segunda-feira, maio 26, 2014

Boa noite, gente.

20 comentários:

António Barreto disse...

Chiça que isto é música da boa!

Anfitrite disse...

Como eu estou farta de música, porque sou surda, talvez esta vos faça pensar, já que gostam de deitar os problemas para trás das costas:

http://www.youtube.com/watch?v=FN7r0Rr1Qyc#t=20

E como pensam que a culpa é do zé povinho, ponho aqui este episódio que se passou comigo ontem:

"Acreditem ou não, eu vivo numa zona que dizem civilizada e esclarecida. pelo menos não falta (des)informação por aqui. Depois de ir votar resolvi ir pôr-me mais bonita, para que a insatisfação não fosse tão grande. Fui a um cabeleireiro, num Centro Comercial, porque estava aberto. Quando lá cheguei perguntei à cabeleireireira se já tinha ido votar. Espantada perguntou-me? Mas hoje há eleições? Para quê? Eu não queria acreditar. Nem sequer tinha ouvido falar nisso. E eu insistía: "Não posso acreditar. Se fosse jornalista fazia já aqui uma notícia". Era uma rapariga, já mãe de família, não sei se já teria 30 anos, mas não tem tempo para ver notícias. Em casa só tem o canal Panda ligado por causa do filho. Perguntei-lhe o nome: «Sandra, disse ela! »"

Se querem ver uma análise decente às eleições leiam isto, que eu escrevi noutro lado ao recomendar este blogue:

"Quando chegará a altura do PCPortuguês servir os portugueses, em vez se só tirar partido do descontentamento popular, como têm feito outros partidos comunistas da Europa? Até nisso tivemoos azar. Não basta a direita inapta e interesseira que temos, logo arranjamos uma esquerda especial, que se juntou à direita para destruir ainda mais o País. O BE (esquerda caviar) não teve muita sorte, quando se aliaou à direita, para derrubar Sócrates, porque os votos dos seus descontentes eram mais lúcidos. Era bonito os intelectuais serem ddo BE. Agora os outros têm de continuar a ser PC's, porque nunca foram outra coisa."

http://delitodeopiniao.blogs.sapo.pt/noite-eleitoral-2-6335498

bea disse...

Bom Dia:)


Ah,ah,ah...Anphy custa chegar cá mas quando, arrasa. E não é do penteado. Muito lúcida essa sua analise acerca do PCP.
té mais

Nada Mesmo disse...

Como? Eu! Estava. A pensar...

Nada Mesmo disse...

Como? Eu! Estava. A pensar...

andorinha disse...


Confesso a minha enorme perplexidade.
António Costa avança para a liderança do PS?
Mas se AJS teve uma vitória estrondosa, isto não faz nenhum sentido.

loooooooool



Anfy,

Essa cabeleireira é a prova provada da ignorância e incultura política que vai por este país fora.
E por isso pagamos todos:(
Nem sequer saber que há eleições? Vive onde? Ou para quê?
Chiça!

Anfitrite disse...


Ainda por cima num centro comercial, onde está sempre a entrar e sair gente. Eu nem queria acreditar. Como é possível, que além de tudo haja mais lojas, supermercado, etc. Tanta madame e home que entra não falaram nisso? Quando eu cheguei vieram pôr-me à frente a última Caras e mais uma revistas. De noite estive a pensar
que talvez eu conseguisse levar para lá uns livros, ou sei lá o quê.

Não somos nós que somos vítimas andorinha. Nós somos umas privilegiadas. Ela trabalha de manhã à noite, não tem o emprego (e o que tem é precário) ao pé de casa, e quando chega,às tantas, tem de tratar do filho e da comidinha e mais nada.

Nós somos um país que sempre viveu à custa dos que trabalhavam a sério, porque nunca tivemos governantes à altura. No tempo da guerra equilibrámos as finanças com o volfrâmio, depois foram as remessas dos emigrantes, que trabalhavam forte e feio, que nos foram mantendo. E houve um gajo que nos quis manter sempre na ignorância e com os copos para que não pensássemos. Agora como está tudo, ou quase, mal, em certa medida por causa da globalização, queixamos dos outros porque não nos ajudam. Tivemos um período que esbanjámos tudo o que havia e destruímos tudo. As infraestruturas foi para muitos enriquecerem. Depois com o dinheiro que começou a chegar aos montes demos a quem precisava e a quem não merecia. Tinha tanta coisa para dizer que nunca mais acabava.
E andorinha não brinques com coisas sérias porque nós estamos muito mal. O espantalho do Seguro, não serve para nada. Até me lembrei das bonecas insufláveis do Bartolo, mas o Costa está muito ligado ao passado do partido. Talvez um Carlos César, mas será cá pouco conhecido e se calhar quer ser mais um PR açoriano.

bea disse...

Pois.

Anfitrite disse...

Tinha tanto para dizer. Como por exemplo depois da apurados os números definitivos de 2012, chegaram a conclusão que que os 9 mil milhões de IRS,( mais do que suficientes para equilibrar o défice de cada ano das nossas contas), foram pagos apenas por menos de 44% dos portugueses. Os outros 56% não tiveram rendimentos, que desse para pagar imposto.

Vou pôr-vos aqui uns endereços Para lerem e pensarem com calma e para guardarem para ficarem com uma ideia daquilo que somos. Peço-vos, por favor, para não ignorarem.


Gente,

Sei que não vão gostar deste vídeo. Mas, por favor, guardem-no para depois ouvir com calma, e ficarem a saber o que vai acontecer a este país, se entretanto não acontecer uma catástrofe pior. Esqueçam algumas bocas de Medina Carreira e oiçam com atenção, o professor Ferreira do Amaral, porque qualquer leigo em econonomia perceberá, para se prevenirem e saberem o que nos vai acontecer. Servirá também para confrontarem com com a realidade que irá acontecer ao longo de anos. Eu já não estarei em condições para vos dizer nada.


http://www.tvi24.iol.pt/programa/4407 -(guardem este vídeo do dia 19.05.2014) sobre endividamento e Soberania e mais este de ontem que tem uma verdadeira lição da nossa História. Não sejam facciosos e vejam quando puderem e guardem para mais tarde compararem quando chegarmos ao caos.

http://www.tvi.iol.pt/programa/olhos-nos-olhos/4407/videos/197456/video/14145071/1

Também há um importante sobre o futuro (todos eles analisam o Portugal pós-tróica). Este também completa o leque, mas é só na segunda parte, para quem tiver paciência.


http://www.tvi24.iol.pt/programa/4322 a partir do minuto 30. Mas se quiserem ouvir um professor inteligente, irónico e subtil podem crer que vale a pena.

E mantenham o bom humor mas não brinquem com coisas sérias, nem fujam com o rabo à seringa.

E já agora vejam o que pensam uma mãe que tem um filho no Governo e não se coíbe de dar opinião.

http://hsacaduracabral.blogspot.pt/2014/05/a-idade-dos-politicos.html

Fiquem bem.



Caidê disse...

Listas candidatas 16! Belo, belíssimo ramalhete.

Nos últimos 40 anos naufragámos entre a alternância. Não, também não quero chegar a tanto. Não são iguaizinhos. Iguaizinhas eram as bonecas da Índia e isso era um conto infantil, não um filme tétrico, de terror como o que se tem vivido depois de 48 anos de Ditadura à antiga!

A Aliança - nome que até dá vontade de rir, quando os cônjuges foram tão badalados por quase terem tido um divórcio irrevogável - é o neoliberalismo, é a direita em forma de gente, são os duques destes tempos à procura de uma institucional boa maneira de viver, tão boa que a riqueza nacional está cada vez mais na
mão de cada vez menos, à custa, é claro, de uma multidão de ninguéns não tarda mais analfabetos, por ora mais desgraçados na barriguinha, no conforto e na doença. Mas isso não interessa nada - é preciso é ajustamento. Arre, que as calças cada vez estão menos justas e o cinto já vai dando duas voltas e meia!

O Socialismo - que pena estar tão infiltrado dos outros, dos tais, dos que parecem que são mas não são.

Haja mão na esquerda!

Colham-se lições, mas não.

Eleições são eleições e estes novatos democratas querem lá chegar tanto melhor quanto mais por votos exclusivos. É tipo um Benfica - Porto, vai-se às sortes e tem de haver um vencedor.

A esquerda não existe - isso é um modelo abstrato. Há esquerdas e todas elas conspurcadas de terem a exclusividade da % eleitoral mais à frente.

Tipo LIVRE versus BE versus CDU versus MPT e versus ala esquerda do PS.

Mas tanto verso é tão pouca poesia para a vida das gentes.

Continue a deixar-se engordar a direita, a Alemanha imperialista, os milio-euro-ionários. Continue-se!

Mas sempre lembrando ao que chega a economia da vida quotidiana dos que já não têm pão (quanto mais bife), dos que já não têm abrigo, quanto mais casa, dos que empalidecem a cada nova eleição ganha pelos mesmos do costume. Com alternância ou sem ela, têm sido vidas em degradação para as quais nada muda.

Eleições e reformas tresandam.

Haja revolução nas vidas infra-humanas.

Sem isso urnas nada resolvem, no sentido em que estruturalmente tudo permanece em essência.

A tal essência que dói - eu sei que mais a uns que a outros.



andorinha disse...


Direcção do PS diz que Costa terá de reunir apoios para haver congresso


http://www.jn.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=3937613



"Não se entende esta atitude de divisão do PS quando devíamos estar unidos em torno de uma vitória.""

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

Se isto não é para rir, Anfy...:)

andorinha disse...


Anfy,

Eu vi grande parte desse programa ontem. Calhou...
Mas não vou guardar nada para memória futura.





Pensões em risco devido à austeridade e não ao envelhecimento



http://www.jn.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=3937025


Mais uns a contradizerem o governo. Que chatice!


Fiquem bem.

Nada Mesmo disse...

António? Que sorte tem o nosso anfitrião! De ter cinco minutos por dia e uma hora ao fim de semana. Com a abençoada...

Nada Mesmo disse...

"Irmãos Macedo Deixem-no Trabalhar"

(Miguel Macedo diz "assumir responsabilidade pela autorização ...)

Anfitrite disse...

Andorinha
é pena que tenhas visto parte do programa de ontem e ainda tenhas vontade de gargalhar. É sinal que és menos esclarecida politicamente do que a cabeleireira de que falei. Tu tens obrigação disso. A ela ninguém lhe deu essa oportunidade (a nossa conversa não se ficou só pelo que contei). Tu não percebes nada de Política. A Ciência Política é muito complexa. Não se trata de discutir pessoas, nem de ver num adversário político um inimigo pessoal. Quem quer ganhar um lugar tem de mostrar que tem forças para se debater por ele. E os interesses instalados e em jogo são muito grandes. É por isso que há séculos que a velha Europa não se entende. Tem de haver sempre um motivo para que se matem uns aos outros. E quando não chega o ódio e rivalidades entre os europeus vêm os EUA acirrar os ânimos para vender umas armazitas que já estavam obsoletas. Aconteceu no Kosovo. Agora com as cheias na ex-Jugoslávia, como se não bastasse a destruição, as minas que estavam sinalizadas e enterradas, foram arrastadas pelas enxurradas e andam a passear. É divertido, não é? Como foi divertida a tua satisfação com a primavera árabe, mas agora nem queres saber do que lá se passa. Como és capaz de chamar nomes ao presidente da Síria, mas não sabes quem lá anda a matar também e porque razões. De certeza não é porque querem eleições livres. Como vibraste com a revolta na Ucrânia, mas não sabes que foi manobrada pela UE e pelos EUA, para porem lá como presidente o Rei do Chocolate, o homem mais rico da Ucrânia, Só porque lhes interessa a sua posição estratégica. Têm sido sempre os bombos da festa, os pobres dos Ucranianos e não só.
Ouviste a parte em que se falou de Federalismo Europeu? Se chegássemos a isso até deixaríamos de ser um PIG, porque deixávamos de ser País e seríamos uma pobre região periférica, falida e até o nosso mar poderia ser explorado, à vontade, pelos outros mais do que já fazem agora.



Caidê,

Mesmo triste gostei de vê-la por aqui. Gosto de gente que pensa. É sempre engraçado formar um partido, receber uma massas, se for caso disso e depois desaparecer.
"Dividir para reinar é um velho lema". Já agora também é interessante ler o discurso de vitória, em 2009, de FLouça, que teve 558 062 votos, 9.82% e 16 deputados.

http://legislativas2009.sapo.pt/info/artigo/1020209.html

Em 2011, depois de ter contribuído para a queda do governo teve:

288 973 votos, 5.17% e 8 deputados, só menos 50%.

É pena, mas neste mundo não cabem os bem intencionados.

E a culpa não é propriamente do zé porque agora ainda houve 245210 alminhas que se deram ao trabalho de ir votar, branco, ou nulo, mais votos do que teve o MArinho, e que se fosse para a AR, dava para eleger uma batelada de deputados, mais de meia dúzia, dependendo da dispersão dos votos.

Fiquem bem




andorinha disse...

Anfy,

Quando estás assim:), não dá para conversar contigo.
Eu não gargalhei por causa do programa, não sou idiota:)
Achei o programa interessante, concordei com umas coisas, com outras nem tanto, porque gosto de pensar pela minha cabeça.
Ouvi bem a parte em que se falou de federalismo europeu, sim.
Nunca me ouviste defender isso. Se já sou céptica em relação a esta Europa...

Lê com atenção e não faças juízos precipitados.
Não sou tão burra como tu possas pensar:)))))))))))))))))

Vou...

Nada Mesmo disse...

Caidê? Estas senhoras! Merecem. Um beijinho...

bea disse...

Deixe de bater na andorinha, Anphy. Bolas, chega de porrada. Qualquer dia a gente lê o que lhe escreve e até pensa que se enganou. É que por aqui não há ninguém tão alheio a tudo.

Desta vez até gostei do Medina, mas deve ter sido por termos tido os dois umas transmissões de pensamento.

Por acaso guardei o link, não porque recomendou.

Anfitrite disse...

Bea,
Eu não mando em ninguém, nem dou ordens a ninguém. Custa-me até dizer certas coisas, mas faz-me impressão que as pessoas, apesar de serem boas pessoas, sejam cabeças de vento e não queiram pensar na situação triste em que nos encontramos.

Quer crer que já me chamaram de redundante, ou quase isso, por dizer o óbvio e que as pessoas não querem ver. Eu sei que há gente que sabe o que se passa, e eu generalizo quando falo porque senão nunca mais acabava.
Só os tolos se riem da desgraça. E eu, apesar de ter espírito de humor, sou também masoquista e dá-me raiva no que este blogue se tornou por causa da superficialidade. Estou aqui Há muitos anos. Conheço muita gente de nível que passou por aqui e tudo que era mulher de nível foi escorraçada. Mas eu não é pelo nível, mas sou como o Seguro, gosto de impor a minha presença. Não gosto que as coisas que eu gostei morram. Já me resta pouco.

Tome lá uma bonita:

http://www.youtube.com/watch?v=SWlQtbq-vkM&list=PLFBF68DDAD78A2B50&index=2




andorinha disse...

Bea,

Agradeço a solidariedade, amiga.
Mas olha que se a Anfy se aborrece começas a apanhar por tabela e eu não quero isso:))))


Anfy,

Eu sei que estamos numa situação complicada mas não vou passar a vida a chorar por isso.
Se o meu choro resolvesse alguma coisa...
Espero nunca perder a capacidade de me rir, até de mim.


"Conheço muita gente de nível que passou por aqui e tudo que era mulher de nível foi escorraçada."

Looooool E tu a dares-lhe...:)
Olha que a Bea ainda pensa que é verdade, que eu andei para aí de chicote na mão a escorraçar as pessoas:)))))

Nem sequer eu sabia que tinha assim tanto poder!!!:)


"...dá-me raiva no que este blogue se tornou por causa da superficialidade."

Nada disso, o blogue não está superficial. A "profundidade" não vem só da discussão política ao contrário do que possas pensar.
Vem da discussão dos mais variados temas e é o que se continua a fazer aqui.
Dá contributos para o debate quem quer.
Falamos de filmes, de música, de problemas sociais, filosóficos, isso é o quê?

Nem eu sei porque é que ainda te respondo sempre aos mesmos argumentos...:)))))

Biépi, mulher...e sorri à vida. Só tens esta.


:)