terça-feira, junho 06, 2006

A ressaca de um benenuôôsu:).

O jantar ontem foi muito agradável, mas como abusei do queijo vi-me grego - isto é influência das aquisições do Glorioso! - para adormecer. Desejo esclarecer que por mim teria ficado até às duas da madrugada, mas o Noise disse-me que já estava farto daquela seca e ameaçou contar anedotas ainda piores e mais alto do que o costume! Sempre cioso da respeitabilidade devida aos murcónicos, rendi-me à sua javardice:(. Snif...

45 comentários:

Aspásia disse...

Oh Proooooooooooofff!!!

Então afinal saiu mais cedo e depois não conseguiu dormir por causa da vesícula a abarrotar de Roquefort... foi castigo, foi castigo!!! Se tivesse ficado mais um pouco ia adiantando a digestão e depois caía na caminha e fazia logo ó-ó...
Mas foi muito interessante e animado. O Noise acho que aproveitou para industriar as Meninas Ortópticas e a B´ em outras disciplinas mais contundentes... Então hoje na Feira do Livro leve chapéu de palha de Itália, que está abrasador (e alugue, à hora, uma ventoinha portátil...)

Bjinhos;))

BlahBlahBlah disse...

Caramba! Eu é que me vi grega para ler algo tão simples como "venenoso" aqui neste "benenuôôsu:)".

Carago! [ai carago não, carago!], venenosa sou eu e não estava lá :)

b' disse...

pois eu também tive dificuldade em adormecer....

é que continuava a ouvir a voz do noise!!!! ;))

thorazine disse...

Noise,
tou a ver que tu és daqueles...

deeper disse...

ui

Aspásia disse...

Deeper

Faço totalmente minhas as suas palavras.
;)

B´ e demais pós-jantantes (ou jantados) e outros caixeiros desta zona balnear:

Ainda sob a acção euforizante do aveludado de alho-porro, efectuei uma pequena reportagem com pormenores erotico-picantes na penúltima caixa de Pandor..., perdão, de comentãrios. É só lá irem coscuvilhar. Parece uma página da Caras.

Falta a reportagem do Noise, que suponho estará por estas horas a levantar-se...

Quanto às indigestões, temos por agora apenas 2 baixas em 20: o Prof. e a Andorinha, num percentual de apenas 10%.

;>>

andorinha disse...

Boa tarde.

Eis-me de regresso ao ninho.
Gostei imenso do convívio, como sempre. Cada vez ficam mais gostosos estes encontros, já somos uma pequena "família" e mais não digo, não é necessário.:)

Pois é, Júlio, se tivesse seguido os conselhos da Aspásia tinha feito melhor.:)

b',
Looooooooooooooooool

Aspásia (4.59)
Quanto à indigestão também me vi grega, mas o pior já passou. Estou pronta para outra.:)))

Lusitana Paixao disse...

Este Blog é realmente um Blog muito blogueado!
Bloqueado queria eu dizer!
As postagens são interessantes mas o pessoal só fala do que lhe interessa.
Será que não sabem comentar nada?
Mas há aqui pessoal licenciado não há?
E pessoal inteligente também... não há??
Assim não vale a pena estar a lançar os debates..
Bem... isto também não é obrigatoriamente comentável.

Vou sair de fininho!
XAU maralha Óptimos jantares!

andorinha disse...

lusitana paixão,

Aqui o pessoal só fala do que lhe interessa, claro.
-Logicamente não sabemos comentar nada.
-Pessoal licenciado deve haver.
-Pessoal inteligente também deve haver.
-Quem decide se vale a pena ou não lançar os debates, que eu saiba, é o dono do blog.

Resta-me apenas acrescentar que o teu é um excelente exemplo de um óptimo comentário, inteligente e bem estruturado.
Por que não apareces mais vezes, pode ser que consigamos aprender algumas coisas.

E novamente os jantares???!!!
Já não há pachorra.

azulcereja disse...

Boa tarde!
Ter estado ao vivo e a cores convosco foi "delicioso", tão delicioso quanto o creme de legumes que já aqui foi mencionado (se era de alho porro ou não, não sei, mas que estava uma delicia, ESTAVA!).
Ao longo do tempo que tenho visitado este blog e lido os post's e os comentários que aqui se vão acrescentando, falta-me sempre uma dimensão importantíssima: o SOM! Sim, o som das vossas vozes, as inflexões que cada um de vós dá ao que dizem/escrevem.
Ontem ao jantar não me faltou o som das vozes de cada um (principalmente do Noise, pois fiquei justamente ao seu lado).

Noise? Este teu nick é um trocadilho quanto à forma efusiva como tu falas e comunicas, não é meu lindo?

Tenho pena de não ter interagido mais com cada todos os outros, pois a a proximidade com os restantes elementos foi apenas com o Viktor, a B', o Carlos e a Lena.

Se o ritual de iniciação para estes vossos encontros bastar ser o que me permitiram com o dia de ontem, então só os condicionalismos de força maior me afastarão de mais momentos desses...mas para a próxima quero ficar mais perto do professor, posso?

É que também dele gosto de ouvir a voz, a forma como harmonisa ideias e inflexões nas frases...manias que tenho ( habituada que estou a ouvi-lo na rádio e na televisão), de pôr os 5 sentidos a trabalhar.

A propósito de 5 sentidos, li na agenda cultural de Lisboa uma coisa interessante:nos dias 10 e 11 de Junho (3 e 4 já aconteceram) vai haver um Curso de Identificação para Pessoas com Deficiência Visual.
" O curso tem uma componente teórica sobre a biologia e ecologia das aves a conhecer e onde se aprende também a identificá-las através dos sons com que comunicam. Há também uma componente prática em campo, a realizar na Tapada da Ajuda e na Serra de Sintra"
Li a noticia de frente para trás e de trás para a frente e não percebi onde me posso dirigir para me inscrever, não sendo invisual, poderei inscrever-me pois é aberto a todos, com preferência a invisuais...espero que a ACAPO divulgue de uma forma mais eficiente...

Vou ter que terminar por agora, está na hora de ir jantar, mas ATÉ JÁ (onde é que eu já li isto?)...

Beijinhos***

azulcereja disse...

Onde está "harmonisa" leia-se "harmoniza"...O meu teclado está uma lástima!....

Sousa disse...

Cambada, vocês ainda matam o meu patrão! Para a próxima arrastam-no para o areal mais próximo e calem-se todos (amordacem quem estiver a pedi-las) e falem de tudo menos do tempo e do comer.

E, menina (?) CêTê nem pense que vou revelar as minhas intimas práticas.


AHAHAH não queriam mais nada, não?

O queijo é que a paga! Pois pois.

Sousa disse...

arrastEm-no

Pamina disse...

Boa noite.

Andorinha,
Ainda bem que estás melhor:).

Tenho uma informação para a estatística da Aspásia: não me senti mal ontem e dormi (pouco, mas) bem, contudo acordei com a sensação de digestão mal feita e um peso no estômago. Não, não foi ressaca porque só bebi aguinha mineral.
Aspásia, não me ponhas na casualty list a 100%, porque foram só umas náuseas ligeiras:).
A propósito, a comida estava óptima. A culpa será de algum excesso devido exactamente a ser tudo tão delicioso.

Quanto ao convívio, também julgo que não é preciso dizer que gostei muito de ver e rever todos os presentes. Um beijinho para todos e até à próxima:).

Orange disse...

Ainda bem que tudo sempre se digere.
:)

noiseformind disse...

Uma pessoa tenta presentear um vulto da nossa literatura com uma criação fresca (E, dir-se-ia, peganhenta) de uma pequena metáfora humorística (o PP pode-o avalizar), um verdadeiro nascimento de Vénus em miniatura, e é assim presenteado, acusado de forma torpe do vulgarismo mais debochado?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!

No entanto sabeis-me trovador de extremos escrúpulos morais e portanto gostaria de inquirir o Jú se estou autorizado a reproduzir aqui a anedota que de forma aparentemente tão vil (e, quanto a mim, por apenas um excesso temporário de pudícia provocado pelo queijinho) apartou de nós o Boss na sua manifestação corpórea, sendo ele omniopresente, claro. Para que todos possam comprovar e proveitar do salutar e salubre humor e das pérolas de folguedo inocente que me saem da cornucópia criativa.

Nil obstat, Boss? A bem da minha inatacável honra, claro, claro...

Caso não me seja possível defender a minha honra publicamente pela palavra, sendo que foi esse o meio usado para a ultrajar, então teremos de partir para o habitual duelo entre homens de bem. O Carlos será minha testemunha e como armas invoco, como habitual, as francesinhas da Cufra.

fiury disse...

boa noite

thorazine disse...

Noise,
gosto como empregas vocabulário bíbllico no teu discurso. Quanto leio o que escreves, ignorando o conteudo, regresso aos domingos de manhã de garoto, em que me era imposto estar sentado num igreja das onze ao meio-dia. Na altura, ignorava também ao conteudo devido a ter a percepção que o senhor que falava estar num looping verbal. Aqui ignorei por momentos só para ter alguma coisa que escrever :)))

Ps- Só me apetecia elevar o número de posto do 16 para o 17, um número que é agradável à vista!

Aspásia disse...

Noise

um verdadeiro nascimento de Vénus em miniatura...

No teu caso eu diria mesmo "um verdadeiro nascimento de Vénus em majoratura"!...;)

Aspásia disse...

Andorinha

Ora ainda bem que já alisaste as penas, depois daquele cizirão mal digerido... também todos sabem que a andorinha é uma ave muito resistente. e isso eram também já saudades do ninho...

Bjinhos:))

Pamina

Pois! Como eu não fiquei de olho no teu prato, como da outra vez, foste glutona. De facto estava tudo muito goed. E felizmente que não havia "bro luls"!!!;)) (ainda não vi como se escreve bro)

Kusje

Aspásia disse...

Isabel Pietri

Tive pena que não fosses. May be next time e além disso iremos buscar a Fora-de-Lei à prisão..:)

Bjs

Lusco_Fusco disse...

Ora sejam muito bem aparecidos!!!
Andorinha ainda bem que estás recomposta. O regresso ao ninho faz milagres :))))
É bom saber que, salvo a indisposição da Andorinha está tudo bem. E que o Professor se esqueceu de dormir depois do queijo :))) Estar na capital não é todos os dias, é bom que aproveite também as noites :))))(brincadeirinha)
Quanto
"(...)o Noise disse-me que já estava farto daquela seca e ameaçou contar anedotas ainda piores e mais alto do que o costume! Sempre cioso da respeitabilidade devida aos murcónicos, rendi-me à sua javardice(...)"
Hummm o Noise sempre tão comedido... Se não fosse o Professor a contar eu nem acreditava! Introvertido como é, a única razão para esse estado de espírito, só mesmo
E_ncontro
C_onvivência
S_atisfação
T_raquinice
A_mizade
S_er sol-de-gata
I_mparável
E_ntretém

Energia natural do Noise :)))
MJ
PS. Professor um bom repouso.

fiury disse...

sousa

não tratas do miudeco e depois é isto. pede à gestrudes que o ponha a canjas até ao s. joão do nosso porto. sabes bem que arrasta-lo é dificil. era só mesmo se ele quisesse muito... e ele é teimooooooso!

Aspásia disse...

Fiury

pede à Gertrudes que o ponha a canjas ...

Sugiro canjas de avestruz, que são as que mais fortificam.
Depois de um périplo destes o nosso Prof. necessita de um choque energético. E, naturalmente, ao pequeno-almoço, uma gemada de ovo também de avestruz...

;))

fiury disse...

aspásia

ai a maria sempre foi ? que vendaval de areia!!...;)))

azulcereja disse...

Onde se lê:"Curso de Identificação para Pessoas com Deficiência Visual" deve ler-se:"Curso de Identificação de Aves para Pessoas com Deficiência Visual"...faltavam as AVES...digamos que "voaram" do título que escrevi antes de jantar...só descobri a falha quando "aterrei" de novo, depois do jantar...Desculpem! :(

Aspásia disse...

Fiury

A Maria, como sempre... não foi com as outras... Segundo a Pamina, ainda foi vista em Aveiras de Cima, a apanhar boleia para Lisboa, mas depois perdeu-se-lhe o rasto... ou talvez tenha apanhado boleia para outro destino, Uagadugu, talvez...:))

fiury disse...

aspáia

a miúda lá se sentiu mais segura com a ameaça de rapto tão veemente!)))

fiury disse...

aspásia

fiury disse...

boa noite
durmam bem

António Viriato disse...

Estimado Prof. Júlio Machado Vaz,
Caro Amigo,

Quero felicitá-lo pela excelente charla que hoje manteve com os seus leitores, telespectadores e ouvintes da Rádio, ali no átrio do alto da Feira do Livro de Lisboa.

Só não fiquei para a dedicatória do livro «O Tempo dos Espelhos», porque tinha cerca de 20 pessoas à minha frente e estava com pressa de chegar a casa.

Na curta viagem do Metro, li umas páginas, as iniciais, que me pareceram relatar uma sua experiência algo amarga, mas enriquecedora, que terá tido um desfecho feliz. Sinceramente com tal me regozijo.

Fiz-lhe uma pergunta sobre a sua ideia do público que o ouve com regularidade, entre o qual me incluo, não tanto pelas razões que adiantou, como a atracção do seu público, agora crescentemente masculino, pela voz, sem dúvida maviosa e sedutora, da sua simpática interlocutora, Ana Mesquita, muito mais interessante do que a do murcão do António Macedo, com perdão pelo uso impróprio do termo, da sua particular estimação, presumo, e pedindo também desculpa ao António Macedo, que não tinha culpa de não ter jeito para aquela função, porque cada um é para o que nasce, além de que ele ria demasiado durante os diálogos, por vezes, a despropósito. Irei ler o livro e depois lhe direi alguma coisa mais fundamentada, se não achar intromissão insolente da minha parte. Renovo as felicitações e desejo-lhe continuada inspiração e paciência bastante para escutar tanta gente curiosa do seu alargado saber. Um seu já antigo ouvinte e, agora também, recente leitor de Lisboa, que sempre estimou as gentes do Porto, os portuenses, embora menos certos portistas...

Gertrudes do Sousa (não é do rio) disse...

Ai cruz credo abrenúncio!!!

Atom o meu Sousa também já está c'o a mania de corrigir aquelas cousas, os tipos ou lá como é que o sr. Doutore diz que se chamo.

Cruz credo! A moda pegoue!

Pois olha! Sousa, eu cá é como Deus me botou ao mundo que escrebo e também é como falo que escrebo.

É assim-e home!
Quem num gostar não come!

Por causa de um tipo ou lá como é que o sr. Doutore diz que se chamo...

Cruz credo abrenúncio!!!

Aspásia disse...

Carlota Joaquina

Sei de quando em vez vem aqui. Deixei-lhe resposta no meu blog "Olho Seco", onde só hoje vi o seu comentário.
Um abraço.

P.S. - Professor, desculpe estes recados, mas já sei que compreende.

Boa noite a todos:)

yulunga disse...

Bom dia maralhal.
Claro que o encontro, como todos os outros que o antecederam, foi agradável por tudo e mais um par de botas.
Em relação ao que disse a b’, concordo e de facto penitencio-me por isso pois já é a segunda vez nestes encontros que me sento ao lado do Dr. Murcon.
Numa próxima para além de deixar de ser gosmeira, prometo controlar o resto do mulherio mais habitué e impedir que se sentem perto do Dr. deixando esses lugares vagos aos novos que chegam. Saber receber é uma arte.
Mesmo assim acho que estar presente é muito mais importante do que estar ao lado de...
A única nota negativa que coloco nestes encontros é sempre a sua curta duração.

Aspásia disse...

Maralhal&C.ª

Finalmente saiu o resultado da Prova Oral - 06.05.31 do Professor.
Transitou de ano com 19,5 valores.
Foi também a minha estreia como ouvinte da Antena3 e não desgostei dos entrevistadores.

Bons sonhos :))

Angie disse...

Pronto, lá continuo eu com o meu exemplar do Tempo dos Espelhos “in albis”! E pronto ainda, pke o professor lá se livrou de mais um encontro imediato de 3º grau….
Afinal, alguém me pode explicar:
- Fui eu que falhei o local? Ou a tertúlia que não começou a horas?

Bom, o facto é que fui a Lisboa por outros motivos, e alertada pelo Murcon, sabia que hoje estaria na feira do livro. Nem me passou pela cabeça conseguir o milagre de lá passar, mas vai daí o livro deslizou para dentro da pasta como quem não quer a coisa…Mas afinal, a “tardada” de trabalho acabou já às portas da noite. E o calor, mais o cansaço das horas sentadas, deram-me o mote para tentar a sorte… E não é que consegui mesmo convencer 2 inocentes a jantar por ali perto do Parque, e passear uma escassa horita pelo meio dos stands? Afinal, a saída para o eixo Norte-Sul até era mesmo ali ao pé…E consegui tudo de 1 assentada: arrastar os dois voluntários (ignorantes do meu móbil secreto…); arranjar um restaurante simpático para comer umas douradas tostadas, mesmo ali ao pé da feira; e por fim arranjar lugar para o carro bem pertinho da entrada e tudo!
- Não eram isto tudo sinais de boa fortuna?! Ainda por cima imprevistos?
Mal entrámos, vociferavam os microfones “Júlio Machado Vaz, conversa com os seus leitores no auditório acerca do seu útimo livro, blá, blá…….”
Bom, senti logo quatro olhos cravados acusadoramente na minha cara, e a careca semi destapada…. Mas disfarcei! E continuámos heroicamente, stands abaixo. Afinal, as borlas nos livros eram muitas e os apetites imensos. Os stands da D.Quixote, então…uma boda aos "pobres de nós", leitores portugueses (que bem as merecemos!)
Passo na Texto, mas tudo calmo: nada de avisos nem de sinalizações discretas. Indecentes!! Tinha mesmo que abrir o jogo! E lá perguntei se teria ouvido bem à entrada. Disseram que sim, que era no auditório, já devia até ter começado.
Os acompanhantes no “bom… faz-se tarde, há que voltar a subir o recinto e rumar a casa”…
Pois, mas era só um bocadinho, eu ia ali e já vinha…Esperassem mais 10 minutos a tomar um café e já estava!
Mas qual quê!!! Romaria à senhora da asneira!
Que é feito da tertúlia, do professor, dos fiéis leitores?! Já só queria até deitar o olho e mais nada! Mas não encontrei.

E volto à minha:
- Afinal fui eu que me enganei no sítio ou aquilo que não começou a horas?!
Vim-me embora, feitas as contas já eram quase 10 h., e tinha 2 mais pela frente de caminho.
Azar dos azares. Por alguma razão o dia tinha corrido tão bem, e nós sempre a gozarmos com o tão falado 6-do-6-do-6, os tais números da conjugação do diabo!
Pelos vistos…era mesmo verdade. Ou os meus diabos, ou os dos outros, andavam à solta, e lá fui eu à feira do livro para nada! Que los hay, los hay…
(Mentira, trouxe o “Alma” do Manuel Alegre”. Foi uma boa coisa!!!)

OBS: Os demais viajantes já repararam num particular?! Esta A1 é qualquer coisa!!! Mais uma vez um loooongo troço em obras, ali em Santarém-Torres Novas. Já viram? Isto é CONSTANTE , mas nós pagamos sempre o mesmo, quer haja normalidade nas vias ou não!!! Então as portagens não são para tudo isto (as que pagamos em condições normais não supõem exactamente isso, a manutenção e a reparação das vias)? Devíamos ser indemnizados pelos transtornos, pelos riscos, pelos incómodos, pela quebra na média de duração da viagem, etc, etc, etc…
Mas isto é Portugal MESMO e acabou! Nem sei porque me espanto!!!

fiury disse...

bom dia

b' disse...

bom dia maralhal

yulunga 1:04 AM

Mesmo assim acho que estar presente é muito mais importante do que estar ao lado de...

claro que sim! :)

e ainda bem que não fiquei muito perto do boss...
é que com aquela t-shirt branca a meu lado(já disse que estava de parar o trânsito?), ainda me dava alguma indigestão!!! ;)))

@:)

Isabel Pietri disse...

Aspásia,


Eu sou de longe,
de muito longe...

tarirarirarirara

Eu vou p'ra longe
p'ra muito longe...

tarirarirarirara

:-))

Obrigada. Gostaria de vos conhecer também.
Yes, maybe some other time.

:-)

lobices disse...

...apesar de vir aqui espreitar quase todos os dias da semana (aos fds nem tanto), por falta minha com certeza, não estive talvez atento, não dei pelo facto de que estava a ser combinado um jantar em Lisboa no passado dia 5
...e só mesmo ontem soube que houvera um encontro
...acontece que mais triste fiquei porque nesse fds estava em Lisboa e regressei ao Porto nesse mesmo dia 5... se tivesse estado atento, porventura, poderia ter ficado mais um dia e regressado a 6 e estar presente...
...mas como tal não aconteceu, fico na mesma feliz por tudo ter corrido bem (apesar dumas más disposições... por que razão teria sido?...) e fico à espera de um próximo...
...abreijos

b' disse...

amigo lobices

isso é q é ter azar... :(

tens de ir espreitando o blog dos jantares....

mas olha que o noise fartou-se de fazer propaganda aqui nas caixas dos comentários!!! :)))

@:)

noiseformind disse...

Aspásia,
"O Noise acho que aproveitou para industriar as Meninas Ortópticas e a B´ em outras disciplinas mais contundentes..."

Sem dúvida, e o Carlos e o Vik disso serão testemunhas. Partilho, via cosmologia, um interesse bastante razoável com a óptica. E os avanços nas tecnologias de processamento de fenómenos físicos (nomeadamente na audição) fazem-me crer que em breve poderemos processar convenientemente e de forma percepcionável para o cérebro o espectro de luz visível. E ainda falámos, como não podia deixar de ser do facto de a forma como as pessoas vêm o mundo contribuir para auto-imagens mais expansivas e tímidas (uma conversa que o Vik arrastou, barbaramente, para um debate de decotes, levando quase a B', na sua indignação, a tirar a t-shirt para dizer que era uma mulher bem expansiva). Como sabemos da condição frase de coração do Boss, demovemo-la ; ))))))))))))))))

azulcereja,
Há outros rituais. Mas infelizmente já vai sendo raro enconrar virgens para sacrificar ; )))))))))))))))) como sabes a idade legal para homicídios rituais é de 16 anos : ((((((((((((( e por essas idades as virgens já não abundam looooooooooooooooooooooooooooool looooooooooooooooooooool loooooooooooooooooooooooooooool loooooooooooooooooooooool

lusitana paixão,
Estou com a Andorinha. Tanto patriotismo devia ser compensado. Um comenda seria uma boa ideia. Mas pronto, mais tarde ou mais cedo era natural que os anónimos começassem a dar-se ao trabalho de fazerem perfis só para voltarem à nossa companhia. Eu, pessoalmente, tenho saudades deles. Good old time friends, they are to me (diria o Yoda) ; ))))))


Aspásia,
Majorum cluatis cuprominum vat, já dizia Eritrómino. E nem uma só obra dele traduziada em português ; ((((((((( (já os alemães foram mais cultos e interessaram-se por ele)

Viriato e Angie,
Assim é que é! ; ) é a reclamar que isto muda. Por falar nisso eu sugiro ao plenário que seja instituído um limite de profundidade de decotes a usar no jantar. Não é por ausência de beleza deles. Mas como sabem há poucas toilettes masculinas em que seja possível usar decote e a malta já se começa a sentir discriminada loooooooool loooooooool lolooooooooooooooool loooooooooooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooooooooooooooool loooooooooooooooooooooooooool looooooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooool loooooooooooooooooooooooooool

E já agora, pq não dizê-lo. Este jantar do Murcon, na minha opinião, foi o que mais portas abriu nos nossos corações. Uma verdadeira chave-mestra de boa-disposição ; )))))))))))))))))))


"Hummm o Noise sempre tão comedido... Se não fosse o Professor a contar eu nem acreditava! Introvertido como é, a única razão para esse estado de espírito, só mesmo
E_ncontro
C_onvivência
S_atisfação
T_raquinice
A_mizade
S_er sol-de-gata
I_mparável
E_ntretém"

Lusco_Fusco, podias escrever isso tudo com muitas menos letras, bastava XXX que toda a gente percebia

Xcessive
Xtasy
Xultation

Não ficava mais sexy???????????? Penso eu de q...


bird girl,
Mmm... não sei não... olha que nunca vi a malta dos pregos fazer a digestão com eles. Se a malta já com a pedra nos rins se lixa... imagina com pregos nos rins loooooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooool looooooooool loooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool loooooooooool loooooooooooooool

Quanto ao Boss ter sido rodeado de beleza e inteligÊncia por todos os pontos cardeais só posso dizer que é uma excelente terapia de reforço da sua heterossexualidade ; ))))))))))))))))) pena não poder ser organizada de forma a ser reproduzível de forma não-espontânea ; )))))))))))))))))

Miúdas, quantas de vocês ao longo do jantar não desejaram ter as mãozinhas elásticas???????????????????????????? : )))))))))))))))))))))))) confessem!!!

Não percebo. Com tanta divulgação, como é que a malta consegue FALHAR o jantar querendo vir???????????? Malta, como sabem o Maralhal (e especialmente, eu), é gente de poucos recursos. Não estão À espera que façamos publicidade na televisão pois não?????????????

PORÉM, FICA PROMETIDO QUE O PRÓXIMO JANTAR DO MURCON SERÁ DIVULGADO UMA SEMANA ANTES NUM JORNAL DE TIRAGEM NACIONAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Quero ver a desculpa que vai vir depois: "ai... eu não leio esse, tem poucas fotos da Merche e do Cristiano Ronaldo..." ; )))))))))))))))))))

Julio Machado Vaz disse...

Angie,
Mas eu saí de lá quase às 23.30!!!!!!!!!

andorinha disse...

Boa tarde.

b'
"...ainda me dava alguma indigestão!!!:)))"
Estás a meter-te comigo, não estás, miúda? Ai, ai....:)))

Lobices,
Falha imperdoável a tua.:)
Mas estás perdoado, desde que prometas comparecer no próximo.:)))

Angie disse...

Pois, professor, outra coisa é que me custaria imaginar. Que a cavaqueira não tivesse durado pelo serão dentro.

O que eu perguntei foi se tinha COMEÇADO a horas, às anunciadas nos micros da feira.
E se tinha de facto sido no auditório, porque eu andei feita barata tonta, sem encontrar a dita tertúlia.
É certo que a minha "demanda" foi curta dadas as pressões da hora de retorno, mas eram quase 10 horas e... ou procurei no sítio errado, ou não dei por si e os seus sortudos acompanhantes.
À saída, de novo ao pé da entrada norte do Parque, ainda dei um pulo ao bar, com a desculpa de ir comprar tabaco...não fosse aquilo estar a decorrer ali.
Mas não estava.
Estava aliás cheio e muito apetecível, mas quanto a Murcon...nada!
Isto foi uma grande partida, depois da omissão da sua apresentação em Coimbra.
Mas reconheço que tb aproveitei 1 furo imprevisto, e não pude dar a mim própria a margem de manobra que queria!
Snif.