terça-feira, outubro 31, 2006

Em que equipa jogava ele?

Sporting: Paulo Bento cita Nietzsche
[ 2006/10/31 14:19 ] Redacção MaisFutebol
Paulo Bento: «O que não nos mata torna-nos mais fortes»
Na conferência de segunda-feira, em Munique, Paulo Bento utilizou a frase «o que não nos mata, deixa-nos mais fortes» para sintetizar o que sentia o Sporting depois do empate em Aveiro e antes do jogo desta terça-feira, frente ao Bayern, para a Liga dos Campeões.
Na altura, Paulo Bento atribuiu a frase a um jogador. É possível que a tenha ouvido, ou lido, de alguém ligado ao futebol. Mas é aceite que o autor de «o que não me mata, deixa-me mais forte» é Friedrich Wilhelm Nietzsche, filósofo alemão do século XIX.
Seja como for, a ideia é boa e logo à tarde o Sporting terá oportunidade de provar se, neste caso, é assim mesmo.

21 comentários:

bufólogo disse...

Professor, entrei em greve neste momento a este post.Lamentavelmente a força foi-se ás malvas. Acabei de morrer. NO COMMENTS.

Julio Machado Vaz disse...

Bufólogo,

Mil desculpas, realmente a dose é forte, eu também cambaleei:(.

Aspásia disse...

BUfo e prof

estou em directo do jardim digital Amália Rodrigues...

conheci já aqui uma simpática menina que trabalha na Casa Latina na Expo!!! Já estamos todos convidados... para bailar tangos e rumbas!!!!

Aspásia disse...

A Sandra nasceu cá filha de pais cabo verdeanos. Tem 32 anos e é uma simpatia!!!! É Caranguejo... mas muito prafrentex!!!! Conhecemo nos pq eu deixei a porta do porta bagagens com o portátil... aberta e vim muito escansada passear pro jardim... ea Sandra coitada fartou-se de me correr atras de mim... por causa do porta bagagem aberto!!!Em paga já lhe prometi uma Salsa com o ProF.....
e uma KIZOMba com o Bufólogo!!!!

Estás a ouvir Bufo????
Olha que a Sandra não perdoa tampas na pista de dança!!!

;))))

AQUILES disse...

É para verem a força cultural do futebol. Assim se explica o consumo de futebol na TV, quando as prssoas ficam especadas em frente ao televisor a "culturarem-se". :):):)

AQUILES disse...

pessoas

Maria José disse...

Bem, tudo isto só acaba por dar força a uma ideia que me vai percorrendo desde há muito. Afinal, será preciso ser um génio (ou apenas um nome sonante) para que deixe escapar uma frase ou ideia capaz de pôr outros a pensar? Ou então há mesmo algo de louco e de génio em todas estas cabeças...

goncalo disse...

Depois do "assassinato social" dos "Gato Fedorento", quase todos do SLB, no Domingo, em que ridicularizaram o penteado com o risco ao meio, a pronúncia espanhola, a incapacidade de dizer as consoantes e ainda o uso excessivo da palavra tranquilidade, só faltava o benfiquista Júlio Machado Vaz vir ajudar à festa e dar cabo do que resta do Paulo Bento)). Só vejo uma explicação: o Prof não quer falar nos erros de português do Presidente Vieira e dos gestos do Sr. Veiga... O que me vale é que o Paulo Bento é forte e não se deixa abater por este "novo humor"...

Julio Machado Vaz disse...

Meu caro Gonçalo,
Ainda ontem condenei a atitude do senhor José Veiga. Devo dizer-lhe que tenho simpatia por Paulo Bento e sempre lamentei não o ver a jogar no Benfica, como parece que em determinada altura desejava por fé clubística. Hoje, como é natural, será um sportinguista que nada fica a dever aos outros e um treinador de futuro, para além de um homem que respira honestidade. Não houve qualquer intenção de achincalhar o homem. Nem poderia haver. Sabe porquê? Ele, pelo menos, conhecia a frase, eu não, analfabeto que sou em Nietzsche. Tratou-se de humor e não maldade, creia:).

Fora-de-Lei disse...

goncalo 6:05 PM

Gonçalo, o que o Paulo Bento queria dizer era que "o que não mata, engorda !"... ;-))

JFR disse...

Professor:

O Paulo Bento jogou bastante tempo no Benfica. Antes de ir para Espanha, de onde regressou a Portugal, para o Sporting.

Gonçalo:

Quanto ao Gato Fedorento, fizeram graça com o Paulo Bento sem achincalhar. Foi uma caricatura feita com muita graça e numa muito boa emitação vocal. Haja sentido de humor.

PAH, nã sei! disse...

Caro senhores!! ???
Então ainda não repararam que é um problema geracional?
Não sei se é de mim, mas aos "putos" portugueses está a dar-lhes para a Filosofia.

Numa altura em que o Ministério da Educação decidiu que o exame da disciplina de Filosofia não contará para o acesso ao Ensino Superior, é que eles se lembram de se afirmar?

Não é que, afinal, nem Sartre nem Séneca assusta a nossa população infanto-juvenil?
Já imagino os jardins de infância a deixar os desfiles carnavalescos em prole de palestras acerca da Teoria do Conhecimento de Kant (com direito a dissertações de cada aluno sobre a matéria :)

E pensar que tudo terá começado num certo anúncio a uma bebida recentemente lançada (cujo nome não vou revelar por não me pagarem para isso...) onde uma criança revelava todos os seus conhecimentos na área do existencialismo: Já comeste fruta hoje? Não? Porquê?

Depois o descalabro! Qual epidemia, alastrou-se a outras áreas... e hoje é frequente (demasiado frequente?!) ouvir na boca dos miúdos uma derivação cantarolada da célebre ideologia de Marx: Não tenho nada, mas tenho tenho tudo...
Mas a grandiosidade do que por aí vem, mostra o seu pleno numa cadela azul e o seu irritante dono (estupidamente sempre vestido por uma camisola verde ás riscas!!!) a revolucionar os silogismos lógicos da filosofia com "As Pistas da Blue"!!!

Ou mal me parece, ou a pobre da cadela tenta fazer-se entender ao dono por 3 pistas que deixa durante o programa. No final, ele interpreta os sinais e descobre o que ela quer dizer...
Escusado será dizer que até eu ás vezes sinto pena da cadela!
Receio bem que, se assim continuarmos, grande parte dos 100 grandes portugueses que a RTP anda a escolher sejam "chavalecos" de 10 anos...

Julio Machado Vaz disse...

jfr,
Mas ele não queria voltar ao Benfica depois de Espanha? Desculpe lá, é a senilidade:(.

CêTê disse...

O Paulo Bento de pijama listado (ainda bem que as listas dos Leões não são ao alto!;9) se se puser a citar celebridades não tarda a conhecer outros relvados!LOOOOOOL

CêTê disse...

E já agora um reparo de uma ignorante em lides futebolísiticas... os treinadores pagam imposto se sorrirem? Devem levar à letra "Muito riso, pouco siso". (neste post não me vêem os dentes)
Bem vou-me, passem bem!

fiury disse...

por acaso já conhecia como: " o que não mata fortalece" e nem sabia de quem era. repito-a muitas vezes, acreditando sempre que a morte se transforma em vida, mais tarde ou mais cedo.

moon disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
moon disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
moon disse...

P.S. Quanto ao Paulo Bento, mais do que frases felizes precisava mesmo era de usar e abusar dos sorrisos. Aquele ar tão contido...:(
SPORTING!!!!!!! DE BRAGA:))))))

andorinha disse...

Boa noite.

Ouvi o Paulo Bento dizer essa frase e entendi-a como uma forma de motivar os jogadores.
Quanto ao sketch do Gato fedorento não vi, mas já não se pode fazer humor neste país?
Ai estas paixões clubísticas ao rubro!
Olha quem fala! Loooooooooooool

Xanu disse...

Ai meu deus...que desgosto! Um homem tão distinto...um doutor tão sábio nalgumas coisas...e dá-me um desgosto destes...é do benfica. Realmente ninguém é perfeito!! :):):)