sexta-feira, dezembro 22, 2006

Em época de compras:).

LIQUIDAÇÃO (QUASE) TOTAL

EVERYTHING BUT THE GIRL


Acabei de compor Careless e devo confessar que não me sinto melhor - por onde andará Tracey? As últimas semanas foram diabólicas, tudo acabado pela quinquagésima vez, ambos sem autoridade moral para acusações – nem sequer é líquido quem começou a desenhar triângulos… – e agora esta ideia heróica e comercial de gravar Baby, The Stars Shine Bright de qualquer modo. Odeio a conversa acerca de sermos adultos, trabalho é trabalho, etc... Lérias! Assim que vir a letra da canção vai ter uma fúria homérica e aparecer com um namorado pronto a usar só para me agredir. O ambiente vai ser o pior desde que os Beatles gravaram em Abbey Road e partiram em quatro direcções...
Que nos vem a acontecer? Parece ter sido ontem, o americano pela boutique dentro, começou a cheirar por todo o lado, apalpava a roupa como se escolhesse – e assassinasse! – fruta. Assentou um formidável murro no balcão para lhe verificar a resistência, teve o descaramento de meter conversa com os clientes, (talvez tenha desconfiado que eram amigos nossos a fingir de clientela) ah!, como me apeteceu pô-lo na rua com um biqueiro no cu. Tracey e os sonhos de glória…Que mal tinham os espectáculos de fim-de-semana em pubs não selectos? Boa cerveja, à segunda noite os clientes pareciam velhos compagnons de route. Não eram fãs mas prata da casa, aceitavam-nos sem truques de estúdio, o mais das vezes nem palco havia. E Tracey, o dedo acusador, patati patata, a minha falta de ambição, trauteava Lennon e McCartney fora do contexto – como agora se diz, para fazer passar a mensagem… –, Baby, You Can Drive My Car, Yes I’m Gonna Be a Star. Ainda acaba por acertar, se não me acautelo estou a caminho de ser o guitarrista e chauffeur de Miss Tracey Thorn, a divina. Merda!
Quando o raio do américa se deu por satisfeito com a vistoria de roupas, vizinhança, contas e freguesia, perguntou se era tudo para vender!? Devia tê-lo mandado comprar um castelo na Escócia para o reconstruir no Texas, imagino o gáudio de baleias alimentadas a hamburgers e ansiosas por ver fantasmas com garantia e gaita-de-foles. Pois! Em vez disso, olhei para Tracey de pé entre filas de vestidos indiferentes, o olhar suplicante perdido na face incrivelmente ruborizada, mãos brancas, de tão apertadas à volta do futuro; imaginei, egoísta, aquele seu modo de me saltar para o colo e sugerir orgias alimentares porque uma inglesa decente não menciona as outras. Quis dar a mim próprio o prazer imenso de lhe ver aquela sua felicidade infecciosa e resmunguei para o sobrinho do Tio Sam – “tudo, é tudo para vender, preciso do dinheiro para ser famoso sem o desejar”. E de repente – não fosse o Diabo tecê-las – ouvi-me pôr em respeito os dólares gulosos dele – “Tudo para vender, tudo excepto a rapariga!”

22 comentários:

blogico disse...

nem tudo está à venda :)

Bom Natal a todos!

fiury disse...

boas festas ao maralhal!

lobices disse...

...muitas lobices para todo o maralhal
...por favor: sejam felizes!...

Aspásia disse...

EVERYTHING BUT A GOOD CHRISTMAS...PARA TODOS!!!

*«;-)» -->(SANTA...)

Aspásia disse...

POR CAUSA DO SUSTO QUE APANHEI ANTE-ONTEM COM O MEU PAI, TENHO AS PRENDAS ATRASADAS.

O QUE INTERESSA É QUE ELE JÁ ESTÁ BEM.

BEIJINHOS NOSSOS PARA TODOS.

CD disse...

Esse Tracey tocou num album dos Beatles, penso que também tocou com o Cat Stevens.
Bom Natal

CD disse...

Enganei-me, Tracey Horn cantava com o Eric Clapton.

moon disse...

Hello!

Ontem o Benfica deu-lhe um belo presente de Natal!!:))))
A mim o Pai Natal também me tem trazido uns presentes antecipados... E, hoje, mais um!:)
Um abraço, Professor:)

moon disse...

Agora que li...

"Quis dar a mim próprio o prazer imenso de lhe ver aquela sua felicidade infecciosa..."

Ups... É por isso mesmo que adoro oferecer presentes, inventar surpresas, surpreender (quando consigo) os outros. Não resisto à alegria contagiante!:)

Lusco_Fusco disse...

Boa noite!
Desejo um Feliz Natal a todos. Que no sapatinho a prenda maior seja a saúde, adornada de alegria e embrulhada em paz.
Um abraço todos.
Tudo de bom.
MJ

PAH, nã sei! disse...

Professor,

"Maralhal" do Professor,

tudo, tudo, excepto tristeza nestes dias... Façamos de conta que não há guerras, não há fome, não há crise, não há problemas...
Apenas há Natal!
Pena é que, no resto do ano, as "palas" não sejam retiradas e se continue a fazer de conta que é Natal...

Mesmo assim, espero que tenhamos uns dias felizes e que se
mantenham no ano todo...

Beijos para todos!

thorazine disse...

"Façamos de conta que não há guerras, não há fome, não há crise, não há problemas..."

Oh pah,
então queres que a malta ignore o pessoal que passa fome, que está em guerra e isso tudo só para NÓS podermos ter uns dias felizes? Um natal um pouco egoísta! :;(((

(Chinezzinha) disse...

Vim aqui desejar a todos um bom Natal!
Acabei agora mesmo de ver o vídeo do Murcon à beira mar e achei espectacular.
Parabéns a todos que tornaram isso possível.

Beijinhos
Ana

Ameninadalua disse...

Bom dia!

Para variar:) mais um belo texto!

Mais uma vez as personagens ganham vida mas principalmente sentimento e sempre tudo muito bem feito; com realismo mas tambem sempre com um toque de ternura e muita sensibilidade...


Para os murcónicos menos frequentes e para o caso de não voltarem a aparecer aqui antes do Natal, começo já a desejar as Boas Festas...mas no meu caso espero ainda voltar para redobrar e desejar boas festividades:))

PAH, nã sei! disse...

THORA,

nunca ouviste falar em "ironia"??
Rapaz, rapaz... és mesmo "piquinino"... ;)

thorazine disse...

pah,
tava a brincar! Mas valeu...só para ter a oportunidade de me chamares "piqueno"! ;)))

WE SELL UNDERSTANDS, BUT NOT A GIRL! :)

Fora-de-Lei disse...

Para todos um Natal Feliz e um Ano Novo cheio de saúde e plenamente liberto dos neo-liberalismos governamentais.

Margaretha Geertruida Zelle Mac Leod disse...

É engraçado, há mais ou menos uma semana que tento fazer comentários a estas crónicas. contudo apenas consigo enviar mensagens para a minha pessoa (obrigada pela parte de asno que me toca). E, o pior é que o meu comentário ontem era .... hum....bom esqueci-me!ah já sei! Era mau! Para o ano pode ser que faça um pior! feliz natalócio! ass:Lady D'Arbanville

alquimista disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
alquimista disse...

NATAL será sempre que um murcónico quiser.
E quase todos os dias surge um novo, neste pequeno presépio construído pelo Doutor que é a sua verdadeira Estrela e que nos guia de encontro ao Menino que todos os dias nasce em forma de post a quem nós oferecemos os nossos simples comments, alguns mirrados (como os meus), outros mais aromáticos e outros, ainda, luzentes que nem ouro.
Daqui saímos muitas vezes a dar a boa nova a outros caminhantes de outros paragens, que de muitos lugares é o mundo feito, para além deste do ciberespaço em que todos nos sabemos e pouco nos conhecemos.
Pela minha parte, se para tal me não faltar a arte, que o engenho não desdenho, oferecerei o que me aprouver, mas será sempre do melhor que o meu alfobre tiver.

Para todos os viajantes e à sua Estrela um Bom e Murcon Natal.

MJ disse...

Boa noite :-)

"O prometido é devido" mas há promessas que não se devem cumprir, quando feitas sob tensões, no calor de "conflitos":-)
Voltei. Não para comentar mas para desejar a todos aqueles a quem não enviei o meu "postalzinho", um Feliz Natal e um 2007 de Amor, Saúde e Paz (até mesmo na blogosfera).

Um abraço

Prof. José Pardal Diabrete Jr. disse...

Margaretha Geertruida...

Chegaste na hora certa minha Mata-Hari... como já me indentifico, perdão, identifico contigo!!!

Também eu há mais de um ano não conseguia aceder a esta caixa de comentaristas que a meus pés se prostravam há um ano atrás... ah bons tempos!!! ainda eu ia nos 100...

Minha querida visita-me no meu indigno e pobre sítio a Sul do Sahara...

Aguardo a tua resposta com uma comoção inaudita...

Também ao restante maralhal e Prof. aproveito para desejar Bom Natalório... como podem ver continuo bem (olho) vivo!...