domingo, janeiro 15, 2006

A Gertrudes é porta-voz do S.Bentinho!

Estávamos eu e o Guilherme já no carro, ansiosos por devorar quilómetros de auto-estrada molhada com as respectivas derrapagens controladas e um pião para celebrar a chegada à catedral quando..., o telefone tocou. Era o Sousa. Aflito e - talvez por isso... - sem o respeito habitual. "Patrão", disse ele, "não vá a Lisboa". "E porquê, homem de Deus?", respondi, impaciente e já a fazer relinchar os cavalos do motor. "A Gertrudes foi ao S.Bentinho", gemeu o Sousa, "e ele diz para o patrão ficar no Porto". Expliquei-lhe, paciente, que sou agnóstico e portanto, pese embora o respeito que me merece a fé dos outros - neste caso da Gertrudes... -, não me deixo impressionar por revelações sobre o futuro, próximo ou longínquo. Sosseguei-o com meiguice, afinal a sua preocupação era ternurenta, "Sousa, estou a sair cedo para não correr riscos na estrada, vai tudo correr bem". E ele, teimoso, "Olhe que não é só por isso, patrão, embora o temporal nos preocupe. O desgosto não é na estrada, mas no Estádio". Confesso que tremi um pouco, seria o S.Bentinho capaz de prever o fim do estado de graça do Moretto? Mas um homem é um homem e a águia Vitória o bicho favorito dos benfiquistas. Enchi o peito, busquei com o olhar a aprovação do Guilherme, pelo sim pelo não pus o God Only Knows dos Beach Boys no leitor de CDs e arranquei. O Sousa percebeu e gritou: "não atravesse a Arrábida, patrão". E eu, já com o sentimento de desafiar os deuses que se escondiam por trás do aviso do S.Bentinho à Gertrudes, berrei a minha resposta com altivez: "SLB, SLB, Glorioso SLB, ganharemos contra tudo e contra todos, humanos ou divinos! Percebeu Sousa? Over and out". (O over and out aprendi nos filmes...). O Sousa, vencido e desalentado, rendeu-se à minha determinação. "Faça como quiser, patrão", disse, "mas olhe que se for, o Estrela não ganha ao Porto. Boa viagem". E desligou.
Além de ser agnóstico, também me considero imune a qualquer espécie de superstição, gostaria de o deixar bem claro. Mas não gosto de saber preocupado quem guardo no coração. Depois, o Guilherme pareceu-me um bocadinho constipado. E embora eles o não tenham dito, percebi que os meus netos estavam ansiosos por brincar com o Avô. Já para não falar da hipótese de um nevão me impedir de estar amanhã a horas no consultório!
Irritadíssimo, fiquei e lá vimos o jogo no sofá. O bom do Sousa telefonou há minutos com más notícias, a caldeira está de novo avariada em Cantelães. E, talvez por isso, não resistiu a uma tentativa infantil de me animar: "Viu, patrão, o Estrela ganhou, o S.Bentinho não ia mentir à Gertrudes!".
Desliguei sem o contrariar. O Sousa e a Gertrudes são gente boa, simples e crédula, para quê desgostá-los, provando-lhes a futilidade das suas crenças? Nem pensar! Fiz exactamente o contrário, pedi que no regresso passassem de novo pelo S.Bentinho a perguntar o que preciso fazer para o Benfica ganhar ao Gil Vicente na Sexta.
Só para os manter felizes...

27 comentários:

FONIX RENASCIDA disse...

...E para me fazer infeliz... Briosaaaaaaaa...PERDEU!!!!! Não é justo!
Como vocês dizem... kokas maradas a todos...e PARABENS a kem ganhou!

FONIX RENASCIDA disse...

Só uma coisa... Prof., com o engarrafamento monstro na 2ª circular... voa baixinho??

Pedrinhassoltas disse...

O sousa é um bom homem, supersticioso como todos os bons homens do povo... como disse alguém... "eu não acredito em bruxas, mas que as há, há!"
Porque será que o Sousa é tão parecido com a minha Maria?? Serão primos??
Será que devo pedir desculpa intromissão?

augusto disse...

Este professor não tem emenda!!!!
Com pronúncia do Norte e anda a dizer SLB, SLB?
Devia olhar para o neto que é FCP e para o ascendente que também o foi...
Não há pachorra.

Lusco_Fusco disse...

A Gertrudes e a fé.
Mas Prof cuidado que o S. Bentinho é vingativo e invejoso ao que consta... Se ele for adepto do adversário, estamos feitos!
É melhor meter cunha á Gertrudes.

Anónimo disse...

A ansiedade toma conta de mim...
cara, votos e corpos a empurrar
som de cânticos divinos sem fim
suor, fervor a S. Bentinho...no ar!

A promessa e a romagem é assim
entregue só em mão naquele altar!
Falta pouco;Benfica!ouro e alecrim
aos seus pés,é paga por te amar!

Depois a calma, e toca a acordar
por música barulhenta que molesta
e não deixa pensar nem fazer sesta!

Ouvem-se foguetes a rebentar
a banda toca;o povo a passear!
Deus...faz a este Santo uma festa!

noiseformind disse...

Professor,
Se essas contrariedades piquenas servierem para escrever textos destes (e de borla, instituição nacional lusa) então que elas permaneçam, mantendo-te dentro da premissa do extracto do poema (qualquer poema de Eugénio é extracto) que referiu lá atrás

O Sical disse...

E lá no S. Bentinho não se pode pedir mais qualquer coisinha para além do Benfica? Ele há cada milagre ansiado.
E já que brinca com os netos, leve-os para fora da cidade, lá para Cantelães, para eles viverem.
Hoje li umas coisas sobre as quintas ecológicas, no Porto e em Lisboa, onde levam os meninos para verem ovelhas e outros bichos, enfim, a natureza que eles só conhecem de estampas. Fiquei angustiado. Seja um avô bacana e leve-os a viver. O Sousa ia adorar e entusiasmar-se-ia por lhe poder ser útil nessa área.

marakoka disse...

"...desliguei sem o contrariar...
para que desgostá-los...nem pensar! ..."
o prof adora-os!!!
e eu adorei este texto, apesar de todo ele ser controlado nas suas emoções (tirando a parte do grito, como se de uma vera claque se tratasse:)))
psst, gostei do 2º parágrafo, mta jistificação para um agnóstico e imune a qq superstição....eehehehe

jocas maradas de azul

fora-de-lei disse...

Será que o S.Bentinho também tem uma previsão para o desfecho que irá ter o pedido de indeminização desencadeado por Pinto da Costa ? Ou o Estrela da Amadora já começou a tratar do assunto ?!

Ameninadalua disse...

Professor

Delicioso...absolutamente delicioso este seu texto. já estou como o Noise diz, se a perda do benfica o faz escrever textos destes... enfim nem me atrevo a dizer:)))

Mas ontem à noite tambem estive presa na fila de trânsito da 2ª circular por causa do seu Glorioso e nem calcula o que eu refilei...:)))às tantas os deuses ouviram-me e ficaram do meu lado...
Prometo para a próxima ser mais tolerante com os seus camaradas gloriosos...quem sabe isso possa contribuir um pouquinho para a boa "influência"...

Quanto ao futuro do próximo jogo, fez bem pedir instruções ao S. Bentinho, porque apesar de ser agnóstico e não acreditar.... "que las ha.. que ha..." :)))

nascitura disse...

só para os manter felizes...vou continuar a cuidar do meu jardim.

Conserto disse...

Cheira-me que a Gertrudes é amiga de peito do Valentim e do Costa.

Com isso, não admira que ela e o Sousa antevejam o final dos jogos.

De qualquer modo, a felicidade de uns é o desespero de outros.

Pedro Antunes disse...

ah que rico S.Bentinho que aos 4 min arranjou logo um penalty prá briosa nem dar luta! =p Nos já não tivemos a mesma sorte e quando o Baía se põe a imitar o Ricardo está o caldo entornado... Cumprimentos, Jp

Ameninadalua disse...

Mas afinal o Benfica ganhou!

Oh Professor! desculpa esta minha confusão mas perante os comentários, eu interpretei que o Glorioso tinha perdido...
Já sei que não me vai perdoar mas esperemos que os deuses atenuem pelo menos um pouco a sua ira:)))

Para me penitenciar desta terrivel gafe, prometo nas próximas semanas estar atenta aos resultados de tão distinto club e igualmente sorrir caso as vitórias se confirmem...

Maria Papoila disse...

Hoje vou comentar! A sua história muito bem contada e apesar de agnóstica, como sou também uma tripeira benfiquista..., meta uma cunha ao S.Bento via Gertrudes. Gostei muito da sua escrita. Abraço

Ze da Penalva disse...

Chama-se a isto começar bem a semana. O SLB ganhou, o FCP perdeu, os outros estão atrasaditos e este seu texto é magnífico. Fico-me a perguntar se este S. Bento não tem nada a ver com o outro. É que o inquilino que lá está, parece que também paga a cota vermelhinha.
E não podia estar mais de acordo consigo quanto à superstição. Abaixo a crendice!
Só cumpro um pequeno preceito. Quando não posso ir à Luz, nunca ouço o relato. Dá-me cá um galo!

JG disse...

ó prof julio preferia vê-lo no s.bentinho com uma vela do seu tamanho na fila de entrada para a sala de devotos...do que nas cercanias da "vossa" catedral..q mnania essa de ser diferente...mas pq do benfica!!!!

RAM disse...

Ai se eu encontro o Sousa!
... e a Gertrudes!!!!

I N T E I R O S disse...

Recusa ser de fracção, transfigurando de forma deformatada, o mundo sem admirável tem de ser sustento para o cão Amarelo em Arte Total, requer divergência. As raízes instrutivas em mistura não podem dar fruto já estafado, proliferação de mediação expandir ligações sinaleiras na divisível sociedade contemporânea. Marcar a diversidade, com a dita cultura reinante em alcatruzes repletos de oco, sem noção, e fora de prazo. Sair pela janela porque á abertura é o mundo extraordinário e Inteiro, um cosmos no qual hoje desbastemos prenuncias á través do filamento em rede. Agora vou me corrigir, não é comida pelo cão Amarelo mas pelo rato do computador…

papalagui disse...

Gostei imenso deste texto. Não importa quem ganhou perante o prazer da leitura.

Angie disse...

Pois é, Professor, eu bem lhe disse que era uma excelente metáfora.

KRAMER vs KRAMER = BENFICA X ACADÉMICA

Não reparou?!
Tudo no jogo como na vida real...

Nos pleitos conjugais, quem se lixa é sempre a mulher.
E aqui tb. se lixou "ela"...

Porquê?
Porque os afectos estão com ela, mas na hora H e na dúvida...decide-se sempre pelos poderosos!
E porque quem puxa os cordelinhos, sob a veste intocável da lei, decide sempre desfavorecer quem já é coitado por vocação...
Nos pleitos conjugais, o juízes;
Nos jogos de futebol, os árbitros...

Afinal, é ancestral esta desigualdade de oportunidades, vê?

Na alegoria nem faltou aquele outro condimento da vida real:
o "peso pesado" com que se contava nas horas más, que desertou do navio mantendo-se numa pseudo equidistância, para disfarçar a entrada eminente nas hostes da contraparte: Marcel!!!
Qual o pleito conjugal que não tem pelo menos"amigo" do peito como o Marcel?!

Eu bem lhe dizia, professor...era uma metáfora perfeita!

E agora, paralelismos aparte, estou contente por si!
Por mim...muito tristinha com a minha Briosa!
E fica sempre a conclusão moral da história:
- São gente TESA!
Tesos no ânimo, porque valentes;
Tesos na algibeira, porque o grande capital não está com eles...(nem queremos que esteja).

Há que continuar, Académica!
Como as mulheres, vencida mas lutadora e orgulhosamente de cabeça erguida!!!

Seja como for, salve-se sempre o fairplay...isso é essencial.

andorinha disse...

Boa noite.

Júlio,
Com que então a desculpar-se com os netos?
Teve medo que o Estrela não ganhasse ao Porto, não foi?:)))
E não é preciso meter nenhuma cunha ao S. Bentinho, que falta de confiança!:)

marakoka,
jocas maradas de azul???
Que blasfémia!!!!
jocas maradas de VERMELHO.

inteiros(5.31)
Fazia falta aqui um comentário desse gabarito!:)))))))))))

Pamina disse...

Boa noite.

Pequenos(ou grandes) comércios com Deus, muletas psicológicas que nos ajudam em momentos difíceis. Se não for ao jogo, o meu clube ganha (subentenda-se, ofereço o sacrifício de não ver o jogo, para que o meu clube ganhe), se vir três matrículas a começar pela mesma letra antes de chegar ao médico, os exames estão todos bem, se for para a cama com outros, o meu marido cura-se:"Breaking the Waves", um filme que me impressionou muito, aqui à espreita.

Rafeiro do Sousa disse...

A Gertudes arruma a cozinha, proferindo uma lengalenga inteligível, em tom de reza. Agoirado com aquele arrazoado que se sobrepunha ao noticiário e conhecendo a mulher do avesso Sousa adverte –a: “Não sei que trato tens tu com o diabo ou com Deus, mas seja o que for… deixa o futebol para os que estão no relvado! Já basta os diabos que lá andam de apito e bandeirolas!”- Gertudes sorri matreiramente, pelo canto do olho.
“Tu vê lá!... Se queres outro fim-de-semana como o que tiveste… o Porto não pode voltar a perder! “. Gertudes não discute futebol com ele – mesmo quando partilham o mesmo ecrã o espectáculo que vêm é sempre diferente. E ela sabe que ele irá ser Portista até morrer. O desgosto que ele teve quando os netos mudaram, à custas de chantagem adocicada, para outros clubes! Deixou de os levar ao café para verem o jogo e tudo. (Afinal nunca poderia saborear a alegria na sua plenitude) E quando o Sr. Pinto da Costa trocou de mulher, ! Ai sim é que ela o atazanou de morte. Sabe deus o que ele sofreu com a aproximação do Benfiquista. Se não fosse pela admiração que tem pelo patrão já o teria deixado muitas vezes "às escuras": Sabem lá vocês o quanto detesta, ele, o grito vermelho!

CêTê disse...

Inquietude do momento: Os agnósticos gostam de Mitologia? ;]]


AH! E que é feito da Gertudes?
Está afónica e agráfica? Cá para mim...

Como é que aqui se diz: "jocas maradas"? Pois bem para todos também. Tá cá um briiiiiol!

Isabella disse...

que bom ter chegado até aqui! encontrar esta boa disposição... deixo escapar o meu melhor sorriso, duplamente de agrado: por encontrar o Professor que muito admiro e ainda ficar a saber que é do meu clube :) EXCELENTE!