domingo, abril 10, 2005

Preocupação

Neil Young teve um acidente vascular cerebral:(. Sempre tive um carinho especial pelo maroto. Podia ter-se acomodado ao êxito comercial - e merecido! - dos Crosby, Stills, Nash e Young, mas continuou um trajecto "alternativo" com os Crazy Horse. Escrevi sobre ele em Domingos, Sábados e Outros Dias e ainda hoje é um dos meus textos favoritos. Preciso que melhore, faz parte das referências da minha vida. E foi bom verificar a preocupação do meu filho mais novo, o rock é um traço de união entre os Machado Vaz. Recordo o pânico que senti quando os levei a Madrid ver Paul McCartney:). E o alívio, depois do concerto, quando me disseram que tinha sido "altamente". Por isso voltámos a vê-lo muitos anos depois em Lisboa, eu com a estranha sensação de me despedir de um amigo...

63 comentários:

Anónimo disse...

Antes que os 3 ou 4 comentadores do costume comecem para aqui a escarrapachar a sua adulação a JMV, misturada com a exaltação do seu ego, e desde já informando que não é minnha pretensão ofender, mas tão sómente conduzir-vos a alguma reflexão:
1. Há muita gente que gosta de ler o que o JMV aqui escreve, tal como o diz
2. Eventualmente sentir-se-á tentado a aqui, nos comentários dar a sua opinião a PROPÓSITO do post associado
3. De imediato se confronta com uma feira de egos, com um chat, montado na casa do JMV sem que ninguem lhe tenha pedido licença
4. Não fará o comentário, por estas e outras razões óbvias
5. Perde o Blog, o JMV, e todos os leitores que o gostam de ler e eventualmente tivessem alguma coisa a dizer sobre isso
6. Ganham, ou julgam que ganham, a meia duzia de comentadores que aqui se alaparam sem pedir licença, fazendo disto a sua casa
7. Pensem nisto
8. Obrigado JMV

Mitsou disse...

Bons tempos! Como grande fã, espero que ele se recomponha rapidamente. Um abraço.

ND disse...

(Off topic)

Caro JMV:
Constou-me que a Gotinha (http://blogotinha.blogspot.com) tem um desafio para si...

Um abraço,
ND

peciscas disse...

Conforme já ontem sugeri subscrevo integral e vigorosamente, o que o anonymus said.

lobices disse...

...eis, subitamente, que surge, logo no topo dos comentários, antes que outros o façam, alguém preocupado com a abrupta entrada nesta casa dos 3 ou 4 comentadores do costume; antes que comecem para aqui a escarrapachar a sua adulação a JMV misturada com a exaltação do seu ego; termina, no ponto 6, dizendo que fizeram disto a sua própria casa sem pedirem licença...
...é uma opinião que eu respeito
...
...como me revejo no rol desses 3 ou 4 habituais comentadores e pseudo invasores desta casa, permito-me tecer algumas palavras em relação a isso e não ao post em si mesmo; e reparem, não fui eu que fugi ao tema, foi um "anónimo" a coberto do anonimato que se diz preocupado com a invasão...
...dá que pensar
...porém, devo considerar que:
1...todos gostam do que o JMV diz
2...também damos a nossa opinião
3...não concordo que exista uma feira de egos mas concordo que, rapidamente, isto se torna num fórum o que, na minha opinião, só dignifica a casa de JMV
4...fazemos o comentário mesmo que não haja essa e outras razões óbvias; gostaria de saber quais
5...o Blog não perde, pelo contrário, basta ver o "êxito" que ele tem pela participação; não perde o JMV nem os seus fiéis leitores onde esses 3 ou 4 comentadores se incluem e ninguém é obstado a comentar sempre que o querira; está no poder de JMV a opção de apagar o que entender
6...não nos alapamos pela simples razão que damos a cara; assim, somos pessoas de bem, que não precisam, claro, de pedir licença para entrar pois a porta está aberta; no que me diz respito, esta casa do JMV também é a minha casa; caso contrário a opção de comentar estaria fechada
7...todos pensam ainda que penses que não pensamos
8...também eu agradeço ao JMV a sua existência aqui
...
...também tenho uma casa; é só clicar e lá entrar; todos dirão o que quiserem
...mas, sinceramente, acho muito estranho este primeiro comentário e ainda por cima anónimo...
...peço desculpa ao amigo JMV se esta minha entrada na casa dele é uma invasão; se o amigo Profe considerar e entender que estou a invadir a sua casa, agradeço o favor de ser ele a dizer-mo; e eu deixarei de entrar aqui...
...quando ao post em si mesmo, sobre o Neil Young, lamento saber; também eu tive um AVC aos 43 anos e graças ao Divino ainda aqui estou, por isso, desejo as melhoras a esse meu irmão
...abraço

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
pandora disse...

ja tinha lido algures, e fiquei algo sentida!

engraçado que aqui em casa a música tb é um ponto de união, mãe e filha vão aos mesmos concertos... partilhamos gostos sem que se note a barreira das gerações, tb pq o que é realmente bom não tem idade!

Entretanto, só um pszito... sobre dar a cara ocorreu-me que o meu avatar é o meu traseiro, o que é grave, mas tem uma explicação na brincadeira que atravessou a blogosfera e desencadeou o movimento CUBEMBOM (Coligação Universal dos Blogues Esquecidos e Martirizados pelos Blogues Omnipotentes e Martirizantes)... apenas uma brincadeira que serviu para aumentar o numero de bit-afectos que por aqui desenvolvemos... não me levem a mal! Eu dou a cara, está no meu blog ;)

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
PortoCroft disse...

Lamento o sucedido a Neil Young. Também, faz parte das minhas referências musicais.

Tinha-lhe sido diagnosticado um aneurisma e era suposto ter sido submetido a cirurgia no início do mês.

Relativamente ao que o Lobices escreveu, sendo eu - suponho - um dos visados, subscrevo por inteiro. Atribuíram-me mais uma identidade: Alapado. Isto a acrescentar à de membro do núcleo duro. Não assumo nenhuma mas, assumo tudo o que digo e escrevo. E isso, parece-me muito mais dignificante e revelador de caracter.

Quando se usa o anonimato ou vias travessas para passar uma mensagem que não se tem a coragem de assumir, ficamos todos esclarecidos.

Mas, o curioso é que, a pessoa em questão, acabou por não comentar o 'post' o que, desde logo, contradiz os princípios que diz defender.

Como disse anteriormente, a menos que o Prof. crie aqui uma 'Lisboagem' e, a determinada altura, me comece a doer no bolso, continuarei por aqui.

Por falar em doer no bolso, o Prof. bem que podia dar uma palavrinha aos bons rapazes da Bertrand porque, quando os portes ultrapassam os 50% do custo da obra, desconfio que já não se trata de portes mas, de lucros dissimulados. Comprarei o seu livro, quando aí for de férias. :)

lobices disse...

...amok!
...já tinha saudades tuas
...mas, como vês, o anónimo inicial tem razão; rapidamente o post é "largado" e a discussão passa para outros temas
...tu própria o fizeste, "batendo" em mim como se eu seja um lobo mau a fingir de cordeiro
...claro que não sou nenhum cordeirinho manso
...como vais?
...é a primeira vez que aqui te "leio", excepto se já andares por aqui sob outros "nomes" :)
...quanto ao facto de continuar a parecer-me comigo mesmo (o que, na tua opinião, pode não ser bom sinal...), isso significa que onde quer que tu me "encontres" eu sou a mesma pessoa... quanto ao me "armar" em cordeirinho, sabes bem que não o sou (sou um lobo mau que come capuchinhos vermelhos para o seu mingáu...)
...o que é que quer dizer mingáu?

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Concordo com o primeiro comentador. O blog perde, sim, perde muito. Canseira, é o que é - e pena. Se quisesse telenovela, comprava uma televisão.

PortoCroft disse...

amok_she,

Todas as pessoas têm direito à sua opinião. Assumam-na e expressem-na livremente. O que já não me parece que tenham direito é a tentarem limitar ou condicionar a opinião e liberdade dos outros.

Adulação, da minha parte? Não me parece. Pelo contrário. fui a única voz discordante quando o Lobices sugeriu que o Prof. tratasse todos por 'tu'. Incluindo o Prof.JMV.

Se alguém, eventualmente se sentir 'tentado a aqui, nos comentários dar a sua opinião a propósito do 'post' associado', tem toda a liberdade de o fazer. Porque o não faz? Porque, no caso, o não fez?

Como o Lobices disse, não se sente aqui um intruso porque a porta está aberta e se sente como na sua casa. O mesmo se passa comigo e com outras pessoas que aqui vêm.

Aliás, ontem a desculpa era outra, a do engarrafamento. Pelo que o que estes comentários me fazem supor, sobretudo por serem anónimos, é que partem de alguém a quem o mediatismo do Prof. aqui, como noutros meios, causa alguns problemas biliares. As audiências dos blogues não são apenas medidas pelas visitas registadas mas tambem, pelo número de comentários. Isso é capaz de esclarecer alguma coisa.

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
PortoCroft disse...

"...há que ler o q os outros dizem nas suas mais variadas possibilidades,né lobo?!?:->...ñ é assim que se faz uma boa...conversa?"

Ficámos esclarecidos.

Anónimo disse...

Não concordo com o primeiro comentário.
Não penso nem encontro bases para inferir que este blog do Dr. Júlio Vaz perca o que quer que seja com o que aqui tem sido discutido.
Raramente comento o que quer que seja. Leio, leio muito e divirto-me por aí, por esses blogs afora
O que verifico nos blogues, é o seguinte:
Existem blogues de nomeada que não possuem comentários, caso do Abrupto do JPP. Todos o conhecem; é famoso; mas, será que é mesmo? Será que o vão ler? Ou será apenas um clique para visionar uma ou outra opinião?
Como não permite comentários, viram-lhe as costas e o blogue dele existe porque quase toda a gente o tem linkado porque é de bom tom ter o blogue do JPP nos linques.
Depois, existem outros blogues com imensos comentários, esses sim, de pura adulação; estilo: "Muito lindo" "Gostei muito" "Virei cá mais vezes" "etc.etc"
Isto é que é pura adulação, sem conteúdo.
Depois há os blogues de política que permitem comentários e aí já se sabe o que se pode ler; são comentários a favor e comentários contra; também, na minha opinião, sem conteúdo.
Depois há os blogues de sexo; têm os records de visitas; poucos comentários mas muitas visitas; estão sempre nos tops; é de lamentar que a pornografia impere e temas sobre o sexo (porque não puro e duro como diz o nosso Dr.) na sua vertente mais elucidativa e mesmo informativa não esteja nos escaparates.
Depois existem os blogues generalistas onde este se inclui (na minha opinião, é um blogue pessoal e generalista) que têm comentários e comentários.
Este blogue tem 2 meses e já atingiu os tops de audiências e de participaçoes.
E isso é bom. Claro que o que o primeiro comentador diz é que andam por aqui 3 ou 4 pessoas que estão na berra por estarem a comentar outros assuntos que não o conteúdo do post. Que mal isso tem? Não é admissivel que as conversas não sejam como as cerejas? Um ponto puxa um outro ponto; a luz nasce da discussão e isso só dignifica o autor deste blogue. Significa que tem interesse o que aqui se passa.
Muito mas muito pior seria se os comentários aqui fossem do género:
"Ai Professor que bem que o senhor escreve"
"Ai Senhor Dr. gosto muito de o ver na tv ou de o ouvir"
"Muito bem Sr. Dr. Já agora pode-me visitar lá no meu blogue e dar-me a sua opinião?"
"Obrigado pelas suas palavras"
Isto seria a mais pura das adulações.
Por isso, em anonimato, não dando a cara, porque nem sequer possuo um blogue, mas navegando imenso na net por via da minha profissão de investigação técnica, quis vir deixar aqui a minha opinião.
Desculpem-me se abusei da vossa paciência.
Quanto a si, senhor Dr. os meus sinceros parabéns pelo seu blog. (pergunto se não estarei a adular)
Um simples leitor

Ana disse...

Ok , acho que é hora do sr do blogue se pronunciar.....

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Caro anónimo das 7.39 p.m.
Concordo com tudo o que acabou de dizer e como me tirou as palavras da boca (digo das teclas) para grande irritação minha, devo confessar, vou limitar-me a falar sobre o post começando por referir que Neil Young não se encontra dentro das minhas preferências musicais, mas lamento e estou solidária com a "preocupação" do professor, até porque é um assunto que me faz lembrar a situação de uma colega de trabalho q tb teve um avc há poucos meses e que nos preocupou mto, mas que felizmente hoje se encontra bem.
Perdoe-me sr Portocroft, mas não foi "a única voz discordante" no caso do tratamento informal.

Maite

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
andorinha disse...

Tal como o ajcm, subscrevo integral e vigorosamente o que o anonymous diz.
Repito pela enésima vez que o blog assim perde bastante. Se tiverem interesse,leiam o que eu escrevi num dos meus comentários ao post anterior (isto não é auto-promoção:))) é só por não me querer repetir).

Lamento se vou chocar alguém, mas sempre me habituei a dizer o que penso.
Se por absurdo o Júlio publicasse algo assim
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-----------------------------------
os comentários seriam exactamente os mesmos. Isto revela o quê?
O post não interessa, é apenas o pretexto para a entrada no chat.
É pena!

Antes que me acusem do mesmo, desde já deixo aqui um aviso à navegação: hoje pela 1ª vez não comento um post. Não sou obrigada a fazê-lo todos os dias.
Queria apenas deixar esta nota.

PortoCroft disse...

Maite,

Tem toda a razão. Peço desculpa por a não ter referido. Aliás, devo acrescentar que, secundei o seu comentário inicial. O seu a seu dono (dona, no caso). :)

lobices disse...

...ora bem!...
...cá vem um dos "alapardados" mais uma vez...
...mas, estou preocupado...
...eu explico:
...já ando nestas coisas da net desde Maio de 2000 e aprendi imenso com as discussões tidas ao longo destes anos nos mais variados fóruns, nomeadamente nos Fóruns do Sapo...
...aprendi a ler nas entrelinhas e a descobrir na forma de escrever onde se escondiam os mais variados nicks que uma só pessoa podia possuir e com eles variar as suas intervenções...
...aprendi a criar um processo dedutivo mediante a frequência e a forma em que os diversos nicks interagiam...
...nos blogs a "coisa" é um pouco diferente mas não difere muito, apenas se utiliza o anonimato como forma de não dizer que somos A ou que somos B ou ainda que somos C, D ou E...
...e li e reli e naveguei
...ora bem:
...ali mais acima, às 7.52 PM, uma Ana (que se registou no Blogger com um blog de interessante título: Pracomentar - ou seja, um blog que utiliza apenas para comentar nos outros com o nome de Ana) diz que chegou a hora do dono do blog se pronunciar sobre este tema, o tema que está a ser discutido aqui e agora e que foi levantado pelo primeiro comentário deste post...
...este post do amigo Profe Vaz, é postado às 3.48 PM
...o primeiro comentário é posto às 4.09 PM
...o JMV deixa um comentário no blog tijolices às 4.31 (o que significa que estava on-line nesta altura do campeonato)
...a amok-she entra aqui às 5.47 PM respondendo ao meu comment das 5.28 PM...
...a minha "experiência" e o meu "faro" de lobo diz-me o seguinte, ou pelo menos, permite que eu possa inferir (ainda que sem propriedades ou qualquer tipo de provas - que nem interessam para o caso, pois é apenas mais um exercício dedutivo que outra coisa):
...ou o primeiro cometário anónimo deste post é pertença do próprio JMV ou da amok-she ou de qualquer outra pessoa...
...seja de quem seja, eu já exprimi a minha opinião sobre ele; porém, se ele pertence ao amigo JMV aí o caso muda de figura porque, se assim for, exprime uma "vontade" camuflada, inserida, injectada, como quem não quer a coisa mas que ao fim e ao cabo quer...
...e, se assim for, o amigo JMV está a sugerir que não é isto que pretende no seu blog (e tem todo o direito)
...mas
...se assim o é, tenho que pedir o subido favor ao JMV que nos diga a sua opinião pois se não a manifestar deixar-nos-á sempre na dúvida... pelo menos, eu ficarei com a dúvida e ficarei sem saber se sou bem-vindo ou não...
...assim sendo
...pedindo imenso perdão solicito que, na verdade, o dono deste blog exprima o seu sentir...
...um abraço de um dos apelidados participantes do nomeado núcleo duro (eu apenas gosto de comunicar mas se isso é crime, digam-me por favor)
um :) de bit-afectuosidade

Tão só, um pai disse...

... desculpem lá, mas tenho que fazer isto ... Há Há Há Há Há Há ... Se este núcleo duro desaparece, também eu o faço ... Há Há Há Há ... (e as gargalhadas continuam - não, não consigo postar nem ver os vosso bonecos de "emoções)

Tão só, um pai disse...

... já agora, acho que fazem uma boa "banda" ...

andorinha disse...

amok_she,

Li os teus comentários e pensei escrever a dizer que de modo geral concordo com o que dizes.

Depois li o teu comentário das 8.28 e tenho que dizer o seguinte: acho óptimo que andes a ler comentários anteriores, mas não tires conclusões precipitadas.
Curioso o quê? Aparecer primeiro como Odete e depois como andorinha?
É simples - quando comecei a comentar não tinha blog e portanto assinava o meu nome que é mesmo Odete (não gostava de aparecer como anónima precisamente pelo que já disseram)
Desde o dia 4 deste mês tenho o meu próprio blog e daí o andorinha.
Se não acreditas, podes ir confirmar.A explicação é simples, não?
Insinuar (nem percebo bem o quê) é feio.

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
andorinha disse...

Lobices e amok_she,

Isto assim está cada vez pior. Por este andar daqui a mais vamos todos parar ao psiquiatra.

É um bocado complicado para mim seguir todo esse teu raciocínio (já sabes que sou novata nisto...), Lobices, mas custa-me a crer que o 1º comentário seja do Júlio. Acho que se ele quiser intervir nesse sentido o fará como Júlio e não como anónimo. Tem todo o direito, claro, o blog é dele.
Então criticas os que escrevem a coberto do anonimato e ele iria fazer o mesmo?!!

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Calvin disse...

1. Não aprecio muito o Neil Young, mas reconheço que é um génio com uma influência (ainda) decisiva no percurso da música moderna. Que recupere rapidamente.
2. O espaço dos artigos e o espaço dos comentários são absolutamente distintos por razões óbvias. O que lá se passa depende unicamente dos respectivos autores. Com os seus defeitos e virtudes (já devidamente enumerados pelos comentadores), é esse o formato de um blog com espaço para comentários. Se o JMV continua a permitir comentários, a alegada desvirtuação deste espaço é um risco que ele assume.

Anónimo disse...

Eu estou a adorar ver o professor a assistir de camarote ;)

Maite

PortoCroft disse...

(Ao som dos Pearl Jam & Neil Young - Hey Hey My My)

Uma pergunta 'técnica' ao Prof. JMV:

Um corecto diagnóstico de ADHD pode trazer uma sensação. O indivíduo trouxe para a idade adulta muitas percepções negativas de si próprio, que poderá conduzir a reduzida auto-estima.

Forma de tratamento: Atomoxetine (Strattera®) e acompanhamento psicoterápico.

(rilando o relógio no pulso, como o Zé das medalhas...)

"Tô cérrrtu ô tô errado dôtô?" ;)

PortoCroft disse...

erratas:

onde se lê:

"Um corecto diagnóstico de ADHD pode trazer uma sensação", leia-se:

"Um correcto diagnóstico de ADHD pode trazer uma sensação de alívio"

onde se lê:

rilando, leia-se: rolando.

Pronto. Cá está. Há muito tempo (aproximadamente uma hora) que não afagava o meu ego. ;)

Anónimo disse...

Não era minha pretensão insinuar mais nada para além do que disse, nem ofender ninguém. Nem tão pouco ir para além do que disse no primeiro comentário. Parece-me contudo que merece ser esclarecido que não foi o JMV quem colocou aquele comentário. Quanto ao meu anonimato, levantam-se-me imensas interrogações: basta só assinar, deverei escrever um poema, ou trazer aqui a minha opinião sobre o José Gil? Já agora, com que nome gostariam que o fizesse? E é isso relevante? ou seja, distorce isso a natureza do que escrevo, refugio-me para mais livre atentar com insinuações torpes ordinárias e gratuitas? Eu apenas queria escrever o que escrevi, nunca pensei que afinal, isso era apenas mais um mote de saída para aquilo que afinal eu criticava.
Saudações
(considerem aqui o nome que entenderem p.f.)

andorinha disse...

amok_she,

...só isso?! Será...
Então porquê citar a minha frase "como já percebeste, eu sou a Odete"? Bastava-te citar a anterior.
E quanto ao resto, se o comentário do anónimo vem no mesmo sentido, é pura coincidência.
Eu é que não sou, assumo sempre aquilo que digo.
Mas como tu dizes, continuamos a debater o acessório e a descurar o essencial.

Isto está-se a parecer com um thriller: quem será o assassino, neste caso o anónimo?
Dão-se alvíssaras a quem descobrir:))))

Menina_marota disse...

Leio, mais que comento, creio até que só comentei 1 única vez, este Blog, mas gosto de cá vir, especialmente, relembrar outros tempos, em que ouvia Júlio Vaz Machado na TSF.

Leio este, bem como muitos outros blogs, porque gosto de leitura e, como tenho uma preferência especial pela música de Neil Young, resolvi abrir os comments e, pasmei...

Não pela notícia, que lamento e, espero que o meu "velho" ídolo melhore, mas pelos comentários feitos, neste Post...

Bem... tenho que confessar, que a meio desisti de ler, até porque hoje é domingo, o dia esteve lindo e não estou para me aborrecer com nada.

Mas que pasmei...(passe a palavra...)

Um abraço :-)

sofia disse...

Há aqui algumas pessoas a precisarem de uma terapiazita de grupo, não há...? Lobices: Ceder ao absurdo de alguns comentários e abandonar esta casa, será, isso sim, invadir. O meu direito de lê-lo quando venho aqui, pelo menos.

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Julio Machado Vaz disse...

Meu caro lobices,
Então não bastava a derrota do Benfica:)? Eu? A escrever um comentário anónimo no meu blog? Não sou assim tão perverso:). Quando estiver desagradado com alguma coisa, di-lo-ei e ponto final. Quanto ao resto..., vocês dirão sempre o que quiserem, a mim ou entre vocês, como eu escrevo o que me apetece. Espero bem que o Neil só tenha sido operado:)

Anónimo disse...

Sinto-me chocada.
As pessoas que se referiram ao lobices nos termos em que o fizeram aqui e agora demonstram isso sim uma grande falta de civismo. Acho que há outras maneiras de fazer ver a alguém que talvez esteja a exagerar e não desta forma cruel. O mm se aplica à referência à odete.
Quanto à frase "e tb. q somos um povinho com uma formação cívica q deixa mt adesejar... " eu diria que você é um exemplar perfeito desse povinho.
E pk haveria de ser você a ter a última palavra?

Maite

Bárbara Vale-Frias disse...

Concordo plenamente, Professor!
O rock também é um traço de união na minha família, em especial o que resulta do grupo Bon Jovi.

Em 1989 tinha 16 anos e era muito nova para ir sozinha a um concerto. Resultado, os pais fizeram questão de vir comigo e hoje temos esta recordação comum fantástica!

Anos mais tarde, já em 2000, comentei numa festa de aniversário de uma amiga que gostava desta banda. De imediato, um rapaz que não conhecia começou a cantar-me uma música deles. É o mesmo com quem estou casada há 2 anos e meio! ;)

Anónimo disse...

aiai, já não bastava a derrota do benfica... :/

Hello cowgirl in the sand
Is this place
at your command
Can I stay here
for a while
Can I see your
sweet sweet smile
Old enough now
to change your name
When so many love you
is it the same?
It's the woman in you
that makes you want
to play this game.

Hello ruby in the dust
Has your band
begun to rust
After all
the sin we've had
I was hopin' that
we'd turn back
Old enough now
to change your name
When so many love you
is it the same
It's the woman in you
that makes you want
to play this game.

Hello woman of my dreams
This is not
the way it seems
Purple words
on a grey background
To be a woman
and to be turned down
Old enough now
to change your name
When so many love you
is it the same
It's the woman in you
that makes you want
to play this game.



boa noite júlio ;*


(laura fora de casa :)

Anónimo disse...

Professor
Quando postei o meu comentário anterior, não tinha visto o seu. E não achei justo q este fórum terminasse assim:
"Eu, por mim, dou por finda a contenda..." daí a minha última frase.

Maite

noiseformind disse...

ah seus malandros... a falarem com anónimos. Os papás não lhes disseram para não falarem com desconhecidos??? Eu uma vez falei e quase era violado... pois pois pois... em pleno Portugal campestre dos anos 80, upa upa...

A andorinha percebeu que a tertúlia é importante e ppl como a amhok_she só a querem usar para substituir a televisão ou o vazio de uma casa sem crianças depois do útero deixar de funcionar. BEM VINDA RAPARIGA:)))))))))))

Lobices e Portocroft, Meus Deus, São Júlio seja louvado, vocês deram cabo do saloon, e com toda a razão, não basta ter liberdadade, é preciso mostrar-mos que em nós ela é sólida, materializada, indemne, senão começamos a acomodarmo-nos aos ditos e desditos de outréns menos elásticos de pensamento, e isso, meus caros, nunca é bom.

Éme, acho que está a acontecer contigo aquilo que aconteceu comigo há uns anos. Começam a desaparecer os músicos sobre os sons dos quais fizeste a tua personagem interior. Eu tive azar... muito azar. Apaixonei-me por Pink Floyd e nunca mais editaram um album depois do Divison Bell. Por Dire Straits e acabaram.Por Queen e o vocalista morreu e acabaram. Por Smashing Pumpkins e acabaram. Por Skunk Anansie e acabaram. Por Nirvana e o Kurt morreu (e foi encontrado no dia dos meus anos, raio de prenda). Enfim... até tive medo de ir ao meu primeiro concerto de Dave Mathews Band, imaginava logo no dia a seguir a banda toda em desavença ou morta num daqueles acidentes de avião a que os músicos são propícios. De todos estes gostos ficaram-me ainda vivinhos da silva os Pearl Jam, o Sérgio Godinho e os U2.

De todas estas mortes e fins de projecto custou-me mais os Smashing Pumpkins, sempre me senti muito próximo da visceralidade de Billy Corgan 'n' friends. Mas estes fins ensinaram-me a aproveitar melhor os meus gostos, assim a conta do banco o permita. E foi assim que em Paris ouvi Bono Vox cantar com lágrimas nos olhos "Kite" do Album All you can't Leave Behind depois de saber o pai morto. Foi assim que ouvi Billy Corgan no seu último concerto dizer que Portugal era o país com os maiores fãs. Foi assim que uma das minhas guitarras acústicas foi assinada por Dave Mathews himself.

Hoje em dia apaixonei-me, literalmente, por Florian Cloud de Bounevialle Armstrong, encontramo-nos em Heathrow, eu estava a ouvir música em altíssimo volume e ela também. Exactamente a mesma música. Cantada por ela. Acho que a relação pessoal com os nossos mitos muda muito a forma como os escutámos, como os ouvimos, até como os interpretámos. Foi assim depois de conhecer Al Paccino (e horas mais tarde no Bill's Grill, Robert DeNiro), foi assim depois de conhecer Nicole Kidman. Não sei, acho que aquelas horas a falar com eles mudam a perspectiva com que os vemos. Um dia ainda hei-de conhecer Matt Damon, desde o primeiro filme dele que vi fiquei fã hardcore, ao ponto de ter estado presente no início das gravações do último filme que ele fez com Scorcese e DiCpario. Não, sei, talvez uma certa transcendência dessas pessoas no seu trabalho, um amor à sua arte que nos leva a olhar para eles de forma diferente. Com Florian Cloud de Bounevialle Armstrong foi completamente diferente, ficamos para ali horas a falar de uma cantora que ambos parecíamos adorar, das suas origens, do que a levaria a compôr isto, e aquilo, e como lhe teria nascido esta música, e aquela, falei-lhe da forma como gostava imenso do album No Angel, mostrei conhecer todas as músicas de cor. E depois a notícia: Florian tinha bilhetes para o concerto da nossa diva, cortando assim com a frustração minha de 4000 km viajados e já de regresso a S. Diego sem bilhete. Ficámos juntos quase até ao concerto, ás voltas em frente a Albert Hall, depois ela disse "vou ali" e apareceu mais tarde, com outra roupa nada informal, quase de gala, para me convidar para o concerto... na mística das palavras tinha-me esquecido de dar uma cara à voz... Florian Cloud de Bounevialle Armstrong canta com o nome de DIDO:)))))))))))))))))))))

Já com os meus ícones profissionais foi mais fácil, fui estudar para John Hopkins, Universidade onde quase todos trabalhavam looooool loooooooool looooooooool looooooool looooooool looooooooool looooooool looooooooool looooooool SIMPLES




Batam-lhes rapazes... batam-lhes

Peter

E já agora, de uma banda muito querida que ainda não se dissolveu nem teve mortes a registar, fica isto...

"Tento ter a força pra levar o que e' meu
Sei que 'as vezes vai também um pouco de nós
Devo concordar que 'as vezes falta-nos a razao
Mas nem no que ha' razoes para nos sentirmos tao sós
Vem fazer de conta, eu acredito em ti
Estar contigo e' estar com o que julgas melhor
Nunca vamos ter o amor a rir para nós
Como queremos nós ter um sorriso maior"

Da Weasel

circe disse...

Este comment era pra ser antes da meia-noite, mas cheguei agora do trabalho: A 10 de Abril(1912)saía
o imponente Titanic - para se afundar.Passados quase 100 anos, continuamos a nadar, à espera de uma bóia...ah mas já vislumbro a Arca de Noé, após 45 braçadas ofegantes! Porcos, lobos, cordeiros,bichos caretas, bicharocos desconhecidos...LOOOOOL...Salvé!

andorinha disse...

O que um anónimo consegue fazer!!!
Isto é, de facto, hilariante.
Mas continuo sem saber quem é o assassino:)))))))))))))))

Fala-se em civismo, mas as pessoas só vêem essa falta nos outros. Será que não se consegue discutir duma forma educada e civilizada?

Noiseformind,

Já estava a ficar preocupada:))))))))))))
Pensei que estivesses seriamente doente; um dia inteiro sem aparecer por aqui!!
Mas depois de ter visto (e lido) o teu "testamento" fiquei mais descansada.Looooooooooooooool
Está bem assim?

PortoCroft disse...

Maite,

Uma vez mais, sou 'obrigado' a concordar com o seu comentário.

noiseformind,

Eu gosto de brincar, gosto de discutir, posso até vez por outra dizer algumas baboseiras para agitar mas, tenho um princípio básico, que é o seguinte: Nunca discordo de pessoas desiquilibradas. Além de não adiantar nada (Nunca há diálogo. Por muito que te esforces por dialogar, acabas sempre num monólogo, como sabes) as consequências são sempre imprevisíveis.

Por isso, a dada altura, perante a 'grandeza' dos seus argumentos, limitei-me a exclamar: Ficámos esclarecidos. E, da minha parte acabou ali. Tudo o resto que possa ter sido ou venha a ser escrito por essa personagem, passou-me e passar-me-á ao lado.

Por outro lado, se fizeres um pequeno exercício de estatística, verificarás quem, minimamente que seja, comentou o 'post' do professor e quem, pelo contrário, o não fez. Ou seja recrimina-se os outros por não fazerem aquilo que nós próprios, ao fim de nove ou dez comentários, a maioria, não fizémos.

Felizmente que o Prof., numa próxima oportunidade, usará tudo isto como ponto de partida para mais um dos seus livros. E, nele, muito justamente, tratará de reflectir sobre toda a sua experiência de bloguista. Sugiro até um título que me parece apropriado: "Caught in the net". ;)

Caty disse...

Pois é Peter, ainda me lembro quando vos vi a primeira vez, passamos aquela tarde em Lisboa juntos e depois de ela se ter ido despedir ao aeroporto é que me contaste!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Nem deu para pedir um autógrafo nem nada, invejoso. Ao menos ao andar com ela tens sempre bilhetes de borla para todos os concertos, como o ano passado em Julho, junto à Torre de Belém.
Aliás!!!!!!!!!!! Eu acho que tu só andas com ela para NÃO PAGARES os bilhetes dos concertos. O teu texto neste post do Prof tá marabilhoso, carago!


Caty

Caty disse...

Aliás, eu não percebo mesmo a tua panca por namorar sempre com celebridades. Que é que uma portuguesinha tem de mal hein? Hein? Hein? Ficas desde já a saber que há muita portuguesa que canta muito bem mas, infelizmente como eu, só o faz no chuveiro :D

circe disse...

...andorinhas, águias(!)leões, bichos de 7 cabeças,caranguejos..

Desculpe-me o Professor e o Neil,
mas o riso é por vezes um exercício
de luto!
E eu não resisto, quando entro neste bar acolhedor, ao consumo
mínimo - por isso, é mais um copo de três, ó faxavor, e um shot aqui pró Murcon...raio de Aveszzzzzz...

circe disse...

Então boa semana, gente ; já bebi e
já paguei, vou andando . É que não dou gorjetas, nada de ALAPAR aqui...

blimunda disse...

a um bicho de sete cabeças:


ele há bichos carpinteiros
e também os há blogueiros
há bichos centopeicos
com niques metafóricos
arrastam-se onamatopeicos
pela nete meteóricos

ele há bichos do ar
há bichos que rastejam
há bichos a dar a dar
boquinhas que beijam e beijam

dos linques saltam pr'aqui
tantos bichos caretas
mas há bichos bem porretas
que falam a língua da gente
são bichos de frente a frente
não s'agacham nem se encolhem
bichos mulher bichos homem
mas eu leio e digo pra mim

o neil young, doutor
porque tem que ser assim?


há tanto bicho de conta
bicho de nicho de altar
bicho com be(r)logues de monta
pró mulherio adorar

ele há bichos que são bichas
só pra disfarçar
bichos bem abichanados
bichos só pra engatar
bichos nos coments inventados
também os há politiqueiros
e ainda os fraldiqueiros

e se deus aqui caísse
se ele existisse
agora comentava por mim

o neil young, doutor
porque tem que ser assim?

e se eu quisesse falar verdade
diria que há bichos escondidos
a quem falta uma metade
e navegam aqui perdidos

bicho escondido com rabo de fora
também há mas é na hora
em que outros adormecem
então esses bichos aparecem
metem uns coments e oplá
acham-se do melhor que há

há bicho intelectual
bichinho do saber
e não falta bicho (ba)calhau
só pra gente comer

há bicho musicólogo
viajado bicho de museu
mas bicho bicho digo eu
é o bicho psicólogo:
ri-se que nem um danado
com o povinho alapado
aqui no consultório...
( ó júlio, és um finório!...)

ele há o bicho cordeiro
lobo de perna de pau
olho de vidro cara de mau
há o bicho da madeira
um porto à maneira
rói por dentro nas entranhas
salta-te em cima faz-te em três
e para cúmulo das manhas
e a todas à vez
diz com grande desfaçatez
não sou cabra montez

há bicho formiga rabiga
em carreiro ordenadinho
dá a mão ao vizinho
não sai da fila coitadinho
todo tão perfiladinho
todo tão asseadinho
e em palavras muito acertadas
todas bem acentuadas
assassina a cigarra
e vai fazer uma farra

e sei de um bicho maior
que tem sete cabeças
e quantas mais melhor
mas agora não me peças
pra dizer a razão
porque aqui onde estou
deve ser interdito
dizer um palavrão
e dando o dito por não dito
eu como até sou
rapariga asseada não digo não

a noite tásse a acabar
são horas de nascer
intés vou ter que dar
ou xinhos até ver
c'a gente pra blogar
a cabo(nitagem)
tem que pagar
e se o júlio se lembrar
de meter a lisboagem
lá vou ter que m'arranjar
umas horas extra(ordinárias)
práqui vir comentar
estas prosas várias


mas não vou indo sem perguntar
e cá por mim é mesmo com a dor
deste nique que deus me deu

o neil young doutor
porque tem que ser assim?

( e como a rima já vai alta
e a madrugada tá quase aí
o café me falta
fico-me por aqui
e vou dar banho ao cão)
fiquem bem, então.

ps: e ainda há um bicho bichão
e esse bicho papão
todos sabem quem é
mas poucos o nomeiam
qu'é como quem diz : receiam
qu'isso fale por eles
e diga mais do que dizem
sexo minha gente
é coisa boa e frequente
mente quem disser
que não é o que procura
nesta noite escura
aqui mesmo. na nete.

e agora seguindo a tradição
tomem lá blimunda : --- )
este grande narigão
( mas a bunda não dou não
coisa boa é privada
e o bicho escolho eu
com este nique que deus me deu)

yulunga disse...

Dr. Murcon, engraçado mas nestas coisas das artes as vezes em que me dá a sensação de ter perdido um amigo é quando termino um livro e o fecho. Na adolescência tive os grupos especiais mas nada de posters na parede. Curiosamente e agora, com idade para ter juizo, tenho a foto do primeiro artista que me deu essa sensação que os livros me dão; a saber - Compay Segundo. Estarei a regredir?

lobices disse...

...vivam todos!
...bom dia
...estou mais descansado
...primeiro: porque o dia está com sol e bem bonito
...segundo: porque este post do amigo JMV foi bem participado
...terceiro: por o JMV escreveu a informar que não é preverso (coisa que não te chamei...lol...) e que não escreveu o first commment
...quarto: por eu ter a minha consciência tranquilia por saber que nunca disse isso; ou seja, limitei-me a sugerir que poderia ter sido o Júlio, a Amok ou qualquer outra pessoa...
...
...por outro lado estou triste:
...primeiro: porque os estudos indicam que há 300 anos que não havia uma seca como a actual
...segundo: que o caso vai ser levado a Bruxelas para Portugal pedir ajuda; aí vem mais massa!...
...terceiro: porque o Porto perdeu e porque o meu amigo Profe do Benfica também está triste...
...quarto: porque ninguém deu vivas ao Sporting
...quinto: logo o Braga ainda pode vir a alegrar o Marcelo
...
...de resto, afirmo mais uma vez que tudo o que está escrito neste blog, nomeadamente nos seus comentários, só dignifica a pessoa do seu autor
...jamais deixarei de fazer "ouvir" o meu teclado excepto se me pedirem para me calar
...jamais deixarei de entrar na casa de quem quer que seja, desde que a porta se me franqueie
...jamais deixarei de ser um lobo ainda que haja quem me diga que visto a pele de cordeiro (quem não gosta de, por vezes, a vestir?...)
...
...lobos maus não existem; existem apenas lobos e todos os bichos do mundo; uns são leves, outros pesados; outros alados e outros do mar profundo...
...são quase 10 da manhã e vou dar a minha caminhada
...não posso parar de caminhar
...um abraço a todos
...bem hajam

circe disse...

To Lobices:
...ninguém deu vivas ao Sporting???

...pois eu posso jurar-te que vi
leões na Arca , ontem, e só bebi um
néguitos...ora verifica.

To Blimunda:
MAGNÍFICA exposição da bicharada!

(mais uma que me caiu no goto)

ILCO disse...

NEM É PRECISO LER OS COMENTÁRIOS BASTA VER A POSE DOS "ARTISTAS" (PORTOCROFT A BEBER CERVEJA PRETA?)
E AINDA SE FOSSEM COMENTÁRIOS SUCINTOS!!!
OH JMV NÃO POR AÍ UM COMANDO "BLOQUEAR"???

Anónimo disse...

Acabei por ler tanta opinião que a minha quase se perdeu, pois apanhei uns pontos de coincidência aqui e ali. Só comenta quem quer e só lamento que quem vem dizer mal, além de não se identificar, provavelmente só apanhe as coisas pela rama. Eu cá não pertencerei ao "núcleo duro" mas confesso que começo a ter alguma pena, pois se começa a gerar controvérsia é porque começa a mexer (se calhar) com a mentalidade das pessoas (será?) e este tipo de mexeriquice será ou não resultado da mentalidade tacanha que ainda impera pelo país, mas não bato o pé quanto a isto, pois não frequento blogs estrangeiros nem tenho nenhum blog. Ainda hei-de tentar inserir-me logo com o nick que escolhi Katz, não para esconder identidades, como se possa supor, mas simplesmemte como reflexo de alguns gostos pessoais e "private jokes" que os amigos reconhecerão e que (que eu saiba) nem frequentam o blog...
Se, às vezes, nos dá para comentários mais ou menos relacionados com o tema, pois meus amigos isto é um espaço aberto só o faz quem quer, só o lê quem quer (repito), portanto, quem não está bem, que se mude! E se de facto há um núcleo duro, pela frequência de postas e quase diálogos, não vejo porque não se há-de tirar proveito daquilo que o evoluir dos tempos nos traz, estas "amizades" ainda que efémeras (talvez) fazem-nos sempre bem (digo eu), quanto mais não seja para nos rirmos um bocadinho das parvoíces que cada um de nós consegue dizer!
Se há adulação ou não, pois paciência, cada um exprime-se da forma que melhor entende fazê-lo, se concordo, concordo, se não concordo comento ou não, consoante o meu humor - adulação - parece-me um termo demasiado forte! Se alguém posta algo à espera de receber um elogio ou um comentário favorável, julgo, francamente, que isso deverá ficar ao encargo da consciência de cada um.

Eu por mim, voltarei cá, sempre que me for possível, sempre que o trabalho permitir, sempre que o boss não esteja por perto, até ao dia em que sentir prazer em, pelo menos, ler e sorrir!

POr favor, não se dêem ao trabalho de fazer estas mexeriquices dignas de beatice eclesiástica, sim? Serei obrigada a concordar com o velho ditado "Zamgam-se as comadres, sabem-se as verdades!"

E já agora, quase em diálogo aberto: Portocroft, que tal se vai por aí?

Neil Young, franccamente não conheço bem e julgo não apreciar o estilo, ainda assim devo dizer que teria mais pena se fosse alguém chegado a mim, como já aconteceu (e não recuperou), no entanto, todo e qualquer um que sofra um desses só poderá receber da minha parte um voto de rápidas melhoras, seja o "Manel Peixeiro" seja o Neil Young!

Abraço
Katz

PortoCroft disse...

Katz,

Foi coincidência ter voltado ao 'post' anterior e ler o teu comentário.

De qualquer das formas, subscrevo o que dizes. E, como o próprio Prof. JMV disse e, desde que sejam observadas as mais elementares normas de urbanidade, somos livres de comentar e 'dialogar' entre nós. Outra coisa, aliás, não seria de esperar dum homem que aprendi a admirar há já muitos anos e que, para além de ter a máxima consideração, considero um livre pensador. E isto não é adulação. É o que penso dele, não o querendo fazer se sentir velho, há muitos anos. Ele, e o sexualidades, foram uma lufada de ar fresco na arcaica sociedade portuguesa. Abriu muitas portas e mentes. E isso, digam o que disserem, é impagável. Porque, nesses tempos ainda era preciso ter os 'cojones' no local próprio para falar de sexo abertamente. Muito mais na televisão. Já o terão feito Comendador? Não sei. Provavelmente não. Mas isso, se calhar, é mais um elogio. Significa que, não teve que pactuar com as 'castas' dirigentes do nosso pobre país, para ver reconhecido o valor que tem.

O mal do nosso país é este: Quando alguém com valor se distingue, como que num processo autofágico, destruí-mo-lo. Eu nem sequer imagino o que o Prof. terá passado mas, tenho a certeza de que não terá sido fácil. A começar pela sua própria classe profissional.

Peguntas-me como vão as coisas por aqui. Referes-te ao Reino Unido? A trabalho? Estás a considerar mudar para aqui? Em temos económicos, o país está a aguentar, tão bem ou melhor que qualquer outro país europeu esta recessão, timidamente admitida. Há problemas, claro. Não está como quando para aqui vim. Mas, dependendo das tuas capacidades e habilitações, há sempre trabalho. Se quiseres falar mais sobre este assunto, podes usar o email no meu 'profile', ok?

Ilco,

Artista? Eu? No circo que veio à cidade eras o palhaço rico ou pobre? Não fiz parte do elenco e, portanto, não te reconheço.

Quanto à cerveja, como noutras coisas aliás, prefiro-as louras por cima e... morenas no que resta. Que é só o resto. Estás a ver a coisa? Por isso mantenho-me fiel á Guiness que satisfaz, plenamente, esse desiderato. Fica bem.

Alexandre Gil disse...

Dois pensamentos rápidos:

1 - a blogosfera é um espaço de informação comprimida e entregue num pacto facilmente percepcionável. Se alguém quiser ler testamentos ou vai para a Biblioteca ou vai ao notário. Assim evitem o ridículo de postar comments maiores que o post original.

2 - lobices, o senhor deve ser o maior chato da blogosfera. É daqueles tipos que ganha qualquer discussão por esgotamento do adversário. Diga o que tem a dizer e cale-se homem!

Cumprimentos a todos os demais.

PortoCroft disse...

Oh! Alexandre Gil,

Já te passou pela cabeça que tu é que podes ter esse teu cérebro comprimido? Muito provavelmente não.

Duhhhhhhhhhhh!!!!....

Descomprime e participa, man.

cc Infopage disse...

Hello,

I am searching around for fresh information
for my cc Infopage.
This website contains 30,000 Information Pages about all kind of subjects.

I just wanted to let you know that I read your blog. I hope you enjoy "Blogging" as much as I do.

I wish you all the luck I can, keep the good work going!

Kind regards,
Jos
http://www.infopage.cc

Today's Tip: Visit cc Infopage about google

Google Page Rank 6 disse...

Want more clicks to your Adsense Ads on your Blog?

Then you have to check out my blog. I have found a FREE and Legitimate way that will increase your earnings.

Come Check us out. How to Boost Your AdSense Revenue