

Come and check it out if you get time :-)

See Ya There!!!