sexta-feira, maio 18, 2007

At last! De preferência na versão de Lou Rawls:).

Cantelães. Uma noite inacreditável. E de repente evaporam-se as eleições em Lisboa, o clímax do campeonato, o regresso ao país da cadela do Mourinho, a história da evangelização da América do Sul reescrita pelo Papa, a discrepância dos números sobre o desemprego - ainda sem os da Guarda... -, os 60% governamentais no Metro do Porto. Só existe o silêncio avermelhado na direcção de Vieira, onde irei buscar amigos amanhã, para tornar ventríloqua a casa. Mas hoje é tempo de recolhimento e gratidão, a terra acolhe o citadino ainda tenso e embala-o como a filho pródigo. Gentileza dela, sorte minha. Boa noite, gente.

13 comentários:

Cristina Seabra disse...

Boa noite Professor
De facto...também comecei o dia com as notícias na RDP antena1, a alegria do aniversário do "Portugalex", a sua intervenção no "o amor é", e um debate na antena aberta que muito me toca. Estou no tal grupo dos desempregados não oficiais...
Não conheço o seu refúgio mas deve ser um lugar que dá paz e ajuda a "recarregar baterias". Aproveite e desfrute dessa sorte, como diz. Hoje o simples facto de sentir uma leve brisa e um sol suave nos ombros, à beira do Mondego, ver passar uma ninhada de patos a nadar com os projenitores e quiçá uns tios (afinal eram vários adultos;), junto da esplanada, nas "docas" de Coimbra, fez-me esquecer preocupações e dores várias e sentir-me quase "nova em folha".
A vida vale por estes intervalos e cada vez acho mais que é nas coisas simples que reside o maior prazer de viver.
Caso alguem se interesse por questões ambientais sugiro humildemente um vídeo que observei no blogue AMBIO*: http://www.youtube.com/watch?v=5g8cmWZOX8Q
*um blogue de biólogos e outros profissionais afins, que de facto se preocupam em preservar "refúgios" como suponho ser o de Cantelães :)
bom fim de semana
um abraço

Cristina Seabra disse...

Ooops...esqueci de deixar a referência do dito blogue:
http://ambio.blogspot.com/
Muitos são colegas ainda docentes e investigadores, em várias instituições do ensino superior do país (Politécnico e Universitário).
beijinhos

andorinha disse...

Boa noite.

Júlio,
:)

"...onde irei buscar amigos para tornar ventríloqua a casa."
Só de si saía uma destas!
Como diz a Cristina, a vida vale por estes intervalos.

Bom fim-de-semana aí no seu paraíso terreno:)

Tangerina disse...

E como se faz quando não temos refúgio e o Inferno está cá dentro a rir-se das braçadas estúpidas e vãs que damos para chegar ao outro lado da margem....?

Hoje estou assim, náufraga e muito confusa.

[Desabafei, pronto...]

Invejo a sorte do Professor, mas é uma inveja bonita:))

Ségo-Sarko disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
andorinha disse...

Tangerina,
Não te esqueças que o último a rir é quem ri melhor...

Quanto à inveja, já somos duas:)

Laura disse...

Que bom! Esse céu glorioso que da cidade não se avista! E que por ser tão generosamente grande e visível repõe tudo nas suas verdadeiras dimensões.
Isso mesmo: agarre uma estrela, trepe para ela ou traga-a consigo!
(Suspeito que o campo se vai reanimar à custa de muitos filhos adoptivos... E ainda bem).

Reparei há bocado que a televisão passava 1 programa de homenagem a Milú.
Lembrei-me agora mesmo que se estivesse a ver (mas nesse paraíso? Claro que nããão!)se calhar... se lembraria da sua Mãe.
E imagino que deva custar.
Pode continuar-se a ter um colo, ou uma âncora, mesmo que quem nos protege não saiba, não é?

Obs:
São referências muito remotas para mim. Só tenho uns flashes do que ouço os meus pais contar e uma coisa aqui ou acolá na tlv. Sei que a sua Mãe cantava muitíssimo bem. E francamente, não sei bem como eram, ao tempo, as vozes e os desempenhos. Mas neste caso de hoje, se o desempenho vocal fosse igual ao teatral...:(:(:(
E quanto a contracenar em Espanha, era o que se sabia... Por entonces ainda podíamos olhar de cima nuestros hermanos...ou, no mínimo, de igual para igual :):)

(ai, este google prega-nos cada uma...)

JFR disse...

Professor, tanto sadismo não. Por um lado fala-nos desse encanto inacessível para uns quantos que aqui vão escrevendo. Por outro, deixa-nos um cardápio enorme de temas com os quais "estes comuns mortais" terão de se deitar e amanhã acordar. Não é justo! :)))))

Julio Machado Vaz disse...

Laura,
Obrigado pelas suas palavras. Em geral visito minha Mãe antes de vir para cima. E faço um esforço enorme para recordar a "outra" de que fala, a verdadeira:(.

lobices disse...

...em paz, no silêncio, em harmonia, dentro de si mesmo... como, saudavelmente, o invejo Profe
...um abraço :)

andorinha disse...

Boa tarde.

É um sentimento tão feio, a inveja, e abunda tanto por aqui:)))

CêTê disse...

Nos serviços noticiosos havia uma outra notícia- o dos pais desesperados com o desaparecimento da sua menina. ´
Por acaso nínguém aqui comentou.(?!)

bom fds

A Menina da Lua disse...

Olá a todos!

Acabadinha de chegar do Festival Islâmico em Mértola, reparo que muito se escreveu por aqui...:)

Relativamente à fantástica "At Last" prefiro entre as imensas que conheço sem dúvida a versão da Etta James:

http://www.youtube.com/watch?v=1-r2tm7PJ0I&mode=related&search=

Para mim ela canta-a como ninguem...:)

Professor

Gostaria de o avisar que o seu novo post está fechado a comentários. Não sei se foi intensional mas "just in case"... aqui fica o aviso.

Bom fim de semana por esses magníficos lados que com este calor ainda mais aprazível se tornam...