domingo, maio 11, 2014

Boa noite, gente.

19 comentários:

andorinha disse...


Em boa hora regressei...:)

Esta canção! Deus meu! É mesmo "daquelas"...Está no meu top-five.

Excelente interpretação de Diana Krall.

A letra é absolutamente magistral. Toca-me fundo.

"Don't go changing, trying to please me...
"I just want someone that I can talk to, I love you just the way you are"

A AUTENTICIDADE é a melhor, para mim a única, forma de estar.


Obrigada:)

Fique bem.

Anfitrite disse...

Andorinha,
Estás a sofrer de amnésia. Foste tu que trouxeste o assunto para o murcon e agora fazes que não é nada contigo? Eu apenas te falei duma coisa que foi notícia mundial.

http://www.noticiasaominuto.com/cultura/216073/austria-com-mulher-barbada-vence-festival-da-cancao#/#source_images615/0


Se gostas muito da letra desta canção já a devias conhecer porque a Krall só adapta, bem, canções famosas de outros.

"Just the Way You Are" is a song by Billy Joel and the third track from his 1977 album, The Stranger.

Eu não quero embirrar, só não quero é que tu fales no ar.

Anfitrite disse...

Já agora tomem lá mais esta que é para ficarem um bocadinho melhor informados. Sempre ouvi dizer: "Ter informação é ter poder".

http://www.noticiasaominuto.com/economia/216104/ajudas-a-portugal-e-grecia-foram-resgates-aos-bancos-alemaes

andorinha disse...

Anfy,

Tu não me moas o juízo, mulher.
Isso já é embirração!:)))))


Eu não trouxe o assunto festival para o Murcon.
Eu apenas disse que havia uma petição a circular para que a canção seleccionada não fosse "representar" Portugal.
E referi que se fazem petições a propósito de tudo e de nada...
E pasmei como é possível que ainda haja pessoas a perderem tempo com festivais.

Não fui ler o que escrevi, lembro-me bem. Foi isto.


Claro que JÁ conhecia a canção. Há muito. Sei perfeitamente que é de Billy Joel. Ouço-a imensas vezes.
É uma das minhas canções de eleição, sobretudo pela letra. Por isso eu disse que está no meu top-five.

Para a próxima pensa antes de falares/escreveres.:)))))))

Anfitrite disse...

Ninguém te manda ser apressada porque eu vinha agora apagar o comentário.

Mas foste tu que trouxeste o assunto da petição sobre o festival e, agora eu que nem sei do que se passou, porque vi e ouvi a notícia em todo o sítio, como se fosse um assunto mais importante que um terramoto, trouxe-a para aqui, a driblar sobre o assunto, falando de assassinos e músicos célebres, e tu repondes como se nada fosse contigo a dizer que não vês festivais e que gostas muito da Áustria e que já lá foste muitas vezes. Ainda bem que és superior a isso tudo.
Também já te disse que não gosto de hieróglifos e que nem lhes quero saber o sentido. Portanto, tu também, antes de trazeres notícias para aqui pensa sobre a relevância delas, porque como já te disse isto não é um café de bairro ou de subúrbios. E não de preocupes que eu não te dou mais cabo do juízo. O que é que eu posso fazer a uma pessoa que toda a vida ensinou(?) crianças?
E para quem tem que dar aulas amanhã, a não ser que já estejas de férias outra vez, já devias estar na caminha a sonhar com os anjinhos. Eu preferia estar em Caminha com o Pero Vaz!

bea disse...

Ora Bom Dia e Boa semana para toda a gente:) Com Sol!!!

Anphy

entrou a semana na resmunguice...então...
quanto ao festival: acho que uma mulher com barba bem negra não é muito vulgar, mas interessa é a voz; até ouvi o que deixou - não sabia que tinha vencido uma mulher-homem - e gostei.
Se fosse às pessoas deixava isto como mais uma extravagância de marketing e pensava noutra coisa.
É o que vou fazer.

Todos já sabíamos e adivinhávamos acerca do poder dos bancos e mais ainda dos bancos alemães que tinham de ser salvos. É a guerra, Anphy. Hoje, não se faz só com armas (quem sabe, nunca se fez). Mas alimenta-se de sangue na mesma.

Andorinha

tem um bom dia. Não ligues à Anphy. Às vezes, tem passageiras e extravagantes embirrações sectorizadas. Quem sabe está piorzinha das suas maleitas...

Senhor Pedrinho disse...

O QUE SE DIZ QUANDO
NÃO SE TÊM NADA A DIZER

andorinha disse...

Anfy,

Tens razão, já devia estar na caminha mas ontem atrasei-me:)))

Isto ( :)))))) ) são sorrisos por isso quando os uso significa que não estou zangada/chateada.
Não tenho culpa de ser uma rapariga que gosta de sorrir e rir...e agora ia aqui mais um, mas já nem ponho...


Eu não ensinei toda a vida crianças. Há aí dois erros.
Só ensinei a partir dos quarenta. Antes disso fui saltimbanca da vida com biscates aqui e ali :)))))
E não são crianças, são adolescentes.



Especialmente para ti.

Billy Joel - Honesty

Outra no meu top-five. É linda, também sobretudo pela letra.

https://www.youtube.com/watch?v=9K1lUIWlINg




Bea,

"Embirrações sectorizadas" é engraçado!

Mas ela depois desembirra, nós já a conhecemos, não é?:)


Inté...

Senhor Pedrinho disse...

Estamos Confiantes De Não Passar Tal Medo

andorinha disse...

Sabes porque me atrasei com a caminha ontem, Anfy?
Estive a ver o filme "Professor LAZHAR" e perdi a noção do tempo.

Não sei se conheces o filme. Eu não conhecia, foi a minha irmã que me emprestou. Gostei. Gosto de ver filmes que tenham a ver com a minha profissão. E gostei deste, pelos temas que aborda e pelas interpretações.


"Café de bairro ou de subúrbios"?

Não te sabia tão elitista!:)
Prefiro um bom café de bairro a um café impessoal num centro comercial. E aqui não estou a falar de Facebook, estou mesmo a falar de cafés.

:)))

Senhor Pedrinho disse...

A Musica É O Grande Veículo De Comunicação Para Ouvir Os Outros Dizer O Que Gostaríamos De Ter Contado

Anfitrite disse...

Andorinha,

Quantos números são precisos percorrer para chegar até cinco?
Ou serão todos "ex aequo"?
Quanto à sinaléctica ainda prefiro os egípcios aos anglo-saxónicos que tanto mal lhes fizeram e continuam a fazer.

E eu que pensavam que a letra A era a mais utilizada no nosso alfabeto, mas afinal foi o meu E que desapareceu primeiro, depois o S e só a seguir é que foi o A, mas ainda se lhe vêem as pernas. Eu que que já decidi não decorar mais nada, porque em tempos idos aprendi alguma coisa com o teclado nacional HCESAR, porque passou a ser proibido comprar as máquinas da Facit, porque a Suécia apoiava os movimentos ditos terroristas do nosso glorioso Ultramar. Depois tive de aprender o AZERT, dito internacional. Agora apareceu a porcaria do QWERTY. Eu que sempre detestei dactilografia, porque o meu pensamento voa muito mais rápido que os dedos, por isso raramente mando um sms e quando o faço fico irritada. Assim como fico irritada quando vejo a dita linguagem. por isso é que eu embirro contigo. Detesto as facilidades dos ditos cínicos. Que falta me faz o VGMoura. O PP também luta pelas mesmas causas. Só os madraços que sois todos vós, que perdem milhares de dias em horas com os olhos atrás duma bola, além de gastarem os olhos, é que não. Por isso é que eu sou tão redundante e sucinta, como é óbvio. Agora é que eu percebi porque pensava que o A era muito mais utilizado. Afinal é apenas porque o A tenho milhares de entradas a mais do que qualquer outra letra nos nossos dicionários. É que somos mesmo preguiçosos. Começamos cheios de boa vontade e força, mas cansamo-nos depressa de tudo. De pensar, de agir, de compreender....estou cansada. Imaginem se eu gostasse de dactilografar.

Quanto à canção ainda não a ouvi. Mas pelo título dá-me a impressão que te estás a meter comigo. Mas olha que nesse aspecto não peço meças a ninguém.

Senhor Pedrinho disse...

"Quem Fuma Nossos Males Espanta"

https://www.youtube.com/watch?v=_IafnG-A5mU

andorinha disse...

Não, não me estou a meter contigo, Anfy.
A canção é linda, diz-me muito.
Gosto de Billy Joel.
E sim, tenho várias no top-cinco, estarão "ex-aequo".


Demorei um tempo a perceber do que estavas a falar com essa história das letras...

Vá ouve a música e vê o filme.
Hoje estou mandona!:)


Senhor Pedrinho:)

Muitas vezes a música é isso também, tens razão.

bea disse...

Senhor Pedrinho

peço desculpa mas fiz uma incursão até sua casa só para averiguar se isso era um pechiché. E parece mais uma cómoda fora de tempo. Ou será que é mesmo?! Já não me lembro bem como são, tenho ideia de um desnível.

Andorinha

tb gostei do filme, monsieur Lazhar (suponho que seja o mesmo).
Ainda que haja um com Adrien Brody, julgo que é "O substituto", que me agradou mais. O que, em devido tempo, creio, discuti aqui (não devo ter discutido, foi mais referir).

Anphy

...
Havia uma canção de acordar a sesta dos pequeninos que era, "gosto do A, gosto do B, gosto do M e do N também...". E os garotos acordavam contentes com a lengalenga.

É o mais parecido que encontrei com o seu arrazoado que, já sei, não era para mim e é por isso que não o entendo. Descukpe ser abelhuda. Já me vou.

Fiquem todos na maior. Quero dizer, BEM. E que a noite vos dê o que desejarem (seja mãos largas)

andorinha disse...

Bea,

Não te preocupes, também não entendi bem o arrazoado da Anfy.
(Vai assim porque estou proibida de rir...mas vai ser só hoje...)

O filme é esse, sim.
Também gostei muito do Substituto.


"Fazemos as perguntas dos estranhos sem nunca termos sido estranhos.Há dois diálogos a acontecer ao mesmo tempo. As palavras são as de quem não sabe o suficiente, o silêncio é o de quem sabe demasiado. A nossa intimidade fica a pairar, como se não soubesse para onde ir.

É então aqui que tudo começa? Não. Vais partir, gostava que ficasses, mas estou contente por ficar eu."


Alexandra Lucas Coelho, "e a noite roda"


Um excerto que espero sirva para vos aguçar o apetite.
Acabei de ler o romance. Digno, sem dúvida, do prémio da APE.

Fiquem bem...ou melhor ainda:)))))

Anfitrite disse...

Resumindo e clarificando.

Se não entenderam o que eu escrevi sobre as letras foi porque:

a) Não leram o meu comentário onde digo que muitas vezes erro nas palavras porque tenho as letras do teclado já gastas, além dos restos de refeições que lá estão;

b) falta-vos capacidade para isso;

c) desconhecimento histórico, não só da evolução dos teclados, como de certas medidas políticas;

d) Nunca estiveram para se preocuparem quais são as letras do nosso alfabeto que mais entradas, verbetes, digamos palavras, fonemas, caracteres mais vezes mencionadas num dicionário;

e) Não estão para pensar;

f) por último a hipótese menos viável, que seria eu não me ter expressado bem.

Fiquem bem.

bea disse...

eu encaixo em todas menos na a) e f)

E O N D O I C disse...

"Sobe Tanto Quanto Desce"

https://www.youtube.com/watch?v=GLYpcQ37yYE