sábado, fevereiro 24, 2007

Em tournée.

Ontem falei em Chaves. Começámos às 19.30 e ainda havia resistentes pelas 21.30... Ao longo dos anos constatei esta gratificante avidez sobretudo nas cidades do interior. As pessoas continuam a dizer - com razão... - que nos ficamos (preguiçosamente) pelo litoral. Mas não "amuam", e tratam-nos como príncipes quando aparecemos:)))))))).

P.S. Tenho a acrescentar que na Adega da Luz se come bem e à fartazana por 7,5 euros por cabeça!

21 comentários:

CêTê disse...

Adega da LUZ? Vai falir ;]]]]]
bfds ;]
Por esse preço come-se sentado?;/

bfds

me disse...

...ca ganda sorte!

fiury disse...

cêtê

com essas provocações ainda me põe a relatar os jogos do glorioso:))))
ganhamos e acho que o jogo era importante!))

Aspásia disse...

...se come bem e à fartazana por 7,5 euros por cabeça!

SIM, PROF.... MAS DE QUE ANIMAL?

CABEÇA DE PESCADA OU CABEÇA DE PORCO?

CUIDADO COM A VESÍCULA...

BOM F-D-S

;)

Klatuu o embuçado disse...

Portugal é o interior... é lá que habita o lado mais impoluto e autêntico da Sua alma.

Abraço.

Ameninadalua disse...

Bom dia!

Acho graça o professor tambem avaliar os locais por onde anda pela qualidade das "lambarices" que encontra:)

O prazer da mesa é sem dúvida muito gratificante e melhor ainda se associado a uma agradável conversa duma boa companhia!...

Existem locais muito generosos na oferta gastronómica no que respeita à qualidade e ao preço e estou de acordo com o Klatuu o Embuçado pelo menos a este nível, quando diz que Portugal é o interior...:)

andorinha disse...

Bom dia.

Agora já percebi por que razão gosta de andar em tournée: por esses roteiros gastronómicos:)))

Neste aspecto e pese embora não concorde com o Klatuu que é um exagerado:), é natural e compreensível que nas regiões do interior as pessoas tenham uma receptividade ainda maior e sejam mais calorosas com quem lá vai conversar com elas.
Se a oferta é muito menor....
Amuar?
Não são pessoas de amuos e só ficariam a perder:)

Continuação de boas conversas e boas comezainas:)

Maria Velho disse...

A vida de "artista" é mesmo muito desgastante: ele é tournées em boas máquinas, ele é falar alegremente o tempo que se quer e por fim uf!!! a boa mesa, à portuguesa.
Só uma dúvida : acha barato comer por cabeça 7.50€??? cá na invictiva come-se bem , barato e sem cabeça!!

Joao Malainho disse...

Trás-os-Montes é uma região especial, em particular a "Terra Fria". E essa faixa de Montalegre a Chaves esconde tanta genuinidade como beleza, na terra e na gente.

MJ disse...

Professor:

"na Adega da Luz se come bem e à fartazana por 7,5 euros por cabeça!"

Se precisar de tradução simultânea durante essas palestras, pode contar comigo :-))))
De forma desinteressada, claro!;-)

Abraço

maria estrela disse...

De facto há uma diferença significativa entre o litoral e o interior do país. Se bem que em questões de identidade cultural,gastronomia, usos e costumes, o interior bate-nos aos pontos.
Outra grande diferença existe actualmente entre Lisboa e o resto do país.Parece que o país é Lisboa, o resto um apêndice.
E todos sabemos que só quando os apêndices incomodam é que nos lembramos deles.
Bom Domingo

thorazine disse...

Puxar um bocadinho de lamechice...

"O vídeo mostra a história de um pai de 59 anos que, para realizar o sonho
do filho deficiente físico, decide participar no "Iron Man".

Para quem não conhece, o "Iron Man" é uma prova de resistência física que
consiste em 3,8 km de natação, 180 km de bicicleta e 42 km de corrida.

Para realizar o sonho do filho, o pai resolveu participar e conseguiu
terminar a prova...

Mas com um pequeno detalhe:
ELE CARREGOU O FILHO DURANTE TODO O PERCURSO!!"

http://www.youtube.com/watch?v=RwZvh5t-bAg


;))))))))

thorazine disse...

Bem, desculpem lá mas vou postar outro link! ;))

Ri-me tanto agora que não resito a partilhar! LOL

http://www.youtube.com/watch?v=BgoOihBb78w

Reparem bem no miúdo de trás aos 00.49s !

;)))))))))

Aspásia disse...

B DIA

NA ANTENA 2 agora JOEL COSTA

"PÉTAIN"

a disse...

está sempre cheio de fãs (eu sou e assumidíssima), descobri quem não lhe ache piada e decidi partilhar. Por acaso escreve coisas engraçadas.

www.ana-de-amsterdam.blogspot.com

lobices disse...

...curioso que sou, segui o conselho da "a" e fui ver o blog da aninhas de amsterdam:
...na verdade, ela não gosta de si, óh Profe!... :)))
(ver blogue dela)
...
"...Enquanto tricoto o cachecol da M., vejo um dos poucos programas de televisão que procuro ver todas as semanas: “Estes Difíceis Amores”, com a Gabriela Moita e o Júlio Machado Vaz. Gosto mais dela do que dele. Primeiro porque é mulher e, nestas coisas do sexo, como noutras coisas, sou assumidamente preconceituosa. Desconfio sempre dos homens. Não lhes reconheço competência para determinados assuntos. Acho impossível que um homem, ainda que psicólogo, psiquiatra, sexólogo, compreenda os sentimentos das mulheres. Nunca na minha vida consultaria um psicólogo ou um psiquiatra homem. Muito menos, um sexólogo homem. Depois, irrita-me a maneira como ele, Júlio Machado Vaz, fala. Não é que o que ele tem para dizer não me interesse. O que eu não gosto é a forma como o homem se expressa. Gosto do conteúdo, não da forma. O corpo enterrado no sofá, os olhos semi-cerrados, as pálpebras a fecharem-se lentamente, sempre a fazer citações, a chamar à colação autores, escritores, cantores, pintores e o diabo a quatro. Não tolero aquele registo aparentemente despreocupado. O cabelinho grisalho, meio comprido, provoca-me arrepios. Um homem deve usar o cabelo curto e limpo. Sempre. E o pulover sem mangas da Lacoste? Não há pachorra para o invólucro daquilo que ele é. Deve ter um ego do tamanho do mundo. Nem o facto de ser um fã incondicional e assumido do Sérgio Godinho o salva..."
...

maria estrela disse...

Aplicar-se-á o velho ditado " Quem desdenha quer comprar?"

Nas Margens disse...

...gostos não se discutem...

penelope disse...

Depois ainda dizem que as mulheres são mazinhas umas para as outras.

Ai, esta inveja masculina.

PAH, nã sei! disse...

Lobices...

Chefinho...

Apetece dizer: GANDA ANINHAS!!!!

thorazine disse...

Se gostassemos todos dos vermelho...que seria do azul?

E até está engraçada a maneira como ela descreve o professor.. ;)))