sábado, abril 09, 2005

Poema do dia

Para um amigo tenho sempre um relógio
esquecido em qualquer fundo de algibeira.
Mas esse relógio não marca o tempo inútil.
São restos de tabaco e de ternura rápida.
É um arco-íris de sombra, quente e trémulo.
É um copo de vinho com o meu sangue e o sol.


António Ramos Rosa.

86 comentários:

noiseformind disse...

É pau, é pedra
É un fim do caminho
É um resto de toco
É um pouco de sozinho
É um caco de vidro
É a vida, é o sol
É a noite, é a morte
É o laço, é o anzol

É peroba do campo
É o nó da madeira
É Caingá, candeia
É o matita-perê


É madeira de vento
Tombo da ribanceira
É o mistério profundo
É o queira ou não queira

É o vento ventado
É o fim de ladeira
É a viga, é o vão
Festa da cumeeira


É a chuva chovendo
É conversa ribeira
Das águas de Março
É o fim da canseira


É o pé,é o chão
É a marcha estiradeira
Passarinho na mão
Pedra de atiradeira

Uma ave no céu
Uma ave no chão
É um regato, é uma fonte
É um pedaço de pão


É o fundo do poço
É o fim do caminho
No reosto o desgosto
É um poco sozinho


É um estrepe, é um prego
É uma ponta, é um ponto
É um pingo pingando
É uma conta, e um con


É um peixe, é um gesto
É uma prata brilhando
É a luz da mañha
É o tijolo chegando


É a lenha, é o dia
É o fim da picada
É a garrafa de cana
O estilhaço na estrada


É o projeto da casa
É o corpo na cana
É o carro enguiçado
É a lama, é a lama

É um passo, é uma ponte
É um sapo, é uma rã
É um resto de mato
Na luz da mañha


São as águas de março
Fechando o verão
É a promessa de vida
No teu coração


É uma cobra, é um pau
É joão, é José
É um espinho na mão
É um corte no pé


São as águas de março
Fechando o verão
É a promessa de vida
No teu coração


É pau, é pedra
É un fim do caminho
É um resto de toco
É um pouco de sozinho


É um passo, é uma ponte
É um sapo, é uma rã
É um Belo Horizonte
É uma febre tersã


São as águas de março
Fechando o verão
É a promessa de vida
No teu coração


É pau, é pedra
É un fim do caminho
É um resto de toco
É um pouco de sozinho
É um caco de vidro
É a vida, é o sol
É a noite, é a morte
É o laço, é o anzol


São as águas de março
Fechando o verão
É a promessa de vida
No teu coração

Este sempre é mais conhecido e faz o mesmo efeito Éme...

E PODE SER ACOMPANHADO à VIOLA!!!!

: ))))))))

PortoCroft disse...

Portugal evoluíu muitoooo!...

Até Viana do Castelo tem Internet. :)))))))))))))))))))))

lobices disse...

...óhh PortoCroft!...
...porque não haveria Viana ter internet?...
...como poderia o Pedro animar-nos com as suas palavras ao fds?
...só tenho pena de estar na hora de ir tratar do almoço por caso contrário ficaria aqui a deambular mais um pouco...
...estará o nosso Profe na Cabreira?...
...eu fico-me por este canto a sul virado ouvindo os meus pardais neste pequeno e ruralizado poiso onde me encontro um pouco a sul do amado Douro aqui tão perto

lena disse...

júlio, hoje sonhei contigo! =:D




(noise, apanhaste-a bem... ;)

PortoCroft disse...

Lobices,

'sacanage' como diriam o nossos amigos brasucas. ;)

Laura,

E eu sonhei com as '6 gajas' que o Pedro disse que nos estavam destinadas. :)))))))))))))

Anónimo disse...

Os amigos!
Amigos, cento e dez, ou talvez mais,
Eu já contei. Vaidades que eu sentia:
Supus que sobre a terra não havia
Mais ditoso mortal entre os mortais!

Amigos, cento e dez! Tão serviçais,
Tão zelosos das leis da cortesia
Que, já farto de os ver, me escapulia
Às suas curvaturas vertebrais.

Um dia adoeci profundamente.
Ceguei. Dos cento e dez houve um somente
Que não desfez os laços quasi rotos.

Que vamos nós (diziam) lá fazer?
Se ele está cego não nos pode ver.
- Que cento e nove impávidos marotos!


Camilo Castelo Branco

noiseformind disse...

LOOOOOOOOOOOOOOOOOL

Seus Murcões (o que neste Blog é o máximo elogio, note-se)

: ))))

Cá estou aqui ao lado do Santuário de Santa Luzia, e com internet. Mas atenção, a internet pra mim não depende da cidade mas sim do da rede de telemóvel ; )))) o telemóvel tem browser, o portátil tem GSM-Card, enfim, só não mantive a participação noite adentro pq a auto-estrada primeiro e o coito depois disso me impediu:))))

Depois cheguei aqui e vi o post do Éme sozinho, mirrado, e resolvi juntar-lhe um daqueles poemas menos difíceis de deslindar (se bem que mais extenso)

Laura, Obrigado por notares as minhas capacidades depredatórias do sentido das palavras:))))) é o meu lado leterário-felídeo:)))))

Gosto da vista daqui pq neste extremo vê-se o Rio Lima quase até à ponte de Cerzelhe, toda a Foz e ainda a Costa Atlântica até ao farol de Forte de Cão, que fica já quase em Vila Praia de âncora, se bem que isto tudo não seja visível do mesmo ponto da casa. Esta casa era um pomo de discórdia entre herdeiros e usando das técnicas de persuasão aprendidas junto dos meus professores (ou seja, mentindo a todos) consegui passá-la para o meu lado a preço de saldo. Eles claro que meteram o caso em tribunal, mas como nós sabemos, em Portugal os tribunais servem apenas e só para quem tem dinheiro obter o que quer de forma imoral mas perfeitamente legal. E assim foi com esta casa: como mais e metade dos herdeiros tinha aceite o meu sinal depois não puderam cancelar a venda ; )))))) mas atenção, eu SALVEI esta casa!!! ISto era para ser deitado abaixo e para construir um HOTEL!!!!! COM O APOIO DA CâMARA!!!! AO LADO DA CAPELA DE St. LUZIA!!!!!!! Imaginem o bem que ficava no meio desta floresta uma torre de 20 andares!!!!!!! Portanto, sendo egoista e capitalista, acabei por ser ecologista e secular: )))))))

Ali para perto do Éme, na Cabreira gostava de ter uma casa na escarpa voltada para Vila Nova de Cerveira. Se bem que isso já fica perigosamente perto de Melgaço, onde o meu pai, em pré-reforma, se dedica a brincar aos enólogos looool looool loooool e estando em VNC já tou a imaginá-lo a mandar sms a dizer: "Pedro, n podes vir cá dar uma ajudinha?" e lá se ia o descanso ; )))

loooooooooooooooool

E atenção, em abono da verdade neste preciso momento não estou em Viana do Castelo, mas sim em Afife, na esplanada Marisol a tomar um carioca de limão

Portocroft e Lubices, aproveitem bem o dia, e vejam se vão ver o Woodsman (critica minha dois ou tres posts atrás)prá gente depois aqui discutir o filme a sério ; )))

PortoCroft disse...

Limites do Amor

Condenado estou a te amar
nos meus limites
até que exausta e mais querendo
um amor total, livre das cercas,
te despeça de mim, sofrida,
na direção de outro amor
que pensas ser total e total será
nos seus limites da vida.

O amor não se mede
pela liberdade de se expor nas praças
e bares, em empecilho.
É claro que isto é bom e, às vezes,
sublime.
Mas se ama também de outra forma, incerta,
e este o mistério:

- ilimitado o amor às vezes se limita,
proibido é que o amor às vezes se liberta.
Ele quis morrer para arrasar a morte e voltar.


(Affonso Romano de Sant'Anna)

noiseformind disse...

a minha crítica do The Woodsman que estreou este fds nos cinemas com o filme O Condenado está afinal no post anterior do Éme e é para aí o 15º comentário.

Quanto ao pontencial do Éme pra nos facilitar a vida sexual acho que tens razão Portocroft, o Lobices é uma ameaça. Começa a fazer-se de gera, que sofre do reumático, tosse, que tá a dar as últimas, e nós sabemos que uma careca intelectual com uns óculos igualmente intelectuais ainda por cima com esta conversa do "não duro muito mais" associada deixa qualquer mulher de rastos. As novas esperam dar a "extrema-unção" ao pobre senhor, as menos novas encontram ali um companheiro de sofrimentos de idade.

Oh pá, curti foi o l'enfante terrible que no post anterior ofereceu roteiro gastronómico ao Éme lá em Lisboa. Se o Éme não aceitar o convite será que pode ir algum de nós em sua representação????: ))))))))))

looooooooooooooooooooooooooooooool

Quer dizer, ser o Éme está-se a revelar não apenas um campo magnético para o sexo oposto como uma espécie de inscrição no Rotary Club ; )))))))))))))))))

Até logo e bom Sábado para todos mesmo para a Odete, (vejam lá como estou budista hoje)

PEter

PortoCroft disse...

noiseformind,

Vou ver o filme hoje. Nem sei ainda em que cinema está mas, já sei que, aqui, ainda não saíu em DVD.

De qualquer das formas já vi o trailer e, se queres que te diga, acho que vamos ter um Woodsman, em carne em osso, no Reino Unido, acabadinho de ser corrido da Austrália, onde já estava encarcerado à 'n' anos. Coisas de gringos. No nosso país, 'purinho e birguleiro', estas coisas não acontecem. ;))))))))

Quanto ao Lobices, acho melhor tomarmos cuidado. Ele não pode ter muita liberdade de acção. Especialmente, perto das pequenas áreas. Mas, podemos sempre usá-lo para os uivos finais, não é? ;)

noiseformind disse...

... (lembrei-me agora deste pedacinho de poema para apor ali à posta do Éme)

E é então que amigos nos oferecem leito
entra-se cansado e sai-se refeito
luta-se por tudo o que se leva a peito
bebe-se, come-se e alguém nos diz: bom proveito
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

Sérgio Godinho

yulunga disse...

ora vivam todos. O que é qiue vocês estão a fazer deste local? Um chat-room? Comentem mas é o poema do Dr. Murcon e deixem de mostrar que também lêem poesia, porque fazer não a fazem vocês. Estamos entendidos?

noiseformind disse...

Yulunga, baseado no que disseste, na ausência de loles e smilyes e em tu própria não teres comentado o texto do Éme mandando-nos fazer a nós eu diria que esta noite não houve "festa" para ninguém aí nessa zona:))))))))))
e olha, falar do post do Éme é o que a gente mais tem feito, tens é de ler os comments looooooooooool

yulunga disse...

Dr. Murcon bela ode à amizade. O tempo é indiferente em que fundo de que bolso está, desde uq esteja lá.
Relógios para os amigos, só mesmo da Swatch e exclusivamente para os coleccionadores.
Para amigos o que tenho sempre disponivel é o telemóvel, e esse encontra-se sempre num lugar acessivel, nunca no fundo dum bolso qualquer. Detesto procurar telemóveis que tocam e que não sei onde estão.
Para si Dr. Murcon tenho tempo, telemóvel e uma cigarreira. Tabaco solto nas algibeiras não me parece nada bem.

yulunga disse...

Noiseformind andei a noite toda à procura dum sitio com Net. Encontrei já muito tarde. Dormi pouco e estou com birra de sono

yulunga disse...

Noiseformind só em casos de extrema necessidade é que coloco lol e smile. Não gosto e só faço porque por vezes sinto necessidade de desenhar ;-) Cá vai um. Capice?

yulunga disse...

Oh Potrocroft essa de usar o Lobices só na banda sonora não me pareceu nada elegante. E este comentário foi uma necessidade, ok? Isto não é um chat-room

lobices disse...

...to Noiseformind and PortoCroft:
...
"...tens razão Portocroft, o Lobices é uma ameaça. Começa a fazer-se de gera, que sofre do reumático, tosse, que tá a dar as últimas, e nós sabemos que uma careca intelectual com uns óculos igualmente intelectuais ainda por cima com esta conversa do "não duro muito mais" associada deixa qualquer mulher de rastos. As novas esperam dar a "extrema-unção" ao pobre senhor, as menos novas encontram ali um companheiro de sofrimentos de idade..."
...
...mas que elogio!...
...já não gostei tanto do comentário seguinte do PortoCroft a falar nos meus "uivos"...
...é que ele ainda não os "ouviu"
...lol
...

Anónimo disse...

Júlio Machado Vaz
Não sabia que você tinha criado este blog para facilitar a vida aos seus amigos, porque parafraseando este,"Quanto ao pontencial do Éme pra nos facilitar a vida sexual acho que tens razão Portocroft, o Lobices é uma ameaça" é a conclusão que se tira.
É uma pena que assim seja.

Maite

yulunga disse...

E pronto, agora vou desbafar até à exaustão, porque me apetece. O poema já está comentado, ponto final.
Chat room, ora aí está uma palavra que gosto e um sitio que gosto também. Já reparei que neste "chat room" não se pergunta nome, DD és, DD tcl, idd? O que faz toda a diferença, não? Mal seria se nos limitassemos a comentar o texto e ficar por aí. Que magnifico seria ler "belo poema". " um poema lindo Dr.", "parabéns", "gostei" e por ai adiante. Provavelmente bastariam umas aspas e os comentários estariam feitos. Mal de nós, e do dono do blog, se não tivessemos capadidade de começar a comentar alhos e terminassemos em bugalhos, com todas as variantes de lhos que entretanto surgissem pelo caminho. Sair de casa, dar a volta ao Mundo em linha recta e regressar a casa não é viajar, é fazer turismo.

yulunga disse...

E claro que aqui o Dr. pode ter o arco-iris, ler o ton-sur-ton, ler todas as tonalidades e ler todas as cores aberrantes que não se misturam mas que se encaixam. Eu com o sono vejo estrelinhas de cores.

noiseformind disse...

Maite, já para começar eu não sou amigo do Éme, portanto todo e qualquer uso erróneo que eu faça deste site (como por exemplo o engate de alguma comentadora menos avisada) é pura e simplesmente da minha responsabilidade :))))))))

Mas também não precisavas de alimentar o ego do Éme dando de uma perspectiva feminina alarde do poder sedutório dele, imagino que não seja por um tipo tar ao lado dele num bar que uma mulher caia logo aos pés dele loooooooooooool aliás, continuo a achar que agitar o chaveiro da Porsche (quer se tenha o carro ou não) continua a ser a melhor forma de encetar contacto com o sexo feminino ; ))))

Aliás, a minha única relação com o Éme é monocanal e dá-se quando ele me entra pela casa adentro via RTPN ou :A dois com o "Estes Difíceis Amores" ou quando pesco da mesinha de Cabeceira um dos seus livros. Por isso duvido SERIAMENTE que ele pensasse em mim a criar este blog loooooooooooooool

(tá a ficar vento pessoal, vou-me abrigar em casa)

Yulunga, a internet ás vezes é como um dildo: quando mais precisámos dela nunca a encontrámos:)))))))

Lobices... pois pois... continuas com essa tatica do "estão-me a exagerar os dotes"... pois pois... seu malandro!!!

Atenção Portocroft que o Lobices quer-te pôr a ouvir os uivos dele loooooooool looooooool looooooooool
Lobices, eu acredito que uivas bem mas sou mais do tipo: cada lobo na sua toca (ok, eles não fazem toca, mas pronto). Não quero ouvir uivos de lobo nenhum, pelo menos sem uma parede de quarto de permeio loooool loooool looooool loooooool looooool looooool oooool looooool
Já uivos de raposinha é outra história completamente diferente.


Peter

PortoCroft disse...

yulunga,

Deselegante porquê? Os lobos fazem lobices, umas das quais são os uivos, vocalizações típicas dos lobos. Deveria até ser levado como um elogio. ;)

Lobices,

Presumo que não seja muito diferente do dos chacais. E, desses, garanto-te que já ouviu o bastante. :)

yulunga disse...

Mas, podemos sempre usá-lo para os uivos finais, não é? ;) Só banda sonora e nos finalmentes...
Noiseformind, dildo? O que andas tu a ler por essa net fora? Que culpa tenho que em vez do Óscar me tenha saido um

PortoCroft disse...

noiseformind,

Eu também estranhei o AINDA. :)

PortoCroft disse...

yulunga,

Como vês, tanto eu como o noiseformind, não temos uma perspectiva segregadora da vida. ;)

yulunga disse...

Já reparei. E que tal comentarem o poema? Fala de amizade, cum raio. E se calhar também fala de solidão, de indiferença. Fico a ler

Eva Lima disse...

Ó Júlio Guilherme,
isto já não é um blog mas uma, mais ou menos, amena cavaqueira.

blimunda disse...

ai, ai, tou-me mesmo a passar com este blog. os comentários são uma extensão imperdível dos posts. santa maddonna, siete proprio dei buffonni... estas picardias de macho são deliciosas... e quando se metem as mulheres então... bem, adiante, comentando o post do murcon ( que aliás é o que estamos aqui todos a fazer, n'é?) (noise for mind tu és do top ) aqui vai o meu contributo, especialmente dirigido ao murcon, com um pós escrito para o noise e o portocroft ( que aliás é outro nick fantástico ) e uma incursão pelo lobices ( sem uivos) que já tive o prazer de conhecer ao vivo e a technicolor e como sou uma gaja dada ao exagero e muito adepta deste gajo que tb era dado ao exagero aqui vai, desenfornadinho para vós:

veio-me do fundo da idade o momento em que nos conhecemos
resolvi levantar-me a meio da noite e escrever-te esta carta

----
lembro-me que tínhamos fome havia três dias
encostada ao mármore da mesa-de-cabeceira dormia a fotografia
e o maço de português suave filtro
a escuridão não era só exterior
conhecíamo-nos pelo tacto e pelo olfacto
tornámo-nos murmurantes
e tu refulges ainda no escuro dos quartos que conhecemos
cruzámos olhares cúmplices
falámos muito não me recordo de quê
e no calor dos corpos crescia o desejo
caminhámos pela cidade
eu metia as mãos nas algibeiras
onde tacteava tudo o que guardara e possuía
um lenço uma caixa de fósforos um bloco de notas
sentia-me feliz por quase nada possuir
a imagem azulada de tuas mãos flutuava diante de mim
gesticulava para me dizer que estávamos vivos
e apaixonados

----
escrevo-te
pelo corpo sinto um arrepio uma vertigem
que me enche o coração de ausência pavor e saudade
teu rosto é semelhante à noite
a espantosa noite de teu rosto!

----
corri para o telefone mas não me lembrava do teu número
queria apenas ouvir a tua voz
contar-te o sonho que tive ontem e me aterrorizou
queria dizer-te porque parto
porque amo
ouvir-te perguntar quem fala ?
e faltar-me a coragem para responder e desligar
depois caminhei como uma fera enfurecida pela casa
a noite tornou-se patética sem ti
não tinha sentido pensar em ti e não sair a correr para a rua
procurar-te imediatamente
correr a cidade duma ponta a outra
só para te dizer boa noite ou talvez tocar-te
e morrer
como quando me tocaste a testa e eu não pude reconhecer-te
apesar de tudo senti a mão sabia que era a tua mão
mas não podia reconhecer-te
sim
correr a cidade procurar-te mesmo que me afastasses
mesmo que nem me olhasses
mesmo que me dissesses coisas que me
mesmo que
e ter a certeza de que serias tu depois a procurar-me


se te nomeasse cintilarias
no beco de uma cidade desfeita
e o chumbo dos labirintos derreter-se-ia
na veia branca da noite uma estátua
de areia talvez um barco sulcasse
a cabeleira aquática da fala e
nenhuma porta se abriria sob teus passos

onde estamos? onde vivemos?
no desaguar tenebroso deste rio de penumbra
não beberemos ao futuro do homem
nem festejaremos o rugido triste da fera
moribunda

mas se te nomeasse
que desejo de sexo e da mente a medrosa alegria
em mim permaneceria?



de «Transumâncias», de al berto.

linda palavrinha transumâncias. transu(d)âncias também... :) lol e xx para vcs e bfds ( não é bifidus)

Eva Lima disse...

Ó Júlio Guilherme,
isto já não é um blog mas uma, mais ou menos, amena cavaqueira.

lobices disse...

...prontus atão!... agora a culpa é do Profe!...
...amigo Júlio: olha a trabalheira que para aqui arranjaste!...
...desde misturar os uivos com os chacais e dildos!... my God!...
...vá lá, "meter" aqui o Puarto, carago e o benfica (glorioso?) ainda aceito... também já se falou do Bessa e do Sporting; já agora, há alguém do Belenenses?...
...mas pedro, é um problema quando o vento afifa em afife!... eu conheço esse vento, vem das terras do norte por onde caminho há milénios na procura duma resposta
...muitas vezes ela está bem à nossa frente
...ahh, outra coisa: essa de abanar o chaveiro do Porche ser AINDA a melhor maneira de?...
...fogo!...Pedro!... parece-me que os teus 27 anos ainda não te deram as milhentas outras hipóteses de "CHAMAR" a fêmea... sendo que um simples olhar pode dizer tudo de mãos vazias, sem chaves...
...:)

blimunda disse...

ah, esqueci-me de dizer - note-se o pormenor da descrição do conteúdo dos bolsos. e já agora amigos/amantes/amigos/amantes... não faço distinções... amar é amar... ter tempo ou não ter... dar uma rápida ou longa... o que interessa mesmo mesmo é esse pote de ouro que está no fim do arco-íris, ou não... e um copo de vinho. sim. com sangue e sol, pode ser. adoraria. vivos. apaixonados. até pode ser por um amigo. eu cá gosto. até muito. mesmo. ( murcon, espero que tu também... sem chaves... )

blimunda disse...

aliás, sei que sim. e sei tb que esse noise é só for mind que diz coisas como coito. COITO, ao menos f... ( eu aqui ponho ... porque podemos tratá-lo por tu, mas o murcon é um gajo da tv ) ... cito, ainda me estou a rir...

yulunga disse...

Sinto-me escorraçada. Dr. Murcon tal como fez a declaração sobre o tratamento informal por tu a imperar a partir de ontem, faça um outro; proiba a entrada a mulheres e mude nome do blog para. Gaiola das malucas. Bom resto de fim de semana a todos os presentes

blimunda disse...

esta era para mim. ooppss!

PortoCroft disse...

yulunga,

E que outra coisa tenho eu, e todos vós, andado aqui a fazer, desde sempre? Que outra coisa nos une aqui, senão o respeito, a admiração e a amizade pelo Prof.?

Para os amigos há sempre tempo e um copo de malvasia ou do Dão Terras Altas. ;)

PortoCroft disse...

Numa coisa o Lobices tem toda a razão, Peter e, há que reconhecê-lo. Há olhares que nem as chaves dum Porche subtituem.

Aliás, se tomares atenção ao Prof., mais na TV que na rádio, e à sua linguagem gestual, tom de voz e forma de olhar, todo ele é sedução.

Podes crer que, alturas hão-de haver em que, as interlocutoras, durante e no final do programa, suprimem o desejo de lhe caírem nos braços. Não posso afiançar que sejam bem sucedidas. ;))))))))))

yulunga disse...

Blimunda nada disso. Faz como eu: Põe-te fresca que a primavera já chegou. Portocroft, acho que todos que por aqui passam têm feito disto um lugar bem simpático e onde apetece estar e falar o que nos apetecer

yulunga disse...

Blimunda e apenas não concordei, julgo que foste tu que falaste em chat, na versão chat da forma a que estamos habituados. Isto pode até ter-se tornado o tal chat, mas com algum conteudo. Eu chamo-lhe terutlia. E olha que tem sido bem enriquecedor vir até estas bandas. Claro, que falo por mim. Podemos não partilhar as mesmas opiniões, mas julgo que as devemos manifestar

yulunga disse...

Desculpem as gralhas. Estou cheia de sono. Boa tarde

lobices disse...

...caso interessante para a psicologia e/ou psiquiatria: o que é que este blog tem que faz com que meia dúzia de loucos/as, como eu, estejam aqui num Sábado com uma tarde de sol (ainda que ventosa, por acaso gosto do vento e do uivo que ele faz...) a bater nas teclas, a responder aos outros de formas assaz "brilhantes" (é para condizer com participantes)?
...e não!... Mil vezes não; isto não é um chat (foi por lá que a medo comecei na net em Maio de 2000), isto é um fórum, uma tertúlia, uma mesa de café, uma esplanada ao ar livre (seja em Afife ou na Foz)... mas onde não existem livros nem pessoas... apenas existem palavras
...as que aqui trocamos
...e como elas soam bem
...neste canto onde me encontro
...bem hajam por também estarem aí

Calvin disse...

Uma pessoa dorme um bocadito mais e apanha com 41 comentários?... Aí pelo meio ainda li que isto era uma "amena cavaqueira" (lobices dixit, salvo erro). Eu acho que isto está mais animado do que o congresso do PSD! :o)
Quanto ao poema, não consigo comentá-lo de tanto que gostei dele (quando gosto muito das coisas, fico curto de explicações), mas a parte do tabaco solto nos bolsos faz-me lembrar os tempos em que fumava SG Ventil... Benditos maços duros. :o)

peciscas disse...

Não há dúvida de que, por este andar, transformamos a sala de espera do Dr Murcon, num imenso palratório. Com as inegáveis consequências na transformação do clima de paz e tranquilidade que se vivia aqui, há uns tempitos atrás.
Eu sei que a notoriedade pública do proprietário do espaço impele a que por aqui se charle, pois há muita gente a passar por cá e a ouvir o que se diz.
Faz-me lembrar a Praça da Liberdade no Porto a seguir ao "25" onde havia sempre gente a falar sobre os mais diversos assuntos. O pessoal passava por lá, e ficava uns minutos a escutar as intermináveis discussões.. Depois ia à sua vida. A clientela ouvinte ia-se renovando, mas os palestrantes, esses, permaneciam longas horas no local.
É claro que. se calhar, o Júlio compreende a existência desta vizinhança loquaz e persistente.
Mas, a continuar assim, podemos correr o risco de lhe engarrafar o tráfego...

katraponga disse...

Bonito, prof. Murcôn. ;)

Acho que logo vou partilhar esse copo de vinho de sangue e sol com os meus amigos...

noiseformind (via telemovel portanto sem a pass de blogger) disse...

Portocroft, essa do "há olhares" é profundamente redutora. tás a dizer que os cegos não podem seduzir??? ; ))))))

Mas vim aqui parar para transcrever uma mensagem que uma amiga me mandou, com um comentário acabado de fazer pelo nosso "amigo" presidente da câmara de Gaia (não me lembro agora do nome, lamento)

"Os outros encheram a boca com as mulheres, e depois não as puseram ao serviço do partido"

QUER DIZER:

Será que ele está a tentar dizer que vai legalizar a prostituição???

Yulunga, eu não diria tanto gaiola das malucas. Podemos dizer, num contexto livre de género é claro, senão o Lobices começa já aí a dizer que quer que eu o oiça uivar:))))) que o Éme atrai pessoas intelecutalmente activas e portanto a mínima faísca, vulgo Porta, faz com que se desencadeie um conjunto de reacções escritivas, gramaticais e tertulianas que depois descambam numa quantidade inenarrável de comments na caixa do blog looooool
loooooool
looooooool
looooooooool

blimunda, quanto ao coito, eu sou pró-coito, há quem seja pró-bujão, cada um é pró que nasce e estámos todos unidos na fé, pelo menos na fé que o Estes difíceis amores passe a dar antes da meia noite e não ás 2 da manhã. Sim!!!! Pq a essa hora ao Sábado já estou eu em coitativa tertúlia. E a uivar claro ; )))))))))))))))))))))))

loooooooooooool



Peter

lobices disse...

...ah ah ah!...Peter!... afinal também uivas aquando das coitativas tertúlias!...(o que eu acho muito bem, diga-se de passagem)...
...apoiado!... Um bom uivo fica sempre bem...
:)

PortoCroft disse...

Vês? Vês, Lobices?

O que acabaste de escrever, o reconhecimento de que tambem sabemos uivar, ainda torna a nossa oferta (banda sonora e nos finalmentes... - como dizia a yulunga) mais generosa. ;)

Aí vai mais uma taça de Malvasia. :)

PortoCroft disse...

noiseformind,

Os cegos, muito naturalmente, seduzem pelo tacto. :)

andorinha disse...

Uma pessoa chega aqui e depois de ler tantos e tão variados comentários quase que se perde naquilo que queria dizer!

O poema é lindo, nunca é de mais enaltecer algo de tão belo como a amizade.
O excerto do poema do Sérgio Godinho também (embora me custe imenso estar de acordo com o Noiseformind:), bem como todos os poemas que aqui aparecem.
Aliás qualquer poema sobre este tema "arrisca-se" a ser um sucesso a não ser que não se tenha mesmo veia poética nenhuma...

andorinha disse...

Noiseformind,

A Odete agradece e retribui os desejos de bom sábado e já agora bom domingo também!

"As chaves do Porsche são a melhor forma de engatar uma mulher..."
Se eu quisesse continuar com as picardias diria que se calhar aquelas que tu conheces.
Mas também aos 27 anos pode-se esperar o quê? Há ainda muita imaturidade e há coisas que só a vida ensina, que não se aprendem nos compêndios....
Olha o que diz o Lobices - uma mulher pode ser conquistada com o olhar, com uma palavra, não são precisas chaves.
Como é ele que o afirma, poderás aceitá-lo, agora se fosse dito por mim, uma mulher, como seria isso possível? Complicadito, não?....

Porque é que fico com a sensação de que se está a criar um núcleo duro aqui?( Noiseformind, Portocroft e Lobices?)

Como já percebeste, eu sou a Odete

andorinha disse...

ajcm,

Tenho exactamente a mesma opinião.

Caty disse...

Bem... as vezes que eu hoje já tentei comentar este blog, nem vos conto! Mas depois vejo os comentários do noise, as respostas do Lobices e do Croft, as achas para a fogueira da Yulunda, da Blimunda e outros que tal e de tanto rir e pensar ao mesmo tempo o meu sistema dá TILT!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Pronto, Professor (gostava de ter a lata do Peter para lhe chamar Éme mas não consigo, deve ser por não ser da mesma classe profissional que vocês)

, gostei muito deste pequeno poema, pensar que se pode sempre partilhar qq coisa com alguém quando a amizade nos liga a essa pessoa e há sempre uma união maior do que os objectos que partilhamos com ela:)

Odete, não sei se reparaste mas o Peter quando falou nas chaves do Porsche estava a BRINCAR!!! Será que tens de levar tudo à letra? Mas pronto, isso é entre ti e ele...

Noise, achei piada ao que disse o candidato a líder do PSD. Realmente, andar com uma mulher pela boca e depois não a meter ao serviço deve ser uma grande desilusão para a mulherlolololololol

andorinha disse...

Yulunga,

Não posso, de forma alguma, concordar contigo. Penso que se está a correr o risco de se transformar isto num chatroom com todos os inconvenientes que daí poderão surgir. Devo já dizer que só uma ou duas vezes estive num chat e não achei nada de estimulante; a maior parte das conversas eram totalmente desprovidas de interesse.
É o que se pretende aqui? Penso que não e isso está na nossa mão e não é da responsabilidade do Júlio.
Claro que se pode começar a falar de alhos e acabar em bogalhos, as conversas são assim mesmo; agora pura e simplesmente entrar em diálogos quase privados e continuar por aí fora como se não existisse mais ninguém...

Por outro lado às vezes dá a sensação de que isto é uma competição: quem faz o comment mais inteligente, quem comenta mais vezes (a propósito ou a despropósito) quem tem capacidade de replicar na hora, quem tem a última palavra...
Neste aspecto partilho a opinião da Blimunda.

Enfim, poderia ainda comentar outras coisas que dizes mas isto também já está a ficar muito longo.
E terás alguma desculpa - deve ser do sono:)

lena disse...

só cá vim dizer que vou a bucelas jantar a dar uma espreita ao boavista porto, a ver quem tem um deslize...hehe 8)

e já que isto é um chate, que se chate! :D

(esta é a fase do encantamento, atenção, depois há a fase do enrolanço e depois vai haver porrada e tudo... 8)

o melhor é usar mas não abusar, pa não se gastar depressa
seria uma pena, não? :)

ps: o meu sonho foi quase erótico


quase! ;)

lobices disse...

...to Laura:
...hei Laurita!... hi... não queres contar aqui à gente (que ninguém nos ouve) como foi esse sonho, quase erótico, que tiveste com o Profe?...
...cusquice
...os lobos também gostam de cuscar
...quanto mais não seja, para afinarem o uivo (ás vezes é preciso) e afiarem as garras...
...:)
...quanto ao Boavista-Porto...humm
...:)

lobices disse...

...na opinião da Andorinha está a verificar-se a formação de um núcleo duro: Noiseformind, PortoCroft e je...
...mon Dieu!
...:)

andorinha disse...

Caty,

É assim: o Lobices e o Portocroft também se referiram às chaves do Porsche, não fui só eu. Então porque é que só te referes a mim? Achas que sou o elo mais fraco?!!!
Percebo perfeitamente que o Noiseformind o possa ter dito na brincadeira, como provocação, não sou burra.

Mas como já disse acima não vou entrar neste tipo de comentários e contra-comentários e portanto é a última vez que intervenho numa situação semelhante.

Caty disse...

Odete/andorinha!!!!!!!!!!!!!!

Então se ambos se referiram ás chaves do Porsche porque é que só te viraste ao noise? Porque ele é o único que encaixa na faixa etária que queres desprezar com a tua teoria do "aging is beautiful"?

Basta olhar para o Carlos e para a Camila para ver que a idade não traz sabedoria, depois de terem dado cabo do casamento um do outro o que é que fazem? Casam-se também!!!!!!! Agora ele já pode ser finalmente o tampão dela, se bem que vai ser o primeiro tampão do mundo com alas, dadas as orelhas!:-)

E prontux! Tb é á última vez que perco tempo com peixeiradas num sítio dedicado à argumentação racional, senão os do "trio-maravilha" ainda provam que as mulheres são demasiado sentimentais para marcar aqui presença:-)

Caty

PortoCroft disse...

Vamos lá a ver se as pessoas aprendem a distinguir entre 'Chat Room' e 'Fórum' de discussão.

Num Chat Room, para além de disponível toda aquela tralha de bonequinhos e sorrisinhos marotos etc., a maior característica é todos teclarem ao mesmo tempo, de tal forma que, acaba por se perder a maior parte do que lá se passa.

Um fórum é diferente. É um local onde se formam as aqui já faladas tertúlias para debater, duma forma mais ordeira e civilizada, quanto mais não seja a cor da roupa interior da nova Duquesa da Cornualha.

Exactamente o que aqui se tem passado de forma expontânea.

Não vejo aqui qualquer tipo de abuso, nem imagino que o Prof. o permitisse. Também não vejo aqui núcleos duros, vejo é uns mais participativos que outros.

O 'post' de hoje, fala-nos de amizade, de afinidades, de disponibilidade e de partilhas. É exactamente isso que tem aqui acontecido.

Pela minha parte, continuarei a dar os meus bitaites. A menos que o Prof. invente para aí uma 'Lisboagem' e me comece a doer no bolso. ;)

PortoCroft disse...

caty,

Tens toda a razão. Além disso:

"O diabo tem chifres porque as mulheres não são de confiança."

(Onde será que eu já li isto?)
;))))))))))))))))

noiseformind disse...

Bem, Laura, nesta coisa do sonho tou ali como o teu homoprimógrafo Lobices (homoprimógrafos são palavras que começam pela mesma letra). Quer dizer… tu… o Éme, um divã, luzes lusco-fusquentas, eu e Portocroft a acompanhar, ele a abanar a folha de palmeira e eu na guitarra portuguesa, o Lobices a tirar apontamentos, a andorinha a dizer que a maior parte das cenas de sexo ao vivo (incluindo as que ela participou) eram uma seca e que com 50 não se sabe nada, só a partir dos 80 é que se malha em condições, o ajcm a dizer que tar ali tanta gente faz aquilo mais parecer uma orgia e ele é totalmente contra as orgias, a Blimunda a dizer que vocês tão a coitar maravilhosamente, a yulunga a dizer que tar ali a assistir vai-lhe a seguir ter um dia cheio de sono e ainda bem que amanhã é Domingo, o Calvin a acordar de repente e a dizer “então um tipo adormece 10 minutos e já estão na fase da conforntação de argumentos?” E claro, eu o Lobices e o Portocroft estamos todos nus e a Caty diz: “vocês são mesmo o núcleo duro”. Caty, podes dizer o que quiseres, desde que essa coisa do “trio maravilha” não seja chamada aqui para este sonho loooooooooooool
TÁ PERTO LAURA????????

Pessoal, foi um prazer passar estes bocadinhos do dia com vocês, daqui a nada o ppl começa a chegar aqui a casa e tenho de ser um bom anfitrião;))))))))))))))))))))))))))))

Grande abraço para todos sem excepção, fazem todos falta (onde é que anda o Éme pá?)

PortoCroft, já reparastes que não existem "demónias" e só demónios? É que as mulheres já fazem mal ao homem que chegue (atenção, AVISO para os menos avisados, esta frase está CARREGADA de ironia e não é uma afirmação chauvinista, machista ou qualquer outra forma de depreciação ou desvio da ideia de que homens e mulheres são, tirando os genitais, iguais!)

P.S.- correndo o risco do meu comment anterior parecer demasiado inteligente, em tom de compensação ficam já todos a saber que no episódio de hoje de Cabocla Boanerges exige a Belinha ver as cartas que o suposto noivo lhe escrevia. Só que Emerenciana acaba por revelar o segredo da filha: era Neco quem escrevia as cartas à amada! Posto isto, retiro-me, comentem muito mas deixem as postas mais inspiradas para amanhã, quando eu tiver por aqui: ))))))))))))))))))))))))))))

Anónimo disse...

sr. noiseformind ainda bem que tem a decência de avisar esta "comunidade" àcerca das suas verdadeiras intenções ao fazer comentários aqui.
Há, porém, uma coisa que me intriga. Possuindo tantos documentos, nos mais variados registos, do professor JMV, admira-me que tenha aprendido tão pouco com ele.

Maite

Bastet disse...

No dia a dia dispenso o uso do relógio. Uso-o quando vou de férias para marcar todo o tempo útil.

Anónimo disse...

É impressão minha, ou anda por aqui mulherio com muita falta de alguma coisa? (Não me interpretem mal. Estou a falar da falta de humor, de leveza, de ironia saudável, etc. Principalmente, de etc.!). Que acessos de seriedade tão cinzentos. Afinal, onde anda o arco-íris?

sofia disse...

Qual anónimo, qual quê?! Fui eu que disse.

Anónimo disse...

Onde anda o arco-íris?
Talvez em Cantelães, talvez dentro de nós...um pouco de silêncio poderá ajudar, já que " os ouvidos estão tapados com o ruído e os olhos têm a senda de ver..."

pandora disse...

ora pois, ja não me lembro do post... era um poema, deixa cá ver... ok, antónio ramos rosa. é que isto uma pessoa chega aqui e perde-se a ler o chat!

os meus amigos eu trato por tu, e para eles terei sempre ternura e cores de arco-iris e um copo de vinho que podemos partilhar... os meus bit-afectos (expressão lançada num jantar no passado dia 2) eu trato conforme me sinto capaz e ao júlio ainda não sou capaz de tratar por tu, embora me pareça bem que ele o faça.

este comentário é dois em um... que o chat ja vai longo!
bom domingo Júlio, com vinho e sol e na companhia dos seus amigos.

Anónimo disse...

Bolas, isto não é um chat, é um fórum!(que maçada)
Esta é uma adenda ao meu comentário anterior. É que, por um infeliz lapso, esqueci-me de colocar os smileys :))))))) e os "laugh out loud" vulgo lol e fui acusada injustamente de ter falta de sentido de humor. Porque, segundo posso deduzir, se disser as maiores barbaridades (por ex: em relação às mulheres) e colocar estes adereços, toda a gente acha imensa piada, incluindo algumas mulheres.
Meninas, não é por aí. Se quiserem seduzir este garanhão, e já vimos que é um óptimo partido (para qualquer mãe não deitar defeito), não podem cair-lhe aos pés só pk ele agita as chaves do seu Porsche. Têm de fazer-se de difíceis. Imaginem-no como um predador que gosta de perseguir as suas presas mas dá-lhe gozo que elas esperneiem (senão, tb temos de convir, que não seria mto interessante). Façam o homem feliz! (já me ia esquecendo novamente do raio dos smiley) :))))). No fundo ele é um diamante, embora precise de ser lapidado.
Pronto sr noiseformind, agora já não me pode acusar de ser parcial e pender apenas para o lado do professor JMV.

Maite

lobices disse...

...não tenho qualquer dúvida
...não me resta a mais pequena dúvida
...a sério
...levanta-se um lobo destes ainda meio ensonado por ter estado a ver a porcaria da tv até às tantas e mal chega aqui, depois de ler todos estes arrazoados (diga-se de passagem, carregados de pura ironia e ao mesmo tempo de achaques temperamentais de sextas à noite...), desata uma sonora gargalhada de pura satisfação!...
...belo começo de Domingo
...agora:
...imaginem:
...imaginem só
...o gozo que o nosso querido amigo JMV
...está a ter com tudo isto!...
...imagino-o deleitado a sorrir e a rir-se a bandeiras despregadas com as nossas tiradas
...Júlio, és danado!...
...estás a fazer alguma pesquisa para alguma nova tese?
LOL
...tens aqui muito material
...(e do bom) diga-se de passagem
...mas não
...isto não é um chatroom
...isto é um fórum, uma tertúlia, uma mesa de café com umas bejecas e uns charutos bem fumados; ao lado passam os outros, aqueles que não se sentam nesta mesa
...ao lado, seguem o seu caminho, aqueles que não olham para nós porque não lhes chamamos a atenção ou porque simplesmente não têm tempo para nos dedicar um simples cumprimento...
...também ainda existem aqueles outros que se sentem impotentes para "botar" faladura
...ficam-se pelo desdém e pela não participação
...eu adoro participar
...e adoro os que adoram participar
...participar é comungar não as mesmas ideias mas partilhar numa comunhão fraterna o que se sente, o que se pensa, o que se vive
...não fosse a diversidade e o mundo seria uma grande borrada
...atér mais logo
...abração (pode ser com uivos)

noiseformind disse...

Lobices... EU VI LOGO!!!!!!!!!!!!!
Tinhas de apanhar o comment 69!!!!
looooooool looooooool looooooooool

Sofia, obrigado pela defesa do arco-iris, tb acho muito importante que todas as matizes do espectro se expressem sem desvios cromáticos ou nuvens carregadas:)))

Maite, obrigado por em plena noite pensares em mim, é bom saber que faço parte das tuas fantasias, ainda para mais agora que sabes que eu tenho decência (palavra horrível, diz mais do que quem a usa do que sobre quem a lê, mas isto são segredos do ofício e não posso revelar que ali o Éme é vici-presidente aqui da minha Ordem)

Pandora, lamento que te tenhas perdido a ler os comentários, vamos pedir urgentemente ao patrão disto para meter uma bússula no site looooool que todos os sites dessem para uma pessoa se perder assim.

Lobices... pois então começaste logo bem o dia, eu nem por isso. Se há uma coisa que devia ser proibida é o cavalheirismo. Então não é que só por eu ter ido buscar uma amiga a Ponte de Lima agora de manhã tive de a ir levar??????????
Quer dizer, para que é que Deus NSJC criou os taxistas? Não há direito, estou revoltado;)))))))))
Já parece o programa oil for food numa versão ride for love.

Continuação de bom Santo Domingo, não se esqueçam que hoje é dia de ir à missa, que aliás, imagino é onde está neste momento o Portocroft.

Quanto ao Éme Lobices, não me parece que estejamos a ser cobaias de nada. Se bem que ali a Maite parece querer fazer de nós vítimas das nossas hormonas, que só À base de chaveiros e de engates gira a nossa vida, o que é cruel, dado que há tb o sexo!!!!!!!!looooooooooooooooooool


Peter

PortoCroft disse...

noiseformind,

O PortoCroft está aqui de volta da 'Poverty, Welfare and Social Exclusion', para tentar escrever um pequeno texto (1500 palavras no máximo) a tentar enganar o Prof. (não o nosso, o meu) que percebo alguma coisa do assunto. ;)

Essa de ir à missa, faz-me lembrar daquela anedota do tipo que todos os dias ía à Argentina... ;)

Vou vos lendo...escrevam os vossos bitaites que eu estarei por aqui.

Bom Domingo para todos.

PortoCroft disse...

"Quanto ao Éme Lobices, não me parece que estejamos a ser cobaias de nada. Se bem que ali a Maite parece querer fazer de nós vítimas das nossas hormonas, que só À base de chaveiros e de engates gira a nossa vida, o que é cruel, dado que há tb o sexo!!!!!!!!"

noiseformind,

O Gedeão é que a sabia toda:

"Elas não sabem que o sexo
é vinho, é espuma, é fermento,
bichinho álacre e sedento,
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento."

patrícia disse...

Júlio Machado Vaz:

Sou o comentário nº 73 e isso faz de mim, automaticamente, um deles.
Ao contrário do que pensa, já que se foi linkar ao blog a que pertenço, não ando à procura da sua promoção.Isso seria fácil demais.
Não arrisco promover uma coisa cuja qualidade pode ser questionável.
O que lhe estou a tentar dizer, há imenso tempo, é que pelo que vejo aqui, concluo:

a)O Júlio Machado Vaz foi contagiado pelos seus pacientes

b)o Júlio Machado Vaz não foi contagiado mas então tornou-se ou é um homem perverso. Sendo assim, não deveria exercer a sua profissão.

c)o Júlio Machado Vaz vai achar que a autora deste comentário é perversa e sendo assim também não deveria exercer a sua profissão...porque está com dificuldades de análise.

Pobre António Ramos Rosa,cuja obra nem sou grande apreciadora,que é para aqui atirado e ninguém lhe passa cartão.Espero que o António Ramos Rosa nunca venha a saber disto.
Tenho um enorme respeito pela profissão de psiquiatra, por isso fico apardalada quando vejo que uma só pessoa se propõe anular o esforço de todos aqueles que são bons profissionais.E de tal maneira apardalada que até pactuo com a pessoa...vindo aqui.

ass: comentário nº 73

lobices disse...

...to Patrícia: (Comment number 73)
...
...a sério Patrícia, não percebo nada do que quiseste dizer nesse teu 73ª. comentário...
...mas
...aceito que possa, eventualmente (repito:eventualmente) ser erro meu
...sou "fraco" em análises; porém,
pactuar com a pessoa (vindo aqui), quer dizer o quê?...
...imagina-me um lobito caquético e sem capacidade de entendimento
...try, please...
:)

PortoCroft disse...

Lobices,

É um paradoxo, não é? Mira-se um alvo para alcançar outro. Nega-se o objecto para que se preencha o espaço vazio deixado por ele. Nega-se a si mesmo para enaltecer-se, destrói-se a esfinge para elevar o seu poder ao 'status' de mito.

Learn man...learn!... (Afinal acho que começo a perceber umas 'becas' disto). ;))))

noiseformind disse...

Portocroft, eu sempre achei esse AntónioGedeão suspeito, não a nível de qualidade das obras, que não questiono, mas a nível de ser português. COmo é que num país de tão grande maledicência surge uma pessoa tão desprendida, tão boa?
Será que ele não era espanhol?
Ficou-me sempre a dúvida, até pq aqui sempre foi totalmente ignorada a sua obra. Aliás, a sua colectânea "Ciência para Gente Nova" teve um sucesso exponêncial na América LAtina se compararmos com Portugal, o que nisto talvez fique provado que ele fosse português, como é comum as pessoas que fazem alguma coisa de jeito serem apedrejadas intra-muros ; )))

Mas agora queria reflectir sobre o comentário aqui da Patrícia. Não vou usar a) b) ou c) pq tenho de me meter a caminho do Porto mas vou apenas dizer que:

1) Patrícia, as pessoas quando recorrem a um terapeuta não o fazem por serem ou se sentirem perversas, mas por se sentirem desconfortáveis com aspectos da sua vida. Muito raramente esses aspectos são factor de infelicidade para terceiros, regra geral são factores de uma infelicidade endócrina

2) O Éme é bom rapaz, ás vezes desagrada a certas pessoas que esperam dele este ou aquele comportamento PC (Politicamente Correcto) mas nunca o ouvi dizer lamentar isso em fórum algum, fosse qual fosse, incluindo neste

3) Coitado do António Ramos, que tem fãs como você, que aproveita o gosto que têm por ele para perorar face a pessoas que estão bem-dispostas e tertulísticas e não para enaltecer o poeta, aliás, só pela boca é que conseguiu chamar a minha atenção, pois certamente a falar de António Ramos n deve ter nada de jeito para dizer, senão tinha-o dito

4) Quanto ao Éme se ter tornado um tipo perverso, não sei que não privo com esse senhor nem nunca me foi apresentado. Porém, a última vez que o vi (há uma semana no Estes Difíceis Amores) fez o programa sem colete de forças e sem estar dentro de uma gaiola de pexi-glass. Mas lá está, como diria o seu tão-amado António Ramos Rosa:

"Na grande confusão
deste medo
deste não querer saber
na falta de coragem
ou na coragem de
me perder me afundar
perto de ti tão longe
tão nu
tão evidente
tão pobre como tu
oh diz-me quem sou eu
quem és tu?"

Como vê, este gajo ainda era mais perverso (e amnésico) que ali as adaptações do Gedeão do meu caro colega de Tertúlia Portocroft:))))))))))))))))))))))

lena disse...

uma beca, croft, uma beca
(tenho para mim que não há plural de beca ;D

Bem, Laura, nesta coisa do sonho tou ali como o teu homoprimógrafo Lobices (homoprimógrafos são palavras que começam pela mesma letra). Quer dizer… tu… o Éme, um divã, luzes lusco-fusquentas, eu e Portocroft a acompanhar, ele a abanar a folha de palmeira e eu na guitarra portuguesa, o Lobices a tirar apontamentos, a andorinha a dizer que a maior parte das cenas de sexo ao vivo (incluindo as que ela participou) eram uma seca e que com 50 não se sabe nada, só a partir dos 80 é que se malha em condições, o ajcm a dizer que tar ali tanta gente faz aquilo mais parecer uma orgia e ele é totalmente contra as orgias, a Blimunda a dizer que vocês tão a coitar maravilhosamente, a yulunga a dizer que tar ali a assistir vai-lhe a seguir ter um dia cheio de sono e ainda bem que amanhã é Domingo, o Calvin a acordar de repente e a dizer “então um tipo adormece 10 minutos e já estão na fase da conforntação de argumentos?” E claro, eu o Lobices e o Portocroft estamos todos nus e a Caty diz: “vocês são mesmo o núcleo duro”. Caty, podes dizer o que quiseres, desde que essa coisa do “trio maravilha” não seja chamada aqui para este sonho loooooooooooool
TÁ PERTO LAURA????????




ora do sonho sei que foi aqui neste escritório, que não estávamos nus, não senhor, que eu tinha que me esforçar para não lhe trocar o nome (nunca tive um namorado júlio, ao contrário de pedros ou joões que tive uns poucos :D, e que trocámos, isso sim, abraços e beijos na boca :)))
daqueles sem língua mas com tuuudo o que faz trepar paredes, tão a ver? ;)

e agora vou corar pò pé dos meus gatos 8) lol

e o porto deslizou :DD hahaha


olá, noise, tavas aí? :D

PortoCroft disse...

noiseformind,

Ok. Agora o preverso sou eu (ou as adulterações que faço da obra do Gedeão). :)

A Patrícia, até é capaz de ser boa mocinha, sabes? É provável que ande, apenas, um pouco afectada pelo beijo da Eufémia. Se isso lhe passará ou não... é irrelevante mas, não completamente dispiciente.

Bom almoço.

PortoCroft disse...

Laura,

Acho bem que corrijam...porque ontem à noite, ao reler uma coisa que escrevi é que reparei na calinada que dei.

Sabes que o meu contacto com a língua, ultimamente, tem sido diminuto. tenho-a usado mais para humedecer o dedo que há-de folhear as páginas dos calhamaços que me forçam a ler. À falta de melhor... ;)

Não vás para o 'pó pé' dos teus gatos, porque nós apreciamos te 'sentir' aqui, corada, peitos arfantes... Um gajo não me parece que saiba valorizar essas coisas. ;)

PortoCroft disse...

errata:
No último parágrafo, onde se lê 'um gajo' leia-se 'um gato'.

noiseformind disse...

Éme, eu sei que já nos aturaste bastante, mas sê um querido (à boa maneira das 'tias' de Cascais) e diz qq coisinha aqui pelo blog sobre a entrevista do Luís Fernandes à Pública de hoje à luz do teu conjunto de crónicas "A tentação da Bissectriz".

É que eu já li e parece-me que tens ali material para o acusar de plágio, ou pelo menos para dizer que tu, sem estudos nem gastares vil metal em nenhuma investigação, fizeste uma leitura pelo menos tão afinada como a dele, e digo isto despindo a camisola de fã:)))))

Portocroft, tu não és perverso, este país é que é provincial ; ))))) aliás, quando cheguei dos EUA senti isso mesmo e acho que esta-se a verificar um fenómeno engraçado de regressão social, em que por falta de uma assunção frontal da modernidade estámos a tornarmo-nos como entidade colectiva geográfica, conservadores. Mas isso é assunto para quando houver mais tempo

Laura... beijos sem língua que fazem trepar as paredes... bem... tens de nos explicar aqui isso, eu só no sexo oral é que consigo com a boca e sem a língua deixar assim uma mulher, há aí qualquer mistério que está por descortinar e se tu fores uma menina democratica e moderna explicas isso mais em pormenor, que ninguém nos ouve!!! ; ))))))))))))))))))))

E se alguém ouvir, de certeza que não vai pôr em pratica por isso o segredo está seguro na mesma; ))))

Até logo ppl, Éme, faz-me lá a vontadinha, não sejas mau, passas os olhos pela entrevista e faz um comment ou postazinha simpático aqui para o povo.


Peter

andorinha disse...

Maite,

FENOMENAL!!! é só o que me ocorre dizer.
Afinal nós mulheres também conseguimos alinhavar algumas frases com lógica e bastante pertinentes.
Eu já estava a ficar convencida que realmente éramos seres inferiores e sem capacidade de raciocínio.
Perante os comentários tão intelectualmente estimulantes de alguns dos nossos colegas machos, tenho que confessar que me estava a sentir inferiorizada:))))

andorinha disse...

Para aqueles a quem a carapuça servir...

Tal como refere o Lobices, também eu adoro andar por aqui e participar, mas penso que a tertúlia poderia ser melhor.
As pessoas são sempre livres de exprimir as ideias mais diversas mas respeitando as ideias dos outros sem cinismos ou ironias totalmente descabidas.
Aliás a ironia utilizada em muitos dos comments faz-me lembrar aquelas conversas de taberna em que só os homens têm assento.
Digo isto com conhecimento de causa porque consegui infiltrar-me uma altura numa delas travestindo-me:))))))))))))))))))))))))))))))))
Brejeirice é uma coisa, comentários sexistas a raiarem o insulto é outra.
Diz o Lobices que há uma troca fraterna de ideias - isso não vejo.
Vejo uma tentativa de divisão por sexos, o que é ridículo. O paternalismo bacoco em relação às mulheres presente em alguns dos comments é de bradar aos céus!
E isto não tem nada a ver com falta de sentido de humor; as coisas não têm que ser todas sérias, cinzentas, complicadíssimas, claro que há lugar para a piada certa e a boa disposição.
Agora dizer as maiores barbaridades a coberto dos smileys e dos lols não denota sentido de humor mas sim dificuldade em assumir que em alguns casos isso corresponde efectivamente ao que a pessoa pensa.
E há outra coisa: parece que se estão a criar "ódios de estimação" e as pessoas começam a tomar partido por este ou aquele,como se isto fosse um Benfica / Sporting. Parece a velha história: quem não é por mim, é contra mim. Não há nada de mais redutor. Para haver polémica não tem que haver posições extremadas; não tem que se pertencer sempre ao mesmo "grupinho", isso não tem piada nenhuma e demonstra pouca maleabilidade de pensamento.
A tertúlia somos nós que a fazemos, por isso torná-la mais viva, participativa e interessante só depende de nós.

sofia disse...

Noiseformind: Não tem de quê. Sempre às ordens, quando uma causa como a defesa do arco-íris, está em questão. ;) Maite: Não nego que a ausência de :))) faz uma enorme diferença. Mas não era à Maite que me referia. Até porque, já tinha lido outros comentários seus. :) Já percebi o seu registo. Portocroft: Com o devido respeito, um acto falhado, é sempre um acto falhado... "gajo", "gato"... :)
Por fim, penso que ao fim de 82 comentários, não será difícil perceber o motivo do meu comentário em defesa do arco-íris (Ui... No que eu me estou a meter...!) :)

Anónimo disse...

Amo devagar os amigos que são tristes com cinco dedos de cada lado.
Os amigos que enlouquecem e estão sentados, fechando os olhos,
com os livros atrás a arder para toda a eternidade.
Não os chamo, e eles voltam-se profundamente
dentro do fogo.

- Temos um talento doloroso e obscuro.
construi­mos um lugar de silêncio.
De paixão.

(Herberto Helder)



Katz

Maria disse...

É um arco-íris de sombra, quente e trémulo.
É um copo de vinho com o meu sangue e o sol.


Poesia reconfortante para um fim de uma tarde fadiga em que nos apetece matar meio mundo. O outro meio bem que me podiam embalar... à falta disso e como não me vai dar o relógio, fico com o copo de vinho. Obrigada pelo ramos Rosa, nesta tarde Sobretudo com o copo de vinho