terça-feira, outubro 10, 2006

É justo.

Em cada mulher existe uma morte silenciosa.

Herberto Helder.

138 comentários:

Aspásia disse...

Filha que pensamentos mórbidos são esses? Olha vuelvo de ver o "Volver" do Almodovar... também tenho andado mórbida, porque todos têm coisas que aqui - na Blogosfera, não neste ninho em particular - não se dizem e não matam mas moem. Olha se nao o viste já, recomendo. Vais ver uma mulher que estará tudo menos morta. Nem que para isso seja preciso matar ou morrer.

Bom lavoro

Bjs :)

Aspásia disse...

PROF:

DESCULPE OLHE QUE EU NÃO O ESTOU A TRANSEXUALIZAR. ENGANEI-ME E PENSEI QUE ESTAVA NO BLOG DA ANDORINHA. DESCULPE LÁ TRATÁ-LO POR FILHA... COMO SEI QUE JÁ VIU O FILME E QUE O MUNDO É GOVERNADO PELAS MULHERES, TAMBÉM ACHO QUE NÃO FEZ MAL, TÊ-LO, AINDA QUE POR ENGANO E ESPORADICAMENTE,
INCLUÍDO NO NOSSO GOVERNO.

A SUA MÚSICA AGORA ESTÁ QUE GÊTOS TÊN. PARABÉNS AOS AUTORES DA FAÇANHA.

VOLVEEEEEER, CON LA FRENTE MARCHITA LAS NIEBLAS DEL TIEMPO BLANQUEARON MI SIEN.

SENTIIIIIIIR QUE 20 AÑOS NO ES NADA QUE FEBRIL LA MIRADA...

POIS OLHEM, HOJE ESTOU ASSIM.

(desculpem qq coisinha;))

Aspásia disse...

Achei um piadão ter comentado num blog pensando que era outro. E tem piada como uma coisa dirigida a uma pessoa ( no caso vertente era a Andorinha ) afinal se aplica também (e tão bem) a outra.

Olhe parabéns por ter posto o Herberto Hélder que ele bem o merece e há tempos que eu não lhe punha a vista em cima.

Uma boa noite para si e todos em geral.

Aspásia disse...

Andorinha

Tu muito descansada no teu soninho e eu aqui a cortar-te na asa... e olha que eu não disse a "arrastar-te a asa"!!!! (Nem é que tu não o merecesses... eu é que tenho outros gostos ;))

(...mas vai ver o Volver, eso sí, vale la pena, mujer)

Bjs

;>

Aspásia disse...

katerinnaaaaaaa iuhuuuhuuuu!

Então piquena já viste os tubes do João Diogo todinhos??? ;)))

E náo me venham dizer que as mulheres coitadinhas, são umas santinhas muito míopes, que não ligam à beleza masculina... tretas, tretas...

Quanto ao gorgeio e à plumagem o Juanito é uma taaaaaaaaaaaaaaaaaaaaraaaaaaaa!!!! Será que também é inteligente sabe Cálculo Integral? Vou informar-me e se souber também te aviso... ;))))

Aspásia disse...

Então só mais um que à meia dúzia sai mais barato....

O jardineiro João (náo é o Flores, é a antítese) diz que Portugal é governado por uma cambada de loucos... ora até que enfim saiu uma grande verdade deste João Crisóstomo (Boca de Ouro...)!!!
Assim até começo a dançar o bailinho à mille temps...

Katerinna disse...

Herberto Helder....

Adoro a poesia deste grande poeta madeirense... Uma vénia da minha parte... bem a merece!

"A Morte, A Vida e o Amor" ... juntos num só abraço ...

"O Amor em visita"... é um poema atordoante ;)...

...e muito mais....

...dificil de adjectivar...

.....de tão atordoante ;))


Beijocas

Katerinna disse...

Por mero acaso... cruzei-me com um livro com uma crítica saborosa...

Uma reflexão que muitos dirão ser muito actual... sim? ou será que não?? ... ;)))

Cá vai ela:

"Portugal está perdido

O país perdeu a inteligência e a consciência moral.
Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada.
Os carácteres corrompidos.
A prática da vida tem por única direcção a conveniência.
Não há princípio que não seja desmentido.
Não há instituição que não seja escarnecida.
Ninguém se respeita.
Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos.
Ninguém crê na honestidade dos homens públicos.
Alguns agiotas felizes exploram.
A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia.
O povo está na miséria.
Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente.
O Estado é considerado na sua acção fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo.
A certeza deste rebaixamento invadiu todas as consciências.
Diz-se por toda a parte, o país está perdido.


Eça de Queirós
Lisboa, 1871"


Deixa que pensar... ;)


Beijocas.

Katerinna disse...

Aspásia... parece-me jeitoso o senhor... ihihihhih....

Tenho espertança que não perceba nada de Cálculo integral, Álgebra e Análise Infinitesimal.... oops...

Para mim a sua música doce basta... ;))

Romântica incurável... Admito!;))

Beijocas.

noiseformind disse...

Boss,
Seu irónico incurável ; ))))))))))))

thorazine disse...

Ralmente ó aspásia, desde ontem que tás mais faladeira...que medicação andas a tomar? Algum relaxante? :)))

Fora-de-Lei disse...

Em cada mulher existe uma morte silenciosa ??? Hummm... será que isto encaixa nalguma(s) das mulheres que participam regularmente aqui no blog ?!

Fora-de-Lei disse...

Descobri pelo menos uma mulher (já casada há 18 anos) que está a fazer tudo para não ter uma morte silenciosa... ;-))

http://sexo.uol.com.br/sexoadulto/sexoeaquestao/sq30032001.jhtm

Não pesco nada disto disse...

"...a obra de Herberto Helder é constituída por textos herméticos, uma vez que não se entende instantaneamente onde ele quer chegar..."

Prof,
essa afirmação é justa!, porquê?
Explique-se, por favor.

lobices disse...

"...a obra de Herberto Helder é constituída por textos herméticos, uma vez que não se entende instantaneamente onde ele quer chegar..."
...
...claro que também concordo
...veja-se a frase do post
...eu diria que há uma morte silenciosa em cada ser humano; porquê H.H. dizer que ela existe (naquela frase) apenas em cada mulher?
...
...em todos nós há uma "morte" em silêncio apenas porque é para ela que caminhamos sem nos determos a pensar nela; torna-se um "objectivo" que não queremos alcançar e do qual não queremos pensar, quanto mais falar
...instala-se, então, o silêncio e em vez do arregaçar de mangas, encolhem-se os braços
...talvez fosse mais longe se me atrevesse a dizer que em cada homem há uma morte mais silenciosa do que em cada mulher: o homem tende a não "chorar" a sua condição enquanto a mulher "sabe" chorar e o seu grito ajuda a tornar esse evento menos silencioso
...daí que sejam´, na verdade, herméticos pelo que ressalvo a minha análise para qualquer outro contexto em que a frase esteja inserida e do qual não tenho conhecimento
...
...desejo a todos uma vida gritante
...

CêTê disse...

"Estar viva é o contrário de estar morta!"- Lili Caneças ;]]]]]


Poema completo em
http://users.isr.ist.utl.pt/~cfb/VdS/v282.txt

Complexo, não?

Todos deveriamos poder morrer e viver várias vidas sem pesado luto ou dores de parto.- eu ;]


Um bom dia para todos.

Ameninadalua disse...

Bom dia!

Se entendermos a frase com objectividade e em sentido lato, julgo que tambem em cada homem existe uma morte silenciosa...

Contudo, para cada homem uma mulher pode ser silenciosamente uma "morte" a anunciar e a sentir num futuro...

Será? Que difícil professor :)

lobices disse...

...por falar em morte silenciosa, lembrei-me do filme Transe que se estreia esta quinta, de Teresa Villaverde
...o filme já andou por outros sítios
...deixo aqui um comentário de um canadiano (via IMDB)
...
I saw this movie at the Toronto International Film Festival. The first hour goes terribly slowly. You just keep asking yourself where the director is going. Some people in the audience just got up and left. When we finally know what the movie is about, it's a bit easier to understand. But the ending just leaves you as perplexed as you were at the beginning. Thank God the director was there for a Q&A at the end of her film. Without it, I would have felt robbed of two hours of my life. But her comments helped me understand the meaning of a few scenes, including the last. This is a movie full of symbolism. One thing's for sure, the movie truly speaks about an ugly phenomenon in our world: human trafficking.

Ana Coelho disse...

... por mim... Mulher... grito a felicidade e grito a tristeza...
Grito tudo, até o silêncio mortal de não comunicar!

"Voltar" tem vários gritos! Vale a pena!

Brindo, como sempre, à Vida!

andorinha disse...

Bom dia,

Aspásia,
Loooooooooool
Quando comecei a ler os comentários não estava a perceber nada.Looool
Tu estás bem, mulher?
Então pensas que estás no céu quando estás aqui?:))))))
Realmente, eu no meu soninho e tu aqui a dizeres que eu estava muito mórbida.

Quanto ao Volver já vi e quanto ao arrastares-me a asa, não adianta, também tenho outros gostos.:)
Cuida-te, mulher:)))

fiury disse...

é verdade noise..... conheço algumas. é um fenómeno estranhissimo. as amarras culturais, sociais e outras bloqueiam e o medo toma conta das pessoas... quiça o demo...só te digo.....é aflitivo! é mesmo a morte que esperam! e algumas querem virar santas...porque deram toda a vida....
não souberam nem dar nem receber, que ainda é pior. mas também os há:)))

andorinha disse...

Boss:)
Subscrevo o que diz o Noise:)

Fora de lei(9.11)
Já estás novamente a provocar o maralhal feminino ?:)))

Lobices,
Mais uma vez estou totalmente de acordo contigo, há uma morte silenciosa em cada ser humano, porquê discriminar as mulheres?
Tudo muito hermético, realmente.

Até mais logo, gente:)

andorinha disse...

Não é o professor que é difícil, é a frase:)

Cêtê,
Será?????:)

Aspásia disse...

Andorinha

Essa é de antologia!!! Mas também que interesse têm os homens fáceis???

;))))))))

Julio Machado Vaz disse...

Não pesco nada disto,
Cada verso é um ecrã que deixou de pertencer ao poeta (como a prosa, mas considero que esta em menor escala). Ao ler o poema do Herberto Helder, pensei que as relações com mulheres significativas do passado me fizeram sentir deliciosamente vivo, mas por vezes também mataram partes "boas" de mim. Feito o balanço... - talvez seja justo, as moedas têm sempre duas faces:).

Julio Machado Vaz disse...

Não pesco nada disto,
Cada verso é um ecrã que deixou de pertencer ao poeta (como a prosa, mas considero que esta em menor escala). Ao ler o poema do Herberto Helder, pensei que as relações com mulheres significativas do passado me fizeram sentir deliciosamente vivo, mas por vezes também mataram partes "boas" de mim. Feito o balanço... - talvez seja justo, as moedas têm sempre duas faces:).

Olhar disse...

Ironia Noise, sim, é o que parece...:)

O Amor em Visita

Dai-me uma jovem mulher com sua harpa de sombra
o seu arbusto de sangue. Com ela
encontrarei a noite.
Dai-me uma folha viva de erva, uma mulher.
Seus ombros beijarei, a pedra pequena
do sorriso de um momento.
Mulher quase incriada, mas com a gravidade
de dois seios, com o peso lúbrico e triste
da boca. Seus ombros beijarei.

Cantar? Longamente cantar,
Uma mulher com quem beber e morrer.
Quando fora se abrir o instinto da noite e uma ave
o atravessar trespassada por um grito marítimo
e o pão for invadido pelas ondas,
seu corpo arderá mansamente sob o s meus olhos palpitantes
ele - imagem inacessível e casta de um certo pensamento
de alegria e de impudor.

Seu corpo arderá para mim
sobre um lençol mordido por flores com água.
Ah! Em cada mulher existe uma morte silenciosa:
e enquanto o dorso imagina, sob nossos dedos,
os bordões da melodia,
a morte sobe pelos dedos, navega o sangue,
desfaz-se em embriaguez dentro do coração faminto.
- Ó cabra no vento e na urze, melhor nua sob
as mãos, mulher de ventre escarlate onde o sal põe
mulher de pés no branco, transportadora
da morte e da alegria!

Herberto Helder

Aspásia disse...

katerinna

Já vejo que és pouco dada às ciências exactas... mas olha que a matemática está em todo o lado... até na música!!! vai ver uns trabalhos de casa que a minha secretária faz no site dela...

Quanto ao Eça, tens montes de razão em trazê-lo ao bailinho, e eu só posso acrescentar:

Somos governados é por uns Viscondes de Abranhos... nem a Condes chegam!!!!

Aspásia disse...

Thora

Eu, de momento, são umas ganzas de monohidrato de cefalosporina acompanhadas de chá de perpétuas roxas.

Sastefêto???

Aspásia disse...

E o dianho é quê ´stou à bêra de completar outro códrado perfêto (no espaço-tempo, capisce?)...

daí estes mês astrevimentus...

VIVA LA TRISTEZA!!!!!

(ainda estou em ressaca do Volver)

Olhar disse...

Às vezes...,
onde há perigo,
cresce também o que salva.

;)

Lua Obscura disse...

"E enquanto manar de minha carne uma videira de sangue,
cantarei seu sorriso ardendo"

Viva disse...

Boa tarde pessoal

aspásia Looooooooool havias de ver a minha cara logo no incio. è o que faz teres trocado a caixa do xanax pela do prozac.

Quanto ao filme do Almodover eu bem que quero ir ver o prolblema é arranjar um buraco para o encaixar. (p... de vida)

katerinna
Tens a certeza que o Eça escreveu isso nessa data. O mulher olha que foi a semana passada.

fora da lei deixa de provocar o mulherio. A mim só mesmo a morte me há de calar. Ou se me prenderem as mãos, não sei falar sem elas.

prof. fiquei preocupada com as partes "boas". Espero nada que lhe faça falta que ainda é um homem novo para ficar já inoperacional.

Bem agora falando com um pouco de tino.

prof. penso que numa relação a dois acaba sempre por se "matar" partes boas mas também aprendemos a fazer "viver" outras partes boas que por vezes nem sequer tinhamos consciência as "possuímos". Tanto matam e dão vida as mulheres como os homens.

Para mim a morte é a coisa mais natrual do mundo. A única morte que não é "natural" é a morte de um filho. Todas as outras mortes, por muita saudade e dor que deixam, fazem parte da vida como o rir.

O facto de "em cada mulher existe uma morte silenciosa" é o mais natural pois em cada mulher existe pelo menos potêncialmente a vida. São as mulheres que no direito á vida mais estão envolvidas pois o útero a elas pertence e esse é que tem as condições necessárias para que a vida se manifeste. Logo "damos" vida logo "damos" morte. Sem vida não há morte. Tal como anunciamos a vida ao transportá-la na barriga, anúnciamos a morte dessa vida. è a única coisa certa que todos temos.

Isto é apenas uma maneira de interpretar a frase.

Agora vou trabalhar.

Resto boa tarde
:)

Fora-de-Lei disse...

Oito motivos para não se confiar sempre nos conselhos das mães:

1º - Deixa de jogar bola o dia todo e vai estudar para poderes ter um futuro. (Mãe do Ronaldinho)

2º - Para de gritar o dia todo ! (Mãe de Luciano Pavarotti)

3º - Deixa de brincar com essas maquininhas, ou nunca terás nada na vida. (Mãe de Bill Gates)

4º - É a última vez que rabiscas as paredes da casa de banho. (Mãe de Michelangelo)

5º - Para de bater na mesa, estou cansada desses ruídos. (Mãe de Samuel Morse)

6º - Fica quieto de uma vez, daqui a pouco vais querer dançar nas paredes ! (Mãe de Fred Astaire)

7º - Nada de igualdades, eu sou a tua mãe e tu és o meu filho. (Mãe de Karl Marx)

8º - Pára de mentir seu maricas, tu pensas que estares sempre a mentir te vai ajudar a conseguir ser alguém na vida !? (Mãe de José Sócrates)

Aspásia disse...

FDL

looool

Bons conselhos.... vivam as mães!
Infelizmente a minha já não mos pode dar.....

Aspásia disse...

WOWH!!!!

COTONETE, IS THAT YOU REALLY BABY?
TSCHAI´S VIOLIN CONCERTO?
CAN´T BELIEVE MY EARS!!!!! MORE PLEASE!!! MOOOOOORE !!!!

;))

Lord of Erewhon disse...

Com o Herberto, sem dúvida: o gajo é execrável com as mulheres! (Deus, que é gaja, vingou-se com o tumor na próstata...)

Mas sim... é o maior poeta português vivo... o homem que se lixe!

P. S. O meu contributo para superar a fixação na «fase zeca afonso» :)=

Black Sabbath, «Supertzar».

Link para descarregar o mp3: http://www.yousendit.com/download/3pl3nKSPUTk%3D

Aspásia disse...

VIVA

No te llores mujer, por no poder ir a ver al Almodovar, que te voy a dedicar esta canción del CD VIVA LA TRISTEZA, el CD que él oía quando hizo "Hable con ella" - LA LLORONA por CHAVELA VARGAS

Espero os guste.
Hasta... me voy, despues me vuelvo...

;))

Lord of Erewhon disse...

Vá... não fique aborrecido (duvido)... tome lá mais uma, ó murcon do rock'n roll...
(Os góticos já andavam à vossa volta... vocês é que são uma geração de moucos!)

Los Bravos, «Black is Black»: http://download.yousendit.com/FD0DED77598BC2C0

YEAH!!! :)

Angie disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Angie disse...

«É justo.»
Curiosa epígrafe...
Justo é semântica de juízos.
E de sentenças.
E então, nesse caso... o que é que aqui está implícito?
Reconhece a justiça exactamente a quê? À condenação? Ou à homenagem?

A morte silenciosa será mesmo o bocado que de cada homem morre na mulher? Ou antes a contrapartida da devastação que lhe infligem?

Morte silenciosa...vida silenciosa.
Na mulher coexistem se calhar os 2 extremos.
Somos nós que damos a vida. E somos nós quem está sempre na primeira fila da morte. Naturalmente, selvagemente, como se o ciclo nos pertencesse.

Eu vou mais pela devastação. E o silêncio é igual ao que se ouve nos templos.

Não pesco nada disto disse...

Prof,
quando leio qualquer coisa, nomeadamente um poema, é usual questionar-me:
O que estaria a sentir o autor? O que sonhava? Quais teriam sido as suas perdas ou frustrações? Enquanto escrevia, que tipo de “janela” se abrira na sua mente?

Desta vez tive sorte. O próprio autor explicou.
Afinal "é justo" o que parecia injusto.
:)

yulunga disse...

Bom dia maralhal.

Não gosto nem um bocadinho da frase.
Mesmo que lá estivesse escrito em cada homem ou em cada ser humano continuaria a detestar a frase e a "filosofia" que ela encerra.
Quando não gosto de certas frases nem sequer as consigo dissecar.
Digo apenas: Não gosto e mainada.
Em relação ao que disse o Lobices "em todos nós há uma "morte" em silêncio apenas porque é para ela que caminhamos" não concordo nada mesmo sabendo que a coisa se calhar é mesmo assim, mas como me falta a dose de maturidade que ele tem (e que eu espero nunca vir a alcançar porque náo quero) recuso-me a ver a coisa assim.
Eu prefiro caminhar a par com a vida e a ver a morte como uma pedra que rolará na minha direcção e na qual irei tropeçar.
Deve ser por isso que gosto de dar pontapés nas pedras :-)
E se algum dia se descobrir uma pilula para dar mais anos de vida eu estarei na frente da fila para a comprar.

yulunga disse...

Ahhhhh... também gosto (ainda) de dar pontapés em latas de bebida que se encontrem no chão :-)
Mas agora com a moda dos ecopontos essa prática já se torna dificil.

lobices disse...

to Yulunga at 5.53 PM:
...menina, assim, da forma que escreveste e boldaste a minha frase, tiraste-lhe o sentido que eu lhe dei na medida em que o que digo a seguir refere, ao fim e ao cabo, o teu pensamento...
...por isso, aquele pedaço deve ser lido num todo da frase completa e não somente naquele bocadinho...
...também dou pontapés nas pedras
...:)))
em todos nós há uma "morte" em silêncio apenas porque é para ela que caminhamos sem nos determos a pensar nela; torna-se um "objectivo" que não queremos alcançar e do qual não queremos pensar, quanto mais falar

yulunga disse...

Lobices
Eu sei :-)
Era para apareceres. Andas meio fugido.
Ou julgas que não dou ponto sem nó?
;-) *****

lobices disse...

...aproveito para deixar uma "dica"
...quem quiser ouvir a Rádio Murcon sem ter de abrir e blog do Profe, pode clicar neste endereço e tê-lo minimizado, ouve na mesma a famosa Rádio Murcon
:))
http://murcon.planetaclix.pt/murconfm.htm

yulunga disse...

Querido Lobices
Tens que aparecer mais. Não te comento muito mas "lambuzo-me" a ler-te.
Sabes que quando uma pessoa diz que gosta de andar descalço na lama e que gosta de a "agarrar" com os dedos dos pés dá-se a conhecer por dentro.
Eu sabia que irias aparecer ;-)

Fell me(na) disse...

Todos nós escondemos turvos itinerarios, escuras vielas de desejo arrabaldes de medo ou parques para o amor... cantos em penumbra onde se ocultam segredos, praças que nunca visitamos museus onde expomos lembranças que não interessam a ninguem,desolação tédio e morte em silencio livido.

CêTê disse...

FDL, lool


9º - Cala-te sua filha dum cabrone! Apalhaste uma reguada e depois? Mercia-la. O que estás para aí a dizer que um dia farás aos professores nunca o conseguirás fazer. NUNCA! Era preciso que o "ganda" mentiroso do Sócrates chegasse a ministro. (Mãe da Ministra da Educação)


As vezes penso no quando a vida seria mais risonha se nenhum preservativo se rompesse e se as pílulas do dia seguinte já existissem no mercado livre Há 50 anos.
Por essas e por outras é que devemos sempre abençoar as dores de cabeça! Nunca menosprezar o risco de ser um mau presságio. ;p

Maria disse...

Quim:

Grrr.... :-) Custa-me admitir (e tu sabes porquê...:-)) mas concordo com cada palavra do teu comentário.
Abraço

CêTê disse...

não pesco nada disso,
o menino é de compreensão lenta?
lol

Desculpe, prof, não pude evitar. (roída de "inbeja");]]]]]

CêTê disse...

Prometo que vou começar a ler o que escrevo antes de publicar. Para evitar tanto erro. ;]]]

Não para censurar os disparates

AQUILES disse...

Esta frase só me reportou para o entendimento que muitos povos têm da mulher e do homem perante a vida. Ou a morte.

thorazine disse...

"...em todos nós há uma "morte" em silêncio apenas porque é para ela que caminhamos sem nos determos a pensar nela; torna-se um "objectivo" que não queremos alcançar e do qual não queremos pensar, quanto mais falar."

Mas também, na vida tal como a conhecemos se não existir morte o ciclo não se completa. Por isso, venha ela.. :)))))))))

Porque é que quando estou sozinho me sinto menos carneiro do que quando estou com o rebanho??

andorinha disse...

Fora de lei (3.05)
O que te vale são estes "brilharetes" ou já há muito que tinha cortado relações contigo:)))

Cêtê (7.25)
Loooooooooooooooool

AQUILES disse...

A mulher sempre ligada à "produção" de vida e o homem ligado às "coisas" da morte.

thorazine disse...

Ontem na sic notícias falava-se de eutanásia, uma técnica de cuidados paliativos, penso eu, defendia acérrimamente "o valor da vida humana". Penso que é uma atitude pedante insinuar a alguém que experimenta igualmente a vida não sabe o "valor da sua vida". Para mim, morrer é tão importante como nascer. Em casos depressivos, sei que há desequililibrios temporários que poderia levar a um potencial arrependimentos, mas se alguém de forma consciente quiser partir (talvez para navegar para outro mundo, quiça [há certezas?!?!]) porquê tentar, de longe, convencer que "viver vale a pena"?

Mesmo a Igreja Católica poderá estar os pés pelas mãos, já que, que eu saiba, não há nenhum referência do "big boss" que práticas médicas não tornem incompatível uma ida para o céu. Se viver é sagrado, morrer não será? [Aliás, a morte de Jesus não é sagrada?]

Morrer, apesar de muito negro a olhos humanos, é preciso!! :)

CêTê disse...

Andorinha, ;]]]]]]
Quanto á pergunta que me fizeste... sei lá eu? Para "viver" é preciso uma boa dose de ignorância sobre nós próprios- digo eu que gosto de me conhecer nos mais infimos cantinhos. ;p

PAH, nã sei! disse...

thorazine, o menino tá um pouco pa baixo, não?
vá lá... upa! upa! já pa cima!!

PAH, nã sei! disse...

cêtê,

como diria o meu pai: és mestre!!

Fazes-me rir!! Bem que é preciso... o caro Professor deixa cá cada "pensamento"...
Vou ter que passar este ao lado, senão entro em dissertações "thorazinanas" e depois é que foram elas!
Este português soa mal pa caraças...(diria mê paizinho :)

PAH, nã sei! disse...

fora-de-lei, pah!
És cá um "bacano"!! Caramba!
Como gosta de "picar" cá o pessoal... ;)



Lobices... concordo com tudo! E tudo e tudo e tudo!! :) Abraço :)))

Ameninadalua disse...

Angie


"Reconhece a justiça exactamente a quê? À condenação? Ou à homenagem?"

Pois esse é um verdadeiro dilema que nos acompanha na nossa existencia...ora sermos alvo de homenagem mas igualmente de condenação...mas o que importa é que vale sempre a pena :)

Apareça!

moon disse...

Prof., que mauzinho!...

A agressividade manisfesta-se de muitas formas. Esta é saudável mas uma delas:))))
Justo... E há lá justiça na morte...

CêTê disse...

Por vezes, à frente de uma plateia ocupada começo a imaginá-los com mais 20 anitos (mais um inicador da minha preferência por gente madura lol) e faço um exercício de adivinhação. Não sei quanto acero pois ainda não obtive a primeira geração mas pelos indicadores ando perto por vezes.
Com os psis deve ser algo equivalente. A forma, o conteúdo a frequência com que escrevemos aqui (já para não falar das imagens que anexamos LOOOOOOL) e logo nos definem um perfil.
Ah ah! Mas nós deste lado tembém o fazemos. ihihihhihih

CêTê disse...

Hoje

CêTê disse...

apetece-me

CêTê disse...

Algo

CêTê disse...

Jarbas... ai não .... manel?....olha esqueci-me
do nome

CêTê disse...

Desta vez fui eu! na-na-na-na-na;P

Xelim disse...

Cêtê, quem é a Gorda?

Katerinna disse...

Cara Aspásia ... pelo contrário.. já dei muito de mim às Ciências Exactas... à Matemática... Digo-o com ternura, amor e desamor..

Concordo em tudo ctg...

Rainha entre as demais... Bela e tirana! ;))

Beijocas ;)

Katerinna disse...

Adorei o blog:

http://ostpcdebrunette.blogspot.com/

Bigada ;)

Viva disse...

Boa noite pessoal

aspásia obrigado. chuacc

Bem cá andamos com a morte e a vida ás voltas.

Bem eu percebo que os homens (e mulheres) morram nas relações com as mulheres que têm a morte silenciosa. Coitados foram enganados, por norma as femeas falam que se fartam, ora se encondem a morte no silêncio ninguém topa nada.

O que me intriga é aqueles homens e mulheres que neles existe uma morte não silenciosa mas faladora aliás «gritadora» e mesmo assim homens e mulheres continuam a morrer nessas relações. Ás vezes numa morte lenta, torturosa.

Afinal tanto faz ela vir silenciosa ou faladora acaba sempre por vir, ou não fosse ela "morte".

E não tenham medo de morrer tenham sim medo de não VIVER.

June disse...

E em cada homem um silêncio de morte.

Então?!!!!!

Viva disse...

cêtê

é ambrósio. Mas eu cá gosto mais dos outros que têm licor e cereja. Huuummmm.

Viva disse...

june

mas os homens são sempre de morte. A chatice é que só há dois sexos e eu não puxo na para o meu e então sobra-me deixar que eles me assassinem.

Viva disse...

e ainda por cima por enquanto ainda sou eu que "escolho" o assassino. E qaundo já não conseguir escolher só há duas saídas ou pago, ou esqueço
Lol

touaqui disse...

Ora viva!

Sobre a jutiça ou justeza da coisa en cá não me pronuncio.
Agora sobre a confusão ali da Cêtê cá vai:

"O Paradoxo"

Estava o Ambrózio a cozinhar um belo faisão para o jantar quando entra a Madame carregada de apetite extra.
-Ambrózio - disse ela - apetecia-me algo...
-Tomei a liberdade...- apressou-se o Ambrózio. Mas mal ele lhe tinha estendido a bandeja dos acepipes e já a Madame o interrompia com impaciência.
-Nada disso, Ambrózio. O que me apetecia era algo verdadeiramente... E começou a despir-se. Palavra puxa palavra, o ambiente incendiou... No calor da coisa entra o patrão que dá de caras com a Madame em cima da mesa, o Ambrózio de cara no meio das pernas dela e o faisão a esturricar...
-Ambrózio!... Ó homem, mas tu és um paradoxo! Então tu comes o que é para foder e fodes o que é para comer?!

Viva disse...

touaqui

essa fez me lembrar daquela da ética profissional.

Uma senhora está na consulta de genecologia e diz para o seu médico - sr. drº. beije-me, beije-me.
O médico arremelga os olhos para ela e responde - a srª está louca? eu sou o seu Médico. Nós nem deviamos estar aqui a ferrar.
Lol

Henrique Doria disse...

É um santo o Herberto.O que existe na generalidade das mulheres é uma vida tumultuosa. Começando pela cama onde nos fazem morrer de amor.

CêTê disse...

touaqui & viva,
LOOOOOOOOOOL

thorazine disse...

viva,
também se tira algum prazer da tristeza.. :))

j.b.mendes disse...

...a obra de Herberto Helder é constituída por textos herméticos, uma vez que não se entende instantaneamente onde ele quer chegar..."

Exactamente como o Prof. quando fala de futebol.
É filho do Porto, mas com fetiches avermelhados.Também não se entende até que ponto a sua inteligencia estará hermeticamente desorientada.
E a inteligencia do pessoal que gravita por cá? Será que é hermética? Basta o professor espirrar, para os demais dizerem que foi uma sinfonia bem tocada. Ou então de tão hermético que são, quando se lhes tira a tampa os odores evaporam-se num cheiro fétido que tresanda. Porque será que as figuras públicas atraem tantos hermeticos? Alguém aqui pensará que ganha mais prestigio com comentários herméticos. E o Professor murcon, terá assim tão grandes diferenças dos demais?
Pelo que vejo, quase tudo o que posta aqui são textos de outros protagonistas, e de alguma imprensa. Grande coisa.E BIBÓ PUORTO, coisa que o prof. murcon não tem coragem de dizer.

JFR disse...

J.B.Mendes

É por existirem adeptos como você que o FCP não atinge a grandeza da cidade que lhe dá o nome.

thorazine disse...

Sardinha BIBA!

BIBA!!!

Klatuu o embuçado disse...

Ó Mendes... vai falar do Porto prá tua terra, bimbo do caralho!!

Katerinna disse...

Bem não brilhou!Que pena! ... Mais uma carreira sem sucesso em Hollywood...

Já cá tá quem não falou disse...

Oi

(mandaram-me tar calada)

Já cá tá quem não falou disse...

Diagnóstico actualizado às 20:17pm de ontem - TRAQUEOBRONQUITE VIRAL.

noiseformind disse...

Bem,
À dias tava a ouvir o Daily Show e David Rakoff referia a Jon Stewart uma conversa que tinha tido com Robert Knight para a revista GQ ácerca da possibilidade de homens assumidos se juntarem ao partido. E lá começou Knight a recitar a "agenda" dos homens: engatar crianças, ter sexo com elas, espalhar a SIDA...

E Rakoff disse então:

-Mas a SIDA é transmitida tb por sexo heterossexual!

E a resposta foi:

-Sim, mas não tanto. A vagina consegue lidar com muito mais punição.

Portanto, fico a pensar... se calhar é esse o conceito-base que alberga todas essas mulheres rendidas da vida junto do seu modelo passivo de aceitação do domínio masculino. Ter os putos, tratar da comida e da casa (na versão directa ou na versão "mandar a empregada") e ver assim passar o tempo pelo menos tempo suficiente até achar que não há outra solução que não seja estar-se onde se está! E depois no limite, no auge da sua indignação, copiam os modelos abusadores masculinos, truinfando pela forma perfeitamente mecanicista como se servem dos homem com decotes e saias. Tipo, no fundo no fundo é isso. Claro que 2H não pesca as coisas neste sentido pq ele está a falar do mistérios erótico da coisa. Ou não acabasse ele a dizer "Beijarei em ti a vida enorme, e em cada espasmo eu morrerei contigo". Será, mas afinal quantos homens morrem nesse amor? Quantas mulheres? Quantos se revestem de refulgentes vestimentas abrasadoras? Serão poucos, nada de optimismos sonhadores, neste blog foge-se do sexo para todos os lados, pessoas adultas afinal não são pessoas plenas. Amputadíssimas pq afinal quando o poema é sonhador e sem pecado desmultiplicam-se em copy pastes do mesmo. Mas lá está, como aqui o bocadinho tirado é apenas e só antítese do momento erótico fala-se do Porto, de parir e de pouco mais. Inócuo... sim... mas tb lamentável. Lamentável que não se tenha ouvido aqui falar " De meu recente coração a vida inteira sobe / o povo renasce, /o tempo ganha a alma. Meu desejo devora a flor do vinho,/ envolve tuas ancas com uma espuma /de crepúsculos e crateras.

E portanto, quem são estes momentos? Pq são surripiados de tão luminares cogentes seres? Pq é que o sexo se perde tanto entre as palavras de 2H, do Boss e do que provocaram na audiência? O enregelar de líbidos será uma das pontes que se perdeu no veio de palavras. Pensam muito na morte, esquecem-se que estão vivos. Pq n vivem? Será... será... eventualmente ; )))))))))))))


Boss,
d'"Os passos em volta":

"Eu digo: o teu cabelo. Ela está agachada junto à cama, procurando um sapato que se extraviou. Ergue a cabeça, de lado, e os olhos lentos e confusos parecem indagar desamparadamente. Estas pequenas prostituas ficam diante de mim desprovidas quase de qualidades humanas. Possuem o corpo, máquina de algum talento, enquanto a minha solidão continuamente se exerce e cria uma zona intensa, extrema, atravessada por outras presenças, estranhas criaturas calorosas que aprecem e desaparecem, que se substituem, sem atingirem nunca uma forma deifinitiva. Criaturas incertas, mas verdadeiras. Expressões de uma nebulosa aspiração."

Pois é, a beleza ás vezes é apenas, em poesia, o exercício do conveniente alinhar de palavras. Dêmos pois o ópio ao povo, a sua necessidade de belezas correctas e geométricas fará o resto em atirá-los do desfiladeiro do tédio para a nulidade crítica ; )))))))))

Olhar,
Parabéns, sabes fazer copy/paste. Mais algum truque interessante como cozinhar e passar a ferro? ; )))))))))

Já cá tá quem não falou disse...

Resutados analíticos (apanhados de ouvido):

Hemoglobina = 14,? (normal)

Leucócitos = 9000 (normal, mas nunca costumo passar dos 7500)

PCR - 20 (ligeiramente elevado)

Já cá tá quem não falou disse...

Actualização da medicação - retira o Serevent, mantém o resto e inspira o Ventilan e passados 10 m o Atrovent PA.
De momento, interdição de outras inspirações até que melhore.
Falar:pouco ou nada, se possível.
Beber 2 litros de H2O filtrada por dia útil.
Fins-de semana pode beber só 1,5l e da torneira.
Lavar as fossas nasais com soro fisio-lógico. Só lógico, percebeeeee.... nada de tergiversações.
Ou então água do mar.
Há praí alguém que tenha H2O do mar a mais?
Talvez alguém que viva em arriba (não necessariamente fóssil).

Já cá tá quem não falou disse...

Canção correndo agora no Cotonete:

Não tenho nada pra dizer
Só o silêncio vai falar por mim
Eu sei guardar a minha dor
Vai ser melhor assim...

A Programação Cotonete é sintonizável e/ou admite biofeedback dos comentários?

Parece que sim.
Mas comigo foi sempre assim.
Sou biosintonizável, mas não biodesagradável.
Consigo deste modo sintonizar até os postos de relação sinal/ruído < 0.01%.
Vou prová-lo.

Q.E.D.

noiseformind disse...

Lobices,
"...daí que sejam´, na verdade, herméticos pelo que ressalvo a minha análise para qualquer outro contexto em que a frase esteja inserida e do qual não tenho conhecimento
..."

é disto que eu gosto em Portugal. Pode não se saber do que se está a falar mas há sempre qq coisa a dizer ; ))))))))) é por isso que me orgulho deste rectângulo onde nasci. Somos eminentemente coloquialistas ; ) e dando a opinião ANTES de se saber do que se está a falar depois ficámos resguardados de tudo o que se possa dizer DEPOIS de se dizer do que se está a falar. "Sabedoria antes da beleza", ou neste caso, antes de tudo ; )))) e claro, concordar com quem opinou ANTES de saber do que se estava a falar RESOLVE o problema de se PENSAR sobre o que se comentou logo ANTES de se chegar a perceber do que é que se estava a falar!!! A isto eu chamo matar duas coelhos com uma só cobra dentro da gaiola deles.

Já cá tá quem não falou disse...

Cuidado
Recordem o diagnóstico: Traqueobronquite viral.

Podía ser pior... memos mal.

Já cá tá quem não falou disse...

menos (veo mal por llevar las gafas llenas de flora saprófita habituée)

Já cá tá quem não falou disse...

Noise

Mais algum truque interessante como cozinhar e passar a ferro? ; )))))))))

Parece que o Touaqui cozinha faisão, ao que entendi. Fala com ele. Depois vejam lá se a ave esturra.
Quanto a passar a Ferro, devias passar antes a Prata que é mais fino, e Ouro á caro demais pras tuas magras posses.

P.S. - eu não passo a Ferro por causa de duas hérnias lombares incipientes. Não não é excipientes... é o contrário.
O que faço é mergulhar a roupa em xarope de Folifer. Tem muito Ferro, fica tudo logo passado, topas?

Katerinna disse...

Para descontrair...

"O sorriso

Creio que foi o sorriso,
sorriso foi quem abriu a porta.
Era um sorriso com muita luz
lá dentro, apetecia
entrar nele, tirar a roupa, ficar
nu dentro daquele sorriso.
Correr, navegar, morrer naquele sorriso".

Eugénio de Andrade


Boa noite a todos!

Já cá tá quem não falou disse...

CêTê

Si tu é tão gorda, milhó não ampliar a foto... eu a ti faria minimize...

Já cá tá quem não falou disse...

Katerina

Eu num tava cum contracções, juro ki não pela Sinhora das Aflitas.
Mas adorei poema.

Bjs :))

j.b.mendes disse...

Ao JFR eu digo... você já deve estar hermeticamente falando, fechado numa caixinha fétida desde 1974, no minimo.
Ao encapuçado eu digo... Vai-te catar ó MARICON.

chato disse...

Chatice!

Viva disse...

Boa tarde pessoal

Bem em um mês de blogg já fui rotulada de fufa e hermética. Isto promete. Na minha colecção de etiquetas estas são novinhas a estriar.
Lol

já ca não está
as melhoras, não te rales que isso passa não, vais ter de ficar calada toda a vida.

noise
eu juro que não fujo do sexo. É claro que prefiro muito mais praticá-lo que escrever sobre ele, mas sua uma mente aberta e quem sabe aprendo alguma coisita.

Quanto á poesia que por aqui passa, a minha ignorância é brutal. Detesto ler poesia, gosto de ouvir recitar poesia, o que faz de mim uma inculta nesse campo pois recitais de poesia é miragem na "paisagem" onde vivo.

Agora uma anedota
Todas as crianças de uma aula tinham tirado uma fotografia e a profesora estava tentando persuadi-las a comprar uma cópia do grupo.
- Imaginem que bonito será quando forem grandes e ao olharem para a foto digam " esta aqui é a catarina, é advogada" "este é o miguel agora é médico".
Ouviu-se uma vozinha vinda do fundo da sala
-" e esta era a minha professora. Já morreu".

thorazine disse...

O pessoal que passa meia dúzia de anos com os "camones" ou que é natural de badajoz para lá já pensa duas vezes antes de mandar posta! LOLOL
Apontar defeitos é tãooo fácil!!

CêTê disse...

Este blog está a ser invadido por gente nova, ou estou a ser bem enganada? ;)? Gostei do adequado uso de terminologia científica em contexto metafórico. ;)))

já cá não está quem falou! ;]]]]

Faltou o índice de massa corporal, tamanho da peúga e do cinto, PSA, LDL, glicémia, bilirrubina,...etc


E o resultado de exame às fezes, onde estão?;)))))- convém despiste de sangue nas fezes para evitar enganos lol
(Proteína C reactiva é dispensável dado os sintomas relatados) LOL


Relatório psiquiátrico da progenitora ou da última companheira com quem tenha vivvido mais de um ano. ;))))))
Video sem conhecimento prévio de: -30 minutos de condução solitária;- 15 minutos em defecção em wc público;- uma hora em surf na net.

e por aqui já se fica a saber alguma coiisa. LOL

Tenham um resto de uma tarde soalheira (tenho TPCS);))))

thorazine disse...

Alguém que diz coisas de jeito:

SÁBIOS PENSADORES

«Mesmo que a conduta do marido seja censurável, mesmo que este se dê a
outros amores, a mulher virtuosa deve reverenciá-lo como a um deus. Durante
a infância, uma mulher deve depender de seu pai, ao se casar do seu marido,
se este morrer, dos seus filhos e se não os tiver, do seu soberano. Uma
mulher nunca deve governar-se a si própria».

Leis de Manu (Livro Sagrado da Índia)



«A mulher que se negar ao dever conjugal deverá ser atirada ao rio».

Constituição Nacional Suméria (civilização mesopotâmica, século XX A.C.



«Quando uma mulher tiver conduta desordenada e deixar de cumprir as suas
obrigações do lar, o marido pode submetê-la à escravidão. Esta servidão
pode, inclusive, ser exercida na casa de um credor do seu marido e, durante
o período em que durar, é lícito a ele (ao marido) contrair novo
matrimónio».

Código de Hamurabi (Constituição da Babilónia, outorgada pelo rei Hamurabi,
que a concebeu sob inspiração divina, século XVII A.C.)



«A mulher deve adorar o homem como a um deus. Todas as manhãs, por nove
vezes consecutivas deve ajoelhar-se aos pés do marido e, de braços cruzados
perguntar-lhe: Senhor, que desejais que eu faça?».

Zaratustra (filósofo persa, século VII A.C.)



«As mulheres, os escravos e os estrangeiros não são cidadãos».

Péricles (político democrata ateniense, século V A.C., um dos mais
brilhantes cidadãos da civilização grega)



«A mulher é o que há de mais corrupto e corruptível no mundo».

Confúcio (filósofo chinês, século V A.C.)



«A natureza só faz mulheres quando não pode fazer homens. A mulher é,
portanto, um homem inferior».

Aristóteles (filósofo, guia intelectual e preceptor grego de Alexandre, o
Grande, século IV A.C.)



«Que as mulheres estejam caladas nas igrejas, porque não lhes é permitido
falar. Se querem ser instruídas sobre algum ponto, interroguem em casa os
seus maridos».

São Paulo (apóstolo cristão, ano 67 D.C.)



"Os homens são superiores às mulheres porque Alá outorgou-lhes a primazia
sobre elas. Portanto, dai aos varões o dobro do que dai às mulheres. Os
maridos que sofrerem desobediência das suas mulheres podem castigá-las:
deixá-las sós nos seus leitos, e até bater-lhes. Não se legou ao homem maior
calamidade que a mulher."

Alcorão (livro sagrado dos muçulmanos, escrito por Maomé no século VI, sob
inspiração divina)



«Para a boa ordem da família humana, uns terão que ser governados por
outros mais sábios que aqueles; daí a mulher, mais fraca quanto ao vigor
da alma e força corporal, estar sujeita por natureza ao homem, em quem a
razão predomina».

São Tomás de Aquino (italiano, um dos maiores teólogos católicos da
humanidade, século XIII)



«Inimiga da paz, fonte de inquietação, causa de brigas que destroem toda a
tranquilidade, a mulher é o próprio diabo».

Petrarca (poeta italiano do Renascimento, século XIV)



«O pior adorno que uma mulher pode querer usar é ser sábia».

Lutero (teólogo alemão, reformador protestante, século XVI)



«As crianças, os idiotas, os lunáticos e as mulheres não podem e não têm
capacidade para efectuar negócios».

Henrique VII (rei da Inglaterra, chefe da Igreja Anglicana, século XVI)



«Enquanto houver homens sensatos sobre a terra, as mulheres letradas
morrerão solteiras».

Jean-Jacques-Rousseau (escritor francês, precursor do Romantismo, um dos
mentores da Revolução Francesa, século XVIII)



«Todas as mulheres que seduzirem e levarem ao casamento os súbditos de Sua
Majestade mediante o uso de perfumes, pinturas, dentes postiços, perucas
e recheio nos quadris, incorrem em delito de bruxaria e o casamento fica
automaticamente anulado».

Constituição Inglesa (lei do século XVIII)



«A mulher pode ser educada, mas a sua mente não é adequada às ciências mais
elevadas, à filosofia e algumas das artes».

Friederich Hegel (filósofo e historiador alemão do século XIX)



«Quando um homem for repreendido em público por uma mulher, cabe-lhe o
direito de derrubá-la com um soco, desferir-lhe um pontapé e quebrar-lhe o
nariz para que assim, desfigurada, não se deixe ver, envergonhada da sua
face. E é bem merecido, por dirigir-se ao homem com maldade de
linguarejar ousado».

Le Ménagier de Paris (Tratado de Conduta Moral e Costumes de França,
século XIV)


LOOOOL
:))))))

thorazine disse...

E alguem que faz alguma coisa de jeito: http://www.yourdailymedia.com/media/1159440188/Tough_Referee

:))))

AQUILES disse...

Thora

A minha mulher não concordou nem com uma.
E eu que começava a concordar com o Petrarca :):):):):)

MJ disse...

Pois... Enfim... Ele lá sabia o que dizia...E para me sentir viva, acabei de criar um blog, carago!
Quando não tiverem mais que fazer, façam-me uma visita, ok?
Abraço

(Professor, desculpe lá a publicidade... mas eu sei que é bonzinho e que me vai perdoar:-))

Katerinna disse...

Podem sempre tentar inventar uma máquina do tempo... e voltar para o passado....

Não tentem é viajar para o futuro... adivinham-se mais desilusões ;))

Boa sorte!

andorinha disse...

Boa noite.

Melhor comentário: o do Chato. "Chatice!"
Mas isto é cíclico, depois os mentecaptos desaparecem.

Noise,
As críticas destrutivas não levam a lado nenhum, miúdo, não sabes?:)

Thora (2.26)
Ai essas picardias...

Cêtê (5.43)
Se calhar o blog está a ser invadido por gente nova que já é velha.:)

Aquiles,
Tem a tua mulher toda a razão.:)

thorazine disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
thorazine disse...

Aquiles,
Petrarca e o Tratado de Conduta Moral e Costumes de França! hehehe

Andorinha,
serviu-te a carapuça? Oubi dizer que já passaste uns tempos com os camones.. :)))))))))))
E o ciclo não se fecha assim tão rápido..ainda uqero ficar por aqui uns tempos.. ;))))

CêTê disse...

Andorinha,
és capaz de ter toda a razão. Mas há pelo menos um ou dois registos que me parece novo.

Onde é que o professor posta? Não terá um ciberalterego? Ainda anda a postar noutro/a qualquer mediático.;]

Thora, ;P estás mesmo a precisar de uma mulher que te ponha ao chão, ai estás estás. ;]
E não sigas o caminho do FDL ouvi dizer que é "gaja".


(anda por aqui - café- uma aroma a ácido acético!?)


Abraços

CêTê disse...

(parecem novos)

PAH, nã sei! disse...

Thora?
Parece-me que quer que se "alguém" faça como o "senhor árbitro". Podem parecer que sabem... mas, dizem por aí que muitos deles tinham uma grande dor de cotovelo :)))

PAH, nã sei! disse...

perdão... "parece-me que quer que "alguém"..."

Professor?? volte... p.f....... :(

moon disse...

Puxa... Que bagunçada!

Há um ano mais ou menos descobri o "Murcon". Confesso que, como todas as paixões, foi uma delícia!
Depois veio a fase mais calma e aos poucos foi-se transformando num amor sereno. Pronto um pouco apagado, confesso. Mesmo assim ainda me sinto em casa quando venho aqui:)

Quanto ao estado da caixa de comentários, isto é, como diz a Andorinha: cíclico. Ás vezes incomoda... Mas é um pouco como a história: repete-se! E poucos aprendem com os erros...

Ao longo deste ano assisti a muita coisa no Murcon: saída de 'residentes', zangas online, insultos variados, gente sem escrúpulos, comentários acefalos, muita bestice...
Mas a par disto, também assisti a coisas verdadeiramente deliciosas!
Feito o balanço, a parte boa é tão compensadora que, para mim, a má é insignificante.
No fundo,o que se passa neste Blog passa-se na vida, isto é apenas uma amostra. Como antropólogo que o nosso anfitrião é, nada disto o deve espantar. Agora é preciso mesmo ser um excelente filantropo para guentar tanto...:))))))

E pronto, meus amigos. Até já me estou a sentir como oradora numa daquelas reuniões do AA. que costumam mostrar nos filmes americanos. Há que partilhar...:))))

Bem haja, Professor!

moon disse...

E já agora, apareça!
Não abandone assim as suas ovelhas que andam para aí umas tantas tresmalhadas:))))))))

moon disse...

P.S. Sooooouuuuussssaaaaaaaa! Vá buscar o Boss, please!

Xelim disse...

cêtê, já sei quem é essa Gorda!

é a tua aberração de estimação

há aberrações que dão tesão. É um fenómeno bem conhecido.

chato disse...

Chatice.
Andorinha: o que é um mentecapto?
É um chato sem mente?
Chatice, mesmo!

Tânia disse...

Parece-me coisa da geração anterior à minha! (Estou nos early 30's)

Pamina disse...

Boa noite.

A visão do Lope de Vega:

Es la mujer del hombre lo más bueno,
y locura decir que lo más malo,
su vida suele ser y su regalo,
su muerte suele ser y su veneno.

Cielo a los ojos cándido y sereno,
que muchas veces al infierno igualo,
por raro al mundo su valor señalo,
por falso al hombre su rigor condeno.

Ella nos da su sangre, ella nos cría,
no ha hecho el cielo cosa más ingrata;
es un ángel, y a veces una arpía.

Quiere, aborrece, trata bien, maltrata,
y es la mujer, al fin, como sangría,
que a veces da salud y a veces mata.

P.S. Aspasia, sabes onde ouvi algo "parecido", não é? Gosto muito de La Celestina:).

andorinha disse...

Chato,
Exactamente, um chato sem mente.:)

Thora (9.20)
"Serviu-te a carapuça? Oubi dizer que já passaste uns tempos com os camones."
Não, não me serviu a carapuça, nem percebo o que queres dizer com esse disparate.
Se quiseres ser mais explícito, estou às ordens.:)))

"E o ciclo não se fecha assim tão rápido...ainda quero ficar por aqui uns tempos."
A ti é que parece que te serviu a carapuça, mas tem piada que eu não me estava a referir a ti.

E noto por aí um certo azedume que nem os :))))))) disfarçam.
Não gosto de gente com duas caras, não sei se me faço entender....mas para bom entendedor, meia palavra basta.
E de quezílias estou farta.

Fica bem e deixa os outros ficarem também:)

CêTê disse...

Andorinha,
ai o "caraças´"! Andas nos IPs?;] Que sabes tu que moi não???


Selim,
suponho que é da "Xerra".
Não que lhe deva satisfações nem "cunberça" prazenteira mas a foto é minha sim.

"há aberrações que dão tesão. É um fenómeno bem conhecido."- Está a falar das aberrações ou da tesão?



mééééééééééééé! ;]

O que vale é que o professor liga pouco a isto e faz ele muito bem. É como o Rui Veloso e seu(s) Restaurante(s).

duram bééééééééééééém

andorinha disse...

Cêtê,
Vou-me zangar contigo a valer.
Tu não me calunies. Looooooooool

Ando onde? Nos IPs????????
Eu que sou uma nabiça nestas artes como poderia andar por aí?:)))

Eu não sei nada que tu não saibas, rapariga, tem calma!:)

thorazine disse...

Andotinha,
tava mesmo a brincar ctg..:P

andorinha disse...

Thora,
Já te disse uma vez que não gosto dessas brincadeiras.
E é muito fácil à posteriori dizer que é brincadeira, salva-se sempre a face.

thorazine disse...

Ok então! Desculpa qualquer coisinha..

thorazine disse...

""E o ciclo não se fecha assim tão rápido...ainda quero ficar por aqui uns tempos."
A ti é que parece que te serviu a carapuça, mas tem piada que eu não me estava a referir a ti."

Eu sei que não era pra mim...era uma brincadeira também!

CêTê disse...

Andorinha,
Não levantes a voz "ao míudo", tadinho ;]`

Gosto muito de vos ver interagir!ihihihihhi

Um jito para os 2!;P

andorinha disse...

Cêtê,
A tomares o partido do Thora?
Nunca pensei:(

A solidariedade feminina realmente não existe.:)))

thorazine disse...

Ó andorinha, aqui só tu é que não gostas de brincar...hehe

(e agora não estou a brincar!!!)

LOL

andorinha disse...

Thora,
Já te disse que gosto de brincar e muito.
Só que há limites e quando esses limites são ultrapassados, eu digo, só isso.
Quando não conheço as pessoas na realidade esses limites são mais estreitos.
Se estivéssemos os dois num café a conversar aí seria diferente.
Percebeste de uma vez por todas?:)))))

thorazine disse...

Percebi mais ou menos.
Eu mesmo dizendo que estava a brincar tu dizes: "E é muito fácil à posteriori dizer que é brincadeira, salva-se sempre a face."
Ou seja, assumiste que eu não estava a brincar e só disse para me "descartar"!
Aquele post era irónico do início ao fim!

Mas pronto, eu espero por essa ida ao café! :)

Cleopatra disse...

A morte silenciosa é a desistência de tentar compreender o que não se explica.
Provavelmente tem que ver com o problema dos tais pirilampos mágicos.