quarta-feira, fevereiro 15, 2006

The day after.

Maria,
Desculpa! Sei que te deitas cedo e foi um susto ouvir a campainha. Mas tenta compreender, odeio esta merda consumista do Dia dos Namorados. Mas ao mesmo tempo... Todos os argumentos são bons para te mimar, sabes? Por isso falei para essa empresa - caríssima! - de entregas ao domicílio em Londres e me esfalfei para arranjar os cocos que, como o meu Pai, adoras. E dei instruções específicas - à meia noite e cinco, nunca antes. Bom dia seguinte ao Dia dos Namorados, querida. Mas não feliz, por favor. Afinal..., eu não estou aí.

60 comentários:

andorinha disse...

De certeza que a Maria adorou a surpresa. Quem não gosta de um miminho dado com tanto amor?:)

Quando ainda há homens capazes de atitudes destas, não está tudo perdido.:)))

Sandra Feliciano disse...

O amor é lindo!!! ;-)

andorinha disse...

Só um pequeno reparo, "mas não feliz" porquê???
Com um gesto destes e a pensar em si no "day after" como não estar feliz?
O amor também se vive à distância, ou não?:)

River disse...

Huummmm... que mimos deliciosos!!!
Fantástico! :)

maria disse...

Júlio

Acabo de receber os cocos. Foste um querido… ainda não me tinha deitado, pois amanhã tenho uma frequência de Arte Dramática e estou a dar uma demão no role, pois vou representar a Roxanne na cena final do Cyrano de Bergerac, em versão british. Não é o mesmo que o original, mas está muito bem traduzido, por um catedrático de Oxford muito conhecido aqui.

A Mariel, minha roommate como sabes, também recebeu mangas e papaias, vê lá, que o Woody lhe mandou de Manhattan, de modo que amanhã, depois do exame, vamos fazer uma salada de fruta tropical em honra dos nossos respectivos e longínquos little pussycats.

Bem, tenho de dizer-te adeus, que já estou com uma soneira…

Kissies kissies da tua

Maria

maria disse...

Júlio,

Eu não quero o descoco do coco. Não sou nenhuma australópiteca ou outro especimen do Paleolítico, para me amansares com cocos.
Quero-te aqui, para acariciar o teu focinhinho, trincar-te, levemente os lábios , lamber-te o peito com a boa pilosidade que lhe compete. Entrelaçar as minhas pernas nas tuas, alheando o que se for tornando obstáculo. Os estrangeiros cheiros da ausência dissolvem-se, então, no nosso antigo e inimitável cheiro. Aquele de que fizemos país, pousada,aura, choupana, recobro de todas as ausências.

Maria

Sereia disse...

Ser acordada a essa hora, mas por uma boa causa, é - convenhamos - muito bom. A Maria, apesar do susto, deve ter gostado da surpresa e..., dos côcos, também. Senhora de bom gosto. Um dia que possa, arranje côco ainda não completamente formado - em Moçambique chamava-se "lanho" e come-se à colher - e ofereça à Maria. Ela vai gostar.
É sempre bom dar e receber mimos. Não importa o motivo e a idade. Ainda não nos disse foi o que recebeu Prof.!

fora-de-lei disse...

- E se o seu namorado lhe oferecesse... cocos, fora de horas ?
- Isso ainda é pior que impulse... dava-lhe com os cocos no coco.

Ameninadalua disse...

Cocos? com frio em Londres?!!!!!

Que estravagância!!!Se ainda fosse à beira mar tropical! :)))))))))

Mas a Maria lá sabe do que gosta! :)))e no amor não se discute gostos nem diferenças...

Mas o esforço para agradar foi concerteza reconhecido mesmo tendo sido 5 minutos após a meia noite...subtilezas de quem tem sensibilidades...

É bom ser surpreendida dessa maneira; tambem já me aconteceu ter recebido um ramo enorme mas enorme mesmo de flores vindas da Irlanda, sem cartão, tal era a subtileza e já agora tambem a timidez...:)))

augusto disse...

Entre o "apanhar de coco" e o "apanhar no coco" há uma diferença abismal.
Pior do que isso é "mandar o coco" a alguém.

Manuel

"the day after" disse...

The day after said

(...)

Thank you!
I'm not happy. You know!
I never stop thinking of you.

andorinha disse...

Fora de lei (9.10)
Tu e a tua habitual falta de sensibilidade, homem!:)))

Cláudia disse...

"Mas não feliz, por favor"????

Ai a contradição... Então não era a principal intenção mimar e cuidar da relação, mesmo à distância? Atenuar o afastamento com um gesto lindo de lembrança e "presença"?

De certeza que a Maria vai ser feliz hoje. Porque para um "outro" nos fazer felizes não precisa de estar exactamente ali, ao nosso lado. Não é tão fácil partilhar essa felicidade, é certo. Mas hoje a Maria já não se livra de um dia feliz... ;))))))

noiseformind disse...

É oficial, o Boss é um Kanye West português em potência. Por vontade de muita visitante do blog a empresa de envio estaria atulhada de encomendas de cocos com entrega à meia-noite e cinco ; )))))))))))))))))

Mas falando de coisas mais terrestres que isto de levar uma mulher à lua é coisa que só o Ju, o Kaye e mais meia-dúzia de mânfios conseguem, gostava de salientar um facto curioso. A Biblioteca Municipal do Porto tem a palavra "gay" como parte das "forbidden words" no seu gestor de serviço. Juntamente com "pornografia" e "pedofilia". O problema deste país é este: há uma malta para a frentex que vem à net dizer umas coisas porreiras e modernas mas depois no dia-a-dia, e todos vivemos no dia a dia e não na net, acontecem estas coisas. Qq pessoa que procure informação sobre homossexualidade nos computadores da Biblioteca do Porto encontrará "O conteúdo desta página é interdito". Nice... very nice. Mas o problema nem é ser um caso de uma Biblioteca. Ora tentem consultar a mesma palavra nas bibliotecas públicas da Maia e de Matosinhos. Exactamente o mesmo resultado ; )))))))))))))))))))

noiseformind disse...

E já agora, os resultados de um inquérito disponibilizado no portal PortugalGay.pt feito pela organização NãoTePrives mostra que de 600 homossexuais (e que se lixem os que chateiam o pessoal (como os mails que recebi à dias) por não dizer lésbicas sempre que se diz homossexuais, deve ser algum trauma de infância que têm para repararem nisso) que vivem no interior estão em "extrema solidão".

João César das Neves diria:

-Ainda bem que estão solitários, assim não espalham o vírus, eu próprio era gay mas depois de 2 anos a apascentar cabras no monte tornei-me heterossexual. Primeiro com as cabras, depois com mulheres. Vou todos os anos a Fátima agradecer esse milagre.

moon disse...

Ternurento...!


P.S. A mim tocou-me o raio de uma "polinheira" (que não apreciei nada) que me deixou "com a madre caída e o cú fora do eixo" (esta expressão é da mana que é enfermeira e a usa frequentemente).

Vocês, pessoal da saúde, usam uns termos e umas expressões muito pouco saudáveis, é o que é...! Bolas...:)))))

moon disse...

PS1: Bem me parecia que a Maria andava por terras de sua Majestade... E bem melhor ela "desencaminhar o puto que mostrou o dedo aos benfiquistas..." que o tal do príncipe Charles... Isso é que era uma verdadeira tragédia...:))))

matahary disse...

"Mas não feliz, por favor. Afinal..., eu não estou aí."
Que egoísmo... :/

Maria 1 disse...

London, the day after

Dear Júlio,

Cheguei agora das aulas. Ah, e fiquei aprovada na frequência, com distinção! Espero que tenhas dormido bem, visto que te deitaste tarde e estavas preocupado com a chegada dos cocos em bem. Passo agora à ordem dos trabalhos.

a) Ora como ele Marias há muitas… como se vê pelos comentários, e tendo em conta que, sob o mesmo corpus onomástico convivem diversos corpus de variegada índole psicofisiológica;

b) Ressalvando que todas nós, Marias, sufragamos do mesmo espírito – liberté, égalité, fraternité – em relação à tua consideração, respeito, carinho e amor;

c) Para evitar que se confunda teu espírito (o chamado síndroma de “Confutatis Animam”), ao receberes, sob o mesmo pseudónimo, correspondência proveniente da vasta heteronímia de todas nós (conjunto não singular de # indeterminado);

Proponho o início de uma numeração dinástica, com efeitos a partir deste comentário, a seguir ao nome Maria. Teremos então Maria I, Maria II, etc., e assim sucessivamente, sem cessar até ao fim dos tempos. Claro que esta numeração não terá em vista qualquer hierarquização dos nossos direitos e deveres, mas apenas uma função clarificadora da nossa heteronímia.

E quando puderes envia mais cocos, mas mais maduros, que um colega meu da aula de Expressão Corporal partiu um incisivo ao querer abrir um.
A Mariel e o Woody também mandam beijinhos.
Recomenda-me à Gertrudes e ao Sousa, tenho saudades deles.
E de ti, então, nem se fala…

Beijões da tua, sempre,

Maria I

maria 1 disse...

E à Maria que chamou descoco ao envio dos teus cocos, desde já proponho, amistosamente, que se autonumere de Maria II ou Maria 2.

Acho é que ela foi um pouco atrevidota contigo;))))))...

noiseformind disse...

Eça diria (ou Zézé Camarinha):

-Muitas e diversas são as Marias de cada Zé deste mundo ; ))))))))))

Anónimo disse...

Cocos dizem: Óh Julio que jeito dizeres que te esfalfaste para nos arranjares!!?? Sabes bem que estávamos esquecidos na tua dispensa há séculos e....podias também ter tomado em consideração que detestamos smog...blarghh!!

fora-de-lei disse...

noiseformind 1:03 PM

"A Biblioteca Municipal do Porto tem a palavra 'gay' como parte das 'forbidden words' no seu gestor de serviço. Juntamente com 'pornografia' e 'pedofilia'."

Ora aqui está algo que me leva a concluir que eu estava redondamente enganado. Como "penitência", prometo que a partir de agora, eu - alfacinha assumido - vou dizer a todos os meus amigos que, afinal de contas, o Porto também tem coisas boas... ;-))

fora-de-lei disse...

andorinha 11:27 AM

"Fora-de-Lei, tu e a tua habitual falta de sensibilidade, homem!"

Um dia destes, vou a um Tribunal de 1ª instância solicitar uma providência cautelar que te impeça de denegrir a minha imagem... ;-))

Angie disse...

Maria:

Eu tb sou Maria, como quase todas somos na minha geração
(na faculdade, o bedel fazia a chamada para os exames nas salas dos Gerais, chamando nome a nome. Mas quando chegava às Marias, dizia: «Marias, salas 7 e 8!!! Uma autêntica humilhação...)

Mas nem por isso vou criar mais um heterónimo no alinhamento, por muito que o teatro me agradasse, dada a relação privilegiada com o blog owner...

Não, Maria.
O que eu venho dizer é que te acauteles muito.
Não sei onde vives.
Hummmm...deixa ver: para os lados do Green Park?
Bem, não interessa. Peço-te é que estejas bem atenta à Tower...
Não, não é à das jóias, a das paredes que ainda sussurram a voz dessa extraordinária Ana Bolena que foi muito mais do que simplesmente uma de entre as sete mulheres.
Não. refiro-me à Tower BRIDGE.
...- 'Cause Is falling down, perguntas?
Também não: o caso é antes que SOMEONE MAY FALL DOWN!
Por favor: vigia-me bem isso.
Pode acontecer que a ameaça se consume mesmo e ocorra aí, in London City, para te aumentar o complexo de culpa.
Seria bem típico, não era? Demasiado, talvez.

Mas pronto, amiga: TAKE CARE!
Olho na ponte, barcaça em baixo e... eu a ti descodificaria melhor essa coisa dos cocos...
E havia mais outras coisas que gostava de te dizer, mas não posso: só em privado.
See you! Quem sabe?
E sobretudo não me leves a mal!

CêTê disse...

cocos
despidos
redondos
rijos
peludos
castanhos
sumarentos
quente
areia
ferias
mar

Eu deliciei-me com maracujás (sem 2ª intenções ;]]])


Boa fim de tarde!

Anónimo disse...

ola eu também sou maria mas não tive nenhuns cocos... mas sinceramente, acho extraordinário ainda haver Homens com H...

Viva o Amor....

fora-de-lei disse...

noiseformind 1:18 PM

"Os resultados de um inquérito feito pela organização NãoTePrives mostra que de 600 homossexuais [...] que vivem no interior estão em 'extrema solidão'."

Coitadinho(a)s. Mandem lá umas camionetas e tragam-no(a)s todo(a)s para o litoral. O interior agradece... ;-))

PS: Noise, com os parênteses e contra-parênteses que para aí arranjaste, acabaste por te esquecer de escrever a percentagem (ou a quantidade) de desgraçadinho(a)s... Deixa-me adivinhar: 80 % ?

Anónimo disse...

Era perfeitamente dispensável que referisse que a empresa que utilizou para mimar a sua namorada (whatever!)com cocos era (é)very expensive.

Francisca

fora-de-lei disse...

Francisca 4:49 PM

"Era perfeitamente dispensável que referisse que a empresa que utilizou para mimar a sua namorada com cocos é very expensive."

Mas como, normalmente, este tipo de mimos são para ser pagos pela mulher sob a forma de "géneros", um homem tem que inflacionar os cocos, ou seja lá o que for. Não vá a mulher substimar o valor da oferta em questão, escusando-se assim a um "pagamento" em conformidade... ;-))

pp disse...

Prof...está demais, este day after!!!! :)

Abraço

Maria 23... disse...

day after said:))))

(...)

I love you.

Maria 23...

Anónimo disse...

Para além das arqueológicas nomenclaturas das Bibliotecas Portuguesas sobre a temática gav, também era bom que as meninasnalua e o makenoise aprendessem a escrever COM CERTEZA e a pôr "h" no verbo HAVER.
Aflige ver gente com graus académicos a dar erros de instrução primária.

Anónimo disse...

Fora de Lei
5:12 pm

No comments.

Francisca

atolle disse...

o dia dos namorados faz-me lembrar o dia da arvore, com a resalva de neste nao temos que comprar a arvore, que nos obrigam a plantar para logo se esquecerem de regar. neste dia so me lembro daquelas amigas cujo casamento nao sai porque ele tem outra a quem enviam flores de mau gosto ou um boneco piroso que tem todas as montras do shop,no dia dos encalhados!

Anónimo disse...

Mas não feliz, por favor.
Evidente.
Que seria do amor sem o egoísmo?

atolle disse...

esta falta de tolerancia com os erros dos licenciados ja me irrita. anonimo:
de pequenino se "troçe" o pepino!
alguns deles tiveram acesso aos livros escolares com muito esforço dos seus pais, mas fora a alimentaçao pouco restava. Os pais davam pontapes
na gramatica a torto e a direito mas eram amados pelos filhos
por isso eram modelos, ate na linguagem, ou nunca ouviste falar disso?!DAH!

Isabel Pietri disse...

... pois... :-)

É tão bom fazermos estas coisas a quem amamos, não é? :-)

Hummmm... que delícia... :-)

Isabel

CêTê disse...

É... os erros ortográficos não ficam bem a ninguém.;[ Deveriamos todos escrever correctamente português. Mas mais do que a forma... aprecio o conteúdo. E há sempre maneiras graciosas de se ensinar os outros que não a azeda forma de o fazermos com ecos de recalcamentos.
Que mal que escrevia Einstein e que bem escreve um de Sapos! Sem ofençççça, claro! (para os sapos ;])

C.S.- Professor: à custa da sua sublime forma de educar aprendi a distinguir o "Ó" do "Oh". Sério, sério. ;]]]- Mas a mim pode-me corrigir que eu faço aqui os tpcs e tudo.
BJCas amig*s virtuais.

Ameninadalua disse...

atolle

Erros! qualquer um pode dar...e se reparar até você no seu próprio post dá erros: escreve resalva em vez de ressalva... o que a mim não me incomoda absolutamente nada , pode continuar a dar os erros que quiser...mas o que é mesmo lamentável e me incomoda é a sua pedante intolerância social para com os pais de cada um...tanto mais que desconhecendo-os poderá arriscar-se a pôr por terra toda a sua teoria baseada apenas em puro preconceito quase "racial"...

Admiro ainda a sua extremosa paciência de se dar ao trabalho de emendar os outros; perde tempo mas com certeza que aprendemos com isso...

CêTê disse...

E nas páginas amarelas?
E o IANTT (Instituto dos Arquivos Nacionais Torre de Tombo)?

Isso não é compulsivo?;]]]]]]]]

andorinha disse...

Boa tarde.

Fora de lei(4.21)
Eu não estou a denegrir a tua imagem, só estou a tentar que ela melhore.:)

Mas depois do teu comentário das 5.12 não sei que te diga, homem.
Recuso-me a falar mais contigo.
Relações cortadas, forever.:)))

Su disse...

estás desculpado - disse a maria

claro q não estás desculpado- pensa a maria

jocas maradas

andorinha disse...

Boa noite (2ª tentativa):)

Fora de lei (4.21)
Eu não ando a denegrir a tua imagem, eu só quero que ela melhore.:)
Mas depois do teu comentário das 5.12, nem sei o que dizer...
O melhor é cortarmos relações, definitivamente.

EfémeraÁsTrêsPancadas disse...

(a pensar nos cinco passados da meia noite de 14)...J, que simpático que foi...atrevo-me a encomendar um par de beijinhos de chocolate.

Pamina disse...

Boa noite.

Houve quem embirrasse com os cocos. Eu pensei neles assim:

Nessa cinzenta Inglaterra,
je t'ai offert
des fruits
venus de pays
où il ne pleut pas,
por favor, continua a precisar da minha presença para te sentires completamente feliz,
ne me quitte pas.

Anónimo disse...

É por isso que Portugal não anda para a frente. Fazem-se erros básicos e ainda somos os bons..E depois há sempre o fadinho Maria Albertina a armar ao sentimento piegas e hipócrita...Os paizinhos eram pobres.... Mas havia amor...MENTIROSOS! Vocês piraram-se mas é dos velhos, mal puderam. E bem preferiam que eles não fossem semi-analfabetos. BYE,bye, telenoveleiros de 5..ª categoria E essa da forma/conteúdo já era! As teorias já mudaran e vocês nem deram por nada...

atolle disse...

enfim.........ja nao se pode falar verdade,nem ser realista. Pedante ?!intolerancia?! Acha mesmo que estava a ser pedante? e intolerante? E quanto a si anonimo lamento que hierarquize mal as prioridades de quem escreve por gosto, com craitividade, mesmo dando erros. Disiludiram-me. pensava que eram todos mais inteligentes!

Maracujá disse...

Professooooooor!
Isto está a roçar os acontecimentos que levaram ao "comment moderation by the blog author"...

Sou professora de Português, e por isso reparo em erros ortográficos e sintácticos nas alturas mais estranhas...
Mas já aprendi que não os devo corrigir SEMPRE. Porque isso impede a comunicação.
Então, escrevo esta mensagem para transmitir o meu apreço pelos escritos do Noise, independentemente de um ou outro erro formal. Ele é intenso e contundente. Ele é forte no modo como escreve.
E não o faço porque ele precise de defesa, apenas porque me apetece. :)

eco de mim disse...

Dia dos Namorados! Bahhhhhh, dia de consumo, o comércio agradece, fala-se p aí de uma tipa chamada crise...
o post. foi querido, sim.

Ameninadalua disse...

atolle

Entendo pelas suas palavras de admiração que eu possa não ter interpretado bem o sentido do seu post mas se reparar bem o que eu escrevi está dito nas suas palavras: "de pequenino se "troçe" o pepino!alguns deles tiveram acesso aos livros escolares com muito esforço dos seus pais, mas fora a alimentaçao pouco restava. Os pais davam pontapes
na gramatica a torto e a direito mas eram amados pelos filhos
por isso eram modelos, ate na linguagem," Será que existe outro sentido para interpretar isto?

Os erros acontecem sem querermos só reparamos depois de editados,mesmo tendo lido e relido..nos seus dois posts dá igualmente erros em : "resava" e "trocer"...agora interrogue-se porquê? pode ser que assim entenda melhor...

atolle disse...

meninadalua

Hoje estou muito cansada. Nao me apetece dar "pérolas a porcos".
Durma bem.

atolle disse...

O que se passa com esta gente?:
Maracujá
Eu lá tentei defender alguém indefeso? Eu apenas generalizei a minha critica ao maldito hábito de punição feroz dos erros dos licenciados e quis partilhar a minha opinião. Irra, tanto azedume!

atolle disse...

Esta fúria da natureza dá cabo de mim. Que falta de faz a vitamina A à carola e a vitamina € ao bolso! Afinal ainda temos o drobro da água per capita doque os espanhois, para quê tanta chuva?! Assim refugio-me no p.c. e toca a dar erros! Contei as rotundas por onde passei com medo de levar com um galho na cabeça.Tanta rotunda!Para quê? Porque não exportamos algumas e junto com elas alguns políticos acéfalos? Continuam crianças sem água quente, aquecimento ou ar condicionado nas escolas. E o pior não é isso mas a passividade de seus pais que nada fazem para alterar o estado das coisas. É a tal democracia que educa para a liberdade e não para a responsabilidade civil de quem pensa que pensa mas no fundo fica cristalizado enquanto uns poucos de cristos se movimentam desesperados. Ai que chuva tão chata !

Ameninadalua disse...

atolle

Não dê..não dê...até porque "as suas pérolas" podem ser altamente indigestas para os pobres dos porcos que não têm culpa nenhuma disso...

Ameninadalua disse...

atolle

Não dê..não dê...até porque "as suas pérolas" podem ser altamente indigestas para os pobres dos porcos que não têm culpa nenhuma disso...

atolle disse...

menina da lua
desculpe se fui muito mal disposta consigo, mas o facto é que não entendeu nada doque eu quis dizer. Talvez a comunicação seja mais fluída,para a próxima,entre nós.

Ameninadalua disse...

atolle,

Talvez...talvez...para a próxima!...quem sabe!

Fred disse...

A despropósito, há dias falava-se dos nossos amigos americanos, da sua liberdade, etc.. agora achei interessante perguntar ao "Murcon" o que acha disto! =)
Cumprimentos a todos! Divirtam-se um bocado com esta pérola que vos deixo!

McCap disse...

Mehor só se os cocos fossem levados por andorinhas... Mas africanas que as europeias não os conseguem carregar...