segunda-feira, julho 11, 2005

Durmam bem.

Xerazade


Levo já quase mil noites com fábulas
e a cabeça dói-me e tenho seca
a língua e esgotados os recursos,
a imaginação. E nem sequer
sei se me salvarei com as mentiras.

Amalia Bautista.

65 comentários:

circe disse...

You too, MM

E uma boa semana;)

Esperamos o Dr.Jaime Milheiro em Setembro,mas aproveito para lhe desejar a si, à Dra. Gabriela e Leonor umas óptimas e merecidas férias.

A poesia é um óptimo calmante, tásse bem;)

PortoCroft disse...

Caro Prof. m8,

Bom regresso.

O 'post' comento amanhã qu'isto hoje, após um bacalhau à Lagareiro, na tasca aqui duns 'tugas' em Londres, já não dá para mais.;)

andorinha disse...

Durma bem, também.:)

Débora disse...

Prof.

O recurso à poesia é sempre uma boa alternativa.
No entanto, penso que não deve sentir-se na obrigação de "bloggar" constantemente - conceda-se uma folga ...
Faço minhas as palavras da Circe - boas férias para si e Prof. Gabriela e também espero voltar a ver o Dr. Jaime Milheiro - foi um bálsamo para mim, não desfazendo, claro.
O "Carpe Diem" contempla as 24 horas, certo? Portanto, aproveite sobretudo a noite para descansar e retemperar energias.
Amanhã é outro dia.
Saudações.
Débora

electriCortex disse...

Como recém-chegado, deixe-me agradecer-lhe não só a si como também à Dr. Gabriela e à NTV por fazerem do domingo à noite, uma noite de estímulo e reflexão; pessoal e social.
É pena que na televisão não se dê primazia ao estímulo intelectual, à reflexão e ao desenvolvimento cultural que programas como o vosso proporcionam.
Por isso, a todos vós vos desejo umas boas e merecidas férias, mas voltem depressa!!!!

Na minha opinião, todos nós temos um pouco de Xerazade dentro de nós, eu sei que a generalização é um "sacrilégio", mas, quantos de nós nunca tentámos impressionar poisitivamente um outro com a nossa melhor prosa?!
Quando conheci a minha companheira, e embora sejamos casados uso o termo "companheira" pois não gosto nem do termo "esposa" nem do termo "mulher", acho que fomos a Xerazade um do outro. Não contámos fábulas nem mentiras mas, independentemente do tema ou conteúdo das conversas, fizemo-lo pelo prazer da companhia, com sinceridade e intencionalidade.
Se pensarmos que o amor começa com uma conversa, então, talvez os orgãos sexuais mais significativos duma relação se localizem mais a norte; a boca e o ouvido!!

Peço desculpa pelo post alongado mas, acho que não resisti à Xerazade que há em mim!!!!

bitter_sweet disse...

Boas férias amigo Julinho (cheguei ao blog recentemente, mas o Pprofessor acompanha-me desde o "sexo dos anjos" na rádio, por isso é já um amigo de longa data).

A poesia está sempre connosco; ter coragem de se revelar e partilhá-la é que já é bem outra coisa.

Até breve

BlahBlahBlah disse...

Cientificamente, onde é que se enquadra a compulsão de postar as palavras "durmam bem"?!

Se fosse um paciente num processo de avaliação psiquiátrico, digo eu...

Anónimo disse...

Cicciolina Portuguesa

Geraldina (Sessão de Esclarecimento) na Praça de Toiros de Cascais. Se és Jovem e nunca viste umas maminhas, vem conhecer a Candidata do PPM.

Mais Informações em www.riapa.pt.to

noiseformind disse...

Já dizia o Profeta: E mamarás na teta da mulher como castigo por teres comigo o fruto da árvore da Vida. Como é sabido a Arvore da Vida era uma prostituta que havia no paraíso e era estritamente proibido por Deus ela fazer casais. Adão e Eva comeram o seu fruto (ou seja, ambos lhe fizeram um minete) e a cobra, como era venenosa e não podia ter nada com a parte da frente, só podia brincar enfiando a cauda, foi fazer queixa e foi assim que tudo deu para o torto. A expulsão do paraíso revela que os bordeis no início estavam regulamentados e as regras eram para seguir a sério ; ))))))))

e agora... trabalho... muito trabalho... até logo ppl

RAM disse...

Rolling Stones?
A banda sonora está cada vez melhor.
Proponho a edição d' "O CD do Murcon" :))))))))

RAM disse...

Pergunto:
Quantas mulheres (e homens) não são Xerazades no contexto das suas relações?
Mulher (e homens) que se vão inventando, re-criandom, dia-a-dia, até desempenharem papéis de personagens com os quais não se identificam e que, muitas das vezes, e em última análise, são a negação do próprio Eu, quando a consciência deste ainda está presente.

Então, subitamente, ganham a consciência de que a negação de si próprios - a MAIOR DAS MENTIRAS - conduziu a beco sem saída, onde não há lugar para mais mentiras, mas apenas para a intimidade de um gesto condescendente com a sua natureza intrínseca.

Sejemos honestos com os outros, mas primeiro connosco!!!!

Fiquem bem...

PortoCroft disse...

Caro Prof. m8,

Após uma noite, dormida à pressa mas bem; após ler e me rir com os 'bitaites' do noisy no 'post' anterior, aqui estou de novo.

Ontem, pensei em levar os meus filhos a colocar umas flores em 'Kings Cross'. Temi pela sua segurança. Foi só quando conduzia em direcção à cidade, com eles no carro, que ao mergulhar no Blackwell Tunnel dei comigo a pensar: - Tu és mesmo tótó pá. Não foste a Kings Cross e, afinal, estás a passar num dos mais vulneráveis locais de Londres. Isto, sendo verdade, é a maior mentira. Nunca o Blackwell Tunnel seria de interesse para a Al Quaeda. Matariam muito poucos embora, os estragos materiais, pudessem ser consideráveis.

Sobre a Mentira. E a omissão, que é a mentira não pronunciada. É da natureza humana. Ninguém poderá dizer que nunca mentiu. Os médicos dão-nos mentiras piedosas. Os advogados mentem com quantos dentes têm (ainda que postiços). Todos nós mentimos ao fisco. Pelo menos os que podem fazê-lo. Mentimos até para sobreviver.

É da natureza humana e, excepto o mentiroso compulsivo, não me parece que, a mentira avulso, figure no catálogo da sua especialidade. Aliás, sendo a mentira coisa de tal forma disseminada e aceite socialmente, só é de lamentar a mentira maligna, que é aquela que visa denegrir ou prejudicar outrém. De resto, continuo a dizer como os meus avós: "Apanha-se mais depressa um mentiroso que um coxo".

PortoCroft disse...

ram,

E Cold Play.;)

Mas, o melhor ainda está para vir. Aguardem.;)

RAM disse...

PortoCroft,

Sorry... here was my head! Still recovering from a lousy weekend!
Cold Play fabuloso ;)
Só gostava de poder fazer o mesmo :(

PortoCroft disse...

ram,

Mas, Vc. está certo. Os Stones estão logo a seguir.;)

Já eu nem posso dizer o mesmo. E o Bacalhau à Lagareiro, ontem ao jantar, foi a cereja no topo do bolo.;)

RAM disse...

I meant to say where, not here...
Desculpe(m)...

RAM disse...

No meu caso foi Polvo à Lagareiro com o nosso Douro como pano de fundo.
Lindo... :))))))

lunema disse...

Olá Professor
Bom dia a todos,

Todos nós, em algum momento da nossa vida, para agradar e alguém, mostramos ser o que não somos, mas que gostaríamos de ser.

Hoje sou alguém particularmente nostalgica, pois faz 20 anos que minha mãe partiu. Para ela, aqui vai:

Mãe
Estou aqui
Sentada ao teu colo
Afagada por esta luz singular
Bênção de um campo-santo a florear

E longe do mundo dos vivos
Embalada nesta calma invulgar
Recordo o teu rosto, o teu cheiro
Um corpo vivo que desejo abraçar

Mãe
Vou daqui
Enlaçada nesta ternura
Levo a saudade do teu olhar
Para que em meu corpo possas vaguear

lunema

PortoCroft disse...

ram,

Entendi(emos). Outro dia, ao copiar uma data, em português, num 'site' Inglês, também me esqueci de traduzir o mês. Ficou assim. Eles que aprendam.;)

Cuca disse...

Provavelmente não se salvará com mentiras...ou, quem se salvará já não será quem questionou.

ps: Noiseformind, ainda os mesmos problemas com a mãezinha??

Julio Machado Vaz disse...

É pá, não sabia que dizer "durmam bem" era compulsivo em mim:). Eu estava a cair de sono e a rezar por oito horas seguidas dele (que não tive...). Nesse caso foi um fenómeno de projecção para vocês do meu próprio desejo! Sorry pela intrusão, maralhal, os que sofrem de insónias me perdoarão:).

PortoCroft disse...

A rezar, prof.? ts ts ;)))))

yulunga disse...

Dr. Murcon e acha que éramos capazes de o "matar" logo na primeira noite?

RAM disse...

PortoCroft,

Não me diga que vai começar? ts, ts, ts
Deixe o Professor em Paz com as suas ruminações...

lobices disse...

...hoje apareço tarde para desejar o meu habitual BOM DIA
...hoje apareço tarde para comentar os vosso tempos de antena já que o meu, a existir, mais não será que um reflexo do vosso; pelo simples facto que reajo às vossas reacções, ou seja, palavra com palavra se paga
...mas
...sinceramente, não sei o que estou aqui a dizer
...vim apenas deixar a minha habitual saudação matinal, mas hoje ela mais não é do que uma tardia (mas sempre a tempo) réplica daquela que aqui tenho deixado todos os dias
...já está na hora da minha sesta (o que será de mim se me tirarem este sublime prazer?...) mas ainda estou a tempo de desejar à tutti um resto de BOM DIA...
...abreijos

PortoCroft disse...

ram,

Eu sei que o Prof. o escreveu de forma compulsiva mas... ;)))))

gonçalo disse...

Talvez se possa distinguir a fábula da mentira. Aqui ambas são usadas para sobreviver, a fábula "alimenta-se" da imaginação, a mentira não precisa de tanta criatividade, basta a mera vontade de enganar e, neste caso, a necessidade de sobrevivência. Não será a mentira também piedosa quando serve para conservar a vida do próprio?

gonçalo disse...

Como diz o Electricortex (1.21am) a sedução nem sempre está centrada no erótico, o interessante deste "post" é que estamos perante uma sedução baseada na astúcia e na imaginação.

yulunga disse...

A Sherazade puxou pela imaginação. O produto da nossa imaginação é uma mentira?

Tão só, um pai disse...

Júlio, sobre o sono, estás perdoado. Olha, acho que teve um bom efeito em mim.
E quanto às mentiras, voltas a estar perdoado, desde que venham muitas mais.

Tão só, um pai disse...

Yulunga,
Só agora reparei na tua foto das Arábias. A motoquatro ficou muito bem ...

Tão só, um pai disse...

Noise 10:07 AM

Se o castigo pelo pecado original fosse, de facto, o descrito, estaríamos todos (os "Adões") a clamar por ele.

noiseformind disse...

TSUP, é certo e sabido qu o caminho para a evangelização do gajedo se faz pela via do orgasmo. Nunca em nenhuma Igreja ouvi uma mulher girtar tão clamorosa e desafogamente por "Meu Deus, Meu Deus" e "Ai Jesus, Ai Jesus" ou então o mais desapegado ainda "jesuuuuuuuuuuuuuuus"
Sem dúvida que estas orações não podem ser ignoradas pelo Todo-Poderoso (vulgo Sean Michaels ;) )

De regresso ao trabalho... de regresso ao trabalho... ; )

marrrriiiiaaaaa disse...

E é certo e sabido qus homens ao gritarem "ai ai aiiii marrrririiiiiiaa" se desapegam de tudo o que lhes vai a mais na alma, vulgo 'coiso'

BlahBlahBlah disse...

Hm. E que impulso, instinto, ou reflexo condicionado o fez descer ao meio do maralhal e comentar a minha irónica provocação?!

Há comportamentos compulsivos que não sabemos que temos até alguem nos confrontar com eles :)

Obrigada pelo comentário.

Cuca disse...

Blah...,

desculpe a pergunta, persegue mas não é psicopata, pois não?!

Pamina disse...

Boa tarde,

JMV: Se este poema reflecte o seu estado de espírito, aproveite este tempo de férias para fazer uma pausa e descansar, na certeza de que não se arrisca a perder a cabeça. Acho que nunca fomos tão sanguinários como o sultão e, de qualquer modo, já nos seduziu:)

JMV e Maralhal: Quanto à história da Xerazade, alimentar a curiosidade do outro com a promessa que o dia seguinte irá trazer novas e mais excitantes aventuras (e cumprir a promessa) não será a/uma maneira de prolongar no tempo a chama do desejo e escapar à rotina?

Maralhal: Relativamente à Amália Bautista, depois de ler alguns poemas, fiquei com vontade de a conhecer melhor e andei à procura de sites onde se possam encomendar livros dela. Para quem também estiver interessado, deixo aqui este endereço de uma livraria virtual espanhola: diegomarin.com
Quem estiver "in the mood" para uma investigaçãozinha, escreva "cuéntamelo otra vez" no Google. Com um bocadinho de jeito, encontra um poema desta autora que, se o Prof.JMV um dia colocar aqui, fará subir os comentários para 300 ou mais.
Ainda a propósito de leituras, se me permitem uma sugestão, o título deste poema trouxe-me à ideia um livro de Fernanda Botelho chamado Xerazade e os Outros (desculpem não pôr em itálico). É um romance que foca o casamento enquanto veículo de ascensão social da mulher e poderá ser uma boa leitura para férias.
Actualmente é muito frequente, em ambos os sexos. Basta ver as capas das revistas cor-de-rosa.

gonçalo disse...

Pamina,

Prefiro antes dizer que bom seria que cada um dos amantes, para usar uma palavra do agrado do Prof. JMV, conseguisse acrescentar algo todos os dias ao outro.

BlahBlahBlah disse...

Cu(s)ca, mete-se onde não foi chamada mas não é de intrigas, imagino?!

yulunga disse...

TSUP, obrigadissima!

NOISE????
És tão bom-doso em nos presenteares com a tua visita de vez em quando ;-)

lobices disse...

...Durmam bem, dizia o Profe
...e não é que eu dormi uma sesta de categoria!?...
...ahh, maravilha!...
:)))

Maite disse...

Boa tarde Maralhal e Professor

O Professor foi de férias?!
OH :(

Espero que tenha levado a besta :)

Boas férias professor

Rataplan disse...

Olá maralhal!
Este fds acabei de ler um livro fantástico: "As velas ardem até ao fim" - Sándor Márai. Aceito de bom grado sugestões para o próximo.É que, não há nada pior do que depois de um bom livro um +/-.

andorinha disse...

Olá Júlio e maralhal,

Júlio,
Subscrevo o primeiro parágrafo da Pamina.:)

Pamina,
Obrigada pelas "dicas" e sugestões.:)

Pamina disse...

Gonçalo(6.33),
Também estava a pensar em termos de reciprocidade e não de uma atitude unilateral de apenas um dos amantes.

Andorinha(7.31),
Bitte, gern geschehen:)

Anónimo disse...

Patentanten treffend sich

Anónimo disse...

Professor: se e quando puder, fale-me do diagnóstico diferencial entre mentiroso compulsivo e mentiroso. ... E do papel da manipulação na história! obrigada. Um abraço.
(mia)

melga disse...

Boas,

Ao rataplan sugiro "As Leis de Murphy" - além de sempre actuais, a coisa pode sempre piorar...

Ó gente, então o MM deseja-nos descanso, e vocês desatam a pedir-lhe diferenciais????????????????

Vai lá vai, que até a barraca abana

E nunca mais chove, canudo,,,,,,,;)

andorinha disse...

Cuca ( 12.39)

PS. Looooooooooooooool

BlahBlahBlah disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
BlahBlahBlah disse...

Looooooooooooooool = o que é isso? Laughing Out Loud?
Será complicado escrever simplesmente:
Hahaha?!?

Imagino que tambem deve ser daquelas que inferniza os ecrans dos telemóveis dos amigos com sms's com "keres" "kuando" e "kês" à mistura com muitos bjos, jinhos e jokas! Não há pachorra para avózinhas cinquentonas armadas em pós-modernas!

Este blog é do Murcon e o meu comentário era dirigido ao Murcon, não a Cu(s)cas nem Andorinhas que se perderam no caminho rumo ao sul. O Murcon respondeu-me e ponto. Fim da história. Mania de serem cuscas e metediças!

BlahBlahBlah disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Cuca disse...

blah...

Não tente insultar pessoas, por um lado ficaria desiludida por lhe ter feito a pergunta errada, por outro, se o blog é do Professor porque se acha no direito de definir quem responde ou interage com quem??

Quanto ao LOL acertou, parabens, é mesmo isso que quer dizer.

andorinha disse...

blahblah,

Como diz a Cuca, acertou, é isso mesmo. Foi ver ao dicionário?!

E imagina muito mal.
Mais uma a tirar conclusões precipitadas. LOL.

Fim de papo (está bem assim?) LOL

BlahBlahBlah disse...

Gajas! Mulherio. Galinhas! Não há pachorra!

Por isso é que há tantos homens a mudar de divisão; não há quem as ature!

Anónimo disse...

A apresentar-se agora Blahblah??!!
Não era necessário...
Mesmo com a sua idade é possível melhorar.

BlahBlahBlah disse...

DISPUTAS EMPOBRECEDORAS

«As disputas deviam ser regulamentadas e punidas como outros crimes verbais. Assim, Platão, na República, proíbe o seu exercício aos espíritos ineptos e mal formados. Porque nos havemos de pôr a caminho, para descobrir a verdade, com quem não tem passo nem andamento que sirvam?»

Michel de Montaigne

Cuca disse...

Blah...

Vejo que lhe deixaram aqui palavras amargas, lamento... nem eu nem a Andorinha a insultamos - aparentemente invadimos qq espaço não preparado para a provocação.

Leia com atenção a citação que escreveu, e aprenda antes de tentar ensinar.

Eu!!
Adeus

BlahBlahBlah disse...

Hahaha@Adeus.
Alguém lhe disse "Olá"? Eu não!

Cuidado com o nariz, há pessoas que batem com a porta com força.

andorinha disse...

Cuca,

Não vale a pena! Esta gente quer é "tempo de antena" e à nossa custa não.:)

blahblah,

O nick não podia ter sido melhor escolhido. LOL

BlahBlahBlah disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
BlahBlahBlah disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
BlahBlahBlah disse...

Croac Croac Croac.
E não se calam. Apre!

Thinking Out Loud oOO «Há quem, logo de entrada, baralhe e confunda o que se disse, e, no auge da discussão, se lembre de se submeter, afectando, por ignorância despeitada, com ar de imbecil modéstia, a sua renúncia à luta».

Galinhas!

Raquel V. disse...

LOL é um termo que já vem de muito antes dos sms, se não estou em erro.
Muito comum aos actuais/antigos utilizadores de IRC, o que não quer dizer que nas sms utilizem português incorrecto ainda que encurtando algumas palavras.
Aliás, se observarmos a distância entre teclas, lol, até é mais simples.

e

Talvez se encurtem mm algumas palavritas, pq enviar mais q um sms seja caro, só p poder falar em português correcto.




...
PS: embora esteja de acordo que as "nossas" crianças estão a correr sérios riscos na sua formação linguística. Há pequenos textos que elas enviam por sms q são qs indecifráveis.

...
ps(02)
porque raio para se defenderem pontos de vista há logo que partir para a agressão verbal (neste caso) ou para "a ignorância"?
Muito cansativo e tenho a certaza de que cara a cara muito não se diria.

...
PS(03) OLá a todos

charliechaplin disse...

Ainda bem que não há pingos de sangue pelo chão - mas que foi uma confusão de narizes, lá isso foi...

Bha, não há-de ser nada, rsss...;)