domingo, abril 17, 2005

Balanço provisório do fds

1) Alarme avariado.
2) Fogão avariado.
3) Três lâmpadas fundidas.
4) Uma chave partida na fechadura da casa das máquinas.
5) Enorme carga de água a caminho de casa porque o meu filho mais velho proibiu que o carro atravessasse o prado nascente.
6) Mais um ataque de nervos com o resultado do Benfica.
7) Inundação na garagem.
E contudo...
1) Magníficas comezainas na Mindinha e no Sol da Cabreira.
2) Um passeio inacreditável lá no alto, com cavalos selvagens enroscados junto à estrada.
3) O sono em dia.
4) O privilégio de ouvir o Guilherme discutir arquitectura com o José Mateus. E perceber que a beleza e o talento, quando explicados por "gente como nós" e não parvalhões emproados, ficam ao alcance da compreensão de todos.
5) Um nevoeiro que ao longo do dia foi subindo, subindo, como se as árvores executassem um strip preguiçoso e reticente, até se desnudarem numa sinfonia de verdes e castanhos.
Pelo que:
Maralhal, preferia estar a escrever-vos lá de cima:).
Boa semana!

68 comentários:

lobices disse...

...Viva!...
...claro, tem de haver equilíbrio entre as coisas boas e as coisas más... mas, no balaço geral correu tudo bem (excepto ao benfica...)
...faltou o "bichinho" prá-iscrita!
...o nosso amigo JMV já foi infectado pelo virus da blogdependência... lol
...bem vindo
...boa semana
...abraço

Nia disse...

Boa semana Professor:)

sandro disse...

O Norte é assim.
E saudades que eu tenho de Sedielos (a terra da minha mãe), Peso da Régua.
Este ano não vou para lá ainda, provavelmente passo uns dias em Paredes de Coura (eheheh). Todavia, terrinhas sossegadas com paisagens deslumbrantes e gente muito simpática, ah pois é...

Bem, resta-me desejar ao Professor uma boa semana.

jotakapa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
jotakapa disse...

Há momentos em que apesar de todos os percalços, somos capazes de tirar o melhor da vida. E ficamos de bem connosco porque conseguimos saborear a vida!
Um abraço!

PortoCroft disse...

Exceptuando o ponto 6, tudo coisa de somenos. :)

Oh!...Prof., confesse-se lá...vá lá...e as 'bebezainas'? Então andar pelo Douro e nem.... Seria até pecado Prof.!... ;)

O norte de Portugal é espectacular. Sem dúvida. Aqui nada se assemelha. Talvez as middlands, em certos aspectos.

Bom início de semana.

Lucília disse...

Prof,ADOREI a sua penúltima frase!!
Welcome back!
PS - Naturalmente que também bebi todas as outras,mas esta,tem um 'je ne sais quoi'...

circe disse...

Dr. Murcon,
Em emergências destas, tem é que
chamar imediatamente o Piquete de
serviço!
Estive todo o domingo na oficina, a fazer o inventário das
ferramentas, a deitar contas à vida,a magicar num pedido de apoio,um subsídio ao Estado...sim
que isto tá mau, ele é buracos, ele é inundações, ele é o diabo,
e a poucos quilómetros o Sr, metido em tais assados, não manda um SOS?
É mesmo um Murcon! :)

andorinha disse...

Ora viva! Bons olhos o leiam:)
O que andaram a fazer para que acontecessem tantas coisas avariadas?!
Mas as comezainas, os passeios, o sono em dia(como eu o compreendo!)
compensaram tudo isso e é o que conta.
Tal como a Lucília também eu digo: a penúltima frase é lindíssima - essa do nevoeiro e do strip-tease não lembrava nem ao diabo, só a si:)
Preferia estar a escrever-nos de lá de cima? Pois é, o fim de semana passa depressa, não é?
O trabalhinho espera-nos....
Bom início de semana.

Julio Machado Vaz disse...

Portocroft,
Mil desculpas pelo esquecimento:). Verde normalíssimo e Borba Reserva.
Sandro,
Ainda tenho família em Paredes de Coura:).

circe disse...

Tá certo que a minha Sucata ainda
não está "legalizada", não há guita
para a publicitar, e a Proteçcão
(n/é erro ortográfico,não)Civil
desconhece o típico desenrasque dos
cidadãos, mas ó gente, quando tiverem algum problema, desde que
NÃO seja metafísico ou existencial,
não hesitem em consultar-me!

Seus murcons, que já tinha saudades vossas, carago.

andorinha disse...

Esqueci-me há bocado de lhe perguntar: já tinha saudades do maralhal, não já? Já não pode passar sem nós, não é verdade?:)

E esqueci-me também do Benfica.
Bem me disse que cautelas e caldos de galinha....

PortoCroft disse...

Mas, quem me manda a mim querer saber, hein?

Bom, por hoje, lá terei que me contentar com uma garrafa de palhinhas. ;)

PortoCroft disse...

Andorinha,

Não faças o ninho para esse lado que sais daqui depenada. :)

Sofia disse...

Atenção pessoal:

23h -RTN -Estes Díficeis Amores

... e a boas horas!

Boa semana,

sandro disse...

Paredes de Coura, um alarme avariado, e uns tipos num placo tipo: Haverá aqui alguém que faça mais barulho que eu?

Ah sossego aonde foste...(sem direito a livro de reclamações, os alarmes foram-se... eheheh).
Pixies... e a minha namorada que queria ir ver Joss Stone a Vilar de Mouros.

Cá para mim, vamos é para Vila Praia de Âncora e acabou-se!

Como diz o Sérgio Godinho: Isto anda tudo ligado... ou, às vezes não, eheheh.

LYS disse...

"Le vin rouge français a toujours, en Angleterre, um goût d'encre; en France il y a un goût de soleil."
(George Moore)

PortoCroft disse...

Sem dúvida, lys.

Aqui, nem o vinho tem o mesmo sabor...ainda que tenha a msma origem. Falta, só, o resto. :(

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
circe disse...

PortoCroft,
Eu não dizia que estava a meter água? Neste caso, a desperdiçá-la..

Devíamos fazer como o Murcon - beber vinho!

É o que dá, pra quem trabalha na construção civil,habituada a partir pedra e a carregar calhaus,
querer agora ser blogueira...


Mas que vejo eu - a Dra. Lígia é
residente nos Díficeis Amores?
Meninas, aqui há caso...:)

Gotinha disse...

Apesar de não ter ligado nenhuma ao meu pedido para responder à cadeia de literatura....
Professor,

B
O
A

S
E
M
A
N
A
!!!

microrocha disse...

Bem, tenho passado ca desde os inícios e nunca me resolvi a escrever (a n ser no caso das triangulações pq foi mais forte que eu). MAs agora que falou em arquitectura, e detalhou o fds, fiquei com um nervosinho que me obriga a clicar e a escrever estas coisas!
N sei para que, pq n vou dizer nada de especial.
Só queria expressar que realmente fico contente em saber q tem prazer ao ouvir falar de arquitectura. Se calhar n é pela arquitectura, mas pela pessoa que a evocou. Mas fico feliz!
...e os 'parvalhões emproados'... tb n gosto deles. E tento, dia apos dia, combatê-los.


Ahh...aqui em casa tb se sentiu a azia pelo Benfica...enfim.

Calvin disse...

É a grandeza do Benfica em grande estilo: até a jogar mal vamos conseguir ser campeões! :oP (soei convincente?)

Gasel disse...

Ainda acerca da fabulosa última frase: essa coisa do nevoeiro e de árvores cheira-me muito a Brumas de Avalon, fadas e duendes, e outras mariquices. Nada como a eterna planície, como o imenso sul... mas cada um come do que gosta (ou pode)!
Qt ao benfica, e conforme ouvi hoje, vai ser este pontinho que nos vai dar o campeonato. Está tudo controlado! (...)

Gasel disse...

Convincentíssimo, calvin!! :)

PortoCroft disse...

E...no entretanto, eu aqui, agarrado a um copo de chianti, em busca do anti-ciclone dos Açores...

Elisa disse...

PortCroft
à minha espera, com chianti? Mas eu sou mais ciclone que anti-ciclone. De qualquer maneira deixei uns e outros por lá. Só vieram dois ananases e um bolo de massa sovada. E mesmo assim, sob protesto (meu, que o bolo já tinha levado sova e estava relativamente sossegado). Para a próxima trago-te um anti-ciclone.

PortoCroft disse...

'Mas eu sou mais ciclone que anti-ciclone.'

Elisa,

Nesse caso, nem há discussão. fico com o ciclone, claro. ;)

circe disse...

E aqui, PortoCroft,a ventania e a
chuva a rodos convida a sorver mui
lentamente um cálice de Porto, a
enrolar-me no edredon(termo tripeiro de edredão)...e a adormecer - na TV revendo um dos
filmes da minha vida, "O Informador" apagando o cigarro pois que o Al Pacino assim gostaria...

Até amanhã, blogocamaradas,sonhos
a multicores :)

Anónimo disse...

Acabei de ver o seu programa "estes dificeis amores" em que abordaram a temática das IST (tendo eu feito uma acção de formação sobre IST em meio juvenil e onde se abordou a sua prevenção nesta faixa etária - porque era a que interessava naquele contexto) não deixou de se falar da grande lacuna que existe a respeito de dar formação e falar de prevenção a pessoas mais velhas. Fala-se, hoje em dia, que um dos grandes grupos de risco, são pessoas heterosexuais com mais de 50 anos, que têm vários parceiros/as sexuais e para as quais o uso do preservativo ainda é um tabu.
Como disse o professor e muito bem "a sexualidade nasce e só morre connosco", mas para se continuar a ter prazer na sexualidade ter-se-á de mudar comportamentos.

Bem, professor com um fim de semana "tão atribulado" à mistura com os pequenos prazeres de que a vida é feita, penso que estará "fresco" para começar a semana da melhor maneira.

Boa semana para todos

Maite

andorinha disse...

Portocroft,

Não posso fazer o ninho para outro lado, está-me nos genes:)

Calvin e Gasel,

Claro que vamos!

LYS disse...

Partilho convosco aqueles de quem gosto (e porque Portocroft espera o anticiclone dos Açores, para ele especialmente esta voz da Ilha:)

"Há uma ilha na voz de tua Mãe e chama-te/ para nela ouvires o Mar"
(Eduardo Bettencourt Pinto)

andorinha disse...

Maite,

Também vi o programa e foi lá mais uma vez frisado, até porque nunca é demais, que a sexualidade nasce e morre connosco.
Até aí tudo bem.
Só não entendo esta tua frase -"...mas para se continuar a ter prazer na sexualidade ter-se-á de mudar comportamentos."
Referes-te a quê?
Não é só o facto de se ter vários parceiros/as que poderá ocasionar situações de risco.
Situações de risco poderão ocorrer mesmo se se tiver um só parceiro.
Desde que as pessoas não se protejam...
Penso que para a nossa mentalidade será mais complicado usar preservativo numa relação aparentemente monogâmica e então
aí o risco aumenta.
Penso, por isso, que o problema não estará tanto no número de parceiros, mas sim nas precauções que se tomam ou não.

Anónimo disse...

Tens razão Andorinha, há outras formas de transmissão. Estou a lembrar-me de mulheres(por ex) que aos 70 anos descobriram que estavam infectadas e ficaram atónitas porque apenas tinham tido relações sexuais com o marido (podia lá ser!!! pensaram), o que não sabiam (até à altura)era que o marido tinha várias parceiras.

Boa semana Andorinha e já agora portocroft se ainda estiver por aí

Maite

PortoCroft disse...

andorinha,

É genético? Optimo. :)

Maite,

resto de noite feliz para si também.

oasis dossonhos disse...

O senhor professor é um privilegiado em bom humor e um sábio sedutor de multidões de ouvintes/leitores. Eu sou um desses fans do seu trabalho belíssimo e descontraído, mas muito sério que uma vez mais saúdo!!!
Boa semana
Abraço
LFM

SaltaPocinhas disse...

O meu também também foi excelente, mas sem avarias, nem desgostos, nem inundações!

abox disse...

escrever-nos lá de cima? lá de cima onde mesmo? ein? ;)
é q essa paisagem q descreves... é-me familiar... muito familiar :)

PortoCroft disse...

Bom dia Consulentes e 'consuladas'.

Tenho que vos confessar uma coisa. Eu ando apanhado da mioleira. Esta noite tive um sonho. E recordo-me perfeitamente do que sonhei. Coisa rara. Talvez por isso tenha acordado com um sorriso nos lábios.

Também não foi um sonho normal. Imaginem que sonhei com este 'post', com os núcleos daqui (o duro, o 'soft' e o nem por isso).

Dizia o lobices, olhando as árvores despirem-se de forma sensual, quase indolente, do nevoeiro que as cobria:

- Estou apaixonado. O amor é lindo. Quero amar os teus castanhos e verdes.

Comentava a Maite, rindo muito:

- Pronto, e depois não queres que te diga que tens três lãmpadas fundidas. Não fosse eu ter o fogão avariado, havias de pagar com a língua.

Mais abaixo, o noiseformind, corria desesperado, atrás da andorinha, no prado verde e húmido:

- Eu quero te fazer desmaiar...

Ao que ela replicava ofegante:

- Hoje não, porque estou com uma inundação na garagem.


E eu, que quase tive um ataque de nervos em busca do anti-ciclone dos Açores enquanto, com a garrafa do 'normalissímo' verde agarrada pelo gargalo, tudo observava deliciado.

Isto é, até que a circe apareceu e me transformou em porco.

yulunga disse...

Bom dia a todos.
Bom dia Dr. Murcon. Gostei do post de hoje:Um homem à beira de um ataque de nervos.
E lá vi o seu programa. Um pouco mais de tempo é que era. Temas onde se vão abrindo tantos parenteses e em relação aos quais também se debate. Uma hora é curto, e quando as coisas estão a tomar corpo... "alguém bate à porta"

yulunga disse...

Dr. Murcon passei um fim de semana optimo graças a si. E também graças a si estou a passar pela minha primeira experiência no sexo tântrico. Este sábado foi a sedução e a excitação; o orgasmo só virá no próximo sábado. Muito obrigada :-)

Fernanda disse...

Que maldade Professor, falar na rádio sobre o seu blog e recusar-se a dar o endereço...
Nada que uma busca na net não resolva mas fugir aos seus devotos
é maldade.
Já sei onde o encontrar quando não o conseguir ouvir de manhã.
Quanto ao Benfica pode ser que as coisas melhorem lá para 4ª. feira.
Boa semana de uma alfacinha para um tripeiro.

Tão só, um pai disse...

Há dias. Em que a maior tragédia não passa de mero detalhe.

alice disse...

Ora vamos por (alguns) pontos:

5 – dos negativos) Às vezes os ecologistas são assim – não deixam atravessar o prado nascente, mas ainda bem que continuam a existir…

4 – dos positivos) esse pessoal de arquitectura tem linguagem própria – começam a falar outra língua por alturas do 2º ano e não há quem os agarre - confesso que também curto ouvir o aprendiz que tenho lá em casa, às vezes preciso de um lenço para aparar a baba!
5) Depois da sua descrição das “minhas” árvores, custa-me os olhos da cara ter de ir fatiar algumas na próxima semana – ossos do ofício!

Anónimo disse...

Estou quase certo que se esqueceu de um ponto... não sei se positivo ou negativo :)... antena1 - Bloco/Teixeira Lopes - censura no Amor é...
Ou será que o Professor fugiu ao jornais?

Bem haja!

Katz disse...

Aqui me confesso vivo dividida! Algures para os lados de um vilarejo solarengo (onde por vezes neva) estão as minhas raízes, da casa da avó avisto o Douro a curvar em Mosteirô, na Estalagem POrto Antigo toma-se um melhor café do mundo, não pelo café, mas pela paisagem... deliciosa. E depois vem a Costa Vicentina a chamar por mim com o cheiro a esteva e as praias mais bonitas (desculpem) do mundo!
Mas o Porto... Ai o Porto.
O fim-de-semana foi em família, que isto de estar sempre longe de casa às vezes traz saudades dos miminhos.... E que bom!

POrtocroft...Esse sonho, qual vendaval de desejos, veio trazer-me um ciclone de risos!

Boa Tarde

Anónimo disse...

vejam isto:

http://port.pravda.ru/portugal/2005/04/15/7624.html

:)))) ai o Teixeira Lopes...

PortoCroft disse...

Ao anónimo das 13 horas e 7 minutos:

E não acha correctissímo o requerimento do deputado? Não é, também, para estas coisas que foi eleito? Ou será a censura uma coisa menor num Estado de Direito?

Públicas, as explicações não foram dadas. O Prof. não voltou a referir-se ao problema. Quer porque não o queira empolar em demasia, quer porque lhas deram a ele e o satisfez minimamente.

O certo é que, não me parece que opções e/ou condicionantes de programação justifiquem o acto praticado.

Ale (mestressan) disse...

Bom dia!

Starsailor disse...

Porque ao António Macedo sugeriu que o seu blogue permanecesse na penumbra, tomei a liberdade de ir coscuvilhar!...

Vou-me ambientando - não sou suficientemente extrovertido para sorrir a esmo.

Ah!... Vou-me apercebendo das suas referências em termos musicais. Permita-me que considere "imperdoável" nunca o ter ouvido falar em Tim Buckley. Um benfiquista não pode dar-se ao luxo de o ignorar!...

Claro que o Benfica tem pouco a ver com isto. Não passa de rabujice própria de uma segunda-feira a norte do Tejo.

Anónimo disse...

Portocroft,

Só acho que se tivesse existido censura e caso as desculpas pedidas não tivessem sido satisfatórias já só haveria "O Amor foi...."

Estou completamente de acordo consigo nos princípios.

o anónimo das 13h07m

Lost In Portugal disse...

Tem Familia em Paredes de Coura!?!? A minha familia é toda de lá.... mas espeficamente da aldeia de Insalde, cerca de 3 Km da Vila :D Como eu adoro a terrinha... sempre que posso vou lá (Viana do Castelo nao é assim tao longe!)! Como conheco a nostalgia de vir embora no fim do fds!!!!!
A sua familia é mesmo da Vila!?

PortoCroft disse...

Anónimo das das 13h07m,

Mesmo que tenham sido apresentadas desculpas, e estas tenham sido aceites - e, acredito que sim pois, caso contrário, como diz, seria o Amor Era... -, isso não releva, nem a descortesia para com o Prof. nem a falta de respeito para com o ouvinte.

Em qualquer dos casos, tenha ou não havido censura, os critérios merecem e devem ser questionados.

mantenh disse...

Tb pa si boa semana! q.b. de tudo !

Em provisório saiu-lhe assim um fdaaaasss; mas talvez só por ter já decidido iniciar pelos contratempos. Por definitivo vou adoptar um yhappppp a seguir ao Com Tudo !!! São cinco items que n chegam aos calcanhares das gargalhadas dos sete primeiros.

Era suposto desenrrolarmos assim os nossos fds's tb?

Olhe o meu foi bué da bom; assim à boa maneira de lareira apagada, como tanto gosto; passo a explicar: apetece mas tá calor.
Miudinha chuvinha livrinhos miudinhos e graúdinhos e muitos aos montes uns folheados outros atravessados e alguns apenas olhados e pensados.

Mantenhas

Anónimo disse...

lol portocroft
Ainda me há-de explicar essa do "Não fosse eu ter o fogão avariado, havias de pagar com a língua."
Bem, se a gente se pusesse aqui a contar os sonhos que cada um tem...isto é que havia de ser um "maralhal" :)

Maite

jlf disse...

Não a propósito deste assunto. Mas da crónica de hoje (18ABR) na Antena aberta:


http://notasereflexoes.blogspot.com/2005/04/ouvido-e-anotado-breve-mas-sempre.html

Gosto de o ouvir: diz coisas importantes sem maçar e sem nos deixar preocupados quanto à nossa iliteracia nessas matérias (iliteracia teórica - desculpe a brejeirice...). E trata a matéria com elevação.
Parabéns
José Luís Ferreira

Katz disse...

Professor,
Julgo no meio de tudo o seu post de hoje veio a confirmar aquelas coisas que todos nós sabemos: Os (ditos) famosos são-no às vezes porque calha, às vezes porque acontece, outras porque merecem, mas o que me merece comentário neste momento é apercebermo-nos de que esses ditos famosos têm vida para além da fama, uma vida que pode (e é) tão "vulgar" como a nossa, os ditos comuns mortais. As coisas também se avariam, as conversas com os amigos são tudo menos monótonas e inteligentes, e afinal é tudo aqui ao lado da nossa casa, ou de um familiar nosso. Qualquer um de nós poderia estar sob as luzes da ribalta, eu cá não lhe gabo a sorte, gosto mais de andar no anonimato , atrás do pano, no backstage.
Nada de novo, como disse, mas às vezes é bom vermos as coisas assim "escarrapachadas" lembramo-nos que somos "normais" dentro desta "anormalidade" que é a vida neste nosso país, que é fabuloso, mas (ao mesmo tempo) tenebroso.
Bem-vindo ao anonimato nada anónimo desta sua blogosfera!
Cumprimentos

katz disse...

Errata:

Onde se lê "... as conversas com os amigos são tudo menos monótonas e inteligentes" (minha nossa se os meus amigos vissem isto) deve ler-se: "são tudo menos monótonas e de facto inteligentes"... LOOOL (não liguem, é segunda-feira!

Anónimo disse...

Curioso que JMV se refira ao pretensioso e hermético jargão da estética e da arquitectura, quando se sabe que apenas a poucos é dado penetrar na metalinguagem da medicina e da psicanálise, ou na do direito e da economia.

A propósito, dir-se-á que, no domínio da arte, e como refere a “bomba inteligente blog” citando Kant, “O juízo de gosto é uma maneira de lidarmos com as coisas, de as acolhermos. Ou seja, para Kant, nada acontece sem que o fim sejamos nós próprios.".

Dir-se-á, então, que JMV depois deste fds, acolhe bem a arquitectura que os seus defendem, ou seja, acolhe o que é seu.

Até,
Esoen

andorinha disse...

Portocroft,

Olá! Realmente tás mesmo apanhado da mioleira. Não te trates, não:))))))))))
Esse sonho provocou em mim umas boas e saudáveis gargalhadas. Lindo, ainda mais por eu fazer parte dele, claro:))))
Espero que continues a ter mais sonhos desses e os continues a partilhar connosco.:)

lobices disse...

...de manhã dei os bons dias e agora dou as boas tardes (um pouco já a caminho do entardecer e da noite que nos acolherá... será assim tão poético?...humm...)
...voltando pois, mais uma vez, ao teor do post do Profe, eu diria, eu atrever-me-ia a dizer que o dele foi um fds como o de qualquer um de nós; ele, com os dele e as coisas dele e nós com os nossos e as nossas coisas...
...porém, talvez não seja tanto assim; por mim falo, claro...
...e a minha solidão me acompanha, seja à semana, ao dia ou à hora ou mesmo ao fds...
...ela (a solidão) não me traz a avaria do alarme apenas porque não o tenho; mas, por acaso, o forno do meu fogão avariou; agora só tem o grill; não me fundiram e lâmpadas mas, por acaso, apenas uma, a da sala que logo mudei; não tenho casa das máquinas e não se partiu nenhuma das chaves; quanto à carga de água, todos nós a tivemos; por acaso não me molhei muito porque estive pouco tempo no exterior, apenas durante a minha habitual caminhada; o meu filho mais velho não atravessou qualquer prado a nascente ou a poente, porém estive a falar com ele e bastante preocupado porque ele não está bem e até está a ser ajudado por um colega do nosso Profe; o Benfica empatou, o Porto ganhou e para mim não me deu nenhum ataque de nervos (ainda bem); e não tive inundação na garagem pois ela fica em piso inclinado superior...
...porém, todavia, contudo
...o almoço foi bastante agradável; o coelho estava divinal e o tinto alentejano ajudou
...tenho sempre o meu quintal e o meu sul e os meus pardais e o meu cão e o meu gato (também tive de tratar da collie do meu vizinho que foi passar o fds fora e pediu-me para tratar dela...)
...quanto ao sono, o xanax toma conta dele; durmo sempre bem...
...infelizmente não ouvi os meus filhos excepto a "queixa" do meu Nuno, conforme já disse acima
...quanto ao nevoeiro, aqui foi mais aquele estilo de chuvinha molha tolos; mas as a´rvores daqui (pinheiros na sua maior parte) não me fizeram esse strip mas a sinfonia é verde, será sempre verde
...agradeço do coração fazer parte do "maralhal"
...acho que os fds são todos iguais e o meu, como verificas, de diferente, só mesmo o que vai dentro da nossa Alma, não é?
abraço

lena disse...

júlio, tu rulas!
:)*

lena disse...

calvin, gazel, andorinha e murcon mor:
ah pois vamos!!! >;)

portocroft 9.17AM
looooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool

andorinha disse...

Laura,

Claro que vamos!
E o Portocroft está imparável:))

AJFRM disse...

"4) O privilégio de ouvir o Guilherme discutir arquitectura com o José Mateus. E perceber que a beleza e o talento, quando explicados por "gente como nós" e não parvalhões emproados, ficam ao alcance da compreensão de todos."

Certamente que não é, nem será, o intuito de JMV.
Mas que assenta que nem uma luva, qual bofetada de luva branca, ai isso assenta;
a muita gente (gente mesmo) que não se coíbe nos comentários a emendar e corrigir outros ( e de que maneira!),
sem terem a humildade e coragem de dar um passinho atrás e 'auto-mirarem-se' na atitude que estão a ter e moderarem-se.

Pois o facto de não concordar, não outorga o direito de sobranceriar.

Nem todos somos capazes do mesmo nível e rapidez de compreensão.

Crítica construtiva aceita-se e respeita-se.

Talvez esteja a caír em igual sarjeta.
Mas quem não se sente...

Carlos disse...

Uma das vantagens de estar "lá em cima", e disfrutar dessa tão apreciada fuga à vida pseudo-cosmopolita, não será exactamente não poder/dever estar lá a preocupar-se com o escrever aqui? ;)

Urban disse...

Ai doutor que nem sei o que lhe diga [suspiro...]. Escrevo da cidade do conhecimento e confesso que não registei qualquer avaria caseira similar, nem sofri inundações, nem tão pouco me recordo de ter apanhado muita chuva, mas olhe que, também tive a minha dose de marasmo total e, fazendo o balanço da coisa, não obtive assim um resultado tão positivo [não me calhou na rifa paisagens bucolicas nem comezainas e tertulias habituais] . Enfim, há fds e fds, uns melhores outros nem por isso.
E pronto, que mais poderei acrescentar...que de cavalos, só os que avistei numa pool de saltos de obstáculos que assisti [mãe sofre...], e que não, não sofri nenhum ataque de nervos com o seu clube, porquanto a minha guerra é totalmente outra: "Briosa" Academica e FCP.
Ninguem é perfeito, certo?
[piscadela de olho]

Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.