sexta-feira, outubro 20, 2006

Pois, mas o receio de desagradar ao Engenheiro Guterres era demasiado grande:(.

Referendo, aborto e lei de Murphy Ana Sá Lopesana.s.lopes@dn..pt

Se há duas ou mais formas de fazer alguma coisa e uma resultar em catástrofe, então alguém a fará. A primeira lei de Murphy, que se aplica a muita coisa da natureza em geral, também já está (que admiração!) a sobrevoar o processo de referendo sobre o aborto em curso. Estão, mais uma vez, reunidas todas as condições para a catástrofe. Vitalino Canas empenhou-se em contribuir para a possibilidade quando declarou que o PS respeitará os resultados de um referendo não vinculativo onde o "não" seja maioritário (como aconteceu em 1998).Para o porta-voz socialista, mesmo que os portugueses se estejam nas tintas para decidir, valem os votos que apareçam (que não tenha sido por acaso que os constitucionalistas colocaram a necessidade de haver mais de 50 por cento para um referendo ser vinculativo não interessa aos novos juristas do regime).Como ninguém quis retirar uma das mais importantes lições do referendo anterior - a de que o povo maioritário não quer decidir sobre isto e agradece a quem o fizer por si - o porta-voz do PS trouxe esta semana um contributo para o esclarecimento do instituto do referendo em geral e do futuro da despenalização do aborto em particular. Segundo Vitalino Canas, é preciso cumprir a "tradição" de dar um pontapé na Constituição no que respeita à importância do vínculo dos referendos, obrigando-se o Parlamento a ficar amarrado aos resultados, mesmo que tenham sido três cidadãos a votar. Ganhando o "sim", o Governo utiliza a legitimidade parlamentar para fazer avançar a lei da despenalização; ganhando o "não", o PS manda às malvas a convicção dos seus responsáveis "despenalizadores" e - à margem da Constituição, convenhamos - deita ao lixo o poder legislativo que lhe foi dado. Se for um "não" não vinculativo a afogar a legitimidade parlamentar, talvez alguém faça pagar caro a catástrofe ao PS. Quanto a José Sócrates, ser-lhe-á reservado um lugar ao lado de Guterres no altar dos primeiros-ministros que desperdiçaram maiorias de esquerda sem conseguir levar a cabo uma reforma básica (de direitos humanos).

56 comentários:

lobices disse...

...e estamos à espera de quê?
...de um "sim"?
...nãaaa
...na verdade, mais um desperdício da maioria de esquerda

MJ disse...

Bom dia, professor.
Ainda está aí? Não fuja... Diga-me onde vou buscar aquele "leitorzinho" de música que tem no blog.
Também queria um para o meu. Está tão tristinho :-(

andorinha disse...

Bom dia.

Estou com muito pouco tampo.
Digo apenas que concordo com o Lobices.
Tudo isto é uma pura perda de tempo, bastava legislar e estava o assunto resolvido.
Tantos pruridos não sei porquê...lá porque no outro referendo venceu o "não", agora tudo tem que ser decidido por outro referendo. Nunca entendi esta "lógica".
Para mim, o Governo já tem agora toda a legitimidade parlamentar para fazer avançar a lei da despenalização.
Mas isto é apenas a opinião de uma cidadã anónima:)

Até mais logo, gente:)

andorinha disse...

correcção: tempo

bufólogo disse...

Tem dúvidas que a despenalização do aborto até ás 10 semanas será no curto prazo uma realidade, com ou sem referendo? Já se perfilam clínicas, algumas já em construção, que efectivamente já terão garantias de que o processo estará a caminho de ser uma realidade no nosso País. Um bem haja, a quem contribuir para a irradicação deste flagelo que afectam cerca de 3.000 mulheres Portuguesas por ano, segundo declarações da responsável pela clinica Los Arcos, que em Portugal vai-se chamar 2 Arcos, que confirmava na altura da entrevista á porta da clinica Espanhola, que estariam lá dentro várias mulheres Portuguesas para abortarem. Ninguém defende o aborto totalmente liberalizado, mas penso que depois da mulher saber que está grávida, que sejam os tais 3 meses para dissipar todas as dúvidas, tenham condições de decidir o que é melhor para a sua vida. Em Espanha não há limite, o que eu condeno, mas não pactuo com falsos moralistas, que queiram mandar na vontade dos outros, seja por fundamentalismo seja por visão inviezada e deturpada.E agora venha a hipocrisia e os falsos moralistas, que eu gosto de os lêr.
Tenho dito.

blogico disse...

Há certas matérias em que a melhor legislação, é a ausência dessa mesma legislação.

Julio Machado Vaz disse...

mj,
Não faço a mínima ideia, pergunte ao Noise:(.

noiseformind disse...

Thora,
A J.A.N.T.A.M (Junta para Actividades Não Trabalhosas e Associativas do Murcon) decidiu por maioria qalificada de mais um atribuir-te o tal livro. Sendo que supostamente custar-te-ia 4 vezes mais é justo que pagues além do teu jantar o do Boss, ainda poupas metade do que ias gastar na aquisição de tal manual. Sem mais a acrescentar,

O Secretário do Conselho

Noiseformind

noiseformind disse...

Só para lembra que...

JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM JANTAR DO MURCON 28 DE OUTUBRO NA PETISQUEIRA DO GODINHO INSCREVAM-SE PARA JANTARDOMURCON@GMAIL.COM

MJ disse...

Noise...
Começa a explicar... :-)

bufólogo disse...

Ó NOISE deixa-te de ser MURCON.

Fora-de-Lei disse...

Não é neste tipo de situações de se costuma utilizar o termo de Fariseus ?!

Fora-de-Lei disse...

lobices 10:35 AM

"Na verdade, mais um desperdício da maioria de esquerda"

Ora nem mais...!

Fora-de-Lei disse...

A direita, às cavalitas do PS e do BE, vão acabar por levar a água ao seu moinho...

JFR disse...

Uma vez mais, um texto de Ana Sá Lopes me provoca irritação. Não, apenas, pela discordância quanto ao seu conteúdo, mas, fundamentalmente, por ser prática corrente dela, omitir verdades que conhece, para melhor fazer passar os seus pontos de vista. Quem assim procede, não utiliza a força dos seus argumentos e razões, mas usa, isso sim, o desconhecimento que os outros possam ter sobre as matérias que aborda. Classifico este tipo de comportamento de moralmente desonesto. E nele se alicerça, grande parte da mediocridade de jornalistas e comentadores.

Esclarecendo. A posição do PS é a de que, em qualquer situação de referendo não vinculativo, seja este favorável ao SIM ou ao NÃO, o PS respeitará a vontade do eleitorado. A exemplo do que aconteceu no primeiro referendo. Infelizmente, Ana Sá Lopes refere, apenas, as declarações de Vitalino Canas a propósito de vitória do NÃO num resultado não vinculativo. Não cita as palavras do ministro António Costa, publicadas em jornais de expansão nacional, de que o PS legislará, também, caso a vitória do SIM seja não vinculativa. Ela não cita, mas sabe. Sabe, mas não quer referi-lo. Porquê? Deixo aos leitores do blog a resposta.

Gialorosso disse...

Ora nem mais.Muito bem observado.É necessário rigor.Isso sim, falta á maioria dos comentadores e jornalistas.

MJ disse...

Professor:

Pronto... Mesmo sem a ajuda do Noise (Bom rapaz mas tem cá um feitiozinho...)já pus música no blog. Não é aquilo que o Prof tem no seu... mas também não sou o Professor :-))
Cada um tem aquilo que merece:-)
Obrigada, de qualquer modo :-)
Abraço

Fora-de-Lei disse...

JFR 7:10 PM

"Deixo aos leitores do blog a resposta."

Então cá vai uma resposta plausível: esta entropia era, toda ela, desnecessária se o PS tivesse tomates para assumir as suas responsabilidades face aos seus eleitores e ao povo, em geral, fazendo aprovar a lei na AR, através da mais que folgada maioria PS + PCP + BE.

andorinha disse...

Fora de lei (11.31)
Ora nem mais...

JFR disse...

fdl e andorinha:

Sabem ambos que a resposta que deixava aos leitores do blog, se refere ao comportamento da Ana Sá Lopes e não ao binómio "Referendo/Legislação na AR". Por isso, se querem responder gostaria muito que o fizessem ao que é pedido, ou seja, não mudem de ténis para squash. O jogo não é o mesmo.

JFR disse...

fdl e andorinha:

Quanto ao tema que vos preocupa, já há alguns dias, referi em post anterior as razões pelas quais penso que o SIM ganhará o referendo e, por isso, o que me preocupa é a legislação que terá de ser alterada, para lhe dar sequência. E essa, terá de ser aprovada na AR.

Com isto, pretendo dizer que a AR terá, sempre, de participar no processo, criando e aprovando a nova legislação. Só que, se essa legislação fosse aprovada, sem estar respaldada no referendo, seria muito fácil a uma nova maioria, se nisso estivesse interessada, reformulá-la novamente. O referendo torna, em matéria tão sensível, a nova legislação só alterável por um outro referendo. Ou seja, todos - partidários do SIM ou do NÃO - estarão muito mais protegidos na dimensão temporal das decisões legislativas que venham a ser tomadas. Para além, de ser um acto de coerência e seriedade política (que em outras matérias vai faltando: IVA, SCUTS) do primeiro ministro. Junte-se à paixão que o tema encerra a razão que o tema justifica.

PAH, nã sei! disse...

FDL, (11:31 PM)

não poderia concordar mais...

PAH, nã sei! disse...

FDL, (11:31 PM)

não poderia concordar mais...

Fora-de-Lei disse...

JFR 12:08 AM

Dando de barato que os seus argumentos em relação ao artigo de Ana Sá Lopes têm toda a justeza, então terei que continuar a dizer-lhe que o artigo dessa jornalista (?) é mais um contributo para a entropia que, desde o início, tem sido - desnecessariamente - causada pelo próprio PS. Se assim não fosse, e a julgar pelas suas palavras, não haveria socialistas (?) com opiniões tão contraditórias sobre o referendo e suas consequências (por exemplo, Vitalino Canas vs. António Costa)...

Fora-de-Lei disse...

JFR 12:21 AM

"Junte-se à paixão que o tema encerra a razão que o tema justifica."

Essa frase tem todo o sentido para mim, que sou homem. Mas se ilustrar o seu discurso com essa mesma frase - não perante mim, mas perante as mulheres que foram sendo criminalizadas pela prática de aborto ilegal - vai ver que tudo deixará de fazer sentido.

E não seja ingénua quanto ao SIM ganhar... Dou-lhe só o meu exemplo pessoal: não é líquido que - apesar do meu posicionamento político - eu vá votar SIM. E ainda lhe digo mais: sou totalmente agnóstico. Já viu agora como o resultado do referendo não são favas contadas ?! É que há muito mais gente como eu...!

JFR disse...

FDL

Seguramente que existirão no PS e, também, nos restantes partidos opiniões contraditórias sobre o referendo e, mais ainda, sob todo o conteúdo legislativo que terá se ser realizado. E que nós desconhecemos. E que nós deveríamos exigir que fosse apresentado, sob a forma de propostas a submeter à AR, previamente ao referendo. Por todos os partidos.

Mas, insisto, as opiniões de Vitalino Canas e de António Costa, não revelam qualquer tipo de contradição. Dizem o mesmo, ou seja, que as consequências de um referendo, vinculativo ou não, serão respeitadas. Seja o resultado favorável ao SIM ou ao NÃO. Há identidade de opinião.

Fora-de-Lei disse...

JFR 1:02 AM

Então se as opiniões de Vitalino Canas e de António Costa não revelam qualquer tipo de contradição, porque carga d'água se insurgiu contra o facto de Ana Sá Lopes só ter citado uma dessas opiniões ? Essa agora não percebi...

JFR disse...

FDL

Eu não sou ingénua. Quando muito poderei e, seguramente, já fui e voltarei a ser INGÉNUO.

Passada esta precisão de género, volto novamente ao meu post de há uns dias sobre este tema.

Dá-se demasiada importância ao referendo em si, esquecendo a legislação que dele terá de decorrer se o SIM ganhar. Por exemplo, o FDL fala de mulheres criminalizadas, como se no futuro deixassem de existir esses casos. Relembro que seja através de referendo ou de legislação da AR, continuará a existir crime (no sentido estritamente legal)se a mulher vier a praticar aborto clandestino, o qual ocorrerá se realizado fora do período e casos em que a lei o considera descriminalizado (para usar a sua terminologia). Isto apesar do SIM que o referendo possa determinar.

Quanto à frase continua, do meu ponto de vista a fazer sentido, mesmo nos casos de abortos criminalizados. Julgo que as mulheres que o realizaram o fizeram com base na razão que entendiam ter e sob uma forte emoção que o acto em si impõe. Ou então foram bem criminalizadas.

JFR disse...

FDL

O artigo de Ana Sá Lopes só se insurge com a aceitação do PS de que, no caso de o resultado do referendo ser o NÂO (mesmo que o referendo seja não vinculativo), tal decisão será respeitada. Omitiu, por conveniência que a posição do PS (através da voz de António Costa) é exactamente a mesma no caso de o resultado ser SIM. O que eu critico, é a omissão deliberada, que pretende dar a ideia de que o PS terá uma posição em relação ao NÃO diferente da que terá se o resultado for SIM. Tudo isto num referendo não vinculativo.
Creio que no meu primeiro post, isto está claro.

Aspásia disse...

ANTENA1........ QUEM PUDER 1001 ESCOLJAS COM O ZÉ CID ESTÁ A SER GIRISSIMO.....:))
EU GRAMO O CID

Ameninadalua disse...

Bom dia!

Penso que esta questão se resolviria rapidamente e em força se a lei contemplasse igualmente que a penalização fosse extensiva ao respectivo companheiro:).

Acreditem que todos maioritariamente votariam a favor da despenalização do aborto, mesmo os mais ortodoxos conservadores...:)

A hipocrisia é muita neste particular tema; os homens falam de ´"cátedra" porque o assunto não lhes é directamente dirigido, mesmo que em justiça e em ultimo caso, lhes diga igualmente respeito e responsabilidade...

Os referendos parecem-me um bom instrumento de auscultação democrática e penso que deveriam ser utilizados por razões até um pouco mais miudinhas...contudo existem orientações políticas que devem ser lideradas por antecipação por quem tem o poder, sob pena de não se conseguir dar os tais "saltos" para a clivagem histórica ser possível...

Maite disse...

Caro Professor
Não me vou pronunciar sobre o artigo porque como aqui já foi dito é uma manipulação grosseira da informação.
Quanto ao aborto em si, sou totalmente contra esta nova eventual lei (como já tive oportunidade de dizer num comment sobre um post seu sobre o assunto). E as minhas razões não são de ordem moral mas de defesa da essência do ser humano. E penso que o aborto não serve para combater chagas sociais (como se quer fazer crer) mas porque, hoje em dia, é um nicho de mercado muito atractivo. (cada vez se fazem mais abortos - por isso haverá mais clínicas para responder às necessidades, já que os hospitais públicos não terão capacidade para o fazer) Aqui está algo com o que discordo em absoluto com este governo. Talvez com isto se criem mais uns investimentos em Portugal e se criem mais umas centenas de empregos.
Mas o mais grave penso que seja o legado que esta nossa geração vai deixar às gerações futuras. Estamos a transmitir a ideia que o aborto é uma coisa normalíssima no ser humano como o são as relações sexuais. E são duas coisas absolutamente diferentes.
E concordo com o que disse a Menina da Lua, aliás, um pensameto que eu já tinha transmitido no tal comment do seu post anterior sobre o assunto.

Mais haveria para dizer mas tenho que sair

Um bom fim de semana para si

CêTê disse...

Bom dia a todos,

Hoje trago notícias frescas (para alguns pelo menos):
Jovens cérebros portugueses EM TERRITÓRIO nacional trabalham afincadamente naquele que poderá ser um tratamento de sucesso do Alzheimer- http://www.biocant.pt/
A novidade é que descobriram uma enzima que pode inibir outra que é responsável pela criação excessiva de material protéico que se acumula (em quantidades excessivas) no s. nervoso de pacientes de Alzheimer. Esta enzima "DESCOBERTA" - apelidade de "BACE"- apresenta a vantagem de ser MUITO SELECTIVA- assim os efeitos colaterais que se temiam parecem muito diminuidos. (isto foi o que eu entendi!;)
É evidente que pelos menos vai demorar uma década a ser comercializada.
Talvez entretanto a descoberta e tenha implicações ao nível de outras sintomatologias- trissomia 21 e esclerose múltipla.
Vale sempre a pena publicitar as coisas boas que se fazem em portugal- não é à toa que somos um dos países que mais prémios ganha em matéria de criatividade, imaginação e invenções (apesar das patentes serem sempre registados por outros e noutros países)- ;[

CêTê disse...

Onde está a malta toda? Querem lá ver que a Pandemia já chegou? ;]]]]]
"ESTÁ AÍ ALGUÉEEEEEEEEEEEEEEEEM"?
(ai mãezinha)
BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

ISTO ESTÁ ASSOMBRADO

lol

PAH, nã sei! disse...

Por aqui corrige-se toneladas de testes... :((((

andorinha disse...

Boa noite.

Cêtê,
Para mim as notícias são frescas e boas, ao contrário das castanhas:)))

Hoje é sábado e a malta tem outros afazeres.Loooool

Fora-de-Lei disse...

JFR 1:22 AM

"Eu não sou ingénua. Quando muito poderei e, seguramente, já fui e voltarei a ser INGÉNUO."

Peço-lhe desculpa pelo erro ortográfico.

Su disse...

prof....eu decido...........
jocas maradas

Aspásia disse...

Antena 2 directo

22:00 ARGONAUTA
Jorge Carnaxide
Ave Satani - Pelos reinos do Anjo Caído
Intro - "Ave Satani" (Omen Main Theme)
Glenn Danzig - "Overture of the Rebel Angels"
The Protagonist - "Imitation"
Glenn Danzig - "Battle for Heaven"
Elend - "Silence of Light"
John Zorn - "Invocation"
GOR - "Pneuma"
Krzysztof Penderecki - "Utrenja"
The Protagonist - "Down There"
SPK - "In the Dying Moments"
John Zorn - "Sacred Rites of the Left Hand Path"
Nox Arcana - "The Black Throne"


SATÂNICO...

Aspásia disse...

AVE SATAN OUR ONLY LORD...

DONT´T LET YOUR ANGER FALL OVER THIS COMMENT BOX...

;))

Aspásia disse...

MAIS VALE REINAR NO INFERNO QUE SERVIR NO CÉU.

PARAÍSO PERDIDO - JOHN MILTON

ARGONAUTA ANTENA 2
(OUTRO PROGRAMA DOS MEUS - MÚSICA FANTÁÁÁÁÁÁÁÁSTIIIIIICAAAAAAAAAA!!!!!! E POUCO TEXTO)

Maite disse...

A minha concordância com a Menina da Lua apenas se estende à ideia de que os homens se demitem da sua co-responsabilização nesta matéria e deixam que as mulheres sejam (somente elas) a ser condenadas por praticarem o aborto. De resto estamos em completo desacordo.

Aspásia disse...

HETERÓNIMOS?
MULTIFACETAS??
MULTI-NICKS???
LOTS OF PROFILES??? (INCLUDING LOW PROFILES...)

ISSO JÁ ERA, FILHOS... AGORA O MELHOR É COMPRAREM UM CAPINDÓ DESTES... E NO MORE PROBLEMO!!!
NO MORE PLENTY OF BLOGGER PROFILES!!!

ALÉM DO MAIS, É LAVÁVEL NA MÁQUINA!!!...


----------------

2006.10.20

Experts create invisibility cloak
By Paul Rincon
Science reporter, BBC News



The cloak is constructed from advanced "metamaterials"
A US-British team of scientists has successfully tested a cloak of invisibility in the laboratory.

The device mostly hid a small copper cylinder from microwaves in tests at Duke University, North Carolina.

It works by deflecting the microwaves around the object and restoring them on the other side, as if they had passed through empty space.

But making an object vanish before a person's eyes is still the stuff of science fiction - for now.

We've opened the door into the secret garden

Prof John Pendry, Imperial College London
The cloak consists of 10 fibreglass rings covered with copper elements and is classed as a "metamaterial" - an artificial composite that can be engineered to produce a desired change in the direction of electromagnetic waves.

Like visible light waves, microwaves bounce off objects, making them apparent and creating a shadow. But at microwave frequencies, the detection has to be made by instruments rather than the naked eye.

New chapter

Water behaves differently. When water in a river flows around a smooth rock, the water closes up on the opposite side. Someone looking at the water downstream would never guess it had passed around an obstacle.

The metamaterial cloak channelled the microwaves around the object like water flows around the rock.


Scientists were able to watch waves bending around the cloak
"These metamaterials have opened a new chapter in electromagnetism. We've opened the door into the secret garden," co-author Professor John Pendry, from Imperial College London, told BBC News.

In the experiment, the scientists first measured microwaves travelling across a plane of view with no obstacles. Then they placed a copper cylinder in the same plane and measured the disturbance, or scattering, in the microwaves.

Next, the researchers placed the invisibility cloak over the copper cylinder. The cloak did not completely iron out the disturbance, but it greatly reduced the microwaves being blocked or deflected.

Hidden from view

"This cloak guides electromagnetic waves around a central region so that any object at all can be placed in that region and will not disturb the electromagnetic fields," explained co-author Dr David Schurig from Duke University.

"There is reduced reflection from the object, and there is also reduced shadow."

In principle, the same theoretical blueprint could be used to cloak objects from visible light. But this would require much more intricate and tiny metamaterial structures, which scientists have yet to devise.

"As an application, it's not clear that you're going to get the invisibility that everyone thinks about - as in Harry Potter's cloak, or the Star Trek cloaking device," said Professor David R Smith of Duke.

Broad applications

John Pendry commented: "There's a rule about the internal structure of the metamaterial: it has to be smaller than the wavelength of radiation. So for radar waves that's 3cm. You can easily engineer something a few millimetres across.

"You go up to optical radiation - visible light - and the wavelength is less than a micron. So your microstructure has to be a few tens of nanometres across. and we're only just learning how to do nanotechnology... maybe in five or 10 years' time you could do this, but not today."

The researchers say that if an object can be hidden from microwaves, it can be hidden from radar - a possibility that will ensure interest from the military.

Professor Pendry said a metamaterial cloak could be manufactured to wrap around a fighter plane or tank. But, he said: "You mustn't demand that the cloak be too thin. Despite the hype around Harry Potter, this isn't anything that flaps around in the breeze; it's more like a shed."

It could be used to hide objects from terahertz waves, a regime that is being exploited for numerous sensing technologies, or even from mobile phone frequencies and magnetic fields.

Paul.Rincon-INTERNET@bbc.co.uk

CêTê disse...

Bom trabalho ou boa farra.
(eu estou a fazê-los. -os testes claro!,P)

Maria Manuel disse...

Modestamente, deixo testemunho de uma

vivência pessoal...

Saudações blogueiras.

MJ disse...

Tenham um bom dia de descanso:-)

Aspásia disse...

A1 EM DIRECTO

O AMOR É...

1+1=2 ????????

"Porque toda a razão, toda a palavra vale nada, quando chega o Amor."

Maria Bethânia

Bom Domingo para todos.

Aspásia disse...

MJ

BOM DIA DE DESCANSO E VAI FAZENDO TUAS ABSTINÊNCIAS E JEJUNS, A FIM DE OBTERES AS SUFICIENTES INDULGÊNCIAS EM TEU NOVICIADO PRÉ-JANTAR DO MURCON...

Tua, no Senhor,

Sor Aspásia do Paraíso Perdido

:)))

rosalina disse...

Bom dia,

Amostra sem valor

Eu sei que o meu desespero não interessa a ninguém.
Cada um tem o seu, pessoal e intransmissível;
com ele se entretém
e se julga intangível.

Eu sei que a Humanidade é mais gente do que eu,
sei que o Mundo é maior do que o bairro onde habito,
que o respirar de um só, mesmo que seja o meu,
não pesa num total que tende para o infinito.

Eu sei que as dimensões impiedosas da Vida
ignoram todo o homem, dissolvem-no, e , contudo,
nesta insignificância, gratuita e desvalida,
Universo sou eu, com nebulosas e tudo.

António Gedeão

Ameninadalua disse...

Rosalina:)

"O universo sou eu com nebulosas e tudo":)

Por mais que nos esforcemos relativisarmo-nos, o universo somos nós próprios; com todas as nossas nebulosas... mas tambem com todos os nossos sóis;)))))

Ameninadalua disse...

Maite

Eu já tinha entendido que as suas concordâncias eram parciais:))

Para mim este tema está longe de ser linear; concordando com o princípio de despenalização, pessoalmente sou o mais anti aborto possível...apenas assumo e aceito outro princípio que é o respeito pela liberdade e pela diferença de cada um...

andorinha disse...

Cêtê,
Estou novamente como tu, à volta dos ditos cujos - testes, claro:)
Depois da farra, o trabalho. Loool

PAH, nã sei! disse...

Cêtê e Andorinha,

Afinal já somos "muitas"... só é pena ainda não ter tido farra desde 6ª... testes, mais testes, mais testes...

MJ disse...

Bom fim de tarde, Soror Aspásia do Paraíso Perdido.

Por este andar, acho que não vou passar de noviça :-(
Mas contine a orar por mim, minha Santa :-)

MJ disse...

corrigindo... "continue"

catarina disse...

desculpem la intrometer-me na vossa "amiga" e intricada troca de galhadertes...

Deixem-se de merdas! o aborto acontece e pronto. Desenganem-se os que acham que as mulheres que o praticam o fazem de animo leve.
Lá por votarem sim à despenalização não quer dizer que o façam, mas dão o direito a outras mulheres a fazê-lo em condições humanas e com o devido acompanhamento psicológico. Agora andar a cagar sentenças sobre o q os outros devem fazer, poupem-me...