quarta-feira, maio 17, 2006

Atenção!: bebe uns copos, mas não é toxicodependente:(.

Taxa mais alta de que há registo
Condutor apanhado com 7,46 g/l.










Um condutor de 36 anos foi apanhado perto de Fafe com 7,46 gramas por litro (g/l) de álcool no sangue. Esta é a taxa mais alta de que há registo em automobilistas portugueses.
O indivíduo conduzia uma motorizada perto de Fafe, quando embateu na traseira de um automóvel que seguia no mesmo sentido.
Além da imediata inibição de conduzir, o homem incorre numa pena de prisão que poderá ir até um ano ou uma multa de 120 dias.

27 comentários:

Fora-de-Lei disse...

Tinha que ser um homem do Norte, carago...!

Aspásia disse...

Maralhal

ainda não li este post mas desde já quero chamar a atenção para o excelente trabalho do Noise (que também ainda não li todo) sobre o Alzheimer que está no Post do Professor sobre o Alzheimer (2 posts atrás).

Bjs para todos até mais logo.

Aspásia disse...

Quanto a este senhor, autêntico verbo de encher em matéria de pinga, espero que também lhe tirem a moto...
e poderá ser-lhe erguida uma estátua de cera no Museu do Vinho...

andorinha disse...

Fora de lei,
Desta vez tenho que concordar contigo, aqui no Norte ainda é pior, carago.:)
Por estas bandas muito se bebe!
Não consigo perceber como um fulano com uma taxa dessas de alcool no sangue se atreve a conduzir; inconsciência pura e dura.

noiseformind disse...

Boss,
Esqueceste-te de passar uma parte importante de notícia. Que foi referir que o teste de alcool não foi feito com o habitual balão, que rebentaram todos, mas com um alambique ; ))))))))))))))))))))))

Não tenho dúvidas que este motociclista é Dragão. Pelo menos se lhe meterem um fósforo à frente da boca dará uma bela chama ; )))))

Justificação do gajo para ter conduzido naquele estado: "Oh xéu guarda, eu não tava a conseguir andar e na mota vou sentadinho, não faço mal a ninguém..."

Aspásia,
Se beber vinho é dar de comer a um milhão de portugueses, este tipo tb deve estar a alimentar muita gente em Espanha looooooooooooooool loooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool loooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool loooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool loooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool

Andorinha,
Eu sou mais comedido no meu espanto. Como é que um fulano com uma taxa dessas de alcool no sangue consegue:

a)caminhar até uma motorizada

b)ligar a motorizada

c)Coordenar tirar o pé do chão com dar gás à motorizada

d) saber que tem de andar com a motorizada numa estrada

e)fazer um trajecto determinado que não seja uma recta nessa mesma estrada conservando-se na sua faixa ao ponto de conseguir o milagre de bater num carro (E não numa árvora, pedra, ravina, vaca, casa, muro ou pessoa)

Chamem o Sherlock Holmes, temos um caso à altura do perfil do homem ; )))))))))) se o Sherlock não puder vir, chamem a Katie Holmes e mandem-na a minha casa, tenho lá um caso sério para ela resolver tb... uma verdadeira Missão Impossível ; )))))))))))))

AQUILES disse...

Infelizmente os portugueses estão renitentes a consumir álcool com moderação, a apreciar beber, e, como a ileteracia geral demonstra, não conseguem entender que o álcool é uma droga cujo consumo não moderado traz prejuízos de vária ordem à pessoa e ao país em geral.
E não é só no Norte, não. Há alguns vinhos que não são de etanol, mas de metanol, que são uns venenos terriveis. Consomem-se aqui e aí no Norte. Aí chama-se americano. Aqui vinho de cheiro.

noiseformind disse...

Já que estão a chamar o Sherlock Holmes ajudem-me com este mistério: como é que quanto menos gente comenta (independentemente do nro de comentários diários por post) aumenta o nro de visitas ao site??????? raio de voyeuristas ; )))))))))))))))

aquiles,
andas na droga????????????? O americano é feito com metanol???????????????????????????????????????????????????????????????? Então o que vocês chamam aí de americano não é o que nós temos aqui, pá ; ))))))))))) aqui as uvas de "americano" (casta Isabela, Concordia, Ives e Noémia) são tão bem tratadas como todas as outras e o teor alcoolico resulta puramente da fermentação tendo alguns produtores particulares a liberdade de acrescentarem açucar amarelo no processo de vinificação para dar mais uns graus, (mas mesmo no caso extremo de algumas quintas de Chaves, não passando dos 20º de alcoolémia) ; )))))))) e ficas a saber que o único vinho que bebo regularmente é uma mistura de americano branco e tinto que ali em Melgaço chamam de Ferrol ; )))))) e olha que voa mais depressa das pipas que o Alvarinho ; ))))))))))) claro que o metanol, dada a acidez específica destas castas, pode surgir se levarmos o processo de fermentação muito longe. Mas não é um risco diferente do de uma, por exemplo e sem querer fazer disto um debate enológico, Syrah ; ))))))))) vinho de cheiro sim, esse é vinho com metanol. Mas ninguém no Norte chama "vinho de cheiro" a vinho com sobre-fermentação. quando muito "morangueiro" ; ))))))))))) aliás, mesmo o "morangueiro" passe-me, pelo que li na Wiki, mais coisa dos Açores.


Qualquer fermentação exaustiva de vinho tem como metabolito secundário o metanol, se não acreditas aqui no teu parceiro à distância de chá ora pesquisa aí "Os compostos polifenólicos das uvas e dos vinhos" ; )))))))))))

Desta mando châ... na próxima vai um garrafão de vinho ; )))))))))) americano, para testares in malga o que disse nestas linhas ; ))))))

b' disse...

olá maralhal,

eu voyeurista me confesso...
não tenho tido tempo para comentar mas vou lendo religiosamente os posts e os comentários ;)))

realmente o mistério principal é saber como o tal senhor se conseguiu equilibrar na motorizada...

é impressionante a quantidade de pessoas que conduz embriagada
e muitos acham que estão em óptimas condições!!!
vão devagarinho e tal... não há problema...:(

fiquem bem
@:)

b' disse...

julgava que a presença do metanol estava associada aos destilados, como a aguardente de medronho...

@:)

yulunga disse...

o homem incorre numa pena de prisão que poderá ir até um ano ou uma multa de 120 dias.
SÓÓÓÓÓÓÓÓÓ???
Quem estipulou a pena só pode estar bêbedo.
Logo... é tudo uma questão de irmandade vinicola.

Lusco_Fusco disse...

Boa tarde!
Professor!!!!
São as festas do concelho é "natural" que o homem se tenha excedido, ora! E quanto à pena, Andorinha, é a atenuante pelo dia quente de ontem em dia de festa, tinha de molhar a goela... :)))) Assim não desidratava... "Tamem" vocês não entendem...lol

Nesta terra só há extremos eheheheh Um homem no tempo das cortes bateu noutro, tem um monumento. Não se admirem se este, pelo equilibrio em duas rodas (com essa taxa de alcoolémia),tiver direito a um monumento... Aqui dá-se valor a coisas impensáveis;))))))

NOISE
Quanto ao americano comungo da tua opinião ;-)
Na SAnta Terrinha é a uva que mais tenho e dá cá uma pomada!!!! óh! Óh! Sem quimicos porque nunca leva sulfato se não der não dá. É sumo de uva sem açúcar amarelo engarrafo-o com garrafa lavada com vinho açucarado, mainada!!!!! Parece champanhe ;-))))


Quem dera a muitos vê-lo lololol (não eram cegos ;-))
Um abraço
MJ

AQUILES disse...

NOISE

rendo-me à ciência. Não sou especialista em vinhos por aí além. Só aprecio vinho tinto, de preferência douro.

yulunga disse...

Bem o que vou dizer a seguir nada tem a ver com o post propriamente dito, mas encaixa-se na perfeição pela boémia.
Faz semanas, julgo que pela altura do lançamento do livro do Dr. Murcon, numa conversa com o Noise no MSN falávamos das empatias que se foram criando entre o maralhal, dos encontros, das preocupações do bem-estar de uns em relação aos outros,
das saudades que se vão sentindo, da forma como os laços se vão estreitando e fortalecendo; ao que o Noise disse:
- Sabes que tudo isso se consegue porque não se meteu sexo pelo meio.
Eu julgo que ele se referia à execução do acto mesmo, pois sexo é sempre o tema de conversa entre o maralhal.
Vai daí eu e a Pamina tivemos uma ideia brilhante.
Propomos que o próximo encontro do maralhal tenha lugar no II Salão Internacional Erótico de Lisboa que terá lugar na FIL de 13 a 16 de Julho, precedido de mais um dos nossos famosos jantares onde cada um deverá mostrar o “brinquedo” que comprou à sucapa.
Noise e Andorinha comecem a fazer planos.
Fora da Lei, nem penses faltar desta vez.
Maralhal que vos parece a ideia?

Dr. Murcon, está convidadissimo e nem pense dizer que é areia demais para a sua camioneta; nós arranjamos-lhes boleia.

AQUILES disse...

NOISE

http://saude.sapo.pt/gkB3/272616.html

http://www.diarioinsular.com/notic
ias/imprimir.php?edicao=5_12_Dezembro_2003&n_id=13232&PHPSESSID=d0d6ee0e544625a7f7b4693b3ad1ee6e

Já agora por causa de coisas leiam aqui nestes dois endereços.
E transcrevo do segundo endereço este pedacinho, por causa da casta do americano:
«A Comissão Europeia poderá levantar a proibição generalizada à produção de vinho com castas de “produtor directo” como a Isabelle que está na origem do vinho de cheiro.»

Lusco_Fusco disse...

É natural que a CEE assim pense ou pelo menos queira que assim seja.
Vinhos sem qualidade no mercado é até bom que desapareçam.
Mas este não será fácil, como o não foi antes. Esteve proíbido e sempre se bebeu :))))
A lógica deles é aumentar o mercado de consumo dos vinhos de marca e com patente registada, sejam portugueses ou não, para competirem fora da UE. SEm os pequenos produtores o mercado tornar-se-ia maior. Não me parece que a medida esteja a ser tomada pela saúde pública. Será pelo lucro de influentes em Bruxelas. Como dizia um campónio da minha zona "Quem manda na minha terra sou eu! Eles que venham cortar as vides..." isto quando proibiam... E também não era bem "Eles" que eles falavam :)))
Há culturas de subsistência, por estes lados, não há produção que estrague mercado. Obrigarem um destes agricultores a comprar vinho alheio, não me parece boa medida. Mas os responsáveis portugueses que indaguem antes de fazer estragos. Ainda se vai ver negociar vide/voto....hehehehehe É tudo mercado ;-) E depois ... o voto é secreto….
MJ

yulunga disse...

Resumindo:
Deu agora no telejornal, que afinal o jovem, sim um rapaz com 36 anos apenas é ainda um jovem, saiu do coma com graves lesões cerebrais irreversíveis, ficando incapacitado e totalmente dependente de terceiros.
A “vida” foi quanto lhe custou o prazer de meia dúzia de canecos.
Logicamente a família gostaria de o ter em casa são e salvo e não como um exemplo que possa ajudar outros, mas quem sabe ajudará.

Havia uma canção na novela Tieta se não estou em erro, em que se contava que um vaqueiro queria passar a sua manada por um rio infestado de piranhas. Resolveu pegar na mais fraca e doente e sacrificou-a fazendo-a atravessar o rio sozinha. Enquanto isso ele salvava toda a manada passando com ela a uns metros de distância.

Pamina disse...

Boa noite.

Este sujeito seria o orgulho de Salazar:(. Com um consumo destes, ele sozinho daria de comer ao tal milhão de portugueses.

Noise,
Também o meu obrigada pelos links:).

Yulunga(7.48),
Ai, nem sabes o movimento de e-mails que me arranjaste com essa do Salão Erótico. Só na última hora, recebi uns 10! de fabricantes de "brinquedos", a oferecer mercadoria, a pedir para eu falar com o Maralhal sobre patrocínios, etc. Uma loucura!:))) Também já te contactaram? Se te enviarem amostras e tiveres de sobra, por favor, manda-me:).
Se houver reunião, claro que alinho se estiver por cá (é só em Julho, a Feira do Livro deve ser antes, em Junho).

Pamina disse...

Acabei de ler o comentário da Yulunga das 9.54. É realmente muito triste.

Delírio da Loirinha disse...

Olá!
Este post fez-me lembrar uma musica do Herman Jose "Saca o sacarrolhas abre o garrafão viver sem vinho não presta"... As pessoas esquecem-se que o vinho em excesso é uma droga como outra qualquer apesar de socialmente ser tolerada e pela sociedade...
Haviam de por os policias mais vezes na queima das fitas se calhar ainda apanhavam pior do que 7.46 gr... e evitavam mais acidentes...

Beijinhos

psi disse...

de certeza que a máquina estava estragada :)
com a quantidade de álcool que tinha no sangue, so tinha que estar a dormir sem saber aonde.

L. disse...

Boa noite

A propósito do tema, deixem-me só dizer que me parece que continuamos sem entender que o vinho serve para melhorar uma refeição e não para matar a sede. É preciso ter cuidado com a linguagem utilizada para "apregoar" os benefícios do consumo de vinho.

jasmim disse...

Boa noite!
"(...)só os amores verdadeiros se acabam. Os que sobrevivem, incrustrados no hábito de se amar, podem durar uma vida inteira e podem até ser chamados de amor mas nunca foram nem serão um amor verdadeiro.
(...)Falta-lhes exactamente o Dom da finitude, abrupta e intempestiva.Qualidade só encontrável nos amores que infundem medo e temor de destruição.Não se vive o amor;sofre-se o amor.Sofre-se a ansiedade de não poder retê-lo, porque nossas cordas afectivas são muito frágeis para mantê-lo retido e domesticado como um animal de estimação.
(...)
Ele é xucro e bravio e nos despedaça a cada embate e por fim se extingue e nos extingue com ele. Aponta numa única direcção: o rompimento.
(...)
Uma grande dor, uma solidão cósmica, um imenso sentimento de desterro. Que se curam algum tempo depois com um amor vulgar, desses feitos para durar uma vida inteira..."

E agora, como contextualizo isto no tema do dia??? Bom, podia dizer que estava com uma grande bebedeira e em vez de me meter numa mota,pra frente que atrás vem gente, resolvi pedir a opinião ao Dr. Júlio Machado e aos restantes sobre estas palavras de Jamil Snege, escritor brasileiro...
Mas não, não estou alcoolizada! Gostei do texto e queria partilhá-lo convosco.

Lusco_Fusco disse...

Professor
Falam de festas em Lisboa e muito bem, mas temos festa ali para as nossas bandas um destes dias. A festa dos pic nics hummmmmmmmmm Não me lembro do meu primeiro pic nic nessa festa, mas do último lembro com saudade. E se.... o Noise trouxesse uma multita, a Andorinha outra, a Lusco outra e cada um que viesse a sua?... juntavamos as multitas todas e "picnicavamos" ehehehehe
Não no dia da festa que a confusão é demais e eu vou estar de lingua de fora. Como sempre vou a pé. Mas num fim de semana a seguir ou outro que acordem. Quer pensar no assunto?.... Os 300.000 estão aí podíamos festejar :))))
MJ

Ameninadalua disse...

Boa noite a todos!

Mas que horror de notícia! o que terá levado um homem ainda jovem a beber assim até à plena exaustão?

O alcoolismo é sem dúvida uma droga consentida e autorizada que culturalmente é ainda bem aceite em Portugal.
E o pior é que os limites do consumo são muito ténues; quando se já é alcoolizado , basta beber muito pouco para se ficar completamente alterado. Há um limite de concentração de alcool no sangue acima do qual o organismo já não consegue eliminar.

Fiz parte duma campanha de anti-alcoolismo, onde assisti a manifestos de alguns alcoolicos anónimos verdadeiramente dramáticos...é de facto uma doença gravíssima.

Mário Santos disse...

Já estive a descarregar o podcast, finalmente posso ouvir o amor é, obrigado prof!

noiseformind disse...

Ameninadalua,
Ai, tu és tão inocente. Bebeu até à Exaustão qual quê? O gajo estava era a ir para o café mais próximo depois de se lhe acabar a pinga no anterior ; ))))))))) looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool looooooooool looooooooooool loooooooooooooooooool looooooooooooooooooooooooooool

noiseformind disse...

Lusco_Fusco,
Amigo meu no Tribunal de Guimarães (olha, o tal que deu com a língua nos dentes em relação à Fatinha) disse-me que o problema não foi o motoclista ter bebido americano até aos 7,qualquer coisa. O PROBLEMA É QUE O CONDUTOR DO CARRO TINHA BEBIDO WHISKY ATÉ AOS 14G. Portanto, o motociclista quis assim denunciar um tipo que além de estar com o dobro da piela nem sequer dá de comer a nenhum português. Olha que há malta mesmo mesmo mesmo mesmo mesmo egoísta...