quarta-feira, novembro 01, 2006

Chico.

Maria,
Fui ao Chico. Lera que agora se sente confortável em palco. Talvez, mas preferia-o quando tinha de emborcar whisky antes de enfrentar as pessoas para lá do biombo de um projector. Nesses tempos achava-o menos hirto, a timidez invadia-o todo e não apenas o sorriso de menino que conserva. Esquece, não é importante. O público adora-o, já o tinha no coração desde o primeiro disco, o primeiro cartaz nas paredes do Porto, o primeiro acorde, a festa no Coliseu era para ele, não por causa dele. Conheces-me, paguei para ver. E as cartas iniciais não me deixaram optimista, foi preciso ouvi-lo ciciar "Te Perdoo..." para sentir o arrepio que o homem sempre me provocou. Só voltei a tremer no Bye-bye Brasil, mas o cérebro continuou ao volante, quase imperturbável. E de repente, nos encores, desaguou em Tanto Mar... Um soluço inesperado. A necessidade absoluta de saber - mais alguém notava a diferença? Fixei o olhar na sua parceira responsável pelos sintetizadores; órgão; whatever! Ao longo do concerto exibira uma compostura doce, entre a admiração por ele e a solidariedade com a música brasileira em geral. Agora estava diferente. Todo o corpo ensaiando um balanço que o projectava, ondulante, para fora de si mesmo. Ela também preferia as nossas canções, amor! Abri garganta e olhos ao soluço com alívio. Mesmo a tempo, o maroto fez pontaria ao meu coração e disparou - "Agora eu era o herói/e o meu cavalo só falava inglês..." Desfiz-me encostado à parede.
Maria, Sexta chegou mais um avião à cunha de Londres. Desesperadoramente vazio, minha querida. Não aguento, vou mudar de táctica para te convencer a demandares a Inbicta. Sabes como? Liga o telemóvel. Assinarei o próximo sms com nome equestre - Silver, como nos filmes de cow-boys da minha juventude; Blue Diamond, the third, como os pobres bichos que, além de correr, aturam os emproados de Ascot;Mister Ed, como o cavalo falante da série televisiva da minha infância. Acrescentarei bbbrrr e hhiiiiii para dar cor e som locais. E o texto rezará - como eu... - um simples "I love you, will you please come home?"
Por favor, antes de responderes ouve o Chico, recorda-nos e ao Chico, pensa nas mulheres longínquas e esquivas que cantou - Bárbara, Ana de Amsterdam, Carolina - e não faças como elas; vem.
Com adoçante e com afecto,
Júlio.

64 comentários:

Henrique Doria disse...

A idade tira-nos o sabor, transforma o mel em adoçante? Um abraço Prof.

Julio Machado Vaz disse...

Henrique,
Nem pensar, é mesmo para não engordar, se eu lhe enviasse açúcar é que a Maria não me perdoava:)!

PAH, nã sei! disse...

Esta suposta Maria Madalena, a quem hoje já quiseram apedrejar :)pela sua conduta e(moral), deseja boa noite...

Fique bem Professor...

aquarela disse...

A minha gente sofrida
Despediu-se da dor
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor
...
E cada qual no seu canto
E em cada canto uma dor
Depois da banda passar
Cantando coisas de amor


Boa noite,
JAI GURU DEVA OM (muito bonito!)

andorinha disse...

Júlio,
Será que está a mandar as sms para o número correcto?!:)
E se a Maria não demanda a Inbicta, por que não demanda Londres?
Faça-lhe uma supresa, de certeza que ela vai adorar.
Pense nisso.:)

fiury disse...

pah


a vida é um dom desmasiado sério e deamasiado curto para a levarmos a serio.
já agora... não podemos ter medo dela!

fiury disse...

"demasiado"

A. Roma disse...

é bom passar por aqui.

APC disse...

Puxa vida!... Quanto adoçante natural espalhado em palavras que servem, de forma perfeita, a missão de uma alma gulosa, de um coração generoso!
O tal do tempo tem sido ladrão para mim, mas ele há lugares de culto que nunca, nunca se deixam de visitar.
E se é para encontrar retalhos de literatura tão nutritiva, muito menos!

Sobre os prazeres simples, escreveu Oscar Wilde (esse magnífico!), que são o último refúgio das pessoas complexas (in O Retrato de Dorian Gray, em reprise).
Escrever é o seu prazer simples!... Onde desaguam - tão simplesmente [por vezes docemente], meros vislumbres dessa complexidade mundana, mas de onde ressoa fortemente toda essa completude... Humana.
´
Não é meu costume escrever assim, creio. Hoje apeteceu-me. 'Dia de Todos os Santos - nos quais evidentemente me incluo - tou perdoada!

Bem-haja, Professor!

E à maralha um abraço da visitante.

herculano da costa disse...

bué de interessantes os comentários alguns claro que não todos não poderia dizê-lo mas arrisco para aí dois ou três com pontinhas bicudas na extremidade das flechinhas é assim que eu gosto e nalguns blogs o mais sedutor é de facto o vertido pelos visitantes xi-coração do herc

Maria José disse...

Curioso... ao ler não deixei de pensar como rapariga e naquilo que a Maria sentiria se lesse a carta e visse o açúcar de cana escondido sob o adoçante da mensagem de telemóvel.

E sentiria certamente não apenas o que está escrito, mas todo um turbilhão de emoções marcadas pelas recordações.

E como seria se acordasse em terras de Sua Majestade com um tal sms.

:)

Su disse...

amei ler
saudades de tanta coisa......
jocas maradas

AQUILES disse...

Todos os caminhos têm dois sentidos. Há o vir e o ir. Tem de haver também cedência no ir, e abandonar um pouco o egoísmo do vir.
Estes jogos são sempre de cedências mútuas.

Fora-de-Lei disse...

Benfica, 3 – Celtic, 0

Sei que estás em festa, pá
Fico contente
E enquanto estou ausente
Guarda um cravo para mim

Eu queria estar na festa, pá
Com a tua gente
E colher pessoalmente
Uma flor do teu jardim

Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar
Sei também quanto é preciso, pá
Navegar, navegar

Lá faz primavera, pá
Cá estou doente
Manda urgentemente
Algum cheirinho de alecrim.


Sócrates, 1 – Portugal, 0

Foi bonita a festa, pá
Fiquei contente
E inda guardo, renitente
Um velho cravo para mim

Já murcharam tua festa, pá
Mas certamente
Esqueceram uma semente
Nalgum canto do jardim

Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar
Sei também quanto é preciso, pá
Navegar, navegar

Canta a primavera, pá
Cá estou carente
Manda novamente
Algum cheirinho de alecrim

MJ disse...

"Não aguento, vou mudar de táctica para te convencer a demandares a Inbicta."

Professor:

Com "resmas" de mulheres a seus pés, continua à espera de quem nunca vem? Olhe que o tempo passa... a idade não perdoa e para tão grande amor tão curta é a vida!:-)
Procure, procure, que elas andam aí... :-)

Adorei a despedida com adoçante! LOL

Aspásia disse...

B DIA
EStou sem tempo para ler o post , com muita pena minha.
adoro este homem magnífico não só na voz... é das tais pessoas belas por dentro e por fora

parabéns Chico

Aspásia disse...

Por causa daa belezas... etc.. eu não tenho qq problema em dizer a uma mulher que é bonita.

achava bem tb que mais pessoas mostrassem aqui as fachas

eu no meu blog já mostrei

PAH MJ KATERINNA

VOCÊS SÃO LINDÍSSIMAS NÃO SÓ POR DENTRO COMO JÁ SABIA MAS TB POR FORA. ESPERO TER
OPORTUNIDADE DE VOS CONHECER AO VIVO. PRINCIPALMENTE PELA PARTE DE DENTRO CONFESSO MAS QD SE JUNTA O ÚTIL AO AGRADÁVEL... MELHOR!!!

BJS PASSEM UM BOM DIA
TENHO ANDADO MUITO OCUPADA COM UM AAMIGA QUE ESTA PRECISAR DE AJUDA POR ISSO QUASE NÃO TENHO APARECIDO

PROF BOM DIA PARA SI TB E NÃO SE ESTAFE MUITO Q ESTA VIDA SÃO 2 DIAS MAS SE PUDER SER MAIS UNS 50000, TANTO MELHOR..

:)))

Aspásia disse...

SE AQUI ALGUM MACHO JÁ TEVE A CORAGEM DE DIZER NUMA LOJA A UM EMPREGADO QUE ELE É BONITO OU QUE TEM UNS LINDOS OLHOS, FAZ FAVOR DE PESPEGAR AQUI...

SUBIRÁ BASTANTES PONTOS NA MINHA CONSIDERAÇÃO...

MJ disse...

Grande Mulher, Aspásia! Sem papas na língua como eu!
Um beijão, amiga

Fanette disse...

Parafraseando Fernando Pessoa/Álvaro de Campos:

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.
Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.
As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.
Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.
Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.
A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.
(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)

Fique bem.

TsiWari disse...

Há uns tempos escrevera sobre o Tanto Mar.

Em http://4thefun.blogspot.com/2006/10/cl-em-tempo-de-luta.html
se tiver curiosidade qb para espreitar.

Abraço

MJ disse...

Professor:
Na sequência do meu comentário à sua infinita "fidelidade" à Maria, lembrei-me do meu filhote quando era um miúdo "inconsciente".
Sempre que, no final das refeições, lhe apresentava uma grande variedade de sobremesas (todas elas de comer e chorar por mais), o rapaz desatava a fazer beicinho e resmungava "Não gosto nada disto, mãe! Só quero um ovo Kinder!"
Ainda hoje posso jurar que ele não queria o ovo pelo seu sabor mas pelo que trazia dentro: "um brinquedo, uma coisa nova, uma surpresa..."
E vá-se lá entender os homens... umas eternas crianças... :-)

Abraço (com acúcar)

MJ disse...

açúcar

fiury disse...

maria

aguenta-te na espera ou morres!(duvido que desta vez fortaleças).

thorazine disse...

"Porque não a morte?

Cientes de que todos seremos, mais dia menos dia, seus clientes, e cada vez mais virado, também ele, para o espetáculo, o negócioda morte acaba de apresentar (a época é apropriada) a vivos e nem por isso as últimas tendências da moda para funerais. E porque o negócio da morte em massa é dos militares, que não abrem mão dele, as funerárias procuram o seu "nicho de mercado" na morte personalizada. Assim, anuncia o "El mundo", hoje só mortos sem classe morrem e pronto. Mortos "exquis" e exigentes escolhem funerais com Chopin (eu quero o 3º adamento da sonata nº2 para piano em si bemol menor, só hesito se por Pollini se por Evgeny Kissin) ou com os Beatles ("Let it be" é, segundo parece, uum "must"), serviço de "catering", vídeos, poesia (eu escolho "Requiem fuer einem Knaben", dee Rikle), "incineração expresso"- ou, para os que preerirem tradicional enterro, urnas em sal marinho, que se diluem sem deixar resíduos, ou em casca de amêndoa, que evitam o corte de árvores e são biodegradaveis - condolências "online", preservação do ADNpara memória fortuna ou, até, um diamante feito a partir do carbono do cabelo, pois os diamantes, ao contrário dos homens, são eternos. Quediabo!, já que só se morre uma vez, que se morra em grande! "

Escrito por Manuel António Pina e presente na última página do JN de hoje! Achei genial e tive de vir partilhar. Peço desculpa se contém algum erro mas foi transcrito àpressa na hora de almoço! ;)

PAH, nã sei! disse...

Chefinho, vou aproveitar que já perdi 1 dos 10 dias (de faltas) que vão conceder até descontarem anos na progressão de carreira - pois as auto-imunes não são contempladas como justificação de faltas… nem as dores… enfim… - e invadir o seu espaço.
Receio que vá ser um pouquinho longo mas, a esta altura, espero que já tenha um bocadinho de remorso pelo que fez ontem, não? ;)

FIURY (1:35 AM),
“a vida é um dom desmasiado sério e demasiado curto para a levarmos a serio.
já agora... não podemos ter medo dela!”
Concordo!!
Mas “ó santa” :)) se há pessoa que não leva quase nada a sério, essa sou eu… :)

HERCULANO DA COSTA (4:58 AM),
“bué de interessantes os comentários”
Isso foi da hora? Pois é “bué” de interessante essa linguagem :)
Quando pergunto aos meus “fedelhos”, lá no colégio, se gostavam que uma “garina bué de gira” lhes dissesse, num momento de alguma intimidade: “curto-te bué chavalo”, as respostas são hilariantes!!

ASPÁSIA (10:37 AM),
“VOCÊS SÃO LINDÍSSIMAS NÃO SÓ POR DENTRO COMO JÁ SABIA MAS TB POR FORA. ESPERO TER
OPORTUNIDADE DE VOS CONHECER AO VIVO. PRINCIPALMENTE PELA PARTE DE DENTRO”

Obrigada pela parte que me toca… reconheço que tenho ficado bastante “babada” com alguns comentários cá à fachada… Fazem bem ao ego, que tem andado bastante para baixo…
Mas, ó melheriiiii?? Conhecer-me pela parte de dentro? Já “bistes” que coisa mais estranha será?
Ora muito prazer senhor fígado… como está senhor pulmão esquerdo :) já para não falar de outras partes, menos…. Pronto…
Mas tens razão. Há pouco macho com “eles” (desculpe Professor) no sítio, que admita a beleza de outro macho!!

MJ (11.59 AM),
“Ainda hoje posso jurar que ele não queria o ovo pelo seu sabor mas pelo que trazia dentro: "um brinquedo, uma coisa nova, uma surpresa..."
Quantos “ovos” já não esperamos que tivessem brinde? No final… eram “ovos”!!
Temos que contar com um “ovo” normal e, um dia, poderemos ter a sorte da “fava no Bolo Rei” :)

THORA (1:25 PM),
“Porque não a morte”,
Hoje, dia de “Fiéis defuntos”, dia de sentimentos confusos… o passar do dia em que me faleceu um Avô… :(

lobices disse...

...hoje apetece-me apenas deixar os meus abreijos

bufólogo disse...

Será Chico? Ou Xico? O Chico é irmão da Maria. Quem canta melhor, o Chico ou a Maria? Ambos foram bafejados pela sorte na vida, pelo menos a nivel profissional, já nas feições do rosto da Maria não se pode dizer o mesmo. Não se pode têr tudo. Quanto á Maria do Prof., eu diria; Marias há muitas, mas para si, talvez exista apenas uma. Cada um tem a Maria que merece, ou faz por merecer.E cada um trata a sua Maria como pode e sabe. Daqui endereço os meus mais sinceros votos de amor a todas as marias.Mas mais, mais para a minha
Maria Aspásia LOOOOL

MJ disse...

"Mas mais, mais para a minha
Maria Aspásia LOOOOL"

Bufólogo:

Vê lá se passas das palavras à acção :-) Já fui convidada para madrinha. Não me faças esperar muito... Da maneira que andam as coisas cá para os lados dos docentes, estamos é a ficar doentes e eu ainda quero ser uma madrinha bem fresquinha :-)
Até já tenho cá uma ideias para a cerimónia :-)mas é segredo...

bufólogo disse...

mj... não será "M" de maria? josé/joão/joaquina/josefina/...
Olha que também estás na minha lista. A Maria Katerinne, a Maria Pah, a Maria APC. e as outras Marias que estão escondidas por aí.
E nunca digam dessa agua não beberei, na falta dela, eu sacio-vos a sede.MARIAS.
BEIJOCAS PRÁS MARIAS

bufólogo disse...

Para dar sequencia passou de baixo para cima! mj, andamos com as linhas trocadas, LOOL

Mj disse...
Obrigada, Bufólogo :-) Sempre atencioso. Mas olha que isto de pôr a foto não está a dar... :-)
Anda tudo cego, surdo e mudo.(Falo por mim, claro)

Abraço


Bufólogo disse...
mj...Impressão tua, eu até tenho os olhinhos grandes para te vêr melhor, até tenho umas mãozinhas grandes para te pegar melhor, e ouvidos sempre alerta, para te ouvir melhor, e a boca! -Nem queiras saber o tamanho dela, LOOL
Bjinho

bufólogo disse...

Maria j... Isto é o humor das 17H.
Penso que estás a referir-te ao "tapadinho" do Prof.? - Ele só tem olhinhos prá Maria.Ele delegou-me como seu substituto para a área das outras Marias. Cá estou em atendimento continuo, 24 sobre 24, só para vos aconchegar a alma.
Estão abertas as inscrições. Por favor não empurrem.

MJ disse...

Sooocooorrrrooo!!! O Lobo Mau!

MJ disse...

Bufólogo...

Mas isto não é assim... Tens de provar que tens o charme do professor, a sua palavra doce, o seu sorriso lânguido, o seu olhar meigo, a sua erudição e, the last but not the least... um paraíso em Cantelães!

ó Professor, não me leve a mal mas eu hoje não estou em mim:-) Deve ser da instabilidade atmosférica.
Vem este solzinho bom e as minhas hormonas começam logo a espevitar-se pensando que é Primavera :-)

Fell me(na) disse...

Gostei de ler, este post tá uma delicia. Tal como o Prof aguarda pela Maria, eu espero o manel, a Maria está em Londres o Manel foi a Paris... devia ter voltado sabado, enfim... desencontros :(

Katerinna disse...

Um bombom para a Maria... "I love you"... uma declaração de amor que de tão bonita é desarmante... Acho que o Sr. Prof. devia ir já no primeiro avião para Londres com um lindo ramos de rosas vermelhas... Qual D. Quixote de La Mancha em busca da sua amada.. Seja ela real ou imaginária.. parece-me uma doçura a sua Maria Eehehehhe!!! ;)))


Aspásia minha linda obrigada pelo que disseste, não te conheço ao vivo e a cores, mas já gosto muito de ti! és super divertida e mto querida! Beijoca grande aqui de Coimbra para ti! eehehehe... ;)))

Bufólogo: ;)))) O meu nome não é Maria...nã!.. eheehehhe.... é mesmo Catarina. Beijocas

E beijocas para todos.

Katerinna

bufólogo disse...

mj... mete paletes, resmas disso. Eu sou o verdadeiro DON JUAN.

bufólogo disse...

Catarina... obrigado pelas beijocas.
Apanha mais estas aqui()()()()()()

Katerinna disse...

"Hoje roubei todas as rosas dos jardins
e cheguei ao pé de ti de mãos vazias."


Eugénio de Andrade

Katerinna disse...

Bufólogo.. ;)))

bufólogo disse...

Catarina()()()Não digas que ficaste coradita com mios bacios?

bufólogo disse...

Professor,reportando-me á parte do texto em que fala dos filmes da sua infancia, e para acrescentar á sua recordação os filmes Western, que eram de longe os nossos preferidos, mesmo a preto e branco, prendiam-nos ao ecran da tv como:
Marshal - O Mayoral - Bonanza - Etc. O tempo VOA Professor, essa é que é essa.

bufólogo disse...

E no alinhamento, cá vai uma citação de uma frase de uma música do PEDRO:
ESTA VIDA SÃO DOIS DIAS, E UM, É PARA ACORDAR.
Pensem nisto.

Lusco_Fusco disse...

Mahatama
Quando se revela como "torrãozinho" à Maria(seja lá de adoçante!lol), cria uma "inveja" na Je de criar um "Manelito" :)))
Eu costumo dizer que o amor para o homem é como algodão doce, depois de bonito ao olho, passa pelo paladar e "pufta"... vaporiza.
Mas um carinho tão concentrado que não cala e transborda para o papel, merece uma oportunidade. Não pensou nisso ainda?... "SE Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé"
Este e todos os post's à Maria, são como pedras preciosas a envolverem-lhe o colo. Mas pense comigo, não preferiria ela os seus braços no lugar das pérolas?... Ai ai ai ai! (ihihihihi)

É sempre um prazer lê-lo, mas nestas ocasiões, mais ainda.
Um abraço
MJ
PS Hoje até ralhei, mas não me contive. :))))

CêTê disse...

Boa noite,
O Chico Buarque é uma figura!
A contenção em palco, desconcertante.
Os olhos de uma transparência arrebatadora.
A voz murmurada, levemente nasalada, que trilha caminho ao lado da música que a ampara com a delicadeza e o afecto que merece aquele homem que sempre parece pedir colo.
_______________

Para além das que referiu (lindas!)
Já lhe dei meu corpo…;
Vida...;
Flor da Idade...;
Bem querer...;
Vai levando...;
NÃO passou!;]]]]
E aminha eleita: "Morena dos olhos d água"

________________
Gostei de o ver nos braços de uma bonita mulher no Atlântico em solo Brasileiro.
Sorri ao a saber casada
Sorte de Juca?


P.S- Meus filhos adormeciam a ouvir "A Rita" cantada por mim, de tédio!LOOOL

Será que Cristina Volta?
bjinho

CêTê disse...

(Permita-me, professor, ;))) dedique a "Benvinda" a Maria)

moon disse...

Mas este homem não existe!!

Por um lado, todo ele é sensibilidade. Por outro, dá-lhe para escolher nomes de cavalo (garanhão?!:) e, à boa maneira "macha" fica-se pelas palavras que, embora doces e cheias de ternura, isoladas de acções, não passam de isso mesmo, palavras!
E já dizia o outro: "Palavras leva-as o vento..." e "de boas intenções está o inferno cheio..."
Vai ter que se esforçar um bocadinho mais, professor.
Mas também não se pode ter tudo..., não é verdade?
Tem inteligência a rodos, sentido de humor refinado, fair-play, savoir-fair e outras (tantas) coisas do género...:)Ficou com défice de jeito (coisinha pouca) para convencer a Maria, paciência...:)


E essa de trocar o açucar por adoçante não vai com nada...:(((((

moon disse...

P.S. A propósito...
Corrigam-me se estou enganada, o "Tanto Mar" foi dedicado ao Zé Nuno Martins em tempos de 25 de Abril ou estarei confundida?

CêTê disse...

E "Umas e Outras" tão irónica! Linda.
A culpa é sua postar coisas assim.

(e o Benfica, hein? Tem medo de atrair o demo se exteriorizar a euforia?lol Imagino o pobre do Sousa!;- Parabéns- a Portugal, claro!)ihihihih

Agora é que me vou.
Bora lá a postar "Mais um pequeno Amnstrong" para eu vazar.lol

PAH, nã sei! disse...

Para si Professor... ou será o meu inconsciente, conscientemente a "ruminar"(???):

"Não te deixes invadir por essa ternura delico-doce, fanada, a saudade à portuguesa; endurece ou sucumbes." Sebastião Alba

MJ disse...

Pah, fiz como tu. Resolvi dedicar um post à minha gata. A foto foi um instantâneo tirado com o telemóvel e o poemazito que fiz saiu-me desalinhado.
Enfim... amanhã, trato de corrigir.

Beijo

AQUILES disse...

Anda por aqui muito platonismo.

andorinha disse...

Aquiles,
Loooooooool

PAH, nã sei! disse...

aquiles,

para si, um sorriso psicadélico!! ;))))))

AQUILES disse...

E será que o JMV anda a fazer da Maria um ensaio sobre o platonismo, fazendo testes aqui pela fauna e pela flora?

Xelim disse...

auto-excitação de frustração básica,

«...mas será que esta pessoa (XELIM) não será assim... mais para o oco??»

autora: PAH, nã sei!

na verdade, foi um desejo de premonição minha (refiro-me à auto-excitação de frustração básica)

---

Quando uma mulher aprecia outra mulher, pode ser:

1. desejo estético (não é um desejo sexual)
2. desejo lésbico amplificado (é um desejo lésbico pequeno que é amplificado para simular o desejo masculino...)
3. confusão
4. desejo lésbico mesmo

PAH, nã sei! disse...

XELIM,

Não coloca a hipótese de, quando uma mulher aprecia positivamente outra, ser pura e franca INVEJA (dor de cotovelo, vontade de possuir os mesmos atributos)????

Fiquei admirada!! Com comentários básicos comos os seus, relativamente ao sexo feminino, sou-lhe sincera... esperava isso...
Pode ser que ainda haja esperança :)

Vá lá que ainda coloca o ponto 1. Sempre nos dá alguma margem de manobra... Já me imaginava a apreciar o sorriso de "Mona Lisa" e a começar a ter dúvidas acerca da minha orientação sexual :))

Xelim disse...

inveja, certo! embora seja pseudo-apreciação...

joão marinheiro disse...

Eh pá! e não é que estas tuas divagações/memorias/recordações ao redor do chico me puseram a pensar...
Abraço do outro lado do mar.

AQUILES disse...

PAH
Confirma se recebeste agora um mail meu.

CêTê disse...

Pah, ;]]]]]]
A Mona Lisa (raio de nome)pode muito bem ser um autoretrato (com peruca) de Leonardo da Vinci, se a memória dessas coisa não me falha! Dessa estavas safa! lol (brinco, claro) que hoje estou 1/2 parva.;p

andorinha disse...

Cêtê,
Só hoje????:)))))))))))))))))))
(Brincando, como diz a Su...)
Bjs.

PAH, nã sei! disse...

cêtê,

Ai ela era isso? O Leonardo dava para vestir a roupita da mãe?? :)

CêTê disse...

andorinha,
Bem, bem!;]]]]]]
pah,
Foi um génio, só tinha qualquer coisa a mais.looooooooooool