terça-feira, maio 06, 2014

Boa noite, gente.

34 comentários:

andorinha disse...


A ver/ouvir...finalmente!:)))


Gosto de Katie Melua e gosto da canção.


"Feeling twenty-two, acting seventeen.." sabe tão bem...
Eu sei, eu sei, com conta, peso e medida para quem está nos sessentas:)))) lol


Fique bem:)

João Pedro Barbosa disse...

Respeito A Unidade

João Pedro Barbosa disse...

Não Se Esqueçam Que 7 De Abril Amanhã Faz 40 Anos

João Pedro Barbosa disse...

"Eu A Ser Eu Comprava Bilhete Para os 41"

https://www.youtube.com/watch?v=V5YG2MbUEf8

bea disse...

Bom Dia a todo o mundo:)

Katie Melua e sua voz extravagantemente bonita. E expressiva.

João Pedro

Rodrigo Leão é um músico formidável.

Tenham um dia BOM. Com SOL.

João Pedro Barbosa disse...

Isto Já Não É Fotografia
É Mera Publicidade

João Pedro Barbosa disse...

O que seria? Dos meus antecedentes fotográficos! Sem os meus. Antecedentes psiquiátricos...

João Pedro Barbosa disse...

(Bea? Onde! Faremos. A reciclagem...)

https://www.youtube.com/watch?v=_rIKclL9Fcg

andorinha disse...


Bom dia.


Vim só tomar o meu café matinal:)

João Pedro Barbosa disse...

Qualquer Dia Escrevo Um Livro

João Pedro Barbosa disse...

"Doenças.Neurotransmissivéis"

https://www.youtube.com/watch?v=c-ppARtcQfo

João Pedro Barbosa disse...

Boa noite, gente.

bea disse...

Não reciclo, João Pedro. Vou usando até ao fim. Mesmo se já não presta.

João Pedro Barbosa disse...

a-Um televisor perguntou ao outro
e-Quantos viste hoje
i-Gente
o-Uma multidão
u-Desliga a ficha

andorinha disse...

http://www.pop.com.br/popnews/poptrash/Na-China-jovens-fazem-amizade-com-repolhos-para-curar-a-solidao-1075861.html


Amizades com repolhos??????????
Em que mundo vivemos nós?
Que mundo estamos a criar?

Quando li, a minha primeira reacção foi rir, gozar com a situação.
Depois ( seguindo os conselhos da Anfy) :)))) reflecti e pensei o que levará as pessoas a assim tentarem contornar a solidão? O que lhes vai na mente?
Passear repolhos?????????????????

João Pedro Barbosa disse...

Como. Estava! Previsto?...

João Pedro Barbosa disse...

Andorinha... Hoje. Ainda! Não falei contigo?

João Pedro Barbosa disse...

Bea? Quantas! Voltas. Já demos...

João Pedro Barbosa disse...

"E poder-se-ia recuperar a nova identidade"

Gonçalo Ribeiro Teles: Acredito que esta sempre foi a identidade do País.

Arquitectura & Vida / Abril 2000

João Pedro Barbosa disse...

Bea? Usando! Os. Melhores...

João Pedro Barbosa disse...

Boa noite, gente.

andorinha disse...

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/uma-tarde-com-rosa-na-escadaria-dos-expostos-1634886O inferno de uma doente com cancro deixada na escadaria de uma igreja


Uma mulher debilitada, com cancro, teve alta do Hospital Joaquim Urbano, no Porto, mesmo sem ter uma casa para onde ir. Passou uma tarde nas escadas de uma igreja, onde não viu o céu, até a Segurança Social lhe arranjar um quarto. O inferno em que vive está agora escondido numa pensão.



HORRORIZADA! Absolutamente HORRORIZADA!

Nem um animal deve ser tratado assim...
Este país mete-me nojo, revolta-me, põe-me "doente"...

40 anos depois de Abril! Por amor de Deus!


:((((((

bea disse...

Pois, Andorinha, eu ainda não li o artigo, mas entendo a garota. Quem sabe os repolhos são o que lhe está mais próximo e conversa com eles. Houve uma altura em que eu gostava mesmo do meu despertador, sei la porquê, gostava. Ainda bem que só o disse aos mais chegados. Agora vai tudo para os jornais e é notícia.

bea disse...

São os familiares que os despejam nos hospitais e os hospitais que não os querem. Já não há famílias cuidadoras, falta alguma coisa nestas famílias modernas e neste estado social. Em qualquer lado falha o que antes não se punha em causa - era normal os velhos ficarem na casa dos filhos. E não se trabalhava menos que agora, a miséria era bem mais larga, mas cabiam. Hoje não cabem, não se pode tê-los, não há condições.

Uma sociedade que assim exclui os velhos não pode ser saudável. Não se suaviza o culto da juventude a engavetar a velhice em lares, sem que os mais novos lhe aprendam o ritmo, considerem e gostem dos velhos, os desejem por perto.

Uma pessoa com cancro, vinda de um internamento, a morar numa pensão. Não se faz. Mas conheci alguém numa situação parecida.

Mas acho que me vai acontecer isso se chegue a ser mesmo mesmo velha e sem préstimo.

bea disse...

Bem...fui ler a notícia e duvido muito desse psicólogo e dos jovens chineses; é repolho de passear e deitar fora. Haver a palavra amizade aí no meio é o que me escandaliza mais. O jornalista também não é confiável.

João Pedro Barbosa disse...

Bea? Não ignore! À partida. Uma imagem que desconhece...

andorinha disse...

Pois, Bea, eles andam a passear os repolhos com uma trela. Depois deitam fora...Raio de amizade!É daquelas de usar e deitar fora...Lol


Gostavas do teu despertador?
Espero que tenhas recuperado a tua saúde mental:) lol


Tens toda a razão no que dizes em relação aos nossos velhos e à forma como são tratados, não só pelos filhos ou outros familiares mas também pela sociedade em geral.
Mas esta mulher tem 46 anos!
O marido é arrumador de carros, perderam o rendimento social, perderam a casa onde viviam...
E não há ajudas. Da segurança social, da junta de freguesia, da comunidade, sei lá...

Houve pessoas que saíam da missa e passaram indiferentes ao que viam.
Como é possível? E dizem-se cristãos?

Mas não são só os velhos, Bea. "Basta" ser pobre e doente...está-se sozinho:(



"Mas acho que me vai acontecer isso se chegue a ser mesmo mesmo velha e sem préstimo."

Ai, não digas isso. Nunca podemos saber o que nos reserva o futuro. Mas"velha e sem préstimo"? Por alma de quem?
Se a cabecinha funcionar nunca seremos velhas sem préstimo.

:)

Impio Blasfemo disse...

Andorinha

Estou farto de ouvir conversas da treta do tipo ""Idealista é quem, notando que uma rosa cheira melhor que um repolho, conclui que é também mais nutritiva.". Há bastante tempo que sei distinguir entre repolhos e rosas como sei distinguir entre oessoas honestas e fdp e isto tem a ver com muito pouco idealismo mas sim realismo. A realidade é que o recurso dinheiro é escasso mas já agora que o usem bem!

E por aqui fico, porque o repolho azedou e a rosa murchou. A falta de água é lixada.

Abraço
IMPIO

andorinha disse...


Impio,

Não entendi...

Não sei se ainda é por estar inebriada com a vitória do Benfica:))))

andorinha disse...

Há pessoas aqui, a Anfy principalmente, que criticam a tertúlia existente no blogue hoje em dia.
Não se debate, não se discutem ideias, toda a gente "de valor" debandou, ficaram aqueles que se contentam com pouco. Um "olá", um sorriso, um "bom dia"...

Há aqui temas sobre os quais podíamos conversar e ninguém liga. Minto, só liga a Bea.

Os cortes na educação e as consequências que trazem consigo, a solidão tremenda em que muita gente vive, a forma como são tratados os idosos nesta sociedade, programas de O Amor é...que dão pano para mangas.

O blogue, para além do Júlio, somos nós que o fazemos, portanto, a responsabilidade é também nossa. E a vontade...ou há ou não há.

E quem amua, sinceramente...já não há pachorra para criancices.






E Viva o BENFICA!
Estamos imparáveis. PARABÉNS, rapazes!



:)))

Anfitrite disse...

Não li tudo. Vinha deixar os parabéns ao benfiquistas, já que dizem que a porcaria do futebol é uma fé laica, portanto também não tem explicação. Isto dar-me-ía pano para mangas. Mas...
Digo só à Bea que ela deve ter sofrido muito pouco na vida. ou é tão racional, que discute Schopenhauer, a dançar o baião ( oh! esqueci-me que ela também não sabe dançar, para criticar a situação de uma pessoa sozinha no mundo e sem nada para onde levar um familiar doente. Eu não só sou capaz de falar sem me estender. É que já vi e vivi muita coisa.
Resolvi escrever porque li um bocadinho do comentário da andorinha e sinto-me feliz por ela ter pensado e se lembrado de mim, antes de se rir das situações.

Professor, se um dia quiser mostrar que sabe muito,
diga ao Vasco Graça Moura "Descansa em Paz". ou estão seja erudito e diga:Requiescat in pace, porque daqui ele era um exímio tradutor. Eu sei que é defeito de família esse gosto pelo inglês, mas isso não permite que ultrajemos a nossa. E nem que esqueça a nossa música. Muito menos no seu caso.


E para quem acredita na solidariedade vejam este pequeno vídeo:

https://drive.google.com/file/d/0Bz4ULFQ0GicubTIxWTk3S091dW8/edit?usp=sharing

Impio Blasfemo disse...

Andorinha
Vamos por partes!

BENFICA

Pois parabéns embora sofridos, pois o Rio Ave, enquanto teve pernas e pulmão deu-vos uns bons calafrios.

REPOLHOS e AMIZADES com repolhos dos jovens chineses para combater a solidão.

Uma tolice, como outra qualquer e daí ter derivado para a frase “idealista é quem pensa que uma rosa por cheirar melhor que um repolho também pode ser nutritiva” . Isto não é idealismo, é falta de conhecimento das coisas.
Andar com um repolho atrelado por uma corda à espera que se transforme em amigo e cure a solidão é ter perdido completamente o norte às coisas.
Mas a frase pode ser lida de outra forma, dou um exemplo “idealista é que pensa que pelo facto dos indicadores económicos estarem melhores os portugueses estão melhor”. Só que quem nos quer convencer disto não pensa isto, pois não é burro, é um charlatão que nos quer vender uma ideia tipo banha da cobra aquilo que denominei de fdp. Os pequenos , grandes e médios fdp. O alberto Pimenta tratou bem este tema.
Ver: http://thoughloversbelostloveshallnot.blogspot.com/2013/08/discurso-do-filho-da-puta-de-alberto.html

DISCUTIR COISAS IMPORTANTES NO BLOG

Pois isso é importante, aliás, se me permites, sugeria que seria preferível discutir essas coisas aqui do que andar a dormir mal porque esbarramos diariamente com elas. E também estou de estou de acordo que o blog somos nós que o fazemos e que as músicas que nos são colocadas de post em post são apenas uma espécie de virar de página de um livro; mas os temas não têm necessariamente de se encerrarem lá porque a página se virou.

POR ULTIMO

A situação de alguém despejado de casa e doente não pode acontecer. A realidade é que acontece. Estamos COELHO-TROIKA-LIXADOS

Abraço
IMPIO

PS – Ando em avaliações finais de semestre e isso tem-me feito estar mais ausente.

bea disse...

Bom Dia:)

Então há pessoas amuadas? aquiiii?!... Ora bolas. Vem uma pessoa toda cheia de micróbios lá de cascos de rolha, com o corpo moidíssimo e uns papos que dão para ir à praça e ao super de uma vez só e cabe lá tudo, e chega aqui a pensar vou respirar um bocadinho e lê que há amuados. Não calha, mas também têm direito, é um facto.

Andorinha, tu não sabes se é amuo. Estive a reler os comments e não me parece que haja alguém nesse estado, o João Pedro até trouxe um raminho de urze bem bonitinho. E é de duas qualidades e tudo. atado com um pano branco que me parece um guardanapo de papel, mas pode que não, e isso nem interessa nada.
Quanto à atitude das pessoas que vinham da missa...não será diferente da de outras pessoas. Talvez nem soubessem quem era a mulher (ela pode não ter dito); imagina agora que desfiou as suas desditas: toda a gente, se quer um pouco da piedade alheia, vai inventando umas histórias comoventes, os transeuntes passam por elas diariamente mais que uma vez ao dia, habituados a mágoas que até supõem fictícias (dá mais jeito, sente-se menos peso de consciência). Conclusão: estas situações não podem depender da caridade alheia. Não basta haver assistência social, tem que ser eficiente.

Pois, nem é um caso de velhice. O exemplo que conheci também não era, a pessoa era mesmo mais nova, estava numa casa dessa tal assistência social e ia lá morrendo – o internamento nos hospitais, mesmo nos oncológicos, não é para todos. No caso dos pobres cabe-lhe por sorte que é quase sempre pouca sorte se não têm um pedido qualquer.
Tens razão, ser velho e pobre pode ser um deserto.

Há gente que comenta muito mas muito melhor e mais adequadamente que eu, Andorinha. Mas resisto mal a um repto, é verdade.

Ímpio
tu és um comentador a direito. Aceito que por vezes te falte a pachorra.

É isso aí, Anphy. Eu sofri pouco de nada por comparação a tanta gente. Não vou comentar a de Schopenhauer e da racionalidade porque não me apetece e me faz mal à tosse. Passo.

Ainda não olhei o vídeo, acredito em alguma solidariedade, sim. Mas há muita desumanidade à solta. No fim que eu imagino, a solidariedade vence sempre. E não me interessa se nem sempre a realidade é assim. A imaginar sou eu que escolho. Ponto.

andorinha disse...

Impio,

Agora entendi melhor:)

Quanto aos repolhos estamos conversados e quanto aos fdp também. Em sintonia.

Quanto ao blogue também concordo.

"...as músicas que nos são colocadas de post em post são apenas uma espécie de virar de página de um livro; mas os temas não têm necessariamente de se encerrarem lá porque a página se virou."

Exacto. É isso, nós é que gerimos o espaço. O Júlio não se importa, aliás ele é que nos incentiva a isso:)))
Estou a brincar, mas é óbvio que é como dizes. Podemos sempre continuar uma conversa já iniciada. Sempre assim foi...

E sempre que tenhas uma pausa nas avaliações vem aqui blasfemar.
Fazes falta aqui, já te disse mil vezes, compincha:)

Abraço



Bea,


Eu não me referi a ninguém que aqui esteja. Se está, não amuou...:)))))))))

"Há gente que comenta muito mas muito melhor e mais adequadamente que eu..."

Não sei, não me referia a isso. Não ando aqui a avaliar a qualidade dos comentários. Apenas realcei que me diz muito a tua forma de escrita. É muito tua e a mim agrada-me imenso, ponto:)


Anfy,

Que video é esse?
Eu nem percebi porque empurraram e esbofetearam aquele homem perante a passividade de quem via...


Inté...