sábado, fevereiro 11, 2006

Acho bem, carago! Assim as forças vivas do Porto estejam menos mortas que na última vez...

TV CABO
PORTO CANAL


"O canal vai onde vai o Metro". O canal é o Porto Canal, que arranca oficialmente no dia 23 de Junho - na simbólica véspera de S. João -, às 19 horas, na TV Cabo. E a definição pertence a Bruno Carvalho, que depois de ter ganho experiência como administrador da NTV - entretanto transformada na RTP N -, ficou convencido de que havia, no mercado, "apetência para um canal regional, capaz de dar visibilidade a pessoas que a não têm nos outros meios de comunicação social." É ele o fundador e futuro director do canal - uma emissão dedicada à Área Metropolitana do Porto, que irá também prestar particular atenção às cidades de Braga, Guimarães e Aveiro.

O contrato com a TV Cabo, cujas negociações, apesar de terem sido lentas, decorreram com "elegância", ficou, finalmente, fechado esta semana. É renovável ao fim dos três anos previstos no acordo inicial. Ainda não é conhecida a posição que irá ser atribuída ao canal, mas a operadora já assegurou que lhe irá dar "um local digno".

De resto, o posicionamento não é o mais importante, observa Bruno Carvalho. Importante é a meta que traçou "Até ao final do ano, sei que iremos ser um dos cinco canais mais vistos da TV Cabo". O canal funcionará em regime aberto, 24 horas por dia. "Estará acessível a toda a gente", sublinha.

"Recriar espírito da NTV"

Inspirado no "New York One" - canal urbano dedicado àquela cidade americana -, o Porto Canal, cujo estúdio será edificado em Matosinhos, pretende recriar o espírito da NTV. "Não podemos dissociar um canal do outro, porque não podemos esquecer-nos que a NTV conseguiu ser líder de audiências em horário nobre", explica. No Grande Porto, em Julho de 2002, conquistava 10,2% de "share" no Cabo.

O Porto Canal "terá, obviamente, muitas novidades", mas quando o telespectador o sintonizar verá devolvido "o cheiro da NTV". Não está, no entanto, em causa uma usurpação ou decalque do projecto precedente. "O que vamos fazer é preencher um lugar que ficou vazio com a extinção do anterior canal, e pelo qual as pessoas nutriam um entusiasmo, quase comovente, que era visível diariamente na rua."

"Se a NTV tivesse perdurado, não existiria Canal Porto", garante o seu impulsionador. E com o Canal Porto sobra espaço para outra aposta audiovisual semelhante? Bruno Carvalho tem dúvidas.

Não será reproduzido o projecto; será reproduzido o espírito. Por exemplo, na aposta em novos rostos. Se a NTV catapultou para o mercado figuras como Merche Romero ou Isabel Figueira, o Porto Canal fará o mesmo. "Seremos uma espécie de viveiro, conscientes de que os melhores, à semelhança do que aconteceu no passado, não ficarão connosco muito tempo." Neste momento, estão a ser estabelecidos protocolos com entidades, nomeadamente com universidades, no sentido de "absorver pessoas para trabalhar no canal". De resto, o próprio reitor da Universidade do Porto, Novais Barbosa, já foi nomeado presidente da Assembleia Geral da estação. "É um accionista que muito nos honra e é um esteio de credibilização do projecto", sustenta o director. A curto prazo, poderão também ser estabelecidas parcerias com outros órgãos de informação no sentido de permutar conteúdos.

No rol das transferências - poucas -, da NTV encontra-se Daniel Deusdado, ex-consultor editorial do canal, que será agora responsável pela informação. Não sendo um canal de notícias, o Porto Canal, "terá três blocos diários de informação e uma aposta forte no jornalismo de investigação".

Os conteúdos serão quase integralmente fornecidos por quatro produtoras da cidade Filbox, OP, Farol de Ideias e Media Lusa. "Há espaço para outras, desde que os programas sejam produzidos no Porto", ressalva Bruno Carvalho.

No ar a 23 de Junho

Com um capital social de um milhão de euros, o Porto Canal tem já assegurados 60% dos accionistas. As autarquias de Matosinhos e Gaia já confirmaram a adesão ao canal, cujo logotipo é inspirado numa música de Pedro Abrunhosa, que remete para os anjos existentes nos azulejos da cidade.

25 comentários:

-Stardust- disse...

lol... acho muitíssimo bem! E será muito bem feito que vão longe! :)

Su disse...

só espero que não seja um novo rpt madeira ehehehehehehe
eu sou "bairrista" mas este farta em "objectividade/lucidez/coerencia" enfim.....quem faz pode ....ou estarei eu a pronunciar mal o "p"
jocas maradas

Antonio Almeida Felizes disse...

..
Enquanto a regionalização político-administrativa continua a esbarrar no centralismo castrante da "nomenklatura" partidária, a sociedade civil vai colmatando o "inexistente regional" com as suas iniciativas. Este Porto Canal é um desses magníficos exemplos.

Cumprimentos,

Antonio Felizes
http://regioes.blogspot.com
..

fora-de-lei disse...

E conseguirá esse canal "tripeiro" resistir à tentação do discurso anti-Lisboa ? Ou será que, a pouco e pouco, a própria população da área metropolitana do Porto começa a achar que esse discurso já está gasto ? Sinceramente, duvido...

moon disse...

Isso, por acaso, significará que num futuro próximo iremos ter de volta JMV e companhia?

Angie disse...

Entre Lisboa e Porto, lixa-se, bem ao meio, o mexilhão...

Ou goza à brava com a guerra dos (2) mundos.

Ou, pragmático, aproveita a estrada!

E vai pensando que... in medio virtus (alguma coisa tinha de haver de bom, mas ninguém repara nesta estranha forma de cosmopolitismo: ainda bem):):):)

Sousa disse...

Patrão,
não acha que é uma boa altura de investir? No canal da terra, carago! É certo que eles não foram muito simpáticos consigo mas isso são àguas passadas e depois sempre terá uma palavra a dizer. Pense nisso. Olhe que aqui a Gertrudes mal soube da notícia começou logo a fazer contas de cabeça. Mas pronto, para nós é complicado e eu não gosto de mexer no pé de meia. Nunca se sabe o futuro... Isto está bom é para os Belmiros Azevedos! Ah, já me esquecia, a Gertrudes agradece o fim de semana calmo aqui por Cantelães. Com a casa por nossa conta tem sido uma festa. Não é que a Gertrudes ainda me consegue surpreender? Agora compreendo quando diz que as mulheres são diabólicas. Mas não se preocupe que eu tomo bem conta da Limousine e no domingo estamos de volta.
Bom fim de semana

augusto disse...

Com todo esse entusiasmo, só não entendo porque é que continua a levantar o braço e a clamar o slogan SLB, SLB yes!!!
Será que é mesmo yes?
Ou será yesterday?!

andorinha disse...

Embora todo o regionalismo exacerbado me passe ao lado, penso que a criação do Porto Canal é uma boa iniciativa.
É bom que haja um espaço que dê visibilidade ao que se passa nesta região.
Esperemos que as coisas corram bem, pelo menos o futuro director do canal está com expectativas elevadas. Serem um dos cinco mais vistos até final do ano não será por a fasquia demasiado alta?

blog-radio? Mas não é isso que temos aqui há meses???? disse...

O Cotonete anuncia desde há dias (quarta-feira, pelo menos) um novo serviço de Blog-rádio, que supostamente mete as rádios do Cotonete a tocar nos blogues. Mas caraças, então o que temos aqui há meses é o quê? O Professor conseguiu ser pioneiro num campo em que muitos da nossa idade não passam da cepa torta. Para mim é um exemplo também neste campo das internetes a partir de hoje, não tenha dúvidas. É que conseguiu estar à frente desses putos que se acham o máximo e que são muito para a frentex e que têm por certo que os cotas como nós não se safam. E afinal andaram a reboque do Professor ;). Espero que pelo menos lhe paguem as royalties do serviço que você criou.

Julio Machado Vaz disse...

Blog,
Grato pelo optimismo, mas só temos a Cotonete aqui porque dois "miúdos" o conseguiram, em prol da saúde auditiva do maralhal! Eu? Sou um analfabeto informático:(.

andorinha disse...

Augusto,
O que tem uma coisa a ver com a outra????????

andorinha disse...

Júlio,
A existência do Porto Canal significa que vamos poder voltar a vê-lo em breve no ecrã?

noiseformind disse...

Professor, esta velharia está muito bem, fossem muitos textos dos 'miúdos' da craveira dela ; ))))))))))))
Quanto ao termos estado uns meses à frente do Cotonete em relação ao Blog-rádio é preciso dizer que sem inspiração para guiar a transpiração nada feito. Sem o Som do Murcon original criado pelo Portocroft nunca haveria este Som do Murcon criado pelos 'miúdos'. Aliás, o mais responsável disto tudo é o Viktor. Fazer uma rádio no Cotonete qualquer um faz, fazer um blog qualquer um faz. Mas ligar as duas realidades foi um exclusivo dele e só dele. Que hoje tem ainda a tarefa de ser o enviado especial do Murcon a uma sessão do BrokeBack Mountain e tentar sair de lá sem ser muito apalpado (esta parte do 'apalpado' foi escrita sob ameaça armada/naifística do fora-de-lei que disse que ou punha qq piada homofóbica aqui ou o FCP perdia hoje loooooooooool looooooooool loooooooooool looooooooooooooooool já está a ganhar 1-0 e só estive a rever o texto duas vezes!!!!!!!Isto é que é cumprir antes do tempo e confiar nas pessoas!!!)

fora-de-lei disse...

noiseformind 10:30 PM

"Esta parte do 'apalpado' foi escrita sob ameaça naifística do fora-de-lei que disse que ou punha qualquer piada homofóbica aqui ou..."

Vá lá, vá lá... já te safaste. Ficavas todo xinado.

PS: e o Belém acabou por levar dois secos do FCP. Deve ser da má influência da proximidade do Padrão dos Descobrimentos, encabeçado pelo Infante D.Henrique. Outro que tal... ;-))

Não me apetece dizer quem sou disse...

Akjf:

Ljsdjgisdgn sd,gnil< dgdlsgjºsdh?
- "kjfsdºlgº çldgspigh k"- g.m.gm.msgs- mççhsh jgsºiºhhh h dfh h gj g jk gsdga gdgsy k:
- ds gkjgoih dsafty dghdhfdhj dfds gfd dg hhahj! LOOOOOL







É bem feita! Isto é para os nazofóbicos saberem o que sentem quem não percebe puto de alemão

Isabel Pietri disse...

Déussss.....

noise (10:30 PM)
fora-da-lei (11:32 PM)


Não concordo nada com isso. O facto de se mandar uma piada a alguém ou a algum grupo, não quer dizer (necessariamente) que se tenha qq espécie de fobia ou o que quer que seja contra esse grupo.

Ouçam lá: direito à indiferença não quer dizer isso mesmo?

Qualquer paternalismo destrói à nascença esse direito.

Por mim, farto-me de rir com piadas sobre loiras, condução das mulheres, etc. É um estereótipo. Apenas isso. E não me incomoda nada.

E então piadas sobre a minha profissão?... adoro! :-)))

No entanto, há piadas e piadas... Quando se toca em alguma realidade social mais sensível, bom...

Só para ilustrar, uma vez um colega meu, para me espicaçar, pq tenho fama de feminista (embora não seja), saiu-se com esta preciosidade:

- Sabes pq é que as mulheres casam todas de branco?
- ...
- Já viste um electrodoméstico de outra cor?

E que lhe respondi eu? Que sim, que ele tinha toda a razão e que, infelizmente a maioria das mulheres não passa de um electrodoméstico para os maridos. E a seguir, hehehehe..., perguntei-lhe como estava o electrodoméstico dele. :-)))

Lusco_Fusco disse...

Boa noite!
Gostei da notícia relativa ao Porto Canal, é realmente merecido. Além de ser um grande centro, há valores que se desconhecem por tão longe do macrocefalismo que impera neste país a nível dos canais de televisão.
O Porto merece e tem direito a ter voz activa neste país.
Descentralização precisa-se.
Portugal é um todo, e, como tal, cada região devia dispor desta "arma".
Há valores que se desconhecem pelo compadrio existente e instalado; e, outros preteridos pelo mesmo motivo.
Quem sabe assim não passamos a ter qualidade?
Um bom canal no Porto pode fazer repensar os programas das estações actuais.
Sairemos todos a ganhar ;-)
MJ

Lusco_Fusco disse...

Xiii
Na visualização, e já tinha carregado para publicação, detectei erro na palavra "pretagonismo" que devia estar protagonismo.
:)

Ameninadalua disse...

Professor

Gostei muito do seu programa de hoje do "Amor é"...que viva até aos 100 anos para presenciar o que o deputado basco anseia ( ele e todos nós)...:))))
Quanto ao filme conseguiu deixar-me curiosíssima e penso resolver isso já hoje.

Um canal de TV no Porto parece-me ter consistência porque a cidade apesar de tudo ainda mantêm certas particularidades "tradicionais" no bom sentido, podendo por isso proporcionar e criar espaço e coesão para o desenvolvimento cultural local... quem sabe!!!

Ameninadalua disse...

Isabel pietri :))))))))

A sua piada é giríssima e cheia de segundos sentidos....

Concordo consigo; tem de haver "poder de encaixe" e principalmente sentido de humor suficiente para nos sabermos rir de nós próprios... mas tambem acho que há formas e momentos certos para se criticar sob pena de cairmos em situações no mínimo contrárias às nossas intensões; podendo com isso alimentar sem querermos outras perversidades que já não são nossas...

limousine disse...

(urban blue)


Num canto fora de mão
Sozinha fiquei. Esquecida
Serviu-me ser bela? Não!
Acabei assim…banida.

Quem me quis, já me não quer.
Pobre sorte, injusto fado.
Que é ser carro. E ser mulher
Ter o destino traçado...

O dono de Cantelães
Não escapa à regra da História:
P’ros homens (tirando as Mães)
A mulher é provisória.

Ai que saudades que eu tenho
Daquele braço, estendido...
Se qualquer dia o apanho
Vai ficar arrependido!

Mas eu sou muito orgulhosa
Vou vingar-me, e ele nem pia…
Da próxima que ele quiser
Eu estarei… com uma avaria.

Não há traição que resista
Nem distância que não mine
O amor-próprio, que eu tenho
MESMO SENDO LIMOUSINE!

Angie disse...

Ih, ih...essa do electrodoméstico é bem apanhada!

Também conheço outra que é demais:

P-Sabem o que é uma mulher grávida?

R- Um kit de limpeza com recarga de substituição...
.....................

Mas aposto que não sabem porque é que, de entre milhares de espermatozóides, apenas um consegue fecundar o óvulo?

Ou sabem?
Se calhar é velha, mas serve-lhes como 1 luva!

O Sical disse...

Faço votos para que o canal vingue. Há uma necessidade de se ouvir uma voz qualquer que não tenha o filtro do Poder de Lisboa.

Mas também faço votos para que não se sujeite a outros filtros.
E os financiamentos são muito condicionantes.

Oxalá vingue com dignidade. O Norte ganharia e muito. Se com lisura e dignidade.

alice disse...

moon
cá para mim o seu palpite está certo:tenhamos esperança!
Mas depois vocês aí do Porto têm que passar um cabozinho (será coaxial?) aqui para ALMADA para nós também nos podermos regalar a ver a coisa!