domingo, abril 24, 2005

Meus caros

Meus caros Lobices e Portocroft,
Pois, os horários... Se pensarmos um pouco, é de um ridículo atroz, afinal digo o que me apetece todos os dias às 9.25, na Antena 1. Quando fazia o Sexualidades, afirmei num programa que, como sexólogo, podia assegurar que a história de Lot tinha um carácter simbólico, um pai tão bebido que não reconhece as filhas como parceiras sexuais seguramente não consegue uma erecção. Uma escandaleira... Nunca foi falar de sexo a criar-me problemas, e sim relacioná-lo com o banho cultural que o alimenta e nele se reflecte. Lembro-me de encontrar um velho amigo num restaurante e ser acusado de constituir um perigo para a moral da juventude. Incrédulo, recordei-lhe o facto de ser um agnóstico educado em duas éticas que competiam na severidade: a católica (por definição) e a republicana (por reacção). Ele resmungou que isso me tornava ainda mais perigoso! Hoje compreendo a lógica subjacente à sua resposta - o meu discurso não era suficientemente eufórico e "prafentex" para ser visto como "debochado" ou pós-moderno, logo, fácil de rejeitar. Nunca falarei a horas decentes fora do cabo ou da RTPi, o meu "conservadorismo aberto" é ameaçador, de tão próximo. Talvez por isso, durante anos recebi cartas de um espectador que me chamava "Príncipe das Trevas". E o que era o Diabo - antes de o Vaticano o decretar descartável... - se não o indispensável fundo escuro que realçava o brilho de Deus? Amigáveis inimigos, como Rommel e Montgomery...
P.S. - Zapatero tem sido uma agradável surpresa. A sua reacção ao desagrado da Igreja face às leis sobre o casamento dos homossexuais e a adopção pelos mesmos foi tão elegante como firme.

139 comentários:

cris disse...

Temos o Zapatero em Espanha e o Júlio por cá. Pese embora o conservadorismo católico, esta nossa península tem boas surpresas, como se vê!

Príncipe das Trevas?? Hum, cheira-me a fantasia do Capuchinho Vermelho mal resolvida de algum/a espectador/a... :)

lobices disse...

E o que era o Diabo - antes de o Vaticano o decretar descartável... - se não o indispensável fundo escuro que realçava o brilho de Deus?
...
...exacto!...
...bravo: era essa mesma a frase que me "faltava"...
...tudo é o brilho de Deus!...
...e o sexo também o é
...é preciso "glorificar" o sexo dando-lhe o saber e o sabor que ele merece
...permitir que as pessoas sejam felizes e não andem a fazê-lo como se de um pecado se tratasse
...fazer amor é bom e é um acto bendito; nunca foi maldito porque nos foi concedido, tal como respirar...
...respiremos a plenos pulmões
...saibámos ser um SER em plenitude e não um amarfanhado e abjecto vivente adjacente da humanidade...
...nós somos a humanidade, o Homem (para quem o crê) feito à semelhança de Deus; se feito á Sua semelhança, Deus também é um Deus sexual!...
...
abraço

PortoCroft disse...

Caro Prof.,

Parafraseando aqui a 'minha vizinha' Elizabeth: "There are powers at work in this country about which we have no knowledge".

É claro que é ridículo poder passar uma mensagem às 9:25, na rádio e depois ser impedido de o fazer, na televisâo, num horário consentâneo com o interesse que o programa merece por parte dos tele-espectadoes.

Mas, como o Prof. sabe, melhor do que eu, nâo é a sua figura que está em jogo. Perdoe-me a ousadia mas, neste jogo de xadrez, o Prof., nâo é peâo mas, ainda lhe falta um pouco para chegar a Bispo. ;)

Claro que há muitos e bons profissionais de televisâo que pensam como nós mas, como dizia o Voltaire: "Quando é uma questâo de dinheiro, somos todos da mesma religiâo".

O problema, quanto a mim, é muito mais vasto. Tem que ver com a organizaçâo e propósitos da RTP. O ter ou nâo que estar dependente de 'shares' para poder equilibrar-se económica e financeiramente. Porque, como sabe, na indústria há muitos 'lobbies', internos e externos.

A RTP, tem qu abdicar de toda a publicidade e ser subvencionada pelo Estado, por uma taxa de televisâo e, por eventuais vendas no mercado internacional dos programas que produzir. Ser uma BBC à nossa escala. Dar oportunidade a, entre outros, investigadores, sociólogos, antropólogos, historiadores, poderem trilhar os caminhos que, como povo, fomos os primeiros a percorrer no mundo.

Numa televisão que persiga todos estes objectivos, com um apoio institucional forte, de qualquer que seja o governo da nação, o Prof. terá sempre o seu programa no 'Top 10' de preferências e... em horário nobre.

jotakapa disse...

E 9:25 não é a melhor hora, afinal o maralhal na sua maioria entra às 9:00, ou seja se fosse às 8:45 teria muito mais audiência. E seria mais simples aguentar o trânsito da manhã com esse momento de leveza delicioso.

PortoCroft disse...

Só uma adenda:

Ainda hei-de (havemos) de ver o Prof. a conter-nos as 'sexualidades' de áfrica e da amazónia, de 'shorts' e chapéu de explorador. ;)))))))

Maria disse...

"HORÁRIO NOBRE
Só os melhores enchidos podem ocupar o Horário Nobre."
Afinal, quem é esse Júlio Machado Vaz? Entrou nalgum Big Brother?
Está na qUINTA das cELEBRIDADES?
Que fez de útil pela humanidade?
O quê? Médico, Sexólogo!!! E não tem nenhum curso de manequim?
Tenham dó, o que o povo quer é circo, e tem o que merece.

PortoCroft disse...

Nem mais Maria.

Mas, quando a RTP, tiver que balizar a sua programação por outros parâmetros, já será valorizado quem o tem. E, em última análise, a RTP, não estando constrangida a 'shares' será a referência para os operadores privados, em vez de se auto-nívelar por baixo.

PortoCroft disse...

Correcções aos textos
Onde se lê:

"Mas, como o Prof. sabe, melhor do que eu, nâo é a sua figura que está em jogo. Perdoe-me a ousadia mas, neste jogo de xadrez, o Prof., nâo é peâo mas, ainda lhe falta um pouco para chegar a Bispo. ;)"

leia-se:

"Mas, como o Prof. sabe, melhor do que eu, nâo é a sua figura que está em jogo. Perdoe-me a ousadia mas, neste jogo de xadrez, nâo sendo peâo, ao Prof. ainda lhe falta um pouco para chegar a Bispo. ;)"


no segundo texto, onde se lê:

"Ainda hei-de (havemos) de ver o Prof. a conter-nos as 'sexualidades' de áfrica e da amazónia, de 'shorts' e chapéu de explorador."

leia-se:

"Ainda hei-de (havemos) de ver o Prof. a contar-nos as 'sexualidades' de áfrica e da amazónia, de 'shorts' e chapéu de explorador."

Este teclado e as trocas do 'copy and past' estão-me a dar volta aos nervos. ;)

Anónimo disse...

Calma portocroft!! :)
Agora a culpa é do teclado, pois ;)

O meu comentário a este post está no post anterior, por isso abstenho-me de me repetir.

Maite

PortoCroft disse...

Prof.,

Estive a ler agora, no 'El Mundo', os comentários do Zapatero. A 'Headline' é logo bombástica: "Zapatero pide al PP que mire a los homosexuales a la cara y les diga que son 'españoles de segunda".

Dá que pensar, não é? Sobretudo quando, determinado partido, cuja campanha eleitoral estava a ser conduzida por um publicitário brasileiro, fez lançar a suspeição, em jornalecos de segunda, no Brasil, que o José Sócrates era 'Gay'.

Caramba, Prof. o senhor faz mesmo falta aí ao pessoal. Até o modo de fazer política benefícia consigo.

PortoCroft disse...

Maite,

Pode ficar tranquila que não fiquei taquicárdico como a yulunga. ;)))

É mesmo do teclado. Além de ter que usar o 'character map' para a acentuação em português, depois de publicar os textos é que verifico que, algumas das teclas que pressionei, nickles. ;)))

Anónimo disse...

É por essas e por outras que o Inglês é uma língua universal... simples, como os ingleses e as inglesas ;)
Embora me esforce por preservar, ao máximo, o nosso idioma...com acentos e tudo :) mas isso é cá uma coisa minha.
Ainda bem que não ficou taquicárdico, queremo-lo cá por muito tempo :)

Maite

P.S. nada de crises de pânico por favor ;) martele lá o teclado à vontade e mesmo com algumas incorrecções, o que queremos é lê-lo. :)

PortoCroft disse...

Maite,

Sobre a Língua Inglesa, as Inglesas e os Ingleses, é uma(várias) longa conversa.

Crises de pânico, que me recorde, nenhuma. Mas, também ainda me faltam uns bons anos para chegar à idade do lobices, não é? ;))))))))

Anónimo disse...

Ontem estive a ver o programa do professor (das 2 para as 3 da matina...imagine!) e lembrei-me das crises de pânico, só isso ;)))

PortoCroft disse...

Anónimo das 7:02 PM,

Realmente, até sob esse ponto de vista é um crime. Das 2 às 3 da manhã, deveria ser a hora de pesquisar e colocar em prática, nunca de aprender. ;))))))

PortoCroft disse...

Lobices,

Por engano,recebi agora um email dirigido a ti. Vem duma tal Veronika Cruz e diz assim, na sua parte mais significativa:

"Feel the Energy and recapture your youth.
For Many, This is a Powerful Second Chance." ;))))))))))))))))

andorinha disse...

90 minutos de sofrimento atroz, mas valeu a pena!!!
Queria partilhar consigo a alegria que neste momento todos os benfiquistas sentem.
Quanto ao post digo alguma coisa daqui a uns minutos. Agora não consigo.:)))

andorinha disse...

Quanto ao post,o Portocroft disse tudo.
Acrescento só que existem também mais programas de qualidade que também passam a horas tardias. É realmente a televisão que temos.
Quase que me atreveria a caricaturar e dizer que a qualidade e o interesse de um programa se vê pela hora a que ele é transmitido.
Tenhamos esperança de que algum dia as coisas mudem.

andorinha disse...

Portocroft,
Queixando-te ou não do teclado esperamos todos, como já disse a Maite, que te mantenhas por cá muito tempo. Seria imperdoável perdermos um elemento do "núcleo duro":)

Maite,

Estive hoje na Pousada e tomei dois cafés - como vês, não me esqueci de ti.
Em relação ao Noise temos que ser pacientes - a convivência connosco só lhe vai fazer bem. :)

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
noiseformind disse...

Não vou repetir tudo o que escrevi na posta anterior do nosso Grande Irmão (e o pai que todos os adolescentes gostariam de ter)
:))))))))))

Fica apenas aqui um projecto em que participei (não para Portugal) e que pretende fazer uma tipificação mundial de comportamentos. Este é o retrato que temos lá fora (já agora, piada porca, vejam o quanto estámos próximos dos países mediterrânicos africanos)

Portugal visto lá fora a partir do que publicámos cá dentro

PortoCroft disse...

Andorinha,

Teclarei até que os dedos me doam. ;)))

Não falei tudo não. Muitas mais coisas havia para dizer. Mas, isso levar-me-ía por caminhos que não há interesse percorrer aqui e neste momento.

circe disse...

Meus caros,
Tantas queixinhas, com horários, com audiovisuais, com o camandro, e
ninguém se lembra de festejar
a) a Liberdade
b) a vitória do Benfica
Tal como o Portocroft, incomoda-me
ver uma garrafa fechada - o vinho
tem que respirar!
Portanto, façamos um brinde, ó gente (o meu copo tem a base azul
e branca mas o conteúdo é encorpado) e Prosit, Santé, Olé!
seus murcões...

PS. é "Cabeça de Burro" do Douro

PortoCroft disse...

Circe,

1) Em verdade vos direi que a liberdade é uma malga de vinho que se saboreia a pouco e pouco.

2) Quem nunca se viu em apertos que marque o primeiro golo. (cambada de hereges) ;)))))))))

Palavras de ordem para a Manif de amanhã:

1) Biba o Murcon e quem o apoiar.
2) A bitória foi difícil mas foi deles. ;))))

andorinha disse...

Agora sou eu que venho lavrar o meu protesto.
Às 22.59 sintonizei como todos os domingos a RTPN e não é que os Difíceis Amores já tinham começado?
Agora já não se respeitam horários?
Na Dois começa mais tarde do que o anunciado e aqui começa antes da hora?
Não há respeito nenhum, nem pelos psis, nem pelos telespectadores.:(

BlueShell disse...

Giríssimo. Gostei.
Arre bolas! Tenho de recolher ao leito...
BShell

circe disse...

Pois é, Portocroft, o tasco está às
moscas: uns porque "já não se pode uivar a horas decentes", outros porque estarão porventura a uivar a
horas indecentes, e, enquanto o
"senhor de branco" (na RTPN que n/
captas certamente no Reino de Sua
Majestade)na sua brancura de camisola e barbas, perante uma Leonor, formosa e segura de branco
também vestida,devia, a bem da Nação, sugerir à RTP a mudança do
nome "Estes Difíceis Amores" para
"Conversas em Família" e helás! -
passava logo a Horário Nobre!
Mas fazer o quê, ele não passa de
um MURCON! Loooooool

Elisa disse...

25 de Abril
Esta é a madrugada
que eu esperava
o dia inicial
inteiro
e limpo
onde emergimos
da noite e do silêncio
e livres
habitamos
a substância do tempo
- Sophia de Mello Breyner Andresen-

Que a poesia esteja onde há 31 anos esteve: na rua.

Jorge P. Salema Costa disse...

Meus senhores desculpem se me estou a meter onde não sou chamado, mas não entendo este ultimo post. Houve alguma espécie de censura na RTP? Estou céptico. Não acredito que estejam a censurar os “Difíceis Amores”. Digam-me que não foi aquela jornalista.

Por favor alguém me elucide sobre isto!

PortoCroft disse...

Jorge Salema,

Falávamos de subliminaridades, não de censura. Isso acabou há 31 anos, não é? ;)))))

circe disse...

Ó Jorge Salema, por quem sois!
Censura? Mas o sr. anda a "nanar"?
Aterrou num planeta estranho? ah,
benvindo ao clube, estamos no ANO
iNTERNACIONAL DA fÍSICA, MAN, acorde!.............
Venha daí, uma criada ao seu dispôr
guiá-lo-à às antecamâmaras da depravação...

Anónimo disse...

Primeiro comment do dia "VIVA PORTUGAL."

Maite

Anónimo disse...

2º comment
Pegando ainda na questão do programa do professor JMV ir para o ar a horas descabidas, tenho só a acrescentar que se a RTP não agarrar(com unhas e dentes) esta oportunidade de fazer um programa a horas oportunas, para marcar a diferença, não tarda nada que as tv privadas o façam, porque têm revelado, ao longo destes anos, uma visão mais perspectivada para o futuro (nem sempre pelos melhores caminhos, mas enfim...)

Maite

Anónimo disse...

Andorinha
Obrigada pelo café na Pousada :)

Maite

Anónimo disse...

sr noiseformind quando comecei a ler o seu estudo, assustei-me, a sério.
É verdade que nós Portugueses somos pelas tradições (e que tem isso de terceiro-mundista?), tem de convir que homens e mulheres são diferentes quer em termos biológicos, quer comportamentais (embora nos últimos anos muitas mulheres andem numa "roda viva" para se parecerem com homens). Não é que eu não seja a favor da liberdade e igualdade de oportunidades para ambos sexos, mas penso que as mulheres podem chegar a afirmar-se, como pessoas e como profissionais, sem terem de recorrer a comportamentos masculinos.
Eu sou contra qualquer forma de machismo, pelo simples facto de essa posição humilhar outro ser humano, mas também não me falem de homens com falta de "dignidade de machos".
"However, it is known that a gap exists between what is said and what is done and, when confronted with a choice, most frequently the romantic ideals lose in favor of a greater sexual freedom." O que é uma pena e um sério aviso à humanidade..esta falta de coerência!

Maite

lobices disse...

...bom dia minha gente!...
...dizem que hoje se comemora o dia da liberdade... há 31 anos estava eu com 28 feitos e a saltar de contente com um grupo de amigos; na altura estávamos a preparar (em segredo) manifs para o dia 1 de Maio que se lhe seguiria
...a alegria foi incontável e não possivel de descrever...
...ao fim de tanto tempo, de 28 anos debaixo da dita dura, hoje reconheço que 31 anos de liberdade foram já suficientes para aquecer a alma triste daqueles outros 28
...porém admito que fui sempre livre; por dentro a vontade sempre imperou e sempre me guiou por caminhos que escolhi
...a liberdade está dentro de nós e só somos livres quando queremos
...no entanto, valeu; por isso, viva o 25 de abril
...abraço-vos com amizade
...

lena disse...

bom dia, joaquim!

viva o 25 de abril e o benfica!
ehhhhhhhhhhhhhhhhhhh!


>;)***

lena disse...

obrigada pelo poema, elisa
:)*

Anónimo disse...

Prezado JMV, o seu discurso que elucida, que evoca, que provoca euforia, não reprime, mas nem sempre inquieta e isso seria Bom.

Isto porque acho tão desnecessário regulamentar o casamento de duas pessoas como o desejo de adoptar. Menos fácil, todavia coerente na linha da abertura à cultura da generosidade (de qualquer género e tipo), seria defender sociedades de duas ou várias pessoas, sexualmente activas entre si ou não, que cuidassem e defendessem crianças.

As suas reacções à de Zapatero e à da Igreja, aos homossexuais e à adopção pelos mesmos foi tão elegante como a do Ministro mas precisaria de o saber mais empenhado para me comover (convencer).

Aguardo novos desenvolvimentos para lhe colocar uma coroa.
Entretanto,

“¿ A quién colocaré com mi canto una corona,
A quién tejeré con la palabra una diadema ?
¿ Sobre quién un velo de belleza extenderé,
y engalanaré con oro y piedras preciosas,
sino al príncipe, que empequeñece mi elogio,
mi loa a su elevado espíritu ?
(...)”

Yishaq Ibn Jalfun in Textos Judeo-Andalusies Núm. 1, por Maria José Cano
Ed. El Almendro, Cordoba, 1988, P 61

Esoen

cris disse...

Feliz Dia da Liberdade! Saibamos nós continuar o combate pela livre escolha em matéria de direitos sexuais e reprodutivos... Abraços.

Mitsou disse...

Feliz dia da Liberdade, neste cantinho onde ela tão bem se sente. Abraços!

PortoCroft disse...

"IT IS ACCORDINGLY OUR WISH AND COMMAND that the English Church shall be free, and that men in our kingdom shall have and keep all these liberties, rights, and concessions, well and peaceably in their fulness and entirety for them and their heirs, of us and our heirs, in all things and all places for ever."1215, JOHN, by the grace
of God King of England, Lord of Ireland, Duke of Normandy and Aquitaine, and Count
of Anjou.

Viva a Liberdade!

Bárbara Vale-Frias disse...

Professor, convido-o a visitar o meu post de dia 21 de Abril - Quarto na Linha do Equador - em http://cokas.blogspot.com

Modéstia à parte, creio que vai gostar.

Bom feriado e... viva o nosso Benfica! :)

LYS disse...

25 de ABRIL SEMPRE!
pois desmentiu o final destes versos:

" Por teu livre pensamento/ foram-te longe encerrar./ Tão longe que o meu lamento/ não te consegue alcançar./ E apenas ouves o vento./ E apenas ouves o mar.// Levaram-te, era já noite:/a treva tudo cobria./ Foi de noie, numa noite/ de todas a mais sombria./Foi de noite, foi de noite,/ e nunca mais se fez dia.
David Mourão-Ferreira («Fado Peniche»)

PortoCroft disse...

lys,

Esse fado era admiravelmente cantado pela Amália.

LYS disse...

Portocroft,
Exactamente! Mas pouca gente sabe que esses versos são de David Mourão-Ferreira, não é?
O primitivo título do poema era «Abandono». Depois ficou conhecido como «Fado Peniche». Em minha opinião título bem mais apropriado que o primeiro.
Não acha?

PortoCroft disse...

lys,

Sem dúvida. A primeira vez que ouvi esse fado, foi há uns bons 33 ou 34 anos atrás. Costa da Caparica, apenas ouvindo o vento. Apenas ouvindo o mar. Sabia então, é óbvio, que era a Amália que cantava. Só passados uma boa 1/2 dúzia de anos, soube que o poema era de David Mourão-Ferreira.

É impressionante como certas melodias são gatilhos mnemónicos... ;)))

LYS disse...

Portocroft,
Você vai achar graça, mas faço este comentário da Costa de Caparica (Não moro cá, moro em Lisboa. Mas isto não tem importância nemhuma).O que é importante é que este disco da Amália foi retirado do mercado pela PIDE, por ter visto no fado uma alusão à prisão de Álvaro Cunhal(que de facto era). Foi preciso fazer na altura uma série de diligências junto da Censura para distribuir finalmente o disco. E isto por se tratar da Amália, de certa forma "afecta" ao regime.
Ainda sobre a Caparica:Muita da produção literária de David foi escrita na década de 50 precisamente no Monte da Caparica. A segunda das «Gaivotas em Terra» inclui um episódio fundamental em que ocorre um afogamento numa praia da Caparica. Por último: a última Conferência de David foi dada no King's College. Quem sabe se você assistiu...

PortoCroft disse...

lys,

Eu soube disso muitos anos mais tarde. Já depois da data que hoje se comemora.

Quando diz que a Amália era "de certa forma 'afecta' ao regime", recorda-me uma discussão havida aqui há tempos sobre esse assunto. De tão acérrima, que chegou ao ponto da moderadora, me enviar um email a pedir - literalmente - socorro, porque já não sabia como descalçar a bota.

Tenho para mim que o regime fez da Amália bandeira e que a Amália se deixou usar. Sobretudo no primeiros tempos de carreira. Depois, foi ela própria que usou o para propósitos desafectos de todo ao regime. O exemplo que deu, é talvez mais uma prova disso mesmo.

Eu gosto muito da Caparica. Aí passei momentos marcantes da minha vida. É um local onde, mesmo que cercado duma multidão, ainda se encontra espaço para a reflexão.

Por alturas dessa conferência, eu andava pelas américas. ;)))

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

amok_she

Cá vamos na net,
cantando e rindo,
levados, levados sim,
....

Passar bem

Esoen

andorinha disse...

25 de Abril SEMPRE!

Lys e Portocroft,

Tenho pena de só ter chegado agora e não ter podido participar na vossa conversa.
Quem me manda ser tão retardatária?:(

Maite,
Daqui a uns tempos combinamos outro, tá?:)

andorinha disse...

Amok_she,

Se já te tinha ocorrido fazer essa pergunta, porque não fizeste?
"Toda a unanimidade é burra."- como qualquer generalização, perfeitamente questionável.
O exemplo que apontas é magnifíco: os posts do Júlio são as latinhas de cerveja e nós somos os cãezinhos que abanam a cauda ao ver o dono? Genial.:)))
É isto, é o dar milho aos pombos - estes argumentos começam a ser recorrentes.
É um atestado de menoridade passado aqui às pessoas que comentam.
Mas ainda bem que há sempre pessoas como tu que fogem a esse unanimismo e que por isso são muito mais inteligentes.

andorinha disse...

Júlio,

Nem uma palavra de saudação ao 25 de Abril?!

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
PortoCroft disse...

"E o que era o Diabo - antes de o Vaticano o decretar descartável... - se não o indispensável fundo escuro que realçava o brilho de Deus? Amigáveis inimigos, como Rommel e Montgomery..."
JMV - no Murcon


Andorinha,

E tu ainda gastas tempo em resposta? A resposta está no texto. Só as bestas quadradas é que não lêem.

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
PortoCroft disse...

Andorinha,

Vai ser tão bom, não foi? ;)))))

lobices disse...

...cheguei!...LOL...
...depois de um almoço com a filhota e os netos e um passeio pelos ovos moles de aveiro (nem os comi... só passamos por lá) e pelas águas da barra e da ria, eis-me no meu canto. como sempre, disposto a ler-vos e a azucrinar-vos com os meus longos textos (na opinião da amok - e mais chatos de tornarão para ela se os colocar em bold... eheheheh...)
...porém
...não é essa a minha intenção quando começo a escrever; as palavras é que batem nas teclas e os dedos escorregam...
...mas
...que tenho eu para vos dizer a esta hora?... Palavra de honra que não sei; apetece-me escrever aqui e depois?... Que é que tendes a ver com isso?... Não posso?
:):):)
...bem, isto vem a propósito de algo que eu li por aí num dos comentários em que dizia como é que num post de parabéns ao Gaspar se tinha começadp a falar de sexo!
...na verdade, penso que é esse o "poder" que o nosso amigo Profe tem sobre nós, ou seja, provoca a discussão depois de atiçar o fogo; não que haja nexo causal mas pelo contrário, exactamente por não haver é que esse "poder" é maior
...e não, minha querida amiga amok, não somos as latinhas de cerveja ou não somos os cãezinhos que não correm atrás delas ou os meninos que correm em vez dos cães como no anúncio da green não sei quantas (mais um Merchandise pró Profe pagar a conta da bestinha lol...)
...somos pessoas carentes de comunicação, pessoas que precisam de falar, pessoas que têm coisas para dizer, para gritar...
...como os chamados agora bit-afectos estão mais na moda que os bodyafection, então as pessoas vêm aqui dispersar os seus "lamentos" de uma forma livre e de total aquiescência com a sua própria liberdade na medida em que não se sentem "obrigados" a responder tão somente ao teor do post do Profe mas
...e muito bem
se atrevem a falar de outras coisas como se elas fizessem parte do núcleo de afectos que nutrem por ele...
...não é ele que nos atrai
...somos nós que somos atraídos
...de livre e espontânea vontade
...falando de alhos e de bogalhos
...como se estivessemos todos sentados à mesa de um dado local em tertúlia, em amena cavaqueira com sorriso no rosto mas muito mais importante com um largo e rasgado sorriso na alma
...é isso que sinto quando piso este chão; é isto que espero que os outros sintam quando pisam o chão de minha casa; é isto que quero, que desejo, que anseio...
...paz, luz e harmonia
...onde quer que seja, mesmo no meio da discussão pode haver paz como no meio da treva pode haver luz...
...é tudo apenas uma forma de concepção, uma forma de estar na vida, uma forma de querer SER e não TER...
...eu QUERO ser o que SOU e não ter o que quer que seja
...é apenas uma questão de escolha
...eu escolhi "andar" por aqui e entrar nas vossas casas e sentir-me parte delas; quando não me sentir como parte das vossas casas, eu sei onde fica a porta
...por enquanto, ainda ninguém me fechou a porta para eu não entrar nem ninguém me abriu a porta para eu sair...
...por isso, como sempre disse e continuo a dizer, vos amo a todos
...desejo-vos do fundo do coração um iníco de uma boa semana de trabalho (felizmente mais curta) :)
...abração

PortoCroft disse...

E viva o Presidente da Assembleia Geral da Academia do Núcleo Duro (AND para os handicapped).


Ele é um bom companheiro.
Ele é um bom companheiro.
Ele é um bom companheirooooo!!!!....

O lobices é bestial. ;)))))

Anónimo disse...

lobices, portocroft, andorinha adorei ler-vos. Bem, estou tão cansada que hoje vou cair redonda na cama. Até amanhã :)

Andorinha havemos de combinar outro (café), sim senhores :)

Maite

PortoCroft disse...

Maite,

E ao nosso anfitrião? grrrr....

Até amanhã. Bom descanso.

circe disse...

Curioso, que no Dia da Liberdade,
tenha vindo à baila a inteligência!
Na minha opinião - e já que nos é
permitido "ter" opiniões, o QE é
tão ou mais essencial que o QI, e
fiquei algo apreensiva com a tentativa de rotular as nossas formas de expressão, nesta casa em
que se respira naturalmente.
Não vejo necessidade, em minha opinião, de ar condicionado...:(

PortoCroft disse...

Circe,

Falamos de baratas? ;)))

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

eu vim de longe, de muito longe
o que eu andei praqui chegaaaar

;)***





laura
(fora de casa)

PortoCroft disse...

Lady Laura, me leve pra casa
Lady Laura, me conta uma história
Lady Laura, me faça dormir
Lady Laura!

;))))))))))))))))))))))

circe disse...

PortoCroft,
Só respondo na presença do meu
advogado...;)

circe disse...

E na posição 69, que é a preferida
das baratas tontas!

PortoCroft disse...

Dammm...Circe.

Didn't you know that I'm the Lord of the number. ;))))))

LYS disse...

Júlio Guilherme!!!
A Andorinha tem TODA a razão e faço minhas as palavras dela: então por onde anda você que não teve tempo de fazer uma saudação ao 25 de Abril?

LYS disse...

Exmo Sr. Lobices,
Caríssimo Mr. Portocroft,
Na qualidade de destinatários da última missiva do DONO DO BLOG, solicitamos que se promovam doutas, aturadas e especiosas diligências no sentido de averiguar o paradeiro do Ilustre Desaparecido. Caso não venha a ser achado a breve trecho,aconselha-se a que se ponha anúncio de preferência em jornal galego...
Declaram-se abertas as subcrições desta petição democrática:
1ª signatária: Lys
2ª ou 2ª..............

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
PortoCroft disse...

Milady lys,

Subscrevo a petição democrática. ;)))

yulunga disse...

Ora vivam todos.
Portocroft, riso patetico? Nada disso. Estava com dores de cabeça...;-).

lobices disse...

...bom dia a todo o maralhal!...
...onde pára o Profe?...
...é pá, não sei!...
...eu venho já!...
abraço

noiseformind disse...

Ai ai ai... Meus amigos, as coisas que eu vi pela londrina Londres looool looool loooool looool looool
Fico feliz por a Lys estar a postar regularmente, precisámos de girl-power por estas bandas ; ))))
Ai ai ai MAite, até o meu trabalhinho internacional criticas, fogo, é baseado em estudos portugueses e para ser publicado foi verificado, ou achas que não? ; )))))))))

Portocroft, Fui libertado do cativeiro (vulgo coxas) em que fiquei refém este fds, devolvido à liberdade corri logo à petúlia e devorei uma nata :)))))))))

Lobices, isso é que é comentar homem, um dia destes aqui o Patrão da casa (Reverendissímo, castíssimo e beatíssimo Éme) certamente terá de te agraciar com qq coisa melhor que Presidente da Assemblia Geral e grande aforrador mor ; ))))))))))) Aliás, falam tão mal dos preço na Inglaterra e bebi um duas quintas a uns míseras 80 libras, portanto, não deve ser geral ; ))))))

Andorinha, avoa avoa mas não caias, isto de o Éme não postar nada não é bom para a saúde, eu bem tentei com a publicação do link sobre a forma como sosmos vistos lá por fora provocá-lo um cadito a escrever qq coisa mas nada, o homem é de ferro loooool

Fiquem bem:)))))), e se estiverem pelo Campo ALegre venham até ao Nakité almoçar

Peter

noiseformind disse...

Quanto à petição para procurar o Dono do Blog, irmãos e irmãs, não acham que é prematura? Então pode estar ele em profusa missão de investigação "no terreno" e vai-lhe a polícia bater À porta? Já viram?

"Senhor Júlio, foi comunicado o seu desaparecimento, e o seu telemóvel estava desligado, ninguémd a sua família sabia onde estava..."

"Quer dizer, um tipo já não pode vir aqui passar uma noite à suite do Motel Havay que aqueles desgraçados caem-me logo em cima... pois bem, vou deixá-los à míngua de textos até conseguirem perceber que até um velho e as suas cãs têm direito a piscina, jaccuzzi e companhia feminina"

looooooooooooooooooooooooooool

; ))))))))))

E ahora me voy bors and sis

Tão só, um pai disse...

... um bocado contra a corrente, gosto das hora a que passa o programa na RTP. Talvez devesse passar uma hora mais tarde. Encaixava-me melhor.

PortoCroft disse...

Bom dia consulentes e 'consuladas'.

E pronto. O noise voltou e foi comer uma nata. Aparentemente a Inglesinha era pró seco. ;))))

O Prof. está com um arreliadora rinite alérgica mas, contente com as decisões de Zapatero, nomeadamente quanto ao casamento de homossexuais.

E eu, que partilho a rinite alérgica, o segundo nome, o amor ao Benfica, o gosto por entender e esmiuçar as coisas que vão acontecendo por esse mundo e me assumo como 'carneiro' do rebanho do professor Júlio Machado Vaz, só tenho que concordar.

O casamento é um contrato civil, e eventualmente religioso, entre um homem e uma mulher, que assegura direitos e outorga deveres. Embora não concorde com a denominação: 'Casamento de Homossexuais', julgo que o mais apropriado seria Contrato Civil, porque motivo se há-de inibir quem quer que seja de celebrar contratos numa sociedade de direito? Porque se há-de impedir que duas pessoas, do mesmo sexo, contratem viver juntas e cuidar uma da outra? Porque há-de o Estado restringir as liberdades civis? Realmente, 'não entendo'.

Agora vou para dentro maralhar. Até mais logo.

LYS disse...

Obrigada, Mr. Portocroft,
O Senhor comporta-se NESTE BLOG como um verdadeiro gentleman:)
Monsieur Bruit,
Não sendo eu, nem de perto, o melhor exemplo de detentora de "power girl" (Fale antes com a nossa estimada Mademoiselle Amok)agradeço muito a sua boa vontade.
Quanto à regularidade em "postar" (feio neologismo, à falta de melhor), garanto-lhe que foi sol de pouca dura. Não porque as companhias não sejam estimáveis,porque o são, mas porque os Km de páginas que tenho de palmilhar está a atingir as raias do humanamente impraticável, daqui até Agosto, creia-me, pois não é hipérbole! (A Andorinha sabe que digo a verdade, toda a verdade e nada mais que a verdade!)
E longe de mim levar-lhe a mal não subscrever a democrática petição! Sabe? nesta, e noutras matérias, o meu mestre é Voltaire: "Je ne suis pas d'accord avec ce que vous dites, mais je me battrai jusq'au bout pour que vous puissiez le dire." :)

andorinha disse...

3ª signatária, uma vez que o 2º é o Portocroft.

PortoCroft disse...

lys,

Bom dia.

'Ici et n'importe où...'.

INFORMANIACA disse...

Onde andava "esta gente toda" no 25 de Abril?

LC

Anónimo disse...

Meu caríssimo Murcon,
Onde estava V. no 25 de Abril?
Circe

bota disse...

Também acho !

Mudemos a hora do seu tempo de antena (1) para um pouco mais cedo e teria mais gente a ouvi-lo.

Por mim seria bom ouvi-lo enquanto faço a cama de lençóis testemunhos ...

LYS disse...

Para todos os PRESENTES e (hélas!)para o ingrato AUSENTE:

«ESTUDO»
Através da janela/ mando/ a negra razão/ falar com paisagem.
(Ernst Meister)
Tradução de João Barrento

madeira disse...

Sugestão:
Não seria mais prático vossas excelências nos presentearem com um blog de dissertação e divagação ao sabor da pena, digo do teclado... incluindo aqueles sem acentos, em vez de se refugiarem na secção de comentários dos post’s do Dr. Vaz ?

Ale (mestressan) disse...

Onde andará MURCON?

Mae_babada.blogspot.com disse...

eu no 25 de Abril estava a brincar. Já o encontrei, graças aos mais velhos. Se dou valor? Não tanto como que o viveu intensamente. è a pura das verdades

Mae_babada.blogspot.com disse...

ADENDA


faltou-me o "m" no que, leia-se "quem o viveu"

SonecasS disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
SonecasS disse...

Eu no 25 de Abril tinha 2 anos e meio.
Por isso as recordações que tenho confundem-se com as fotografias que vi e as histórias que ouvi... Obviamente que não posso sentir o mesmo que aqueles que vieram para a rua festejar ou que foram directamente “saneados”... Eu já existia, mas ainda não tinha consciência política, nem social ;)
Cumprimentos

lobices disse...

...to Madeira das 2.06 PM:
...madeira said:
...
Sugestão:
Não seria mais prático vossas excelências nos presentearem com um blog de dissertação e divagação ao sabor da pena, digo do teclado... incluindo aqueles sem acentos, em vez de se refugiarem na secção de comentários dos post’s do Dr. Vaz ?

...
...madeira:
...a grande maioria dos comentadores aos posts do Dr. Vaz, são possuidores do seu próprio blog onde, com mui gosto, presenteiam os outros com as palavras ditas ao sabor da pena, digo teclado e também se refugiam na secção de comentários aos posts do Dr. vaz, da mesma forma que se refugiam nos comentários de outros blogs...
...é para isso que os blogs servem: para neles escrevermos e sermos comentados
...no prezado blog do(a) madeira(?) também há lugar para comentar (ainda que com pouca participação, é certo, mas certamente não por culpa dos bloguistas do blog "variosamigos")
...por tal ninguém se REFUGIA aqui; também VIMOS aqui
...por sinal, no que me diz respeito, com imenso prazer
...é comentando-nos mutuamente que nos damos uns aos outros, que nos amamos em vice-versa, pelas palavras que deixamos ao correr da pena, digo teclado, nos nossos próprios blogs como refugiando-nos na caixa de comments do Dr. Vaz
...penso que não te faz confusão tal facto, ou faz?...
...também cá vieste dar a tua opinião ou apenas vieste cá também para te refugiares?... Se vieste cá não para te refugiares então aceita que os outros que cá vêm também vêm cá sem ser para se refugiarem...
...porém
todavia
contudo... e, se viessem?
...não é, por ventura, a casa do Dr. Vaz um refúgio simpático para nos acolher?
...um abraço:)

Nia disse...

Lobices,
uma resposta com classe, como sempre:-)

PortoCroft disse...

E viva o Presidente da Assembleia Geral da Academia do Núcleo Duro (AND para os handicapped).


Ele é um bom companheiro.
Ele é um bom companheiro.
Ele é um bom companheirooooo!!!!....

O lobices é bestial. ;)))))

PortoCroft disse...

Lobices,

Ei, depois desa resposta, vou propor, na próxima Assembleia Geral da AND que passes a acumular o título honorífico de Guardião do Templo. ;)))))

PortoCroft disse...

Para o maralhal,

Eu cá, no 25A andei pelas ruas desde manhã. Fui ao Terreiro do Paço, assisti ás movimentações na baixa de Lisboa e depois, fui mais um no Carmo.

Aquilo é qu foi giro pessoal. Nunca a GNR ouviu tantos piropo num só dia. E não é que alguns deles, sorriam timidamente? ;))))))))))

madeira disse...

Para o Excelentíssimo Lobices (4:05PM):
A minha (humilde)proposta seria um blog dos convivas mais assíduos deste espaço.
Pelos vistos não é bem vinda...
Boas redações,

'O' madeira

PortoCroft disse...

Madeira,

Nós para esse peditório já demos e o Prof. já se manifestou.

No dia em que ele disser aqui que não é bem isto que pretendia no blogue dele, eu serei o primeiro a parar.

Até esse dia, continue a aplicar o novo acordo ortográfico.

madeira disse...

Portcroft,

continuo a preferir as boas redacções daí a presente correcção.

Madeira

yulunga disse...

Madeira, se o nucleo (sem acento :-)) duro tivesse um blog o Dr. Murcon ficava sem homems por estas bandas. Ficavamos só nós, as galinhas, e o Dr.
Os homens aqui fazem falta; têm o mesmo efeito que os baldes de água fria

PortoCroft disse...

Madeira,

Vê só a generosidade do dono deste blogue. Você já colocou três comentários, sem sequer comentar o 'post' original, já se manifestou a favor das boas redacções e, muito provavelmente, ou muito me engano, irá responder a esta minha mensagem.

Seja bem vindo à Academia do Núcleo Duro. ;))))))

PortoCroft disse...

yulunga,

Núcleo e não nucleo. ;))))))

lobices disse...

...to madeira das 4.58 PM:
...
madeira said:
Para o Excelentíssimo Lobices (4:05PM):
A minha (humilde)proposta seria um blog dos convivas mais assíduos deste espaço.
Pelos vistos não é bem vinda...
Boas redações,

'O' madeira

...
Amigo madeira: retira lá o "cínico" Excelentíssimo Lobices; não é que eu leve a mal mas com sinceridade sou um humilde uivador e de excelência só aceito um bom tinto alentejano à mesa...
:)
...então, se era essa a tua proposta, é porque entendi mal o parafraseado da tua alocução escrita às 2.26...
...subentendimentos
...porém, subscrevo as palavras das 5.14 PM da Yulunga
...mas
...:)
...porém, todavia e... contudo
...um blog do AND até nem seria uma má idéia... humm, vou propor isso à mesa da assembleia geral!...
...abraço

Ale (mestressan) disse...

Viva ao Lobices e ao Portocroft! Caro Madeira, apesar de não ser um comentador diário do espaço de refúgio ou qual nome se queira dar ao blog do Murcon, sou completamente a favor de Lobices. Este é um blog pelo qual pude conhecer vários artistas de todo esse mundo gigantesco. Veja só, resido no Brasil e meu blog, apesar de não ser muito comentado à altura do blog Murcon é visitado na Polônia, em Portugal, Estados Unidos, Italia, Alemanha e Brasil sendo que, quase todos devo ao blog do Professor que vem nos recebendo, a todos, com todo o carinho e aqui iniciamos um processo de amizade sem fronteiras tão buscada através da ONU, até desenvolvemos paixões virtuais. Eis que este é um espaço livre a todos e gostamos de vir aqui. Respeitando sua "humilde" opinião, até porque antes de conhecer eu também pensei nessa hipótese, mas vi que é bem maior que essa idéia o vínculo dos comentadores do Murcon! Grato por sua compreensão e lhe convido para aqui vir mais vezes e participar de nossos debates! Um abraço (ALE)

lobices disse...

...óhh amigo Júlio:
...alguma doença?
...algum impedimento?
...espero que esteja tudo bem!...
...abraço

circe disse...

Yulunga,
Saúdo o teu regresso à capoeira!
E eu, embora não sendo uma boa poedeira, gosto de brincar com os
"frangos" mas estou apreensiva com
o paradeiro do Galo. Então ocorreu-me que ele tenha tido o "galo" de
ser levado, pela Judite, para a
capoeira de Custóias...
Pois pra quem não saiba, É PROIBIDO
DAR MILHO AOS POMBOS!

tataranha disse...

Boa tarde a todos...
A todos os benfiquistas que sofreram e sobreviveram a mais um encontro de futebol, um olá especial(lol).
Depois de um fim de semana de 3 dias sem acesso a internet, voltei para consultar o blog do Prof. Júlio e os vossos magnificos comentários. E começo a ficar preocupada no sentido, em que já não quero saber dos meus mail's mas sim do que aqui se passou na minha ausência. Intrigante...
Eu adoro Portugal e tenho orgulho em ser Portuguesa mas por vezes desespera-me sermos tão retrógados em relação ao aborto, casamento de homosexuais e outras coisas mais. Deviamos olhar para as coisas boas que se passam ali ao lado e tentar melhorar, mas não. Continuamos, na mesma "bestalhada" do costume. Agora há referendo, agora não há referendo...agora dá jeito, agora não dá. O mesmo se passa com os programas de televisão do Prof. Júlio, em que se nota que cada vez dão mais tarde, num horário em que só vê quem ama (e eu vejo :)), mas para explicar que até um simples programa de televisão é passado em horas absurdas. Mas o bom do Prof. Júlio continua na sua luta, os seus fieis seguidores e novos seguidores virão. Há que tentar mudar, por muita lentidão que advenha
Bem, o meu nick não faz juz a um comentário tão vasto...
:))

madeira disse...

Lobices amigo,
retiro o "excelentíssimo".

Caro Portcroft,
não era minha intenção comentar mas porque não quero ser acusado de usufruir deste espaço sem expor o meu ponto de vista, vou apenas subscrever o P.S. do Dr. Vaz, entre outras esta é uma das políticas que deveríamos “copiar” dos ‘nossos irmãos’ do outro lado da fronteira. É pena que até à data a coragem política dos nossos governos tenha sido aquilo que temos visto.

Um brinde com vinho da região do Douro...

Abraço,
Madeira

PortoCroft disse...

Madeira,

Acabou de validar a sua participação. :)

Fique por aí porque daqui a pouco o Prof. vai trazer umas francesinhas.

Além disso a garrafa ainda vai a meio. ;))))))

Elisa disse...

Esta confirmado... JMV tem uma vida para além do Murcon. ;-)

PortoCroft disse...

Bom, maralhal, vou para dentro que vem aí o Ciclon dos Açores. ;))))

Elisa disse...

PortCroft
sem comentários.

PortoCroft disse...

Oopssss...

Leiam Ciclone e não Ciclon, claro. ;))

Elisa,
Obrigado por mos poupares. ;))))))

lobices disse...

...élisaaaaaa chégouuuuuuuuuu
...uauuuuuuuuuuu
:)

Anónimo disse...

Eu abaixo assinada, declaro por minha honra, NÃO ser funcionária do
SIS, uma vez que o mesmo não me paga há 30 anos, inclusivé o subsídio de risco. Quanto ao montante desta dívida, só vendendo
mais um quinto do Património resolveria este contencioso...

Resta-me a consolação de ter um
lugar cativo, de camarote, para
assistir ao Circo e aos desfiles de
Carnaval,que são dia sim, dia sim,
nos dias úteis e nos outros que sobram...

Amigos, e Anfitrião:
Perdoem-me o desabafo,mas hoje o
almoço caiu-me mal, e os meus fígados transbordam de fel.

Sou quem sabeis,
Maria Circe

Elisa disse...

PortoCroft
A ti, meu caro, poupo tudo. Como, desde sempre. Sobretudo os ciclones que me fazem imensa falta para outras tempestades. Se tens alguma coisa a dizer, aconselho outras vias, que estes senhores não têm que aturar as nossas parvoeiras.

Elisa disse...

:-) Lobices
isso é tudo satisfação?

Elisa disse...

Maria Circe
A vida é uma comédia. Não ligue. Tenha só cuidado com o que come. :-))

PortoCroft disse...

Elisa,

Tudo, tudo também não. Tudo menos o essêncial, por favor. ;))))))))

Anónimo disse...

Amok_she

Antes q se faça tarde,

Curiosamente, mas noutro contexto, R. Herman no seu blog sábio (onde a maioria dos comentários é de um óbvio bem brasileiro), citou hoje ‘aquela’ sua citação das 5:49 PM, acrescentando: “Pois se citou Nelson Rodrigues, autor da expressão 'óbvio ululante', que diz que toda unanimidade é burra, então, todo óbvio é burro, porque a definição de óbvio é aquilo que é unanimemente compreendido”.

Ora bem, prezada colega desta infotertúlia (q admiro tb no seu próprio blog), eu não me revejo usando este trocadilho (engenhoso) para classificar os posts de outros; trocadilho hábil mas perigoso, q veio despoletar a ideia de q, porventura, possa haver ‘burrice’ na amena confraternização bloguística em q JMV permite ver-se envolvido; embora ache a maior das graças à burrice mas, principalmente, ao ‘non sense’, não considero q estes posts sejam classificáveis nessas categorias de ‘humor’.

Aliás, nesta despretensiosa e desregulamentada forma de postar nos blogs, parecemo-nos, por vezes, com aquelas crianças e aqueles jovens arregimentados do antigamente; como eu disse posteriormente, ”lá vamos cantando e rindo, levados levados sim”, numa despreocupada teia de relações virtuais com ‘amigos imaginários’, que é, afinal, a net dos blogs.

Enfim, uma graça.

Qto à observação q fiz a JMV, não a assumo como dissidente nem como partidário. Há outros e inúmeros modos de viver nas margens, que não me parecem nem ofensivos nem aduladores.

Esoen

Elisa disse...

e o que é o essencial? PortoCroft

PortoCroft disse...

Elisa,

O essêncial é coisa para ser falada por outras vias, não é?

A menos que pretenda chegar a vias de facto em público. ;)))))))))))

Elisa disse...

vias de facto???

PortoCroft disse...

Elisa,

... Ou como lhe queira chamar. :)

circe disse...

Elisa,
Mas eu tenho cuidado com aquilo que
como!
A tragicomédia surge quando bebo -
todos sabemos como a água que nos
chega pelos canos de chumbo está
cheia de materiais pesados...
loooool loooool loooool

Obrigada pela água das pedras, já
me sinto melhor!

Elisa disse...

eu não lhe quero chamar nada... Queres tu chamar-lhe alguma coisa?

PortoCroft disse...

Elisa,

Eu também gosto de viver nas margens. Ao menos em algumas, sabia? ;))))))))))))))))))))

Elisa disse...

eheheh Circe. É por isso que é melhor beber guiness e um copinho de vinho tinto ;-)

PortoCroft disse...

Elisa,

Guinness. Isso é comigo? :(

Elisa disse...

Não és o único bebedor de guiness por aqui, pois não? Falava de mim.

yulunga disse...

Circe:
LOL!!!!

PortoCroft disse...

GUINNESS, elisa, GUINNESS... ;)

lena disse...

o prof já postou, maralhal!
;D

andorinha disse...

Meu Deus! Quanta inquietação por o Júlio não ter postado ontem e só o ter feito agora!
Mas onde está o problema? Não acham que estão a exagerar um bocado? Não será dependência a mais?
Como disse a Elisa - está confirmado que JMV tem uma vida para além do Murcon.:
E nós também devemos ter.
O que fazíamos nós antes de existir o blog?
Não me interpretem mal - continuo a adorar a tertúlia, criam-se, de certa forma, laços entre as pessoas mas não devemos fazer disto uma obsessão.
E o Júlio também tem direito a "descansar" de nós.:)

andorinha disse...

Circe,

Onde arranjaste tu esse fenomenal sentido de humor?

Noise,
Não te preocupes, eu voo mas não caio, só se me ferirem.:)
"...isto de o Éme não postar nada não é bom para a saúde."
De quem? Nossa ou dele?

amok_she disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.